Você está na página 1de 21

HUMANIVERSIDADE HOLÍSTICA

Diagnose pela Língua na


MTC

Avenida Ceci, 2262 – Planalto Paulista – São Paulo – SP – 04065-004


Telefones: 5055- 2800 - 5055-0880
Site: www.humaniversidade.com.br – E-mail: escolahumaniversidade@gmail.com

Humaniversidade formando você um dos mais dedicados e competentes terapeutas do planeta!


Sumário

Matéria: Páginas:

Anatomia da Língua 02

Inspeção da Língua 04

Pontos Importantes para a inspeção 04

Aspectos a serem observados 06

Língua – órgãos e vísceras 08

Imagens dos desarranjos através da observação da língua 09

Entendendo os conceitos 10

Os sentimentos - funções e desarmonias 11

Glossário 19

Referências bibliográficas __
20

Autoria 20

Humaniversidade Holística 1
Anatomia da Língua

A língua é um órgão formado por musculatura estriada esquelética que faz parte do sistema digestório. Ela
é revestida por uma membrana mucosa com uma estrutura que varia de acordo com a região.
Este órgão é essencial para o começo do processo de digestão, moldando e guiando o alimento, além
também, de estar relacionado ao sentido do paladar e da formação de fonemas da fala.

A língua é capaz de movimentar-se em praticamente qualquer direção, estender-se, contrair-se e


apresentar um excelente grau de articulação. Tal controle muscular nos permite manipular os alimentos e
falar. A capacidade do órgão de tomar uma série de formas vem de sua composição de músculo
esquelético intercalado com gordura. A língua e seus músculos são simétricos lateralmente: um septo
mediano divide o órgão em duas metades. A língua é formada de dois tipos de músculos: extrínseco e
intrínseco. Os músculos extrínsecos originam-se de outra parte do corpo e ligam-se à língua. Unem-se aos
ossos ao redor e ajudam o órgão a mover-se para cima e para baixo, de um lado a outro e para dentro e
para fora. Os músculos extrínsecos da língua terminam no "glosso", que significa "língua". O músculo
genioglosso abaixa a língua e a coloca para fora. O estiloglosso levanta a língua e a puxa para dentro. O
palatoglosso levanta sua parte posterior. E o hipoglosso abaixa as laterais da língua.

Apesar do ótimo grau de articulação da língua, os músculos extrínsecos também a mantêm bem presa no
lugar. Os músculos prendem-se à mandíbula, ou osso maxilar, ao osso hioide, a uma estrutura em forma
de U que apoia a língua e aos processos estiloides dos lobos temporais. Os processos estiloides
suspendem o osso hioide com os músculos e os ligamentos, tornando-o o único osso que não fica em
contato com outro.

Ao contrário dos músculos extrínsecos, os músculos intrínsecos originam-se dentro da língua. Eles
permitem que ela se estenda e contraia, mudando sua forma e tamanho. Os músculos intrínsecos da
língua, que incluem o longitudinal superior, o longitudinal inferior, o transverso e o vertical, são
especialmente importantes para a fala e para a deglutição do alimento.

A membrana mucosa cobre a massa de músculos e gordura da língua. A membrana de duas camadas
ajuda a impedir a entrada de micróbios e patógenos no sistema digestório e em outras cavidades do corpo
que ficam em contato com a parte externa. A camada epitelial da membrana mucosa secreta o muco que
ajuda a umedecer a boca e o alimento.

A superfície ventral deste órgão é lisa, enquanto que a superfície dorsal é irregular, recoberta anteriormente
por pequenas eminências denominadas papilas gustativas (estruturas especializadas que contêm as
células gustativas, capazes de detectar o sabor). A parte dorsal pode ser dividida em duas partes: a parte
oral (encontrada dentro da cavidade bucal) e a parte faríngea (terço posterior da língua). Estas duas partes
são divididas por uma região em formato de “V”. Posteriormente a esta região, a superfície lingual
apresenta saliências formadas, principalmente, por dois tipos de agregados linfoides e as tonsilas linguais.

Humaniversidade Holística 2
As papilas gustativas que compõe a língua são de quatro tipos e assumem diferentes funções:

 Papilas filiformes: possuem formato cônico alongado, são muito numerosas e estão espalhadas por
toda a superfície dorsal da língua. São ricas em queratina e possuem poucos botões gustativos.

 Papilas fungiformes: possuem formato semelhante à cogumelos, com uma base estreita e uma
porção superior mais dilatada e lisa. Estas papilas possuem poucos botões gustativos na sua parte
superior e estão espalhadas irregularmente entre as papilas filiformes.

 Papilas foliadas: nos humanos estas papilas são pouco desenvolvidas. Elas consistem em duas ou
mais rugas paralelas divididas por um sulco presente na superfície dorsolateral da língua, e contêm
muitos botões gustativos.

 Papilas circunvaladas: estas constituem de 7 a 12 estruturas circulares grandes, da qual a


superfície achatada se estende acima das outras papilas. Estão distribuídas na região do V lingual,
na parte posterior da língua. Cada uma das papilas circunvaladas são rodeadas por diversas
depressões onde glândulas serosas, as glândulas de von Ebner, secretam seu conteúdo em seu
interior. Este arranjo semelhante a um fosso possibilita um fluxo contínuo de líquido sobre um grande
número de botões gustativo presentes ao longo das superfícies laterais destas papilas, sendo que
este se faz importante na remoção de partículas de alimento presentes ao redor dos botões
gustativos. Isto é muito importante no mecanismo de processamento de novos estímulos por essas
estruturas. As glândulas de von Ebner também secretam uma lipase que provavelmente previne a
formação de uma camada hidrofóbica sobre os botões gustativos. Além de desempenhar este papel
na língua, quando chega ao estômago, a lipase lingual é ativada podendo digerir até
30% dos triglicerídeos presentes nos alimentos.

Existem, pelo menos, quatro percepções de sabor pelos humanos: salgado, azedo, doce e amargo. Todas
elas podem ser percebidas em todas as regiões linguais que possuem botões gustativos. Estas estruturas
são encontradas sobre uma lâmina basal e possuem microvilosidades em seu ápice que se projetam por
uma abertura (poro gustativo). Substâncias dissolvidas na saliva conectam as células gustativas através do
poro, interagindo com receptores gustativos (sabores doce e amargo) ou canais iônicos (sabores salgado e
azedo) na superfície celular. Como resultado, há a despolarização das células gustativas, gerando uma
liberação de neurotransmissores que estimularão fibras nervosas aferentes ligadas a estas células. Em
seguida, haverá o processamento desta informação pelos neurônios gustativos centrais.

Há uma teoria que diz que cada estímulo gustativo gere um padrão único de atividade envolvendo um
grande número de células nervosas, o que explicaria a diferenciação dos sabores.

Humaniversidade Holística 3
Inspeção da Língua
Segundo Maciocia a diagnose pela língua é um dos mais preciosos métodos de avaliação na
Medicina Tradicional Chinesa. Isso se justifica pela seguinte tese da Medicina Tradicional Chinesa: a
aparência externa é um reflexo dos processos internos.
Kaufman nesta mesma sintonia afirma, citando o clássico “Ling Shu: “O que está no interior necessita
do que está no exterior e ao se observar o reflexo no exterior, pode-se saber da condição do órgão interno
e da doença.”
No exterior podem-se observar alterações de cor, brilho, sons, formas, etc. Estes aspectos são
fenômenos enviados pelas estruturas internas e manifestas na superfície.
Encontramos em Kaufman a afirmação: Bo Shin – “Quem observa pode saber: quem observa pode
ver as cinco cores e saber qual é o Desequilíbrio.”
Onde “Bo” significa observar e, “shin” significa diagnose. Assim, “Bo Shin” significa ver e observar a
pessoa. Neste, procedimento pode-se colocar a avaliação da língua, aurículo, entre outras.
Neste contexto, observar quer dizer olhar e ver o outro, o ser. Olhar, ver como se o corpo do terapeuta
fosse um grande olho observador. Aqui está incluído gratidão, pois o outro vai permitir ao terapeuta que o
cuide. Está incluído receptividade, pois é preciso recepcioná-lo. Está implícito que o terapeuta não possui
preconceitos, assim, nunca deve julgar ninguém e sim oferecer-lhes uma ajuda que é limitada.
Aqui será estabelecida uma relação mútua a fim de que juntos encontrem um caminho para recuperar
a saúde. O terapeuta não possui fórmulas prontas. Será sempre um aprendiz com a pessoa que está a sua
frente. Deve sempre ser uma experiência nova, pautada pela simplicidade e pela humildade.
Os dois sentados um em frente do outro. O terapeuta observa a fala. O terapeuta precisa estar vazio;
livre de pensamentos e de conversas internas; livre de ideias preconcebidas; livre de resistências.
O terapeuta deve deixar de lado os detalhes como observações demasiadas, preocupações com os
contornos corporais, o formato do rosto, a forma dos olhos, a cor dos lábios. Estes são aspectos
secundários e podem ser observados depois.
O terapeuta precisa permitir que a energia do outro chegue e toque o seu corpo; permitir-se sentir a
personalidade do outro, a força e a vitalidade. Precisa sentir a vibração do corpo dele.
Quando o terapeuta sente a vida do outro, a vibração, a vitalidade e a força, abertamente, consegue
compreender o outro completamente.
O terapeuta deve ser humilde e grato pelo outro que está ali sentado. O outro precisa estar seguro e
livre. Assim, o ajudará na observação e na diagnose. Quem perdeu o equilíbrio sempre mostrará sua
natureza.
O terapeuta precisará ajudá-lo a tornar o equilíbrio evidente. Precisará acordar a harmonia que está
dentro dele. Mas, deve observar que há pontos no corpo onde tornam esta harmonia, o equilíbrio,
adormecido. Serão estes pontos, o caminho do Equilíbrio.
Lembre-se terapeuta: é preciso observar e treinar muito. Quanto mais observa as pessoas, mais
crescem as observações do próprio corpo e pode-se desfrutar e apreciar o outro, mais livremente.
As mucosas são revestidas por uma pele muito sensível e capaz de mostrar, manifestar qualquer
alteração das estruturas internas.

Pontos importantes para a inspeção


Cabe destacar que todas as informações abaixo relacionadas possuem como base de pesquisa a obra:
Diagnóstico pela Língua na Medicina Chinesa de Giovanni Maciocia; Ed. Roca; 2003.
É importante destacar que há alguns aspectos que devem ser considerados para não haver distorções ao
observar a língua.

a) Iluminação

A melhor iluminação é a luz natural. A luz artificial nunca será completamente adequada. Se for o
caso ter uma boa luz e forte.

b) Mostrar a língua

A pessoa mostra a língua sem forçar. Ao estender a língua deve evitar fazer força para que não
fique vermelha. O tempo também é importante, deve ser de no máximo 15 a 20 segundos, pois o
estiramento prolongado deixará a língua vermelha na ponta. Pode-se repetir o processo por várias
vezes, sem prejudicar a observação.

c) Corantes alimentares

Os alimentos podem conter corantes que alterem a coloração da língua. Pode-se citar o café, curry,
pimentas, picles, entre outros. Observar que o consumo de cigarro tende a deixar a saburra da
língua amarela.
Humaniversidade Holística 4
d) O consumo de medicamentos

Observar que o terapeuta nunca emitirá nenhum parecer ou opinião sobre o medicamento de uso
exclusivo médico. Mudanças ou alterações de tratamento competem exclusivamente ao médico.
Só será perguntado e será considerado para avaliação, pois se sabe que determinados tipos de
medicamentos alteram a aparência da língua.
Os seguintes remédios afetam a aparência da língua: antibióticos, corticoides, esteroides,
broncodilatadores, diuréticos, antiinflamatórios, antineoplásicos.

Antes da inspeção o cliente deve evitar :

- Bebidas muito quentes ou frias porque alteram a circulação sanguínea, modificando a coloração do
corpo da língua.
- Chá, álcool e fumo podem tornar amarelado o revestimento lingual.
- Beterraba, cenoura e azeitona podem alterar a cor da língua.

Durante a inspeção o cliente deve evitar:


- Respirar pela boca, pois seca o revestimento.

O exame da língua consiste em 2 etapas: corpo e revestimento.

Corpo

O tamanho está aumentado quando a língua esconde os cantos da boca ao ser colocada para
fora.
- Pálida e aumentada / marcas dentárias: acúmulo de umidade /muco por deficiência de Yang de
Baço ou Rim.
- Fissura (na presença de outros sinais patológicos): Calor exógeno consumindo Yin / líquido,
Fogo por deficiência de Yin, perda da Essência de Rim (Energia Ancestral) e falta de assimilação de
energia pelo intestino delgado e baço-pâncreas.
- Mobilidade anormal representa problema neurológico de origem exógena (encefalite viral ou
bacteriana, ou seja, Calor Umidade) ou endógena - Vento interno (AVE hemorrágico) ou Muco
(arteriosclerose, AVE isquêmico).
- Rigidez ou tremores: distúrbio do Coração / Mente por Calor exógeno / muco, Agitação do vento
por Calor forte provocado por deficiência de Fígado, obstrução de canal /vaso por vento /Muco
(colesterol).
- Tremor em doença crônica: Vazio de Energia Yin.
- Desvio: obstrução de canal /vaso por Vento muco.
- Geográfica / ausência: doença crônica, Yin vazio (hipovitaminose ou desnutrição crônica, defesa
imunológica baixa).

Revestimento

O revestimento corresponde a Baço e Estômago e é alterado por distúrbios das papilas filiformes. A
camada de queratina destas papilas protege a língua contra o atrito dos alimentos. Desta forma sofrem o
desgaste normal mantendo o revestimento fino. Quando a pessoa mastiga pouco, utiliza alimentos
refinados ou ingere apenas líquidos (cliente sob dieta líquida, pós-operatório, UTI) a camada de
queratina continua crescendo sem sofrer o desgaste normal, deixando o revestimento ficar espesso.
A falta de mastigação ou o uso de alimentos refinados prejudicam o Baço e Estômago, provocando
má-digestão (Estagnação de Alimentos / Qi).
A deficiência de Baço e Estômago gera Umidade e provoca má-digestão.
A retenção de partículas alimentares e bactérias, entre as papilas, ocorre por falta de movimento da
língua ou por espessura excessiva do revestimento.
O revestimento da língua, também chamado de saburra; possui suas cores:
Branca - quando fina, nem muito úmida e nem muito seca, é normal.
Branca - fina em língua pálida é doença de frio, e grossa é calor perverso exógeno.
Amarela - síndromes de calor interno.
Cinza - síndrome de calor ou frio interno.
Negra - síndrome de frio em calor (casos graves), ou acúmulo de alimento com formação de fungos.
Marrom ou Verde - acúmulo de alimento com formação de fungos.
- Espessura fina: normal, doença superficial /Pulmão.
- Espessa: estagnação de alimentos, deficiência de Baço.
- Estômago ou Intestinos hipofuncionantes, Umidade.
- Umidade: doença infecciosa, Calor no Estômago ou Intestino, Vazio de Yin líquido.
- Viscosa: Umidade exógena, retenção de Umidade / Muco endógena.
Humaniversidade Holística 5
Cores prováveis de se encontrar no corpo da língua

- Vermelho normal - é a cor ideal.


- Vermelho claro (pálida) - síndrome de frio.
- Vermelho ligeiramente forte - síndrome de calor.
- Vermelho escuro - febres causadas por fatores exógenos.
- Roxa - estagnação de energia, e sangue no Baço.
- Marrom, verde, cinzenta ou preta: doença profunda e grave.

Para avaliação energética, a língua é o broto da energia do coração. Além disso, está vinculada ao
Baço/Pâncreas, Rins, Fígado e Bexiga.

Cada parte do seu corpo se corresponde a um órgão, víscera e outras partes do corpo humano. De
global a sua ponta se corresponde à parte superior do tórax, a raiz é a parte inferior do abdome, suas
bordas são a lateral do tronco e o seu centro está relacionado ao próprio centro do tronco.

Pode ser:
- Grande - estagnação e acúmulo de líquidos.
- Fina - insuficiência de sangue.
- Gretada - desnutrição (quando não for de nascença).
- Espinhosa – calor perverso.
- Rígida – calor exógeno (febril).
- Mole ou Trêmula - deficiência da energia do sangue ou problemas com calor.
- Língua que se estica - problemas com o Qi do coração.
- Língua desviada – apoplexia.
- Língua curta - doença grave.

Aspectos a serem observados


Na Medicina Tradicional Chinesa cinco aspectos são considerados principais e observados.

a) Vitalidade da cor ou Espírito da língua

A aparência da vitalidade indica uma condição essencialmente saudável. O Espírito da língua é a


qualidade da língua em demonstrar sua vivacidade. Em uma frase: “a língua com cor vital é, algumas
vezes, descrita como uma língua de vida, e a língua de aparência escura e murcha, como uma língua
de morte.” Isto quer dizer que uma “cor” boa e vibrante demonstra a saúde e uma “cor” e aparência
escura, seca e murcha, observa-se uma perda da saúde.
Assim, língua normal deve ter Espírito. Sua “cor” deve ser vibrante e vital.

b) Cor do corpo

A cor do corpo da língua é o aspecto individual mais importante, pois reflete a condição dos Órgãos Yin,
sangue e do Qi corporal. É o aspecto mais importante a ser observado. Condições temporárias ou
alterações emocionais recentes não alteram a cor do corpo da língua. É o aspecto mais importante para
diferenciar quando comparado com os demais sinais. Um exemplo, se a cor do corpo da língua for de um
vermelho escuro e intenso, há uma condição de calor intenso em um ou mais Órgãos. Se a língua estiver
pálida ou quase branca, há uma deficiência do Yang ou do Sangue. Este aspecto é um sinal
diferenciador dos demais e mesmo para casos contraditórios.
Assim, cabe destacar que a cor normal deve ser rosa e de “aparência fresca”. A língua é um
prolongamento da Energia do Coração. Isto quer dizer que o Meridiano do Coração está suprindo-a
abundantemente com Sangue do Coração. Os Fluidos corporais do Estômago também são
importantes. (veja Umidade da língua – abaixo)

c) Forma do corpo

Este aspecto a ser observado inclui a forma do corpo da língua (fina ou aumentada, comprida ou curta
e se as partes específicas da língua estão aumentadas), os aspectos da superfície da língua (fissuras e
úlceras), a textura do corpo da língua (flexibilidade ou retesamento da língua) e qualquer movimento
involuntário da língua (tremores, movimentos de um lado para outro, curvar-se para qualquer direção ou
desvio para um lado). São sinais que refletem o estado dos Órgãos, do Qi e do sangue. São úteis para
diferenciar condições de Excesso e Deficiência de Energia.
Cabe destacar que o corpo normal da língua é flexível, mas não é flácido e, nem rígido. Não apresenta
fissuras, não treme ou estremesse, não é aumentada e nem fina e muito menos apresenta úlceras.

Humaniversidade Holística 6
d) Saburra da língua

Aqui são observados os seguintes aspectos: a cor da saburra (refletem a influência de calor – amarela
e, frio – a cor será branca); a espessura da saburra (reflete a força dos fatores patogênicos – saburra
espessa e se pode diferenciar condições de Excesso – mais espessa ou Deficiência – mais fina).
Uma saburra normal é fina e branca. Estes são sinais de que há um funcionamento normal da digestão.
A saburra normal está relacionada ao Qi do Estômago que no processo da digestão e transformação dos
alimentos produz uma pequena quantidade de “resíduos impuros” ou “Umidade Túrbida”. São estes
resíduos que formam a saburra.
É importante definir que a saburra é “Umidade Túrbida” produzida a partir dos resíduos “impuros” dos
alimentos que sobem até a língua e a formam e, que deve ser fina e branca ou transparente.

e) Umidade da língua

Para diferenciação a Umidade na língua reflete o estado relativo de Yin e Yang e se há Calor ou Frio. A
língua normal é levemente úmida, nem muito seca e nem muito molhada.
Quando há sinais como língua seca indica insuficiência de fluidos corporais e, molhada, indica o
acúmulo destes fluidos no corpo.
Cabe destacar que a origem dos Fluidos no corpo é de responsabilidade do Estômago. Em condições
normais deste, haverá suprimento adequado e uma parte deles alcançará a língua.
A Cor indica as condições do Sangue, do Qi Nutritivo e Sistemas Yin;
A forma do corpo da língua mostra o Estado do Sangue e do Qi Nutritivo;
A saburra indica o Estado dos Sistemas Yang.
A Umidade reflete o Estado dos Fluídos corpóreos (Jin-Ye).

Humaniversidade Holística 7
Língua – órgãos e vísceras

Triplo Aquecedor Superior Triplo Aquecedor Médio Triplo Aquecedor Inferior


TA Cardiorrespiratório TA Digestório TA Geniturinário

C  Coração F/VB Fígado/Vesícula Biliar R/B  Rim/Bexiga


PCPericárdio BP Baço Pâncreas IG  Intestino Grosso
P  Pulmão E  Estômago ID  Intestino Delgado

Alguns exemplos de diagnose:

A ponta da língua representa a região do coração, e se estiver muito vermelha, significa um excesso
Yang naquele órgão.

Se a língua está muito vermelha em volta, em grânulos e sem mucosidade, então os pulmões estão
muito Yang por falta de água no corpo.

Neste estágio, os problemas desse órgão tendem a tornar-se crônicos.

Em todos os casos de exames de língua, o cliente deve ter a boca lavada e livre de substâncias
corantes.

Humaniversidade Holística 8
Imagens dos desarranjos através da observação da língua

Humaniversidade Holística 9
Entendendo os conceitos

Jin-Ye é o nome em chinês dos Fluidos Corpóreos, uma das Substâncias Vitais responsáveis para
formar o corpo. Jin significa “úmido” ou “saliva” e Ye significa “fuido” de organismos vivos, frutas por
exemplo.
O Qi Nutritivo ou Ying Qi é extraído dos alimentos e da água, regula os cinco Sistemas Yin (Fígado,
Coração, Baço-pâncreas, Pulmão e Rins), umidece os Seis Sistemas Yang (Vesícula Biliar, Intestino
Delgado, Estômago, Intestino Grosso, Bexiga e Triplo Aquecedor). Penetra nos vasos sanguíneos, circula
nos Meridianos acima e abaixo, conecta-se com os Cinco Sistemas Yin e com os Seis Sistemas Yang.
Desta forma, o Qi Nutritivo ou Ying Qi possui a função de Nutrir os Sistemas Internos e todo o organismo.
Possui relação com o Sangue (Xue) e fui com este para os vasos sanguíneos e para os Meridianos.
Assim, pode-se concluir afirmando que o Qi Nutritivo está no Interior e nutre.

Sangue (Xue) é em si mesmo uma forma de Qi muito denso e material que flui para todo o
organismo. Este Sangue é diferente do sangue da concepção ocidental. E, possui um significado que se
difere da concepção ocidental.
O Sangue (Xue) deriva, na maior parte, do Qi dos alimentos produzido pelo Baço-Pâncreas (Pi). Baço-
Pâncreas (Pi) envia o Qi dos alimentos em ascendência para o Pulmão (Fei), este é enviado para o
Coração (Xin), onde é transformado em Sangue (Xue).

Explicação:
a) O Baço-Pâncreas (Pi) e o Estômago (Wei) são a principal fonte de Sangue (Xue).

b) Transformar o Sangue (Xue) quer dizer que o Coração (Xin) Governa o Sangue (Xue).

Humaniversidade Holística 10
Os sentimentos, funções e desarmonias
São fatores principais das doenças de origem interna. Relacionam-se com os órgãos dos cinco
elementos, as cinco entidades psíquicas e viscerais que se expressam através de uma emoção.

Coração (Xin) - Chefe Supremo dirigente (para conhecimento íntimo da organização).


– residência do *SHEN (grande espírito) alegria-XI, governa a consciência, o pensamento claro,
discernimento e o bom humor.
Negativo:
- Emotivo, eufórico, ansioso e histérico.
Funções
1. Regula o sangue (Xue) e os vasos sanguíneos (Xue Mai)
2. Armazena a consciência (Shen)
3. Abre-se na língua e manifesta-se na face
As principais funções do Coração (Xin) são as de harmonizar o Sangue (Xue) e os Vasos
Sanguíneos (Xue Mai) e de conservar a Consciência (Shen).

QUADRO DE DESARMONIA DO CORAÇÃO (Xin)


Padrão Sintomas Pulso Língua
Qi do Coração (Xin Qi) Face pálida; brilhante; Fraco, mais ou menos Pálida
Deficiente dispneia; transpiração nodoso ou intermitente
espontânea; palpitações
Yang do Coração(Xin Igual ao Qi dos Rins Fraco, retardado, mais Pálida, úmida
Yang) Deficiente Deficiente, porém mais grave; ou menos atado ou
membros frios e temor ao frio intermitente
Colapso de Yang do Igual ao Yang dos Rins Fino Púrpura
Coração (Xin Yang) Deficiente, porém mais
grave; transpiração extrema;
membros frios ao extremo,
cianose
Sangue do Dor em golpes na região do Escorregadio,atado, Púrpura mais ou
Coração(Xin) coração; face púrpura, mais ou menos tenso. menos manchas
Estagnante cianose de lábios e unhas; púrpuras
palpitações
Sangue do Face pálida sem vida; mal- Vazio Pálida
Coração(Xin Xue) estar; insônia; palpitações
Deficiente
Yin do Coração(Xin) Malar corado; suor noturno; Vazio, rápido Vermelha, seca;
Deficiente agitação; insônia; palpitações sem revestimento
Fogo Crescente no Face inteira vermelha; Cheio, rápido Revestimento
Coração ulceração na língua; agitação amarelo
extrema; hematúria e disúria
Mucosidade-Fogo Insanidade violenta; Escorregadio, rápido Vermelha;
Agitando o Coração alucinação; fala incoerente; revestimento
riso-choro sem motivo amarelo gorduroso

Mucosidade-Frio Resmungos para si próprio; Escorregadio, Revestimento


Estorvando o Coração depressão; expressão vazia, retardado branco gorduroso
afasia; ruídos na garganta.

Humaniversidade Holística 11
Intestino Delgado (Xiao Chang) - Ministro das Finanças dirige as despesas (envia matéria
nutritiva transformada).

QUADRO DE DESARMONIA DO INTESTINO DELGADO (Xiao Chang)


Padrão Sintomas Pulso Língua
Qi do Xiao Chang Dor abdominal Cheio, tenso Revestimento
obstruído violenta, nenhuma amarelo gorduroso
passagem de gases
ou de fezes; às
vezes, vômito fecal
Calor excessivo Sensação de plenitude Rápido, escorregadio Vermelha;
no Xiao Chang no abdome inferior; revestimento amarelo
poliúria, disúria,
hematúria; irritabilidade

Circulação-Sexo (Xin Bao) - Ministro das Relações Exteriores relações entre as partes e
harmonia social.
– Envoltório energético do coração. Tradicionalmente escudo protetor do Coração (Xin) contra
injúrias e danos cuja função principal era guiar as pessoas nos seus prazeres e alegrias.
Negativo:
- Triste, deprimido, desligado, distraído, com baixa autoestima e incapacidade na realização de
projetos.
Função:
1. Protege o coração contra invasão de fatores patogênicos.

QUADRO DE DESARMONIA DO CIRCULAÇÃO-SEXO (Xin Bao)


Padrão Sintomas Pulso Língua
Calor patogênico Doenças quentes, Distúrbios Cheio, rápido Vermelha, com as
externo afetando o CS febris papilas
fungiformes e
filiformes em
moranguinho na
ponta.
Sintomas comparáveis Insanidade violenta; Escorregadio, rápido Vermelha;
com Mucosidade-Fogo alucinação; fala incoerente; revestimento
Agitando o Coração riso-choro sem motivo. amarelo
(por agressão de Calor gorduroso
externo).
Sintomas comparáveis Resmungos para si próprio; Escorregadio, Revestimento
com Mucosidade-Frio depressão; expressão vazia, retardado branco gorduroso
Estorvando o Coração, afasia; ruídos na garganta.
(por agressão Calor
externo).

Obs.: Na China, o tratamento de padrões de doenças febris, quer da camada Wei, Qi, Yong, Xue quer do
San Jiao, é realizado pelo uso de ervas medicinais mais do que Acupuntura e, uma vez que as doenças
febris graves estão se tornando mais raras no ocidente, os padrões de invasão de Xin Bao pelo Calor
externo são mais de interesse teórico e de importância prática limitada na Acupuntura Ocidental.

Humaniversidade Holística 12
Triplo–Aquecedor (San Jiao) - Ministro dos Transportes e Interior que coordena os
transportes e os vínculos.

Três Divisões do Triplo-Aquecedor (San Jiao)


Aquecedor Zang Fu associado Localização Função Associada
Do diafragma Encaminhar os
Aquecedor Superior Coração (Xin), Pulmão (Fei) para cima produtos mais puros e
“névoa” (cabeça e pescoço) difundir pelo corpo
Entre o Recepção e
diagrafma e o transformação em bolo
Aquecedor Médio Baço/Pâncreas (Pi), umbigo. alimentar e
“espuma” Estômago (Wei) fermentação de
alimentos e bebidas.
Encaminha produtos de
Rins(Shen), Bexiga (Pang transformação mais
Aquecedor Inferior Guang), Intestino Delgado Abaixo do umbigo. densos, e após isto, os
“pântano” (Xiao Chang), Intestino resíduos são
Grosso (Da Chang) excretados.

Negativo:
-Obsessivo (mentalmente), emocionalmente influenciável (por fatores climáticos) e sem energia.

Função:
1. Com Viscera (Fu) - harmonizar o metabolismo do Jin Ye, fornecendo um sistema de vias de
Água que podem penetrar os Aquecedores Superior, Médio e Inferior e conectar os Zang Fu
envolvidos na circulação do Jin Ye.
2. Associado com a digestão e a excreção, agindo na formação, na transformação e na circulação
de Qi e com o Wei Qi (Qi de Defesa) dando proteção do corpo às agressões externas.
3. Função Principal: agindo tal qual Viscera (Fu) é com a formação, transformação e excreção do
Jin Ye.
4. A utilização dos pontos de acupuntura para tratamento do Canal Principal do San Jiao, depende
do Zang Fu envolvido, cujos pontos estão geralmente situados em outros Canais e não no de
Triplo Aquecedor.

QUADRO DE DESARMONIA DO TRIPLO-AQUECEDOR (San Jiao)


Padrão Sintomas Pulso Língua
Inchaço, ulceração ou dor
na mão, braço e ombro, Relacionar aos
Acometimento de calor garganta, face e maxila, Forte outros Zang Fu
dor e inflamação nos olhos,
nas orelhas e surdez.
Distensão abdominal,
abdome inferior duro e Relacionar aos outros
Estagnação de energia globoso, polaciúria, disúria, Fino Zang Fu
enurese, edema e retenção
de urina.
Alterações metabólicas no
Jin Ye. (líquidos) Pode Relacionar aos
Não consegue segurar o gerar extremidades frias ou Fraco ou outros Zang Fu
calor ou a água nos suor excessivo nas mãos Vazio
aquecedores pés e costas,
enfraquecendo a energia
de coração.

Humaniversidade Holística 13
Baço-Pâncreas (Pi) - Ministro das Relações Econômicas (Agricultura, Indústria e Comércio,
Minas e Energia), coordena desenvolvimento e expansão.
- Ligado ao YI (propósito, eu quero) armazena e governa a reflexão (SI), a memorização e a
imaginação, percepção intelectual, compreensão.

Negativo:
-Obcecado, desconfiado, tímido, inquieto, sonolento e detalhista.

Funções
1. Regula a transformação e o transporte.
2. Regula a parte carnosa dos músculos e os membros.
3. Governa o sangue (Xue) e mantém o sangue nos vasos.
4. Mantém os órgãos fixos, evitando a ptose.
5. Abre-se na boca e manifesta-se nos lábios.

Depois do Qi dos Rins (Shen) que é a base das energias pré-natal ancestral do corpo, o Qi do
Baço/Pâncreas (Pi) é considerado a base da vida pós-natal.

QUADRO DE DESARMONIA DO BAÇO-PÂNCREAS (Pi)


Padrão Sintomas Pulso Língua
Deficiência de Qi do Cansaço, fraqueza muscular, tez Pálida, mole, revesti-
Baço/Pâncreas(Pi Qi) amarelada, perda de Vazio mento fino e branco
apetite,anorexia, distensão
abdominal, edema, fezes soltas
Deficiência de Yang Igual ao da Deficiência de Qi do Vazio, Igual acima,
do Baço/ Pâncreas Baço/Pâncreas e frio e dores retardado, revestimento branco
(Pi Yang) abdominais que aliviam com o profundo
calor, membros frios
Inabilidade do Baço/ Igual ao da Deficiência de Qi do Igual acima
Pâncreas (Pi) em Baço/Pâncreas e púrpura, Vazio
governar o hemorragia uterina e retal
Sangue(Xue)
Desmoronamento de Igual ao da Deficiência de Qi do Igual acima
Qi do Baço/Pâncreas Baço/Pâncreas e ptose de útero, Vazio
de ânus ou de estômago,
diarreia crônica
Invasão do Baço/ Igual ao da Deficiência de Qi do Descorada,
Pâncreas pelo Frio e Baço/Pâncreas e sensação de Flutuante revestimento
Umidade peso nos membros e na cabeça; retardado gorduroso grosso e
plenitude de tórax e de abdome, branco
retenção urinária, leucorreia
Acúmulo de Sensação de plenitude torácica Avermelhada,
Umidade-Calor no e/ou abdominal, sede sem Flutuante revestimento grosso e
Baço/Pâncreas vontade de beber, urina levemente amarelado
amarelada escassa, icterícia e rápido
gosto amargo

Humaniversidade Holística 14
Estômago (Wei) - Ministro da Fazenda coordena a receita pública.
Funções
1.Receber e preparar o alimento e a bebida (mar dos grãos e da água).
2. Início da transformação dos alimentos.
3. Encaminha a parte mais pura dos alimentos para tornar-se Energia (Qi), Sangue (Xue) e Líquido
Orgânico (Jin Ye).
4. Encaminha a parte mais densa, mais turva dos alimentos para o Intestino Delgado (Xiao Chang)
para separar o puro do impuro dos alimentos contidos nesta víscera.

QUADRO DE DESARMONIA DO ESTÔMAGO (Wei)


Padrão Sintomas Pulso Língua
Estagnação de Frio e dor no epigástrio que Revestimento
líquidos no Estômago piora com o frio, vômitos de Retardado e fraco branco e úmido ou
(Wei) pelo ao frio. líquido claro. gorduroso
Estagnação de Distensão e dor no Revestimento
alimentos no epigástrio, regurgitação Escorregadio grosso, gorduroso
Estômago (Wei) ácida, arrotos de mau cheiro
Boca e lábios secos, vômitos Vermelha, sem
Deficiência de Yin do com fluidos espessos, tez Superficial, rápido revestimento
Estômago (Wei Yin) vermelha (malar),
inquietação, ansiedade,
insônia
Dor ardente no epigástrio, Vermelha,
Fogo no estômago sede, desejo por bebidas Cheio, rápido revestimento seco,
geladas, gengivas inchadas grosso e amarelo
e doloridas, mau hálito,
constipação

Humaniversidade Holística 15
Pulmão (Fei) - Ministro da Justiça – controla a atividade dos agentes públicos para a ordem e a
segurança.
- residência de PO (sete emoções ligadas aos órgãos, densos e terrenos só saem com permissão.
Na morte são pesados, então descem. Mágoa, tristeza (YOU) governa o movimento de interiorização,
relacionado com a inteligência e a alma sensitiva, tranquilo e seguro.

Negativo:
- melancólico, angustiado, intolerante, ansioso e antissocial.

Funções
1. Harmoniza o Qi e controla a respiração – retira Prana do ar.
2. Funções de difusão e de descida do Qi.
3. Circula e harmoniza as vias de Água.
4. Harmoniza o exterior do corpo.
5. Abre-se no nariz e manifesta-se nos pêlos e pele.

QUADRO DE DESARMONIA DO PULMÃO (Fei)


Padrão Sintomas Pulso Língua
Deficiência do Qi do Tosse fraca; voz fraca; asma; Fraco Pálida, úmida; revesti-
Pulmão transpiração espontânea mento branco fino
Deficiência de Yin do Tosse seca, improdutiva; região Vazio, rápido Vermelha; mais ou me-
Pulmão malar corada; transpiração nos revestimento fino,
noturna seco
Invasão do Pulmão pelo Inflamação da garganta; tosse Tenso, superficial Revestimento fino
Vento-Frio aguda com catarro claro, branco
abundante; calafrios e temor ao
Calor
Invasão do Pulmão pelo Garganta vermelha, inflamada; Rápido, Revestimento amarelo
Vento-Calor sede e tosse aguda com catarro superficial fino
abundante amarelo; febre
Retenção de Tosse com catarro claro Macio retardado Revestimento
Mucosidade-Frio no abundante; opressão torácica; escorregadio gorduroso branco
Pulmão náusea grosso
Retenção de Tosse com catarro claro Rápido Revestimento
Mucosidade-Calor no abundante amarelo grosso; escorregadio gorduroso amarelo
Pulmão opressão torácica grosso

Intestino Grosso (Da Chang) - Ministro da Previdência Social – controla o bem estar e
evolução coletiva.

Funções
1. Recebe a fração impura dos produtos de transformação dos alimentos e do Intestino Delgado
(Xiao Chang) que os movimenta para baixo, absorvendo a água e eliminando o restante como
fezes.

QUADRO DE DESARMONIA DO INTESTINO GROSSO (Da Chang)


Padrão Sintomas Pulso Língua
Abscesso intestinal Dores (urgentes) no abdome Vermelha,
inferior direito, que piora à Rápido revestimento amarelo
pressão; mais ou menos febre
Umidade-calor Defecação urgente: evacuação Vermelha,
invadindo o Intestino com pus ou sangue; ânus Escorregadio revestimento amarelo
Grosso ardente; sede; mais ou menos gorduroso
febre
Líquido esgotado no Constipação com evacuações Fino Vermelha seca
Intestino Grosso secas

Humaniversidade Holística 16
Rins (Shen) - Ministro do Trabalho – controla a força do trabalho.
- ligado ao ZHI (firme propósito ação completa) medo (KONG) governa a vontade de sobrevivência
do indivíduo e da espécie, confiança e coragem.

Negativo:
- Medroso, covarde e desanimado.

Funções
1. Armazenam a essência ou a Energia Ancestral (Jing).
a) Controlam o nascimento, crescimento, desenvolvimento e reprodução.
b) Controlam os ossos, produzem medula e regem os hormônios.
2. Base do Yang e do Yin.
3. Controlam a água.
4. Controlam a recepção do Qi ( Yang Qi e Yin Qi adquiridos)
5. Abrem-se nas orelhas e manifestam-se nos cabelos.
O estudo dos órgãos e as vísceras (Zang Fu) inicia-se com o dos Rins, uma vez que esse órgão é a
raiz da vida, do Qi e a base do Yang e do Yin e também da Água e do Fogo do corpo.

QUADRO DE DESARMONIA DOS RINS (Shen)


Padrão Sintomas Pulso Língua
Deficiência de Dor lombar, joelhos fracos, retardo de
Essência dos Rins crescimento, infertilidade, perda de Profundo, Várias características
(Shen Jing) dentes, cabelos grisalhos, memória fraco
fraca, tontura, tinidos
Deficiência de Yang Lombalgia, joelhos fracos, sensação Profundo, Pálida, mole, revesti-
dos Rins(Shen Yang) de frio, impotência e diminuição de retardado, mento branco e fino
atividade sexual fraco
Qi dos Rins sem Igual ao anterior, enurese, Profundo, Pálida, mole, revesti-
firmeza espermatorreia retardado, mento fino e branco
fraco
Rins falham na Igual à de Deficiência de Yang dos Profundo Pálida, mole, revesti-
recepção de Qi Rins, asma, respiração curta, tosse retardado, mento fino e branco
fraco
Água transbordante Igual ao anterior, oligúria, edema, Profundo Pálida
catarro copioso e aquoso, palpitação
Deficiência de Yin dos Dor lombar, joelhos fracos, Fino, rápido Vermelha, gretada,
Rins vermelhidão malar, sede, ejaculação sem revestimento
precoce
Umidade-Calor na Disúria, polaciúria com retenção, Rápido, Vermelha amarelado,
Bexiga (Pang Guang) sede, febre, dor lombar escorregadio revestimento
gorduroso

Bexiga (Pang Guan) - Ministro das Comunicações – controle regulador das demais funções.

Existe uma relação muito estreita entre os Rins (Shen) e sua Víscera (Fu) acoplada. A Bexiga (Pang
Guang) tem a função de receber, de armazenar e de transformar previamente os líquidos do corpo para
serem excretados como urina.
O mais importante quadro é o de Umidade-Calor na Bexiga (Pang Guang) que, algumas vezes está
dividido em subquadros. Em alguns textos é referido no quadro de Deficiência de Qi da Bexiga (Pang
Guang), porém, segundo Jeremy Ross, consta no quadro de Deficiência de Yang dos Rins.

QUADRO DE DESARMONIA DA BEXIGA (Pang Guang)


Padrão Sintomas Pulso Língua
Umidade-Calor na Urina escura, hematúria e presença Vermelha com
Bexiga de cálculos renais, micção frequente Rápido e/ou revestimento amarelado
com dificuldade, sede e febre. escorregadio e/ou gorduroso

Humaniversidade Holística 17
Fígado (Gan) - Ministro da Defesa, elabora os planos estratégicos. - Residência de HUN
(espíritos leves e aéreos que entram e saem, são três: céu, homem e terra, e na morte sobem) (alma)
cólera (NU) governa o movimento psíquico de exteriorização, relacionado com o subconsciente, com a
inteligência não guiada pela razão, a inteligência instintiva e as emoções (pacífico e sereno).

Negativo:
-Descontrolado, descontente, insatisfeito, agressivo, furioso, irado.
Funções
1. Harmoniza o fluxo livre de Qi
2. Armazena, desintoxica e conserva o sangue (Xue)
3. Harmoniza os tendões (músculos)
4. Abre-se nos olhos e manifesta-se nas unhas
5. Armazena nutrientes. Regula a digestão.

QUADRO DE DESARMONIA DO FÍGADO (Gan)


Padrão Sintomas Pulso Língua
Depressão de Qi do Depressão; sensação de Tenso e mais ou Normal ou púrpura;
Fígado distensão ou fraqueza do menos rápido revestimento
hipocôndrio, tórax e seios; gorduroso
distúrbios: menstrual e digestório

Sangue do Fígado do Rosto pálido sem brilho; fraqueza Tenso, vazio, Pálida e seca
(Gan Xue) Deficiente e espasmo nos Tendões e irregular
músculos; unhas sem vida;
menstruação escassa
Yang do Fígado Irritabilidade e raiva; dor de Tenso, vazio, Vermelha, seca; pouco
Hiperativo cabeça, especialmente na fronte instável, rápido revestimento
e vértice; boca seca
Fogo Crescente no Raiva violenta; intensa dor de Tenso, cheio, Vermelha, seca;
Fígado (Gan) cabeça; face inteira vermelha; rápido revestimento amarelo
sede; gosto amargo grosso
Agitação de Vento do Febre alta; coma; rigidez no Tenso, vazio, Escarlate, seca;
Fígado (Calor Externo) pescoço; opistótonos rápido revestimento amarelo
Agitação de Vento do Síncope repentina; dificuldades Tenso, vazio, Vermelha, seca
Fígado (Yang na fala; hemiplegia mais ou menos
Hiperativo) rápido
Agitação de Vento do Rosto amarelado; visão Tenso, vazio, Pálida, seca
Fígado (Sangue embaçada, tontura; tremor; mais ou menos
Deficiente) adormecimento ou espasmo das rápido
extremidades superiores
Umidade-Calor no Dor no hipocôndrio; icterícia; Tenso, Vermelha;
Fígado e Vesícula Biliar náusea; gosto amargo; mais ou escorregadio revestimento
menos febre profundo gorduroso

Estagnação do Frio nos Dor e distensão no abdome Profundo, tenso, Pálida, úmida;
Canais do Fígado inferior e testículos; aliviado com retardado revestimento branco
calor moderado

Vesícula Biliar (Dan) - Ministro do Planejamento julga e toma decisões (para suprir
necessidades).

QUADRO DE DESARMONIA DA VESÍCULA BILIAR (Dan)


Padrão Sintomas Pulso Língua
Calor-Umidade no Dor no hipocôndrio; Tenso, escorregadio, Vermelha; revestimento
Fígado e Vesícula Biliar icterícia, náusea; gosto rápido amarelo gorduroso
amargo; mais ou menos
febre
Qi da Vesícula Biliar Indecisão, timidez, Tenso, vazio Revestimento amarelo
Deficiente medo, irritabilidade; fino
vertigem; visão
embaraçada

Humaniversidade Holística 18
Glossário de Termos
apoplexia
a.po.ple.xi.a
(ss) sf (gr apoplexía) 1 Med Paralisia súbita e coma causados pela efusão ou extravasação de sangue
ou soro sanguíneo no cérebro ou medula espinal. 2 Med Copiosa extravasação de sangue em um
órgão. 3 Agr Doença que ataca as videiras, secando-lhes o fruto. A. fulminante: a que mata
repentinamente. A. intersticial: a que é produzida pelo derramamento do sangue no tecido nervoso. A.
pulmonar: hemoptise.

disúria
di.sú.ria
sf (gr dysouría) Med Emissão difícil e dolorosa das urinas. Var: disuria.

extrínseco
ex.trín.se.co
(s=c) adj (lat extrinsecu) 1 Exterior. 2 Que não é essencial. 3 Diz-se do valor convencional ou legal
de uma moeda. 4 Anat Que se origina fora de uma parte ou órgão e age sobre esta parte ou órgão
como um todo: Os músculos extrínsecos dos olhos.
hematúria
he.ma.tú.ria
sf (hêmato+uro4+ia1) Med Emissão de sangue pela uretra, puro ou misturado à urina. Var: hematuria.

hioide
hi.ói.de
adj (gr hyoeidés) Que tem a forma da letra grega upsilon. sm Anat e Zool Osso, ou complexo de
ossos, situado na base da língua e que suporta esta com seus músculos. No homem, é um osso com
forma de ferradura, situado imediatamente acima da cartilagem da tireoidea; também chamado osso
hioide.

opistótono
o.pis.tó.to.no
sm (opisto+tono3) Med Posição assumida pelo corpo, durante os ataques convulsivos do tétano, em
que ele fica de tal maneira arqueado que o doente pode ficar assente sobre a cama unicamente pelos
calcanhares e pela cabeça.

polaciúria
po.la.ci.ú.ria
sf (pólaci+uro4+ia1) Med Emissão frequente de urina. Var: polaciuria.

poliúria
po.li.ú.ria
sf (poli1+uro4+ia1) Med Micção muito frequente. Var: poliúria

ptose1
pto.se1
sf (gr ptôsis) Med 1 Queda ou imobilidade mais ou menos completa da pálpebra
superior. 2 Afrouxamento ou imobilidade dos ligamentos que produz a queda dos órgãos.

Humaniversidade Holística 19
Referências Bibliográficas
http://www.infoescola.com/anatomia-humana/lingua/
http://saude.hsw.uol.com.br/lingua1.htm
http://pt.wikipedia.org/wiki/Língua
http://saude.hsw.uol.com.br/lingua.htm
http://www.meihuanet.com/lingua/forma.html, Agosto, 08, 2012.

JUNQUEIRA, Luiz C. e CARNEIRO, José; Histologia Básic; Editora Guanabara Koogan; 2004.

MACIOCIA , Giovanni; Os Fundamentos da Medicina Chinesa; Ed. Roca; São Paulo, SP; 1996.

KAUFMAN, Dina; Teoria Básica da Medicina Tradicional Chinesa; Ed. Atheneu; São Paulo, SP; 1999.

KUSHI, Michio; O Corpo Fala da Saúde – O Livro do Diagnóstico Oriental; Ed. Manole; São Paulo, SP;
2000.

MACIOCIA, Giovanni; Diagnóstico pela Língua na Medicina Chinesa; Ed. Roca; São Paulo, SP; 2003.

OHASHI, Wataru; MONTE, Tom; Cómo Leer El Cuerpo – Manual de Diagnosis Oriental; Ediciones Urano;
Barcelona, Espanha; 1995.

SANCHEZ, Mario; Curso de Pulsologia Chinesa; Livraria Editora Quinto Caminho; São Paulo, SP.

THIE, John; Uma Nova Abordagem de Reativação das Nossas Energias Naturais – Toque para a Saúde –
um guia prático para a saúde natural usando o toque de digitopressura e massagem; Ed. Ibrace; 1994.

ROSS, Jeremy; Sistema de Órgãos e Vísceras da Medicina Tradicional Chinesa; Editora Roca; 1994.

Autoria
Diana Valer: Direção geral e produção.
Gilson Giombeli: Fornecimento de textos e respectivas bibliografias.
Iara Rita de Godoi: Pesquisa, organização didática, estética, inclusão de imagens, glossário e bibliografia.
Rosely Cisotto: Revisão final.

Todos os direitos reservados a HUMANIVERSIDADE HOLÍSTICA.


Proibida a reprodução, comercialização e divulgação, total ou parcial deste material, salvo quando,
autorizado previamente por escrito pela nossa INSTITUIÇÃO.

Humaniversidade Holística 20