Você está na página 1de 16

MBA EM FINANÇAS E CONTROLADORIA

IVAN LUIS DE FREITAS CARDOSO

STARTUP:
A EVOLUÇÃO DO EMPREENDEDORISMO TRADICIONAL

IVAN LUIS DE FREITAS CARDOSO


Cornélio Procópio - PR
2017
1
RESUMO

Dentro do segmento das empresas de pequeno porte, existe uma modalidade de


empresas específica: as empresas emergentes (startups), que podem ser definidas como
empresas iniciantes de tecnologia, com um intuito de resolver um problema que a
sociedade enfrenta, e isso se torna algo bastante incerto, visto que é algo novo, e uma
ideia em um campo inexplorado, onde a startups entra na categoria de empresas
inovadoras, assim pode-se citar como exemplos de startups famosas: Uber, Netflix,
Aairbn, nubank, entre outras. Muitos empresários estão procurando se adaptar a nova
forma de comercio, como também buscando conhecimentos e criando soluções para
seus possíveis problemas, apesar de startups ser um sistema novo, devido as mudanças
do mundo, a sociedade passa a aceitar e começa a adaptar-se as ideias que antes eram
vistas como impossíveis.

Palavras-chave: Startups; Tecnologia; Mudanças.

2
ABSTRACT

Within the segment of small companies, there is a specific modality of companies:


emerging companies (startups), which can be defined as start-up technology companies,
with the aim of solving a problem that society faces, and this becomes something very
uncertain, since it is something new, and an idea in an unexplored field, where the
startups enters the category of innovative companies, so one can cite as examples of
famous startups: Uber, Netflix, Aairbn, nubank, among others. Many entrepreneurs are
looking to adapt to the new way of trading, as well as seeking knowledge and creating
solutions to their possible problems, although startups be a new system due to changes
in the world, society will accept and begin to adapt to the ideas that were once seen as
impossible.

Keywords: Startups; Technology; Changes.

3
1. INTRODUÇÃO

Dentro do segmento das empresas de pequeno porte, existe uma modalidade de


empresas específica: as empresas emergentes (startups), que podem ser definidas
como empresas iniciantes de tecnologia (Fernandes, 2015).

O termo ficou famoso durante a grande bolha da internet, nos Estados Unidos,
entre 1995 e 2000. Significava uma ou mais pessoas, executando uma ideia, para
possivelmente se tornar uma empresa rentável.

As startups venho com um intuito de resolver um problema que a sociedade


enfrenta, ou até mesmo melhorar um sistema já estabelecido, e isso torna-se algo
bastante incerto, visto que é algo novo, e uma ideia em um campo inexplorado, onde a
startups entra na categoria de empresas inovadoras, assim pode-se citar como exemplos
de startups famosas: google, uber, netflix, airbnb, tesla, nubank, paypal, space X,
Dropbox, entre outras.

2. O TERMO STARTUP

Segundo Gitahy (2011) a partir de 1990 começou a se popularizar o conceito


“startup” em empreendedorismo, quando surgiu a “bolha” da internet nos Estados
Unidos. Entretanto, somente no período de 1999 a 2001 que o termo começou a ser
difundido no Brasil. Atualmente o conceito startup pode ser definido de diversas
maneiras:

É uma empresa em fase embrionária, geralmente no processo


de implementação e organização das suas operações. Pode não
ter ainda iniciado a comercialização dos seus produtos ou
serviços, mas já está a funcionar ou, pelo menos, em processo
final de instalação (TABORDA, 2006).

Para Blank (2006), Startup é uma organização formada para pesquisar um


modelo de negócio que possa ser repetido e escalável. Desta forma, para ter uma ideia
de estabilidade é necessário estimar se para o crescimento do negócio será indispensável
um aumento de capital e/ou pessoal na mesma proporção.

4
Ries (2011) também traz sua contribuição ao referir que uma Startup é uma
instituição humana designada a entregar um novo produto ou serviço sobre condições
de extrema incerteza, algo que se pode reproduzir repetidamente em grande quantidade
com grande ganho de produtividade, também conhecido como produção em massa. Para
tanto, foi criado um conceito de Startup Enxuta (Lean Startup) onde o objetivo de uma
startup consiste em validar um modelo de negócios e não executá-lo com eficiência. Ou
seja, o negócio consiste em um conjunto de hipóteses que necessitam ser validadas ou
repudiadas rapidamente, em ciclos curtos que geram produtos entregáveis que validam o
negócio e o seu suposto mercado de consumo.

Para o especialista em Startup Gitahy (2011), Startup é um modelo de empresa


jovem em fase de construção de seus projetos, que está vinculada fortemente à pesquisa,
investigação e desenvolvimento de ideias inovadoras, no qual se encontra um grupo de
pessoas à procura de um modelo de negócios repetível e escalável, trabalhando em
condiçõesde extrema incerteza.

E uma das principais diferenças de startups e empresas tradicionais está na fase


inicial da empresa. Enquanto nas empresas tradicionais aconselha-se a fazer um plano
de negócios minuncioso, ver a viabilidade e depois colocar em execução o plano, nas
startups, basicamente é definido como tentativa e erro, ou seja tem-se hipótese e o
empreendedor vai a campo ver se essa hipótese tem mercado (ALBERONE;
CARVALHO; KICORVE, 2012) Uma alternativa ao tradicional plano de negócios é o
Business Model Canvas, Geração de Modelo de Negócios.

5
Figura 1 - Business Model Canvas
Fonte: Elaboração própria do autor

Com esse modelo, uma maneira de mensurar se uma startup está evoluindo ou
não é através da aprendizagem validada. Segundo Ries (2012), a aprendizagem validada
é:

Um método rigoroso para demonstrar o progresso quando


uma pessoa está pisando no solo da extrema incerteza no
qual as startups crescem. A aprendizagem validada é o
processo de demonstrar empiricamente que uma equipe
descobriu verdades valiosas acerca das perspectivas de
negócio presentes e futuras de uma startup. Ela é mais
concreta, mais exata e mais rápida do que prognósticos de
mercado ou o clássico planejamento empresarial. É o
antídoto principal contra o problema fatal de alcançar o
fracasso: executar com sucesso um plano que não leva a
lugar nenhum.

De acordo com Ries (2012), diferentemente de uma empresa tradicional, uma


startup baseia-se no feedback constante na construção do seu plano de negócios.
Caracteriza uma startup

6
como uma catalisadora que transforma ideias em
produtos. À medida que os clientes interagem com os
produtos, geram feedback e dados. O feedback é tanto
qualitativo (por exemplo, o que gostam ou não) como
quantitativo ( por 19 exemplo, quantas pessoas utilizam o
produto e consideram que ele tem valor).

Assim, o feedback se torna algo de extrema importância para o desenvolvimento


de um plano de negócios em uma corporação

3. INVESTIMENTO ANJO

Segundo Anjos do Brasil (2017) O investimento anjo é feito por pessoas físicas
com capitais próprios em empresas iniciais com grande potencial de crescimento
chamada de empresas emergentes, tendo como seguintes características:

1. É efetuado por profissionais (empresários,


executivos e profissionais liberais) experientes,
que agregam valor para o empreendedor com
seus conhecimentos, experiência e rede de
relacionamentos além dos recursos financeiros,
por isto é conhecido como smart-money.
2. Tem normalmente uma participação
minoritária no negócio.
3. Não tem posição executiva na empresa, mas
apoiam o empreendedor, atuando como um
mentor/conselheiro.

As maiores porcentagens de investidores anjos são ex-empresários que tem


uma grande experiência em como gerenciar um empreendimento, e possui uma fortuna
acumulada para investimentos em alto risco. Essas são as características da maioria dos
investidores anjos. Ou seja, a função do investidor anjo é dar um aporte financeiro a
instituição, além de contribuir com toda a sua experiência e conhecimento para um
gerenciamento indireto na nascente corporação.

O investidor anjo está inteiramente ligado ao desenvolvimento da corporação,


visto que quanto mais à empresa se desenvolver mais ele irá ganhar dinheiro, pode-se
citar o exemplo de David Cheriton o investidor anjo da Google que Segundo Startse
(2017) ganhou 33 mil vezes o valor investido quando tudo começou em 1998.

7
4. STARTUPS DE SUCESSO
4.1. NETFLIX

Netflix é uma provedora global de filmes e séries de televisão via streaming,


atualmente com mais de 90 milhões de assinantes. Fundada em 1997 nos Estados
Unidos, a empresa surgiu como um serviço de entrega de DVDs pelo correio. A
expansão do streaming, disponível nos Estados Unidos a partir de 2007, começou pelo
Canadá em 2010. Hoje, mais de 190 países têm acesso à plataforma. Sua primeira série
original de sucesso foi House of Cards, lançada em 2013.

Hoje em dia, a empresa produz centenas de horas de programação original em


diferentes países do mundo, querendo aprimorar-se nas aplicações e em novas
programações.

Segundo Exame (2017) O valor da empresa é de 60,67 bilhões de dólares.

4.2. UBER

Uber é uma startup de transporte, onde o aplicativo e responsável por achar os


motoristas ou passageiros que precisam de transporte. A Uber oferece varias alternativas
para se movimentar pela cidade, desde a mais básica ou a mais luxuosa tudo com
conforto e segurança.

O aplicativo da Uber possibilita calcular quanto você irá pagar pela sua viagem
antes mesmo de você entrar no veiculo. Dá ainda para verificar as tarifas de cada
localidade.

A empresa Uber começou no Silicon Valley, São Francisco. Tendo como


objetivo disponibilizar as pessoas veículos a preços acessíveis, utilizando apenas o
celular através da localização para achar o individuo que demanda ou o ofertante do
serviço. Disponibilizando também aos seus clientes um serviço de alta qualidade, tais
como: água, suco, refrigerante entre outros, variando de acordo com a modalidade que o
cliente escolher, com isso faz a empresa se destacar na frente de seus concorrentes.

Como a Uber necessita da comunidade para operar satisfatoriamente, é


fundamental deixar uma avaliação tanto para o motorista como para o viajante, assim

8
ajudará um próximo a não buscar um motorista ou um passageiro desagradável por
exemplo. E Segundo techmundo (2017) O valor da empresa UBER é de 68 bilhões de
dólares

4.3. AIRBNB

BnB" é uma abreviatura de "bed and breakfast". O "air" se dá ao fato de tudo


ter começado dois dos fundadores do site terem começado alugando colchões infláveis
na casa em que moravam para visitantes de uma feira de design depois que todos os
hotéis estavam cheios. No início, o Airbnb era um site em que pessoas alugavam apenas
quartos na sua casa, algo simples como um CouchSurfing pago.

Como deu certo, o site começou a ser usado para alugar apartamentos inteiros.
Assim o Airbnb possibilita a comunicação entre turistas do mundo inteiro e donos de
imóveis. Oque mais chama atenção é suas varias opções, mesmo com poucos recursos
financeiros você pode arrumar um lugar para dormir. Se o orçamento está apertado,
estúdios, pequenos apartamentos ou casas são ótimas opções. Já para quem viaja em
grupo e quer a facilidade de poder cozinhar sua própria comida, nada melhor do que
alugar uma casa grande, com direito a jardim, piscina e churrasqueira.

E segundo a Starse (2017) A companhia vale hoje 30 bilhões de dólares.

4.4. NUBANK

A startup brasileira conhecida como Nubank é uma instituição inovadora na


área das finanças, tendo como foco principal a utilização de um cartão de credito sem
taxas mensais para bons pagadores. A ideia antes utópica se tornou realidade graças à
companhia, onde seu gerenciamento é tudo feito virtualmente, através de um
smarthphone. Assim a redução de custos que a empresa teve facilitou a vida de varias
pessoas que antes tinham receio de adquirir um cartão de credito.

Segundo Oficina da net (2017) Além da ausência de taxas, um dos pontos


positivos do Nubank e que vem fazendo a empresa conquistar muitos adeptos é a
praticidade, pois você consegue realizar o cadastro tudo feito pelo aplicativo, assim não
há a necessidade de ir até uma agencia física. Todo o processo será feito pelo
smartphone, bem como acompanhar em tempo real todas as suas transições financeiras,

9
como gastos e limite, pode visualizar a fatura e até mesmo gerar um boleto para pagar
pelo aplicativo mobile de seu outro banco.

É de grande importância destacar também que o Nubank funciona apenas como


cartão de credito, não tendo as mesmas funções que outros bancos têm, tais como:
investimentos em poupança, CDB, CDI e entre outros.

Segundo Olhar digital (2016) Após receber um aporte de investimento liderado


pela Founders’s Fund, o valor atual da empresa é de aproximadamente US$ 500
milhões (ou cerca de R$ 2 bilhões).

5. A IDEIA DE UMA STARTUP, SMARTHCODE


A smarthcode e uma ideia onde as pessoas podem comprar suas mercadorias
em lojas físicas através de um smarthphone. E como funciona essa ideia?
Consiste em montar um sistema praticamente 100% seguro tanto para o
comprador, como para o vendedor, utilizando um sistema rápido, e sem risco. Tendo
como projeto inicial apenas em lojas físicas onde a ideia é o comprador ir na loja e
poder comprar e ter todo tipo de informação de um determinado produto, tudo via um
QR code ou um código de barras normal disponibilizados nos produtos.
A pessoa precisará ter apenas um smartphone com câmera e uma plataforma
Android ou IOS, para ter acesso a esses códigos, já o comerciante precisaria fixar em
cada um de seus produtos, os códigos específicos contendo preços, possíveis descontos,
datas de uma possível oferta que a loja tenha ao longo do ano (Black Friday) (promoção
própria), todos os tributos cobrados em cima daquele objeto, e toda informação sobre o
objeto, da sua fabricação e a utilização, alguns com vídeos explicativos do produto, ou
até testes de resistência do mesmo e as várias maneiras de utilização dependendo do tipo
de objetivo a ser comercializado. Como por exemplo, um produto alimentício podendo
colocar possíveis receitas que são possíveis fazer com aquele determinado produto, com
isso a hora da compra seria facilitada já que as informações estariam todas unificadas
em uma plataforma.
A segurança seria feita através de câmeras de seguranças, controle de estoque e
fiscais na saída do estabelecimento para verificação.

10
Já em estabelecimentos onde se compra vários produtos, como mercados, por
exemplo, teria duas etapas, a primeira é para aquelas pessoas que vão comprar até 10
itens, e o segundo modo e para as pessoas que fazem compras mensais acima disso.
Para aqueles que iriam comprar alta quantidade de produto o sistema seria parecido com
oque já conhecemos atualmente iria ter que passar pelo caixa normalmente, porém oque
seria diferente é que no final da compra o caixa do estabelecimento iria emitir um QR
code para você poder fazer o pagamento.
Para aquelas pessoas que vão ao supermercado comprar até 10 itens, seria mais
rápido esse sistema, a pessoa poderia escolher seu produto, pagar usando seu celular e
na saída do estabelecimento iria ter alguns fiscais verificando os seus produtos e o
recibo no seu celular.

6. PARTE PRÁTICA IMPLEMENTAÇÃO


Teria que cadastrar todo o estoque da empresa e fazer o código com todas as
informações para cada uma delas, acredito que para ser um atrativo para a companhia, a
implementação teste desse sistema não deve ser cobrada, visto que os primeiros
empresários vai ser uma experiência de cobaia, o único requisito seriam eles
concordarem em dividir seus lucros nas vendas que ocorreriam através desse sistema,
(valor precisa ser estudado) e o lucro dessas vendas que fossem divididas com as
startups, seria reversível na mercadoria através de descontos ou cupons, que conforme
mais lucro tivéssemos, mais desconto o cliente teria, já que os nossos lucros seriam
divididos com o público final, ou seja, a companhia divide seus lucros com a startups de
acordo com suas vendas e a startups divide seus lucros com os clientes da loja, e assim
todos ganham.

7. VANTAGENS
Se a pessoa esquecer a carteira por exemplo, ela pode utilizar seu smartphone
pra fazer compras, visto que dificilmente você esquece seu smartphone, já que você está
todo tempo com ele
Assim incentivando a deixar de lado os vários cartões físicos que as pessoas
carregam, e unificar e utilizar todos em seu dispositivo móvel, visto que a tecnologia já
faz parte de tudo em nossas vidas, porque não evoluirmos nesse setor também

11
Outra vantagem seria no caso de cidade grande, onde há um grande risco de
assalto em dinheiro em espécie, utilizando esse serviço você não precisa andar com
dinheiro em espécie.
O risco de roubarem seu smartphone também pode ocorrer por isso, o
aplicativo teria uma senha para entrar, e uma outra espécie de senha ao confirmar
qualquer compra através dessa plataforma, tornando-se muito mais seguro, no caso de
algum roubo ou perda do smartphone
Já em cidade pequena onde o grande problema dos pequenos comerciantes são
os fiados, essa ideia iria extinguir esse tipo de compra, tendo apenas a possibilidade de
parcelamento no cartão ou através de seguradora, onde no segundo caso seria um
processo mais lento, já que teria que fazer um cadastro e ser aprovado nesse cadastro
para ser liberada a compra.
Os pagamentos seriam todos feitos via PayPal, Mercadopago, PagSeguro,
transferência bancária, pagamentos via cartão de débito e crédito diminuindo assim
totalmente as vendas fiadas.

8. DISVANTAGENS
Um sistema que as pessoas teriam que se adaptar, ou seja, seria algo a longo
prazo pois não é possível mudar um sistema de vendas de uma hora para outra, as
pessoas teriam que se acostumar com a nova forma de compra
Outro problema seria as pessoas idosas ou que não utilizam muito smartphone
teria uma dificuldade maior de aderir a esse sistema, não acreditariam muito
E com a ascensão da internet e o comercio através da internet, talvez caia
bastante as comprar em lojas físicas e com o tempo caia drasticamente o comercio em
lojas físicas e assim o tempo é o dinheiro investindo nesse novo modelo pode ser um
fracasso.

9. CONCLUSÃO

E evidente a mudança que a globalização vem demonstrando ao longo dos


anos, e não tem sido diferente nos setores industrial, comercial e econômico de uma
nação, com o desenvolvimento de ideias que antes pareciam ser utópicas, nos dias de
hoje é realizável, empresas tais como netflix onde se tem infinidades de filmes e series
de fácil acesso, e por um preço praticamente insignificante, a 10 anos atrás quem tivesse

12
uma ideia parecida como essa, se tornaria motivo de piada, porém hoje em dia se tornou
comum, ou até mesmo empresas como Aibnb ou Nubank mudaram e muito o cenário
empresarial que se conhecia. Startups por ser uma modalidade onde se tenta resolver um
problema da sociedade, ou até mesmo melhorar determinada circunstancia do dia a dia
com um baixo custo, muitos empresários estão procurando se adaptar a nova forma de
comercio, como também buscando conhecimentos e criando soluções para seus
possíveis problemas, apesar de startups ser um sistema novo, devido as mudanças do
mundo, a sociedade passa a aceitar e começa a adaptar-se as ideias que antes eram vistas
como impossíveis.

13
REFERÊNCIAS

Alberone, M. Carvalho, R. Kircove, B. Sua ideia ainda não vale nada – O guia prático
para começar a validar seu negócio. Rio de Janeiro, 2012.

BLANK, Steve. The Four Steps to the Epiphany. 2006. Disponível em:
<http://www.stanford.edu/group/e145/cgibin/winter/drupal/upload/handouts/Four_Steps
.pdf> Acesso em: 19 de maio de 2017

Fernandes, J R C (2015). Desempenhos das Start-ups/TIC e as contribuições das


aceleradoras: um estudo de caso. Dissertação de mestrado. PPGA Uninove.

GITAHY, Yuri. O que é uma startup?. 2011. Disponível


em:<http://www.empreendedoronline.net.br/o-que-e-uma-startup/> Acesso em: 19 de
maio de 2017

Marcelo Toledo. Oque é uma startup. Disponível em: http://marcelotoledo.com/startups-


o-que-e-uma-startup/ Acesso em 18/05/2017

Nubank. Perguntas? Disponivel em:< https://www.nubank.com.br/perguntas/>. Acesso


em 20 de maio de 2017.

Oque é um Investimento anjo. Anjos do brasil. Disponível em: <


http://www.anjosdobrasil.net/o-que-eacute-um-investidor-anjo.html> Acesso em 18 de
maio de 2017

Olhar digital. Nubank: o que é e como funciona o cartão de crédito sem tarifa.
Disponível em: < https://olhardigital.uol.com.br/pro/noticia/nubank-o-que-e-e-como-
funciona-o-cartao-de-credito-sem-tarifa/54243>. Acesso em 20 de maio de 2017

RIES, Eric. A Startup Enxuta: como os empreendedores atuais utilizam a inovação


contínua para criar empresas extremamente bem-sucedidas. Lua de Papel, 1ª edição. São
Paulo-SP, 2012.

Signori, Martins e Capelaris. Startup e inovação: inovando na forma de pensar e


decretando o fim das velhas ideias

14
TABORDA, Ana. O que é uma start up?. 2006. Disponível em:
<http://www.gesentrepreneur.com/pdf/o_que_e_uma_start_up.pdf> Acesso em: 19 de
maio de 2017

Uber blog. Mas afinal oque é uber e como eu posso usar? Disponível em:
https://www.uber.com/pt-BR/blog/belo-horizonte/mas-afinal-o-que-e-uber-e-como-eu-
posso-usar/. Acesso em 20 de maio de 2017.

Softnic. Uber, o que é isso? Conheça o concorrente dos táxis. Disponível em:
<https://artigos.softonic.com.br/uber-app-o-que-e-taxi >. Acesso em 20 de maio de
2017

Veja. As 10 startups mais valiosas. Disponível em: <


http://veja.abril.com.br/tecnologia/as-10-startups-mais-valiosas-do-mundo/>. Acesso
em 18 de maio de 2017

Yahoo Finanças. Disponível em: < https://br.financas.yahoo.com/quote/NFLX/key-


statistics?p=NFLX>. Acesso em 19 de maio de 2017

Oficina da Net. O que é e como funciona o Nubank?. Disponivel em


<https://www.oficinadanet.com.br/post/18350-o-que-e-e-como-funciona-o-nubank.>
Acesso em 20 de maio de 2017.

Startse. O AirBnB agora vale inacreditáveis US$ 30 bilhões. Disponível em: <
https://conteudo.startse.com.br/startups/felipe/o-airbnb-agora-vale-inacreditaveis-us-30-
bilhoes/>. Acesso em 19 de maio de 2017.

Startse. David Cheriton. Disponível em <


https://conteudo.startse.com.br/investidores/juniorboneli/primeiro-investidor-do-google-
obteve-retorno-de-33-mil-vezes-sobre-o-valor-aplicado/>. Acesso 20 de maio de 2017

Techmundo. Uber e Xiaomi lideram a lista com as startups mais valiosas do mundo.
Disponível em: < https://www.tecmundo.com.br/startups/108266-uber-xiaomi-lideram-
lista-startups-valiosas-mundo.htm>. Acesso em 20 de maio de 2017

Exame. Netflix dispara 70% em um ano e valor de mercado sobe US$ 25 bi. Disponível
em: < http://exame.abril.com.br/mercados/netflix-dispara-70-em-um-ano-e-valor-de-
mercado-sobe-us-25-bi/>. Acesso em 19 de maio de 2017.

15
16