Você está na página 1de 6

CURSO TÉCNICO EM CONTABILIDADE

UNIDADE 3: WINDOWS 7

1. Introdução

Relembrando as aulas anteriores, o que é um SISTEMA OPERACIONAL?

Administra todos os recursos do computador fazendo a interação entre software e hardware.


Sua função é gerenciar e disponibilizar para o usuário, os recursos da máquina e seus
periféricos, permitindo que o equipamento torne-se operável.

O Windows 7 é um Sistema Operacional da Microsoft, multitarefa e direcionado para múltiplos


usuários.

Com interface amigável os recursos do Windows 7 proporcionam ao usuário uma navegação


dinâmica e intuitiva – uma característica fundamental do SO Windows, desde a versão Win 95.

O Windows 7 é um sistema Multitarefa e Multiusuário. Esses dois são fatores muito


importantes desse sistema operacional:

 Multitarefa: Um sistema operacional multitarefa permite trabalhar com diversos programas


ao mesmo tempo, abrindo janelas dinâmicas e organizadas de acordo com as necessidades
do usuário.
 Multiusuário: Capacidade de criar diversos perfis de usuários, na mesma máquina. O
administrador pode instalar de desinstalar impressoras, alterar as configurações do
sistema, modificar a conta dos outros usuários entre outras configurações. Já o usuário
padrão poderá apenas usar o computador, não poderá, por exemplo, alterar a hora do
Sistema.

2. Versões

O Windows 7 possuía diversas versões que serviam a diferentes finalidades. A seguir cada uma
dessas versões com suas principais características são apresentadas a seguir:

 Windows 7 Starter: é uma versão reduzida do Windows 7, que permite executar apenas
três programas ao mesmo tempo. Processa informações na variante de 32 bits. Esta
edição está disponível pré-instalada em computadores, especialmente em máquinas de
baixo custo.
 Windows 7 Home Basic: Trata-se de uma versão aprimorada do Starter com poucas
melhorias, dentre elas algumas que podem ser instaladas pelo usuário e com restrições
geográficas (para países em desenvolvimento como o Brasil). Essa versão normalmente
vem instalada em computadores de baixo custo.
 Windows 7 Home Premium: Essa versão, foi criada para tentar preencher as
necessidades da maioria dos usuários. Sendo possível criar uma rede local e até
compartilhar fotos, vídeos e músicas. Considerada a melhor versão para usuário
doméstico e se diferencia das anteriores, por não vir com as restrições de alteração da
área de trabalho, de horário e etc
 Windows 7 Profissional: Uma versão que permite a instalação e execução de
aplicativos desenvolvidos para o Windows XP, sendo uma ótima opção quando o
assunto é compatibilidade. Destinada a usuários avançados e caracterizada também
com a capacidade de participar em um domínio do Windows Server, além de poder ser
usada como um servidor do serviço de terminal (terminal services).
 Windows 7 Enterprise: É uma edição voltada para as empresas de médio e grande
porte. Possui um forte sistema de segurança e por trazer ferramentas de criptografia
para assegurar o sigilo de informações importantes. Possui melhorias de desempenho
tanto local quando em rede, sistema que não permite a ação de arquivos executáveis
desconhecidos e não é encontrada em qualquer local, pois é preciso contratação para
sua instalação.
 Windows 7 Ultimate: É a versão mais completa, versátil e poderosa do Windows 7.
Compatibilidade, desempenho, segurança e trabalha em 35 idiomas. Direcionada para
as grandes corporações (preço alto). Não é atrativa para usuários comuns pois seu
desempenho depende de hardwares mais complexos (uma máquina muito mais cara) e
alguns de seus aplicativos servem para uso empresarial.

3. Conhecendo o Windows 7

Área de Trabalho

Contém conteúdos que facilitam o dia a dia do usuário. É possível criar itens na área de
trabalho e movê-los para lá, quando necessário, criando atalhos para os programas.

Ícones são imagens pequenas que representam um arquivo ou software. Quando você clica em
um ícone ele abre o arquivo ou programa correspondente.

Na Barra de Ferramentas fica aberto os programas/arquivos que você está utilizando naquele
momento.

Na Barra de Tarefas fica o Relógio do Windows, algumas opções específicas e também fica
fixado alguns programas definidos pelo usuário. Além da Barra de Idiomas, Controle de
Volume, Internet e Ícones Ocultos.

Figura 1. Exemplo de Área de Trabalho


Menu Iniciar

Os programas nativos do Windows, programas instalados, principais pastas estão localizados


no Menu Iniciar assim como o Painel de Controle. Os comandos para reiniciar ou desligar o
computador também estão no Menu Iniciar.

Figura 2. Exemplo de Menu Iniciar

O Menu Iniciar é o portão de entrada para programas, pastas e configurações do computador.


Oferece uma lista de opções, exatamente como o menu de um restaurante. E como a palavra
"Iniciar" já diz, é o local onde você iniciará ou abrirá itens em seu computador. Use o menu
Iniciar para fazer as seguintes atividades comuns:

 Iniciar programas;
 Abrir pastas usadas com frequência;
 Pesquisar arquivos, pastas e programas;
 Ajustar configurações do computador;
 Obter ajuda para o Windows sistema operacional;
 Desligar o computador;
 Fazer logoff do Windows ou alternar para outra conta de usuário.
 Windows Explorer

Windows Explorer

O Windows Explorer permite o gerenciamento de seus arquivos de uma forma simples e rápida.
Serve para navegar dentro das pastas e arquivos e desta forma manipular os documentos,
imagens e arquivos de áudio e vídeo.
Figura 3. Windows Explorer

Pastas

Uma pasta é o mesmo que um ”lugar” dentro do computador, onde podemos armazenar
arquivos e programas.

Figura 4. Pastas

Biblioteca

Existem 4 pastas especiais chamadas “Bibliotecas” as quais são padrões de arquivamento de


arquivos de “Áudio”, “Documentos”, “Imagens” e “Vídeos”.

A biblioteca Documentos, que é um lugar onde são salvos arquivos por padrão e onde devemos
criar nossas pastas pessoais.
Figura 5. Biblioteca

Ícones e Atalhos

Ícones são pequenas miniaturas que servem para abrir programas, arquivos e documentos.

Na área de trabalho temos 3 ícones muito importantes:

Figura 6. Ícones

Atalhos são ícones especiais que nos levam a arquivos que estão guardados em outra pasta
dentro do computador. Podemos colocar um arquivo na pasta documentos e colocar um atalho
para a Área de Trabalho e assim acessá-lo quando necessário mais rapidamente.

Figura 7. Exemplos de Atalhos de Programas

Atalhos podem ser usados também para programas, para facilitar seu acesso. Geralmente ao
instalar um programa temos a opção de colocá-lo com atalho na área de trabalho.

Arquivos

Tudo que temos no computador. Cada pasta é um arquivo, assim como cada atalho é
um arquivo. Cada programa seu é um arquivo, assim como cada foto, música, documento do
Word.
Cada arquivo possui uma extensão. Geralmente ela se encontra oculta. A extensão é
apresentada geralmente na forma de três a quatro letras que aparecem depois do nome do
arquivo, separada do mesmo por um ponto.

Figura 8. Exemplos de arquivos com extensões.

Programas são capazes de abrir algumas extensões, e não outras. No caso de não termos o
Acrobat Reader, se abrirmos o arquivo com o Word, não será possível acessar o arquivo
corretamente,

Diretório

Nada mais é do que um caminho, uma direção que indica dentro do computador onde se
encontram as pastas e arquivos. A primeira letra indica o local de armazenamento. O HD dos
computadores geralmente indicado por “C:”, driver de CD/DVD por “D:” e os pendrives por
“E:”.

Cada pasta é apresentada pelo nome do arquivo seguido de “/”. Sempre que aparece esse sinal.

Exemplo:

C:\Users\Fernando\Documents\ETEC\Disciplinas\Informática\Apresentações\Exemplos

O exemplo acima mostra que em um computador, no usuário “Fernando”, dentro dos


documentos, existem uma pasta “ETEC”, na qual existe uma subpasta “Disciplinas”, que por
sua vez tem as subpasta “Informática” na qual se encontra a subpasta “Apresentações”, e,
dentro dela, a subpasta “Exemplos” na qual os arquivos do exemplos do slide anterior estão
salvos.