Você está na página 1de 4

HUMILDADE

H
umildade não é o bonito dizer que é feio, não é o rico dizer que é pobre e nem
e nem o sábio dizer que é ignorante, isso se chama falsa auto piedade ou
complexo de inferioridade em alguns casos. O que é ser humilde de acordo
com a bíblia? “Se por estarmos em Cristo, nós temos alguma motivação, alguma
exortação de amor, alguma comunhão no Espírito, alguma profunda afeição e
compaixão, completem a minha alegria, tendo o mesmo modo de pensar, o mesmo amor,
um só espírito e uma só atitude. Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas
humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Cada um cuide, não somente
dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros. Seja a atitude de vocês a
mesma de Cristo Jesus, que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus
era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-
se semelhante aos homens. E, sendo encontrado em forma humana, humilhou-se a si
mesmo e foi obediente até à morte, e morte de cruz! Por isso Deus o exaltou à mais alta
posição e lhe deu o nome que está acima de todo nome, para que ao nome de Jesus se
dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus
Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai” (Filipenses 2:1-11). Se observarmos o
texto de filipenses, Paulo cita que devemos olhar o próximo como superiores a nós
mesmos, pois o ser humano não consegue olhar da mesma altura ou proporção, mas ele
sempre arruma um jeito de olhar o outro de cima. Algumas pessoas até mesmo oferecem
ajuda a um necessitado simplesmente para olhar o outro com altivez quando deveriam
ajudar por amor ao próximo.

O povo de Deus não deve fazer nada se vangloriando, seja por estar sendo usado, ou seja,
por estar exercendo a sabedoria ou dom que Deus deu: "Qual de vocês que, tendo um
servo que esteja arando ou cuidando das ovelhas, lhe dirá, quando ele chegar do campo:
‘Venha agora e sente-se para comer’? Pelo contrário, não dirá: ‘Prepare o meu jantar,
apronte-se e sirva-me enquanto como e bebo; depois disso você pode comer e beber’?
Será que ele agradecerá ao servo por ter feito o que lhe foi ordenado? Assim também
vocês, quando tiverem feito tudo o que lhes for ordenado, devem dizer: ‘Somos servos
inúteis; apenas cumprimos o nosso dever" (Lucas 17:7-10). O homem não pode em nada
superar as expectativas de Deus, bem como em nada pode ajuda a Deus pois deus não
necessita da ajuda de meros homens, sendo ele autossuficiente como se refere o livro de
Jó: "Pode alguém ser útil a Deus? Mesmo um sábio, pode ser-lhe de algum proveito?”
(Jó 22: 2).

As vezes depositamos tanta confiança e apreço nos homens que esquecemos de declarar
toda gloria para Deus, haja vista que o próprio Deus é quem da sabedoria e usa seus servos
como ele quer: “Irmãos, não lhes pude falar como a espirituais, mas como a carnais,
como a crianças em Cristo. Dei-lhes leite, e não alimento sólido, pois vocês não estavam
em condições de recebê-lo. De fato, vocês ainda não estão em condições, porque ainda
são carnais. Porque, visto que há inveja e divisão entre vocês, não estão sendo carnais e
agindo como mundanos? Pois quando alguém diz: "Eu sou de Paulo", e outro: "Eu sou
de Apolo", não estão sendo mundanos? Afinal de contas, quem é Apolo? Quem é Paulo?
Apenas servos por meio dos quais vocês vieram a crer, conforme o ministério que o
Senhor atribuiu a cada um. Eu plantei, Apolo regou, mas Deus é quem fazia crescer; de
modo que nem o que planta nem o que rega são alguma coisa, mas unicamente Deus, que
efetua o crescimento. O que planta e o que rega têm um só propósito, e cada um será
recompensado de acordo com o seu próprio trabalho. Pois nós somos cooperadores de
Deus; vocês são lavoura de Deus e edifício de Deus.” (1 Coríntios 3:1-9).

As consequências da nossa arrogância as vezes reflete naqueles que amamos, causando


discórdia, brigas ou até mesmo tragédia como revela o livro de 1 Crônicas: “Satanás
levantou-se contra Israel e levou Davi a fazer um recenseamento do povo. Davi disse a
Joabe e aos outros comandantes do exército: "Vão e contém os israelitas desde Berseba
até Dã e tragam-me um relatório para que eu saiba quantos são". Joabe, porém,
respondeu: "Que o Senhor multiplique o povo dele por cem. Óh rei, meu senhor, não são,
porventura, todos eles súditos do meu senhor? Por que, o meu senhor, deseja fazer isso?
Por que deveria trazer culpa sobre Israel? " Mas a palavra do rei prevaleceu, de modo
que Joabe partiu, percorreu todo o Israel e então voltou a Jerusalém. Joabe apresentou
a Davi o relatório com o número dos homens de combate: Em todo o Israel havia um
milhão e cem mil homens habilitados para o serviço militar, sendo quatrocentos e setenta
mil de Judá. Mas Joabe não incluiu as tribos de Levi e de Benjamim na contagem, pois a
ordem do rei lhe parecera absurda. Essa ordem foi reprovada por Deus, e por isso ele
puniu Israel. Então Davi disse a Deus: "Pequei gravemente com o que fiz. Agora eu te
imploro que perdoes o pecado do teu servo, porque cometi uma grande loucura! " O
Senhor disse a Gade, o vidente de Davi: "Vá dizer a Davi: ‘Assim diz o Senhor: Estou
lhe dando três opções. Escolha uma delas, e eu a executarei contra você’. " Então Gade
foi a Davi e lhe disse: "Assim diz o Senhor: ‘Escolha: três anos de fome, três meses
fugindo de seus adversários, perseguido pela espada deles, ou três dias da espada do
Senhor, isto é, três dias de praga, com o anjo do Senhor assolando todas as regiões de
Israel’. Decida agora como devo responder àquele que me enviou". Davi respondeu: "É
grande a minha angustia! Prefiro cair nas mãos do Senhor, pois é grande a sua
misericórdia, e não nas mãos dos homens". Então o Senhor enviou uma praga sobre
Israel, e setenta mil homens de Israel morreram. E Deus enviou um anjo para destruir
Jerusalém. Mas, quando o anjo ia fazê-lo, o Senhor olhou e arrependeu-se de trazer a
catástrofe, e ele disse ao anjo destruidor: "Pare! Já basta! " Naquele momento o anjo do
Senhor estava perto da eira de Araúna, o Jebuseu. Davi olhou para cima e viu o anjo do
Senhor entre o céu e a terra, com uma espada na mão erguida sobre Jerusalém. Então
Davi e as autoridades de Israel, vestidos de luto, prostraram-se, rosto em terra”. (1
Crônicas 21:1-16). Davi não podia atacar nenhum exército de frente, pois Deu lhe havia
ordenado que ficassem nos arbustos escondido e quando ouvissem os soldados inimigos
marchando assim então atacariam seu inimigo de surpresa, porém quando Davi viu que
seu exército era realmente enorme ele entende que não precisa mais das táticas de Deus
e decide que os números são suficientes para vencer a guerra, tirando assim a gloria que
era para Deus e transferindo-a para si.

As nossas ações de desobediência a Deus soam como arrogância perante o mesmo visto
sua soberania, causando assim tragédia até mesmo em nossa casa para nossa família.
Quantos hoje por desobediência a deus estão passando por problemas nos quais estão
afetando a sua própria casa e a si mesmos? Vejamos outro episódio: “Então Josué, junto
com todo o Israel, levou Acã, bisneto de Zerá, e a prata, a capa, a barra de ouro, seus
filhos e filhas, seus bois, seus jumentos, suas ovelhas, sua tenda e tudo o que lhe
pertencia, ao vale de Acor. Disse Josué: "Por que você nos causou esta desgraça? Hoje
o Senhor lhe causará desgraça". E todo o Israel o apedrejou, e depois apedrejou também
os seus, e os queimou no fogo”. (Josué 7:24,25). Acã se apodera dos despojos dois quais
deus disse para considerar anátema e sofre as consequências de sua desobediência ao
soberano Deus. Parece bizarro o povo de Deus ter apedrejado até mesmo os filhos de Acã,
porém se fizermos uma leitura completa do capítulo observamos que foi o próprio Deus
que ordenou tal feito.
As vezes somos arrogantes até mesmo na maneira em que nos colocamos diante de deus
para orar ou sequer adora-lo, observem o que Deus fala com Josué através de seu anjo:
“Estando Josué já perto de Jericó, olhou para cima e viu um homem de pé, empunhando
uma espada. Aproximou-se dele e perguntou-lhe: "Você é por nós, ou por nossos
inimigos? "Nem uma coisa nem outra", respondeu ele. "Venho na qualidade de
comandante do exército do Senhor". Então Josué prostrou-se, rosto em terra, em sinal
de respeito, e lhe perguntou: "Que mensagem o meu senhor tem para o seu servo? "O
comandante do exército do Senhor respondeu: "Tire as sandálias dos pés, pois o lugar
em que você está é santo". E Josué as tirou”. (Josué 5:13-15). Josué já tomou a posição
de perguntar o que deus queria falar achando que estava sendo humilde com toda
reverencia, mas o senhor o exorta, da mesma maneira que falou a Moisés no monte
dizendo: "Tire as sandálias dos pés, pois o lugar em que você está é santo". O local que
Josué estava se tornou santo a partir do momento em que deus estava presente ali para
falar como o mesmo, da mesma maneira quando no culto a Deus declaramos estar na
presença dele, devemos ter o máximo de reverencia, pois, o lugar se torna santo por causa
da sua presença.

Devemos permanecer como nosso Senhor nos ordenou, humildes mansos de coração e
amáveis, porque, não sabemos o dia de sua volta: "Quanto ao dia e à hora ninguém sabe,
nem os anjos no céu, nem o Filho, senão somente o Pai. Fiquem atentos! Vigiem! Vocês
não sabem quando virá esse tempo. É como um homem que sai de viagem. Ele deixa sua
casa, encarrega de tarefas cada um dos seus servos e ordena ao porteiro que vigie.
Portanto, vigiem, porque vocês não sabem quando o dono da casa voltará: se à tarde, à
meia-noite, ao cantar do galo ou ao amanhecer. Se ele vier de repente, que não os
encontre dormindo! O que lhes digo, digo a todos: Vigiem! ". (Marcos 13:32-37). Jesus
declara que voltará de surpresa, sendo assim temos que perseverar e nos mantermos na
posição que ele nos ordenou que ficássemos. Recentemente assisti um filme do Richard
Gere chamado Hachiko, o mesmo conta a história de um cão que sempre esperava a volta
do seu dono na estação ferroviária na qual ele descia do trem, porém um dia seu dono
morreu, mas o cão continuou a esperar pelo seu dono por anos ate o dia em que o pobre
cãozinho morreu. Se um cão que é irracional pode ser fiel de maneira a esperar pelo seu
dono que morreu e não poderia voltar, porque nós não podemos esperar a volta daquele
que morreu e ressuscitou e disse que voltaria para nos buscar, na posição que ele nos
ordenou que esperássemos?

Interesses relacionados