Você está na página 1de 28

Apostila de Planilhas Eletrônicas - MS Excel

Excel

É a planilha eletrônica do pacote de aplicativos para escritório da Microsoft, o Office. É uma das
planilhas eletrônicas mais utilizadas do mundo e conta com os mais variados recursos para realização
de cálculos dos mais simples aos mais complexos como análises de pesquisas, orçamentos e análises
financeiras em geral. A planilha eletrônica da Microsoft ainda conta com recursos para criação e edição
de gráficos, recursos para utilização de listas de dados e recursos para automatização de tarefas por
meio de macros e muito mais.

Enquanto um arquivo do editor de textos MS-Word recebe o nome de documento, no MS-Excel


um arquivo recebe o nome de pasta de trabalho. Da mesma maneira que um documento do Word
pode possuir várias páginas e seções, uma pasta de trabalho do Excel pode possuir várias planilhas. As
planilhas são compostas por células, que nada mais são do que a intersecção de uma linha com uma
coluna. Cada planilha do MS-Excel 2010 possui 1.048.576 linhas e 16.384 colunas.

Figura 116 - Microsoft Excel.

01
Legenda:

• 1: Faixa de Opções: faixa contendo conjuntos (guias) de ferramentas organizadas conforme a


funcionalidade de cada guia.

• 2: Ferramentas de acesso rápido: pequena barra onde se localizam os botões “Salvar”, “Voltar” e
“Refazer”. Esta barra permite personalização.

• 3: Conjunto/Grupo de botões: os botões das ferramentas disponíveis nas guias do Excel estão
agrupadas em grupos ou conjuntos de botões com objetivo de facilitar a localização.

• 4: Barra de Título: barra superior onde consta o nome do arquivo em uso e o nome do programa.

• 5: Barra de fórmulas: barra onde é exibido o conteúdo da célula ativa.

• 6: Botões de controle do Programa: Minimizar, Restaurar, Maximizar e Fechar.

• 7: Botões de controle da Janela: Minimizar a Faixa de Opções, Minimizar, Restaurar, Maximizar e


Fechar a pasta de trabalho atual e Help.

• 8: Rótulos de coluna: no MS-Excel 2010 vão da coluna A até a coluna XFD.

• 9: Zoom.

• 10: Controle de Exibição da pasta de trabalho: Normal: é a visualização padrão do Excel; Layout
da Página: mostra a pasta de trabalho como será impressa; Visualização de Quebra de página:
mostra a pasta de trabalho com a identificação das quebras de página.

• 11: Barra de Status: exibe várias informações da pasta de trabalho (cálculos padrões como média,
soma, mínimo e máximo, etc.) de acordo com o local onde a célula ativa esteja ou conforme o
conjunto de células selecionado.

• 12: Controle de movimentação e Guia de Planilhas: exibe as planilhas da pasta de trabalho atual,
bem como permite ao usuário movimentar-se pelas planilhas.

• 13: Célula Ativa: é a posição atual na planilha, destacada por contorno de cor preta. Cada célula
é identificada por sua identificação de coluna e por seu número de linha.

• 14: Rótulos de linha: no MS-Excel 2010 vão da linha 1 até a linha 1.048.576.

• 15: Caixa de nomes: exibe a posição da célula ativa ou o nome dado a um determinado intervalo
de células quando previamente definido.

02
Apostila de Planilhas Eletrônicas - MS Excel

Para inserir dados no Excel, basta clicar na célula em que se deseja inserir um valor e digitar o dado
desejado. Este dado pode ser um valor numérico, uma data, um texto, uma função do Excel ou ainda uma
fórmula que envolva cálculos matemáticos, referencias de células e funções do Excel. Opcionalmente
pode-se digitar o dado desejado, a função ou fórmula diretamente na barra de fórmulas do Excel.

Após digitar um valor para a célula o usuário pode pressionar a tecla:

• ENTER: para que a célula ativa seja posicionada na célula imediatamente abaixo de onde o dado
foi inserido.

• Shift + ENTER: para que a célula ativa seja posicionada na célula imediatamente acima de onde o
dado foi inserido.

• TAB: para que a célula ativa seja posicionada na célula imediatamente à direita de onde o dado
foi inserido.

• Shift + TAB: para que a célula ativa seja posicionada na célula imediatamente à esquerda de onde
o dado foi inserido.

Referência de célula no Excel

Ao trabalhar com o MS-Excel, é comum utilizar referências de células para facilitar o trabalho com
cálculos, pois a principal vantagem de se utilizar referência de células é que o cálculo se mantém
atualizado mesmo que os valores das células de origem sejam alterados. Suponha que as células A1, A2
e A3 possuam os valores R$10.480, R$15.000 e R$3.800 respectivamente e que se deseja fazer a soma
destes valores. Abaixo duas formas de se calcular a soma destes valores:

• Opção 1: somar os valores fazendo a indicação de cada um deles:

=10480+15000+3800

• Opção 2: somar os valores fazendo a indicação da célula onde estes valores se encontram:

= A1 + A2 + A3

No exemplo apresentado a melhor opção para se calcular estes valores é a opção 2, pois ao utilizar a
identificação das células para realizar o cálculo permite-se o cálculo continue sempre atualizado, mesmo
que os valores das células A1, A2 e A3 sofram alterações, enquanto que na opção 1 seria necessário
editar a fórmula utilizada para o cálculo afim de obter resultados atualizados caso fosse necessário.

Existem duas formas de se fazer referencia a uma célula no Excel:

03
• Indicando o número da linha e o número da coluna. Exemplo: L1C1

• Utilizando o rótulo de coluna e o rótulo de linha. Exemplo: A1

Por padrão o Excel vem configurado para utilizar o estilo de rótulo de coluna e rótulo de linha, porém
é possível alterar esta configuração na guia “Arquivo”, item “Opções”, subitem “Fórmulas”, “Trabalhando
com fórmulas”, opção “Estilo de Referência L1C1”.

Referência Relativa

Por padrão, uma referência a uma célula é relativa. Por exemplo, ao fazer a referência à célula A2 a
partir da célula C2, está realmente se referindo a uma célula que está duas colunas para a esquerda (C
menos A) e na mesma linha (2).

Uma fórmula que contém uma referência relativa a uma célula muda conforme ela é copiada de
uma célula para outra. Por exemplo, ao copiar a fórmula =A2+B2 da célula C2 para a D2, a fórmula em
D2 se ajusta uma linha para baixo e se torna =A3+B3. Se o usuário deseja manter a referência à célula
original neste exemplo quando a copia, será necessário ajustar a referência para que ela seja absoluta.

Referência Absoluta

Para tornar uma referência de célula absoluta, será necessário preceder a coluna e/ou a linha que se
deseja fixar, ou seja, a coluna e a linha que se deseja manter mesmo em casos de cópia das fórmulas ou
do uso do autopreenchimento.

Como já foi dito anteriormente, ao copiar a fórmula =A2+B2 da célula C2 para a D2, a fórmula em
D2 se ajusta uma linha para baixo e se torna =A3+B3. Para tornar esta referência absoluta e não permitir
que este ajuste aconteça será necessário fixar as linhas e colunas que se quer manter intactas, mesmo
em casos de cópia ou autopreenchimento. Neste caso será necessário preceder as colunas (A e B) e a
linha (2) com um cifrão ($). Desse modo ao copiar o conteúdo da célula C2 para a célula D2 a fórmula
permanecerá exatamente igual, ou seja, =$A$2+$B$2.

Referência Mista

Há ocasiões onde se deseja que a referência à célula seja “mista”, ou seja, deseja-se que alguma parte
da fórmula seja mantida como está e que a outra parte seja automaticamente ajustada pelo Excel. Para
isso, basta fazer o uso do “$” de acordo com o que se deseja fixar, ou seja, utilize o “$” apenas no local
onde se tem certeza de que a referência não poderá mudar. Exemplo: $A2 ou B$3.

Uma maneira bem interessante para ajustar o tipo de referência é utilizar a tecla de função F4 na
referência desejada. Para isso siga os procedimentos a seguir:

1. Selecione a célula que contém a fórmula.


04
Apostila de Planilhas Eletrônicas - MS Excel

2. Na Barra de fórmulas, clique sobre a referência que se deseja alterar.

3. Pressione F4 para alternar entre os tipos de referências.

Operadores Aritméticos do Excel

São quase os mesmos que costumamos utilizar no dia-a-dia. Veja:

Tabela 1 - Operadores aritméticos

Operador Operação
+ Adição
- Subtração
* Multiplicação
/ Divisão

Assim, quando se desejar realizar uma operação aritmética qualquer, o usuário deverá iniciar a
operação com o sinal de igual “=” e em seguida completar a operação com os valores numéricos e o
respectivo símbolo da operação desejada. Exemplo: = 5 + 8 + 3.

Exponenciação e Radiciação no Excel

Para realizar cálculos de potenciação ou exponenciação, utilize o símbolo “^”. Exemplo: = 2 ^ 3.


Realizar o cálculo do exemplo é o mesmo que realizar o cálculo: = 2 * 2 * 2.

Para realizar cálculos de radiciação, utilize “núm^(1/r)”, onde núm é o número desejado (radicando)
e r é o índice desejado para se extrair a raiz.

Exemplo: = 27^(1/3). Neste exemplo se deseja extrair a raiz cúbica do número 27.

Além das formas apresentadas o Excel também possui funções internas para o cálculo de potenciação
e de radiciação. Estas funções serão apresentadas mais adiante neste material.

Precedência de Operações

No Excel, da mesma forma que na matemática, as operações são executadas sempre da maior para
a menor precedência.

05
Tabela 2 - Precedência de operações.

1° É calculado tudo o que está


() entre parênteses.
^ 2° São calculadas as potências.
3° São calculadas as operações
*e/ de multiplicação e divisão, na
ordem em que aparecerem.
4° São calculadas as operações
+e- de adição e subtração, na
ordem em que aparecerem.

Operadores Lógicos do Excel

Tabela 3 - Operadores lógicos.

Operador Significado
= Igualdade
> Maior que
< Menor que
>= Maior ou igual a
<= Menor ou igual a
<> Diferente

O resultado da análise de uma expressão lógica será sempre um valor lógico que pode ser: VERDADEIRO
ou FALSO. Assim, quando se desejar realizar uma comparação lógica qualquer, o usuário deverá utilizar
o respectivo operador lógico para isso. Exemplo: = -0 < 0 < 10.

Guia Página Inicial

Figura 117 - Guia Página Inicial.

A guia Página Inicial reúne o conjunto de botões/comandos que permite trabalhar com a formatação
as planilhas. Estes recursos estão organizados da seguinte maneira:

• Área de transferência

• Fonte

• Alinhamento

06
Apostila de Planilhas Eletrônicas - MS Excel

• Número

• Estilo

• Células

• Edição

Alinhamento

Conjunto de botões/comando que permite alinhar o texto na vertical ( ) e na horizontal (


), bem como girar a orientação ( ) do texto, quebrar textos ( ), e mesclar e centralizar
( ) a célula selecionada.

Figura 118 - Exemplo de células alinhadas e mescladas.

Número

Conjunto de botões/comando que permite configurar a célula pelo formato do número ( ),


formatar a célula pelo estilo porcentagem ( ), e também aumentar e diminuir ( ) as casas décimas.

Estilo

Conjunto de botões/comando que permite formatar as cores das células ( ), o modelo da


tabela ( ), e o estilo da célula ( ).

A figura abaixo representa a formatação das cores da células, da tabela e do estilo da célula.

Figura 119 - Exemplo de formatação da tabela e das células.

07
Células

Conjunto de botões/comando que permite inserir ( ) e excluir ( ) as células, assim como formatar
( ) conforme as especificações desejadas.

Edição

Conjunto de botões/comando que permite fazer o cálculo da autosoma ( ), preencher (


) e limpar ( ) as células, classificar os dados ( ) de A a Z ou do menor para o maior, e
também localizar e selecionar textos ( ).

Excel - Guia Inserir

Figura 120 - Guia Inserir.

A guia Inserir reúne o conjunto de botões/comandos que permite inserir diversos itens de trabalho.
Estes recursos estão organizados da seguinte maneira:

• Tabelas

• Ilustrações

• Aplicativos

• Gráficos

• Relatórios

• Minigráficos

• Filtros

• Links

• Texto

• Símbolos

08
Apostila de Planilhas Eletrônicas - MS Excel

Funções do Excel

As funções do Excel nada mais são do que procedimentos de cálculos compactos e rápidos para
realização de cálculos diversos. A seguir, uma pequena lista das funções mais básicas do Excel:

• Agora( ): Retorna o dia e hora atual (do sistema).

— Exemplos: =AGORA( )

• Arred(número;dígitos): Arredonda um número para a quantidade de casas decimais especificada.

— Exemplos: =ARRED(0,615384615;4) =ARRED(A10;2)

• Data(ano;mês;dia): Retorna o número serial da data informada. Por padrão o Excel formata a
célula de resultado com o formato dd/mm/aaaa.

— Exemplos: =DATA(2014;06;12)

• Hoje( ): Retorna o dia atual (do sistema).

— Exemplos: =HOJE( )

• Maior(matriz;k): Retorna o k-ésimo maior valor de um conjunto de valores. Por exemplo, o quinto
maior valor.

— Exemplos:=MAIOR(K8:K14;2) =MAIOR(A1:A10;5)

• Máximo(núm1;núm2;...): Retorna o maior valor de uma lista de valores.

— Exemplos:=MÁXIMO(40;100) =MÁXIMO(A1;A2;A3;A4) =MÁXIMO(A1;B1;C2;D2;E3;F3)


=MÁXIMO(F1:F100)

• Média(núm1;núm2;...): Retorna a média aritmética dos argumentos. Estes argumentos podem ser
valores numéricos ou referências de células que contenham valores numéricos.

— Exemplos:=MÉDIA(40;100) =MÉDIA(A1;A2;A3;A4) =MÉDIA(A1;B1;C2;D2;E3;F3)


=MÉDIA(F1:F100)

• MédiaSe(núm1;núm2;...): Retorna a média aritmética dos argumentos Se os critérios definidos


foram VERDADEIROS.

— Exemplos:=MÉDIASE(K8:K14;»>=10»;K8:K14)=MÉDIASE(A1:A10;»=sim»;B1:B10)

09
• Menor(matriz;k): Retorna o k-ésimo menor valor de um conjunto de valores. Por exemplo, o
terceiro menor valor.

— Exemplos:=MENOR(K8:K14;2) =MENOR(A1:A10;5)

• Mínimo(núm1;núm2;...): Retorna o menor valor de uma lista de valores.

— Exemplos:=MÍNIMO(40;100) =MÍNIMO(A1;A2;A3;A4) =MÍNIMO(A1;B1;C2;D2;E3;F3)


=MÍNIMO(F1:F100)

• Potencia(núm; potência): Retorna o resultado de um número elevado a potência.

— Exemplos:=POTÊNCIA(2;3) =POTÊNCIA(9;2)

• Raiz(núm): Retorna a raiz quadrada de um número.

— Exemplos:=RAIZ(9) =RAIZ(81)

• Se(teste_lógico;valor_se_verdadeiro;valor_se_falso): Verifica se uma condição foi satisfeita


retornando um valor se for VERDADEIRO e outro valor se for FALSO.

— Exemplos:=SE(K16<50;K16*2;K16*1,5) =SE(A10=VERDADEIRO;B10*10%;B10*5%)

• Soma(núm1;núm2;...): Retorna a soma dos valores numéricos em um intervalo de células.

— Exemplos:=SOMA(500;125) =SOMA(A1;A2;A3;A4;A5) =SOMA(A1:A5) =SOMA(B1:B30; A3; A5)

• SomaSe(intervalo;critérios;intervalo_soma):Retorna a soma dos valores numéricos em um


intervalo de células Se uma determinada condição for atendida.

— Exemplos:=SOMASE(K8:K14;»<10»;K8:K14) =SOMASE(A1:A5;»=sim»;B1:B5)

Para inserir uma função em uma célula do Excel, basta iniciar a função digitando o sinal de igual (“=”)
seguido do nome da função e dos seus respectivos argumentos, quando houver. Opcionalmente pode-se
utilizar o botão “Inserir Função” ( ) que fica posicionado entre a “caixa de nomes” e a barra de fórmulas.

Figura 121 - Inserção de uma função.

10
Apostila de Planilhas Eletrônicas - MS Excel

AO objetivo deste material não é explorar todas as funções do Excel, mas garantir que o estudante
saiba quais são as funções básicas do Excel e quando precisar de uma função mais avançada saiba onde
encontra-las.

A função Se

A função Se é extremamente conhecida pelas pessoas que trabalham com planilhas eletrônicas, pois
esta função permite a execução de um cálculo, ou outro comando, caso uma determinada condição
(teste_lógico) seja VERDADEIRA ou FALSA.

A forma geral da função é a seguinte:

=Se(teste_lógico;valor_se_verdadeiro;valor_se_falso), onde:

• teste_lógico: é a forma como será testada a condição desejada para que resulte num resultado
VERDADEIRO ou FALSO.

• valor_se_verdadeiro: é o valor ou cálculo que será realizado caso o teste lógico resulte em
resultado VERDADEIRO.

• valor_se_falso: é o valor ou cálculo que será realizado caso o teste lógico resulte em resultado
FALSO.

Exemplos:

— =SE(A1>A2;A1;A2)

— =SE(C2>=D2;C2+1;D2-1)

— =SE(C3>F3;“Maior é o C3”;“Maior é o F3”)

Tabelas

Conjunto de botões/comando que permite criar tabelas simples ( ), dinâmicas ( ) e recomendadas


( ).

Para criar uma tabela simples no excel, devemos seguir os seguintes procedimentos:

1. Selecionar as células, pelas quais irão receber a formatação.

11
Figura 122 - Seleção das células.

2. Em seguida, clicar no ícone tabela ( ) e depois no OK.

Figura 123 - Tabela formatada.

Gráficos

Conjunto de botões/comando que permite adicionar gráficos de diferentes formas possíveis.

Figura 124 - Modelos de Gráficos.

Existem algumas definições comumente encontradas no que se refere aos gráficos, conforme
constam as duas abaixo elencadas:

A tentativa de se expressar visualmente dados ou valores numéricos, de


maneiras diferentes, assim facilitando a compreensão dos mesmos”; seriam,
também, “recursos visuais muito utilizados para facilitar a leitura e a
compreensão de informações sobre fenômenos e processos naturais, sociais
e econômicos.

O gráfico é uma representação com forma geométrica construída de


maneira exata e precisa a partir de informações numéricas obtidas através
de pesquisas e organizadas em uma tabela.

Criar um gráfico com o auxílio do Excel é algo bastante simples. Na maioria das vezes o mais difícil
é saber o que selecionar para que o gráfico expresse o que se deseja!
12
Apostila de Planilhas Eletrônicas - MS Excel

Abaixo, seguem procedimentos para se construir um gráfico:

Figura 125 - Selecionando células para a criação de gráficos.

1. Selecione as células que contém os dados desejados.

2. Clique na guia “Inserir”.

3. Localize o conjunto “Gráficos”.

Figura 126 - Passo a passo da seleção de gráficos.

4. Escolha o Tipo de gráfico desejado (colunas, linhas, pizza, barra, área, dispersão, outros) e clique
sobre ícone respectivo.

13
Figura 127 - Gráfico.

5. Clique no subformato mais apropriado para o que se deseja analisar. Um objeto do tipo gráfico
será exibido na planilha atual.

Figura 128 - Exemplo de gráfico.

Excel - Guia Layout da Página

Figura 129 - Guia Layout da Página.

A guia Layout da Página reúne o conjunto de botões/comandos que permite trabalhar com a
formatação das páginas. Estes recursos estão organizados da seguinte maneira:

• Temas

• Configurar página

14
Apostila de Planilhas Eletrônicas - MS Excel

• Dimensionar para ajustar

• Opções de planilha

• Organizar

Temas

Conjunto de botões/comando que permite escolher o tema ( ) de formatação da planilha, como a


cor ( ), a fonte ( ) e o efeito ( ).

Configurar página

Conjunto de botões/comando que permite configurar as margens ( ), a orientação ( ), o tamanho


( ), área de impressão ( ), plano de fundo ( ), impressão de títulos ( ) e também a inserir quebras
de páginas ( ).

Figura 130 - Configuração da página.

Dimensionar para ajustar

Conjunto de botões/comando que permite reduzir o tamanho da largura ( ), altura (


) e escala ( ).

Opções de planilha

Conjunto de botões/comando que permite exibir as linhas de grade ( ) e os títulos ( ), tanto na


planilha excel, como na impressão.

A figura abaixo apresenta uma planilha com linhas de grade e outra sem as linhas.

15
Figura 131 - Diferença entre uma planilha com linha de grade e sem linha de grade.

Organizar

Este conjunto de botões/comando são responsáveis pela organização dos objetos inseridos na
planilha, no qual é possível avançar ( ), recuar ( ), alinhar ( ), agrupar ( ), girar ( ) os objetos,
e também ativar o painel ( ) que exibi todos os objetivos existentes.

Exemplo de uso dos recursos citados.

Figura 132 - Girando o objeto.

Excel - Guia Fórmulas

Figura 133 - Guia de fórmulas.

16
Apostila de Planilhas Eletrônicas - MS Excel

A guia Fórmulas reúne o conjunto de botões/comandos que permite trabalhar com diversas fórmulas
matemáticas. Estes recursos estão organizados da seguinte maneira:

• Biblioteca de funções

• Nomes definidos

• Auditoria de Fórmulas

• Cálculo

Biblioteca de funções

Conjunto de botões/comando que permite calcular e adicionar funções nas planilhas, sendo ela uma
nova função ( ), função financeira ( ), função lógica ( ), entre outras.

1. Selecione os valores que serão utilizados para calcular a média.

Figura 134 - Seleção dos valores.

2. Em autosoma ( ) selecione média.

Figura 135 - Seleção da autosoma.

17
3. Resultado da média.

Figura 136 - Resultado.

Nomes definidos

Conjunto de botões/comando que permite através do gerenciador de nomes ( ), criar, editar,


excluir e localizar nomes para as tabelas ou células.

Figura 137 - Definição do nome da célula.

Auditoria de fórmulas

Conjunto de botões/comando que permite rastrear os precendentes ( ), ou seja, as


células que afetam o valor da célula selecionada, rastrear dependentes ( ), remover as
setas ( ), mostrar as fórmulas ( ), verificar os erros ( ) e avaliar as fórmulas ( ).

Figura 138 - Rastreador precendente.

18
Apostila de Planilhas Eletrônicas - MS Excel

Já a segunda figura é um exemplo de rastrear dependentes, ou seja, o excel mostra quais células que
são comprometidas pelo valor da célula selecionada.

Figura 139 - Rastreador dependente.

Cálculo

Conjunto de botões/comando que permite ativar a opção de cálculo ( ) automático ou manual, e


caso o cálculo manual esteja ativado é preciso utilizar os ícones calcular agora ( ) e calcular planilha (
), para obter os resultados.

Excel - Guia Dados

Figura 140 - Guia dados.

A guia Dados reúne o conjunto de botões/comandos que permite obter dados externos e ferramentas
para configurar os dados. Estes recursos estão organizados da seguinte maneira:

• Obter dados externos

• Conexões

• Classificar e filtrar

• Ferramentas de dados

• Estrutura de tópicos

Obter dados externos

A partir desse conjunto de botões/comando é possível obter dados do access ( ), da web (


), de texto ( ) e de outras fontes ( ).

19
Para adquirir os dados é preciso selecionar um dos comandos citados acima, e assim procurar o dado
que deseja importar para o excel.

Figura 141 - Localizando o arquivo a ser importado.

Classificar e filtrar

Conjunto de botões/comando responsável pela classificação ( ) de A – Z ou de Z – A, e pelo filtro


das células ( ).

Para ser feito a classificação de A – Z das células, é preciso selecionar as células nas quais se deseja
alterar, e em seguida clicar no ícone classificação ( ).

Figura 142 - Classificação de A – Z.

Ferramentas de dados

Conjunto de botões/comando que permite a partir do ícone texto para coluna ( ) dividir uma
coluna em várias outras, fazer o preenchimento relâmpago ( ), remover e excluir as
duplicatas ( ), validar dados ( ), consolidar ( ), e criar relações
( ) entre as tabelas.

Estrutura de tópicos

Conjunto de botões/comando que permite agrupar ( ) as linhas ou colunas, desagrupar ( ), e


também a calcular os totais e subtotais existentes na planilha, a partir do ícone subtotal ( ).

Para agrupar ou desagrupar as linhas ou colunas, é preciso selecionar as células em que deseja
aplicar a ferramenta, e logo em seguida clicar em cima de um, dos dois comandos.

20
Apostila de Planilhas Eletrônicas - MS Excel

Figura 143 - Agrupamento das linhas.

As figuras abaixo estão representando o passo a passo, de como fazer o desagrupamento das linhas
de uma planilha.

Figura 144 - Linhas agrupadas.

1. Primeiramente, é preciso fazer a seleção das linhas que serão desagrupadas.

2. Logo em seguida, basta clicar no ícone desagrupar e depois no OK.

Figura 145 - Desagrupando as linhas.

21
3. Resultado do desagrupamento.

Figura 146 - Linhas desagrupadas.

Excel - Guia Revisão

Figura 147 - Guia Revisão.

A guia Revisão reúne o conjunto de botões/comandos que permite revisar todo o conteúdo, fazer
alterações e adicionar comentários. Estes recursos estão organizados da seguinte maneira:

• Revisão de Texto

• Idioma

• Comentários

• Alterações

Revisão de texto

Conjunto de botões/comando que permite verificar a ortografia ( ) do texto, pesquisar ( )a


definição da palavra, e a utilizar o dicionário de sinônimos ( ).

Idioma

Para traduzir uma palavra ou parte de um conteúdo é utilizado o ícone traduzir ( ), que pode ser
aplicado em diversos idiomas.

Comentários

Conjunto de botões/comando que permite inserir comentários ( ) em todo conteúdo da planilha,


excluir ( ), encontrar o anterior ( ) ou o próximo ( ) ao comentário que está sendo trabalhado,
22
Apostila de Planilhas Eletrônicas - MS Excel

assim como ativar e desativar o ícone que mostrar todos os comentários ( ) e o que
oculta os comentários ( ).

O exemplo abaixo demonstra como é feita a ocultação dos comentários.

1. A primeira figura mostra todos os comentários feitos na planilha.

Figura 148 - Comentários.

2. Para ocultar o comentário é preciso selecionar a célula, em que o comentário a ser ocultado
esteja, e logo em seguida clicar no ícone mostrar/ocultar comentário, desta forma o comentário
será escondido.

Figura 149 - Comentário foi escondido.

Alterações

Conjunto de botões/comando responsáveis pela proteção da planilha ( ), das pastas de trabalho (


), do compartilhamento das pastas de trabalho ( ), da proteção e compartilhamento das pastas de
trabalho ( ), da permissão de que usuários editem intervalos ( ),
bem como controlar as alterações ( ) feitos no conteúdo.

Para adicionar proteção na planilha, basta selecionar o ícone proteger planilha ( ), e logo em
seguida digite a senha para a proteção e os itens a serem bloqueados. Desta forma, somente as pessoas
que tiverem a senha, irão poder trabalhar com a planilha.

23
Figura 150 - Proteger planilha.

Note que após inserir a proteção, não é possível mexer no arquivo até que insira a senha para
desproteger a planilha.

Figura 151 - Aviso.

Excel - Guia Exibição

Figura 152 - Guia Exibição.

A guia Exibição do excel reúne o conjunto de botões/comandos que permite exibir a planilha de
diversas formas e fazer algumas alterações. Estes recursos estão organizados da seguinte maneira:

• Modos de exibição de pasta de trabalho

• Mostrar

• Zoom

• Janela

Modos de exibição de pasta de trabalho

Conjunto de botões/comando que permite exibir a planilha no modo normal ( ), visualização de


quebra de página ( ), e layout de página ( ).

24
Apostila de Planilhas Eletrônicas - MS Excel

Figura 153 - Exibição Normal.

Figura 154 - Visualização de quebra de página.

Figura 155 - Layout da página.

Mostrar

Conjunto de botões/comando que permite ativar ou não a visualização da régua ( ), das linhas
de grade ( ), das barras de fórmulas ( ) e dos títulos ( ).

25
Exemplo do uso dos recursos citados.

Figura 156 - Figura com os comandos barras de fórmulas e títulos ativados.

Figura 157 - Figura com os comandos barras de fórmulas e títulos desativados.

Zoom

Conjunto de botões/comando que permite visualizar o arquivo com a proporção desejada através
do ícone zoom ( ), assim como o que aplica a proporção de 100% ( ) para a planilha, e o que
emprega zoom ( ) na célula a ser trabalhado.

Janelas

Conjunto de botões/comando que permite abrir uma nova janela ( ) para trabalhar em mais de um
arquivo, assim como organizar ( ) as janelas abertas, congelar os painéis ( ), dividir (
) e ocultar ( ) as janelas desejadas.

O ícone congelar painéis serve para fixar as linhas que não devem ser mexidas, assim conforme barra
de rolagem se move, os itens congelados continuam fixados.

Na figura 157, foi congelada a linha marcada, assim conforme a barra de rolagem se movimento, a
linha fica fixada, como na figura 158.

Figura 158 - Exemplo de congelamento de painéis.

26