Você está na página 1de 71

Tem sim um rei

Sorocaba
Rua Pedro Álvares Cabral, 271
Sorocaba/SP – CEP 18090-505
(15) 3412-0000

www.kcms.com.br
1.1 Requisitos de hardware e software (configuração mínima) ......................................... 5
1.2 Baixar VM (opcional) ..................................................................................................... 5

2.1 Padronização de configurações do Windows ............................................................... 5


2.1.1 Remover proteção de tela..................................................................................... 5
2.1.2 Desativar opções de economia de energia ........................................................... 6
2.1.3 Desativar UAC........................................................................................................ 7
2.1.4 Definição do nome da máquina ............................................................................ 8
2.1.5 Criação de usuários padrões ................................................................................. 8
2.2 Instalação do banco de dados e pastas e permissões................................................. 10
2.2.1 Download ............................................................................................................ 10
2.2.2 Instalação ............................................................................................................ 11
2.2.3 Instalação do KCMS ERP ...................................................................................... 11
2.3 Instalação do Solus ...................................................................................................... 11
2.3.1 Download das versões......................................................................................... 11
2.3.2 Instalação do Concentrador ................................................................................ 12
2.3.3 Configuração do Concentrador ........................................................................... 13
2.3.4 Validação de versão compatível ao banco de dados. ......................................... 14
2.3.5 Cadastro da empresa no banco de dados. .......................................................... 18
2.4 Configuração inicial do Solus....................................................................................... 22
2.4.1 Configurar o processador de vendas................................................................... 22
2.4.2 Configuração de emissor de cupom fiscal ........................................................... 23
2.4.2.1 SAT Fiscal ......................................................................................................... 23
2.4.2.2 NFC-E ............................................................................................................... 24
2.4.2.3 ECF ................................................................................................................... 27

3.1 Configuração do PDV................................................................................................... 28


3.1.1 Aba Geral ............................................................................................................. 28
3.1.2 Aba Impressoras .................................................................................................. 30
3.1.2.1 PDV com impressora dual ............................................................................... 30
3.1.2.2 PDV com ECF ................................................................................................... 32
3.1.3 Aba Outros Periféricos ........................................................................................ 33
3.1.4 Aba PDV Solus Cloud ........................................................................................... 34

2
3.1.4.1 PDV com SAT Fiscal. ........................................................................................ 35
3.1.4.2 PDV com ECF. .................................................................................................. 36
3.1.4.3 PDV com NFC-e................................................................................................ 37
3.1.5 Formas de pagamento ........................................................................................ 39
3.1.6 Operadores de caixa............................................................................................ 41
3.2 Instalação do PDV........................................................................................................ 43
3.2.1 Instalação ............................................................................................................ 43
3.2.2 Configuração ....................................................................................................... 46
3.3 Cadastro de Produto ................................................................................................... 47
3.3.1 Gênero, Grupo..................................................................................................... 47
3.3.2 Geral .................................................................................................................... 50
3.3.3 Tributação ........................................................................................................... 55
3.4 Envio de carga para o PDV .......................................................................................... 60
3.4.1 Parâmetros .......................................................................................................... 60
3.4.2 Dados gerais ........................................................................................................ 62
3.4.3 Produtos .............................................................................................................. 63
3.5 Teste do PDV ............................................................................................................... 65
3.5.1 Iniciando a aplicação PDV. .................................................................................. 65
3.5.2 Inserir operador .................................................................................................. 65
3.5.3 Abertura de caixa ................................................................................................ 66
3.5.4 Venda de produto ............................................................................................... 67

4.1 Configuração do PDV................................................................................................... 67


4.1.1 Aba Comanda ...................................................................................................... 67
4.2 Criação de comandas .................................................................................................. 68
4.3 Envio de carga para o PDV .......................................................................................... 69
4.4 Teste do PDV c/ Comanda ........................................................................................... 69
4.4.1 Abertura do PDV.................................................................................................. 69
4.4.2 Gerar comanda .................................................................................................... 70
4.4.3 Fechar comanda .................................................................................................. 71

3
4
1 Pré-instalação
1.1 Requisitos de hardware e software (configuração mínima)
• Configurações mínimas para instalar um Servidor/PDV
• Processador dual core ou maior.
• HD de no mínimo 250GB, dividido em disco local (C:) e disco local (D:) sempre
meio a meio.
• Memória ram de 4GB.
• Windows 7 x64 com todas atualizações disponíveis instaladas.
• Windows 8 x64 com todas atualizações disponíveis instaladas.
• Windows 10 x64 com todas atualizações disponíveis instaladas.
• Windows Server 2012 x64 com todas atualizações disponíveis instaladas.
• Framework 4.6.2

1.2 Baixar VM (opcional)

2 Instalação
2.1 Padronização de configurações do Windows
Objetivo: Padronizar o Windows no padrão KCMS, para a instalação otimizada de um
SERVIDOR/PDV.

Windows 7 – Inicie o manual do tópico 2.1.1 Remover proteção de tela

Windows 10 – Inicie o manual do tópico 2.1.2 Desativar opções de economia de Energia.

2.1.1 Remover proteção de tela


1. Clicar no Menu Iniciar e depois selecionar a opção Painel de Controle.

2. Clicar na opção Personalização.

5
3. Selecione a opção Proteção de tela.

4. No campo “proteção de Tela” deixe a opção nenhum conforme imagem abaixo.

Pronto! Está concluído a alteração na proteção de tela, veja a configuração de 2.1.2 Opções de
economia de energia

2.1.2 Desativar opções de economia de energia


1. Clicar no Menu Iniciar e depois selecionar a opção Painel de Controle.

6
2. No painel de controle selecionar no menu o item Opções de Energia.

3. Entre em cada um dos planos(Equilibrado e Economia de energia) usando a opção


“Alterar configurações do plano” e após altere todos os planos de energia existente
sempre deixando a opção Nunca.

Pronto! Está concluído a alteração de desativar opções de economia de energia, veja agora o
tópico 2.1.3 Desabilitar o UAC, para que a aplicação KCMS no futuro abra sem problemas de
permissão.

2.1.3 Desativar UAC


1. Acessar o Painel de Controle e na caixa de pesquisa da janela digite UAC, e no resultado
que for apresentado, clicar em Alterar Configurações de Controle de Conta de Usuário.
Na tela que será apresentada, abaixe a seta até a opção Nunca Notificar e confirme.

Pronto! Agora é necessário ver o tópico 2.1.4 Definição do nome da máquina.

7
2.1.4 Definição do nome da máquina
1. Acessar o Painel de Controle.
2. Clicar na opção “Sistema”.
3. Nesta tela clicar em “Alterar Configurações”.

4. Agora clicar no botão Alterar.

5. Agora alterar o nome do micro para SERVIDOR e clique em OK para finalizar, sempre em
instalações com Servidor / PDV o nome do micro é SERVIDOR.

Pronto! Para finalizar a padronização do Windows, veja o tópico 2.1.5 Criação dos usuários
padrões.

2.1.5 Criação de usuários padrões


1. Acessar o painel de controle.
2. Agora selecionar a opção ”Contas de Usuário”.

3. Clicar na opção “Gerenciar outra conta”.

8
4. Agora clicar na opção “Criar uma nova conta”.

5. Informar o nome do usuário que deve ser SERVIDOR e o tipo de conta deve ser
Administrador.

6. Agora vamos definir a senha 15995 para o usuário SERVIDOR, clicar no nome do
usuário SERVIDOR.

7. Agora vamos selecionar a opção “Criar uma senha”.

9
8. Nesta tela vamos digitar a senha 15995 e repetir a mesma no campo de baixo, logo
após clique em criar senha.

9. Agora repita este mesmo processo para criar o usuário KCMS com a senha kcms15995.

10. Os usuários padrões devem seguir a lista descrita abaixo com as devidas permissões
descritas.

Nome de Usuário: SERVIDOR


Senha: 15995
Grupo de permissões: Administradores (Tipo de conta: Administrador)

Nome de Usuário: KCMS


Senha: kcms15995
Grupo de permissões: Administradores (Tipo de conta: Administrador)

Conclusão: Por padrão, otimizamos as questões de energia, contas, usuários, com o objetivo
de diminuir um suporte futuro voltado a estes assuntos, e assim a máquina fica otimizada para
receber a instalação do sistema KCMS.

Veja agora o tópico 2.2 Instalação do gerenciador do banco de dados(SQL Server).

2.2 Instalação do banco de dados e pastas e permissões.


Objetivo: Instalar o local e o banco de dados que será utilizado para a instalação. Também será
definido pastas e permissões a elas necessárias, para receber o sistema posteriormente.

2.2.1 Download
1. Criar na unidade D: uma pasta chamada Install, pois está pasta tem o objetivo de
armazenar os setups de aplicativos necessários para Instalação.
2. Acessar o link http://kcms.com.br/upd/ clique na opção 1- Setup_Inicial e baixe os
setups SQL Server 2012 e o KCMS Servidor ERP e salve ambos na pasta Install.

OBS: Caso esteja instalando em um micro Windows Server 2016, baixe e instale antes o
aplicativo 1-sqlsupport_msi (Win2x12).rar para depois prosseguir com o tópico 2.2.2 Instalação.

10
2.2.2 Instalação
1. Após baixar, execute o setup chamado SQL Server 2012 que se encontra na pasta
D:\Install.
2. Marcar a opção “Eu aceito os termos do contrato” e clicar em Avançar.

3. Clicar novamente em Avançar.


4. Clicar em Instalar.
5. Aguarde alguns minutos, pois o instalador irá instalar o gerenciador do banco de
dados, e também os usuários e os bancos necessários para receber o sistema.

Realize agora a instalação do ERP executando o setup KCMS Servidor ERP conforme o tópico

2.2.3 Instalação do Configurador KCMS(KCMS_VERSAO).


1. Após baixar, execute o setup chamado KCMS Servidor ERP que se encontra na pasta
D:\Install.
2. Aceite os termos e clique em “next” até finalizar a instalação.

Veja o tópico 2.3 Instalação do Solus para baixar e instalar o sistema KCMS para conectar ao
banco de dados recém criado.

2.3 Instalação do Solus


Objetivo: Baixar e instalar o sistema KCMS SOLUS, já inserindo a empresa que fará uso do
sistema.

2.3.1 Download das versões


1. Criar na Unidade D: a pasta UPDATES.
2. Acessar o link http://kcms.com.br/upd/ depois clique na opção 2- Módulos para
baixar na pasta UPDATES todos os arquivos do sistema. Sua pasta ficará semelhante a
esta imagem abaixo:

11
3. Extrair todos os arquivos nesta pasta UPDATES:

Pronto! Agora com o sistema KCMS já baixado em seu micro,veja agora o tópico 2.3.2
Instalação do Concentrador para que possamos testar a conexão do sistema com o
banco de dados.

2.3.2 Instalação do Concentrador


1. Acessar a pasta Updates na unidade D: e dar um duplo clique no Instalador chamado
Concentrador_Setup_X_X_X_X.kcmsi (no local dos X estará o número da versão).
2. Clicar em Avançar.
3. Marcar a opção “Aceito os termos descritos acima” e clicar em Avançar.
4. Será apresentado onde ele irá salvar o aplicativo. Clicar em Avançar apenas.
5. Clicar em Avançar novamente para iniciar a extração dos arquivos.
6. Aguardar uns minutos, até que o Concentrador finalize a extração e instalação dos
arquivos.

12
7. Ao final, clicar em Avançar.
8. Deixe a opção de criação de atalho do concentrador marcado e clique em fechar.

Pronto! Desta forma, agora o Concentrador, que é o grande responsável de integrar o banco de
dados com o sistema, está instalado com êxito! Vamos agora testar a comunicação no tópico
2.3.3 Configuração do Concentrador.

2.3.3 Configuração do Concentrador


1. Encontrar o ícone do Concentrador na sua área de trabalho e de um duplo clique para
abrir. Logo depois veja que o concentrador irá carregar um ícone próximo do relógio
do Windows.

• Ícone na cor vermelha: Não configurado ou sem conexão com o banco de dados.
• Ícone na cor amarela: Processando arquivo de vendas do caixa para o banco de dados
principal, ou processando carga de produtos para os PDVs.
• Ícone na cor verde: Configurado e aguardando vendas para processar ou cargas para
enviar ao PDV.

2. Clicar com o botão direito no ícone do Concentrador próximo ao relógio, e acessar a


opção Abrir Concentrador.
3. Clicar na aba Integração de sistema.

4. Veja que haverá a configuração da Fonte de dados Concentrador e Fonte de dados


DBSOLUS, e cada um deles possui o campo senha.

13
5. Insira no campo senha da Fonte de Dados(Concentrador) a senha:
kcms2011(minúsculo).
6. Em Fonte de Dados (concentrador) clicar no botão Testar Fonte de dados...
7. Será apresentado uma mensagem “Testes concluídos com êxito”, clique em OK.
8. Realizar o passo do 5 ao 7 na Fonte de dados (DBSOLUS).
9. Clicar no botão Salvar F2 que fica abaixo da Fonte de dados (DBSOLUS), depois clicar
em Ok na mensagem “Salvo com sucesso”.
10. Clicar no menu Ferramentas > Opções.
11. Marcar a caixa “Executar ao iniciar o Windows”.
12. Clicar no botão Salvar e Fechar.
13. Minimize o Concentrador.

Pronto! O Ícone continuará vermelho próximo ao relógio do Windows, mas agora ele já está
configurado, e quando formos enviar a carga, ele ficará verde.

Veja agora o tópico 2.3.4 Validação de versão compatível ao banco de dados, para identificar se
a versão do banco terá de ser atualizada ou não.

2.3.4 Validação de versão compatível ao banco de dados.


1. Acessar a pasta C:\Program Files\KCMS e clicar com o botão direito na pasta Atalhos,
e vá até a opção enviar para > área de trabalho.
2. Na área de trabalho, renomear a pasta Atalhos para KCMS SOLUS e depois entre na
pasta.

Dentro desta pasta, é onde se encontra cada módulo do sistema KCMS. Cada ícone desta pasta
corresponde a um gerenciamento da empresa, veja abaixo o resumo de cada módulo.

KCMS CFG : Configurador, responsável por efetuar configurações e parametrizações dos


módulos, é nele que iremos cadastrar o serviço de NFC-e, SAT, ECF, quantos PDVs o ERP deve
se integrar, quais impressoras, Habilitar ou desabilitar recursos,etc..Módulo o qual o cliente
não tem tanto contato por se tratar de configurações.

14
KCMS Checker Cadastro: Módulo para cadastrar clientes e vincular a eventos e
comandas. Muito útil para casas noturnas, para vincular o cliente a comanda e serviços como
couvert, entrada, valor mínimo de consumação. Pois aqui é possível de vincular eventos onde
podem ser determinados valores as comandas, e mensurar quantidade de pessoas no
estabelecimento. Trabalha em conjunto com o Checker Portaria.

KCMS Checker Portaria: Controlador de acesso. Enquanto o Checker Cadastro


cadastra as pessoas e vincula ela a uma comanda, o Checker portaria é quem efetua a
validação da entrada e saída da pessoa ao estabelecimento, travando a comanda na saída caso
o cliente não tenha passado ao caixa, também é possível de integrar tais sistemas com serviços
de catraca.

KCMS CMT: Controlador de Terminais e Impressoras de Setor. Este aplicativo é quem


faz a comunicação de microterminais com o banco de dados, geralmente uma vez configurado,
também não há interação do cliente com este módulo. A cada pedido realizado por módulos de
venda como TSO,Mobcom,PDV, SGV, e caso o cliente tenha impressões de setor como
Impressora na Cozinha,Bar,etc.. este sistema é quem pega o arquivo de impressão, e envia para
as impressoras realizar suas impressões. Restaurantes, Bares e lanchonetes que possuem
microterminal ou impressoras de produção, se faz fundamental a configuração deste módulo.

KCMS KDS: Kitchen Display System – Sistema capaz de gerenciar e aumentar a


velocidade dos pedidos da sua cozinha. Funciona como um gerenciador de pedidos para a
cozinha, pois a cada pedido realizado pelos terminais de venda, o KDS vai apresentando em uma
tela na cozinha os pedidos pendentes, os mais urgentes que estão atrasados, os que já foram
liberados,etc..Ferramenta muito poderosa quando se trata em reduzir o tempo de espera do
cliente com relação ao pedido realizado.

KCMS SAF: Solus Arquivos Fiscais. Utilizado para empresas que são do regime
Normal(lucro real ou presumido) que precisam emitir o SPED ICMS e também o SPED
PIS/COFINS. Este módulo dentre funções como evidenciar possíveis erros de entrada de nota,
cadastro e venda da mercadoria voltado a tributação, também gera o arquivo escriturando
inventario quando necessário, e também apresentando ao usuário o valor de crédito e débito
de ICMS e PIS/COFINS.

KCMS SCF :Solus Controle de Faturamento. Módulo que é capaz de emitir a Nota Fiscal
eletrônica(DANFE) pois através dele é possível de emitir a NF-e, Carta de correção, NF-e

15
Complementar, Nota de Produtor Rural, entre outros serviços. Lembrando que atualmente este
módulo necessita que o cliente tenha o Certificado Modelo A1.

KCMS SGC: Solus Gestor de Compras. Sistema voltado a Pedido de compra, pois é
possível gerar o pedido e compra, comparar cotações para identificar qual esta trazendo mais
benefícios, Apresentar estatísticas do item ou do fornecedor, para identificar o desempenho do
produto na empresa, bastante utilizados em empresas que cotam e fazem pedidos de compra
para um melhor gerenciamento também do estoque.

KCMS SGF: Solus Gestão Financeira – Módulo onde o cliente consegue mensurar o lucro
ou prejuízo da empresa. Essencial para lançamento de contas a pagar, relatórios como Fluxo de
caixa, Itens mais vendidos por quantidade ou por lucratividade, controle de taxas e bandeiras
de cartões utilizados na frente de caixa, conciliação bancaria, etc...pois este módulo é de
extrema importância quando o assunto é controle financeiro da empresa.

KCMS SGM – Solus Gestão de Materiais – Módulo voltado ao item e seus componentes.
Aqui é onde se cadastra o produto, categoriza, informa os campos tributários, gerencia o
estoque, entrada de notas, cadastro de promoções, etc.. Geralmente após o sistema estar
instalado, um dos módulos que os clientes mais utilizam.

KCMS SGU: Solus Gestão de Usuário – Módulo capaz de gerenciar o que cada pessoa
terá acesso. Possível de cadastrar todas as pessoas da empresa e suas funções, como também
definir quem tem permissão total e limitada do sistema de caixa PDV. Tambem é aqui que se
define que pode acessar os módulos como SGF,SGM,SGV,etc..

KCMS SGV: Solus Gestão de Vendas – Módulo utilizado para gestão de pedidos
corporativos e pedidos delivery(entrega), esse sistema é capaz de se comunicar com um
identificador de chamadas, para otimizar a velocidade da criação do pedido por telefone, com
controle do status do pedido como Em produção, Entregue, a caminho, para também monitorar
as entregas. Possivel de vincular a taxa de entrega aos pedidos, assim mensurando ao
estabelecimento o valor total para pagamentos dos entregadores.

KCMS STV: Solus Transação de Vendas – Módulo que pega as vendas e insere no banco
de dados principal para baixar o estoque automático e também gerar dados financeiro. Trabalha
em conjunto com o Concentrador, Fica com o ícone de uma bolinha verde no canto, próximo ao
relógio do Windows. Não há interação do usuário final com este módulo.

16
KCMS SUP: Solus Update – Módulo que efetua a verificação da versão do sistema, com
a versão do banco de dados. Toda atualização do sistema KCMS, utiliza este módulo para que a
versão efetue a criação de novas tabelas e trigers no banco de dados quando necessário. Não
há interação do usuário final com este módulo.

KCMS TSO – Solus Touch – Aplicação utilizada em Fast Food para agilidade ao efetuar o
pedido em telas Touch Screen com Windows. Instalado em terminais Touch, essa ferramenta
consegue de maneira muito rápida, realizar o pedido para diminuição de filas e tempo de espera.

KCMS MVSellerDesk – Solus Vendedor externo – este sistema é capaz de fazer com que o
vendedor faça pedidos externos( na rua) e depois consegue integrar estes pedidos com o
servidor. Utilizado em distribuidoras ou outros estabelecimentos onde o vendedor leva o celular
e efetua os pedidos de qualquer lugar, mesmo não tendo conexão com internet.

Módulos como PDV( caixa ) e Mobcom( Garçom Digital) não estão na pasta devido serem
instalados a parte, mais pra frente falaremos deles.

3. Dentre vários ícones que temos nesta pasta, de um duplo clique no ícone KCMS SUP.

Neste momento o executável, copia todo o conteúdo do zip SUP que baixamos na pasta
UPDATES, e joga para a pasta C:\Program Files\KCMS. Depois deste carregamento, ele
apresenta o sistema SUP no meio da tela, e em paralelo, ele abrirá uma janela em seu
navegador, para informar as mudanças que houveram com o passar do tempo a cada
atualização disponibilizada pelo setor de Pesquisa & Desenvolvimento.

4. Feche a janela do navegador que o sistema abriu.


5. Na tela do SUP aberta, clicar no ícone da Lupa, para procurar o arquivo que irá validar
qual o número da versão dos executáveis, e qual o número da versão do banco de
dados.
6. Na janela que abriu, direcione para o arquivo no caminho D:\updates\Scripts e ali de
um clique no ícone ScriptSQL e clique em abrir:

7. Aguarde alguns segundos, e o sistema irá informar qual o número da versão do banco
de dados(Ultimo Update) e qual o número da versão do sistema(Ultimo Script).

17
8. Quando os valores forem o mesmo, feche o SUP, pois não haverá necessidade de
atualizar nada. Caso o Ultimo Script for superior ao Último Update, o botão atualizar
ficará disponível, e deverá clicar para atualizar o banco de dados.

Pronto! Banco de dados e sistema KCMS Sincronizados! Vamos agora cadastrar a empresa que
adquiriu a licença para utilizar o software, veja o tópico 2.3.5 Cadastro da empresa.

2.3.5 Cadastro da empresa no banco de dados.


1. Acessar a pasta KCMS SOLUS e dentre vários ícones que temos nesta pasta, de um
duplo clique no ícone KCMS CFG.
2. Na tela que irá aparecer, clicar no botão Executar.
3. Abra novamente a pasta KCMS SOLUS e clique novamente no ícone KCMS CFG.
4. O CFG irá apresentar a seguinte mensagem: “ Não há nenhuma empresa cadastrada,
deseja continuar? ” Clique na opção SIM.
5. Será apresentado o formulário para cadastro da empresa.

Veja os campos que vamos preencher nesta tela, e como preenche-los:

• Nr. Registro: É composto na seguinte sequencia SL “Sigla de SOLUS” + “DIA, MÊS, ANO,
HORA, MINUTO, SEGUNDOS” todos com dois dígitos.
Exemplo: SL070218214501 este seria o número de registro
• SL “Sigla de SOLUS”
• Nº. Inscrição Suframa: ISENTO
• CNPJ: Insira o CNPJ da empresa que já está licenciada com a KCMS( na maioria dos casos,
coloque o CNPJ da revenda que você faz parte).
• IE: Insira a IE do CNPJ acima citado, caso não houver escreva “ISENTO” sem as aspas.
• Inscrição Municipal: 00
• Regime tributário: Simples Nacional ou Regime Normal.
• OBS: Para casos onde a empresa for Regime Normal, preencher também o campo
Regime de Incidência conforme o regime da empresa.
Quando informado também a opção Regime Normal, se faz obrigatório a aba EFD
PIS/COFINS, onde o preenchimento dos campos é de acordo com o informado pela
contabilidade.

• Razão Social: Inserir a Razão Social da empresa.


• Fantasia: Inserir a fantasia.
• PTL: 1 “Pontos totais local”
• Tipo loja Dia: 1 “Valido apenas para lojas Dia%”

18
• UF.
• Município.
• Bairro.
• Número.
• Endereço.
• CEP.
• Fone.
• Layout : selecione a opção Detalhado.

Veja a imagem abaixo de uma empresa devidamente cadastrada:

6. Clicar em Confirmar F3 ou pressionar o F3, o CFG vai fechar a tela, mas ainda vai estar
em execução no Gerenciador de Tarefas. Abra o gerenciador de tarefas e finalize o
processo do CFG.

19
7. E após clicar no ícone do CFG e abrir o mesmo novamente e ele vai ficar na tela de login
aguardando login e senha.

8. O usuário e senha padrão para teste é usuário: CLIENTE e senha: 1234 e clique em
confirmar ou pressione F3. Será exibido uma nova tela de licenciamento do modulo.

Esta tela será apresentada todo mês para os clientes, com a finalidade de validar se o CNPJ está
cadastrado na base da KCMS ou não.

9. Clicar no botão Vermelho Liberação Online, e caso tenha conexão com Internet, vai
gerar um número na caixa onde está piscando o cursor. Caso não tenha acesso a
Internet, você deve efetuar contato por telefone na KCMS para que você nos passe seu
CNPJ e o número que está sendo apresentado.

20
10. Clicar no botão Verde Realizar Verificação. E o sistema irá validar se o número gerado
é valido.

11. Se Tudo estiver OK, você receberá a seguinte mensagem em sua tela. Clicar em OK:

12. E assim o módulo CFG irá abrir em sua tela.

13. Minimize o CFG.

Conclusão: Agora o sistema KCMS está instalado em seu Micro! Para que possamos mais tarde
abrir o sistema de vendas e já deixar tudo funcionando, veja em como instalar o módulo KCMS
STV, que é de muita importância para o funcionamento do PDV que veremos mais abaixo. Veja
o tópico 2.4.1 Configurar o processador de vendas

21
2.4 Configuração inicial do Solus
Objetivo: Efetuar a configuração dos aplicativos que ficam responsáveis de integraro sistema
por completo.

2.4.1 Configurar o processador de vendas


1. Abrir a pasta KCMS SOLUS da área de trabalho.
2. Dentre vários ícones que temos nesta pasta, de um duplo clique no ícone KCMS STV.

3. Você verá que será carregado um ícone de uma bolinha vermelha próximo do relógio

• Bolinha vermelha: sem conexão ao banco de dados.


• Bolinha amarela: processando as vendas.
• Bolinha verde: aguardando vendas para processar.
4. Nesta tela que surgiu, clicar na aba Configurar.
5. Agora, no campo Tempo entre ciclos(seg) digite na caixa ao lado o valor de 180.E no
campo Delay de processamento digite 40.
6. No campo Caminho da pasta Servidor digite D:\DADOS\SERVERFILES e veja se sua tela
está semelhante a esta imagem abaixo:

22
7. Clicar em Confirmar.
8. Clicar no menu ao lado chamado Conectar.
9. Será solicitado um usuário e uma senha, insira em usuário: CLIENTE e na senha: 1234 e
clicar em Confirmar ou pressionar F3. Veja que o STV já irá iniciar um contador.
10. Minimize o STV, pois agora ele está pronto e com status Verde para pegar as vendas
que o PDV fará posteriormente, e dar a baixa no banco de dados, para baixar estoque,
Gerar financeiro, etc..

Pronto! Desta forma, o ERP da KCMS já está instalado com êxito, toda instalação de uma
máquina servidor, deverá passar por estes passos. Abaixo veremos em como configurar o
sistema, para que possa rodar o PDV integrado ao ERP.

Veja agora o passo de configuração do emissor fiscal (necessário para que possamos abrir o
PDV) no tópico 2.4.2 Configuração de emissor de cupom fiscal.

2.4.2 Configuração de emissor de cupom fiscal


A configuração do cupom fiscal, e realizada de acordo com o projeto. Veja abaixo qual o seu
projeto da sua Instalação se adequa.

• Sat Fiscal – Quando se possui o aparelho fiscal para instalar. – Veja o tópico 2.4.2.1
SAT fiscal
• NFC-e – Utilizado quando na instalação, se possui o serviço de NFC-e adquirido com a
SEFAZ – veja o tópico 2.4.2.2 NFC-e
• ECF – Utilizado quando na instalação, será uma impressora fiscal o equipamento a ser
instalado – Veja tópico 2.4.2.3 ECF

2.4.2.1 SAT Fiscal


Objetivo: Ensinar em como ativar e vincular um SAT no sistema KCMS.

23
IMPORTANTE
O processo abaixo é utilizado para SATs novos ou que não estão vinculados a outro software
house. Pois caso esteja instalando um SAT que já estava vinculado a outra empresa, será
necessário fazer o desvinculo do SAT primeiro, para depois realizar os passos abaixo.

Após ter ativado o SAT ao CNPJ da KCMS como Software house, execute os seguintes passos:

1. Abrir a pasta KCMS SOLUS da área de trabalho


2. Dar um duplo clique no módulo CFG
3. Clicar em PDV Geral.
4. Clicar na aba Doc-e.
5. No campo tipo de extrato, deixar Completo, para que no cupom Fiscal quando
impresso, saia além do total da venda, seus itens.
6. Clicar no botão Gerar, para que o sistema gere a chave no campo Assinatura AC para
que você consiga ativar o SAT no aplicativo do fabricante.
7. Após ter realizado a ativação, clicar no menu Cadastros > SAT.

8. Clicar no botão Inserir.


9. No campo Marca, insira a marca do seu aparelho (ex: Daruma, Elgin, Bematech, etc..).
10. Clicar no campo modelo, e escrever o modelo do aparelho( Ex: Linker II, Linker I).
11. No campo código de ativação, insira o código utilizado no momento da ativação.
12. No campo número de serie, insira o número de série sem os números após o traço( ex:
000282578-39 deve ficar 000282578.)
13. Clicar em Confirmar e o Sat estará cadastrado no sistema.

Pronto! Desta maneira o SAT já está inserido no sistema. Agora é necessário cadastrar o PDV,
para assim vincular o emulador cadastrado para que seja possível abrir o PDV. Veja o tópico 3
– Configuração do PDV – Venda direta.

2.4.2.2 NFC-E
Objetivo: Efetuar a configuração da NFC-e no sistema KCMS, para posteriormente abrir o
sistema de caixa PDV.

IMPORTANTE
Para que seja efetuado está configuração, o técnico deve ter em mãos o Certificado Digital
do cliente e a senha do mesmo, e também o ID e Código de Segurança do Contribuinte que
vem no protocolo, quando o Escritório Contabil adquire o serviço perante a SEFAZ.

1. Abrir o módulo KCMS CFG clicando com o botão direito do Windows, para acessar
como administrador.

24
2. Abrir o CFG, acessar [F4]Geral na aba Caminhos, e inserir o caminho da pasta NFCe,
onde o nosso padrão é 'D:\Dados\NFCe'

Essa pasta criada, e inserida no CFG, veja que ela está vazia.

3. Clicar no botão Configurar arquivos NFCe que está ao lado do caminho que foi
inserido no CFG, e ele irá criar automaticamente todos os arquivos dentro da pasta
que criamos. Ao clicar, aguarde a mensagem NFCe concluída com êxito. Depois clique
em Ok e logo mais abaixo em Confirmar.
4. Minimizar o CFG.
5. Acessar a pasta D:\DADOS\NFCe e de um duplo clique no ícone winhttpcertcfg.msi
para instalar o serviço.

25
6. Clicar em Next para iniciar a instalação do serviço.
7. Marcar a bolinha “I accept the terms in the license agreement” e clicar em Next.
8. Clicar em Install Now.
9. Aguardar a instalação ser concluída.
10. Ao final clicar em Finish.
11. Voltar no CFG e acesse o menu [F8] PDV Geral na aba DOC-e e preenchemos os
seguintes campos:
a. Tipo de Contingencia: Deixe a opção Offline.
b. ID: este número está no protocolo gerado quando o escritório adquiriu o
serviço.
c. Código de Segurança Contribuinte: este número está no protocolo gerado
quando o escritório adquiriu o serviço.
d. Caminho do certificado digital: Quando o escritório envia o protocolo, ele
deve enviar também o certificado digital e a senha. Deixe o arquivo do
certificado digital no caminho “C:\DADOS\CERTIFICADOCLIENTE.PFX” e insira
este caminho no CFG.
e. Senha certificado digital: Insira a senha do certificado digital e depois clique
em Instalar.
f. Impressão DANFE: Selecione a opção Completo.

Veja abaixo uma imagem exemplo, demonstrando os campos preenchidos acima:

26
12. Clicar no botão Confirmar F3.

Pronto! Desta maneira o serviço de NFC-e já está configurado no Servidor, agora é necessário
cadastrar o PDV, para assim vincular a NFCe cadastrado a ele para que seja possível abrir o
PDV. Veja o tópico 3 – Configuração do PDV – Venda direta.

2.4.2.3 ECF
Objetivo: Instalar uma ECF no PC e configurar no sistema KCMS.

1. Certifique-se de deixar sua ECF ligada, com papel e com o cabo de comunicação
plugado ao computador.

Os fabricantes das ECFs disponibilizam aplicativos, que são capazes de identificar qual
a porta que ECF está se comunicando, descubra através destes aplicativos( EX: GAd da
Daruma, Bematool da bematech, Gera1704 da Elgin, etc..).

2. Clicar na opção Cadastros > ECF.


3. Clicar no botão Inserir
4. Segue os campos que devem ser preenchidos.
• Número do ECF : Localizado na parte traseira da impressora, na lata dela.
• Marca: Qual a fabricante da ECF ( Daruma, Elgin, Epson,etc..)
• Modelo: Modelo da ECF que também fica na lata ( ex: FS 700 para daruma,
4100 para bematech, etc..)
• Nr Série: Numero que se encontra na lata da ECF também( ex:
DR89789700000000000145).
5. Segue uma imagem de exemplo de uma configuração e uma Daruma:

27
6. Clicar em Confirmar.
7. Fechar a tela de Consulta avançada – ECF.

Pronto! Agora é necessário cadastrar o PDV, para assim vincular o ECF cadastrado a ele para
que seja possível abrir o PDV. Veja o tópico 3 – Configuração do PDV – Venda direta.

3 Configuração PDV - Venda Direta


Objetivo: Iremos inserir aqui a quantidade de PDVs que a empresa irá possuir, informar se terá
impressora, Sat, NFC-e, emulador, etc.. como também cadastrar operador de caixa, produto, e
ao final efetuar vendas no PDV.

3.1 Configuração do PDV


3.1.1 Aba Geral
Objetivo: Definir padronização da aba geral para o funcionamento correto do PDV.

1. Acessar o módulo KCMS CFG e clicar no menu [F7] PDV.

2. Clicar no botão Inserir F2, e verá a seguinte tela:

28
Segue o significado dos campos:

• Código do PDV: Número do PDV ( Ex: 1,2,3,4...)


• PDV Loja: Número da loja que o PDV irá conectar, sempre número 1.
• Tempo de Espera: Tempo em segundos, que caso o PDV não tenha nenhuma ação do
teclado, as imagens ficam passando como uma proteção de tela. Recomendável 300
segundos.
• Valor Max item venda: Valor máximo que um único item pode ser vendido no caixa
(recomendado 9999,99)
• Diretório de imagem: local onde o PDV irá buscar as imagens para mostrar no caixa,
geralmente o logo da empresa do cliente (recomendado diretório C:\DADOS\IMG)
• Origem do PDV: Campo utilizado quando ocorre impressão múltipla, pra definir de
onde está saindo a impressão (não preencha nada)
• Descrição do PDV: Nome do PDV (recomendado PDV01, PDV02,....)
• Letreiro de Espera: Quando o PDV ativar a proteção de tela, o que for escrito neste
campo, será apresentado na proteção de tela também (recomendado ** KCMS
AUTOMACAO ** ** Nome Fantasia da empresa do cliente **, deixamos o asterisco
para separar o nome KCMS da empresa do cliente)
• Emite total fecha Dual: Se marcado, o PDV quando fizer o fechamento de caixa, irá
imprimir a lista dos itens que foram vendidos.(recomendado marcar)
• Permite alterar o PDV: Se marcado, é possível de alterar o PDV do Modo Fiscal para o
Modo Treinamento (recomendado marcar).
• Imprimir Lista Localmente(opcional): marcar apenas se for trabalhar com comanda,
serve para imprimir a conta na impressora do PDV.
• Instalado: Para informar que este PDV(recomendado marcar).

Sendo assim, faça estes passos:

3. Clicar no campo Código PDV e inserir o número 1.


4. Clicar no campo PDV Loja e inserir o número 1.
5. Clicar no campo Tempo de Espera e inserir o número 300.
6. Clicar no campo Valor max item Venda e inserir o número 9999,99
7. Clicar no campo Diretório de Imagem e digitar em maiúsculo C:\DADOS\IMG
8. Clicar no campo Descrição do PDV e inserir o nome em maiúsculo PDV01.
9. Clicar no campo Letreiro de espera e inserir: ** KCMS AUTOMACAO ** ** Nome
Fantasia da empresa do cliente **
10. Deixar marcado a caixa
• Emite Total Fecha Dual
• Permite alterar PDV
• Instalado
• Imprimir Lista Localmente.

Veja se sua tela está igual a tela abaixo:

29
Pronto! Agora veja abaixo o tópico 3.1.2 Aba Impressoras, para continuar a Configuração do
PDV.

3.1.2 Aba Impressoras


Objetivo: Demonstrar como deve ser feita a configuração das impressoras que o PDV irá
operar, dependendo do seu emissor de cupom fiscal.

IMPORTANTE:
Aqui a configuração muda, de acordo com os equipamentos que sua instalação terá. Veja
qual o seu cenário para descobrir qual tópico deve visualizar

• PDV com Impressora Dual: Este cenário é quando a instalação possui a impressora
Dual para imprimir, para trabalhar com SAT ou NFCe. Caso for este o cenário da sua
instalação, Veja o tópico 3.1.2.1 PDV com impressora Dual.
• PDV com ECF – Este cenário é quando a instalação terá a impressora fiscal (ECF) para
emitir o cupom fiscal. Caso for este o cenário da sua instalação, Veja o tópico 3.1.2.2
PDV com ECF.

3.1.2.1 PDV com impressora dual


1. Clicar na aba Impressoras.

Será apresentado esta tela:

30
Segue o significado dos campos do lado esquerdo do quadrante Dual:

• Instalar Impressão Dual: Marcar esta caixa quando o PDV for operar com uma
impressora não fiscal.
• Porta Impressão: Campo para informar em qual porta a impressora está conectada,
podendo ser serial ( COM1,COM2,COM3...), ou também em alguns casos como Elgin
por exemplo, instala a impressora no Windows, e pega o nome da impressora do
Windows e insere neste campo.
• Driver Impressão: Driver para trabalhar com a impressora, sempre de acordo com a
marca e modelo da impressora que está sendo instalada (EX: Elgin I9,Elgin I7,Bematech
MP4000,etc..)
• Número de linha Esp: Quantidade de linhas espaçadas para ter o próximo cupom.
(recomendado para ELGIN I9 o valor 8).
• Tipo de etiqueta: Preencha este campo com valor 1.(campo sem uso atualmente, será
removido em próximas versões).
• Cod Acionamento gaveta: Campo destinado para acionar a abertura da gaveta, caso a
mesma esteja plugado no PDV, podendo ser 0 ou 1, dependendo da marca da gaveta.
• Qtde avanço linhas [itens]: Preencha este campo com valor 1.(campo sem uso
atualmente, será removido em próximas versões).
• Tempo de Impressão: Preencha este campo com valor 0.(campo sem uso atualmente,
será removido em próximas versões).

Sendo assim, faça estes passos:

2. Marque a caixa Instalar Impressão Dual


3. Clicar em Porta Impressão, e colocar a porta serial na qual sua impressora está
plugada, ou a porta virtual que a impressora criou no Windows, ou o nome da
impressora criada no Windows.
4. Selecionar em Driver Impressão, o driver correspondente a sua impressora(Daruma,
Bematech, Sweda, ELGIN,etc..).
5. Clicar Número de linha Esp e digite 5, pois aqui também não há um valor fixo, devido
cada marca e modelo se comportar de uma maneira, recomendamos 5 e quando for
imprimir o cupom no PDV, caso o final do cupom esteja saindo cortado, ou abaixo da
serrilha, aumente o valor.
6. Selecionar em tipo de etiqueta o número 1.
7. Clicar no campo Cod Acionamento Gaveta e colocar o número 1.
8. Clicar no campo Qtde avanço linhas e colocar o número 1.
9. Clicar no campo Tempo de Impressão e colocar o numero 0.

Sua tela deve ficar semelhante a esta, veja a imagem do lado:

31
Repare que neste exemplo do manual, está sendo aplicado uma configuração de
Impressora Dual ELGIN I9 USB, onde foi copiado o nome da impressora no Windows, e
inserido em Porta Impressão do CFG.

Pronto! Agora que a impressora está configurada veja o tópico 3.1.3 Outros periféricos
para continuar o cadastro do PDV.

3.1.2.2 PDV com ECF


1. Clicar na aba Impressoras.

Será apresentado esta tela:

Segue o significado dos campos do lado esquerdo do quadrante Fiscal:

• Instalar Impressão: Clicar quando se deseja operar o PDV com ECF.


• Porta Impressão: Informar em qual porta a impressora está conectada (
COM1,COM2,COM3, USB,etc..)
• Driver Impressão: Driver para trabalhar com a ECF, sempre de acordo com a marca e
modelo (EX: Bematech 2100,Sweda ST 120, etc..)
• Arq. Sintegra: informar por qual maneira, será feito a extração do arquivo CAT52
(Nota fiscal Paulista). (recomendado deixar Gerar pelo sistema).

32
• Ordem Resumo Venda: Campo destinado para dizer qual a ordem do relatório de itens
na hora da impressão após o fechamento de caixa. (recomendado deixar Por código)
• ECF: Aqui você irá vincular o código do ECF que o CFG gerou, conforme vimos no
tópico ECF ( basta digitar o código na caixa de texto e pressionar ENTER, ou clicar na
Lupa, deixar o símbolo de percentual no campo critério, e clicar em consultar. Assim
irá trazer os registros cadastrados e basta dar dois cliques na ECF cadastrada).

Sendo assim, faça estes passos:

2. Marque a caixa Instalar Impressão


3. Clicar em porta Impressão , e colocar a porta serial na qual sua impressora está
plugada, ou a porta virtual que a impressora criou no Windows.
4. Selecionar em Driver Impressão, o driver correspondente a sua impressora(Daruma,
Bematech, Sweda, ELGIN,etc..)
5. Selecionar em Arq Sintegra a opção Gerar pelo sistema, assim após toda redução Z
emitida, será gerado o arquivo do CAT52 ( Nota Fiscal Paulista).
6. Selecionar em Ordem Resumo de Venda a opção Descrição.
7. Clicar na Lupa ECF, e na janela a seguir que será apresentada, clicar no campo critério
e ali escrever o símbolo de % e clicar no botão Consultar, assim que aparecer o
registro, de um duplo clique no mesmo para inserir a impressora no PDV.

Sua tela deve ficar semelhante a esta:

Pronto! ECF vinculada ao PDV!Agora veja o tópico 3.1.3 Outros periféricos para continuar o
cadastro do PDV.

3.1.3 Aba Outros Periféricos


Objetivo: Apresentar em como configura o teclado para trabalhar com o PDV.

1. Clicar na aba Outros Periféricos

33
2. Clicar no campo Nome teclado e digite: PCAT.

Pronto! Teclado configurado! Agora veja o tópico 3.1.4 PDV Solus Cloud para finalizar o
cadastro do PDV.

3.1.4 Aba PDV Solus Cloud


Objetivo: Aprenda em como configurar velocidade da impressora fiscal, configurar o SAT ou
simulador de SAT, velocidade impressora Dual ou NFC-e.

IMPORTANTE:
Aqui a configuração muda, de acordo com os equipamentos que sua instalação terá. Veja
qual o seu cenário para descobrir qual tópico deve visualizar

• PDV com SAT Fiscal Este cenário é quando a instalação possui a impressora Dual para
imprimir e também o SAT para gerar o cupom fiscal. Caso for este o cenário da sua
instalação, Veja o tópico 3.1.4.1 PDV com SAT Fiscal.

34
• PDV com ECF- Este cenário é quando a instalação terá a impressora fiscal (ECF) para
emitir o cupom fiscal. Caso for este o cenário da sua instalação, Veja o tópico 3.1.4.2
PDV com ECF

• PDV com NFCe – Este cenário é quando a instalação possui a impressora Dual para
imprimir e o serviço de NFCe. Caso for este o cenário da sua instalação, Veja o tópico
3.1.4.3 PDV com NFCe

3.1.4.1 PDV com SAT Fiscal.


1. Clicar na aba PDV Solus Cloud:

2. Clicar no Campo Impressora Dual, Velocidade e deixar com o mesmo valor da


velocidade da sua Impressora não fiscal. Neste exemplo do manual iremos deixar o valor
115200.

3. Marcar a caixa SAT.


4. No campo ID clicar no ícone da Lupa, e na janela de consulta avançada que irá aparecer,
deixar o símbolo de % (porcentagem) e clicar em Consultar. Será apresentado o SAT que
foi cadastrado no tópico X, de um clique para seleciona-lo e clique em Confirmar F3.

35
1. Clicar no botão Confirmar F3 e o sistema trará a tela do cadastro do seu PDV, com o
resultado do seu PDV cadastrado com sucesso:

Pronto! PDV cadastrado com sucesso! Veja agora o tópico 3.1.5 Formas de pagamento, para
configurar as formas de pagamento que o PDV irá utilizar.

3.1.4.2 PDV com ECF.


1. Clicar na aba PDV Solus Cloud:

36
2. Clicar na caixa Gerar arquivo automático e assim o sistema ao emitir a Redução Z, irá
gerar o arquivo CAT52 (Nota fiscal Paulista) automático.
3. Clicar no Campo Impressora Fiscal, Velocidade e deixar com o mesmo valor da
velocidade da sua ECF. Neste exemplo do manual iremos deixar o valor 115200.

Sua tela deve ficar semelhante a esta:

4. Clicar no botão Confirmar F3 e o sistema trará a tela do cadastro do seu PDV.

Pronto! PDV cadastrado com sucesso! Veja agora o tópico 3.1.5 Formas de pagamento, para
configurar as formas de pagamento que o PDV irá utilizar.

3.1.4.3 PDV com NFC-e


1. Clicar na aba PDV Solus Cloud:

37
2. Clicar no Campo Impressora Dual, Velocidade e deixar com o mesmo valor da
velocidade da sua Impressora não fiscal. Neste exemplo do manual iremos deixar o valor
115200.

3. Marcar a caixa Usa NFCe.


4. Selecionar no campo Ambiente a opção Produção.

5. Clicar no botão Confirmar F3 e o sistema trará a tela do cadastro do seu PDV, com o
resultado do seu PDV cadastrado com sucesso.

38
Pronto! PDV cadastrado com sucesso!Veja agora o tópico 3.1.5 Formas de pagamento, para
configurar as formas de pagamento que o PDV irá utilizar.

3.1.5 Formas de pagamento


Objetivo: Configurar as formas de pagamento que serão utilizadas no PDV.

1. Abrir a pasta KCMS SOLUS que se encontra na área de trabalho


2. Dar um duplo clique no ícone KCMS SGF e aguardar ele carregar o módulo devido ser a
primeira vez.
3. Inserir o usuário CLIENTE e a senha 1234
4. Clicar no menu Cadastro > Formas de pagamento.

5. Na janela a seguir, deixe no campo critério o símbolo de %, e clique em Consultar,


assim o financeiro irá lhe trazer todas as formas de pagamento, mas neste caso iremos
Configurar apenas a forma Dinheiro e Cartão.
6. De um duplo clique na forma de pagamento Dinheiro.
7. Selecione no campo Plano de contas do grupo “ Parametros do PDV” e deixe a opção “
Receitas provenientes de vendas para cliente”.
8. Logo abaixo, clicar no campo Centro de custo e selecionar Empresa.
9. Realize o passo 6 e 7 no grupo Parâmetros de Pedidos Delivery.
10. Nas caixas abaixo, marque a opção “ Permite troco” e veja se sua tela está semelhante
a esta da imagem abaixo:

39
11. Clicar no botão Confirmar F3.
12. Agora clicar no botão Consultar.
13. De um duplo clique na forma de pagamento Cartão.
14. Realize o passo 7,8 e 9.
15. Marque a caixa “Move Fechamento caixa“.

Veja se sua tela está semelhante a está imagem abaixo:

16. Clique na aba Condições que está no topo desta janela ao lado de geral.
17. Clique no botão Adicionar.

40
18. Deixe o símbolo de % no campo critério e clique em Consultar, nas opções que serão
apresentadas, de dois cliques na condição chamada “ A VISTA”.
19. Assim, o sistema vinculou a condição de pagamento a forma de pagamento cartão,
agora clique em Confirmar.
20. Feche a janela Cadastro forma de pagamento, em seguida feche o SGF.

Pronto! Agora falta apenas o operador e o produto, veja os passos para cadastrar um operador
de caixa no PDV no tópico 3.1.6 Operadores de caixa

3.1.6 Operadores de caixa


Objetivo: Apresentar como se cadastra um operador de caixa para conseguir abrir o sistema
PDV.

1. Abrir a pasta KCMS SOLUS na área de trabalho.

2. Dar um duplo clique no ícone KCMS SGU, e aguarde ele copiar os arquivos devido ser a
primeira vez.
3. Inserir no campo usuário o nome CLIENTE e no campo senha 1234 e clicar em
Confirmar, e verá a tela do SGU aberta em seu micro.

41
4. Clicar no menu Cadastro > Operadores.

5. Inserir no campo Critério o símbolo de %(porcentagem) e clicar em Consultar, e no


registro que aparecer, dar um duplo clique para abrir o cadastro do operador que o
sistema já traz por padrão.

6. Será apresentado a tela do cadastro do Operador 1 com algumas permissões marcadas


e outras desmarcadas.

42
7. Clicar no campo senha e inserir o número 1, e clicar no campo confirma e inserir o
número 1, e deixar marcado todas as caixas exceto a caixa Inativo para que este
operador tenha acesso a tudo, conforme imagem abaixo:

8. Clicar no botão Confirmar F3.


9. Fechar a tela de cadastro de operador, e fechar também o SGU.

Pronto! Futuramente iremos utilizar o código e a senha para abrir o caixa, onde neste caso
nosso código é 1 e a senha também é 1.

Veja agora no tópico 3.2 Instalação do PDV, em como instalar o PDV no sistema para abrir e
começar as vendas.

3.2 Instalação do PDV


3.2.1 Instalação
Objetivo: Ensinar em como instalar o PDV, para que depois possamos realizar testes de venda.

1. Abrir a unidade D: logo em seguida de dois cliques na pasta Updates para encontrar o
setup do PDV.

43
2. Dar um duplo clique no ícone do setup do PDV chamado
PDV_Setup_X_XX_XX_XXX.kcmsi (OBS: o número da versão substitui os X).

3. Marcar a caixa Aceito os termos descritos acima e clicar em Avançar

44
4. Clicar em Avançar novamente.
5. Clicar em Avançar mais uma vez.
6. Aguarde o sistema carregar todos os arquivos necessários.

7. Ao final , o setup do PDV irá informar a mensagem que “A solução Solus PDV foi
instalado com êxito“. Após isto, clicar em Avançar.

8. O sistema apresentará uma tela com as opções chamadas:


• Criar Atalho PDV.exe : Para que seja criado um ícone na área de trabalho.
• Iniciar PDVConfig.exe: Para que o sistema abra o configurador do PDV.
• Executar o PDV ao iniciar o Windows: Para que toda vez ao ligar o PC, o PDV
seja iniciado automático.
9. Deixar marcado apenas Criar atalho PDV.exe e Iniciar PDVConfig.exe. e clicar em
Fechar

45
3.2.2 Configuração
1. O configurador do PDV irá trazer dados de qual o caminho do banco de dados local
que ele irá conectar, e também qual banco de dados do Servidor. Clicar no botão
Salvar, pois neste caso é um PDV/SERVIDOR.

2. Será apresentado a mensagem: Arquivo gerado com sucesso! Clique em OK.

Pronto! Desta forma, o seu PDV já está instalado com êxito, agora basta cadastrar um produto
e efetuar testes de venda. Veja o tópico 3.3 Cadastro de Produto

46
3.3 Cadastro de Produto
3.3.1 Gênero, Grupo
Objetivo: Aprender em como cadastrar um Gênero e grupo, campos fundamentais para o
cadastro de um item no sistema.

1. Na área de trabalho, abra a pasta KCMS Solus e de dois cliques no módulo KCMS SGM

2. Na tela a seguir, insira no campo usuário o nome CLIENTE e no campo senha insira
1234 e clique no botão Confirmar F3.

3. Acessar o menu Cadastro > Produtos > Gênero.

4. Na tela a seguir, clicar no botão Inserir F2 no canto superior direito ou teclar F2.
5. No campo Descrição informar o nome do Gênero e clicar em Confirmar F3 ou
pressionar a tecla F3.

47
Pronto! Se sua tela está semelhante da imagem acima, seu gênero foi cadastrado com
sucesso! Veja agora em como cadastrar um Grupo.

1. Acessar o menu Cadastro >Produtos > Grupo.

2. Na tela a seguir, clicar no botão Inserir F2 no canto superior direito ou teclar F2.
3. Note que o sistema fica aguardando que se insira o Gênero que este grupo pertence,
caso saiba o código do Gênero, digitar o código e pressionar Enter.

48
Ou
Caso desconheça o código, clicar no ícone da Lupa, e o sistema irá apresentar a tela de
Consulta Avançada de Gêneros, escrever o símbolo de % no campo Critério e clicar no
botão Consultar ou pressionar a tecla F7, Após ter feito este processo, o sistema lhe
trará a lista de Gêneros cadastrados ativos que o sistema possui, selecionar o Gênero
do qual seu Grupo irá pertencer e clicar no botão Confirmar, ou pressionar a tecla F3.

4. No campo Descrição informar o nome do seu Grupo e clicar em Confirmar F3 ou


pressione a tecla F3.

49
Pronto! Se sua tela está semelhante da imagem acima, seu grupo foi cadastrado com sucesso!
Veja agora em como cadastrar um produto no tópico 3.2.2 Geral

3.3.2 Geral
Objetivo: Como cadastrar um produto com o Gênero e Grupo cadastrado anteriormente.

1. Acessar o menu Cadastro > Produtos > Cadastro ou acessar o atalho [F4]Cadastro de
Produtos ou pressionar a tecla F4.

2. Clicar no botão Inserir F2.

50
3. Você irá ver a tela de cadastro de produto em branco. Deve-se Clicar no botão
Confirmar F3, para identificar os campos que deverão ser cadastrados.

Segue abaixo o significado de cada campo do cadastro

• Cod barra: Código que será digitado no PDV para vender o produto, podendo ser
inserido neste campo pelo próprio leitor, ou digitado manualmente.
• Descrição: Nome do Produto que será apresentado nos relatórios e consultas internas
do sistema.
• Descrição no PDV: Nome do produto que irá sair no PDV e no cupom fiscal.
• Gênero e Grupo: Categorias que o produto pertence, deve-se montar com muita
atenção pois irá auxiliar quando extrair relatórios para ajudar na gestão da empresa.
• CFOP de Compra: código numérico que identifica a natureza de circulação de uma
mercadoria ou a prestação de serviço de transportes relacionado a compra do seu
produto

51
• CFOP de Venda: código numérico que identifica a natureza de circulação de uma
mercadoria ou a prestação de serviço de transportes relacionado a venda do seu
produto
• NCM: Código de Nomenclatura, código que deve ser preenchido para que ao vender o
produto, o cliente esteja de acordo com a lei da transparência a lei que informa que
todo cupom fiscal, deve apresentar os totais de tributos pagos.
• CSOSN: O Código de Situação da Operação no Simples Nacional.
• Aliq Produto: alíquota que compete aos Estados e ao Distrito Federal instituir e cobrar
o tributo denominado ICMS, cada uma legislando de forma distinta voltado a Compra
do produto, essa alíquota vem na nota fiscal de compra.
• Aliq NF: aqui é a alíquota informada para a nota fiscal eletrônica
• Aliq ECF: Alíquota que irá sair no momento da venda do produto no emissor de cupom
fiscal.
• CST PIS Compra: código de compra do PIS, informação que vem na nota fiscal.
• CST COFINS Compra: código de compra do COFINS, informação que vem na nota fiscal.
• CST PIS Venda: Código de venda do PIS, informado pelo escritório contábil.
• CST COFINS Venda: Código de venda do COFINS, informado pelo escritório contábil.

Segue abaixo um cadastro teste realizado para testar o PDV.

4. Digitar 999 no campo cód barra.

5. Escrever no campo Descrição PRODUTO TESTE.

52
6. Pressionar ENTER para copiar os mesmos dados para campo Descrição no PDV.

7. Digitar o código 1 no campo Gênero e pressionar ENTER.

53
8. Digitar o código 1 no campo Grupo e pressionar ENTER

9. No campo Preço de venda, apague o valor 0.00 e digite 0.01

Desta maneira, os campos básicos que não dependem do conhecimento tributário, foram
preenchidos, veja abaixo no tópico 3.3.3 Tributação como continuar o cadastro do produto.

54
3.3.3 Tributação
Objetivo: demonstrar quais os campos preencher para que o produto seja cadastrado no
produto.

1. Clicar na aba Tributação

2. Digitar o código 5405 no campo CFOP de venda e pressionar ENTER

3. Digitar 1403 no campo CFOP de Compra e pressionar ENTER

55
4. No campo NCM digitar 22021000

5. Clicar na aba ICMS.


6. Digitar no campo CSOSN o número 42 e pressionar ENTER.

56
7. Digitar no campo Aliq Produto o número 7 e pressionar ENTER.

8. Digitar no campo Aliq NF o número 7 e pressionar ENTER.

57
9. Digitar no campo Aliq ECF o número 7 e pressionar ENTER.

Verá que automaticamente o sistema irá trazer a aba PIS/COFINS.

10. Digitar no campo CST de PIS Compra o número 33, e ele preenche CST de COFINS
Compra automático.

58
11. Digitar no campo CST de PIS Venda o número 33

12. Clicar no botão Confirmar F3.

Veja se a sua tela ficará similar a tela abaixo:

59
Pronto! Desta forma, seu item foi cadastrado com êxito, agora basta enviar as cargas ao PDV e
depois realizar um teste de venda.

Veja o tópico 3.4 Envio de carga para o PDV.

3.4 Envio de carga para o PDV


3.4.1 Parâmetros
Objetivo: Ensinar o significado da carga de parâmetros e como enviá-la ao PDV.

Carga de Parâmetros: É a primeira carga a ser enviada ao PDV, pois é ela quem manda ao
banco do PDV, informações como PDV terá leitor, balança, Sat, ECF ou NFCe, entre outros.

1. Certifique-se de que o seu STV e Concentrador esteja no canto inferior direito próximo
ao relógio do Windows. Caso não esteja, de dois cliques no ícone KCMS STV e no
Concentrador que está na área de trabalho. Sua tela deverá estar da seguinte forma:

2. Para enviar a carga de parâmetros, Acessar o módulo CFG.

3. Insira no campo usuário o nome CLIENTE e no campo senha escreva 1234.

60
4. O módulo irá abrir.
5. Clicar no ícone [F9] Gerar carga PDV.

6. Na janela a seguir, marque a caixa Carga de Parâmetros.

7. Marque também o número 1, que é correspondente ao número de PDVs cadastrados


ou a caixa Todos.

61
8. Clicar em Confirmar.

Será apresentado a mensagem: Carga de parâmetros gerada com sucesso! E agora deve-se
enviar a carga de dados, veja no tópico 3.4.2

3.4.2 Dados gerais


Objetivo: Ensinar o significado da carga de dados e como enviá-la ao PDV.

Carga de Dados: É a carga que vai informações como forma de pagamento, operador, cliente,
ou seja, dados adicionais para o funcionamento do PDV.

1. Clicar no ícone [F9] Gerar carga PDV.

2. Na janela a seguir, marque a caixa Carga de Dados. Deixar a data desta primeira carga
com o valor de 1900.

62
3. Marque também o número 1, que é correspondente ao número de PDVs cadastrados
ou a caixa Todos.
4. Clicar em Confirmar.

Será apresentado a mensagem: Carga de dados gerada com sucesso!

Clicar em OK e agora deve-se enviar a carga de produtos, veja no tópico 3.4.3 Produtos

3.4.3 Produtos
Objetivo: Ensinar o significado da carga de produtos e como enviá-la ao PDV.

Carga de Produtos: É a carga responsável por enviar os produtos novos e alterados ao PDV.

1. Clicar no ícone [F9] Gerar carga PDV.

63
2. Na janela a seguir, marque a caixa Carga de Produtos.

3. Marque também o número 1, que é correspondente ao número de PDVs cadastrados


ou a caixa Todos.
4. Clicar em Confirmar.

Será apresentado a mensagem: Carga de produtos geradas com sucesso, e assim todas as
cargas foram enviadas com êxito ao PDV.

Dica: A primeira carga, conforme o manual orienta, deve-se enviar um tipo de carga de cada vez,
1º Parâmetros, 2º Dados, 3º Produtos. Em alterações futuras, poderá marcar as três opções de
uma única vez e será enviado com sucesso ao PDV também.

1. Clique com o botão direito no ícone do concentrador próximo ao relógio para abrir.
2. Na aba processamento, clicar em Iniciar, para que ele colete sua carga e envie ao PDV.

Feche o CFG, pois deverá abrir o PDV para realizar testes de venda.

64
3.5 Teste do PDV
3.5.1 Iniciando a aplicação PDV.
Objetivo: Apresentar em como abrir o caixa e quais os requisitos, conforme o projeto.

1. Na área de trabalho, de um duplo clique no ícone KCMS PDV.

2. Aguardar o PDV carregar seus dados, os parâmetros enviados.

IMPORTANTE:
No primeiro carregamento do PDV, pode apresentar a mensagem “ Não foi possível carregar
o banco de dados local “ , caso ocorra pressione ESC e execute novamente.

Seu PDV está pronto para ser iniciado, Veja o tópico 3.5.2 Inserir Operador para efetuar a
abertura do caixa.

3.5.2 Inserir operador


Objetivo: Ensinar em como inserir Código de Operador e senha para que o sistema solicite o
valor de abertura da gaveta (troco).

1. Digitar o código 1 e pressionar ENTER para entrar como código de operador 1.


2. Digitar a senha 1 e pressionar ENTER para entrar com a senha do operador 1.

65
Veja que no topo do PDV, será apresentado qual o nome do Operador que entrou no PDV.

Pronto! Seu operador acaba de logar no PDV, veja o tópico 3.5.3 Abertura de caixa e
realize a abertura do caixa informando o valor inicial da gaveta (valor troco).

3.5.3 Abertura de caixa


Objetivo: Ensinar em como colocar o valor de abertura do sistema, utilizado muito como troco
inicial para começar as vendas do dia.

1. Digitar o valor de 100 reais e pressionar ENTER.(obs: o valor pode variar, pois cada
cliente informa o valor que quiser. Lembrando que não se faz necessário digitar 100,00
pois digitando 100 e pressionando ENTER, o sistema já irá jogar o valor de 100 reais,
utilizar a virgula em casos que houver número após a virgula, por exemplo 100,10,
100, 23 algo assim)

Pronto! Agora o PDV deixará uma tela, onde ele está aguardando passar o primeiro item para
começar a venda. Veja no tópico 3.5.4 Venda de Produto em como realizar uma venda de teste
no sistema.

66
3.5.4 Venda de produto
Objetivo: Ensinar em como passar o produto cadastrado no caixa, para finalizarmos no
Dinheiro e identificar se tudo correu bem.

1. Digitar o código 999 e pressionar ENTER.


2. Pressionar ENTER para não inserir o CPF na nota.

OBS: caso sua configuração for ECF, neste momento uma impressão já se inicia, pois ECF
conforme realiza a venda, começa a imprimir.

3. Após ter carregado o item na tela, pressionar a tecla D para finalizar a venda no
dinheiro.
4. Na tela de valor a pagar, pressionar ENTER
5. Na tela de valor recebido, pressionar ENTER.
6. Aguarde o sistema carregar e totalizar a venda.
7. Caso esteja aparecendo Caixa Livre – Pressione ENTER, pressione a tecla ENTER e
sistema voltará a tela inicial para iniciar mais vendas caso deseje.
8. Pressionar a tecla E de exit para sair do sistema do PDV
9. Digitar o código 1 no cod Operador.
10. Digitar a senha 1 na senha do Cod Operador.
11. E assim conseguirá sair do sistema do PDV.

4 Configuração PDV - Comanda


4.1 Configuração do PDV
4.1.1 Aba Comanda
Objetivo: Configurar o PDV para que o mesmo tenha recursos voltado a comanda, utilizado
muito em bares, restaurantes e lanchonetes.

1. Clicar no ícone CFG que está minimizado.


2. Clicar no menu [F7] PDV.
3. Deixar o símbolo e % no campo critério, clicar em consultar, e aparecerá um registro,
de dois cliques neste registro para altera-lo.
4. Clicar na aba Comanda

Teremos vários campos para marcar, segue abaixo o significado de cada campo que necessita
marcar:

• Habilita Comanda – Para que seja habilitado o menu de Comanda com opções de
gerar, fechar, consultar, entre outros.
• Alterar Status Comanda – Esta caixa deve ser marcada, para que o histórico das
comandas sejam apresentadas em alguns relatórios.
• Alterar Status Comanda Auxiliar – Não precisa marcar, campo será removida
• Gerar comanda – Marque está caixa para que o seu PDV possa abrir comandas e
inserir itens dentro dela.

67
• Fechar comanda – Função para fechar/encerrar a comanda, geralmente quando o
cliente vai embora e vai pagar sua comanda.
• Transferir comanda – utilizado quando se deseja transferir alguns itens de uma
comanda para a outra.
• Consultar Comanda – Consultar quais comandas estão ocupadas e seus totais.
• Cancelar comanda – Cancela tudo que está dentro daquela comanda.
• Emitir comanda – função especifica para que o cliente consiga emitir a lista.
• Pede Número de Pessoas – Ao emitir a lista, o sistema sugere que insira o número de
pessoas, e ele faz a divisão total da comanda, pelo número de pessoas.
• Imprimir remotamente – função para que quando entrar na comanda, lançar o item e
sair, o sistema mande para a impressora do setor.
• Fechar PDV Comanda aberta – Permite que o PDV seja feito seu fechamento, mesmo
com comandas que não foram encerradas.
• Consultar Mapa de Mesas – Permite consultar todas as comandas, incluindo
disponíveis e ocupadas.
• Indicadores no Mapa de mesa - apresentar quais comandas estão ociosas, ocupadas,
em cobrança (que já emitiu a lista).
• Permite fechar comanda sem itens. – Permite que a comanda seja fechada/encerrada,
mesmo ela não tendo itens.

Verifique se ao final, sua tela está semelhante a esta:

5. Fechar a janela Consulta avançada – PDV.

Agora, veja o tópico 4.2 Criação de comandas, para informar ao sistema quantas comandas
haverão no estabelecimento.

4.2 Criação de comandas


Objetivo: Ensinar em como gerar comandas para que possamos após a carga , utilizar o PDV
para trabalhar com comandas.

68
1. Clicar no menu Comandas > Gerar comanda do módulo CFG.
2. Com a tela do menu aberta, clicar no campo Até e ali digite o número 100.
3. Clicar no botão Gerar, e assim o sistema irá carregar uma barra na parte inferior da
janela, e irá criar as 100 comandas para utilizar.
4. Clicar no botão Sair para fechar a tela de Gerar Comanda.

Agora veja o tópico 4.3 Envio de carga para o PDV para enviar as mudanças ao PDV.

4.3 Envio de carga para o PDV


Objetivo: Enviar a carga de Parâmetros e dados ao PDV para que o mesmo comece a trabalhar
com comanda.

1. Clicar no ícone [F9] Gerar carga PDV.

2. Na janela a seguir, marque a caixa Carga de dados e depois o PDV 1, que é quem irá
receber a carga e clique em Confirmar F3.

3. Será apresentado a mensagem: Carga de dados geradas com sucesso. Agora clique em
OK e feche o CFG.

Agora visualize o tópico 4.4 Teste do PDV c/ Comanda para efetuar os testes no PDV para
visualizar as funcionalidades de comanda.

4.4 Teste do PDV c/ Comanda


4.4.1 Abertura do PDV
1. Inicie novamente a aplicação do PDV conforme vimos no tópico 3.5.1 Iniciando a
aplicação PDV
2. Agora ao abrir o PDV, ele não irá solicitar o valor de abertura novamente, pois será
apresentado a mensagem: “ O PDV foi encerrado com o caixa aberto pelo operador 1
– Operador1!

69
1. Pressione a tecla ESC.
2. Digite o código 1 e pressione ENTER
3. Digite a senha 1 e pressione ENTER

Pronto! Agora será apresentado o menu de comanda para Gerar, Fechar e os demais recursos.
Veja em como inserir itens na comanda no tópico 4.4.2 Gerar comanda

4.4.2 Gerar comanda


Objetivo: Ensinar em como gerar a comanda, inserindo os itens na comanda conforme pedido
do cliente.

1. Na tela do Menu de Comanda, digite a opção 1 – Gerar e pressione ENTER.


2. Na tela a seguir, digite o número da comanda, insira o número 3 e pressione ENTER.
3. Na tela a seguir, o sistema está aguardando digitar um produto para começar a vender
na comanda. Digite o código 999 e pressione ENTER.
4. Pressione a tecla ESC o PDV irá guardar a informação dentro da comanda.
5. Digite o código 2 – fechar e pressione a tecla ENTER.
6. Digite o número de qual comanda deseja fechar, neste exemplo digite o código 3 e
pressione ENTER.
7. Veja que a comanda começa a se transformar em uma venda, onde o sistema
questiona se deseja CPF na nota ou não. Pressione ENTER.
8. Agora pressione a tecla D e pressione ENTER duas vezes seguidas e a venda será
concluída.
9. Pressione a tecla ENTER.
10. Agora para sair do menu da tela de comandas, pressione a tecla ESC.
11. Pressione a tecla E de exit
12. Digite o código 1 e pressione ENTER
13. Digite a senha 1 e pressione ENTER.

Pronto! Agora o PDV está trabalhando também com comanda. Para mais detalhes sobre as
demais opções, veja os vídeos que preparamos sobre PDV com comanda neste link

70
4.4.3 Fechar comanda
Objetivo: Apresentar em como efetuar o fechamento de uma comanda.

1. Digite o código 2 – fechar e pressione a tecla ENTER.


2. Digite o número de qual comanda deseja fechar, neste exemplo digite o código 3 e
pressione ENTER.
3. Veja que a comanda começa a se transformar em uma venda, onde o sistema
questiona se deseja CPF na nota ou não. Pressione ENTER.
4. Agora pressione a tecla D e pressione ENTER duas vezes seguidas e a venda será
concluída.
5. Pressione a tecla ENTER.
6. Agora para sair do menu da tela de comandas, pressione a tecla ESC.
7. Pressione a tecla E de exit.
8. Digite o código 1 e pressione ENTER
9. Digite a senha 1 e pressione ENTER.

Pronto...assim saímos da aplicação do PDV.

Conclusão: Agora você possui uma máquina com o sistema KCMS funcionando tanto os
módulos gerenciais, quanto à frente de caixa (PDV).

Realize os cursos Operacionais (cadastro,venda,financeiro) da Universidade, e aprenda o que a


ferramenta instalada pode proporcionar.

71