Você está na página 1de 61

Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II

Departamento de Construção Civil

FUNDAÇÕES
• INDIRETAS MOLDADAS IN
LOCO

(PARTE 2)

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção Versão 2013 1


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas
profundas

1. Pré-moldadas
2. Moldadas in loco

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 2


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Estacas moldadas in loco


• Broca
• Trado mecânico
• Strauss
• Franki
• Hélice contínua monitorada
• Escavada ou estacão
• Barrete
Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 3
Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Hélice contínua monitorada
– Profundidade de até 24 m
– Ø até 100 cm
– Baixo grau de ruído e vibração
– Perfuração em solos pouco coesos
– Perfuração abaixo do nível da água
– Controle a partir o torque

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 4


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Hélice contínua
monitorada
O trado é uma peça
contínua que é cravado no
solo por rotação, sem nunca
ser retirado do solo, até ser
alcançada a profundidade
desejada.

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 5


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Hélice contínua
monitorada

Trado contínuo

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 6


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Hélice contínua monitorada

Fases de
execução

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 7


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Hélice contínua monitorada
– Escavada com hélice
mecânica
• Terra sai na superfície
Ponta de descarga do trado

(José Freitas Jr.)


PCC-USP

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 8


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Hélice contínua
monitorada
– Concretagem
simultânea à
retirada da hélice
– Concreto injetado
sob pressão

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 9


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Hélice contínua monitorada - Concretagem
Características 1. Alcançada a profundidade desejada, o
do concreto concreto é bombeado através do tubo
central.
2. A hélice passa a ser extraída do terreno
sem girar ou girando lentamente no sentido
da perfuração.
fck ≥ 20 MPa
3. A pressão do concreto é controlada de
forma que este preencha os vazios
causados pela extração da hélice.
DMC agregados Slump = 200 a
Bombeável
pedrisco 240 mm
Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 10
Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Hélice contínua monitorada - Armação
Colocada logo após a concretagem (concreto fresco)

PCC-USP

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 11


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Hélice contínua – monitoramento:
Computador registra diversas informações durante
a perfuração e a concretagem, controlando:
• Prumo e nivelamento da torre
• Velocidade de perfuração e rotação
• Velocidade de concretagem
• Torque do motor hidráulico
• Cota de profundidade

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 12


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Estacas escavadas ou estacão
– Seção circular (Ø 20 a 200 cm)
– Escavação mecânica com equipamento rotativo
– Uso de lama bentonítica
– Concretada com uso de tremonha
– Profundidade: 30 a 70 m
– Não é limitado pelo lençol freático

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 13


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Estacas escavadas ou estacão
– Lama Bentonítica: água + bentonita
Rocha vulcânica
– Material tixotrópico (mineral predominante =
montimorilonita)
• Em dispersão muda seu
estado físico
– Repouso = gelatinoso
– Agitação = fluidifica-se

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 14


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Estacas escavadas ou estacão
– Lama Bentonítica
• Efeito estabilizante (pressão hidrostática da lama
no interior da escavação > à exercida
externamente pelo lençol freático)
• A granulometria do terreno deve impedir a
dispersão da lama (areia?).
– Jazidas no Brasil:
• Bahia e Rio Grande do norte
Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 15
Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Estacas escavadas ou estacão
– Lama Bentonítica
• Preparada em uma “central de lama” (mistura da bentonita
com água, transportada em pó - sacos 50 kg).
• Misturadores de alta turbulência.
• Concentração de bentonita: entre 25 e 70 kg de bentonita
por m3 de H2O.
• Função da viscosidade e densidade necessária.
• Deve-se ter um laboratório de controle de qualidade.

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 16


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Seqüência executiva

Fundações indiretas profundas


• Estacas escavadas ou estacão

Escavação do
terreno com
preenchimento da
perfuração com lama
bentonítica

Equipamento:
Guindaste de esteira

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 17


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Seqüência executiva

Fundações indiretas profundas


Coroa rotativa

PCC-USP
Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 18
Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Seqüência executiva

Fundações indiretas profundas


• Estacas escavadas ou estacão
– Equipamento de escavação
• Mesa rotativa que aciona uma haste telescópica que tem em
sua extremidade inferior a broca de perfuração

Trado Cortante Coroa Martelo


helicoidal Caçamba piteira
dentada rotativa

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 19


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Seqüência executiva

Fundações indiretas profundas


• Estacas escavadas ou estacão
• Posicionamento das
armaduras (quando
necessário)
• Concretagem
submersa

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 20


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Seqüência executiva

Fundações indiretas profundas


• Estacas escavadas
com lama bentonítica

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 21


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Seqüência executiva

Fundações indiretas profundas


• Estacas escavadas ou estacão

PCC-USP

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 22


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Estacão escavado na água (c/ lama bentonítica)

Camargo Corrêa
Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 23
Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Estacão escavado na água (c/ lama bentonítica)

Camargo Corrêa
Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 24
Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Estacão escavado na água (c/ lama bentonítica)

Camargo Corrêa
Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 25
Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Estacão escavado na água (c/ lama bentonítica)

Camargo Corrêa
Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 26
Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Estacão escavado na água (c/ lama bentonítica)

Camargo Corrêa

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 27


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Estacas Barretes
– Estaca Barretes:
• Seção retangular, executada por escavação com
guindaste acoplado a “clamshell”
• Também usa lama bentonítica e é concretada com
uso de tremonha.
Tremonha

Bomba p/
recuperação
da lama
bentonítica

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 28


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Estacas barrete
– Equipamento de escavação
• Clamshell mecânico ou hidráulico
• Outros procedimentos são
idênticos ao apresentado para as
estacas escavadas.

Clamshell

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 29


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Estacas barrete
– Equipamento de escavação
Central de lama bentonítica Clamshell

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 30


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Seqüência executiva

Fundações indiretas profundas


• Estacas barrete (semelhante a estaca escavada)
Com seção retangular

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 31


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Estacas escavadas e Barretes
– Pontos fortes
• Rápida execução: capacidade de suportar cargas
elevadas
• Não há vibração (não afeta estruturas vizinhas)
• Pode chegar a grande profundidade
• A medida que se escava é possível avaliar
amostras do terreno conferindo dados do projeto.

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 32


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


• Estacas escavadas e Barretes
– Controle de execução
• Locação do centro da estaca
• Profundidade de escavação
• Velocidade de concretagem x ascensão da tremonha
• Posicionamento da armadura
• Concretagem submersa

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 33


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Atividades após a execução


das estacas:

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 34


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Arrasamento de estaca
• É necessário preparar a cabeça das estacas para
uma perfeita ligação com os elementos estruturais.
• O concreto desta região é de qualidade inferior
(possibilidade de contaminação com solo,
exsudação, etc.)
• Desse modo, deve-se terminar a concretagem no
mínimo 20 cm acima da cota de arrasamento.

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 35


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Arrasamento de estaca
• Operação manual ou mecânica:
– Manual (ponteiro e marreta)
– Mecânica (rompedor ou martelete pneumático)
– O sentido do corte deve ser de baixo para cima.

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 36


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Arrasamento de estaca
• Operação manual ou mecânica:

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 37


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento

Finalidade:
Transferir as cargas
da superestrutura
(pilares) para as
estacas de fundações.

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 38


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
• Montagem das fôrmas:

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 39


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
• Montagem das fôrmas:

Bloco para uma estaca

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 40


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
• Montagem das fôrmas:

Bloco para mais


de uma estaca

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 41


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
• Montagem das fôrmas:

Nivelamento com
mangueira de nível

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 42


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
• Montagem das armaduras:
Pode ser montada fora do local

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 43


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
• Montagem das armaduras:

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 44


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
• Montagem das armaduras:

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 45


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
• Montagem das armaduras:

Pode ser montada


in loco

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 46


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
• Montagem das armaduras:

Arranque ou
espera do pilar

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 47


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
• Posicionar espaçadores:

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 48


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
Curiosidade:
O que acham deste
caso?

Certo ou errado?

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 49


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
Pode estar certo.

Tudo depende do
projeto.

O pilar pode ser


inclinado mesmo

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 50


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
• Lançamento do concreto com calha:

Locais de fácil acesso


do caminhão betoneira

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 51


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
• Lançamento do concreto funil:
Locais de difícil acesso para
o caminhão betoneira

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 52


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
• Vibração do concreto:

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 53


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
• Vibração do concreto:

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 54


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
• Acabamento da superfície:

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 55


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
• Cura e desforma:

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 56


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Bloco de coroamento
• Cura e desforma:

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 57


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Vigas de travamento
e baldrame Viga baldrame
Armaduras de
arranque ou esperas

Armaduras de
arranque ou esperas

Vigas de travamento:
impedem deslocamentos
horizontais dos blocos.
Vigas de baldrame:
Servem de base para o
erguimento das vedações

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 58


Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Viga baldrame
• Mesma seqüência executiva dos blocos
• Posicionamento das
fôrmas
• Espaçadores
• Concretagem e vibração
• Cura
• Desfôrma
Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 59
Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Viga baldrame
• Mesma seqüência executiva dos blocos
espaçadores
• Posicionamento das
fôrmas
• Espaçadores
• Concretagem e vibração
• Cura
• Desfôrma
Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 60
Universidade Federal do Paraná 17:46 Disciplina: Construção Civil II
Departamento de Construção Civil

Fundações indiretas profundas


Referências
• Apostila de fundações da disciplina: Tecnologia da construção de
edifícios 1. Escola Politécnica da Universidade de São Paulo.
• Material de aula da disciplina Tecnologia da construção de
edifícios 1. Escola Politécnica da Universidade de São Paulo.
• HACHICH, W. et al. Fundações Teoria e Prática. Editora Pini. 2.
ed. 1998.
• JOPPERT Jr., I. Fundações e Contenções de Edifícios. Editora
Pini. 1. ed. 2007.

Prof. Dr. Marcelo Medeiros Grupo de Materiais de Construção 61

Interesses relacionados