Você está na página 1de 1

PORTARIA n.

º _____/2018

EMENTA : Dispõe sobre o exercício do poder de


polícia e designa servidores para fiscalização de
propaganda eleitoral irregular.

O Juiz da 39ª Zona Eleitoral, Dr. Edilson Chaves de Freitas, no uso de suas atribuições
conferidas pela Lei nº 9.504 e Resolução nº 23.551/17, que estabelecem normas relativas ao poder de
polícia do Juiz Eleitoral na fiscalização da propaganda eleitoral para as Eleições 2018;

CONSIDERANDO que os fiscais da propaganda eleitoral devem ser designados,


exclusivamente, dente servidores com vínculo com a Justiça Eleitoral;

CONSIDERANDO o Provimento nº 13/2018 – CRE/TRE/RN.

RESOLVE :

Art. 1º Designar para comporem a equipe de fiscalização da propaganda eleitoral os


servidores Álvaro José Muricy Teixeira Cabral, Benedita Brito da Silva, Francisca Eliana Bandeira
Monteiro e, nos dias 06 e 07 de outubro do corrente ano, a servidora Zelda Maria Nelson da Rocha.

Art. 2º Os procedimentos inerentes ao poder de polícia seguirão o rito estabelecido pela


legislação pertinente, devendo os fiscais, ao tomarem conhecimento de propaganda irregular, sendo
viável, dirigir-se ao local informado e, se confirmada a irregularidade, lavrarem o respectivo Termo de
Contatação, estando desde logo autorizados, sempre que que haja condições materiais e humanas, a
inibir ou fazer cessar atos em desconformidade com a legislação eleitoral, para tanto podendo apreender
equipamentos, de quaisquer natureza que estejam sendo utilizados em desconformidade com a norma,
bem como dar voz de prisão e conduzir à autoridade policial pessoas que tentem impedir a atuação do
Poder Judiciario, com base no artigo 347 do Código Eleitoral.

Art. 3º Os Termos de Constatação deverão seguir rito procedimental estabelecido pelo


Provimento CRE nº 13/2018

Art.6 º Esta Portaria entra em vigor a partir da data de sua publicação, com efeito a partir de
03 de outubro de 2018, e a publicação deve ocorrer de imediato no mural do cartório e no DJe.

Publique-se. Registre-se. Cumpra-se.


Umarizal, 03 de outubro de 2018

Edilson Chaves de Freitas


Juiz Eleitoral