Você está na página 1de 20

Planaridade e Dualidade

Mayron César de Oliveira Moreira

Departamento de Ciência da Computação


Universidade Federal de Lavras

Agosto - 2018
Motivação
Problema
Suponha que tenhamos 3 casas a serem ligadas a 3 serviços (água, luz e
gás encanado). Existe a possibilidade de ligar as 3 casas aos 3 serviços
sem que as redes se cruzem?

Figura: Rosen (2012).


Grafo Planar

Definição
Um grafo G é planar se existir uma representação gráfica de G no plano
sem cruzamento de arestas.

Figura: Sólidos Platônicos - P.P. Costa, Dissertação, UNESP (2012).


Grafo Planar - Aplicação Clássica

Figura: M.A.M. Carvalho, Notas de aula, UFOP (2017).

Existe um desenho de circuito sem que haja cruzamento de fios?


Fórmula de Euler
Face
Região fechada de G limitada por algumas arestas.

Figura: M.A.M. Carvalho, Notas de aula, UFOP (2017).


Fórmula de Euler
Theorem (Euler)
Se G é um grafo planar conexo com n vértices, m arestas e f faces, então
n − m + f = 2.

Figura: Rosen (2012).


Fórmula de Euler

Theorem (Euler)
Se G é um grafo planar conexo com n vértices, m arestas e f faces, então
n − m + f = 2.

Seja G um grafo planar simples, conexo, que tenha 20 vértices, cada um


de grau 3. Quantas faces possui este grafo?
Teoremas

Definição
O grau de uma face g (F ) é o número de arestas que limitam a face.

Theorem
Se G é um grafo planar simples com n ≥ 3 vértices e m arestas, então
m ≤ 3n − 6. Além disso, se a igualdade vale, então toda face é limitada
por 3 arestas.
Teoremas

Definição
O grau de uma face g (F ) é o número de arestas que limitam a face.

Theorem
Se G é um grafo planar simples com n ≥ 3 vértices e m arestas, então
m ≤ 3n − 6. Além disso, se a igualdade vale, então toda face é limitada
por 3 arestas.

Importante: este Teorema é uma condição necessária para Planaridade,


não é suficiente.
Ex.: K3,3 .
Teoremas

Theorem
Se G é um grafo planar simples, então G contém um vértice de grau no
máximo 5 (existe um vértice com grau que não excede 5).
Teoremas

Theorem
Se G é um grafo planar simples, então G contém um vértice de grau no
máximo 5 (existe um vértice com grau que não excede 5).

Theorem
O grafo K3,3 não é planar.

Theorem
O grafo K5 não é planar.
Teoremas

Theorem (Kuratowski)
Um grafo G é planar sse G não contém subgrafo
homomorfo ao K3,3 ou K5 .

Figura: Rosen (2012).

Figura: Rosen (2012).


Teoremas

Theorem (Kuratowski)
Um grafo G é planar sse G não contém subgrafo
homomorfo ao K3,3 ou K5 .

Figura: Rosen (2012).

Figura: Rosen (2012).


Teoremas

Theorem (Kuratowski)
Um grafo G é planar sse G não contém subgrafo
homomorfo ao K3,3 ou K5 .

Figura: Rosen (2012).

Figura: Rosen (2012).


Dualidade

• Relações entre grafos distintos podem ser obtidas via a Dualidade;


• Vejamos como calcular o grafo dual G ∗ de G .
Dualidade
• Relações entre grafos distintos podem ser obtidas via a Dualidade;
• Vejamos como calcular o grafo dual G ∗ de G .

Figura: P.P. Costa, Dissertação, UNESP (2012).


Dualidade

• Relações entre grafos distintos podem ser obtidas via a Dualidade;


• Vejamos como calcular o grafo dual G ∗ de G .

Figura: M.A.M. Carvalho, Notas de aula, UFOP (2017).


Dualidade

Figura: P.P. Costa, Dissertação, UNESP (2012).


Dualidade

Figura: Um par dual (cubo e octaedro) - M.A.M. Carvalho, Notas de aula, UFOP
(2017).
Exercı́cios

1 Suponha que um grafo conexo planar 4-regular G = (V , E ) tenha 6


vértices. Quantas regiões o plano será dividido pela sua representação
planar?
2 Seja G = (V , E ) um grafo planar simples e conexo, com m arestas e
n vértices tais que n ≥ 3. Suponha que G não tenha ciclos de
tamanho 3. Então, m ≤ 2n − 4.