Você está na página 1de 8

OraçãoOração dada CuraCura QueridoQuerido DeusDeus -- PaiPai ee MãeMãe PeçoPeço parapara serser banhadobanhado ee iluminadoiluminado pelapela luzluz brancabranca dede Cristo,Cristo, aa luzluz verdeverde dada curacura ee aa violetavioleta dada transmutação.transmutação. PeloPelo bembem superiorsuperior ee dentrodentro dada verdadeverdade Divina,Divina, peçopeço queque todastodas

asas vibraçesvibraçes dissonantesdissonantes se!amse!am removidas,removidas, encerradasencerradas emem suasua pr"priapr"pria luz,luz, levadaslevadas aa

#onte#onte parapara seremserem puri#icadas,puri#icadas, nãonão retornandoretornando maismais parapara n"s,n"s, ouou qualquerqualquer outraoutra pessoa.pessoa. PeçoPeço parapara serser utilizadoutilizado comocomo canalcanal parapara curacura dede $$ nomenome%.%. &stou&stou procurandoprocurando oo bembem superiorsuperior dede $$nomenome%% dede acordoacordo comcom aa vontadevontade deladela ee aa vontadevontade dede Deus.Deus. PeçoPeço queque estaesta salasala se!ase!a inundadainundada dede luz,luz, $local$local ondeonde est'est' aa pessoa%pessoa% QueQue $nome%$nome% se!ase!a rodeadarodeada dede luz.luz. PeçoPeço aa proteçãoproteção dodo tr(plicetr(plice escudoescudo dada luzluz brancabranca dede Cristo.Cristo. )este)este momento,momento, aceitoaceito essasessas #orças#orças dede curacura queque atuamatuam emem mimmim ouou atrav*satrav*s dede mim,mim, aceitandoaceitando apenasapenas aquiloaquilo queque est'est' aa serviçoserviço dada +ontade+ontade Divina.Divina. QueroQuero epressarepressar minhaminha ratidãoratidão porpor todastodas asas bnçãosbnçãos queque recebemos,recebemos, acompanhadasacompanhadas dada mani#estaçãomani#estação dada cura.cura.

OraçãoOração parapara benzerbenzer a#astandoa#astando eneriasenerias neativasneativas ee atraindoatraindo proteção.proteção.

/azer/azer sempresempre essaessa OraçãoOração quandoquando sentirsentir queque oo ambienteambiente estaesta pesadopesado ,,

ee pessoaspessoas nãonão sese sintamsintam

bem.bem.

OraçãoOração dede 0anta0anta CatarinaCatarina 0anta0anta Catarina,Catarina, ClaraClara ee DivinaDivina +"s+"s queque entrandoentrando numanuma cidadecidade encontrasteencontraste milmil homenshomens todostodos bravosbravos comocomo leeslees e,e, comcom umauma simplessimples palavra,palavra, amansastesamansastes oo coraçãocoração dede todostodos eleseles QueridaQuerida 0anta0anta Catarina,Catarina, amansaiamansai oo coraçãocoração dede $dizer$dizer oo nomenome dada pessoapessoa queque vocvoc dese!a%dese!a% tenhatenha olhosolhos ee nãonão meme ve!ave!a tenhatenha bocaboca ee nãonão meme #ale#ale tenhatenha pernaspernas ee nãonão meme alcancealcance ee #ique#ique paralisadoparalisado comocomo pedrapedra nadanada podendopodendo #azer#azer contracontra mimmim ee nadanada podendopodendo #azer#azer contracontra meusmeus entesentes queridosqueridos QueridaQuerida 0anta0anta CatarinaCatarina #aço#aço essaessa oraçãooração comcom muitamuita #*#* emem meumeu coraçãocoração ee esperoespero queque +"s+"s possaispossais meme atenderatender O#ereçaO#ereça umauma 1ve1ve MariaMaria ee umum PaiPai )osso)osso emem sinalsinal dede aradecimentoaradecimento 22 0anta0anta CatarinaCatarina

O3145&0O3145&0 CO)631CO)631 OO M17-O891DO,M17-O891DO, :)+&;10,:)+&;10, Q7&<31)6OQ7&<31)6O

ComoComo <enzer<enzer

3ezar3ezar comcom umum alhinho=ramoalhinho=ramo dede qualquerqualquer 'rvore'rvore rec*mrec*m colhidocolhido ee enquantoenquanto #ala,#ala, irir #azendo#azendo comcom oo alhoalho oo sinalsinal dada cruzcruz sobresobre aa pessoa.pessoa. )ão)ão precisaprecisa passarpassar oo alhoalho nono corpocorpo dada pessoapessoa sensentadatada nana suasua #rente,#rente, ee vcvc emem

p*

p*

<enzer<enzer >> vezes.vezes. OO PaiPai )osso,)osso, aa 1ve1ve MariaMaria ee oo ?l"ria?l"ria aoao PaiPai sãosão repetidosrepetidos aa cadacada vezvez queque vcvc #izer#izer oo benbenzimento.zimento. QuandoQuando #izer#izer asas trstrs vezes,vezes, !oar!oar oo ramoramo lonelone dada suasua casa.casa.

11 inve!a,inve!a, oo chamadochamado @mau@mau-olhadoA-olhadoA ouou @quebrantoA@quebrantoA podepode provoprovocarcar osos e#eitose#eitos dasdas maismais variados,variados, oo queque podepode

estanarestanar aa nossanossa vida,vida, re#letire#leti nono nossonosso diadia aa dia,dia, tornandotornando oo cotidianocotidiano nnumauma s*ries*rie dede coincidnciascoincidncias desastrosasdesastrosas ee esotantesBesotantesB 1s1s crianças,crianças, queque sãosão maismais #r'eis#r'eis ee vulner'veis,vulner'veis, podempodem mesmomesmo #icar#icar tristonhastristonhas ouou doentesdoentes semsem razãorazão aparente.aparente.

"(Fulano"(Fulano -- dizerdizer aquiaqui oo nomenome dada pessoapessoa queque vcvc querquer benzerbenzer),),

Deus te gerou, Deus te regenerou, Olhado e quebranto, Desse mal Deus te curou Se for na tua gordura, Ou na tua formosura, as tuas carnes, Ou na tua fei!ra os teus olhos, os teus cabelos, o teu comer, as tuas carnes, a tua disposi#o a tua boniteza, o teu trabalho, a tua intelig$ncia, o teu bom sentido o teu pensamento, Se foi inve%a, Se for m& vontade, 'ue se%a sado, 'ue se%a tirado

elo poder de Deus * da +irgem aria m.m/0

& como saber se a pessoa est' com mal olhado Peue um prato, ponha em cima da mesa e coloque 'ua pura nele. Chame a pessoa que vc quer saber se est' com mal olhado para seu lado. Pinue  otas de azeite na 'ua. ObserveE 0e os pinos de azeite )FO 0& 7):31ME 1 pessoa est' bem 0e os pinos de azeite 0& 7):3&M. 1 pessoa est' com mal olhado.

Oração contra quebranto @Deus te remiu Deus te criou Deus te livre de quem para ti mal olhou.&m nome do Pai, do /ilho e do &sp(rito 0anto,+irem do Pranto,6irai este quebranto.A

Oração contra o mau-olhado

ossa Senhora defumou o seu amado filho para bem cheirar, eu tamb.m defumo (meu querido 1 a pessoa causa) para que todos os males se curem e o bem entrar0/ 2Deus encante quem te encantou, dentro deste corpo este mal entrou, assim como o sol nasce na terra e se p3e no mar que todos estes males para l& v#o passar0

Oração contra o mau-olhado com 6erço 7se um terço na mão, e #aça a oração

4esus que . o Santo nome de 4esus, onde est& o santo nome de 4esus n#o entra mal nenhum/ *u te benzo criatura do olhado se for na cabea a Senhora da cabea e se for na cara a Senhora de Santa

5lara e se for nos braos o Senhor de S/ arcos e se for nas costas as Senhoras das +er6nicas e se for no corpo o meu senhor 4esus 5risto que tem o poder todo/ Santa na pariu a +irgem, meu Senhor 4esus e assim com isto . verdade assim este olhado daqui tirado para as ondas do mar, se%a lanado para onde n#o oua galos nem galinhas cantar, em louvor de Deus e da +irgem aria, padre nosso e av.m aria/Depois, ainda com o terço na mão, reze uma 0alve 3ainha. repita nove vezes.

Para benzer contra cobreiro

O benzedor dever' benzer o paciente e #azer esta reza ao mesmo tempo. a prote#o do Senhor, que fez o c.u e a terra, eu entrei em 7oma, em romaria, benzendo cobra, cobraria/ 5orto cabea, corto meio, corto cobreiro/ al entrei em 7oma, romaria, benzendo lagarti8a, lagarti8aria, corto cabea, corto meio, corto rabo, corto cobreiro/ al entrei em 7oma, romaria, benzendo sapo, saparia, corto cabea, corto meio, corto rabo, corto cabea, corto cobreiro, com os poderes de Deus e da +irgem aria/ *m nome do ai, do Filho e do *sprito Santo/

Desmanchar os #eitiços

1ntes de começar a #azer a reza, o paciente dever' estar vestido com roupa branca, limpa, com uma cruz pendurada no pescoço. O benzedor dever' ter trs alhos de arruda, uin*, alecrim ou espada de 0ão ;ore. Com a mão, molhe os alhos de leve com 'ua benta e chacoalhe-os sobre o paciente, enquanto recita as seuintes palavrasE

(nome da pessoa), o ai te acompanhe, o Filho de luz/ 9e valham os poderes de 4esus/ 4esus 5risto queira te valer/ 9e d$ fora e sustana para as palavras de 4esus 5risto receber/ Olhado branco, olhado preto, olhado estropiado, olhado e8comungado, olhado amaldioado, olhado abenoado/ 9odos esses males do teu corpo s#o apartados e botados pras ondas do mar, com os poderes de Deus, da +irgem aria, do Divino Santssimo Sacramento no altar/ (nome da pessoa), se tens olhado pelas costas, S#o 5osta:

se foi pela frente, S#o +icente/ (nome da pessoa), sangue de 4esus te lavou, sangue de 4esus te limpou/ 5om ele est&s lavado, est&s limpo, est&s curado/ *m nome do ai, do Filho e do *sprito Santo/ m.m/

Para combater mau-olhado Peue um ramo de qualquer mato e #aça o sinal da cruz e recite as seuintes palavrasE

4esus quando andou no mundo, ra tudo, tudo ele rezou/

7ezou para olhares de quebranto,

'ue desta criana v#o saindo,

+arridas com galho de oliveira/

1m*m. 1p"s ter recitado estas palavras, reze em seuida um Credo, um Pai-)osso, uma 1ve- Maria e uma 0alve-3ainha e acenda um incenso.

<enzedura para #echar o corpo

O benzedor dever' colocar trs #olhas de &spada de 0ão ;ore, em #orma de cruz, sobre a

pessoa. Primeiro sobre o peito e depois sobre as costas, recitando, a cada vez, as seuintes palavrasE Deus . o sol, Deus . a lua/ Deus . a claridade, Deus . o sumo da verdade/ ssim como Deus . o sol, Deus . a lua, Deus . a claridade, Deus . o sumo da verdade, tire o ar preto, o ar amarelo, o ar mudo, o ar surdo, o ar estuporado, o ar de quentura, o ar de nervoso, o ar de nevralgia, o ar de reumatismo, o ar de paresia, o ar de frieza, o ar de mol.stia do tempo/ 9ire da cabea, da carne, dos nervos, das %untas, para ir para as ondas do mar/ O fruto do *sprito Santo s#o doze/ O primeiro . o gosto, o dois . a paz, o tr$s . a caridade, o quatro . a paci$ncia, o cinco . a sabedoria, o seis . a bondade, o sete . a dignidade, o oito . a mansid#o, o nove . a f., o dez . o modesto, o onze . a contin$ncia, o doze s#o os doze ap6stolos de osso Senhor 4esus 5risto/ az domi, Senhor S#o 5oncorde/ leluia/ m.m/

<enzedura para #echar o corpo G

O benzedor dever' #azer uma cinta com &spadas de 0ão ;ore, su#iciente para envolver a

cintura da pessoa. /aça mais um cinto para envolver as costas e o peito da mesma pessoa. Cruze as cintas no corpo da pessoa e recite as seuintes palavrasE 9rago o teu corpo fechado com as chaves do santo sacr&rio/ Dentro dele se encerra 4esus sacramentado, como no sacr&rio se encerra/ * assim como 4esus, o teu corpo, (nome da pessoa), ser& guardado, a tua alma n#o ser& maltratada pelos teus inimigos e o teu sangue n#o ser& derramado/ 4esus e a +irgem te livrar#o, (nome da pessoa), dos malefcios, bru8arias e feitios/ * no teu corpo n#o entrar& nem bala nem faca nem punhal/ *le est& fechado com o manto sagrado de osso Senhor 4esus 5risto/ ssim se%a/ 1p"s ter recitado estas palavras, reze em seuida trs Pais- )osso e trs 1ve-Marias em intenção a ;esus.

&pulsar o diabo do corpo

*m nome do ai, do Filho e do *sprito Santo/ *m nome de S#o ;artolomeu, de Santo gostinho, de S#o 5aetano, de Santo ndr. velino, eu te arrenego, an%o mau, que pretende introduzir-te

neste filho de Deus e pervert$-lo/ elo poder da 5ruz de 5risto, pelo poder das divinas chagas de 5risto, eu te escon%uro, maldito, para que n#o possas tentar esta alma sossegada/ m.m/H medida que voc #az a reza, v' #azendo o sinal da cruz sobre a cabeça da pessoa.

Para quebranto

O benzedor dever' lavar as mãos antes de começar a benzer e passe qualquer per#ume no

corpo. &s#reue um pouco de "leo de oliva na mão e coloque a mão direita sobre o coração da pessoa,

recitando as seuintes palavrasE osso Senhor, meu 4esus 5risto, me a%ude onde ponho a m#o/ 5risto vive, reina e impera por todos os s.culos dos s.culos, am.m/ elo poder divino que tem osso Senhor 4esus 5risto, este quebranto vai sair, pelos lados, pelas costas, por cima, por bai8o, por tr&s e pela frente/ ssim, pela f. em osso Senhor, assim se far&< saindo pela frente, por cima, por tr&s, por bai8o/ m.m/

Contra o olhar ecomunado

O benzedor dever' pear trs ramos de arruda, #azer o sinal da cruz na pessoa e recitarE

(ome da pessoa), se foi mulher, se foi moa, se foi velha, se foi negra ou se foi menino que te

botou olhado no teu cabelo, na tua cor, nos teus olhos, na tua boniteza, na tua fei!ra, na tua magreza, nos teus braos, nas tuas pernas, na tua esperteza/ ara que n#o me dissesse que eu te curaria com os poderes de Deus e da +irgem aria, com um ai-osso e uma ve-aria, (nome da pessoa), Deus te fez, Deus te criou, Deus te acanhe quem te acanhou/ Olhado vivo, olhado morto, olhado e8comungado, vai-te para as ondas do mar sagrado/3eze em seuida trs 1ve-Marias e trs ?l"rias ao Pai.

Para #echar o corpo

1 pessoa que ser' benzida ter' que pendurar uma cruz no pescoço e, na noite em que #izer esta benzedura, não poder' manter relaçes seuais e dever' estar em !e!um. &ntão, dever' rezar um Creio em Deus Pai, um Pai-)osso e uma 1ve-Maria em louvor a 0ão <enedito e recitar as seuintes palavrasE

+alha-me preciosa cruz do Senhor S#o ;ento e as preciosas letras que se encerram dentro do poder, valia e merecimento/ *u, (nome da pessoa), sempre livre hei de ser do fogo, do ferro, de ares, de feitio, de peste e de bichos peonhentos, pois tenho para minha defesa 4esus 5risto e o Senhor S#o ;ento/ a arca de o. me meto, com a chave de S#o edro me fecho, com as tr$s pessoas da Santssima 9rindade me acompanho, ai, Filho e *sprito Santo/ m.m/

<enzedura contra mau olhado

Peue trs alhos de arruda, coloque sobre o paciente em #orma de cruz e recite as seuintes palavrasE

(ome da pessoa), Deus lhe fez, Deus lhe formou e Deus lhe desolhe quem mal lhe olhou/ Se for olhado ou quebranto ou pasmado, que ele se%a atirado nas ondas do mar/ Se%a %ogado/ 'ue fique t#o salvo como na

hora em que foi batizado com os poderes de Deus e da +irgem aria/3eze em seuida trs 1ve-Marias. Peue os alhos de arruda que usou para #azer a benzedura e !oue em uma encruzilhada.

Contra os embaraços na vida Peue um ramo de arruda, molhe em 'ua benta e benza a casa da pessoa. &m seuida, cruze a pessoa embaraçada usando o ramo de arruda e recite a oraçãoE 5om dois eu te ve%o, com tr$s eu quebro encanto/  palavra de Deus e a +irgem aria . quem cura quebranto, mau olhado e olho ruim/ =eve o que trou8este/ Deus, benza (nome da pessoa) com a Santssima 5ruz/ Deus, defenda de mau olhado, de quebranto de macumba, de feitio, de malefcio e de todos os males que lhes fizeram/ 'uem est& fazendo ferro> 'uem est& fazendo . o dem?nio/ *u sou o ao/ 9u .s o ferro, eu sou o ao, tu .s o dem?nio e eu o embarao, com os poderes de Deus, 4esus e a +irgem aria/ *m nome do ai, do Filho e do *sprito Santo

6irar mau esp(rito.

O benzedor dever' pear um pouco de azeite de oliva, sal e um ramo #eito de alecrim, uin* e

arruda. Começa a #azer a benzedura na testa da pessoa, recitando as seuintes palavras, com muita eneriaE

*m nome de Deus ai, 4esus 5risto, a +irgem aria e todos os Santos, eu digo que se afaste daqui, esprito tenebroso/ *u o e8pulso com o sinal da cruz/

Depois, passe a mistura no peito da pessoa, dizendo o seuinteE

qui neste peito, onde bate um cora#o puro de um temente a Deus, n#o ficar&, infeliz criatura

vinda dos bai8os infernos/ Passe um pouco da mistura nos pulsos da pessoa. Depois de ter #eito isto, !oue um balde de 'ua #ria sobre a cabeça da pessoa.

Para 1cabar com o azar Para acabar com o azar, recite as seuintes palavrasE

*m nome do ai, do Filho e do *sprito Santo/ osso Senhor me perguntou< de que tratas, aria> *u trato de aquisidade, gota coral, feitio, malefcio, cabo%e, azar/ Se por acaso (nome da pessoa) tiver algum desses males, na areia do rio ele vai parar/ *u te curo, (nome da pessoa), se o mal estiver na cabea, se estiver nesta banda, na tua frente, deste lado e no fundo, pois osso Senhor 4esus 5risto . por todo mundo/ ssim se%a/

1p"s ter recitado estas palavras, reze em seuida trs 1ve-Marias.

8ivre-se de quem te incomoda

O benzedor dever' pear um ramo verde e bater levemente nas costas da pessoa, enquanto #az

a seuinte oraçãoE Senhor osso Deus, v6s prometestes ao bem-aventurado S#o 7oque, pelo minist.rio de

um an%o, que todo aquele que o tivesse invocado n#o seria atacado do cont&gio da peste/ Fazei, Senhor, que assim como louvamos os vossos prodgios, assim fique (nome da pessoa) livre da peste pelo seu merecimento/ * rogamos a toda peste do corpo e da alma/ *m nome do ai, do Filho e do *sprito Santo/ m.m/

3eze em seuida um Pai-)osso em louvor a 0ão 3oque.

1#astando ente que nos pre!udica Peça para a pessoa a ser benzida, que escreva sete vezes numa #olha de papel branca, usando a mão esquerda, o nome da pessoa que a est' pre!udicando. Peue o papel e dobre, #azendo com que o nome da pessoa #ique vis(vel do lado de #ora. Peue um recipiente e acrescente dois dedos de vinare tinto e complete o resto com 'ua. &nquanto voc mistura os inredientes, recite as seuintes palavrasE

ssim como 4esus 5risto, crucificado, pediu &gua e lhe deram vinagre, ele se en%oou e afastou o

c&lice de sua boca: assim (nome da pessoa) h& de se afastar como o c&lice/1p"s ter recitado estas palavras, #aça o sinal da cruz sobre o c'lice e uarde-o no conelador de sua casa por GI dias.

Combata qualquer tipo de mal

O benzedor dever' pear um ramo verde e benzer o corpo do paciente #azendo o sinal da cruz.

&nquanto #az isso, recita as seuintes palavrasE *m nome do ai, do Filho e do *sprito Santo/ al, quem quer que se%as, de onde quer que venhas, se%a qual for teu comeo e tua origem, eu te ordeno e mando, em

nome de 4esus 5risto, a quem tudo obedece, nos c.us, na terra e nos infernos, que dei8es em paz (nome da pessoa)/ Ordeno-te em nome do ai, do Filho e do *sprito Santo/ ssim se%a/Depois, reze cinco Pais-)osso, cinco 1ve-Marias e cinco ?l"rias ao Pai, em honra das cinco chaas de ;esus Cristo.

Para tirar olho-ordo &sta reza, usada h' muito tempo no )orte do <rasil, #unciona como um rem*dio muito bom para olho-ordo. O ideal * que uma benzedeira #aça a reza. Peue um ramo de um mato qualquer, #aça o sinal da

cruz sobre o peito da pessoa e recite as seuintes palavrasE +oc$ est& com muito quebrante/ uita gente tem inve%a de voc$, muita gente adoraria ser voc$/ as todas essas cargas negativas v#o ser varridas de voc$/ m.m/

Para cortar os embaraços

O

benzedor dever' pear trs ramos de arruda ou uin* e #azer o sinal da cruz sobre o corpo do

paciente, nos lados e nas costas, recitando as seuintes palavrasE Senhor Deus, todo poderoso, venho implorar vossa prote#o para que afasteis de (nome da pessoa) todo o mal, todos os embaraos, todas as perturba3es/ 5ortai o olho grande e o malefcio deste vosso filho, protegendo de todos os perigos o seu corpo e a sua alma/ rotegei-o, Senhor, dos espritos das trevas, obsessores malignos/ fastai dele a inve%a, a maledic$ncia, as intrigas e as inimizades/ elos vossos santssimos nomes< 4av., *lohim, Saba6t, donai, recebei esta s!plica, recebei esta prece/ ssim se%a/

 

Oração para benzer dor de cabeça <enzemo-nos em cruz e dizemosE

2elo sinal da Santa 5ruz, livre-nos Deus osso Senhor dos nossos inimigos, em nome do ai, do Filho e do *sprito Santo, am.m/ ( nome da pessoa), eu te benzo da dor de cabea que tens ou dos maus

olhos que para ti olharam, ou vento ou sol, ou o mau tempo que por ti passou/0

3epita trs ou cinco vezes.

Oração para nervo torcido

24esus que . o Santo nome de 4esus, onde est& o Santo nome de 4esus n#o entra mal nenhum/  pessoa que vai coser pega numa agulha e num novelo de linha e diz< *u coso/ * quem est& padecendo responde< 5arne quebrada nervo torto/ 5osa a +irgem melhor do que eu coso, a virgem cose pelo s#o e eu coso pelo v#o/ *m louvor de Deus e da +irgem aria, adre osso e v.m aria/0

Depois de se #azer esta benzedura, molha-se os dedos no azeite e es#rea-se a parte dolorida. 3eza-se um Padre )osso e uma 1ve Maria, a 0anto 1maro, protetor de pernas e braços e o#erece-se ao )osso 0enhor ;esus Cristo. 3epita J vezes.

Oração para benzer da dor de <arria &sta oração tem de ser repetida J vezesE

4esus que . o Santo nome de 4esus, onde est& o Santo nome de 4esus n#o entra mal nenhum/ 'uando a ossa Senhora pelo mundo andava, chegou a casa de um homem manso e de uma mulher brava, pedindo -lhes pousada/ O homem dava e a mulher n#o/ Onde ossa Senhora se foi deitar, &gua por bai8o e &gua por cima: com estas mesmas palavras, cura a dor de barriga, em louvor de Deus e da +irgem aria, adre osso e v.m aria/

Oração para dor de cabeça e dor de ouvidos

ai, filho e *sprito Santo/

Depois benze na cabeça com um terço e dizE

4esus que . o Santo nome de 4esus, onde est& o Santo nome de 4esus n#o entra mal nenhum/ ( nome da pessoa a benzer), eu te benzo do mal e de ar maldito, quem te trou8e, e de ar frio e de ar quente/

( ega-se numa faca) 5om esta faca te lanarei, pernadas do ar cortarei e daqui para fora te deitarei e com o poder de Deus e da +irgem aria, um ai nosso e uma v.m aria/

3epete-se nove vezes a oração e benze-se e o#erece-se a )ossa 0enhora que leve o mal que a pessoa tem para o outro lado do mar, onde não ouça alo nem alinha cantar e nem mãe por #ilho chamar e )ossa 0enhora d as melhoras. 1m*m.

Oração contra a tentação do demKnio. &sta oração reza sempre 2s terças-#eiras e setas-#eiras.

2 *m louvor do Santssimo Sacramento do ltar, a minha casa vou benzer e defumar, e que todos os males e8istentes na mesma, que v#o para casa de quem nos dese%ar (repetir a !ltima e8press#o

tr$s vezes)/ *nquanto se faz a repeti#o, bate-se com o p. esquerdo tr$s vezes/ o final reza-se um ai- osso/

5OO 7*@7 5O A B=CO D* 77D Fulano< Deus te gerou Deus te criou Deus te livre de quem com maus olhos te olhou

Fulano<

5om dois te botaram, 5om tr$s eu tiro, 5om os poderes de Deus e da +irgem aria, *u curo quebranto,

Olhado, olhos maus Olhos e8comungados e feitiaria/

encruzilhada)/

5O E B=COS D* 77D Fulano< Deus lhe fez, Deus lhe formou * Deus te olhe 'uem mal lhe olhou Se for 2olhado0 ou quebranto ou pasmado *le se%a tirado as ondas do mar sagrado se%a %ogado 'ue fique t#o salvo 5omo na hora em que foi batizado 5om os poderes de Deus e da +irgem aria/ (7ezar E // e %ogue os galhos de arruda bem longe do paciente, de prefer$ncia numa

Ora#o antiga para cortar feitios

quele que fica firme, com a assist$ncia de Deus, repousar& seguramente na prote#o do

Senhor e lhe dir&< em +6s porei toda a minha confiana/ Foi Deus quem me livrou das ciladas do inimigo e

das palavras perniciosas/ *le me defender&/ Sob suas asas descobrirei a esperana, sua verdade me servir&

de escudo e eu n#o temerei fantasmas noturnos, nem seta que voe de dia, mil cair#o  minha esquerda e dez

mil  minha direita/ +6s sois o meu Deus e minha !nica esperana/ ssim se%a/

Ora#o para benzer feridas com dificuldade de cicatriza#o/ *u te benzo, chaga ruim/

or Deus ser&s fechada e numa cai8a encerrada para que n#o possas respirar/ Se queres sai %&/

Se n#o queres pouco tempo tens para decidir, pois 4esus vai descer e assim que *le te vir depressa tens de

te decidir/ *u te benzo uma vez, eu te benzo duas ou tr$s para assim como se fecharam as chagas de 4esus

5risto nos braos de sua m#e/ 9u te feches e tu te sares pelo incomensur&vel poder dos c.us/ 7eza-se uma

salve-rainha e um ai -nosso e pede-se a Deus que se a ferida n#o sarar, o m.dico que o mal venha tratar

consiga resolver a doena com a a%uda dos poderes Divinos/

Oração para benzer &risipela Material necess'rioE Lua <enta

1lodão

1zeite ou "leo de amndoa 1 pessoa que receber a oração , antes deve tomar 'ua benta > vezes ao dia. Pear o alodão embebido em azeite ou "leo de amndoa e passar sobre o local da doença, loo em seuida #azer esta seuinte oraçãoE @/oo do chão, #oo do ar, #oo na cruz, erisipela que queima perna, aora * curada pela mão de ;esusA &m seuida com a mão aberta sobre o local a#etado rezar o salmo G>. 3eze um Pai )osso e uma 1ve Maria.

Oração para benzer contra a inve!a e eneria neativa. 0anto :n'cio das 8oures * de santo e * de santo e * por santo #undado & * o 0enhor Cruci#icado DesoraB

DesoraB 6rs vezes desoraB &neria neativas #eitiçarias , e inve!a. Do corpo de uma pessoa para #ora, Que não tenha que doer como elas. )em em casa, nem na rua, nem por onde passear, &u te benzo com a santa

seunda, &u te benzo com a santa terça

te benzo com a santa seta

nove palavras

&u

te benzo com a santa quarta

&u

&u

te benzo com a santa quinta

Que

&u

&u

te benzo com o santo s'bado

O

te benzo com o santo domino

são as

Que

Deus )osso 0enhor benzeu

seu bendito /ilho. 1m*m

Para benzer psiorise 1o 0enhor ;esus

G 4esus Salvador, meu Senhor e meu Deus, meu Deus e meu tudo, que com o sacrifcio da cruz

nos redimistes e destrustes o poder de satan&s, eu vos peo de libertar-me de toda presena mal.fica e de toda influ$ncia maligna/ *u vos peo no vosso nome, peo-vos pelas vossas santas chagas, peo-vos pela

vossa santa cruz, peo-vos pela intercess#o de aria, a Hmaculada 5oncei#o e +irgem Dolorosa/ O sangue e

a &gua que %orraram do vosso lado, desam sobre mim para purificar-me, libertar-me e curar-me/ m.m

O3145&0 D& 8:<&3614FO DO M18:?)O combatam os esp(ritos malinos com a espec(#ica oração que os dem"nios não suportam e perdem as #orças.

Oração a 0ão Miuel

S#o iguel rcan%o, defendei-nos no combate, sede o nosso ref!gio contras as maldades e ciladas do dem6nio, ordene-lhe Deus, instantemente vos pedimos e v6s prncipe da milcia celeste, pelo Divino oder, precipitai no inferno a Satan&s e a todos os espritos malignos que andam pelo mundo para perder as almas/ ssim se%aI

Oração a 0ão ;os*

 v6s recorremos, 6 ;em-venturado S#o 4os., em nossas tribula3es e depois de ter

implorado o au8lio de vossa Santssima *sposa, cheios de confiana, solicitamos tamb.m a vossa protec#o/ or esse lao sagrado de caridade que vos uniu  +irgem Hmaculada, #e de Deus e pelo amor paternal que tivestes para com o enino 4esus, ardentemente suplicamos que lanceis um olhar benigno sobre a herana que 4esus 5risto conquistou com o seu sangue e nos assistais em nossas necessidades com o vosso au8lio e poder/ rotegei, 6 guarda providentssimo da Sagrada Famlia, a raa eleita de 4esus 5risto/ fastai para longe de n6s, 6 ai mantssimo, a peste do erro e do vcio/ ssist-nos do alto do c.u, 6 nosso

fortssimo sustent&culo, na luta contra o poder das trevas e assim como outrora salvastes da morte a vida ameaada do enino 4esus, assim tamb.m defendei agora a Santa Hgre%a de Deus das ciladas dos seus inimigos e de toda a adversidade/ mparai a cada um de n6s com o vosso constante patrocnio, afim de que,

a vosso e8emplo e sustentados com o vosso au8lio possamos viver virtuosamente, morrer piedosamente e obter no c.u a eterna bem-aventurana/ m.m

Ora#o oderosa Senhor 4esus, se algum mal foi feito sobre mim, sobre a minha alma, sobre o meu corpo, sobre o meu trabalho, sobre a minha famlia, com o teu poder, pela vossa miseric6rdia, pelo vosso divino querer, faz com que eu deste momento em diante, possa retornar em plena graa, em completa sa!de e em perfeita uni#o com o querer da Santssima 9rindade/ *u vos peo, 6 4esus, pelos vossos m.ritos, pelo vosso sangue precioso derramado sobre a cruz, pelas dores da +irgem #e e pela intercess#o do atriarca S#o 4os. e para gl6ria da Santssima 9rindade/ m.m

Ora#o do *spirito Santo +inde, Santo *sprito, e mandai do c.u um raio de +ossa luz/ +inde, ai dos pobres, vinde, 6 distribuidor dos bens, vinde, 6 luz dos cora3es/ +inde, 5onsolador 6ptimo, doce C6spede e suave alegria das almas/ +inde aliviar-lhes os trabalhos, temperar-lhes os ardores e en8ugar-lhes as l&grimas/ OhI luz beatssima, inflamai o ntimo dos cora3es dos +ossos fi.is/ Sem a +ossa graa nada h& no homem, nada que se possa dizer inocente/ =avai, pois, o que em n6s . s6rdido regai: o que . seco, sarai o que est& ferido/ brandai o que . duro, abrasai o que . seco e reconduzi o desviado/ 5oncedei aos +ossos servos, que em +6s confiam, o centen&rio dos +ossos dons/ Dai-lhes o m.rito da virtude, o dom da graa final e o glorioso pr$mio dos prazeres eternos/ m.m/

Oração a 1uusta 3ainha dos 1n!os

ugusta 7ainha dos c.us e Senhora dos n%os, v6s que desde o princpio, recebestes de Deus o poder e a miss#o de esmagar a cabea de satan&s, humildemente vos rogamos que envieis as legi3es celestes, para que, s vossas ordens, persigam os infernais espritos, combatendo-os por toda a parte, confundam a sua aud&cia e os precipitem no abismo/

G *8celsa #e de Deus, enviai tamb.m S#o iguel arcan%o, o invencvel chefe dos e8.rcitos do

Senhor, na luta contra os emiss&rios do inferno entre os homens/ Destruindo os planos dos mpios e humilhando todos aqueles que querem o mal/ Obtenha para eles a graa do arrependimento e da convers#o, afim de que d$em honra ao Deus vivo, no e 9rino e a v6s/

G nossa oderosa protectora, por meio dos resplandecentes espritos celestes, protegei por

toda a terra as Hgre%as, os lugares sagrados, e especialmente, o Santssimo Sacramento do ltar/ Hmpedi toda profana#o e toda destrui#o/ Os an%os est#o a cada instante na espera de vossas ordens e ardem de um dese%o em escut&-las/

G #e 5eleste, protegei enfim tamb.m as nossas casas e os nossos lares das insidias do

inimigo infernal/ Fazei que os santos an%os habitem sempre nelas e nos tragam as b$n#os do ltssimo/

'uem como Deus> 'uem como v6s, 6 aria> +6s sois a 7ainha dos n%os e a vencedora de Satan&s/ G boa e terna #e, v6s sereis sempre o nosso amor e a nossa esperanaI G #e de Deus, enviai os santos n%os, para nos defender e repelir para longe de n6s o cruel inimigo/ Santos n%os e rcan%os defendei-nos e protegei-nos/ m.mI

Oração a )ossa 0enhora roda dos montes

Ora#o a ossa Senhora roda dos montes G clementssima +irgem aria, minha soberana e #e, augusta Senhora do onte Serrat, venho lanar-me no seio da vossa miseric6rdia e ponho, desde agora e para sempre, a minha alma e o meu corpo debai8o da vossa salva-guarda e da vossa bendita prote#o/ 5onfio-vos e entrego nas vossas m#os todas as minhas penas e mis.rias, bem como o curso e o fim da minha vida, para que, por vossa intercess#o e vossos merecimentos, todas as minhas a3es se diri%am e se disponham segundo a vontade de vosso divino Filho, osso Senhor 4esus 5risto, e que minha alma depois desta vida possa alcanar a salva#o eterna/ G #e, concebida sem pecado, rogai por n6s, que recorremos a v6s/ ossa Senhora do onte Serrat, rogai por n6s/ m.m/

BHFH59 (=c A,JK-LL)

inha alma glorifica ao Senhor, meu esprito e8ulta de alegria em Deus, meu Salvador, porque olhou para sua pobre serva/ or isto, desde agora, me proclamar#o bem-aventurada todas as gera3es, porque realizou em mim maravilhas aquele que . poderoso e cu%o nome . Santo/ Sua miseric6rdia se estende, de gera#o em gera#o, sobre os que o temem/ anifestou o poder do seu brao< desconcertou os cora3es dos soberbos/ Derrubou do trono os poderosos e e8altou os humildes/ Saciou de bens os indigentes e despediu de m#os vazias os ricos/ colheu a Hsrael, seu servo, lembrado da sua miseric6rdia, conforme prometera a nossos pais, em favor de bra#o e sua posteridade, para sempreM/