Você está na página 1de 5

PLANO DE APRENDIZAGEM

Evento: Terapia Tridimensional – Terapia do Autoconhecimento


Data: Novembro de 2017 Carga horária: 20h
Facilitador: Sandro Quadros

1. CURRÍCULUM RESUMIDO
Sandro Marcelo Quadros Cabral é especialista em terapia regressiva, graduando em psicologia e Vice-
Presidente da ABHTR – Associação Brasileira de Hipnoterapia e Terapia Regressiva. Desde 2013 ensina,
coordena e promove cursos, treinamentos e turmas de pós-graduação pelo Instituto Imyself. Atua como
palestrante e formador no Brasil e Europa, ministrando, principalmente, formações em hipnose, terapia
regressiva e autoconhecimento. Escritor, comunicador e terapeuta, também desenvolve atividades como
hipnoterapeuta clínico.

Dentre suas formações, podemos destacar:

• Graduando em Psicologia – Estácio


• Pós-Graduado em Terapia Regressiva pela FACEI (2015.2)
• Pós-Graduando em Neuropsicologia da Educação pelo ISEO (2016.2) – Trancado

Cursos & Formações até 2017.1:

INTERNACIONAIS
• PNL Practitioner pela The Society of Neuro-Linguistic Programming™, Instituto Rogério Castilho &
Richard Bandler.
• Dave Elman Hypnosis Institute, Carolina do Norte/EUA, em Advanced Hypnosis Techniques.
• Elsever Institute em Instant Hypnosis com o Professor Sean Michael Andrews.
• Elsever Institute em Presence Coaching com os Professores Richard Moss & Robert Dilts.
• Elsever Institute em Professional Therapy com Professor Jeffrey Zeig.
• Associação Portuguesa de Hipnose Clínica e Hipnoanálise em Terapias de Vidas Passadas e
Resolução de Conflitos Internos com Dr. Alberto Lopes.
• American Board of Hipnotherapy, Nevada/EUA em Hipnose Clínica.
• Associação Portuguesa de Hipnose Clínica - Hypnogenesis com Dr. Alberto Lopes.
• Hipnose Conversacional com Miguel Cocco.

CERTIFICAÇÕES
• Certificação pelo Instituto Rogério Castilho em Conduta Clínica em Hipnose para Síndrome do
Pânico, Compulsão alimentar, Abundância, Controle de Ansiedade.
• Certificado pela Academia Brasileira de Ensino Clínico e Experimental da Hipnose em Hipnólogo
Clínico na Hipnose Prática e Clínica com o Professor Fábio Puentes.
• Certificado pela Academia Brasileira de Ensino Clínico e Experimental da Hipnose em Técnico de
Hipnose com o Professor Fábio Puentes.
• Certificação Internacional pelo Instituto Rogério Castilho em Hipnose Prática e Clínica, com
Especialização em Técnicas para Controle da Dor, Técnicas Rápidas para Fobias, “Esquecer” alguém,
Motivação, Controle de Ansiedade, Autoestima, tendo como tutor e orientador o Professor Rogério
Castilho.
• Hipnoterapia Cognitiva – Cognicci – Benomy Silberfarb.
• Certificado pela Academia Internacional de Hipnose Integrativa, tendo como tutor e orientador o
Professor Antonio Carreiro.
• Certificado Practitioner em PNL pelo Instituto Pro-Ser, Grupo Kau Mascarenhas de PNL –
Programação Neurolinguística.
• Certificado Master Practitioner PNL pelo Instituto Pro-Ser, Grupo Kau Mascarenhas de PNL –
Programação Neurolinguística.

1
• Certificado pela Academia Brasileira de Ensino Clínico e Experimental da Hipnose em Hipnose no
controle da dor com o Professor Fábio Puentes.
• Comunicação e Relações Interpessoais by Dale Carnegie & Associates, Inc.

2. OBJETO

Curso teórico-prático com o objetivo de sensibilizar e ensinar fundamentos, conceitos e práticas da


Terapia Tridimensional ou do Autoconhecimento, visa ampliar a percepção do profissional quanto aos
três pilares que a compõe, à saber: autopercepção; autoconhecimento e autorrealização,
autotransformação ou autocura. Possibilitando assim, uma autosensibilização, além de potencialização
dos resultados do processo terapêutico, através da compreensão das necessidades particulares de cada
paciente e do reconhecimento de sua individualidade e potencialidade.

3. FINALIDADE

3.1 Objetivo Geral


 Capacitar os profissionais à utilizar os protocolos e técnicas da Terapia Tridimensional ou do
Autoconhecimento no dia a dia das suas relações com os pacientes, visando potencializar os
resultados do processo terapêutico.

3.2 Objetivos específicos

 Promover o conhecimento dos fundamentos da Terapia Tridimensional ou do Autoconhecimento;


 Aprender a aplicar metodologias, vivências da Terapia Tridimensional ou do Autoconhecimento no
dia a dia das relações e promover o aprofundamento em tais práticas;
 Sensibilizar os profissionais quanto as necessidades individuais dos pacientes no tocante aos seus
sistemas de autopercepção e autoconhecimento;
 Ampliar o ferramental necessário para a interação correta entre o profissional e o paciente,
introduzindo a Terapia Tridimensional ou do Autoconhecimento como alternativa complementar as
práticas terapêuticas.

4. JUSTIFICATIVA / FUNDAMENTO
A busca pelo autoconhecimento sempre esteve presente na história do homem enquanto ser individual
vivendo em um contexto social e, cada vez mais observa-se no trato terapêutico o advento de terapias
holísticas e transpessoais focadas em promover tal busca, visando levar o sujeito para seu centro,
conscientizando-o de sua própria responsabilidade pelas causas que dá e os efeitos que colhe em sua vida.
Independente da técnica proposta, o fim esperado em todas essas novas terapias é o autoconhecimento.

A tomada de consciência e, por conseguinte, a autorrealização ou autocura, só é possível a partir de um


processo sistemático de autopercepção e autoconhecimento, que permitirá ao indivíduo expressar todo seu
potencial de autotransformação, seja através da construção de sua própria vida de acordo com aquilo que
deseje, planeje e aja para realizar ou até mesmo da cura de enfermidades por conhecer e autoconhecer a
origem das mesmas em seu nível mais profundo e sutil, o nível moral, onde os hábitos, sejam eles vícios ou
virtudes, dominam e levam a plenitude ou ao adoecimento. "[…]Na psicoterapia Jung procurava tornar seus
pacientes capazes de recuperar uma consciência do sentido na vida facilitando-lhes e supervisionando-lhes
a autoexperimentação e a criação de símbolos. Ao mesmo tempo, procurou elaborar uma psicologia científica

2
geral." (JUNG, C. G.; O livro vermelho. Tradução Edgar Orth. Petrópolis, RJ: Vozes, 2015).

Assim, diante do estado de depressão, confusão mental, ansiedade, estresse, nervosismo que se encontra
grande parte das pessoas, resultantes principalmente do desconhecimento de si e da falta de sentido de vida,
a busca do autoconhecimento através de diversas técnicas (meditação, hipnose, auto hipnose, regressão,
PNL (programação neurolinguística, etc.) ao lado das abordagens psicoterápicas, vem se tornando, ainda de
que forma tímida, uma alternativa de equilíbrio e auto integração. (MINISTÉRIO DA SAÚDE - BRASIL, 2006).

Diante disso, as práticas de concentração, meditação e contemplação, por exemplo, apresentam significativos
benefícios ao ser humano moderno principalmente, levando em conta o seu nível de estresse, ansiedade,
angústia, depressões etc. (GOLEMAN, 1996; 2003; GOLEMAN E SCHWARTZ, 1976; VORKAPIC, 2010).

Além dos efeitos neurofisiológicos (LIMA, 2010; VORKAPIC, 2010), pesquisas reforçam as concepções
orientais de que as práticas meditativas têm como fim o desenvolvimento humano, ou seja, a iluminação
(Individuação – JUNG), uma vez que demonstram o aumento da autoconsciência. (MENESES E
DELL’AGLIO, 2009; BROW E RYAN, 2003).

A inclusão da busca do autoconhecimento como propósito da intervenção psicoterápica através de uma


metodologia estruturada é, sem dúvida, um diferencial na lida do terapeuta. Desta forma, a formação em
Terapia Tridimensional ou do Autoconhecimento trata o essencial, abordado de uma forma prática, nova e
dinâmica, reforçando aquilo que há muito já sabemos e que esta cada vez mais presente na psicologia atual,
ou seja, o individuo carrega em si respostas para todos os seus problemas.

4. MÉTODO

A formação ocorrerá através de explanação teórica e vivência prática, cujo foco é a fixação do conteúdo
apresentado e o desenvolvimento da segurança do profissional para aplicação das técnicas apreendidas.

Serão ensinados diversos exercícios e técnicas com caráter de Sensibilização, ainda que já capacite os
participantes quanto ao controle, domínio e quiça, extinção de transtornos psicossomáticas e morais (vícios).

Para tanto, paulatinamente, serão realizados exercícios de menor a maior complexidade respeitando o
tempo afetivo e psicológico do grupo. Após cada prática o facilitador acolherá e supervisionará as vivências
particulares de cada integrante do grupo.

As aulas contarão com datashow, apostila e materiais impressos, assim como certificado e materiais digitais
entregues em mídia adequada.

5. QUANTO AO CONTEÚDO
DIA I (04 horas) – Introdução a Terapia Tridimensional ou do Autoconhecimento

 Conceituação
 A tríade autoperceber, autoconhecer e autotransformar;
 Estrutura e Pressupostos;

3
 Encontrando o Ser Integral – Condução terapêutica;

DIA II (08 horas) – Autopercepção & Autoconhecimento

 Trabalhando o SENTIR no consultório;


o Exercício de Reflexão I;
o Exercício de Reflexão II;
 A autopercepção no processo terapeutico – 3 consultas iniciais.

 Trabalhando o QUERER no consultório


o Exercício de Concetração I;
o Exercício de Concetração II;
 O autoconhecimento no processo terapeutico – 3 consultas.

DIA III (08 horas) – Autorrealização (autocura) & Retribuição

 Trabalhando o PENSAR no consultório


o Exercício de Meditação I;
o Exercício de Meditação II;
 A autorrealização como meta no processo terapeutico – 3 consultas.

 RETRIBUIÇÃO
o O que te faz feliz?
o Projeto pessoal – 3 consultas finais.
 Construindo o Ciclo de uma vida plena;
 Oficina prática – As 12 consultas.
 Encerramento.

6. REFERÊNCIAS

ATKINSON, R.; ATKINSON, R. C.; SMITH, E. E. e BEM, D. J.. Introdução à psicologia de Hilgard. 13. ed..
Porto Alegre: Artmed, 2002.

BISHOP, S. R., LAU, M., SHAPIRO, S., CARLSON, L., ANDERSON, N. D., CARMODY, J. et al.
Mindfulness: A proposed operational definition. Clinical Psychology: Science and Practice, 11 (3), p. 230-
241, 2004.

CAHN, B. R., & POLICH, J. Meditation states and traits : EEG, ERP and neuroimaging studies.
Psychological Bulletin, 132(2), p. 180-211, 2006.

CARDOSO, R. SOUZA, E. CAMANO, L & LEITE, J. R. Meditation in health: an operational definicion.


Brain Research Protocols, v. 14, p. 58-60, 2004.

DAVIDSON, R. J., & GOLEMAN, D. J. The role of attention in meditation and hypnosis : A
psychobiological perspective on transformations of consciousness . The International Journal of Clinical
and Experimental Hypnosis, 25(4), p. 291-308, 1977.

GOLEMAM, Daniel. A Mente Meditativa – as diferentes experiências meditativas no oriente e no


ocidente. São Paulo: Ática, 1996.

_______. Como lidar com emoções destrutivas. Rio de Janeiro: Elsevier, 2003.
HANKEY, A. Studies of advanced stages of meditation in the tibetan buddhist and vedic traditions. In: A
comparison of general changes. Evidence-based Complementary and Alternative Medicine, 3 (4), p.

4
513-521, 2006.

JAIN, S., SHAPIRO, S. L., SWANICK, S., ROESCH, S. C., MILLS, P. J., BELL, I., & SCHWARTZ, G. E. R. A
randomized controlled trial of mindfulness meditation versus relaxation training: Effects on distress, positive
states of mind, rumination and distraction. Annals of Behavioral Medicine, 33 (1), p. 11-21, 2007.

JUNG, Carl G. O Desenvolvimento da Personalidade. 8 ed. Petrópolis: Vozes, 1998.

LEVINE, M. The positive psychology of buddhism and yoga: Paths to a mature happiness. New Jersey:
Lawrence Erlbaum Associates, 2000.

JUNG, C. G.; O livro vermelho. Tradução Edgar Orth. Petrópolis, RJ: Vozes, 2015.

MOSS, Richard M.; A mandala do ser: descobrindo o poder do agora. Tradução Ebréia de Castro Alves. Rio
de Janeiro: Qualitymark, 2008.

TORRES, Clérisson; A autoconhecimento como método específico na busca de nosso centro. Salvador, BA:
III Simpósio Nacional sobre Consciência, 2008.

BARRETO, Maribel; Os ditames da consciência: a consciência em busca de si mesma. Salvador, BA:


Sathyart, 2013.

AMOROSO, Richard L.; DI BIASI, Francisco; A revolução da consciência: novas descobertas. Tradução
Vera Lúcia Joscelyne. Petrópolis, RJ: Vozes, 2004.

JUNG, C. G.; Espiritualidade e transcendência. Tradução Nélio Schineider. Petrópolis, RJ: Vozes, 2015.

SELIGMAN, Martin E. P. Florescer: uma nova compreensão sobre a natureza da felicidade e do bem-estar.
Tradução Cristina Paixão Lopes. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2011.

KAMEI, Helder. Flow e Psicologia Positiva. Estado de fluxo, motivação e alto desempenho. Goiânia: Editora
IBC, 2014.

SELIGMAN, Martin E. P. Felicidade Autêntica: Usando a nova psicologia positiva para a realização
permanente. Tradução Neuza Capelo. Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2004.

OCIDEMNTE – 7º CDE, Organização Científica de Estudos Materiais, Naturais e Espirituais. O Grande Livro
da Lei. Salvador: OCIDEMNTE, 2011.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Portaria nº 971, de 3 de maio. Política Nacional de Práticas Integrativas e


Complementares (PNPIC) no Sistema Único de Saúde, Departamento de Atenção Básica. Brasília,
DF: Autor, 2006.

MENESES, E DELL’AGLIO. Os Efeitos da Meditação à Luz da Investigação Científica em Psicologia:


Revisão de Literatura, 2009.

NARANJO, Claudio. Entre meditação e psicoterapia. Rio de Janeiro: Vozes, 2005.NEWBERG, A., ALAVI,
A., BAIME, M., POURDEHNAD, M., SANTANNA, J., & D’AQUILI, E. The 5 measurement of regional
cerebral blood flow during the complex cognitive task of meditation: Apreliminary SPECT study. Psychiatry
Research: Neuroimaging Section, 106, p. 113-122, 2001.