Você está na página 1de 3

d) No alto escalão do governo Vargas havia uma série

O regime político conhecido como Estado Novo implantado


de simpatizantes do regime comunista da União
por golpe do próprio Presidente Getúlio Vargas, em 1937,
Soviética e de seu líder Joseph Stalin.
pode ser associado à(ao):
e) As pressões do governo norte-americano levaram
a) radicalização política do período representada pela
Vargas a demitir seu ministro da Guerra, o general
Aliança Nacional Libertadora, de orientação comunista, e
Eurico Gaspar Dutra, admirador dos regimes
pela Ação Integralista Brasileira, de orientação fascista.
nazifascistas.
b) modernização econômica do país e seu conflito com as
principais potências capitalistas do mundo, que tentavam
lhe barrar o desenvolvimento. Que função teve o DIP (Departamento de Imprensa e
Propaganda) no governo do Estado Novo?
c) ascensão dos militares à direção dos principais órgãos
públicos, porque já se delineava o quadro da Segunda a) criminalizar aqueles que apoiavam o nazismo, o
Guerra Mundial. fascismo e os países totalitários da Europa.

d) democratização da sociedade brasileira em decorrência b) construir grandes redes de jornais e revistas por todo
da ascensão de novos grupos sociais como os operários. o país com irrestrita liberdade de expressão.

e) retorno das oligarquias agrárias ao poder, restaurando- c) construir uma máquina de propaganda que tivesse
se a Federação nos mesmos moldes da República Velha. impacto apenas no exterior.

d) difundir uma imagem paternalista de Getúlio Vargas,


Em 21 de dezembro de 1941, Getúlio Vargas recebeu enaltecendo-o como grande líder das massas.
Osvaldo Aranha, seu ministro das Relações Exteriores,
e) difundir uma imagem negativa de Getúlio Vargas,
para uma reunião. Leia alguns trechos do diário do
mostrando todo o seu viés autoritário
presidente: “À noite, recebi o Osvaldo. Disse-me que o
governo americano não nos daria auxílio, porque não
confiava em elementos do meu governo, que eu
deveria substituir. Respondi que não tinha motivos para No período do Estado Novo, Vargas impulsionou o
desconfiar dos meus auxiliares, que as facilidades que desenvolvimento da indústria de base no Brasil. Para
estávamos dando aos americanos não autorizavam tanto, foi necessário:
essas desconfianças, e que eu não substituiria esses a) o desmantelamento do setor agroindustrial e a
auxiliares por imposições estranhas.” (VARGAS, desapropriação dos grandes latifúndios.
Getúlio, Diário. São Paulo/Rio de Janeiro, Siciliano/
Fundação Getúlio Vargas, 1995, vol. II, p. 443.) b) o enfraquecimento do controle estatal e o
direcionamento da atividade industrial para o setor
A respeito desse período, podemos afirmar: privado.
a) As desconfianças norte-americanas eram c) a criação da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN),
completamente infundadas porque não havia nenhum a Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) e a
simpatizante do nazifascismo entre os integrantes do Companhia Hidrelétrica de São Francisco.
governo brasileiro.
d) a criação de comunas rurais ao longo do sertão
b) Com sua política pragmática, Vargas negociou brasileiro.
vantagens econômicas com o governo americano e
manteve em seu governo simpatizantes dos regimes e) a criação de laços econômicos com companhias
nazifascistas. latino-americanas, visando assim a uma associação
pan-americanista industrial.
c) Apesar das semelhanças entre o Estado Novo e os
regimes fascistas, Vargas não permitiu nenhum tipo de
relacionamento diplomático entre o Brasil e os países
03. (UFSM) "No populismo, o principal motor e
do Eixo.
instrumento, o povo, é entendido como uma realidade
homogênea, sem qualquer especificidade classista (...)
o conceito de povo não é racionalizado, predominando
sempre a emotividade. Isso possibilita, muitas vezes, a a) Apenas I.
associação do populismo ao nacionalismo, bem como a
b) Apenas I e II.
existência de líderes carismáticos."
c) Apenas I e III.

d) Apenas II e III.
A partir desse conceito, pode-se dizer que Getúlio
Vargas, em sua atuação de 1930-45, e) I, II e III.

A implementação da indústria automobilística foi uma


a) inaugurou o populismo no Brasil como prática que
das metas alcançadas pelo governo Juscelino
desmobilizou politicamente a população apesar de
Kubitschek (1956-1961). A imagem abaixo representa a
buscar atender às suas necessidades mais imediatas.
boa recepção que este empreendimento teve por parte
b) contradiz o conceito, porque valorizou a organização da sociedade do país.
popular e incentivou as manifestações dos diversos
grupos da sociedade brasileira.

c) organizou o populismo através das atividades de


diversos grupos, estimulando a unidade nacional a
favor das nações européias.

d) atendeu ao populismo porque priorizou os interesses


dos cafeicultores como grupo que assumiria o poder
pós-1930, aproveitando a proximidade que esse grupo
tinha com a população.

e) não foi um populista porque concedeu favores a


determinadas classes, em detrimento de outras.

04. (UFRGS) No ano passado, completaram-se


setenta anos da ocorrência da Revolução de 1930, um
momento de séria crise para o Estado oligárquico
brasileiro. Neste sentido, analise as afirmações abaixo,
relativas às repercussões políticas deste golpe de
Estado.
Fonte: O Cruzeiro, n.27, 16 abr. 1960
I - O novo governo não teve nenhum grupo social
hegemônico, o que abriu caminho para o fortalecimento (CPDOC/FGV/r47)
do poder pessoal de Getúlio Vargas.
A política de industrialização e de internacionalização
II - A ascensão de Vargas ao poder colocou o Rio
da economia foi recebida por grande parte da
Grande do Sul em posição hegemônica nacional,
população brasileira como um avanço social. Eram os
alterando o jogo de forças anterior, que beneficiava a
chamados “anos dourados”, dominados por certo
oligarquia paulista e fluminense.
espírito de prosperidade e confiança, comum à boa
III - A parcela derrotada da oligarquia paulista parte do mundo ocidental. Além da meta citada, muitas
inconformou-se com a dominação varguista na outras foram conquistadas durante a era JK. NÃO faz
Revolução Constitucionalista de 1932, mas acabou parte destas:
reatando politicamente com o governo provisório.
A- A abertura de novas rodovias, tal qual a Belém-
Brasília.
B- A ampliação da produção do petróleo, que chegou a
Quais estão corretas?
cerca de 5,4 milhões de barris.
C- A expansão das usinas hidrelétricas, com a c) a tentativa dos partidos de esquerda de implantar um
construção, por exemplo, da Usina de Paulo Afonso. regime parlamentarista, considerado estranho à
D- A criação da Superintendência para o tradição brasileira.
Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE).
d) a violação dos direitos individuais garantidos na
E- A implementação da Lei de Remessa de Lucros, que
Constituição que vinha sendo praticada desde a
limitava o envio para o exterior dos lucros das
renúncia de Jânio Quadros.
empresas multinacionais.
e) a hiperinflação que paralisava a economia do país, e
cuja origem estava no endividamento externo do
(UDESC) “Organizadas em oposição a João Goulart, período Vargas.
as Marchas da Família se transformaram em forte
apoio ao governo militar, reunindo uma massa de civis,
nas capitais e interior do país.” (REVISTA DE Ao saber da mobilização de setores das Forças
HISTÓRIA DA BIBLIOTECA NACIONAL. Ano 1, n. 8, Armadas com o intuito de o alijarem do poder, o então
fev./mar. de 2006. p. 60.) Presidente da república, João Goulart, procurou apoio:
Relacionando o fragmento acima ao golpe militar no a) em Cuba, junto à República Comunista recém-
Brasil, é correto afirmar: instalada pelos irmãos Castro.
a) As torturas e as perseguições políticas são matérias b) nos Estados Unidos, que viam com preocupação o
para ficção, pois o Brasil sempre foi um país estável levante militar no Brasil.
politicamente.
c) no Rio Grande do Sul, junto ao então governador
b) Havia receio dos setores mais progressistas do Leonel Brizola.
Brasil de que os norte-americanos invadissem o país.
d) no Rio de Janeiro, onde ainda tinha apoio dos
c) O medo, em relação ao comunismo, não existia no principais setores do exército.
meio social, posto que o país, em especial suas elites,
sempre foi simpático às ideias comunistas. e) na China, país com o qual já havia travado estreitos
laços.
d) Por ocasião do golpe houve um movimento civil
conservador, inicialmente organizado em oposição ao
governo do presidente trabalhista João Goulart,
manifestado nas Marchas da Família com Deus pela
Liberdade.

e) Não houve exílio de brasileiros, pois a Constituição


de 1967 garantia a liberdade de expressão política.

Em 31 de março de 1964, os militares brasileiros,


apoiados pelos Estados Unidos e por parcelas da
classe política e empresarial do país, assumiram o
controle do Estado por meio de um golpe. A justificativa
para esse golpe de Estado baseava-se na proteção
contra:

a) o comunismo internacional, visto como ameaça às


instituições democráticas no panorama de polarização
política pós 2ª guerra.

b) as ditaduras fascistas em franco processo de


expansão no continente sul-americano, já instaladas na
Argentina e no Chile.