Você está na página 1de 10

IF/UFRJ Introdução às Ciências Físicas 1

1o Semestre de 2016 AP3 de ICF1

ATENÇÃO: ESTA PONTUAÇÃO NÃO É CUMULATIVA


COM A INDICADA NA PRÓXIMA PÁGINA

Coordenadores: Sérgio Jorás e Lúcia Coutinho 1


IF/UFRJ Introdução às Ciências Físicas 1
1o Semestre de 2016 AP3 de ICF1

Determine a posição da imagem do objeto, visto por um observador à esquerda de um vidro espesso,
de índice de refração n2 desconhecido, ilustrado na Figura 1, seguindo os passos abaixo e sabendo
que o índice de refração do meio externo ao vidro espesso é n1 = 1,0.
a) Desenhe um raio de luz que sai do objeto e incide perpendicularmente no vidro. Indique-o por
“R1” no desenho.
b) Desenhe a normal à superfície no ponto de incidência de R1. Indique-a por “N1”
c) Qual o ângulo de incidência 1 de R1?

d) Qual será o ângulo de refração 2 correspondente? Justifique.


Também será pois o raio incidente coincide com a Normal. Isso também
pode ser visto pela aplicação direta da Lei de Snell:

e) Desenhe o raio refratado com este ângulo na primeira superfície e indique-o por “R2”.
f) Desenhe a normal à superfície no ponto de incidência do raio R2 com a face oposta da lâmina
e indique-a por “N2”.
g) Qual o ângulo de incidência 3? Justifique.
Também será pois o raio incidente coincide com a Normal.
h) Qual o ângulo de refração 4 correspondente? Faça o cálculo de seu valor abaixo.
DESCONTAR TODO O ITEM
SEM JUSTIFICATIVA,

i) Desenhe o raio refratado com este ângulo e indique-o por “R3”.


j) Desenhe a normal à superfície no ponto de incidência do raio que já está indicado no
desenho, nomeado “R4”. Indique-a por “N3”.
k) Qual o ângulo de incidência 5 do raio R4? Indique-o no desenho e coloque o valor medido,
com incerteza, abaixo.

l) Indique no desenho o ângulo de refração 6 do raio refratado correspondente, R5. Meça-o e


escreva seu valor abaixo, com incerteza.

m) Calcule abaixo o valor do índice de refração da lâmina.

n) Desenhe a normal à superfície no ponto de incidência do raio R5 com a face oposta na lâmina
e indique-a por “N4”.
o) Qual o ângulo de incidência 7? Indique-o no desenho e coloque o valor medido, com
incerteza, abaixo.

p) Qual o ângulo de refração 8 correspondente? Indique-o no desenho e faça o cálculo de seu


valor abaixo.

q) Desenhe o raio refratado com este ângulo e indique-o por “R6”.


r) Indique o ponto de interseção de R3 e R6 (ou de seus prolongamentos) por “i” (de imagem).
s) Esta imagem é real ou virtual? Justifique.
A imagem será virtual pois é formada pelo prolongamento dos raios refratados R3 e R6.

Coordenadores: Sérgio Jorás e Lúcia Coutinho 2


IF/UFRJ Introdução às Ciências Físicas 1
1o Semestre de 2016 AP3 de ICF1

Coordenadores: Sérgio Jorás e Lúcia Coutinho 3


IF/UFRJ Introdução às Ciências Físicas 1
1o Semestre de 2016 AP3 de ICF1

e) Calcule a distância percorrida pelo helicóptero no trajeto completo A  B  C  A.

SOMA DOS MÓDULOS!

f) Meça a distância percorrida em cada etapa no seu desenho (cuidado com a escala!) e some-
as:

g) Se o helicóptero viaja sempre a 200 km/h, qual o tempo gasto em cada etapa do trajeto?

h) Qual o deslocamento total no trajeto A  B  C  A?


O deslocamento total é a soma dos deslocamentos em cada etapa:
ATENÇÃO: não confundir deslocamento total com variação da posição
(que seria nula!)

i) Qual a velocidade média no trajeto A  B  C  A?

Questão 3 (2,5 pontos)


Indique se as afirmativas abaixo são verdadeiras (V) ou falsas (F):

( ) O ângulo de reflexão nem sempre é igual ao de incidência.


( ) Na refração, a luz vermelha é mais desviada do que a luz azul.
( ) A reflexão total só pode ocorrer quando a luz tenta passar de um meio com índice de refração
0,25 para cada

maior para um outro com índice de refração menor.


( ) Um meio mais denso tem sempre índice de refração maior que um meio menos denso.
( ) O índice de refração da luz azul é menor do que o da luz vermelha.
( ) A normal é a reta que liga a superfície de um espelho ao olho do observador.
( ) O ângulo de incidência é medido entre o raio incidente e a superfície, no ponto de contato.
( ) As imagens geradas por espelhos esféricos são sempre virtuais.
( ) As imagens geradas por espelhos planos são sempre virtuais.
( ) A imagem de um objeto formada por um espelho plano depende da posição do observador.

Coordenadores: Sérgio Jorás e Lúcia Coutinho 4


IF/UFRJ Introdução às Ciências Físicas 1
1o Semestre de 2016 AP3 de ICF1

Instituto de Física
UFRJ

GABARITO AP3-2 DE ICF1


Questão 1 (2,0 pontos)

O sistema mostrado na Figura 1 está em equilíbrio. Considere que as roldanas são pequenas e não
apresentam atrito. Supondo 1 = 60°, 2 = 30° e o módulo do peso da caixa P3 = 200 N, determine os
módulos dos pesos das caixas P1 e P2.

Figura 1.

Diagramas de forças (não é necessário incluir)

⃗⃗⃗
𝑇1 + ⃗⃗⃗
𝑃1 = 0

⃗⃗⃗
𝑇2 + ⃗⃗⃗⃗
𝑃2 = 0

⃗⃗⃗
𝑇3 + ⃗⃗⃗⃗
𝑃3 = 0
′ ′ ′
⃗⃗⃗
𝑇1 + ⃗⃗⃗
𝑇2 + ⃗⃗⃗
𝑇3 = 0

𝑇1 ′ cos 𝜃1 = 𝑇2 ′ cos 𝜃2

Coordenadores: Sérgio Jorás e Lúcia Coutinho 1


IF/UFRJ Introdução às Ciências Físicas 1
1o Semestre de 2016 AP3 de ICF1

0,5 ponto por chegar na expressão 𝑇1 ′ cos 𝜃1 = 𝑇2 ′ cos 𝜃2 , ou na análoga 𝑃1 cos 𝜃1 = 𝑃2 cos 𝜃2 .

𝑇1′ sin 𝜃1 + 𝑇2′ sin 𝜃2 = 𝑇3 ′

0,5 ponto por chegar na expressão 𝑇1′ sin 𝜃1 + 𝑇2′ sin 𝜃2 = 𝑇3 ′, ou na análoga 𝑃1 sin 𝜃1 + 𝑃2 sin 𝜃2 = 𝑃3 .

Temos T1 = P1, T2 = P2, T3 = P3 e T1’=T1, T2’ = T2, T3’ = T3.

𝑃1 cos 𝜃1 = 𝑃2 cos 𝜃2
cos 30°
𝑃1 = 𝑃2
cos 60°

𝑃1 sin 𝜃1 + 𝑃2 sin 𝜃2 = 𝑃3

cos 30°
𝑃2 sin 60° + 𝑃2 sin 30° = 200 𝑁
cos 60°

𝑃2 = 100 𝑁

𝑃1 = 173 𝑁

1,0 ponto (0,5 para cada peso calculado corretamente; se o aluno confundir notação
vetorial com escalar, perde toda a questão.)

Questão 2 (3,0 pontos)

Dois garotos estão brincando de jogar tênis de mesa. Um deles rebate uma bola a uma altura h de 30
cm acima da mesa, com uma velocidade inicial de módulo v0 = 8,20 m/s com um ângulo de 5,00° em
relação à horizontal, conforme mostrado na figura 2. A trajetória da bola irá ocorrer no plano xy,
definido pelos eixos desenhados na figura e pelos vetores unitários 𝑖̂ e 𝑗̂ identificados. A partir destas
informações, respondas às questões abaixo. Use duas casas decimais em todas as suas repostas.
Considere a aceleração da gravidade com módulo 9,81 m/s2.

a) Escreva o vetor da velocidade inicial da bola, ⃗⃗⃗⃗


𝑣0 .

𝑣0 = [(8,20 cos 5,00°)𝑖̂ + (8,20 sin 5,00°)𝑗̂]𝑚/𝑠


⃗⃗⃗⃗
𝑣0 = [(8,17 𝑚⁄𝑠)𝑖̂ + (0,71 𝑚⁄𝑠 )𝑗̂]
⃗⃗⃗⃗

0,5 ponto (se não usar vetores unitários corretamente perde toda a questão, se não colocar
unidade de medida perde 0,2)

b) Escreva o vetor da posição inicial da bola, ⃗⃗⃗


𝑟0 .

𝑟0 = 0,30 𝑚 𝑗̂.
⃗⃗⃗

0,4 ponto (se não usar vetores unitários corretamente perde toda a questão, se não colocar
unidade de medida perde 0,2)

c) Sabendo que a bola foi rebatida exatamente acima de uma das extremidades da mesa, e usando
como referência os eixos x e y da figura, escreva as funções do movimento x(t) e y(t) para o
movimento da bola.

Coordenadores: Sérgio Jorás e Lúcia Coutinho 2


IF/UFRJ Introdução às Ciências Físicas 1
1o Semestre de 2016 AP3 de ICF1

1
𝑥(𝑡) = 𝑥0 + 𝑣0𝑥 𝑡 + 𝑎𝑥 𝑡 2
2
𝑥(𝑡) = 8,17 𝑡

1
𝑦(𝑡) = 𝑦0 + 𝑣0𝑦 𝑡 + 𝑎𝑦 𝑡 2
2
𝑦(𝑡) = 0,30 + 0,71 𝑡 − 4,91 𝑡 2

0,6 ponto (0,3 para cada função)

d) Calcule quanto tempo a bola ficou no ar antes de bater na mesa, do lado direito da rede.

𝑦(𝑡) = 0,30 + 0,71 𝑡 − 4,91 𝑡 2


0 = 0,30 + 0,71 𝑡 − 4,91 𝑡 2
𝑡 = 0,33 𝑠.

0,5 ponto (se a unidade de medida não estiver correta perde 0,2).

e) Qual a distância horizontal percorrida pela bola desde a rebatida (em x = 0) até o momento em que
a mesma tocou na mesa?
𝑥(𝑡) = 8,17 𝑡
𝑥(𝑡 = 0,33𝑠) = 2,69 𝑚.

0,5 ponto (se a unidade de medida não estiver correta perde 0,2).

f) Escreva o vetor da posição final da bola, 𝑟, quando a mesma bate na mesa, em termos dos vetores
unitários.

𝑟 = (2,69 𝑚)𝑖̂

0,5 ponto (se a unidade de medida não estiver correta perde 0,2 e se não estiver na forma
vetorial correta perde toda a pontuação).

Figura 2.

Coordenadores: Sérgio Jorás e Lúcia Coutinho 3


IF/UFRJ Introdução às Ciências Físicas 1
1o Semestre de 2016 AP3 de ICF1

Questão 3 (3,0 pontos)

a) Na figura 3 estão representados a Terra, os raios solares e a órbita da Lua (com o sentido do
movimento que a Lua tem em sua órbita). Desenhe nessa figura a Lua nas posições de suas
fases conhecidas como Lua Cheia, Lua Quarto Minguante, Lua Nova e Lua Quarto Crescente.
Deixe claro no seu desenho, qual das faces da Lua está iluminada pelo Sol em cada uma das
suas quatro fases.

Figura 3.

2,0 pontos (0,5 ponto para cada posição, a indicação da face iluminada vale 0,2 em cada
posição)

b) Marque se as afirmações abaixo são verdadeiras (V) ou falsas (F):

( V ) Eclipses solares só podem ocorrer quando é Lua Nova e eclipses lunares só podem
ocorrer quando é Lua Cheia.

( F ) Nos eclipses solares é a Lua que produz a sombra, e nos eclipses lunares é a Lua que
produz a sombra.

( V ) A causa das marés é a atração gravitacional exercida pelo Sol e pela Lua sobre as
partículas de água.

( F ) Marés altas ocorrem apenas quando há Lua Cheia.

( F ) As quatro estações do ano ocorrem devido às variações das distâncias Terra-Sol.

1,0 ponto (0,2 para cada item)

Coordenadores: Sérgio Jorás e Lúcia Coutinho 4


IF/UFRJ Introdução às Ciências Físicas 1
1o Semestre de 2016 AP3 de ICF1

Questão 4 (2,0 pontos)

Um menino empurra uma caixa sobre a parede com uma força horizontal, conforme ilustrado na
Figura 4. Considere que existe atrito entre a caixa e a parede, e despreze a resistência do ar.

Figura 4.

a) Desenhe a caixa separada do seu exterior e identifique todas as forças que atuam sobre ela.

0,6 (0,15 para cada vetor)

b) Escreva a Segunda Lei de Newton para a caixa na notação vetorial e na notação de


componentes.

⃗ + 𝑃⃗ + ⃗⃗⃗⃗⃗
𝐹+𝑁 𝑓𝑎𝑡 = 𝑚𝑎

𝐹−𝑁 =0
𝑓𝑎𝑡 − 𝑃 = 𝑚𝑎𝑦

0,6 (0,2 para cada expressão, se misturar grandeza vetorial com grandeza escalar perde a
pontuação toda da expressão).

c) Considere que a massa da caixa seja m = 3,0 kg, o módulo da força que o menino exerce sobre a
caixa F = 50,0 N, e o coeficiente de atrito entre a caixa e a parede = 0,4. Qual será a aceleração
da caixa, e em qual sentido? Considere o módulo da aceleração da gravidade g = 9,8 m/s 2.

𝑃 = 𝑚𝑔 = 29,4 𝑁
𝐹 = 𝑁 = 50,0 𝑁
𝑓𝑎𝑡 = 𝜇𝑁 = 20,0 𝑁

0,3 pontos (0,1 ponto para o cálculo de cada força. Para chegar à aceleração é preciso
calcular as 3 forças, os pontos são dados mesmo que elas não estejam indicadas
claramente, mas apareçam no decorrer do cálculo de a.)

Coordenadores: Sérgio Jorás e Lúcia Coutinho 5


IF/UFRJ Introdução às Ciências Físicas 1
1o Semestre de 2016 AP3 de ICF1

𝑓𝑎𝑡 − 𝑃 = 𝑚𝑎𝑦
20,0 − 29,4
𝑎𝑦 = = −3,1 𝑚⁄𝑠 2 .
3,0
A aceleração da caixa terá módulo de 3,1 m/s2 na direção vertical, no sentido de cima para baixo.

0,5 pontos (0,3 para o módulo e 0,2 para o sentido da aceleração. Se errar a unidade de
medida perde 0,2).

Coordenadores: Sérgio Jorás e Lúcia Coutinho 6