Você está na página 1de 2

1. Considere as proposições.

p : Há números inteiros entre 5 e 10 .

q : Qualquer número real é pelo menos igual ao seu dobro.

r : Há números racionais não negativos.

1.1. Escreva cada uma das proposições em linguagem simbólica.

1.2. Escreva, sem utilizar o símbolo ~, a negação de cada uma das proposições e indique o
seu valor lógico.

2. Considere as proposições:

a : O António não comeu peixe.

b : O António comeu ovos.

c : O António comeu carne.

Sabendo que a proposição  a  b   c é verdadeira, diga o que o António comeu.

3. Sejam p e q duas proposições.


3.1. Mostre, recorrendo a uma tabela de verdade, que:

 p  q    p  q   q  p 

4. Mostre, sem recorrer a tabelas de verdade, que a proposição p   p  q    p ~ q  é verdadeira
independentemente do valor lógico de p e de q.

5. Considere as proposições.
p : O Fernando é picheleiro. q : O Fernando é pintor. r : O Fernando é médico.
Sabe-se que a proposição  p  q    q  r    ~ r  é verdadeira.
Qual é a profissão do Fernando?

6. Utilizando as propriedades das operações lógicas, simplifique cada uma das proposições:

2.1. b   a ~ b  2.2. ~  ~ a  b   b

2.3. ~  a  b    ~ a  b  2.4.  a ~ b   a

7. Racionalize os denominadores de cada uma das frações.

42 1 10 2a  4
1.1. 1.2. 1.3. 1.4. ,a
5 3 24 9 3 3 2 a  3  3a  1

49 1
8. Justifique a igualdade 2 3  2 3.
4 2
9. Um tetraedro regular está inscrito num cubo tal como sugere a figura ao lado.
Sabendo que a aresta do cubo mede uma unidade, prove que a área total do
tetraedro é igual a 2 3 unidades quadradas.

228  230
10. Mostre que
3  29 .
10

11. Na figura estão representados dois quadrados e uma circunferência.

A circunferência está inscrita no quadrado maior e o quadrado menor está inscrito na circunferência.
Mostre que a razão entre o comprimento do lado do quadrado maior e o comprimento do lado do
quadrado menor é igual a 2.

2
12. Racionalize o denominador da fração .
4
3 1

13. Simplifique cada uma das expressões.


1 1
2  34  5  34 30,4  10 16 : 5 36
13.1. 13.2.
4 3
27 216

1  2    
2 4
13.3. 3
 23  1  3 3 2 1  3 3 2
1
 1
4
1
2 a a 16  3
3 3 4

   a
13.4. 6 7 4 , a é um número positivo.
a a 3

3 3  a3
14. Mostre que a altura do triângulo equilátero de lado a unidades, a > 0, mede unidades.
2

Você também pode gostar