Você está na página 1de 1

CASO%CONCRETO%7%

1" # " L ídia"Rosalina"Folgueira"Castro,"em"seu"livro""Disputa"de"guarda"e"visitas:"no" interesse"dos"pais"ou"dos"filhos","menciona"o"fato"de"que"os"estudos"atuais"sobre"a" problemática"afetiva"dos"ex# casais"em"disputa"atribuem# lhe"como"causa"o"ex# casal"não" ter"conseguido"elaborar"a"separação."Refutando"esta"ideia"a"partir"do"que"encontrou" nos"casos"que"analisou,"procurou"compreender"porque"a"ideia"é"tão"generalizada." Acredita"ser"importante"que"se"compreenda"que"a"separação,"embora"seja"um" momento"sempre"muito"difíci l,"não"se"dá"da"mesma"forma"e"pelas"mesmas"razões"para" todos"os"indivíduos."Podemos"ter"algumas"separações"que"trazem"consequências" desastrosas"para"o"desenvolvimento"das"crianças,"principalmente"quando"um"dos"pais" programa"o"filho"para"que"odeie"e"consequ entemente"rompa"os"laços"afetivos"com"o" outro"genitor."Podemos"nomear"essa"situação"como? " A"situação"narrada"caracteriza"a"chama"Alienação"Parental,"onde"ocorre"a"interferência" na"formação"psicológica"da"criança"ou"do"adolescente,"induzida"por"um"dos"genitores," pelos"avós"ou"os"responsáveis"pela"criança,"para"que"a"criança"repudie"e"tenha" problemas"para"estabelecer"vínculo"com"algum"genitor. "

" 2" # " Maria"foi"casada"com"João"durante"
"
2" # " Maria"foi"casada"com"João"durante" três"anos"e"tiveram"um"filho."Após"a"separação"
conjugal,"João"foi"residir"em"outro"país,"por"motivos"profissionais,"e"a"criança"ficou"sob"
a"guarda"da"mãe,"tendo"um"ano"de"idade"à"época."Maria"reconstituiu"família"com"
Pedro"e"viveram"juntos,"ele,"ela,"o"fil ho"e"uma"filha"dessa"nova"união,"durante"sete"
anos."Ao"longo"desse"tempo,"João"estabeleceu"apenas"contatos"telefônicos"com"o"
filho,"em"datas"comemorativas."Maria"faleceu"e"Pedro,"então,"requereu"judicialmente"
a"guarda"do"menino,"agora"com"nove"anos"de"idad e."João"contesta"a"posição"de"Pedro"
e,"também,"requer"a"guarda"do"filho."Tendo"por"referência"à"Ética"do"Afeto,"assinale"a"
alternativa"correta."O"caso"acima"reflete"a"realidade"de"uma"família:"
d)"Filiação" sócio"afetiva. "
"
3" # " A"guarda"conjunta"ou"compartilh ada"é"um"dispositivo"que"contempla"a"
coparentalidade,"na"medida"em"que,"numa"separação"de"casal,"os"pais"devem"
participar"da"educação"e"dos"cuidados"em"relação"aos"filhos."A"guarda"conjunta"tem"
como"princípio"básico:" a)"a"dissolubilidade"da"união"conjugal," mas"não"da"filiação ." "
"
4" # " Disputa"de"guarda"de"filho"# " O"casal"está"em"processo"de"divórcio ,"o"pai"objetiva"a"
guarda"compartilhada"da"filha"de"seis"anos,"a"mãe"não"aceita"a"proposta,"não"perdoa"o"
excônjuge"por"ter"sido"trocada"por"outra"mulher."A"filha"passou"a"ser"o"alvo"da"disputa"
e"o"conflito"é"intenso,"o"personagem"mais"prejudicado"na"disputa"do"ex # casal"é"sem"
dúvida"a"filha."QUESTIONA# SE:"No"caso"em"questão"não"havendo"consenso"entre"os"
pais,"pode"o"Poder"Judiciário"obrigálos"a"compartilhar"a"guarda"da"filha?"Explique. "
Sim,"apesar"de"que"a"criança"deve"estar"com"os"dois"pais.""
"