Você está na página 1de 31

SUMÁRIO

AULA 01........................................................................................................................................... 2
AULA 02........................................................................................................................................... 6
AULA 03......................................................................................................................................... 11
AULA 04......................................................................................................................................... 15
AULA 05......................................................................................................................................... 20
AULA 06......................................................................................................................................... 26
AULA 01

01. Com relação à interpretação da Carta das Nações Unidas e dos Tratados Internacionais, é
correto afirmar-se que:

A) todos os tratados de direitos humanos, que forem aprovados por 3/5 dos votos, nas duas Casas
do Congresso Nacional e por 2 turnos, serão equivalentes às emendas constitucionais.
B) o Conselho de Segurança da ONU é composto por 10 membros permanentes e 5 membros
temporários.
C) os Membros das Nações Unidas não prestarão assistência mútua para a execução das medi-
das determinadas pelo Conselho de Segurança.
D) compete ao Conselho de Tutela da ONU a admissão de novos membros, assim como a expul-
são de membros.

02. Com relação ao núcleo de direito internacional dos direitos humanos, assinale a opção correta:

A) O Tribunal Penal Internacional visa reprimir a conduta de qualquer pessoa que, conhecendo a
finalidade e a atividade criminosa de um grupo criminoso organizado ou a sua intenção de cometer
crimes, dele participe ativamente.
B) A Carta de São Francisco é pioneira ao estabelecer que o Estado é obrigado a garantir direitos
humanos básicos a todos sob sua jurisdição, nacionais ou estrangeiros, porém, não definiu quais
seriam os direitos.
C) A característica da indivisibilidade dos direitos humanos decorre da constatação de que a con-
dição de pessoa é o único requisito para a sua titularidade de direitos e das necessidades huma-
nas universais.
D) A Constituição Federal prevê que o Brasil propugnará pela formação de um tribunal penal inter-
nacional dos direitos humanos, mas veda a submissão à jurisdição do Tribunal Penal Internacional
por permitir a extradição de brasileiros.
E) Os direitos sociais, por consistirem em prestações estatais imediatas, estão classificados na
primeira dimensão dos direitos humanos.

03. Sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos da ONU, de 1948, pode-se afirmar corre-
tamente que:

A) constitui instrumento vinculante sob o ponto de vista formal e material.


B) considera direitos humanos somente os direitos individuais, coletivos e políticos, considerando
que o direito de nacionalidade enquadra-se como direito político.
C) não pode ser invocado se o Estado brasileiro se mostrar omisso em proteger direitos funda-
mentais.
D) determina que a admissão como membro das Nações Unidas depende de aprovação do Con-
selho de Segurança.
E) serviu como fundamento para a criação do Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos e
do Pacto Internacional dos Direitos Sociais, Econômicos e Culturais.
04. Segundo Alexandre de Moraes, a Constituição de 1988 subdividiu os direitos fundamentais da
seguinte forma:

A) direitos de primeira, segunda e terceira gerações.


B) direitos individuais e coletivos, sociais, de nacionalidade, políticos e direitos relacionados à exis-
tência, organização e participação em partidos políticos.
C) direitos civis, políticos, coletivos e de nacionalidade.
D) direitos individuais, coletivos, sociais e difusos.

05. A Declaração Universal dos Direitos Humanos:

A) não apresenta força jurídica vinculante, entretanto consagra a ideia de que, para ser titular de
direitos, a pessoa deve ser nacional de um Estado-membro da ONU.
B) não prevê expressamente instrumentos ou órgãos próprios para sua aplicação compulsória.
C) prevê expressamente a proteção ao meio ambiente como um direito de todas as gerações, bem
como repudia o trabalho escravo.
D) é uma declaração de direitos que deve ser respeitada pelos Estados signatários, mas, devido
ao fato de não ter a forma de tratado ou convenção, não implica vinculação desses Estados.
E) inovou a concepção dos direitos humanos, porque universalizou os direitos civis, políticos,
econômicos, sociais e culturais, privilegiando os direitos civis em relação aos demais.

06. Em 1966, a Assembleia Geral das Nações Unidas adotou dois pactos internacionais de direitos
humanos para recepcionar e pormenorizar os direitos constantes da Declaração Universal de
1948. É direito constante da Declaração, mas NÃO consta dos Pactos Internacionais de Direitos
Humanos de 1966:

A) Nacionalidade.
B) Presunção de inocência.
C) Liberdade de locomoção.
D) Igualdade entre o homem e a mulher no gozo de todos os direitos civis e políticos.

07. No Brasil, depois de 1988, é sob a perspectiva dos direitos que se afirma o Estado e não sob a
perspectiva do Estado que se afirmam os direitos. Em relação às Constituições brasileiras, NÃO é
correto afirmar:

A) A Constituição Federal de 1988 acolhe o princípio da indivisibilidade e interdependência dos


direitos humanos.
B) A Constituição de 1988 não foi a primeira a inserir os direitos sociais no catálogo de direitos
fundamentais.
C) As normas sobre os direitos sociais, nas Constituições brasileiras, antes de 1988, encontravam-
se dispersas no âmbito da ordem econômica e social.
D) As Constituições anteriores à 1988, primeiramente, tratavam do Estado, para, somente, então,
disciplinar direitos. Ademais, eram petrificados temas afetos ao Estado e não a direitos.
08. Sobre a ONU, NÃO é correto afirmar:

A) O Conselho de Segurança é composto por cinco membros permanentes e dez não permanen-
tes.
B) A Corte Internacional de Justiça é composta por quinze juízes, tem competência jurisdicional e
consultiva e é o principal órgão judicial das Nações Unidas.
C) A Comissão de Direitos Humanos da ONU, criada pelo Conselho Econômico e Social, foi subs-
tituída pelo Conselho de Direitos Humanos, cuja composição manteve-se em cinquenta e três
membros.
D) O poder de veto dos membros permanentes do Conselho de Segurança decorre da necessida-
de de que, em relação às questões materiais sob seu exame, as deliberações sejam tomadas por
nove votos afirmativos, incluindo, todavia, os votos dos cinco membros permanentes.

09. No que tange à interpretação da Carta das Nações Unidas, concluída em São Francisco
(EUA), em 26 de Junho de 1945, considere as afirmações a seguir:

I. A Organização fará com que os Estados que não são Membros das Nações Unidas ajam de
acordo com os princípios da ONU em tudo quanto for necessário à manutenção da paz e da segu-
rança nacionais.

II. A admissão como Membro das Nações Unidas não fica aberta a todos os Estados e será efetu-
ada por decisão do Conselho de Tutela.

III. O membro das Nações Unidas que houver violado persistentemente os princípios contidos na
Carta poderá ser expulso da Organização.

IV. O Conselho de Segurança da ONU será composto por apenas 15 membros das Nações Uni-
das.

Está correto o que se afirma em:

A) I e II apenas.
B) I, III e IV apenas.
C) I, II e III apenas
D) III e IV apenas.

10. Ainda com relação à interpretação da Carta das Nações Unidas, é correto afirmar-se que:

A) o propósito das Nações Unidas é manter a paz e a segurança internacional bem como promo-
ver e estimular o respeito aos direitos humanos.
B) cada Membro do Conselho de Segurança da ONU terá dois representantes.
C) os Membros das Nações Unidas não prestarão assistência mútua para a execução das medi-
das determinadas pelo Conselho de Segurança.
D) a Assembleia da ONU reunir-se-á em sessões semestrais.
11. No que diz respeito ao sistema de proteção internacional dos direitos humanos, é correto afir-
mar-se que:

A) as obrigações internacionais de proteção dos direitos humanos vinculam apenas o governo fe-
deral.
B) não pode ser invocado se o Estado brasileiro se mostrar omisso em proteger direitos funda-
mentais.
C) o Estado não pode se eximir de sua responsabilidade internacional pela violação de obrigações
específicas relacionadas com a proteção do direito à vida e à integridade pessoal por motivos de
ordem interna.
D) abrange somente o sistema das Nações Unidas e o sistema da Organização dos Estados Ame-
ricanos.

12. Sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos da ONU de 1948, pode-se afirmar corre-
tamente que:

A) não prevê, em seu texto, direitos civis e políticos: prevê apenas direitos sociais, econômicos e
culturais.
B) constitui instrumento jurídico vinculante tanto sob o ponto de vista formal quanto sob o ponto de
vista material.
C) embora não seja um instrumento que representa obrigatoriedade legal, serviu para a criação do
Pacto Internacional de Direitos Civis e Políticos e do Pacto Internacional de Direitos Sociais,
Econômicos e Culturais.
D) a separação dos direitos civis e políticos, de um lado, e dos direitos sociais, econômicos e cul-
turais, de outro, levou a doutrina a abandonar a tese da interdependência entre essas duas cate-
gorias de direitos.

13. De acordo com o que dispõe a Declaração Universal dos Direitos Humanos, resolução apro-
vada em Paris em 10 de dezembro de 1948, assinale V para a afirmação verdadeira e F para a
falsa.

( ) Ninguém será arbitrariamente preso, detido ou exilado.


( ) Toda pessoa vítima de perseguição tem o direito de procurar e gozar asilo em outros países.
( ) O direito de procurar e gozar asilo em outros países pode ser invocado em caso de persegui-
ção legitimamente motivada por crimes de direito comum.
( ) Toda pessoa tem o direito de deixar qualquer país, inclusive o próprio, e a este regressar.
( ) Todos são iguais perante a lei e têm direito, mas nem todos têm direito a igual proteção contra
qualquer discriminação que viole a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

A sequência correta de cima para baixo é:

A) V, V, F, V, F.
B) V, F, F, V, V.
C) F, V, V, F, F.
D) F, F, V, F, V.

GABARITO – AULA 01
01 02 03 04 05 06 07
A B E A D B B
08 09 10 11 12 13
C B A C C A

AULA 02

14. No que concerne à Declaração Universal dos Direitos Humanos, considere as afirmações a
seguir:

I. Toda pessoa tem direito à liberdade de locomoção.


II. Toda pessoa tem direito à residência dentro das fronteiras de cada Estado.
III. Toda pessoa tem direito a uma nacionalidade.
IV. Toda pessoa tem direito, em plena igualdade, a uma audiência justa e pública por parte de um
tribunal dependente e parcial.

Está correto o que se afirma em:

A) I, II e IV apenas.
B) I, II e III apenas.
C) II, III e IV apenas.
D) I, II, III e IV.

15. Com relação ao núcleo de direito internacional dos direitos humanos, formado de instrumentos
internacionais de natureza cogente, assinale a opção correta.

A) A Carta de São Francisco é pioneira ao estabelecer que o Estado é obrigado a garantir direitos
básicos a todos sob sua jurisdição, nacionais ou estrangeiros.
B) A Declaração Universal dos Direitos Humanos aborda apenas os direitos civis e políticos.
C) Qualquer indivíduo pode representar contra um abuso de direitos humanos perante a Corte In-
teramericana de Direitos Humanos, desde que o País a que pertence faça parte da Organização
dos Estados Americanos.
D) O Tribunal Penal Internacional visa reprimir a conduta de qualquer pessoa que, conhecendo a
finalidade e a atividade criminosa geral de um grupo criminoso organizado ou a sua intenção de
cometer infrações, dele participe ativamente.
E) A Convenção Americana de Direitos Humanos enuncia de forma específica os direitos sociais,
culturais e econômicos, estabelecendo mecanismo próprio de supervisão desses direitos.

16. Considerando a teoria geral dos direitos humanos, assinale a opção correta.

A) Consoante a teoria da margem de apreciação, nenhuma norma de direitos humanos pode ser
invocada para limitar o exercício de qualquer direito.
B) A característica da indivisibilidade dos direitos humanos decorre da constatação de que a con-
dição de pessoa é o único requisito para a sua titularidade de direitos e das necessidades huma-
nas universais.
C) A superioridade das normas de direitos humanos caracteriza-se pela aferição de idoneidade,
necessidade e equilíbrio da intervenção do Estado em determinado direito fundamental.
D) O princípio da proibição do retrocesso social é uma cláusula de defesa do cidadão em face de
possíveis arbítrios impostos pelo legislador no sentido de desconstituir as normas de direitos fun-
damentais.
E) Com a inclusão dos direitos sociais no rol dos direitos do homem, antes composto apenas de
direitos de liberdade, os direitos do homem passaram a constituir uma categoria homogênea.

17. A Declaração Universal dos Direitos Humanos é um dos documentos mais importantes que
inauguram a fase da internacionalização dos direitos humanos. Sobre a Declaração Universal dos
Direitos Humanos, é correto afirmar que:

A) sua aprovação, em 10 de dezembro de 1948, pela Comissão de Direitos Humanos da Organi-


zação das Nações Unidas, trata-se de uma resposta aos horrores ocorridos na segunda guerra
mundial.
B) seu conteúdo versa igualmente sobre direitos civis e políticos e ainda sobre direitos econômi-
cos, sociais e culturais.
C) sua aprovação foi feita por todos os Estados-membros da ONU, possibilitando a instalação de
um órgão internacional responsável por monitorar seu cumprimento.
D) seu conteúdo influenciou outras normas, como a Declaração Americana de Direitos e Deveres
do Homem.

18. A luta pela vigência dos Direitos Humanos e o embate político-diplomático consolida e acres-
centa a normatização de direitos que surgem para atender necessidades humanas, dando signifi-
cado ao Direito Internacional e aos Direitos Humanos. Sobre essa fase, tem-se a afirmar que:

A) um novo sentido para a proteção internacional dos Direitos Humanos foi iniciado com os Pactos
Internacionais de Direitos Civis e Políticos e de Direitos Econômicos, Sociais e Culturais, aprova-
dos em 1948, juntamente com a Declaração Universal dos Direitos Humanos.
B) o Direito Internacional e os Direitos Humanos visam fazer com que o Estado-parte de um de-
terminado tratado assegure o conteúdo dos seus dispositivos. Assim, seus nacionais e qualquer
indivíduo sob a sua jurisdição podem acionar as instâncias competentes, devendo os sistemas
internacionais ter caráter subsidiário e complementar.
C) o Direito Internacional e os Direitos Humanos passam a estabelecer que o não cumprimento
das obrigações previstas nos tratados internacionais de direitos humanos implica em possibilidade
de sanções internacionais, como embargo econômico.
D) os sistemas internacionais de proteção dos direitos humanos, que são inaugurados nessa fase,
visam proteger os direitos dos indivíduos, mas somente podem ser acionados pelos Estados.

19. Em 10 de dezembro de 1948, a Declaração Universal dos Direitos Humanos foi finalmente
adotada pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas, marcando uma fase irrever-
sível para os direitos humanos. Sobre a Declaração Universal dos Direitos Humanos, é correto
afirmar que:

A) traz em seu conteúdo dispositivos que contemplam tanto os direitos civis e políticos quanto os
direitos econômicos, sociais e culturais, estabelecendo que o primeiro grupo de direitos está acima
dos demais.
B) possui força jurídica de um tratado e prevê os mecanismos para sua exigibilidade dos direitos.
C) demarca ideais e princípios que foram consubstanciados nos demais instrumentos internacio-
nais que a seguiram, além de influenciar Constituições e normas infraconstitucionais de diversas
nações.
D) o monitoramento do cumprimento das obrigações contidas nos seus dispositivos é atribuição da
Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas.

20. Não é considerado precedente do surgimento da Organização das Nações Unidas:

A) Liga das Nações


B) Direito dos Refugiados
C) Organização Internacional do Trabalho
D) Pacto de São José de Costa Rica

21. No que diz respeito ao sistema de proteção internacional dos direitos humanos e suas dimen-
sões, é correto afirmar-se que:

A) a proteção dos direitos difusos e coletivos enquadra-se na segunda dimensão dos direitos hu-
manos, devendo o Estado garantir a efetivação de tais direitos.
B) não pode ser invocado se o Estado brasileiro se mostrar omisso em proteger direitos funda-
mentais.
C) o Estado não pode se eximir de sua responsabilidade internacional pela violação de obrigações
específicas relacionadas com a proteção do direito à vida e à integridade pessoal por motivos de
ordem interna.
D) abrange somente o sistema das Nações Unidas e o sistema da Organização dos Estados Ame-
ricanos.

22. Assinale a alternativa correta no que diz respeito à Organização das Nações Unidas.
A) Foi assinada logo após o final da 1ª Guerra Mundial, no intuito de evitar outras guerras.
B) A Carta enumerou todos os direitos humanos que deveriam ser respeitados pelos Estados sig-
natários.
C) É propósito das Nações Unidas conseguir uma cooperação internacional para resolver os con-
flitos armados e os problemas internacionais de caráter econômico, social, cultural ou religioso.
D) É propósito das Nações Unidas manter a paz e a segurança internacionais e, para esse fim,
tomar, coletivamente, medidas efetivas para evitar ameaças à paz sem reprimir os atos de agres-
são já iniciados.
E) A Organização é baseada no princípio da igualdade de direitos e no princípio da autodetermi-
nação dos povos.

23. A criação das Nações Unidas, com suas agências especializadas, demarca o surgimento de
uma nova ordem internacional, inclusive a proteção internacional dos direitos humanos. Associe
abaixo cada órgão enumerado da ONU à sua competência:

ÓRGÃO
I. Assembleia Geral.
II. Corte Internacional de Justiça.
III. Conselho Econômico e Social.
IV. Conselho de Tutela.

COMPETÊNCIA

a) Fomentar o processo de descolonização e autodeterminação dos povos, a fim de que pudes-


sem alcançar governo próprio.
b) Promover a cooperação em questões econômicas, sociais e culturais e fazer recomendações
destinadas a promover o respeito e a observância dos direitos humanos.
c) Discutir e fazer recomendações relativas a qualquer matéria objeto da Carta das Nações Uni-
das.
d) Decidir acerca das questões contenciosas e consultivas, todavia somente nas questões em que
os Estados são partes perante ela.

Marque a CORRETA relação:

A) I (c); II (d); III (b); IV (a).


B) I (a); II (d); III (b); IV (c).
C) I (c); II (d); III (a); IV (b).
D) I (d); II (c); III (b); IV (a).

24. Com relação aos chamados direitos econômicos, sociais e culturais, é correto afirmar que:

A) são direitos humanos de segunda geração, o que significa que não são juridicamente exigíveis,
diferentemente do que ocorre com os direitos civis e políticos.
B) são previstos, no âmbito do sistema interamericano, no texto original da Convenção Americana
sobre Direitos Humanos (Pacto de San José da Costa Rica).
C) formam, juntamente com os direitos civis e políticos, um conjunto indivisível de direitos funda-
mentais, entre os quais não há qualquer relação hierárquica.
D) incluem o direito à participação no processo eleitoral, à educação, à alimentação, à propriedade
e à previdência social.
25. A Resolução 96 (I), de 11 de dezembro de 1946, da Assembleia Geral da Organização das
Nações Unidas declarou que o genocídio é um crime contra o Direito Internacional. Nesse passo,
a Convenção para a Prevenção e Repressão do Crime de Genocídio afirmou que:

A) as partes contratantes da Convenção confirmam que o genocídio configura crime contra o Direi-
to Internacional, exceto se cometido em tempo de guerra.
B) o genocídio é entendido como o assassinato de membros de um grupo nacional, étnico, racial
ou religioso, com a intenção de destruí-lo no todo, não se entendendo como tal, dano grave à saú-
de do grupo.
C) os atos tentados ou consumados, bem como cumplicidade para cometer genocídio, serão puni-
dos, mas a incitação, ainda que direta e pública, não será punida.
D) a transferência forçada de crianças de um grupo religioso para outro grupo religioso, cometida
com a intenção de destruir aquele, considera-se genocídio.

GABARITO – AULA 02
14 15 16 17 18 19
B A D B C C
20 21 22 23 24 25
D C E A C D
AULA 03

26. Sobre os direitos sociais na Constituição Federal brasileira, considere:

I. O piso salarial garantido é aquele proporcional à extensão e à complexidade do trabalho.

II. A irredutibilidade do salário é garantia absoluta dos trabalhadores urbanos e rurais.

III. A garantia de salário, nunca inferior ao mínimo, não alcança aqueles que percebem remunera-
ção variável.

V. O prazo de prescrição da ação quanto aos créditos resultantes das relações de trabalho é de
cinco anos, até o limite de dois anos após a extinção do contrato de trabalho.

Está correto o que consta APENAS em:

A) I e IV.
B) II e III.
C) I, III e IV.
D) II, III e IV.
E) I e II.

27. Foi editada lei federal dispondo a respeito das organizações sindicais, determinando:

I. A obrigatoriedade da participação dos sindicatos dos empregados nas negociações coletivas de


trabalho, salvo se substituído por comissão eleita pelos próprios empregados interessados no
acordo.

II. Que o aposentado filiado tem direito a votar e ser votado nas organizações sindicais.

III. Que cabe ao sindicato a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria,
inclusive em questões judiciais ou administrativas.

Está correto o que consta APENAS em:

A) I.
B) II.
C) III.
D) I e II.
E) II e III.
28. Bento, metalúrgico, trabalha em empresa que possui atualmente duzentos e quinze emprega-
dos. Em razão desse número, Bento expôs aos seus colegas de trabalho a necessidade de reali-
zação de eleição de um representante dos empregados com a finalidade exclusiva de promover-
lhes o entendimento direto com os empregadores. Nos termos da Constituição Federal, a postura
de Bento está:

A) Correta, haja vista que o direito à eleição é assegurado constitucionalmente independentemen-


te do número de empregados da empresa.
B) Correta, pois a Constituição Federal exige mais de duzentos empregados para que seja possí-
vel a citada eleição.
C) Incorreta, pois a Constituição Federal exige mais de duzentos e cinquenta empregados para
que seja possível a citada eleição.
D) Incorreta, pois a Constituição Federal exige mais de quatrocentos empregados para que seja
possível a citada eleição.
E) Incorreta, pois é o Diretor Presidente da empresa quem elege um empregado, o qual represen-
tará a categoria em todos os incidentes em que for necessária a interlocução emprega-
do/empregador.

29. A Constituição Federal de 1988 traz previsão expressa no sentido de que são direitos sociais a
educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência so-
cial, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados. Logo depois, relaci-
ona como direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, EXCETO:

A) Piso salarial proporcional à extensão e à complexidade do trabalho.


B) Repouso semanal remunerado, preferencialmente aos sábados e domingos.
C) Décimo terceiro salário com base na remuneração integral ou no valor da aposentadoria.
D) Licença paternidade, nos termos fixados em lei.

30. Considere as assertivas:

I. A lei não poderá exigir autorização do Estado para a fundação de sindicato, ressalvado o regis-
tro no órgão competente, vedadas ao Poder Público a interferência e a intervenção na organiza-
ção sindical.

II. É vedada a criação de mais de uma organização sindical, em qualquer grau, representativa de
categoria profissional ou econômica, na mesma base territorial, que será definida pelos trabalha-
dores ou empregadores interessados, não podendo ser inferior à área de um Município.

III. Ao sindicato cabe a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, exce-
to em questões judiciais ou administrativas.

IV. É vedada a dispensa do empregado sindicalizado a partir do registro da candidatura a cargo de


direção ou representação sindical e, se eleito, ainda que suplente, até um ano após o final do
mandato, salvo se cometer falta grave nos termos da lei.
Está correto o que se afirma em:

A) I, II e IV, apenas.
B) III e IV, apenas.
C) I, II e III, apenas.
D) I e IV, apenas.
E) I, II, III e IV.

31. Tendo em vista a disciplina da Constituição Federal a respeito do direito de greve, considere
as seguintes assertivas:

I. É vedado, em qualquer hipótese, o exercício do direito de greve pelo empregado público.

II. A lei definirá os serviços ou atividades essenciais e disporá sobre o atendimento das necessi-
dades inadiáveis da comunidade.

III. O exercício válido e regular do direito de greve por toda e qualquer categoria profissional de-
pende de prévia previsão em lei que o autorize.

Está correto o que se afirma APENAS em:

A) I.
B) I e II.
C) II e III.
D) II.
E) III.

32. No tocante aos direitos sociais, estabelecidos na Constituição Federal de 1988, aplica-se, den-
tre outros, aos servidores ocupantes de cargo público, o direito:

A) à assistência gratuita aos filhos e dependentes, desde o nascimento até 5 anos de idade em
creches e pré-escolas.
B) ao fundo de garantia do tempo de serviço.
C) à jornada de seis horas para o trabalho realizado em turnos ininterruptos de revezamento, salvo
negociação coletiva.
D) ao aviso prévio proporcional ao tempo de serviço, sendo no mínimo de trinta dias, nos termos
da lei.
E) à remuneração do trabalho noturno superior à do diurno.

33. De acordo com a Constituição da República Federativa do Brasil de 1988, marque V ou F, con-
forme as afirmações a seguir sejam verdadeiras ou falsas. É livre a associação profissional ou sin-
dical, observado o seguinte:
( ) Lei não poderá exigir autorização do Estado para a fundação de sindicato, ressalvado o regis-
tro no órgão competente.
( ) É permitida a criação de mais de uma organização sindical, representativa de categoria profis-
sional, na mesma base territorial, desde que não inferior à área de um Município.
( ) Ao sindicato cabe a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, salvo
em questões judiciais.
( ) A assembleia geral fixará a contribuição assistencial que será descontada em folha para cus-
teio do sistema confederativo.
( ) Está vedado ao Poder Público a interferência e a intervenção na organização sindical.

A sequência correta, de cima para baixo, é:

A) V–F–V–F–F
B) V–F–F–F–V
C) F–V–V–F–V
D) V–F–F–V–V

34. Sobre a disciplina constitucional dos direitos sociais, assinale a alternativa CORRETA.

A) A assistência gratuita aos filhos e dependentes é garantida desde o nascimento até oito anos
de idade em creches e pré-escolas.
B) É garantido seguro contra acidentes de trabalho, a cargo do empregador, sem excluir a indeni-
zação a que este está obrigado, desde que tenha agido com dolo.
C) É proibido trabalho noturno, perigoso ou insalubre a menores de dezoito e de qualquer trabalho
a menores de dezesseis anos, salvo na condição de aprendiz, a partir de quatorze anos.
D) É garantido o repouso semanal remunerado, obrigatoriamente aos domingos.
E) É vedada a dispensa do empregado sindicalizado a partir do registro da candidatura a cargo de
direção ou representação sindical e, se eleito, ainda que suplente, até três anos após o final do
mandato, salvo se cometer falta grave nos termos da lei.

35. NÃO é direito social expressamente previsto na Constituição Federal:

A) Saúde.
B) Previdência social.
C) Moradia.
D) Proteção à juventude.

36. São direitos sociais a educação, a saúde, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previ-
dência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma
desta Constituição. Assim, com relação ao direito ao trabalho, é livre a associação profissional ou
sindical, observado o seguinte:
A) a lei não poderá exigir autorização do Estado para a fundação de sindicato, ressalvado o regis-
tro no órgão competente, vedadas ao Poder Público a interferência e a intervenção na organiza-
ção sindical.
B) é vedada a criação de mais de uma organização sindical, em qualquer grau, representativa de
categoria profissional ou econômica, na mesma base territorial, que será definida pelos trabalha-
dores ou empregadores interessados, podendo ser inferior à área de um Município.
C) ao sindicato cabe a defesa dos direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria a que
ele pertence ou a de qualquer outra afim, inclusive em questões judiciais ou administrativas.
D) ninguém será obrigado a se filiar ou a se manter filiado a sindicato, por isso, não é obrigatória a
participação dos sindicatos nas negociações coletivas de trabalho.
E) o aposentado filiado, ou não, tem direito a votar e a ser votado nas organizações sindicais.

37. No que se refere aos direitos sociais, indique a alternativa CORRETA:

A) Somente através de lei alguém poderá ser obrigado a filiar-se ou a manter-se filiado a sindicato.
B) É facultativa a participação dos sindicatos nas negociações coletivas de trabalho.
C) O aposentado filiado tem direito a votar e ser votado nas organizações sindicais.
D) É vedada a dispensa do empregado sindicalizado a partir da posse no cargo de direção ou re-
presentação sindical e, ainda que suplente, até seis meses após o final do mandato, salvo se co-
meter falta grave nos termos da lei.

GABARITO – AULA 03
26 27 28 29 30 31
A E B B A C
32 33 34 35 36 37
E D C D A C

AULA 04

38. Em relação aos direitos de nacionalidade, assinale a opção correta considerando o disposto na
CF.

A) Aos portugueses com residência permanente no país, serão atribuídos os direitos inerentes a
brasileiro nato.
B) Será declarada a perda da nacionalidade do brasileiro que adquirir outra nacionalidade, com
exceções.
C) É privativo de brasileiro nato o cargo de juiz de direito.
D) Considera-se brasileiro naturalizado o nascido no estrangeiro, de pai brasileiro e mãe estran-
geira, se o pai estiver a serviço da República Federativa do Brasil.
E) Não se admite diferenciações entre brasileiros natos e naturalizados, salvo previsão constituci-
onal.

39. Juan Suaréz Silva nasceu na Espanha, filho de mãe espanhola e de pai brasileiro que não es-
tava (na Espanha) a serviço da República Federativa do Brasil. Considerando que Juan foi regis-
trado em repartição brasileira competente e o que dispõe a Constituição brasileira de 1988, é
CORRETO afirmar:

A) Juan é brasileiro nato e, caso venha a residir no Brasil, não precisará de nenhum ato para con-
solidar a nacionalidade brasileira.
B) Juan é brasileiro nato; mas, se vier a residir no Brasil, deverá transcrever a certidão consular
no cartório do local onde fixar a sua residência.
C) Juan será considerado brasileiro nato se vier a residir no território da República Federativa do
Brasil, sendo que a certidão consular facilita a aquisição definitiva da nacionalidade brasileira.
D) a repartição brasileira competente se equivocou ao emitir a certidão de nascimento para Juan,
uma vez que seu pai, embora brasileiro, não estava a serviço da República Federativa do Brasil.

40. Hanna é inglesa, reside no Brasil há bastante tempo, e trabalha em empresa multinacional si-
tuada no Estado de São Paulo. Ela pretende naturalizar-se brasileira e, para tanto, requereu, junto
ao órgão competente, a nacionalidade brasileira. De acordo com a Constituição Federal, para que
seja concedida a nacionalidade brasileira, é necessário que Hanna resida na República Federativa
do Brasil há mais de:

A) dez anos, ininterruptos, independentemente de condenação penal no período.


B) vinte anos, ininterruptos ou não, e sem condenação penal.
C) vinte anos, ininterruptos e sem condenação penal.
D) quinze anos ininterruptos e sem condenação penal.
E) dez anos, ininterruptos e sem condenação penal.

41. Sobre os direitos fundamentais, assinale a correta.

A) São brasileiros natos os nascidos no estrangeiro de pai ou de mãe brasileira, desde que sejam
registrados em repartição brasileira competente ou optem, em qualquer tempo, pela nacionalidade
brasileira; sendo menor, deve ser acompanhado por seu representante legal.
B) Os denominados direitos fundamentais individuais são aqueles que reconhecem autonomia aos
particulares, garantindo a iniciativa e a independência aos indivíduos diante dos demais membros
da sociedade política e do próprio Estado.
C) Ninguém será preso senão em flagrante delito ou por ordem escrita e fundamentada de autori-
dade judiciária competente, salvo nos casos de transgressão militar ou crime propriamente militar,
definidos em lei, ou no caso de ordem escrita e fundamentada de Comissão Parlamentar de In-
quérito.
D) A nacionalidade pode ser cancelada por sentença transitada em julgado, em virtude de ativida-
de nociva ao interesse nacional, podendo ser reestabelecida pelo juiz de direito responsável pela
condenação, depois da execução da pena imposta na sentença condenatória.
E) Todo o tratado internacional sobre os direitos humanos que for aprovado pelo Congresso Naci-
onal será equivalente à emenda constitucional.

42. Tendo em vista a disciplina constitucional relativa aos direitos de nacionalidade e aos direitos
políticos, assinale a opção correta.

A) A CF não admite distinção entre brasileiros natos e naturalizados, salvo quando previsto em
legislação infraconstitucional.
B) São privativos de brasileiros natos os cargos de ministro de Estado de Defesa, ministro de Es-
tado da Fazenda e de oficial da Marinha, do Exército ou da Aeronáutica.
C) Como forma de aquisição da nacionalidade secundária, de acordo com a Constituição Federal
de 1988 (CF), é possível o processo de naturalização tácito ou automático, para todos aqueles
estrangeiros que se encontram no país há mais de dez anos e não declaram a intenção de con-
servar a nacionalidade de origem.
D) Para concorrer à reeleição, os detentores de cargos eletivos no Poder Executivo não precisam
renunciar ao mandato.
E) Admite-se a cassação dos direitos políticos, desde que por sentença judicial transitada em jul-
gado.

43. De acordo com a Constituição Federal, o filho de pais estrangeiros nascido na República Fe-
derativa do Brasil será considerado:

A) brasileiro naturalizado, desde que qualquer de seus pais esteja a serviço de seu país.
B) estrangeiro, em qualquer situação.
C) brasileiro nato, desde que seus pais não estejam a serviço de seu país.
D) brasileiro naturalizado, desde que seus pais não estejam a serviço de seu país.
E) brasileiro nato, desde que qualquer de seus pais esteja a serviço de seu país.

44. Em relação aos direitos de nacionalidade, assinale a opção correta considerando o disposto na
CF.

A) Aos portugueses com residência permanente no país, serão atribuídos os direitos inerentes a
brasileiro nato.
B) Será declarada a perda da nacionalidade do brasileiro que adquirir outra nacionalidade, com
exceções.
C) É privativo de brasileiro nato o cargo de juiz de direito.
D) Considera-se brasileiro naturalizado o nascido no estrangeiro, de pai brasileiro e mãe estran-
geira, se o pai estiver a serviço da República Federativa do Brasil.
E) Não se admite diferenciações entre brasileiros natos e naturalizados, salvo previsão constituci-
onal.
45. “A nacionalidade pode ser definida como o vínculo jurídico-político que liga um indivíduo a de-
terminado Estado, fazendo com que esse indivíduo passe a integrar o povo desse estado e, por
consequência, desfrute de direitos e submeta-se a obrigações.” Lenza. Direito Constitucional Es-
quematizado. Acerca da temática, assinale a correta.

A) João é um empresário Brasileiro casado com Alice cidadã italiana, em férias tiverem um parto
antecipado em Paris onde nasceu seu filho Pedro. Neste caso, a única forma de Pedro ser um
brasileiro nato é se João o registrá-lo em repartição brasileira competente.
B) Para que um cidadão originário de país de língua portuguesa obtenha a nacionalidade brasileira
ele deverá ter permanência ininterrupta em território brasileiro por um ano e idoneidade moral.
C) Caso um cidadão brasileiro seja obrigado a se naturalizar em outro país para ali permanecer
não haverá perda na nacionalidade brasileira.
D) A Constituição Federal estabelece que não há distinção entre brasileiros natos e naturalizados,
porém é possível que lei possa estabelecer hipóteses de distinção além daquelas já previstas pela
Constituição Federal.
E) Aos portugueses com residência permanente no país, se houver reciprocidade em favor de
brasileiros, serão atribuídos os direitos inerentes ao brasileiro nato.

47. Considere a situação hipotética a seguir. Nascido na Itália, Piero é naturalizado brasileiro. Se-
gundo o que dispõe a Constituição da República Piero não poderá:

A) ser extraditado.
B) perder a nacionalidade brasileira.
C) ocupar cargo de deputado federal.
D) ocupar cargo da carreira diplomática.

48. Analise as assertivas abaixo e, ao final, assinale a opção correta:

I - Incorre em causa de perda de nacionalidade o brasileiro nato que. já sendo milionário e exclusi-
vamente por ter se apaixonado pelos céus de Paris, obtém a nacionalidade francesa, por naturali-
zação;
II - Incorre em causa de perda de nacionalidade o brasileiro que tiver reconhecida outra nacionali-
dade originária por Estado estrangeiro;
III - Sujeito nascido no estrangeiro, filho de mãe brasileira e de pai estrangeiro, que veio a residir
no território brasileiro e aqui, após a maioridade, optou e adquiriu a nacionalidade brasileira pode,
oportunamente, candidatar-se e ser eleito Presidente da República.

A) Todas as assertivas são corretas.


B) Apenas a assertiva I está correta.
C) Apenas as assertivas I e III estão corretas.
D) Apenas as assertivas II e III estão corretas.
E) Apenas as assertivas I e II estão corretas.
49. Cravo Carvalho, 50 anos de idade, é brasileiro naturalizado, brilhante advogado com seis livros
publicados e mais de quinze anos de efetiva atividade profissional, com notável saber jurídico e
reputação ilibada. De acordo com a Constituição Federal, Cravo Carvalho poderá ocupar cargo de:

A) Ministro de Estado da Defesa.


B) Oficial das Forças Armadas.
C) Ministro do Supremo Tribunal Federal.
D) Ministro do Superior Tribunal de Justiça.
E) Presidente do Senado Federal.

50. Silmara, brasileira naturalizada, verificou a Constituição Federal brasileira a respeito de possí-
vel extradição de brasileiro naturalizado. Assim, constatou que, dentre os direitos e deveres indivi-
duais e coletivos, está previsto que:

A) nenhum brasileiro será extraditado, salvo o naturalizado, em caso de crime comum, praticado
antes ou depois da naturalização, ou de comprovado envolvimento em milícia armada e grupos
guerrilheiros.
B) a extradição de qualquer brasileiro, seja ele naturalizado ou não, consta em diversas hipóteses
taxativas do artigo 5o da Carta Magna.
C) a extradição de qualquer brasileiro, seja ele naturalizado ou não, somente poderá ocorrer em
caso de comprovado envolvimento em tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins.
D) nenhum brasileiro será extraditado, salvo o naturalizado, em caso de crime comum, praticado
antes da naturalização, ou de comprovado envolvimento em tráfico ilícito de entorpecentes e dro-
gas afins, na forma da lei.
E) a extradição de qualquer brasileiro, seja ele naturalizado ou não, somente poderá ocorrer em
caso de comprovado envolvimento em tráfico ilícito de entorpecentes e drogas afins, envolvimento
em milícia armada e grupos guerrilheiros e prática de ato de terrorismo.
51. “Edgar nasceu em território brasileiro em 1990, sendo filho de Jean e Helene, cidadãos france-
ses que estavam na República Federativa do Brasil a serviço da sucursal de uma importante soci-
edade empresária com sede na França. Logo após o nascimento, Edgar foi levado pelos seus pais
para a França e lá permaneceu durante dezenove anos, até que decidiu voltar ao Brasil e aqui
residir em caráter definitivo, trabalhando na mesma sociedade empresária que empregara seus
pais no passado. Com o passar dos anos, acalentou o desejo de concorrer a um mandato eletivo
no Brasil.” Considerando os dados informados, é correto afirmar que Edgar:

A) É brasileiro nato, podendo concorrer a qualquer cargo eletivo caso preencha os demais requisi-
tos exigidos.
B) Deve ser considerado brasileiro naturalizado por ter voltado a residir no Brasil após ter comple-
tado a maioridade.
C) Somente será considerado brasileiro nato, caso tenha sido registrado em repartição brasileira
antes de completar dezoito anos.
D) É considerado estrangeiro por ser filho de pais estrangeiros, devendo providenciar a sua natu-
ralização como brasileiro, caso queira concorrer a um mandato eletivo.
GABARITO – AULA 04
38 39 40 41 42 43 44
E A D B D C E
45 47 48 49 50 51
B D C D D A

AULA 05

52. Caio, brasileiro nato, é jogador de futebol profissional e foi contratado para jogar por um gran-
de clube estrangeiro, cuja legislação o país impõe a naturalização de Caio como condição para a
permanência em seu território, e, como queria continuar jogando nesse time, procedeu à naturali-
zação. Caio:

A) perderá a nacionalidade brasileira enquanto permanecer em território estrangeiro, podendo re-


adquiri-la assim que retornar ao Brasil.
B) perderá a nacionalidade brasileira, tendo em vista que adquiriu outra nacionalidade.
C) tornar-se-á brasileiro naturalizado automaticamente, em razão de ter adquirido outra nacionali-
dade.
D) não perderá a nacionalidade brasileira apenas se comprovar que mantém vínculos com o Bra-
sil, visitando-o periodicamente.
E) não perderá a nacionalidade brasileira.

53. Considere as situações abaixo.

I. Airton é brasileiro e sua esposa Carmela é italiana. Bernardo, filho do casal, nasceu em Londres,
enquanto seu pai lá estava a serviço da República Federativa do Brasil.

II. Benjamin nasceu no Brasil enquanto seus pais, que são alemães, aqui estavam a serviço da
Alemanha.

III. João, filho de Maria, brasileira, nasceu nos Estados Unidos e foi registrado na repartição brasi-
leira competente.
São brasileiros natos:

A) Bernardo, Benjamin e João.


B) Bernardo e João, apenas.
C) Bernardo e Benjamin, apenas.
D) Benjamin e João, apenas.
E) João, apenas.
54. De acordo com o tratamento constitucional dispensado aos direitos políticos e à nacionalidade,
assinale a alternativa INCORRETA.

A) O alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios para os maiores de dezoito anos.


B) Os analfabetos são inalistáveis e inelegíveis.
C) Não podem alistar-se como eleitores, os estrangeiros e, durante o período do serviço militar
obrigatório, os conscritos.

D) São brasileiros natos os nascidos no estrangeiro de pai brasileiro ou de mãe brasileira, desde
que registrados em repartição brasileira competente ou venham a residir na República Federativa
do Brasil e optem, em qualquer tempo, depois de atingida a maioridade, pela nacionalidade brasi-
leira.
E) São privativos de brasileiro nato os cargos de Ministro do Supremo Tribunal Federal e de Oficial
das Forças Armadas.

55. A Constituição Federal NÃO admite a perda ou suspensão dos Direitos Políticos no caso de:

A) cancelamento de naturalização por sentença transitada em julgado.


B) incapacidade civil absoluta.
C) militares da ativa e da reserva.
D) recusa de votar e de cumprir prestação alternativa, por motivo de convicção religiosa, àquele
obrigado a tanto.
E) condenação criminal transitada em julgado que esteja produzindo seus efeitos.

56. No que se refere a direitos políticos dispostos na CF, assinale a opção correta.

A) Os brasileiros naturalizados podem votar, mas não podem concorrer a cargo eletivo.
B) O alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios para todos os brasileiros naturalizados.
C) É vedada a cassação de direitos políticos.
D) Os militares federais não são alistáveis.
E) Para ser eleito vereador é preciso ter, no mínimo, 21 anos de Idade.

57. De acordo com a Constituição Federal, um brasileiro naturalizado, analfabeto, com 21 anos de
idade e residente no Brasil:

A) não é obrigado ao alistamento eleitoral e ao voto, sendo, ainda, inelegível.


B) é obrigado ao alistamento eleitoral e ao voto, embora não possa candidatar-se a deputado fe-
deral.
C) é obrigado ao alistamento eleitoral e ao voto, embora seja inelegível.
D) não é obrigado ao alistamento eleitoral e ao voto, podendo, no entanto, candidatar-se a depu-
tado estadual.
E) é obrigado ao alistamento eleitoral e ao voto, podendo candidatar-se a vereador.
58. Sobre os direitos Políticos previstos na Constituição Federal de 1988, considere:

I. O Prefeito de um determinado Município pretende concorrer à reeleição nas eleições deste ano
de 2012 e, para tanto, será obrigado a se desincompatibilizar, renunciando ao seu mandato seis
meses antes do pleito.
II. A inelegibilidade do cônjuge no território de jurisdição do titular não é afastada com a dissolução
do vínculo conjugal no curso do mandato.
III. O cancelamento da naturalização de um indivíduo por decisão do Presidente da República en-
sejará a perda dos seus direitos políticos.
Está correto o que se afirma APENAS em:

A) II.
B) I e II.
C) II e III.
D) I e III.
E) I.

59. Paulo é candidato ao cargo de Prefeito de um determinado Município. Durante a campanha,


Paulo é acusado de praticar corrupção, mas acaba eleito. José, o candidato derrotado, neste caso,
poderá impugnar o mandato eletivo de Paulo ante a Justiça Eleitoral, com provas da corrupção, no
prazo de

A) dez dias contados da posse, tramitando a ação em segredo de justiça, respondendo o autor, na
forma da lei, se temerária ou de manifesta má-fé.
B) quinze dias contados da posse, tramitando a ação em segredo de justiça, respondendo o autor,
na forma da lei, se temerária ou de manifesta má-fé.
C) trinta dias contados da posse, somente tramitando a ação em segredo de justiça a requerimen-
to do interessado, respondendo o autor, na forma da lei, se temerária ou de manifesta má-fé.
D) trinta dias contados da diplomação, somente tramitando a ação em segredo de justiça a reque-
rimento do interessado, respondendo o autor, na forma da lei, se temerária ou de manifesta má-fé.
E) quinze dias contados da diplomação, tramitando a ação em segredo de justiça, respondendo o
autor, na forma da lei, se temerária ou de manifesta má-fé.

60. O alistamento eleitoral é:

A) facultativo para os estrangeiros.


B) maiores de sessenta e cinco anos.
C) conscritos, durante o período do serviço militar obrigatório.
D) analfabetos.
E) maiores de dezesseis anos e menores de vinte e um anos.

61. Bernardo, com vinte e dois anos de idade, Bruno, com dezenove anos, Bartolomeu, com vinte
e seis anos, Basílio, com trinta e três anos de idade e Beltrão, com trinta anos de idade, podem
concorrer, respectivamente, aos cargos de:
A) Prefeito, Vereador, Deputado Estadual, Governador do Estado de Pernambuco e Governador
do Distrito Federal.
B) Vereador, Prefeito, Vice-Prefeito, Presidente da República e Vice-Governador do Estado de
Pernambuco.
C) Vice-Prefeito, Deputado Estadual, Deputado do Distrito Federal, Presidente da República e Ve-
reador.

D) Deputado Estadual, Vice-Prefeito, Deputado Federal, Vice-Presidente da República e Governa-


dor do Estado de Pernambuco.
E) Vereador, Deputado Federal, Vice-Governador do Distrito Federal, Vice-Presidente da Repúbli-
ca e Deputado Federal.

62. Sebastian é militar alistável e pretende eleger-se para as próximas eleições que ocorrerão ain-
da nesse ano. Cumpre salientar que Sebastian conta com quinze anos de serviço dedicado às
Forças Armadas. Nos termos da Constituição Federal, ele poderá eleger-se desde que:

A) seja agregado pela autoridade superior e, se eleito, passará automaticamente, no ato da diplo-
mação, para a inatividade.
B) afaste-se imediatamente da atividade.
C) seja agregado por autoridade de mesmo grau e, se eleito, passará automaticamente, na diplo-
mação, para a inatividade.
D) seja agregado por autoridade superior e, se eleito, poderá cumular atividades, desde que haja
compatibilidade de horário.
E) exerça adequadamente suas funções, com prontuário exemplar, e, se eleito, poderá cumular
ambas as atividades, desde que haja compatibilidade de horário.

63. No tocante aos Direitos Políticos, Tibério, que respeita a ordem constitucional e o Estado De-
mocrático, sabe que, segundo a Constituição Federal brasileira:

A) o Governador de Estado, para concorrer a outro cargo, deve renunciar ao respectivo mandato
até doze meses antes do pleito.
B) o alistamento eleitoral é obrigatório para os maiores de dezoito anos e analfabetos.
C) o voto é facultativo para os analfabetos e os maiores de sessenta anos e menores de dezoito
anos.
D) a soberania popular será exercida pelo sufrágio universal e pelo voto direto e secreto, com va-
lor igual para todos, e, nos termos da lei, mediante plebiscito, referendo e iniciativa popular.
E) em regra, são elegíveis, no território de jurisdição do titular, os parentes afins, até o segundo
grau, do Prefeito.

64. Sob a ótica dos Direitos Políticos, conforme disciplina o art. 14 da Constituição Federal de
1988, assinale a alternativa correta:
A) Não podem alistar-se como eleitores os estrangeiros e, durante o período do serviço militar
obrigatório, os conscritos.
B) O alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios para os maiores de setenta anos.
C) O alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios para os maiores de dezesseis e menores de
dezoito anos.
D) O alistamento eleitoral e o voto são obrigatórios para os analfabetos.

65. Assinale a alternativa correta.

A) Os analfabetos são inelegíveis e inalistáveis.


B) Os militares são alistáveis, mas inelegíveis.
C) O mandato eletivo poderá ser impugnado no prazo de quinze dias contados da diplomação,
instruída a ação com provas de abuso do poder econômico, corrupção ou fraude.
D) A ação de impugnação de mandato tramitará em segredo de justiça, respondendo o autor por
perdas e danos se a ação for julgada manifestamente improcedente, sem prejuízo da sua respon-
sabilidade penal.
E) A cassação de direitos políticos se dará, entre outras hipóteses, no caso de condenação crimi-
nal transitada em julgado, enquanto durarem seus efeitos, ou por condenação judicial definitiva em
decorrência da prática de improbidade administrativa.

66. João, 21 anos de idade; Vitor, 23 anos de idade; e José, 34 anos de idade, no pleno exercício
dos seus direitos políticos, pretendem concorrer a cargos eletivos nas próximas eleições de 2010.
Assim, João, Vitor e José poderão concorrer, respectivamente, aos cargos de:

A) Senador – Deputado Federal – Governador.


B) Deputado Federal – Deputado Estadual – Vice-Governador de Estado.
C) Governador – Senador – Vice-Presidente da República.
D) Vice-Presidente da República – Governador – Presidente da República.
E) Deputado Estadual – Vice-Presidente da República – Presidente da República.

67. A cassação de direitos políticos:

A) pode ocorrer em virtude de cancelamento da naturalização por sentença transitada em julgado.


B) decorre automaticamente da condenação criminal transitada em julgado.
C) pode ser imposta como pena na hipótese da recusa de cumprir obrigação a todos imposta ou
prestação alternativa, nos termos do art. 5.º, VIII da Constituição Federal.
D) não é admitida pela Constituição Federal Brasileira.
E) é uma das penas a ser imposta ao condenado por improbidade administrativa.

68. Maristela era casada com o prefeito Alcides Ferreira do município X, falecido em um acidente
de avião em setembro de 2015, no curso de seu segundo mandato. O vice-prefeito de Alcides Fer-
reira assumiu o cargo. Nas eleições de 2016, Maristela concorreu à prefeitura do Município X e
ganhou a eleição.
Considerando o entendimento jurisprudencial do STF, Maristela:

A) não poderia ser elegível, tendo em vista tratar-se de hipótese de inelegibilidade reflexiva previs-
ta no artigo 14, § 7°, CRFB/88.
B) não poderia ser elegível, considerando o teor da súmula vinculante n° 18 do STF.

C) poderia ser elegível, vez que a inelegibilidade prevista no § 7° do artigo 14 da CRFB/88 não se
aplica aos casos de extinção do vínculo conjugal pela morte de um dos cônjuges.
D) poderia ser elegível, uma vez que a CRFB/88 não impede que o cônjuge concorra às eleições
na mesma circunscrição por motivo de casamento, parentesco ou afinidade.
E) não poderia ser elegível, tendo em vista que a CRFB/88 exige o prazo de 5 (cinco) anos, após
o término de mandato, para que o cônjuge concorra às eleições na mesma circunscrição do mari-
do ou ex-marido.

69. Ao tratar dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos, o texto constitucional estabeleceu que:

A) a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo penetrar sem consentimento do
morador, salvo em flagrante delito ou desastre, ou para prestar socorro, ou durante a noite, por
determinação judicial.
B) as associações poderão ser compulsoriamente dissolvidas ou ter suas atividades suspensas
por decisão administrativa, desde que garantido o direito de defesa.
C) a criação de associações e, na forma da lei, a de cooperativas dependem de autorização, sen-
do vedada a interferência estatal em seu funcionamento.
D) as entidades associativas não têm legitimidade para representar seus filiados, judicial ou extra-
judicialmente, sendo interpretada como nula qualquer autorização expressa.
E) constitui crime inafiançável e imprescritível a ação de grupos armados, civis ou militares, contra
a ordem constitucional e o Estado Democrático.

70. Visando a proteção da mulher nas relações de trabalho, a Constituição Federal, no que diz
respeito aos direitos sociais, prescreve que:

A) a concessão de licença à gestante será de noventa dias, sem prejuízo do salário e do emprego.
B) é facultativa a dispensa da trabalhadora gestante, durante a gravidez.
C) não há possibilidade de permanência dos filhos da trabalhadora no local de trabalho, durante o
período de amamentação.
D) deve haver a proteção do mercado de trabalho da mulher, mediante incentivos específicos, nos
termos da lei.
E) é facultativa a diferença de salário, de critérios de admissão e de exercício de funções por moti-
vo de sexo.

GABARITO – AULA 05
52 53 54 55 56 57 58 59 60
E B B C C A A E D
61 62 63 64 65 66 67 69 70
A A D A C B D A E

AULA 06

71. Visando a proteção da mulher nas relações de trabalho, a Constituição Federal, no que diz
respeito aos direitos sociais, prescreve que

A) a concessão de licença à gestante será de noventa dias, sem prejuízo do salário e do emprego.
B) é facultativa a dispensa da trabalhadora gestante, durante a gravidez.
C) não há possibilidade de permanência dos filhos da trabalhadora no local de trabalho, durante o
período de amamentação.
D) deve haver a proteção do mercado de trabalho da mulher, mediante incentivos específicos, nos
termos da lei.
E) é facultativa a diferença de salário, de critérios de admissão e de exercício de funções por moti-
vo de sexo.

72. A República Federativa do Brasil constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como
um de seus fundamentos

A) o pluralismo político.
B) a autodeterminação dos povos.
C) o repúdio ao terrorismo e ao racismo.
D) a concessão de asilo político.
E) a solução pacífica dos conflitos

73. A respeito dos direitos e garantias fundamentais relativos ao direito à intimidade e à vida priva-
da, a Constituição Federal de 1988 prevê que

A) a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém nela podendo penetrar sem consentimento do
morador, salvo em caso de flagrante delito ou desastre, ou para prestar socorro, ou, durante o dia,
por determinação judicial.
B) são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o
direito a indenização pelo dano exclusivamente moral decorrente de sua violação.
C) é assegurado a todos o acesso à informação e resguardado o sigilo da fonte, quando necessá-
rio ao exercício profissional e à investigação dos crimes hediondos e aqueles que lhe forem equi-
parados por lei.
D) é inviolável o sigilo da correspondência e das comunicações telegráficas, de dados e das co-
municações telefônicas, salvo por ordem judicial, para fins de investigação ou instrução processual
cível ou penal.
E) é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independen-
temente de censura, sendo exigível a licença prévia se tais manifestações atingirem a honra, a
boa fama ou a respeitabilidade.

74. O mandado de segurança coletivo pode ser impetrado por

A) partido político com representação no Congresso Nacional.


B) organização sindical, em defesa de interesses de seus membros ou da coletividade.
C) associação legalmente constituída e em funcionamento há mais de dois anos.
D) associação legalmente constituída, em defesa de liberdades constitucionais e das prerrogativas
inerentes à nacionalidade, à soberania e à cidadania.
E) partido político com representação na Assembleia Legislativa do Estado em que a demanda for
deduzida.

75. Bibiana é casada com Mundial, Governador do Estado X e pretende se candidatar ao cargo de
Prefeita da cidade Y pertencente ao Estado X. Fúlvio, irmão de Bibiana, titular de mandato eletivo,
se candidatou à reeleição ao cargo de Deputado Estadual do referido Estado. De acordo com a
Constituição Federal

A) Bibiana e Fúlvio são elegíveis, no território de jurisdição de Mundial.


B) Bibiana e Fúlvio são inelegíveis, no território de jurisdição de Mundial.
C) somente Fúlvio é inelegível, no território de jurisdição de Mundial.
D) somente Bibiana é inelegível, no território de jurisdição de Mundial.
E) Bibiana e Fúlvio são inelegíveis em todo o território nacional.

76. “Ednaldo, servidor público federal, respondia a diversos processos no âmbito administrativo,
penal e cível em razão de irregularidades praticadas no exercício funcional. Certo dia foi informado
por seu advogado do risco de ter os direitos políticos suspensos, o que frustraria o seu objetivo de
se candidatar a um mandato eletivo.” Assinale a alternativa correta.

A) A suspensão dos direitos políticos restringe de forma menos intensa a cidadania que a inelegi-
bilidade.
B) A suspensão dos direitos políticos pode decorrer de decisões proferidas em todos os processos
a que responde Ednaldo.
C) A condenação por ato de improbidade somente acarretará a inelegibilidade, não a suspensão
dos direitos políticos.
D) Na hipótese de condenação criminal transitada em julgado, Ednaldo terá os direitos políticos
suspensos enquanto durarem seus efeitos.
77. Considerando o sistema internacional de proteção dos direitos humanos, assinale a alternativa
incorreta.

A) O Direito Internacional dos Direitos Humanos consiste em sistema de normas, procedimentos e


instituições internacionais desenvolvidos para implementar essa concepção e promover o respeito
dos direitos humanos em todos os países.
B) A Organização das Nações Unidas surgiu em 1945 com a missão de estabelecer regras a se-
rem observadas pelos Estados perante os indivíduos sujeitos ao seu poder e perante os demais
Estados, além de criar mecanismos que garantissem a eficácia daquelas regras. Todavia, a Carta
da ONU deixou de definir os direitos humanos e as liberdades fundamentais que deveriam ser
promovidos e estimulados.
C) A Constituição Federal de 1988, ao mesmo tempo em que consolida a extensão de titularidade
de direito, acenando para a existência de novos sujeitos de direitos, também consolida uma nova
quantidade de bens merecedores de tutela, ampliando os direitos sociais, econômicos e culturais,
em detrimento dos demais direitos.
D) A primazia dos direitos humanos nas relações internacionais do Brasil determina a possibilida-
de de extensão dos direitos individuais previstos na Constituição Federal de 1988 também aos
estrangeiros que estejam no país. Trata-se do princípio da Universalidade dos Direitos Fundamen-
tais, que assegura o gozo dos direitos a todas as pessoas que estejam em nosso território, e não
apenas aos brasileiros e estrangeiros residentes no país.

78. Em relação aos precedentes históricos dos Direitos Humanos, assinale a incorreta.

A) Os direitos humanos expressam normas internacionais voltadas à proteção e promoção da dig-


nidade da pessoa humana em toda e qualquer situação. Desse modo, o direito humanitário e o
direito dos refugiados, por sua vez, também se compõem de normas de direitos humanos, sendo
que voltadas para a proteção da pessoa em situações específicas, não afastando, em nenhuma
hipótese, aquelas.
B) Apesar de tecnicamente não ter um "poder vinculante" como no caso de um tratado internacio-
nal, a Declaração Universal dos Direitos Humanos é o documento mais importante já adotado pela
Assembléia Geral das Nações Unidas, e sua história o faz mais que um instrumento que simples-
mente oferece normas orientadoras.
C) Se analisada sob o aspecto estritamente legal, a Declaração Universal não apresenta força ju-
rídica obrigatória e vinculante, uma vez que assume a forma de declaração e não de tratado. Por
isso foi necessário um processo de “judicialização” da Declaração, concluído com a elaboração de
dois Pactos: Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos e Pacto Internacional dos Direitos
Econômicos, Sociais e Culturais. Formou-se então a Carta Internacional dos Direitos Humanos.
D) A Liga das Nações reforça a necessidade de relativização da soberania dos Estados. Criada
em 1945, após a Segunda Guerra Mundial, tinha a finalidade de promover a cooperação, paz e
segurança internacional, condenando agressões externas contra a integridade territorial e a inde-
pendência política de seus membros, visando um convívio amistoso entre as nações.
79. Sobre a internacionalização dos Direitos Humanos, analise as assertivas a seguir.

I. A Carta das Nações Unidas, de 1945, tinha por objetivos a manutenção da paz e da segurança
internacional, garantindo um relacionamento amistoso entre os Estados, cooperação internacional
em âmbito econômico, social e cultural, além de um padrão internacional de saúde, proteção ao
meio ambiente, uma nova ordem econômica internacional e, sobretudo, a proteção dos direitos
humanos.

II. Os direitos previstos no Pacto Internacional dos Direitos Civis e Políticos possuem aplicabilida-
de imediata, sendo que aqueles previstos no Pacto Internacional dos Direitos Econômicos, Sociais
e Culturais têm aplicação “progressiva”, dependentes da atuação do Estado.

III. A Convenção para a Prevenção do Crime de Genocídio assevera que se punem as pessoas
que tiverem cometido, sejam elas governantes, funcionários ou particulares.
Estão corretas:

A) I e III.
B) II e III.
C) Somente II.
D) Somente I.
E) I, II e III.

80. Sobre a evolução dos direitos humanos, assinale a alternativa correta.

A) A expressão direitos humanos de terceira dimensão constituem a defesa do indivíduo diante do


poder do Estado. Decorrem da proteção à liberdade, e definem as situações em que o Estado de-
ve se abster de interferir em determinados aspectos da vida individual e social. São as chamadas
liberdades públicas negativas ou direitos negativos, pois implicam na não interferência do Estado.
B) Tendo como marco a Revolução Industrial, os direitos de primeira dimensão referem-se aos
direitos sociais, culturais e econômicos. Visam assegurar a igualdade real entre os seres huma-
nos, implicando na postura atuante do Estado perante os indivíduos.
C) Os direitos de terceira dimensão diferenciam-se das demais dimensões, principalmente do pon-
to de vista da titularidade, que, no caso, é coletiva.
D) Em decorrência do desenvolvimento tecnológico e do novo panorama representado pela globa-
lização e pela sociedade de risco contemporânea, os juristas citam os direitos de quarta geração
ou novos direitos, abrangendo o pluralismo político, o direito à paz universal, direitos ligados à
área da cibernética, além de outros ligados às liberdades individuais.

81. Sobre o procedimento de internalização dos tratados internacionais de direitos humanos no


ordenamento jurídico brasileiro, assinale a afirmativa correta.

A) Deverão ser aprovados por quatro quintos dos votos de cada Casa do Congresso Nacional.
B) Antes da Emenda Constitucional nº 45/2004, eram aprovados por decreto legislativo, por maio-
ria qualificada.
C) Deverão ser aprovados, em cada Casa do Congresso Nacional, em turno único.
D) Na hipótese de conflitarem com normas constitucionais, prevalecerá o tratado internacional.
E) Após a Emenda Constitucional nº 45/2004, os tratados aprovados foram equiparados às emen-
das constitucionais.

82. Com relação às características fundamentais dos direitos humanos, assinale a alternativa que
descreve corretamente uma delas.

A) Renunciabilidade
B) Soberania estatal
C) Alienabilidade
D) Prescritibilidade
E) Universalidade

GABARITO – AULA 06
71 72 73 74 75 76
D A A A D D
77 78 79 80 81 82
C D E C E E