Você está na página 1de 4

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO

FACULDADE DE ECONOMIA, ADMINISTRAÇÃO, CONTABILIDADE E ATUÁRIA


DEPARTAMENTO DE ECONOMIA

PROGRAMA DE ENSINO

Curso: Economia Ano: 2018


Disciplina: Análise Econômica do Direito Código: opt
Créditos: 02 Carga Horária: 34 H/A
Professor: Roland Veras Saldanha Jr
EMENTA
Apresentar os conceitos básicos da Análise Econômica do Direito (AED) ou Law &
Economics (L&E), recuperando as contribuições desta Escola em seu aparecimento e
evolução. Analisar aplicações da AED e mostrar o potencial inexplorado da interface
entre Economia e Direito, contextualizando para o caso brasileiro.
JUSTIFICATIVA
A Análise Econômica do Direito já aparece como ramo bem estabelecido na academia e
prática dos EUA, com crescente interesse na União Européia e no resto do mundo. No
Brasil, apesar da curiosidade em ascensão, a interlocução entre Economia e Direito é
ainda bastante preliminar, em cenário que tende a se alterar significativamente nas
próximas décadas.
O propósito deste Curso está na apresentação das linhas básicas da AED, facilitando o
acesso dos interessados às contribuições desta Escola e potenciais aplicações para
profissionais da Economia e do Direito no país.
Este curso será oferecido como Optativa aberta a alunos de diferentes formações, com
especial interesse para alunos de Economia, Administração, Direito, Relações
Internacionais.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. Introdução: O que é a AED?

Cooter & Ullen


Apresentação à edição brasileira
Cap 1 – Introdução à Economia e Direito
Cap 3 – Introdução ao Direito e às Instituições
Saddi e Castelar
Cap 1 – Onde o Direito encontra a Economia

2. Economia da Propriedade

Cooter & Ullen


Cap 4 – Uma Teoria Econômica da Propriedade
Cap 5 – Temas da Economia do Direito de Propriedade

3. Economia dos Contratos

Cooter & Ullen

Cap 6 – Uma Teoria Econômica do Contrato


Cap 7 – Temas de Economia do Direito Contratual

1
4. AED Responsabilidade Civil

Cooter & Ullen

Cap 8 – Uma Teoria Econômica da Responsabilidade Civil


Cap 9 – Temas de Economia do Direito da Responsabilidade Civil

5. Economia do Crime

Cooter & Ullen

Cap 11 – Uma Teoria Econômica do Crime e das Penas


Cap 12 – Temas de Economia do Crime e das Penas

6. O paradoxo da Economia e Direito

7. Perspectivas da AED no Brasil

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

1. Cooter, R., Ullen, T. Economia e Direito. 2010. Bookman, Brasil.


2. SADDI, JAIRO, AND ARMANDO CASTELAR PINHEIRO. 2006. DIREITO,
ECONOMIA E MERCADOS. SÃO PAULO: CAMPUS.
3. SCHAFER, HANS-BERND, OTT, CLAUS. THE ECONOMIC ANALYSIS OF CIVIL LAW. EUA.
ELGAR, EDWARD PUBLISHING, INC.: 2005.

COMPLEMENTAR
1. AVITABLE, LUISA. 1999. LA FUNZIONE DEL MERCATO NEL DIRITTO: ECONOMIA E
GIUSTIZIA IN N. LUHMANN. TORINO: G. GIAPPICHELLI.
2. BAIRD, DOUGLAS G., ROBERT H. GERNER, AND RANDAL C. PICKER. 1994. GAME
THEORY AND THE LAW . USA: HARVARD UNIV. PRESS.
3. BECKER, GARY S. 1965. CRIME AND PUNISHMENT : AN ECONOMIC APPROACH.
ANALYSIS.
4. BECKER, GARY STANLEY. 1976. THE ECONOMIC APPROACH TO HUMAN BEHAVIOR.
UNIVERSITY OF CHICAGO PRESS.
5. ---. 1998. ACCOUNTING FOR TASTES, VOLUME 0, ISSUES 674-54354. HARVARD
UNIVERSITY PRESS.
6. BECKER, GARY STANLEY, AND KEVIN M. MURPHY. 2003. SOCIAL ECONOMICS: MARKET
BEHAVIOR IN A SOCIAL ENVIRONMENT. HARVARD UNIVERSITY PRESS.
7. BUCHANAN, JAMES M. 1962. THE CALCULUS OF CONSENT: LOGICAL FOUNDATIONS OF
CONSTITUTIONAL DEMOCRACY. FOUNDATIONS. USA: LIBERTY FUND.
HTTP://OLL.LIBERTYFUND.ORG/TITLE/1063.
8. BUCHANAN, JAMES M, AND THE COLLECTED. 1968. THE DEMAND AND SUPPLY OF
PUBLIC GOODS. LIBRARY. VOL. 5. USA: LIBERTY FUND.
HTTP://OLL.LIBERTYFUND.ORG/TITLE/1067.
9. BUCHANAN, JAMES M. 1988. THE POLITICIZATION OF MARKET FAILURE. PUBLIC CHOICE
8, NO. 2 (MAY): 113-113. DOI:10.1007/BF00052399.
10. ---. 1989. EXPLORATIONS INTO CONSTITUTIONAL ECONOMICS. TEXAS A&M UNIVERSITY
PRESS.
11. BUSCAGLIA, EDGARDO, AND W ILLIAM E. RATLIFF. 2000. LAW AND ECONOMICS IN
DEVELOPING COUNTRIES. HOOVER PRESS.
12. CALABRESI, GUIDO. 1961. SOME THOUGHTS ON RISK DISTRIBUTION AND THE LAW OF
2
TORTS. YALE LAW JOURNAL 70, NO. 4: 499-553.
13. CAMPILONGO, CELSO FERNANDES. 2000A. O DIREITO NA SOCIEDADE COMPLEXA. MAX
LIMONAD.
14. ---. 2000B. DIREITO E DEMOCRACIA. MAX LIMONAD.
15. CAMPOS, MANUEL FONTAINE. 2000. O DIREITO E A MORAL NO PENSAMENTO DE
FRIEDRICH HAYEK. PORTO: PUB. UNIV. CATÓLICA.
16. CASTELAR, ARMANDO, ED.. 2000. JUDICIÁRIO E ECONOMIA NO BRASIL. SÃO PAULO:
IDESP.
17. COASE, RONALD. 1960. THE PROBLEM OF SOCIAL COST. JLE 3, NO. 1 (JANUARY): 1-44.
DOI:10.1002/SRES.3850090105. HTTP://DOI.WILEY.COM/10.1002/SRES.3850090105.
18. HIRSHLEIFER, DAVID. 1993. THE BLIND LEADING THE BLIND : SOCIAL INFLUENCE , FADS ,
AND INFORMATIONAL CASCADES. FINANCE.
19. ---. 2002. AN ECONOMIC APPROACH TO THE PSYCHOLOGY OF CHANGE: AMNESIA,
INERTIA, AND IMPULSIVENESS. JOURNAL OF ECONOMICS 11, NO. 3 (SEPTEMBER): 379-
421. DOI:10.1162/105864002320272549.
20. HIRSHLEIFER, JACK. 1985. THE EXPANDING DOMAIN OF ECONOMICS. AER 75, NO. 6:
53-68.
21. HIRSHLEIFER, JACK, AND JOHN RILEY. 1976. THE NEW ECONOMICS OF INFORMATION.
22. IRTI, NATALINO EL AL. 1999. DIRITTO ED ECONOMIA: PROBLEMI E ORIENTAMENTI
TEORICI. ED. NATALINO IRTI. ITALY: CEDAM.
23. JÚNIOR, TÉRCIO SAMPAIO FERRAZ. 2007. INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO:
TÉCNICA, DECISÃO, DOMINAÇÃO. ED. ATLAS.
24. LUHMANN, NIKLAS. 1995. SOCIAL SYSTEMS. STANFORD UNIVERSITY PRESS.
25. ---. 2005. RISK: A SOCIOLOGICAL THEORY. TRANSACTION PUBLISHERS.
26. ---. 2008. LAW AS A SOCIAL SYSTEM. OXFORD UNIVERSITY PRESS.
27. LYCAN, W ILLIAM G. 2008. PHILOSOPHY OF LANGUAGE: A CONTEMPORARY
INTRODUCTION. ROUTLEDGE.
28. MERCURO, NICHOLAS, AND STEVEN G. MEDEMA. 1997. ECONOMICS AND THE LAW :
FROM POSNER TO POST-MODERNISM. USA: PRINCETON.
29. MICELI, THOMAS J. 1997. ECONOMICS OF THE LAW . NEW YORK: OXFORD UNIV. PRESS.
30. MINDA, GARY. 2001. TEORIE POSTMODERNE DEL DIRITTO. IL MULINO.
HTTP://BOOKS.GOOGLE.COM/BOOKS?ID=RHODAAAACAAJ&PGIS=1.
31. NINO, CARLOS SANTIAGO. 1980. INTRODUCCIÓN AL ANÁLISIS DEL DERECHO. EDITORIAL
ASTREA.
32. OLIVA, ALBERTO. 2005. RACIONAL OU SOCIAL?: A AUTONOMIA DA RAZÃO CIENTÍFICA
QUESTIONADA. VOL. 0. EDIPUCRS.
33. POLINSKI, A. MITCHELL, AND STEVEN SHAVELL, EDS.. 2007. HANDBOOK OF LAW AND
ECONOMICS - VOLS 1- 2. GREAT BRITAIN.
34. POSNER, ERIC. 2002. LAW AND SOCIAL NORMS. USA: CAMBRIDGE UNIV. PRESS.
35. POSNER, RICHARD A. 1983. THE ECONOMICS OF JUSTICE. HARVARD UNIVERSITY PRESS.
36. ---. 1993. THE PROBLEMS OF JURISPRUDENCE. HARVARD UNIVERSITY PRESS.
37. ---. 1995. OVERCOMING LAW . HARVARD UNIVERSITY PRESS.
38. ---. 2002. THE PROBLEMATICS OF MORAL AND LEGAL THEORY. HARVARD UNIVERSITY
PRESS.
39. ---. 2003. ECONOMIC ANALYSIS OF LAW . ASPEN PUBLISHERS.
40. ---. 2004. FRONTIERS OF LEGAL THEORY. HARVARD UNIVERSITY PRESS.
41. RAWLS, JOHN. 1971. A THEORY OF JUSTICE. USA: BELKNAP HARVARD.
42. ROSS, DON. 2009. RATIONALITY IN ECONOMICS, VERNON L. SMITH, CAMBRIDGE
UNIVERSITY PRESS, 2008, XX 364 PAGES. ECONOMICS AND PHILOSOPHY 25, NO. 03
(NOVEMBER): 403. DOI:10.1017/S0266267109990356.
43. SCHANZE, ERICH. 2006. W HAT IS LAW AND ECONOMICS TODAY ? A EUROPEAN VIEW .
ECONOMIC ANALYSIS: 99-113.
44. SUNSTEIN, CASS R. (ED.). 2000. BEHAVIORAL LAW & ECONOMICS. ED. CASS R.
SUNSTEIN. USA: CAMBRIDGE UNIV. PRESS.
3
45. TERRÉ, FRANÇOIS, ED.. 1992. ARCHIVES DE PHILOSOPHIE DU DROIT: DROIT ET
ÉCONOMIE TOME 37. PARIS: SIREI.
46. TULLOCK, GORDON. 1987. THE LOGIC OF LAW . USA: GEORGE MASON UNIV. PRESS.
47. VIEHWEG, THEODOR. 1979. TÓPICA E JURISPRUDÊNCIA. BRASÍLIA: DEPARTAMENTO DE
IMPRENSA NACIONAL.
48. WANG, N. 2003. COASE ON THE NATURE OF ECONOMICS. CAMBRIDGE JOURNAL OF
ECONOMICS 27, NO. 6 (NOVEMBER): 807-829. DOI:10.1093/CJE/27.6.807.
49. ZYLBERSZTJAN, D., RACHEL SZTJAN, (EDS).. 2005. DIREITO & ECONOMIA.
ANÁLISE ECONÔMICA DO DIREITO E DAS ORGANIZAÇÕES. RIO DE
JANEIRO: ELSEVIER.

METODOLOGIA
O curso se compõe de aulas expositivas e discussão de casos com os alunos.
AVALIAÇÃO
60% - Exercícios e Participação
40% - Trabalho Final