Você está na página 1de 17

CÁLCULO DE SAPATAS ISOLA

pp

nn

hh
ee
ee

ee
cc
rr

rr
MOMENTO EM X 150 KN.m
MOMENTO EM Y 0 KN.m
EXCENTRIIDADE EM X 0 cm
EXCENTRIDADE EM y 0 cm
TENSÃO DO SOLO (δs) 200 KN/m²
CARGA DO PILAR (Fz) 645.00 kN
CARGA DO PILAR MAJORADA (Nd) 903.00 kN
MENOR LADO DO PILAR ( bp) 0,15 m
MAIOR LADO DO PILAR (ap) 0,5 m
LADO X DO PILAR (px) 0,15 m
LADO Y DO PILAR (py) 0,25 m
MOMENTO TOTAL EM X ( Mx) 150 KN.m
MOMENTO TOTAL EM Y ( My) 0 KN.m

1.0 ÁREA INICIA

Nd.1,10
A= =
δs

1.1 MEDIDA DOS LAD


axb= A a -ap =
( I ) a x b = 4.97 a =
(II) a =

Substitue a (II) na (I) b² +

2.0 VERIFICAÇÃO DA TEN

wx= a².b/6
wy= a.b²/6

δs max = Nd.1,10/(a x b)+ Mx/Wx+ My/Wy


δs max= #VALUE! Kn/m²

#VALUE!

wx= a².b/6
wy= a.b²/6

δs max = Nd.1,10/(a.b) + Mx/Wx+ My/Wy


δs max= #VALUE! Kn/m²

logo, as dimensões da sapata serão:

a= #VALUE!

3.0 ALTURA DA

DADOS
FCK
Bitola da espera do pilar (φ)
Espera do pilar "com" ou "sem" gancho?
Cobrimento (c)
Bitola da barra longitudinal da sapata (φ long)
Altura da base da sapata ( h0 )

3.1 QUANTO A RIGIDEZ


a - ap
h > h >
3

3.2 QUANTO A ANCORAGEM DA ARMADURA DO PILAR

lb = 41.6 cm

h >= lb+ φlong + c m


h >= #VALUE! m

3.3 VERIFICAÇÃO DO PUNCIONAMENTO

h= tg30°. (a-ap) + h0
2
h> #VALUE!

(ADOTA-SE O MAIOR ) h >=

4.0 VERIFICAÇÃO DO CISALH

d= h - c - φlong/2 d=

tsd = Nd/(Up x d) tsd =


trd= 0,27(1-fck/250) x fck/1,4 trd =

trd #VALUE! tsd


#VALUE!

5.0 CÁCULO DA FORÇ

Nd x (a - ap)x1,10
Tx = Ty =
8d

Tx=Ty= #VALUE! kn

6.0 ÁREA DE

1,61 . Tx
Asx = Asy =
Fyk
Asx = Asy = #VALUE! cm²

7.0 QUANTIDADE

3,14 . Φlong²
Aφlong = Aφlong =
4

Qx = Qy= Asx/Aφlong Qx=Qy =

8.0 ESPAÇAMENTO

OBS: a - 2c
se o espaçamento der Sx = Sx =
Qx - 1
maior que 30 cm, deve-se b - 2c
diminuir a bitola do aço Sy = Sy =
adotado na célula K13. Qy - 1

8.0 ESPAÇO DISPONÍVEL P

za = a/2 - ap/4 - d - c za =

zb = b/2 -bp/4 - d - c zb =
8.1 RESISTÊNCIA DO CONC

(0,21∛(Fck^2
Fctd = ))/1,4 Fctd =

8.2 ADERÊNCIA DO

Fbd = n1.n2.n3.fctd Fbd =

8.3 ANCORAGEM

(φlong) ². Fyd
lb = lb =
4.Fbd

8.4 ANCORAGEM NE

3,14.Qx.(φlong)²
Asefet = Asefet =
4

lbnec = �_1 .Lb.Asx/Asef

lbnec x = #VALUE!
lbnec y = #VALUE!

lbnec x = #VALUE!
ADOTAR
lbnec y = #VALUE!

CÁLCULO DO ANCORAGEM TO

lg = 4.φ cm
lg = #VALUE! cm

3,14.(φi + φ) + lg- ( φi/2 + φ) + Lbnec


l=
4
lx = #VALUE! cm
ly = #VALUE! cm

8.5 COMPRIMENTO TO
com gancho
Lx = b - 2.c -2.Zb+ 2.lx
Ly = a - 2.c -2.Za+ 2.ly
sem gancho
Lx = b - 2.c -2.Zb+ 2.lbnec x
Ly = a - 2.c -2.Za+ 2.lbnec y

Lx =
ADOTAR =
Ly =

RESU

a
b
h
cota acentamento ( m )
altura da base h0 ( cm )
maior lado do pilar ap (cm )
menor lado do pilar bp (cm )

N1 #VALUE!
N2 #VALUE!

#VALUE!
SE NÃÕ TIVER O LAUDO DE SONDAGEM, USE ESSA TABELA PARA CÁLCULO APR

TABELA DE ESTADOS DE COMPACIDADE E DE CONSISTÊNCIA DO SOLO NBR 6484/2001

índice de resistência características


Solo
a penetração ( N )
<=4 1-Fofa
5a8 2-Pouco compacta
Areias e siltes arenosos 9 a 18 3-Mediamente compacta
19 a 40 4-Compacta
>40 5-Muito compacta
<=2 6-Muito mole
3a5 7-Mole
Argilas e siltes argilosos 6 a 10 8-Média
11 a 19 9-Rija
>19 10-Dura
SAPATAS ISOLADAS ( CALCULANDO.COM )

pp

nn

hh
ee
ee

ee
cc
rr

rr
RESISTÊNCIA DO AÇO (Fyk ) - ( CA ) 50 kn/cm²
COEFICIENTE DE MAJORAÇÃO 1.4
COBRIMENTO 3 cm
RESISTÊNCIA DO CONCRETO (fck ) 25 mpa
COTA DE ACENTAMENTO 2 m
ALTURA DO BALDRAME 0.5 m
Bitola da espera do pilar (φ) 16 mm
Bitola da barra longitudinal da sapata (φ long) 12,5 mm
Altura da base da sapata ( h0 ) 10 cm

1.0 ÁREA INICIAL DA SAPATA

903 .1,1
= 4.97 m²
200

1.1 MEDIDA DOS LADOS a e b DA SAPATA


b - bp
b-bp+ap
b + #VALUE!

#VALUE! .b - 4.97 = 0
b= #VALUE! m

a= b + #VALUE!
a= #VALUE! m

2.0 VERIFICAÇÃO DA TENSÃO MÁXIMA( δs max)

b= #VALUE! m
a= #VALUE! m
wx= #VALUE! Nd= 903.00 Kn
wy= #VALUE! Mx= 150 Kn.m
My= 0 Kn.m

#VALUE! δs = 200 Kn/m² #VALUE!

! b= 2.00
#VALUE!
a= #VALUE!

wx= #VALUE!
wy= #VALUE!
OBS:
Se a tensão máxima for
#VALUE! δs = 200 Kn/m² #VALUE! maior que a tensão do solo
" NÃO PASSOU!" , Deve-se
a serão: aumentar o valor de "b".
Se " PASSOU!", pular para
etapa 3.0.
e b= #VALUE!

3.0 ALTURA DA SAPATA (h)

a #VALUE! m
25 Mpa ap 0,5 m
16 mm
com
N

HH
RR

RR
CC
PP

N
EE
EE

EE

3 cm
12,5 mm
10 cm

#VALUE! m

Ancoragem mínima lb (Tab. NORMA)


fck c/ gancho s/gancho
20 Mpa 31.φ 44.φ
25 Mpa 26.φ 38.φ
30Mpa 23.φ 33.φ
35 Mpa 21.φ 30.φ
40 Mpa 19.φ 28.φ

#VALUE! m ADOTAR h= #VALUE! m

VERIFICAÇÃO DO CISALHAMENTO DO CONCRETO

#VALUE! m Fck 25 mpa


cobrimento C 3 cm
#VALUE! kn/m² maior lado pilar (ap) 0,5 m
lado piar (bp) 0,15 m
4339.29 kn/m² perímetro pilar (Up) #VALUE! m
Bitola long.sapata (φlong) 12,5 mm
Altura da sapata (h) #VALUE! m
carga do pilar (Nd) 903.00 kn

5.0 CÁCULO DA FORÇA DE TRAÇÃO ( T )

carga do pilar (Nd) 903.00 kn


maior lado pilar (ap) 0,5 m
maior lado da sapata (a ) #VALUE! m
Altura útil ( d) #VALUE! m

6.0 ÁREA DE AÇO ( As)

resistência do aço Fyk 50 kn/cm²


força de tração Tx e Ty #VALUE! kn

7.0 QUANTIDADE DE BARRAS ( Q )

Bitola long.sapata (φlong) 12,5 mm


#VALUE! cm²
Area de aço necessária( Asx) e (Asy) #VALUE! cm²

#VALUE! barras

8.0 ESPAÇAMENTO DAS BARRAS ( S )

maior lado da sapata (a ) #VALUE! m


0 cm
menor lado da sapata (b ) #VALUE! m
< 30 cm
quantidade de barras ( Qx = Qy) #VALUE! unid
0 cm
cobrimento ( C ) 3 cm

8.0 ESPAÇO DISPONÍVEL PARA ANCORAGEM ( Z )

#VALUE! cm maior lado da sapata (a ) #VALUE! m


menor lado da sapata (b ) #VALUE! m
#VALUE! cm altura útil( d) #VALUE! m
cobrimento ( C ) 3 cm
menor lado do pilar ( bp) 0,15 m
maior lado do pilar (ap) 0,5 m
.1 RESISTÊNCIA DO CONCRETO A TRAÇÃO ( Fctd )

0.128 kn/cm²

8.2 ADERÊNCIA DO CONCRETO ( Fbd )

0.288 kn/cm² Fctd ( Resistência do concreto a tração ) 0.128 kn/cm²


n1( aço CA50, nervurado) 2.25
n2 ( situação de boa aderência) 1
n3 ( p/ φlong < 32mm ) 1

8.3 ANCORAGEM BÁSICA ( lb )

aderência do concreto Fbd 0.288 kn/cm²


#VALUE! cm
Bitola long.sapata (φlong) 12,5 mm
resistência do aço Fyd 50 kn/cm²

8.4 ANCORAGEM NECESSÁRIA ( lb nec )

Bitola long.sapata (φlong) 12,5 mm


#VALUE! cm²
quantidade de barras ( Qx = Qy) #VALUE! unid
Area de aço necessária( Asx) e (Asy) #VALUE! cm²
ancoragem básica ( Lb ) #VALUE! cm
espaço para ancoragem Za #VALUE! cm
espaço para ancoragem Zb #VALUE! cm
ancoragem " com " ou "sem" gancho ? com
cm
cm
pp

nn

hh
ee
ee

ee
cc
rr

cm rr
cm

CULO DO ANCORAGEM TOTAL (gancho + lbnec ) ( l )

φi = 8.φ aço CA 50 kn/cm²


φi = #VALUE! Bitola long.sapata (φ) 12,5 mm
tipo de gancho? " curva" , "45°" , "90°" 45
ancoragem necessária ( Lbnec x ) #VALUE! cm
ancoragem necessária ( Lbnec y ) #VALUE! cm
titi

oo
pp

nn

hh

nn

hh
ee
ee

ee

ee

ee

aa
gg
vv
cc

cc
ss
rr

rr

rr

8.5 COMPRIMENTO TOTAL DAS BARRAS ( L)


menor lado da sapata ( b) #VALUE! cm
Lx = #VALUE! cm maior lado da sapata (a ) #VALUE! cm
Ly = #VALUE! cm cobrimento ( C ) 3 cm
espaço para ancoragem ( Za ) #VALUE! cm
espaço para ancoragem ( Zb ) #VALUE! cm
Lx = 0 cm ancoragem necessária ( Lbnec x ) #VALUE! cm
Ly = 0 cm ancoragem necessária ( Lbnec y ) #VALUE! cm

#VALUE! cm
#VALUE! cm

RESUMO

#VALUE! cm
#VALUE! cm
#VALUE! cm
2 m
10 cm
#VALUE! cm
#VALUE! cm

φ 12,5 c/ 0 cm - #VALUE! cm
φ 12,5 c/ 0 cm - #VALUE! cm
parte da viga
baldrame exposta
#VALUE! para receber o
piso
Altura da viga
#VALUE! baldrame

10
50 Altura do
40
pescoço do
pilar
Altura da basa
da sapata #VALUE!
200
#VALUE! cota de
acentamento
#VALUE!
ho=10

Altura da sapata
LA PARA CÁLCULO APROXIMADO DA TENSÃO DO SOLO

N
TENSÃO DO SOLO (δs) = x 100 = (Nk/m²)
5

QUAL O SEU SOLO


= 8
DE 1 A 10 ?

TENSÃO DO SOLO (δs) = 160 (Nk/m²)


OBS:
nsão máxima for
ue a tensão do solo
ASSOU!" , Deve-se
ar o valor de "b".
SOU!", pular para
etapa 3.0.
vv cc
ee hh
rr ee
gg rr
aa
nn
cc
hh
oo
Altura da viga
baldrame

Altura do
pescoço do
pilar

cota de
acentamento