Você está na página 1de 41

Cadastro Cadastro Territorial Territorial Multifinalitário Multifinalitário - - CTM CTM

GESIG

Gestão Estratégica com Sistema de Informação Geográfica

GESIG Gestão Estratégica com Sistema de Informação Geográfica Ordenamento Territorial Desenvolvimento Sustentável

Ordenamento Territorial

Desenvolvimento Sustentável

ESTRUTURAÇÃO DE UM CADASTRO TERRITORIAL MULTIFINALITÁRIO – CTM

Manual de apoio – Ministério das Cidades

Diretrizes para a criação, instituição e atualização do cadastro territorial multifinalitário nos municípios brasileiros

Geotecnologias

Geotecnologias Informação Física Informação Geográfica Informação Demográfica Informação Topográfica

Informação Física

Informação

Geográfica

Informação Física Informação Geográfica Informação Demográfica Informação Topográfica PROBLEMA
Informação Física Informação Geográfica Informação Demográfica Informação Topográfica PROBLEMA
Informação Física Informação Geográfica Informação Demográfica Informação Topográfica PROBLEMA
Informação Física Informação Geográfica Informação Demográfica Informação Topográfica PROBLEMA

Informação

Demográfica

Informação

Topográfica

PROBLEMA

URBANO

Demográfica Informação Topográfica PROBLEMA URBANO Informação de Infraestrutura Solução mais ra Menor tem
Demográfica Informação Topográfica PROBLEMA URBANO Informação de Infraestrutura Solução mais ra Menor tem

Informação de Infraestrutura

Solução mais ra Menor tem

Transferência de Tecnologia
Transferência
de Tecnologia
Estruturação do Escritório
Estruturação
do Escritório
Levantamento de Dados na Prefeitura
Levantamento
de Dados na
Prefeitura
Planta Genérica de Valores
Planta
Genérica de
Valores
Sistema de Informações Geográficas
Sistema de
Informações
Geográficas

ETAPAS

DO

CADASTRO

Imagem de Altíssima Resolução
Imagem de
Altíssima
Resolução
Rede de Referência Cadastral
Rede de
Referência
Cadastral
Definição do Banco de Dados Geográfico
Definição do
Banco de Dados
Geográfico
Produção de Mapas
Produção de
Mapas
Regularização Fundiária
Regularização
Fundiária
Levantamento de Dados no Campo
Levantamento
de Dados no
Campo

CRONOGRAMA RESUMIDO PARA IMPLANTAÇÃO DO CTM

Aquisição da imagem de satélite do município ou área urbana;

Levantamento topográfico;

Rede de referência cadastral/RRC;

Cadastro territorial multifinalitário;

Elaboração da planta genérica de valores.

LEVANTAMENTO 2003 LEVANTAMENTO 2003 LEVANTAMENTO 2002 LEVANTAMENTO 2002 ESCALA – 1:5.000 ESCALA – 1:5.000 ESCALA
LEVANTAMENTO 2003 LEVANTAMENTO 2003 LEVANTAMENTO 2002 LEVANTAMENTO 2002 ESCALA – 1:5.000 ESCALA – 1:5.000 ESCALA
LEVANTAMENTO 2003 LEVANTAMENTO 2003 LEVANTAMENTO 2002 LEVANTAMENTO 2002 ESCALA – 1:5.000 ESCALA – 1:5.000 ESCALA
LEVANTAMENTO 2003 LEVANTAMENTO 2003 LEVANTAMENTO 2002 LEVANTAMENTO 2002 ESCALA – 1:5.000 ESCALA – 1:5.000 ESCALA
LEVANTAMENTO 2003 LEVANTAMENTO 2003 LEVANTAMENTO 2002 LEVANTAMENTO 2002 ESCALA – 1:5.000 ESCALA – 1:5.000 ESCALA
LEVANTAMENTO 2003 LEVANTAMENTO 2003 LEVANTAMENTO 2002 LEVANTAMENTO 2002 ESCALA – 1:5.000 ESCALA – 1:5.000 ESCALA
LEVANTAMENTO 2003 LEVANTAMENTO 2003 LEVANTAMENTO 2002 LEVANTAMENTO 2002 ESCALA – 1:5.000 ESCALA – 1:5.000 ESCALA

LEVANTAMENTO 2003

LEVANTAMENTO 2003

LEVANTAMENTO 2002

LEVANTAMENTO 2002

ESCALA – 1:5.000

ESCALA – 1:5.000

ESCALA – 1:10.000

ESCALA – 1:10.000

LEVANTAMENTO DE 1982

LEVANTAMENTO DE 1982

ESCALA ESCALA 1:8.000 1:8.000

COLETA DE PONTOS GEOGRÁFICOS EM CAMPO (Arvores; postes; boca de lobo; testada de quadras; lotes
COLETA DE PONTOS
GEOGRÁFICOS EM CAMPO
(Arvores; postes; boca de
lobo; testada de quadras;
lotes vagos; logradouros;
pontos de ônibus; fachada
de imóveis etc.)

COLETA DE PONTOS: LEVANTAMENTO TOPOGRÁFICO

COLETA DE PONTOS: LEVANTAMENTO TOPOGRÁFICO

REDE DE REFERÊNCIA CADASTRAL – Exemplo de marco

REDE DE REFERÊNCIA CADASTRAL – Exemplo de marco
REDE DE REFERÊNCIA CADASTRAL – Exemplo de marco

40 MARCOS IMPLANTADOS, COM UMA DENSIDADE DE 1,2 MARCOS/KM 2

40 MARCOS IMPLANTADOS, COM UMA DENSIDADE DE 1,2 MARCOS/KM 2

MARCO IMPLANTADO EM UM LOCAL PÚBLICO

MARCO IMPLANTADO EM UM LOCAL PÚBLICO
MARCO IMPLANTADO EM UM LOCAL PÚBLICO
MEMORIAL DESCRITIVO DOS MEMORIAL DESCRITIVO DOS MARCOS GEODÉSICOS MARCOS GEODÉSICOS
MEMORIAL DESCRITIVO DOS
MEMORIAL DESCRITIVO DOS
MARCOS GEODÉSICOS
MARCOS GEODÉSICOS
MEMORIAL DESCRITIVO DOS MEMORIAL DESCRITIVO DOS MARCOS GEODÉSICOS MARCOS GEODÉSICOS
MEMORIAL DESCRITIVO DOS MEMORIAL DESCRITIVO DOS MARCOS GEODÉSICOS MARCOS GEODÉSICOS

SISTEMA DE COLETA DE DADOS

Cadastro de dados em campo com PDA’s (Ex. de imagens abaixo);

Transferência dos dados para o Sistema Gestor;

Agilidade na gestão da informação.

(Ex. de imagens abaixo);  Transferência dos dados para o Sistema Gestor;  Agilidade na gestão
(Ex. de imagens abaixo);  Transferência dos dados para o Sistema Gestor;  Agilidade na gestão
(Ex. de imagens abaixo);  Transferência dos dados para o Sistema Gestor;  Agilidade na gestão

ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO

ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO
ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO
ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO
ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO
ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO
ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO
ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO
ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO
ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO
ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO
ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO
ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO
ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO
ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO
ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO
ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO
ESTRATÉGIA DE CADASTRAMENTO
EQUIPES DE CAMPO
EQUIPES DE CAMPO
EQUIPES DE CAMPO
EQUIPES DE CAMPO

EQUIPES DE CAMPO

EQUIPE DE CAMPO: LEVANTAMENTO DE DADOS DE INFRAESTRUTURA E SOCIAL EM CAMPO
EQUIPE DE CAMPO: LEVANTAMENTO DE DADOS DE INFRAESTRUTURA E SOCIAL EM CAMPO
EQUIPE DE CAMPO: LEVANTAMENTO DE DADOS DE INFRAESTRUTURA E SOCIAL EM CAMPO

EQUIPE DE CAMPO:

LEVANTAMENTO DE DADOS DE INFRAESTRUTURA E SOCIAL EM CAMPO

EQUIPE DE CAMPO: LEVANTAMENTO DE DADOS DE INFRAESTRUTURA E SOCIAL EM CAMPO
EQUIPE DE CAMPO: LEVANTAMENTO DE DADOS DE INFRAESTRUTURA E SOCIAL EM CAMPO

LEVANTAMENTO DE DADOS DE CAMPO: MEDIÇÃO DAS EDIFICAÇÕES

LEVANTAMENTO DE DADOS DE CAMPO: MEDIÇÃO DAS EDIFICAÇÕES
FOTOGRAFIAS DAS FACHADAS
FOTOGRAFIAS DAS FACHADAS
FOTOGRAFIAS DAS FACHADAS
FOTOGRAFIAS DAS FACHADAS

FOTOGRAFIAS DAS FACHADAS

FOTOGRAFIAS DAS FACHADAS
FOTOGRAFIAS DAS FACHADAS

HOMOGENEIZAÇÃO DOS PADRÕES CONSTRUTIVOS

HOMOGENEIZAÇÃO DOS PADRÕES CONSTRUTIVOS
HOMOGENEIZAÇÃO DOS PADRÕES CONSTRUTIVOS
HOMOGENEIZAÇÃO DOS PADRÕES CONSTRUTIVOS
HOMOGENEIZAÇÃO DOS PADRÕES CONSTRUTIVOS

DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA DE INFORMAÇÕES GEOGRÁFICAS PARA GESTÃO E CONTROLE DE IPTU E ITBI

Criação Criação do do Sistema Sistema Personalizado Personalizado para para o o usuário usuário final: final:

Amigável;

Amigável;

.

. Em rede;

.

.

. Em rede;

Atualizável.

.

Atualizável.

. . Em rede; . . . Em rede; Atualizável. . Atualizável. Montagem Montagem final final

Montagem Montagem final final do do Sistema Sistema de de Informações Informações Geográficas, Geográficas, integrando integrando as as bases bases de de dados dados cartográficas cartográficas e e de de atributos; atributos;

Treinamento Treinamento da da equipe equipe da da prefeitura; prefeitura;

Integração Integração com com a a base base de de dados dados existente. existente.

prefeitura; Integração Integração com com a a base base de de dados dados já já existente.

ELABORAÇÃO DA PLANTA GENÉRICA DE VALORES (PGV)

ELABORAÇÃO DA PLANTA GENÉRICA DE VALORES (PGV)

REUNIÕES COM A COMISSÃO PARA A ELABORAÇÃO DA PGV

REUNIÕES COM A COMISSÃO PARA A ELABORAÇÃO DA PGV  Funcionários municipais da área tributária; 
REUNIÕES COM A COMISSÃO PARA A ELABORAÇÃO DA PGV  Funcionários municipais da área tributária; 

Funcionários municipais da área tributária;

Pessoas em cargos de chefia;

Vereadores;

Corretores de imóveis;

Cartorários;

Engenheiros – arquitetos;

Representantes do comércio, indústria e serviços;

Representantes de clubes de serviços e associações.

COEFICIENTES CORRETIVOS DO TERRENO

OCUPAÇÃO

COEFICIENTE

1 – Edificado

0,80

2 – Baldio

1,00

3 – Construção

0,90

4 – Ruína

1,10

PASSEIO

1 – Cimento

1,00

2 – Cerâmica

1,00

3 – Ladrilho

1,00

4 – Pedra

1,00

5 – Tijolo

1,00

6 – Sem

1,20

LIMITAÇÃO

1 – Muro

0,80

2 – Cerca

1,00

3 – Misto

1,00

4 – Sem limite

1,20

POSSIBILIDADES DO CTM

MODELO DIGITAL DE ELEVAÇÃO

MODELO DIGITAL DE ELEVAÇÃO
PRODUÇÃO DE MAPAS TÉCNICOS DIVERSOS
PRODUÇÃO DE MAPAS TÉCNICOS DIVERSOS
PRODUÇÃO DE MAPAS TÉCNICOS DIVERSOS
PRODUÇÃO DE MAPAS TÉCNICOS DIVERSOS
PRODUÇÃO DE MAPAS
TÉCNICOS DIVERSOS
PRODUÇÃO DE MAPAS TÉCNICOS DIVERSOS
PRODUÇÃO DE MAPAS TÉCNICOS DIVERSOS
PRODUÇÃO DE MAPAS TÉCNICOS DIVERSOS
PRODUÇÃO DE MAPAS TÉCNICOS DIVERSOS

ESTUDO DE SIMULAÇÃO DE ENCHENTES

ESTUDO DE SIMULAÇÃO DE ENCHENTES

Detalhe da área atingida

Detalhe da área atingida

EXEMPLO DE ANÁLISE SETORIAL - EDUCAÇÃO: Escolas x locais de embarque e desembarque de alunos x rotas transporte escolar

EXEMPLO DE ANÁLISE SETORIAL - EDUCAÇÃO: Escolas x locais de embarque e desembarque de alunos x

EXEMPLO DE ANÁLISE POLÍTICAS SOCIAIS: Famílias Classificadas por Grau de Vulnerabilidade Social

EXEMPLO DE ANÁLISE POLÍTICAS SOCIAIS: Famílias Classificadas por Grau de Vulnerabilidade Social

QUAL A TENDÊNCIA DE OCORRÊNCIA DE ASSALTOS NESTE BAIRRO?

QUAL A TENDÊNCIA DE OCORRÊNCIA DE ASSALTOS NESTE BAIRRO?
QUAL A TENDÊNCIA DE OCORRÊNCIA DE ASSALTOS NESTE BAIRRO?

MOSTRE ONDE ESTÃO OS IMÓVEIS QUE ESTÃO DEVENDO IPTU A MAIS DE 5 ANOS E POSSUEM PISCINA!

MOSTRE ONDE ESTÃO OS IMÓVEIS QUE ESTÃO DEVENDO IPTU A MAIS DE 5 ANOS E POSSUEM
MOSTRE ONDE ESTÃO OS IMÓVEIS QUE ESTÃO DEVENDO IPTU A MAIS DE 5 ANOS E POSSUEM
MOSTRE ONDE ESTÃO OS IMÓVEIS QUE ESTÃO DEVENDO IPTU A MAIS DE 5 ANOS E POSSUEM
MOSTRE ONDE ESTÃO OS IMÓVEIS QUE ESTÃO DEVENDO IPTU A MAIS DE 5 ANOS E POSSUEM

QUAL A ZONA DE MAIOR RISCO DE OCORRÊNCIA DE DENGUE NOS BAIRROS?

QUAL A ZONA DE MAIOR RISCO DE OCORRÊNCIA DE DENGUE NOS BAIRROS?
QUAL A ZONA DE MAIOR RISCO DE OCORRÊNCIA DE DENGUE NOS BAIRROS?

ORDENAMENTO TERRITORIAL

É EXTREMAMENTE IMPORTANTE ENTENDER QUE O CADASTRO TERRITORIAL MULTIFINALITÁRIO/CTM É A INFRAESTRUTURA BÁSICA E PRIMEIRA PARA O GESTOR PÚBLICO ELABORAR, IMPLANTAR E/OU IMPLEMENTAR OS PROJETOS ABAIXO:

Plano Diretor;

Plano de zoneamento;

Regularização fundiária;

Plano municipal rodoviário rural/PMRR;

Plano municipal de mobilidade e acessibilidade;

Dimensionamento de projetos de iluminação pública;

Dimensionamento de projetos de rede pluvial;

Plano Municipal de Saneamento Básico;

Dimensionamento de ETE’s e ETA’s;

Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos etc.

OBRIGADO! Alessandro Luis aregino@cbcn.org.br (31) 9 8979-7848
OBRIGADO! Alessandro Luis aregino@cbcn.org.br (31) 9 8979-7848
OBRIGADO! Alessandro Luis aregino@cbcn.org.br (31) 9 8979-7848

OBRIGADO!

Alessandro Luis

aregino@cbcn.org.br

(31) 9 8979-7848

Interesses relacionados