Você está na página 1de 5

Publicidade

Ano 10 | número 2324 | Maputo, Terça-Feira 30 de Outubro de 2018


Director: Fernando Veloso | Editor: Matias Guente | Propriedade da Canal i, lda
Sede: Bairro Central, Av. Maguiguana, n.º 1049 | Casa n.º 65000 R/C | Registo: 18/GABINFO-DEC/2009
e-mail: graficocanalmoz@gmail.com | mtsgnt@gmail.com | Telefones: 823672025 - 823053185

Conselho Constitucional rejeita recurso


da Renamo na Matola
Maputo (Canalmoz) – O Conse- impugnação prévia. A intempes- renta e oito horas fixado por lei.
lho Constitucional julgou impro- tividade diz respeito à submissão Quanto à falta de impugnação
cedente e rejeitou liminarmente do recurso depois de esgotado prévia, a Renamo alega que não
o recurso da Renamo que recla- o prazo fixado por lei, enquan- o podia fazer pois não assistiu ao
mava contra a falsificação dos to a falta de impugnação prévia apuramento, porque não lhe foi
resultados eleitorais no municí- refere-se ao facto de o recorren- comunicado. Os vogais da Frelimo
pio da Matola, onde há três edi- te não ter reclamado no órgão acordaram entre eles, na ausência
tais. É uma repetição do acórdão eleitoral que emitiu os resulta- dos vogais da oposição, a elabo-
que o mesmo Conselho Consti- dos, antes de avançar para o re- ração de um edital falso e marca-
tucional já havia anunciado na curso contencioso no tribunal. ram a sua divulgação. O Conselho
semana passada, quando foi o A decisão do Conselho Constitu- Constitucional fixa jurisprudência
Movimento Democrático de Mo- cional confirma a sentença do Tri- decidindo que não podendo as-
çambique o recorrente. Mais bunal Judicial do Distrito da Ma- sistir ao processo de apuramento
uma vez, o recurso foi rejeitado, tola (TJDM), que havia decidido e assim não podendo apresentar
e o Conselho Constitucional não precisamente nos mesmos termos. a reclamação, o recorrente deve
se dignou analisá-lo, alegando O TJDM alega que o recurso da Re- impugnar o edital de apuramento
a não observância por parte do namo deu a entrada no dia 16 de intermédio publicado pela Comis-
recorrente de questões de for- Outubro, quando a Comissão de são de Eleições local. Caso este
malidade processual. A Renamo Eleições da Cidade diz que divul- órgão de administração eleitoral
e o MDM perdem assim, em de- gou os resultados às 9h15 minu- indefira a reclamação é que se
finitivo, a batalha pela Matola, tos do dia 13 de Outubro, sábado. segue para o recurso contencio-
onde há indícios claros de que O Conselho Constitucional in- so no tribunal local. Mas também
os resultados foram falsificados. terpreta a lei e fixa jurisprudência o tribunal local estava instruído
No seu acórdão, o Conselho alegando que o prazo, quando ex- para invocar os mesmos pressu-
Constitucional diz que a Renamo presso em horas, é de contagem postos para rejeitar a impugna-
não observou duas formalidades contínua, pelo que a Renamo de- ção. Foi o mesmo que fez com o
processuais, nomeadamente re- via ter submetido recurso ao TJDM a reclamação do MDM, que tam-
correr tempestivamente ao Con- até às 9h15 do dia 15 de Outubro, bém foi julgada improcedente pe-
selho Constitucional e a falta de para estar dentro do prazo de qua- los mesmos motivos. (Redacção)
Publicidade
2 ano 10 | número 2324 | 30 de Outubro de 2018

No porto da Matola

Detidos seis indivíduos que tentavam


roubar 4500 litros de combustível
Maputo (Canalmoz) – A Polícia lhamento da Polícia de Proteção e da ciou a detenção de dois trabalha-
anunciou, ontem, a detenção de seis Polícia Costeira, Lacustre e Fluvial. dores do porto da Matola, indi-
indivíduos, surpreendidos na posse Na manhã do dia 13 de Dezem- ciados do roubo do combustível.
de 150 bidões de 30 litros cada, que bro de 2015, as redes sociais foram No dia 27 de Fevereiro do ano
seriam usados no roubo de combus- inundadas com as imagens cho- passado, cinco membros da Polí-
tível no terminal da Matola. Os re- cantes de um incêndio de grandes cia, entre eles uma mulher, reco-
cipientes estavam a ser transportados proporções, que causou a morte de lheram aos calabouços, acusados
em três viaturas do tipo “minibus”. dezasseis pessoas e de feridos com de envolvimento no roubo de com-
Segundo a PRM, decorrem diligên- gravidade, na sequência da tentativa bustível no Parque Industrial da
cias com vista ao esclarecimento da de roubo de combustível no terminal Matola, uma zona onde, no ano de
tentativa de roubo abortada pela Po- do porto da Matola, na província de 2015, dezasseis pessoas morreram
lícia. O porta-voz da PRM na provín- Maputo. Na altura dos factos, a Po- em consequência duma explosão
cia de Maputo, Fernando Manhiça, lícia deteve nove pessoas, entre elas quando tentavam roubar o mes-
referiu que, em conexão com o caso, agentes da corporação, em conexão mo produto. O porta-voz da PRM
foi também detido o guarda que es- com este incidente que danificou a da província de Maputo, Fernando
teve de serviço durante a ocorrência plataforma de descargas de cereais Manhiça, disse que, desde aquela
do incidente no porto da Matola e e destruiu duas viaturas e sete em- vez da explosão, o roubo de com-
que a neutralização dos suspeitos foi barcações de pequena dimensão. bustível era uma situação que esta-
possível graças à actividade de patru- Em Fevereiro de 2016, aanun- va controlada. (Reginaldo Mangue)

No Parque Nacional de Gorongosa e na Reserva de Marromeu

Quinze caçadores furtivos detidos por


prática de caça furtiva
Beira (Canalmoz) – A Procurado- romeu. A procuradora-chefe provin- Os furtivos fazem as suas zo-
ria Provincial de Sofala,anunciou a cial de Sofala, Carolina Azarias, dis- nas incursões na zona-tampão
detenção, este mês, de quinze ca- se, em conferência de imprensa, na do Parque Nacional da Goron-
çadores furtivos no Parque Nacional passada sexta-feira, que já foi ins- gosa e na Reserva de Marromeu.
de Gorongosa e na Reserva de Mar- taurado igual número de processos. Carolina Azarias disse que,
Publicidade

www.canalmoz.co.mz
3 ano 10 | número 2324 | 30 de Outubro de 2018

Publicidade

www.canalmoz.co.mz
4 ano 10 | número 2324 | 30 de Outubro de 2018

em média, em cada dois dias “A maior parte das espécies fau- sário da cidade da Beira”, disse.
do mês de Outubro foi regis- nísticas caçadas tem grande va- Também na Gorongosa e em
tado um caso caça furtiva. lor ecológico para o país, e a Marromeu foram apreendidas
A procuradora-chefe de So- sua caça é proibida por lei. Um diversas armadilhas na zona-
fala pediu à população para dos envolvidos no Parque Nacio- -tampão do Parque Nacional da
seja a principal fiscalizadora. nal de Gorongosa é um empre- Gorongosa. (José Jeco, na Beira)

Conceita Sortane diz que está preocupada


com violência e consumo de drogas nas
escolas da cidade de Maputo
Maputo (Canalmoz) – A ministra Na ocasião, Conceita Sortane equidade de género, respeito mú-
da Educação e Desenvolvimen- apelou aos alunos para se engaja- tuo, pontualidade, assiduidade
to Humano, Conceita Sortane, diz rem nos estudos e distanciarem- e aprumo”, declarou a ministra.
que está preocupada com os casos -se de comportamentos desviantes. A aula foi dada no âmbito da pa-
de violência e consumo de drogas “A escola não pode ser espa- lestra de divulgação das metas glo-
nas escolas da cidade de Maputo. ço para o consumo de drogas, bais do desenvolvimento sustentável
A ministra exprimiu esta preo- para a violência de qualquer 2015- 2030, que teve a participação
cupação, na segunda-feira, numa tipo, para a intolerância. A esco- de representantes de instituições
das escolas da capital do país, la deve ser um local para sentir do ensino público e do ensino pri-
quando proferia uma palestra de- saudades pelo papel efectivo que vado, do UNICEF (Fundo das Na-
nominada “Melhor aula do mun- realizou para cada um de nós. A ções Unidas para a Infância) e da
do”, que teve a presença de cerca escola deve ser fortalecida atra- UNESCO (Organização das Nações
de quatrocentos alunos do Ensino vés de um ambiente do diálogo, Unidas para a Educação, Ciência
Primário e do Ensino Secundário. compreensão, amor ao próximo, e Cultura). (Reginaldo Mangue)

Gestores de empresas dizem que Recursos Humanos


não é só assiduidade e processar salários
Maputo (Canalmoz) – Gestores de Por seu turno, Domingos Arouca, curar saber como é que os profis-
várias empreses, reunidos ontem, no director de Recursos Humanos da sionais que gerem as organizações
lançamento da primeira edição do “Nestlé”, disse que, durante a con- vêem os Recursos Humanos”, disse
Fórum dos Recursos Humanos, que ferência vai apresentar quatro te- Janifer Macame, directora de Re-
se realizará em Dezembro no país, mas que versam sobre este sector, cursos Humanos da “Cervejas de Mo-
afirmam que este sector, mais do que nomeadamente: desmitificação dos çambique”, informou que especialistas
ser considerado gestor de assiduida- Recursos Humanos que sempre fo- de Recursos Humanos, consultores,
de e processar salários nas empresas, ram considerados como uma área directores de Recursos Humanos, re-
é um dos sectores mais importantes. administrativa; tornar a área mais guladores do ramo e dirigentes de
Os gestores dizem que, com a glo- humanizada com a informatização; pequenas e médias empresas vão
balização, os recursos humanos encontrar o equilíbrio entre a oferta e juntar-se para buscar uma plataforma
tornaram-se voláteis e ambíguos, a procura; desafios dos Recursos Hu- sobre a dinamização desta área para
havendo necessidade de se garan- manos no recrutamento e selecção. o desenvolvimento de Moçambique.
tir o amanhã do mundo empresarial. “Os Recursos Humanos não po- A primeira edição do Fórum dos
Marlene de Sousa, directora execu- dem vistos como um departamento Recursos Humanos, terá como
tiva da empresa “Atitude”, disse que que gere assiduidade, mas, sim, uma lema “O desenvolvimento da ges-
os recursos humanos são seres hu- área que pode desenvolver o país. tão dos recursos humanos em
manos que devem estar motivados. Por isso, na conferência, vamos pro- Moçambique”. (Cláudio Saúte)

www.canalmoz.co.mz
5 ano 10 | número 2324 | 30 de Outubro de 2018

Nas áreas da saúde, educação e petróleo

Empresários de moçambicanos e malaios


estreitam relações
Maputo (Canalmoz) – Empre- no espera que o evento contribua trocas comerciais no âmbito da
sários moçambicanos e empresá- para o desenvolvimento do país. cooperação entre os dois países.
rios malaios estão reunidos, des- Júlio Pio referiu que é esperan- Salimo Abdula disse que, nas rela-
de ontem, em Maputo, em busca ça do Governo que, através do ções de ambos os países, Moçambi-
de oportunidades de negócios diálogo entre os homens do ne- que exporta para Malásia produtos
e de investimentos no país, nas gócio dos dois países, haja ce- agrícolas (algodão, açúcar, madei-
áreas de farmacêutica, equipa- lebração de parcerias e nego- ra) e importa óleo alimentar, equi-
mentos médicos, petróleo, gás, ciação para a concretização de pamentos de transporte e acessórios
educação e produtos alimentares. projectos que incrementem cada para diversos tipos de máquinas.
A conferência é promovida pela Câ- vez mais a cooperação empresa- “Entendemos que existem mais
mara do Comércio de Moçambique. rial entre Moçambique e Malásia. oportunidades que podem ser
Falando durante a abertura Por sua vez, o cônsul hono- exploradas, que permitirão que
do fórum empresarial, o vice- rário da Malásia em Moçambi- empresários da Malásia invistam
-ministro da Indústria e Comér- que, Salimo Abdula, entende que em Moçambique, e vice-versa”,
cio, Júlio Pio, disse que o Gover- o encontro visa incrementar as afirmou. (Reginaldo Mangue)

Publicidade

www.canalmoz.co.mz