Você está na página 1de 28

FACULDADE DE MEDICINA/UFC-SOBRAL

MÓDULO SISTEMA NERVOSO


NEUROANATOMIA FUNCIONAL

AVC Isquêmico

Acd. Gabrielle Holanda


w w w. s c n s .c o m.b r
Relato do Caso

Paciente, 54 anos, sexo masculino, obeso,


sedentário, tabagista, relata que apresentou
subitamente há dois dias desvio da rima bucal
a esquerda, hemiparesia a direita. Apresentou
também dificuldade para entender o que lhe é
falado.
Relato do Caso
• Exame Neurológico
• Hemicorpo direito
- reflexos vivos
- sinal de Babinski
- paresia e perda sensorial da hemiface
- hemiplegia

• Apresentava também afasia transcortical.


Terminologia e Conceitos
• Paralisia( plegia): ausência de força muscular para
executar movimento.
– Paralisia flácida: associada a hiporreflexia e
hipotonia
– Paralisia espástica: associada a hiperreflexia e
hipertonia
• Afasia transcortical: distúrbio de compreensão da
linguagem provocado por comprometimento da
comunicação entre as áreas diretamente
relacionadas à linguagem e outras áreas corticais.
Terminologia e Conceitos
• Sinal de Babinski: extensão do hálux ao
estímulo superficial na borda plantar (a
resposta normal seria a flexão dos dedos)
ACIDENTE VASCULAR
CEREBRAL
• Definição:

AVC traduz o comprometimento abrupto da


função cerebral causado por diversas alterações
histopatológicas que envolvem um (focal) ou
vários (multifocais) vasos sanguíneos, causando
lesão da área afetada.
ACIDENTE VASCULAR
CEREBRAL
• Epidemiologia:

• 80%: AVC isquêmico

• 20%: AVC hemorrágico


CORRELAÇÃO ANATOMOCLÍNICA

• Artéria cerebral anterior


– Anatomia
• Córtex parassagital
– Clínica
• Paralisia e hipoestesia do membro
inferior contralateral à obstrução
• Urgência miccional
• Déficit cognitivo
CORRELAÇÃO
ANATOMOCLÍNICA
• Artéria cerebral média
• Anatomia
- Hemisfério cerebral – face superior
1.Área motora
2.Área somestésica
3.Centro da palavra falada
-Estruturas profundas
Artéria cerebral média:suprimento arterial para as estruturas
cerebrais profundas
CORRELAÇÃO
ANATOMOCLÍNICA
• Artéria cerebral média
– Hemiplegia global
• Proximal às artérias estriadas (vascularizam
núcleos da base e cápsula interna)
• Clínica
1. Paralisia do olhar contralateral
2. Perda hemissensorial
3. Negligência espacial
4. Hemianopsia
5. Afasia global( se do lado esquerdo)
6. Pode levar a coma secundário e edema
CORRELAÇÃO
ANATOMOCLÍNICA
• Lesão profunda
1. Hemiplegia contralateral
2. Perda hemissensorial
3. Afasia transcortical sensitiva e/ou
motora( se do lado esquerdo)
CORRELAÇÃO
ANATOMOCLÍNICA
• Lesão parasilviana
1. Paresia contralateral a perda sensorial
da face e da mão
2. Afasia de condução, apraxia e síndrome
de Gerstmann( se do lado esquerdo)
3. Dispraxia construcional(se do lado
direito)
CORRELAÇÃO
ANATOMOCLÍNICA
• Divisão superior
1. Hemiplegia contralateral
2. Perda hemissensorial
3. Paralisia do olhar
4. Negligência espacial
5. Afasia de Broca( se do lado esquerdo)
CORRELAÇÃO
ANATOMOCLÍNICA
• Divisão inferior
1. Hemianopsia contralateral ou
quadrantoanopsia
2. Afasia de Wernicke( se do lado
esquerdo)
3. Dispraxia construcional( se do lado
direito)
CORRELAÇÃO
ANATOMOCLÍNICA
• Artéria carótida interna
– Anatomia
• Artéria oftálmica
• Artéria comunicante posterior
• Artéria corióidea anterior
– Clínica
• Déficit hemisférico global
• Cegueira monocular – artéria oftálmica
CORRELAÇÃO
ANATOMOCLÍNICA
• Artéria cerebral posterior
– Anatomia
• Córtex occipital
• Córtex temporal medial
• Tálamo
• Mesencéfalo rostral
CORRELAÇÃO
ANATOMOCLÍNICA
• Artéria cerebral posterior
– Clínica
• Hemianopsia lateral homônima
• Oftalmoplegia internuclear
• Paralisia do III par
• Alexia
• Anomia
• Agnosia visual
DIAGNÓSTICO
• Exame neurológico
• Tomografia computadorizada cerebral
• Ressonância magnética cerebral
DIAGNÓSTICO FINAL

• Obstrução da artéria cerebral


média com lesão profunda.
Aula disponível em
www.scns.com.br
www.gerardocristino.com.br