Você está na página 1de 45

CENTRO NOVAS OPORTUNIDADES

Ria Formosa

Processo RVCC – Nível Secundário

Sugestões para a elaboração do seu


Portefólio Reflexivo de Aprendizagens
(PRA)

1
ÍNDICE

Portefólio Reflexivo de Aprendizagens (PRA) ......................................................... 4


REFLEXÃO AUTOBIOGRÁFICA …………………………………………..……………..…..5

ÁREA DE COMPETÊNCIAS-CHAVE: CP

 TEMAS DO CONTEXTO PRIVADO (DR1)


NÚCLEO GERADOR: Direitos e Deveres- DR1…………………………… 6
NÚCLEO GERADOR: Complexidade e Mudança - DR1………………… 6
NÚCLEO GERADOR: Reflexividade e Pensamento Crítico - DR1..……... 6
NÚCLEO GERADOR: Identidade e Alteridade - DR1…………………… 6
NÚCLEO GERADOR:Convicção e Firmeza Ética - DR1 ……………… 7
NÚCLEO GERADOR: Abertura Moral - DR1……………………………… 7
NÚCLEO GERADOR:Argumentação e Assertividade- DR1 ……………… 8
NÚCLEO GERADOR: Programação - DR1………………………………… 9
 TEMAS DO CONTEXTO PROFISSIONAL (DR2)
NÚCLEO GERADOR: Direitos e Deveres- DR2…………………………… 9
NÚCLEO GERADOR: Complexidade e Mudança - DR2………………. 10
NÚCLEO GERADOR: Reflexividade e Pensamento Crítico - DR2..……... 10
NÚCLEO GERADOR: Identidade e Alteridade - DR2…………………. 10
NÚCLEO GERADOR: Convicção e Firmeza Ética - DR2 …………….. 11
NÚCLEO GERADOR: Abertura Moral - DR2…………………………… 11
NÚCLEO GERADOR:Argumentação e Assertividade- DR2 …………… 11
NÚCLEO GERADOR: Programação - DR2……………………………... 12

ÁREA DE COMPETÊNCIAS-CHAVE: STC e CLC


 NÚCLEO GERADOR: Equipamentos e Sistemas Técnicos (EST)
DR1………………………………………………….13

DR2………………………………………………… 14

DR3……………………………………………….…15
DR4……………………………………………….…15

2
 NÚCLEO GERADOR: Ambiente e Sustentabilidade (AS)
DR1……………………………………………….…….16
DR2……………………………………………….….18

DR3………………………………………………..…19

DR4…………………………………………….….…19
 NÚCLEO GERADOR: Saúde (S)
DR1………….………………………………………. 21
DR2…………………………………………………… 23

DR3……………………………………………….……25

DR4……………………………………………….……27

 NÚCLEO GERADOR: Gestão e Economia (GE)


DR1…………………………………………….………..29
DR2…………………………………………….………..30
DR3………………………………………………..…….30
DR4………………………………………….….….….. 31

 NÚCLEO GERADOR: Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC)


DR1……………………………….……….……….…. 32
DR2……………………………….……….…….……. 33

DR3……………………………….…….……….….… 33
DR4……………………………….………….….….… 34
 NÚCLEO GERADOR: Urbanismo e Mobilidade (UM)
DR1……………………………………………….…….35

DR3…………………………………………….…….…37
DR4…………………………………………….…….…39

 NÚCLEO GERADOR: Saberes Fundamentais (SF)


DR1…………………………..……………….….……. 40

DR3………………………..………………….….….…43

Conselhos práticos para a elaboração do seu PRA:

Estrutura do Trabalho ………………………………………………………..………..44


Fontes e Bibliografia ……………………………………………………….….………44

3
Portefólio Reflexivo de Aprendizagens (PRA):

O presente documento tem como finalidade direccionar e facilitar a construção do


Portefólio Reflexivo de Aprendizagens.

Uma vez que tem como objectivo demonstrar competências nos diferentes Domínios
de Referência nas três áreas que compõem este Referencial de Competências-Chave
do Nível Secundário é imprescindível que conheça os critérios contidos no referencial,
de forma a conseguir fazer a ligação das suas competências às pretendidas para este
nível de escolaridade. Sugerimos que siga as nossas sugestões para de uma forma
mais fácil analisarmos os resultados.

4
REFLEXÃO AUTOBIOGRÁFICA___________________

Na redacção da Autobiografia Reflexiva é necessário para cada acontecimento ou


competência significativa adquirida na sua experiência de vida a elaboração de um
texto. Pretende-se que realize por escrito em forma de narrativa reflexiva a história da
sua vida de acordo com os seguintes princípios orientadores:

A. Família de Origem, Nascimento e Infância;


B. Entrada na Escola;
C. Abandono Escolar;
D. Casamento e Filhos;
E. Relações Familiares;
F. Áreas de interesse pessoal: política, ciência, economia, ambiente,
tecnologia, sociedade ou outros;
G. Quem Sou, descrição do Eu, das qualidades e virtudes;
H. Passatempos e Hobbies Pessoais;
I. Projectos Futuros e as suas formas de implementação.

Contexto privado (Domínios de Referencia 1)

Tem o objectivo de apresentar as experiências do seu contexto privado, as


competências decorrentes dessas experiências e a importância das mesmas para a
sua formação pessoal.

Podendo desta forma encaixar os seguintes núcleos geradores, que passamos a


descrever de seguida, da área de Cidadania e Profissionalidade.

Núcleo Gerador: Direitos e Deveres

5
Competência: Reconhecer constrangimentos e espaços de liberdade pessoal
DR1 – Liberdade e Responsabilidade Pessoal

 Comprar casa, terreno: O projecto da aquisição do imóvel, regras de


funcionamento, principais responsabilidades pessoais e partilhadas.
 Identificar algum tipo de crédito que utilize (crédito habitação, crédito
automóvel, ou outros) e qual a entidade a que recorreu para o obter.
 Descrever quais as condições de crédito e comparar com outras taxas de juro
prazos de pagamento e benefícios associados. Mencionar se tem alguma
poupança (PPR, PPH, PPA) e mencionar quais os benefícios das poupanças.
 Apresentar o seu orçamento familiar identificando distintamente despesas e
receitas. (não referir valores)
 Na organização do seu orçamento familiar reserva verba para actividades
culturais (cinema, desporto, teatro, exposições, viagens…)
 Identificar diferenças nos rendimentos médios das famílias consoante as suas
actividades profissionais.
 Face à origem do rendimento da sua família, identificar qual a categoria em
que se insere no que diz respeito à contribuição fiscal (Declaração IRS (A e/ou
B)– trabalhador independente/trabalhador por conta de outrem) (GE DR1:
Orçamentos e Impostos)

 Casamento/divórcio: Características e ambiente familiar (adulto-cônjuge;


adulto-filhos), valores familiares, regras de funcionamento, principais
responsabilidades pessoais e partilhadas, estilo de comunicação, relações de
ajuda.
 Voluntariado (experiência, interajuda): A partir das actividades socioculturais
(associações, voluntariado, grupos musicais, teatro, etc.), nas quais está
envolvido, deverá aprofundar informação sobre essas actividades, procurando
reflectir sobre as aprendizagens/competências adquiridas em cada uma das
actividades em que participa e a mais-valia dessa actividade para a
sociedade.
 Testemunha de qualquer situação: A partir de uma experiência que tenha
vivido em termos legais reflectir sobre a responsabilidade desse acto e o
condicionamento da liberdade do outro.
 Liberdade e Responsabilidade: Referir em que momento assumi uma
responsabilidade que coloque em questão a liberdade pessoal ou a liberdade
de outrem.

6
Núcleo Gerador: Complexidade e Mudança
Competência: Contextualizar situações e problemas da vida quotidiana e integrar as
suas diferentes dimensões
DR1 – Aprendizagem ao Longo da Vida

 Situações com família/amigos: Caracterização do agregado familiar


aprendizagens que foi obrigado a desenvolver. Memórias positivas e/ou
negativas da infância e os seus significados pessoais. Na vida adulta; referir
factos/acontecimentos mais marcantes (positivos e/ou negativos). Situações
de autonomia e/ou responsabilidade partilhada e referir a sua importância no
crescimento pessoal. Factos/acontecimentos marcantes e aprendizagens
conseguidas;
 Recurso às Novas Tecnologias: marcar consultas on-line, agenda electrónica,
formas privilegiadas de contacto (tecnológico) com familiares e amigos, de
que forma me adaptei a esta evolução e hoje não consigo viver sem ela. E
como resolvo facilmente a minha vida em torno destes acontecimentos e
avanços tecnológicos;
 Ensino à distância (cursos, formações) ou formações frequentadas: quais as
motivações que me levaram a frequentar o que aprendi e explicitar a
aplicação prática das competências adquiridas na minha vida pessoal.
 Situação de emigração (retornados): se nasci ou vivi lá fora, como foi a minha
adaptação lá ou cá, em termos de língua, cultura como lidei com o
preconceito ou estereótipos criados e/ou se assisti a algum modo de
discriminação social.

Núcleo Gerador: Reflexividade e Pensamento Crítico


Competência: Assumir preconceitos pessoais na representação dos/as outros/as e
demonstrar capacidade de os desconstruir
DR1 – Preconceitos, Estereótipos e Representações Sociais

 Se tem preconceitos e consegue fundamentá-los. Todos nós pensamos de


forma preconceituosa, relativamente, a ideais de vida, formas de estar que
contrariam a nossa conduta e os nossos princípios morais. Reflectir sobre quais,
porquê e como seguimos as nossas ideais de vida.
 Vivências com situações de preconceitos ligadas: etnias, religião, género,
portadores de necessidades especiais, grupos profissionais/sociais se fizeram ou
fazem parte da experiência de vida. Se passou pela experiência da

7
discriminação das suas opções pessoais e como foi assumir essa conduta,
reflectir sobre a conduta e critica dos outros ou vice-versa.

Núcleo Gerador: Identidade e Alteridade


Competência: Reconhecer princípios de conduta baseados em códigos de lealdade
institucional e comunitária
DR1 – Códigos Institucionais e Comunitários

 Quais os meus princípios de conduta em relação aos outros: empatia,


solidariedade, igualdade, aceitação e tolerância. Como me posiciono perante
uma situação de intolerância à diferença, por exemplo: racismo, desigualdade
de género, estado civil, escolha sexual, portadores de necessidades especiais,
religião. Demonstro estes princípios e coloco-os em prática com opinião e
convicção.
 Se se rege por algum código deontológico, em termos pessoais.

Núcleo Gerador: Convicção e Firmeza Ética


Competência: Distinguir as várias hierarquizações de valores, escolher e reter
referentes éticos e culturais
DR1 – Valores Éticos e Culturais

 Na fase em que reflecte sobre si próprio refira o seu posicionamento em


consciência, relativamente, a valores éticos e culturais, qual a sua
hierarquização de valores e exemplificar: justiça, tolerância, igualdade,
imparcialidade, solidariedade, honestidade, lealdade, sinceridade. Que
hierarquia têm na sua forma de estar ou ser.

Núcleo Gerador: Abertura Moral


Competência: Identificar exigências de tolerância e actuar em conformidade
DR1 – Tolerância e Diversidade

 Quando refere a sua postura/vivência num modo geral para além, dos
preconceitos presentes na sua atitude e forma de ser refira como aceita a
diferença de um modo geral e reflicta sobre o porquê dessa opinião, se viveu
alguma experiência que leve a adquirir determinada postura face a diferentes
grupos (opções de género, etnia e culturas, imigração e emigração, grupos
desfavorecidos).

8
 Reflexão sobre uma temática problemática que na sua vida tenha tido
particular contributo: Abandono da Escola e suas razões, contextos
socioeconómicos, culturais e políticos. Proximidade Escola-Casa. Descrição do
percurso escolar (aspectos positivos e menos positivos). Identificação das
pessoas mais significativas neste percurso e as suas contribuições. Tentativa de
regresso à escola (contextos, datas, instituições). Descrição de algum
acontecimento que inviabilizaram um sucesso caso tenha sido vivida.

Núcleo Gerador: Argumentação e Assertividade


Competência: Calibrar a iniciativa argumentativa própria com o acolhimento de
pontos de vista divergentes
DR1 – Capacidade argumentativa

 No lar: troca de papéis, género, distribuição equilibrada de tarefas ou


conciliações/conflito entre pares ou gerações. A importância da família no seu
contexto privado. A divisão de tarefas e os princípios educacionais que regem
o ser Homem/Mulher. As competências machistas e feministas das tarefas e
profissões existentes actualmente.
 O progresso tecnológico e educacional e o papel da mulher/homem. A
utilização de equipamentos tecnológicos diferenciados pelos papéis
homem/mulher.

Núcleo Gerador: Programação


Competência Pensar prospectivamente a vida pessoal
DR1 – Projectos pessoais e familiares

 Investimento pessoal: compra de casa, carro, constituir família, criar uma


empresa. Planificação de projectos pessoais/familiares;
 Iniciativa Novas Oportunidades para conclusão do 12º ano de escolaridade, as
mais-valias e alterações para a vida pessoal.
 Projectos Formativos e formas de implementação:
o Formações que gostaria de frequentar futuramente;
o O que tem que fazer para frequentar essa formação; (entidades a
contactar)
o Que possibilidade tem de conseguir frequentar essas formações;
o Que competências pensa adquirir nessas formações e onde as irá
aplicar.

9
Contexto Profissional (Domínios de Referência 2) Tem o objectivo de apresentar todas
as experiências do contexto profissional, as competências decorrentes dessas
experiências e a importância das mesmas para a sua formação pessoal.
Podendo desta forma encaixar os seguintes núcleos geradores, que passamos a
descrever de seguida, da área de Cidadania e Profissionalidade. Para tal, deverá
optar apenas por um exemplo de cada Núcleo Gerador para obter o crédito.

Núcleo Gerador: Direitos e Deveres


Competência: Assumir direitos laborais inalienáveis e responsabilidades exigíveis ao/à
trabalhador/a
DR2 – Direitos e Deveres Laborais

 Incluir também os direitos do código de trabalho, do contrato.


 Desempenho profissional relativo a cumprimento de horário, cronogramas,
objectivos, avaliação, sentido de responsabilidade, férias, horas extra, marcar o
ponto, assiduidade, pontualidade, sigilo profissional, desempenho profissional.
 Descreva as funções que desempenha na sua actividade profissional.

 Colocar o organograma de uma empresa (unidades funcionais, diferenças


horizontais e níveis hierárquicos).
 Identifique os diferentes componentes do ordenado entre trabalhadores por
conta de outrem e independentes e suas repercussões fiscais identificando-se
com uma ou as duas situações.
 Identifique com precisão a composição de diferentes empresas, para as quais
já tenha trabalhado ou contactado, em termos de recursos humanos
(dimensão das empresas, qualificação dos trabalhadores).
 Indique estratégias para uma comunicação interna eficaz e organizada
(instalação de redes internas, Intranet.) Como é feita e como considera que
deveria ser. Indique sempre a fonte da pesquisa realizada. (DR2 - Empresas,
Organizações e Modelos de Gestão)

10
Núcleo Gerador: Complexidade e Mudança
Competência: Exercer iniciativa e criatividade em novos processos de trabalho
DR2 – Processos de Inovação

 Mudança de sector de trabalho (mudanças sentidas e formas de adaptação).


 Novos processos de trabalho: programas informáticos, caso falhe que método
alternativo utiliza.
 Acções de formação que frequentou para aperfeiçoamento de
competências,
 Técnicas de organização e de gestão do trabalho,
 Teletrabalho, micro-empresa: como organiza as tarefas diárias.

Núcleo Gerador: Reflexividade e Pensamento Crítico


Competência: Reconhecer os limites pessoais no desempenho profissional e seu
questionamento à luz de uma cultura de rigor
DR2 – Reconversões Profissionais e Organizacionais

 Característica, funções/responsabilidades específicas na sua profissão: análise


das aptidões que adquiriu no desempenho das funções;
 Recursos externos: instrumentos/ferramentas de trabalho, suportes informáticos,
suportes bibliográficos a que recorre para melhorar o desempenho das
funções; Resultados do seu trabalho (O que produz);
 Iniciativa e criatividade nos seus processos de trabalho (melhorias nos métodos
e técnicas por si sugeridas);
 Se encara o seu desempenho profissional com rigor e profissionalismo apesar
das adversidades do próprio modelo organizacional;
 Situações de ética profissional: cooperação, interacção, abertura multicultural,
inclusão.

Núcleo Gerador: Identidade e Alteridade


Competência: Exprimir sentido de pertença e de lealdade para com o colectivo
profissional
DR2 – Colectivos Profissionais e Organizacionais

 Situações em que demonstre sentido de lealdade, com rigor e profissionalismo,


motivação, produtividade, autonomia e responsabilidade apesar das
adversidades espontâneas.

11
 Mudanças pessoais: Importância das diversas actividades no seu percurso de
vida e na construção do seu perfil de competências profissional;
 Crescimento pessoal e interpessoal resultante de um relacionamento
profissional multicultural;
 Reconhecimento dos direitos e deveres laborais, identificação de eventuais
situações de conflito e suas formas de resolução;
 Explicitar situações práticas de postura ética profissional;

Núcleo Gerador: Convicção e Firmeza Ética


Competência: Adoptar normas deontológicas e profissionais como valores de
referência não transaccionáveis em contextos profissionais
DR2 – Deontologia e Normas Profissionais

 Hierarquização de valores no trabalho. Comparação das diversas dinâmicas


organizacionais dos locais onde trabalhou e reconhecer os seus valores;
 Posicionamento sobre normas/códigos de ética/conduta profissional
(vivências).

Núcleo Gerador: Abertura Moral


Competência Assumir princípios de negociação, escuta activa e respeito por
intervenções e ideias diversas
DR2 – Processos de Negociação

 Situação de empregado/patrão a negociar horário, folgas ou remuneração;


 Gerir uma equipa de trabalho;
 Experiência num processo de negociação profissional: chefia, colaboradores,
clientes, fornecedores.

Núcleo Gerador: Argumentação e Assertividade


Competência: Identificar e compreender a interacção dos vários âmbitos
problemáticos do dia-a-dia
DR2 - Capacidade Assertiva

 Perante um problema, se responde assertivamente: atendimento ao balcão,


cliente/patrão.

12
 Avaliação do seu desempenho (como tem evoluído nesta área);
 Capacidade de adaptação a situações imprevistas
 Resolução de problemas profissionais complexos.

Núcleo Gerador: Programação


Competência: Mobilizar vários saberes para resolução de problemas profissionais
complexos
DR2 – Gestão do Trabalho

 Optimização de recursos: planificação das tarefas de trabalho e/ou propor


novas formas de organização de trabalho perante dificuldades.
 A importância da Iniciativa Novas Oportunidades no contexto profissional.
 Actividade profissional que pretende desenvolver futuramente. O que tem que
fazer para se integrar nessa actividade; (entidades a contactar, formações a
frequentar). Que possibilidade tem de conseguir integrar-se nessa actividade.
Que competências tem que considera importantes para o desempenho dessas
funções.
Após demonstração na sua história de vida das competências adquiridas em
diferentes contextos, sugerimos que elabore as seguintes reflexões, nas áreas de
Sociedade, Tecnologia e Ciência e Cultura, Língua e Comunicação. Deverá optar
apenas por dois Domínios de Referência para obter dois créditos no mínimo, em cada
Núcleo Gerador.

É imprescindível que conheça os critérios contidos no referencial, de forma a conseguir


fazer a ligação das suas competências às pretendidas para este nível de
escolaridade.

13
STC – SOCIEDADE, TECNOLOGIA E CIÊNCIA
CLC – CULTURA, LÍNGUA E COMUNICAÇÃO

Núcleo Gerador: Equipamentos e Sistemas Técnicos

DR1 - Equipamentos domésticos: Os electrodomésticos

Operar com equipamentos e sistemas técnicos em contextos domésticos,


identificando e compreendendo as suas normas de boa utilização e os seus diferentes
utilizadores
(OBRIGATORIAMENTE DEVE TER EM CONSIDERAÇÃO OS SEGUINTES ASPECTOS)
 Refira a enorme diversidade de electrodomésticos e a forma como se
generalizaram em nossas casas;
 Classifique os electrodomésticos de acordo com a sua função (ex.:
equipamentos de apoio ao trabalho doméstico, equipamentos de
comunicação e lazer);
 Reflicta sobre a importância dos equipamentos de apoio ao trabalho
doméstico;
 Recorde que antigamente o trabalho doméstico era apenas da
responsabilidade da mulher, mas hoje a realidade é outra. O que mudou?
Como mudou? Por que mudou?
 Reflicta sobre a importância dos equipamentos domésticos (televisão, vídeo,
DVD) para facilitar o acesso a informação cultural e dos equipamentos de
comunicação (telefone, telemóvel) para organizarmos o nosso quotidiano
(gerir horários, combinar situações)
 Escolha um equipamento de apoio ao trabalho doméstico e fale sobre:
o A função que desempenha;
o A história da sua evolução;
o Como o utiliza;
o Quem o utiliza em sua casa;
o A importância de ler as instruções antes de iniciar o seu uso;
o O que faz quando não funciona;
o Como fez para o escolher;
o Como funciona e quais as suas características;
o Cuidados de utilização e regras de segurança básicas;

14
 Explore alguns conceitos ao nível da ciência: corrente eléctrica, calor,
potência, resistência

Palavras-chave para pesquisa: Família, igualdade de géneros, emancipação da


mulher, sociedade de consumo, divisão social do trabalho, ciclo da vida dos
equipamentos, evolução tecnológica. Indique sempre a fonte da pesquisa realizada.

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: Catálogo ou manual de instruções relativos ao


equipamento; Fotografia do equipamento legendada; Fotografia de equipamento
antigo.

DR2 - Equipamentos Profissionais

Operar equipamentos e sistemas técnicos em contextos profissionais, identificando e


compreendendo as suas normas de boa utilização e seus impactos nas organizações.

(OBRIGATORIAMENTE DEVE TER EM CONSIDERAÇÃO OS SEGUINTES ASPECTOS):


Escolha um dos equipamentos e sistema técnico que utiliza no seu trabalho
 A função que desempenha;
 A sua origem;
 A história da sua evolução;
 Como o utiliza;
 Quem o utiliza;
 Quais os cuidados que deve ter no seu manuseamento referindo a importância
de consultar informação nos manuais de instrução para conhecer as
funcionalidades do equipamento;
 O que faz quando não funciona;
 Refira se fez alguma formação para aprender a usá-lo;
 Como funciona;
 A importância de recorrer a equipamentos de comunicação (telefone, fax,
redes internas, extensões) para resolver situações profissionais.

Explore alguns conceitos ao nível da ciência:


 Máquinas eléctricas e sua classificação, corrente eléctrica, calor, potência,
resistência eléctrica

15
Palavras-chave para pesquisa: Formação Contínua e Código do Trabalho,
Responsabilidade Social das Empresas, Reclassificação e Reconversão Profissional,
máquinas eléctricas. Indique sempre a fonte da pesquisa realizada.

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: Certificados de Cursos de Formação;


Fotografia do adulto a manusear o equipamento; Fotos legendadas; Manuais de
instrução/ Catálogo ou brochura relativo às características do equipamento.

DR3 – Utilizadores, Consumidores e Reclamações: A Assistência técnica

Interagir com instituições, em situações diversificadas com base nos direitos e deveres
de utilizadores e consumidores de equipamentos e sistemas técnicos.

(OBRIGATORIAMENTE DEVE TER EM CONSIDERAÇÃO OS SEGUINTES ASPECTOS):

 Noções de necessidade e consumo


 As marcas que prestam assistência vs assistência independente
 A importância de uma garantia, seu significado e alcance na escolha dos bens
a adquirir.
 A forma como se dirige às entidades (fax, telefone, pessoalmente, correio
electrónico) em caso de reclamação e a estratégia que utiliza para a
apresentar (escrito, oralmente);
 As unidades de medição de grandezas físicas suportam um significado
concreto que nos pode ser útil na compreensão de tarifários, por exemplo. As
contas que pagamos expressam estes conceitos. O padrão de consumo
(gráficos)
Palavras-chave para pesquisa: Necessidade e Consumo, Garantia, Assistência
Técnica, Defesa do Consumidor, Direitos e Deveres dos Consumidores, Portal do
Electrodoméstico, Estrutura de Consumo em Portugal, Lei de Engel. Indique sempre a
fonte da pesquisa realizada.

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: Fotografia do equipamento; Documento


relativo à reclamação; Garantia do equipamento; Comprovativo de compra do
equipamento; Cópias das reclamações.

16
DR4 – Transformações e Evoluções Técnicas: Os transportes

Mobilizar conhecimentos e práticas para a compreensão e apropriação das


transformações e evoluções técnicas e Sociais

(OBRIGATORIAMENTE DEVE TER EM CONSIDERAÇÃO OS SEGUINTES ASPECTOS):

 Como se faz transportar diariamente, foi sempre assim? Como se faziam


transportar os seus pais, avós?
 O transporte público vs privado, identifica as necessidades actuais de alguns
tipos de transportes públicos.
 A energia que se utiliza nos meios de transporte é derivada dos motores de
propulsão.
 Como serão no futuro, analisando os mais diversos pontos de vista (ambiental,
rendimento, etc).
 O papel dos combustíveis fósseis no desenvolvimento mundial: problemas
políticos, económicos e sociais.
 Os combustíveis fósseis: o carvão, o crude (petróleo bruto) e o gás natural
 O que são
 Como são extraídos
 Como se transportam
 O movimento efectuado pelos automóveis. Características. A velocidade, a
aceleração, a força, a força de atrito.
 De que forma a evolução dos equipamentos técnicos facilita um acesso mais
generalizado a bens culturais e de que forma permitiu o desenvolvimento dos
meios de comunicação social e, consequentemente, uma melhor circulação
de informação.
Palavras-chave para pesquisa: Revolução Industrial, Segurança rodoviária,
Combustíveis, Energia e Ambiente. Indique sempre a fonte da pesquisa realizada.

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: Fotografia dos equipamentos / sistemas


técnicos que estiveram presentes ao longo do seu percurso de vida; Textos
pesquisados sobre evoluções técnicas; Fotos legendadas

17
Núcleo Gerador: Ambiente e Sustentabilidade

DR1 – Consumo e Eficiência Energética

Promoção de boas práticas, no domínio privado, que originem a preservação e


melhoria do meio ambiente.

(OBRIGATORIAMENTE DEVE TER EM CONSIDERAÇÃO OS SEGUINTES ASPECTOS):

 A importância do conforto térmico (bem-estar, saúde, produtividade).


 O conforto térmico como sensação de bem-estar relativamente à temperatura
ambiente.
 O conforto térmico como resultante do equilíbrio entre o calor produzido pelo
corpo e as perdas de calor do corpo para o meio ambiente.
 Factores que influenciam o conforto térmico de cada indivíduo (saúde, idade,
actividade, roupas, sexo, humidade, temperatura, velocidade do ar, etc.)
 Portugal é um país com condições climáticas excepcionais – as temperaturas
médias correspondem às consideradas confortáveis. O que explica estas
condições?
 Qualidade da construção em Portugal relativamente ao conforto térmico.
 Que electrodomésticos contribuem para aumentar conforto térmico.
 Qual o consumo de energia desses electrodomésticos. Classe energética
como factor de escolha.
 A temperatura em função do rendimento familiar e como fatia importante do
orçamento.
 A importância que se dá a este conforto em meio urbano e rural, a melhoria
das condições de vida relaciona-se directamente com esta questão.
 A energia que se dissipa numa habitação está relacionada com as
características da construção.
 A importância das perdas de calor vs técnicas de isolamento e características
de equipamentos diversos de condutibilidades diferentes.
 Casas bioclimáticas.
 Certificação energética dos edifícios.
 A transmissão de calor por condução, convecção e radiação. A radiação
solar e os seus efeitos práticos na Terra. Indique sempre a fonte da pesquisa
realizada.

18
 A importância de sensibilização sobre hábitos de poupança energética (ex:
publicidades como o ecoponto e sociedade ponto verde, campanhas da
EDP.)
 De que forma sensibiliza os outros para reduzir consumos energéticos (ex: não
deixar as luzes ligadas).

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: Fotografia ou fotocópia da etiqueta


energética de um electrodoméstico ou de lâmpadas de baixo consumo; Fotografia
do(s) equipamento(s); Manual de instruções do equipamento; Recortes/artigos de
revistas da especialidade; Folhetos publicitários e/ou informativos/Fichas técnicas;
Facturas de compra.

DR2- Resíduos e Reciclagem

Actuar, a nível profissional, de forma consciente na escolha e tratamento de resíduos.


Elabore um trabalho onde refira os seguintes tópicos:

(OBRIGATORIAMENTE DEVE TER EM CONSIDERAÇÃO OS SEGUINTES ASPECTOS):

 Pensar no lixo como uma consequência inevitável do crescimento


demográfico mundial.
 Os lixos que são produzidos no seu local de trabalho.
 Como se processa a separação dos resíduos, quem recolhe, qual a
periodicidade de recolha, como são os recipientes de depósito e sua
localização, como são transportados e por que etapas passa posteriormente.
 A legislação em vigor.
 A importância da sua reciclagem ou tratamento.
 A recolha e tratamento dos lixos gera hoje uma cadeia de instituições e
empresas.
 Os resíduos são passíveis de ser separados e tratados.
 As vantagens da não contaminação do ambiente por metais pesados, óleos,
tintas, etc.
 A política dos 3 R’s.
 Os produtos recolhidos têm interesse comercial, do ponto de vista energético,
por exemplo (intervenção de microrganismos).
 Os aterros sanitários, a incineração, a compostagem e a reciclagem. Indique
sempre a fonte da pesquisa realizada.
 Como alerta os seus colegas ou entidade patronal para a necessidade de
reciclar no contexto profissional.

19
 Considera que os meios de comunicação social têm feito um bom trabalho na
sensibilização ambiental das empresas. Ex: colocação de ecopontos industriais,
uso de iluminação com sensores, formação dos empregados para tratamento
de resíduos.

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: Fotografia de ecopontos do local onde


trabalha, ou de resíduos provenientes do local de trabalho; Textos/documentos
produzidos na e para a empresa; Manuais de boas práticas.

DR3 – Recursos Naturais

Avaliar a gestão dos recursos naturais e agir de acordo com os interesses envolvidos.

(OBRIGATORIAMENTE DEVE TER EM CONSIDERAÇÃO OS SEGUINTES ASPECTOS):

 A conservação dos recursos naturais como um dos principais desafios para a


Humanidade. Faça referência à Lei de Bases do Ambiente.
 Classificação dos recursos naturais e o seu aproveitamento para o
desenvolvimento e para a prática cultural. (Ex: percursos turísticos passeios
pedestres, passeios de barco pela Ria, no Douro ou no Guadiana). Preservar o
património ambiental para espaços turísticos).
 Os recursos hídricos em Portugal.
 A gestão da água, o domínio público, privado e a mistura dos dois.
 Instituições nos municípios. Plano nacional da água.
 A captação da água, tratamento e distribuição adequa-se às necessidades?
 A Ria Formosa e sua importância para a região.
 O ciclo da água pressupõe que na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo
se transforma.
 Os estados em que se encontra e o papel nos seres vivos.
 A contaminação dos aquíferos. Indique sempre a fonte da pesquisa realizada.

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: Fotografia do recurso natural; Artigos de


opinião relativos ao recurso natural; Estudos de impacto ambiental; Legislação
existente; Comprovativo de presença em seminários/colóquios/ debates relativos a
recursos naturais.

20
DR4 - Clima

Mobilizar conhecimentos sobre a evolução do clima ao longo do tempo e a sua


influência nas dinâmicas populacionais, sociais e regionais.
(OBRIGATORIAMENTE DEVE TER EM CONSIDERAÇÃO OS SEGUINTES ASPECTOS):
 Como tem evoluído o clima da Terra?

 Porque está a humanidade a alterar o clima?

 Que países mais contribuem para as alterações climáticas? Porquê?

 Que impactes se prevê que terão as alterações climáticas?

 Em que regiões da Terra se farão sentir com maior intensidade os efeitos das
alterações climáticas?

 De que trata o Protocolo do Quioto? Que compromissos assumiram a União


Europeia e Portugal?

 Em que consiste o princípio do poluidor-pagador?

 Qual a estrutura, composição e função da atmosfera?

 Quais são as principais fontes de poluição atmosférica?

 Quais são os principais poluentes atmosféricos e como são originados?

 Em que consiste a camada do ozono?

 Qual a principal função da camada do ozono?

 De que forma se está a destruir a camada do ozono?

 Quais as principais consequências da destruição da camada do ozono?

 Em que consiste o efeito de estufa?

 Quais os gases que provocam o efeito de estufa?

 Que medidas podem ser tomadas no sentido de evitar o aquecimento global?

 Qual o papel da evolução tecnológica na redução das emissões de gases com


efeito de estufa?

 Que regras de comportamento pode adoptar o cidadão comum, de modo a


contribuir para a diminuição das causas da alteração climática? Indique
sempre a fonte da pesquisa realizada.

 A comunicação social tem um papel importante no esclarecimento da


população e formação de opinião sobre este assunto?

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: Fotografias/Gráficos que evidenciem a


evolução de regiões, nomeadamente, do clima/temperatura/degelo (passado e
presente); Artigos de jornal, revista ou Internet relacionados com o assunto.

21
Núcleo Gerador: Saúde

DR1 – Cuidados Básicos

Tendo em consideração que deve adoptar cuidados básicos de saúde


(alimentação/nutrição; exercício físico; higiene; vacinação, etc.), em sua casa, em
função da idade, sexo, estado de saúde, tipo de actividade e contexto sociocultural
dos vários elementos do seu agregado familiar:

SOCIEDADE:

 Identificar e reflectir acerca dos comportamentos sociais quanto aos cuidados


básicos de saúde; (importância das actividades de lazer para o nosso bem-
estar e melhoramento da qualidade de vida – prática de desporto,
participação em actividades sócias e culturais “mente sã em corpo são”)
 Reflectir acerca dos seus hábitos e/ou dos outros que vivem consigo, tendo em
conta os factores de sociabilidade (no seio familiar; encontros com amigos; no
local de trabalho), culturais (tradições da sua terra; educação que recebeu)
ou económicos (condicionante da qualidade de vida dos indivíduos);
 Costuma procurar informação sobre cuidados de saúde? (Internet, livros de
saúde, folhetos do Centro de Saúde)

 Reflectir acerca da influência do estatuto sócio económico no acesso a


cuidados básicos de saúde OU
 Reflectir acerca de hábitos antigos e/ou de outras culturas, como as
“mezinhas”; os endireitas…

TECNOLOGIA:
 Reconhecer, na sua vida, o efeito da tecnologia ao serviço dos cuidados
básicos de saúde (modos/equipamentos de conservação e confecção dos
alimentos – panela de vapor; panela de pressão; microondas; grelhador
eléctrico; balança digital com medidor de massa gorda, massa muscular e
percentagem de água, entre outros; medidores de tensão arterial;
equipamentos de ginástica – passadeira, elíptica, step; injecções de insulina e
medidores de glicose para quem tem diabetes; pílula; vacinas; esterilizador, por
exemplo, no caso dos biberões e chupetas dos bebés; escova de dentes
eléctrica).

22
CIÊNCIA:

 Identificar famílias de alimentos em função dos seus componentes nutricionais


(roda dos alimentos), reconhecendo a função de cada grupo alimentar:
proteínas, lípidos, vitaminas, hidratos de carbono…OU
 Reconhecer e compreender com conhecimentos científicos as necessidades
calóricas diárias (energia diária necessária conseguida através da
alimentação) especificas de cada ser humano em função da, idade, sexo, tipo
de actividade, historial de saúde, evitando comportamentos desajustados...

SUGESTÃO: http://www.roche.pt/emagrecer/calculadoras/ncd.cfm (calcular o IMC-


índice de massa corporal; necessidades calóricas diárias em função dos diferentes
parâmetros, etc).

(Exemplo de desenvolvimento Ciência DR1 - Saúde: A dieta de um adulto


diabético é diferente de um adulto saudável. Porquê?) OU

 Reconhece e compreende a necessidade de adaptação da actividade física


aos diferentes indivíduos, tendo em conta a idade, sexo, tipo de actividade,
historial de saúde, evitando comportamentos de risco?
(poderá indicar a importância dos suplementos nutritivos para quem pratica
actividade física acima do objectivo de uma simples manutenção de cardio
fitness/musculação) Indique sempre a fonte da pesquisa realizada.

 Considera que os meios de comunicação são importantes para nos manterem


informados sobre a necessidade de termos estes cuidamos de saúde?
(publicidade sobre alimentos mais saudáveis, alertas para a importância da
actividade física com base em estudos efectuados)

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: Tabelas calóricas dos alimentos e/ou do


exercício físico; Plano Nacional de Vacinação; Fotografias de equipamento de
ginástica/lazer; Fotografias de salmouras ou de equipamento de conservação dos
alimentos, tal como de utensílios de cozinha saudável; Recibo de frequência do
ginásio/piscinas; Panfletos relativos a actividades de lazer.

23
DR2 – Riscos e Comportamentos Saudáveis

Tendo em consideração que deve ter conhecimento acerca dos riscos da sua
profissão (presente ou passado), assim como a preservação e promoção da Saúde no
Local de Trabalho:

SOCIEDADE:

 Identificar, no seu contrato de trabalho, a existência de cláusulas relativas às


situações de doença profissional (apresente a definição de “doença
profissional”); OU
 Conhecer o sistema de saúde que está associado ao seu contexto profissional.
Revelar ter conhecimento sobre o serviço prestado, interligando também ao
risco das diferentes profissões, nomeadamente, a sua. OU
 Reconhecer a importância da formação profissional, proporcionada pelas
entidades empregadoras, no âmbito da Higiene, Segurança e Saúde no Local
de Trabalho, assim como noticias, acções de sensibilização e prevenção que
ocorrem nas empresas e emitidas através dos meios de comunicação social).

TECNOLOGIA:

 Identificar simbologia utilizada no seu local de trabalho e que está relacionada


com a prevenção e segurança no trabalho (símbolos relativos ao
manuseamento de produtos químicos, de equipamentos, radiações,
electricidade, etc.); OU
 Identificar materiais (vestuário e / ou adereços – máscara, capacete, botas,
óculos, bata, luvas, etc.) de protecção individual e compreender a
importância da sua utilização, face ao seu contexto profissional; OU
 Identificar e reconhecer procedimentos de segurança, nomeadamente: o
conhecimento do Plano de Emergência do seu local de trabalho e a
importância dos simulacros de evacuação (ex.: locais públicos, empresas,
instituições como escolas, hospitais, etc.)

 Se necessário, alerta os colegas e entidade patronal para a importância de


respeitar estas regras de segurança?

24
CIÊNCIA:

 Identificar efeitos no organismo decorrentes da sua prática profissional (desvios


da coluna e outras doenças músculo-esqueléticas, doenças respiratórias, etc.):
 Identificar/explorar as causas dessas alterações orgânicas/doenças (ex.:
doenças respiratórias como resultado da inalação de gases e poeiras no local
de trabalho ou desvios na coluna devido a má postura na secretária ou
levantamento/transporte incorrecto de pesos);
Apresente soluções para a prevenção das doenças profissionais,
exemplificando os procedimentos correctos de forma a evitar essas doenças
(EXEMPLO.: explicar o correcto procedimento a ter quanto à postura sentada
na secretária, de forma e evitar desvios na coluna – recorra a
esquemas/imagens e tendo em conta a sua profissão); Indique sempre a fonte
da pesquisa realizada.

OU

 Identificar procedimentos de Primeiros Socorros (com esquemas representativos


e/ou fotografias), compreendendo a sua importância (descreva uma situação
já vivenciada ou do seu conhecimento). NOTA: Anexe o Certificado do Curso
de Formação em Primeiros Socorros, reflectindo acerca da importância desse
curso no âmbito da área da Segurança e Saúde no seu local de Trabalho.

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: Fotocópia do contrato de trabalho; Curso


de Higiene e Segurança no Trabalho; Outros cursos relacionados com segurança
no seu local de trabalho; Documentos e vídeos que promovam o cumprimento de
normas de segurança; Documentos elaborados pelo próprio sobre boas práticas;
Imagens de EPI´s (equipamentos de protecção individual) e simbologia utilizada no
seu local de trabalho; planta de emergência e plano de evacuação do seu local
de trabalho; Pesquisas da Internet acerca da evolução dos acidentes no local de
trabalho da sua área profissional, por exemplo; imagens representativas dos
procedimentos correctos para evitar doenças profissionais.

25
DR3 – Medicinas e Medicação

Deve: reconhecer os direitos e deveres dos cidadãos, no que diz respeito à


possibilidade de escolha do tipo de medicação e/ou instituição de prestação de
serviços de saúde; E/OU reconhecer os limites da auto-medicação/medicina
convencional/alternativa e actuar na promoção e salvaguarda da saúde, admitindo a
importância do papel que a ciência tem na tomada de decisões racionais.

EXEMPLOS: OS MEDICAMENTOS; MEDICINA CONVENCIONAL E ALTERNATIVA

SOCIEDADE:

• Identifico e analiso a relação médico/doente tendo em conta os deveres


profissionais na actuação médica (confidencialidade; permitir o direito a uma
segunda opinião, etc);
• Compreendo e argumento as razões da escolha de medicamentos genéricos
e exploro os conflitos existentes entre as diferentes instituições na polémica em
torno da introdução dos genéricos. Posiciono-me quanto ao fabrico,
comercialização e comparticipação dos medicamentos genéricos,
apresentando as vantagens/desvantagens da sua distribuição nos
supermercados, para além das farmácias.

OU

• Identifico, compreendo e exploro a posição de determinadas religiões face à


Medicina (Ex.: Geova e as transfusões de sangue)

_____________________________________________________________________________

OU (caso tenha tido contacto directo com serviços de saúde públicos e/ou
privados/tratamento ambulatório/intervenção cirúrgica/exames médicos específicos e
incomuns ou conhecimento através de um familiar/amigo):

• Identifico diferentes unidades hospitalares (públicas e privadas);


• Compreendo a necessidade de recorrer às unidades de saúde
pública/privada em situações particulares, descrevendo-as;
• Exploro as vantagens/desvantagens na prestação de serviços de saúde no
sector público e privado.

26
• Relacionar a oferta de outras as diferentes ofertas terapêuticas de que
dispomos actualmente com a diversidade cultural (acupunctura,
homeopatia…)

TECNOLOGIA:
• Identifico a composição, posologia, indicações e contra-indicações no folheto
informativo de um medicamento conhecido (BULA).

Para crédito (caso só tenha desenvolvido o 1.º tópico sugerido - SOCIEDADE):


• Exploro os meios tecnológicos e os materiais existentes na área da saúde,
ajudando-me na tomada de decisões - Ex.: classificar o(s) medicamento(s)
escolhido(s) relativamente às diferentes classes de medicamentos (antibióticos,
anti-piréticos, anti-sépticos…, indicando as respectivas funções terapêuticas);
OU
• Exploro medicinas alternativas – ex.: acupunctura, reflexoterapia como escolha
de terapêuticas adequadas à situação específica (TECNOLOGIA E CIÊNCIA) e
relaciono-as com as diferentes ofertas terapêuticas de que dispomos
actualmente com a diversidade e influência cultural de outras culturas
(acupunctura, homeopatia…)

CIÊNCIA:
• Identifico os elementos que permitem conhecer a equivalência terapêutica
(princípio activo, composição do medicamento, concentração e
apresentação), compreendendo cientificamente a possibilidade de
equivalência terapêutica nos medicamentos (1 comprimido de 500mg é
equivalente a 2x250mg).
_______________________________________________________________________________

OU

 Identifico, compreendo e exploro a implementação de um Plano Nacional de


Vacinação, que sofre alterações ao longo do tempo face aos avanços no
conhecimento científico e tecnológico (dar exemplos, como a vacina contra o
cancro do colo do útero), definindo o termo “vacina”, referindo os locais da
compra/toma e explicando o seu modo actuação enquanto prevenção
primária de doenças) – SOCIEDADE, TECNOLOGIA E CIÊNCIA – CRÉDITO

27
EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: Cartão de utente – SNS ou outro; Folheto
informativo de um medicamento; fotografia do medicamento em análise (se for o
caso); Receita médica; Comprovativos de exames médicos efectuados e/ou
intervenções cirúrgicas; Plano Nacional de Vacinação; Boletim das vacinas
actualizado. Indique sempre a fonte da pesquisa realizada.

DR4 – Patologias e Prevenção

Actuar na prevenção de doenças tendo em conta a evolução da sociedade, da


tecnologia e da ciência.

EX: DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS – DST (SIDA, SÍFILIS, GONORREIA, ETC)


PANDEMIAS COMO A GRIPE A;
OBESIDADE E A DIABETES
CONSUMO DE TABACO/ÁLCOOL E DOENÇAS ASSOCIADAS
DOENÇAS EXANTEMÁTICAS VIRAIS, TÍPICAS DA INFÂNCIA (SARAMPO, VARICELA, ETC)

SOCIEDADE:

• Identifico e distingo comportamentos/práticas de risco consoante as evoluções


da sociedade e de grupos sociais na existência/ausência de prevenção de
doenças;
• Exploro, por exemplo:
- padrões de infecção DST na Europa vs África; países muçulmanos vs países
europeus; OU
- evolução da Gripe A e a reacção da nossa sociedade OU
- obesidade e diabetes – qual o panorama actual

TECNOLOGIA (no seguimento do que referiu em Sociedade):

• Identifico modos de transmissão de agentes infecciosos – vírus ou bactérias


causadoras de doenças (p.ex)., e compreendo a evolução dos meios técnicos
(ex.: princípios de prevenção/protecção e desinfecção), ao mesmo tempo
que sou capaz de improvisar em situações que ponham em causa a minha
saúde ou a dos que me rodeiam (utilização de saco plástico, luvas, máscara e
o uso de sabão/lixívia como desinfectantes)
OU

28
• Identifico medidas de prevenção - vacinação e rastreios - como forma de
evitar o aparecimento/agravamento de uma determinada patologia.
OU
• Identifico modos de tratamento de determinadas patologias (ex.: a insulina
usada pelos diabéticos ou a nicotina em comprimido ou adesivo, utilizada
pelos indivíduos que querem deixar de fumar)
OU:
• Reflicto, exemplificando, acerca da evolução tecnológica e científica na
prevenção ou cura de determinadas patologias, na prevenção de riscos de
saúde e na melhoria da qualidade de vida - TECNOLOGIA E CIÊNCIA.

CIÊNCIA (no seguimento do que referiu em Sociedade e Tecnologia):

• Identifico as espécies de microrganismos responsáveis pelo aparecimento de


uma determinada patologia;
OU:
• Explico as alterações orgânicas (do organismo) face à actuação de um
determinado agente patogénico (causador de doença), compreendendo o
significado de doença infecto-contagiosa.
OU:
• Identifico e compreendendo o papel das mutações na constante
variabilidade da resistência aos antibióticos associado à sua má utilização ou
na resistência a vacinas. Indique sempre a fonte da pesquisa realizada.

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: folhetos informativos da farmácia acerca


de determinadas patologias e meios de prevenção; Artigos de opinião relativos à
patologia com gráficos esquemas elucidativos de estudos feitos (incidência da
doença); Certificados de formação relativos a Prevenção; Artigos / excertos de
opinião relativos à temática; fotos legendadas.

29
Núcleo Gerador: Tecnologias de Informação e Comunicação

DR1 - Tema: Comunicações Rádio

Entender a utilização das comunicações rádio em diversos contextos familiares e


sociais

(OBRIGATORIAMENTE DEVE TER EM CONSIDERAÇÃO OS SEGUINTES ASPECTOS):

 Identificar diferentes usos sociais das funcionalidades dos telemóveis, por


exemplo, consoante as idades dos indivíduos (telemóvel-crianças; GPS-
empresários/bombeiros/arquitectos; PDA-bancários/professores).
 As vantagens de recorrer ao telemóvel para obter informação: notícias,
cinema…
 Vantagens e desvantagens do uso dos telemóveis e transformações na vida
social.
 Identificar os componentes principais de um equipamento que utilizem
comunicações rádio: antena, ecrã de cristais líquidos, teclado, microfone,
bateria, etc.
 Explorar as novas tecnologias de funcionamento do telemóvel, distinguindo as
potencialidades e limitações das redes: GSM, GPRS, 3G.
 Indique situações pessoais onde teve de resolver problemas relacionados com
o equipamento.
 Reconhecer que a comunicação a longas distâncias só é possível devido à
propagação de ondas electromagnéticas.
 Reconhecer que as ondas electromagnéticas ocorrem naturalmente no
Universo, pelo que sempre estiveram presentes no nosso planeta.
 Compreender as características gerais das ondas electromagnéticas:
velocidade de propagação da onda, frequência, período e comprimento de
onda. Indique sempre a fonte da pesquisa realizada.

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: fotografia legendada do telemóvel;


manual de instruções do equipamento; pesquisa na Internet e/ou revistas da
especialidade; facturas detalhadas, destacando as diferentes utilizações.

DR 2 - Tema: Micro e Macro Electrónica

Perspectivar a interacção entre a evolução tecnológica e as mudanças nos contextos


e qualificações profissionais

30
(OBRIGATORIAMENTE DEVE TER EM CONSIDERAÇÃO OS SEGUINTES ASPECTOS):

 Mencione se utiliza o computador ou outra tecnologia, ao nível profissional, se


aprendeu sozinho – auto-formação – se foi pela via de formação.
 Compare a utilização do computador em diferentes profissões que já teve
(maior ou menor uso).
 Explore a importância das suas literacias e qualificações no local de trabalho
como forma de reconversão profissional.
 Identificar várias aplicações informáticas e diferentes sistemas operativos
(Word, Excel, etc; Windows 2000, Windows XOP, Linux).
 Reflicta sobre produtividade informática com a evolução tecnológica e a
crescente capacidade de armazenamento em disco, memória, etc.
 Identifique com precisão características diferentes nos monitores dos
computadores (dimensão, peso, brilho, contraste, etc.) assim como o sistema
de representação binário. Indique sempre a fonte da pesquisa realizada.

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: Certificado de Formação em TIC; fotografia


do adulto a manusear o equipamento profissional; fotografias legendadas do
equipamento; manuais de instrução; referência a pesquisas efectuadas na Internet,
revistas, etc.

DR3 - Tema: Media e Informação

Discutir o impacto dos media na construção da opinião pública

(OBRIGATORIAMENTE DEVE TER EM CONSIDERAÇÃO OS SEGUINTES ASPECTOS):

 Procure identificar meios de comunicação de massas, compreendendo a sua


actuação/cultura jornalística, e explore o seu papel na construção da opinião
pública. Mencionar uma situação em que tenha feito uso de um meio de
comunicação (Comunicado de prestação de serviços, responder a anúncios
de emprego, colocar casa para alugar, publicitar a sua firma, etc.)
 Identificar a vantagem do recurso ao computador para organização da
informação em contexto profissional (bases de dados) e comunicação
organizacional (outlook, intranet)
 Identificar o papel do prime-time como um momento específico de
divulgação de produtos publicitários nos media, tendo em conta os diferentes
públicos-alvo.

31
 Explorar modos de constrangimento e regulação da promoção publicitária de
determinados produtos pelos media, em função de determinados problemas
sociais ou de saúde ou públicos-alvo (ex: tabagismo, obesidade, etc.). Indique
sempre a fonte da pesquisa realizada.

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: artigos de opinião relativos à temática;


referência a spots publicitários ou programação diversa..

DR4 - Tema: Redes e Tecnologias

Relacionar a evolução das redes tecnológicas com as redes sociais

(OBRIGATORIAMENTE DEVE TER EM CONSIDERAÇÃO OS SEGUINTES ASPECTOS):

 Explore as diferenças introduzidas pela Internet – antes do telégrafo, do


telefone, do fax – e situações de sedentarismo por ela provocadas. Mencione
situações da sua vida privada e tente reflectir sobre o conceito de info-
exclusão.
 Apresente as vantagens e desvantagens da Internet na nossa sociedade;
 Actuar em relação ao desenvolvimento dos modos de transmissão de
informação, relacionando com a evolução das estruturas sociais e ocupação
do território, ou seja, identifique as diferentes ofertas de redes de Internet –
cabo, adsl, WiFi – e os diferentes protocolos, velocidades que regem as
comunicações. Explorar o conceito de aldeia global.
 Reflectir sobre a evolução dos conhecimentos científicos na construção das
Redes – linguagem binária – uns (1) e zeros (0); diferenciar bytes de Megabytes
e dar exemplos práticos de aplicabilidade dos termos. Explore a relação entre
cabos e satélites. Indique sempre a fonte da pesquisa realizada.

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: Certificado de Cursos de Formação em


TIC; Artigos de opinião relativos à temática; kit de instalação de Internet na sua
casa/trabalho.

Núcleo Gerador: Urbanismo e Mobilidade

DR1 – Construção e Arquitectura

32
Ter conhecimentos relacionados com a construção e arquitectura (construção
ecológica, isolamento térmico e acústico), com vista à integração social e à melhoria
do bem-estar individual (aproveitamento de espaços em casas, prédios, etc).

SOCIEDADE:
• Refira se já efectuou obras em sua casa (e porquê) ou esteve envolvido em
alguma/ acompanhou a construção da sua casa e/ou os acabamentos
finais/escolheu os materiais.

• Apresente a planta da sua casa, identificando os diferentes espaços funcionais


no alojamento da família em função da sua tradição sócio-cultural (Ex.s: casas
do Algarve com terraços para secar os frutos e as do Alentejo ou Norte com
telhado).

• Reflicta acerca do espaço habitacional onde reside, e também sobre espaços


sociais de outras classes sociais (se sente necessidade de mudar em virtude do
seu modo de vida, aspectos socioeconómicos, ausência, ou não, de acessos);
(Reflectir acerca da arquitectura da sua casa: T1, T2…; 1º andar …; moradia;
pensar sobre as suas escolhas, porque as fez? Fez as correctas, ou não?
Porquê?)

Ex.: transformação da varanda em marquise para escritório ou para lavandaria ou


transformação de uma sala num quarto, ficando uma sala mais pequena, devido ao
aumento do agregado familiar; ampliação da estrutura inicial da sua casa…

• Em que medida considera que os espaços verdes são importantes nas zonas
habitacionais e promovem as actividades socioculturais? (ex: convívio entre
moradores, actividades lúdico-desportivas)

OU:
• Explorar modos de integração de famílias deslocadas de determinado tipo de
alojamento para outros contextos sociais (modos de intervenção social em
bairros de construção social alvo de processos de realojamento).

33
TECNOLOGIA/CIÊNCIA:

• Mencione diferentes materiais de construção utilizados na sua casa,


compreendendo-os como meios para melhorar as condições de habitabilidade
– melhoria no isolamento; “amigos do ambiente” – ou seja, desenvolva a
questão das tecnologias inovadoras de construção civil na optimização das
condições de habitabilidade e arquitectura ajustadas:

• Reflicta/pesquise acerca dos materiais de construção (propriedades) da sua


habitação (tradicionais ou modernos), compreendendo as vantagens e as
desvantagens desses materiais em função das necessidades e qualidade de
construção, ou seja, o contributo das tecnologias e de diversos materiais no
melhoramento das condições da habitabilidade:
 Janelas com vidros duplos e simples (normais) e consequente melhoria do
isolamento térmico e acústico; gás canalizado; climatização central; aspiração
central; betão; ferro; novos materiais utilizados e criados “recentemente” para
a construção civil – isolantes como o wallmate, lã de rocha, etc; canalização,
pavimento, tintas: ecológicas ou outras – brilho: ultra-mate, mate, semi-mate,
acetinado; sem cheiro; (analise a ficha técnica da tinta utilizada) – refira se foi
pintura de raiz ou repintura/cuidados a ter dadas as características da
superfície a pintar/tinta escolhida;

OU:
Reflectir acerca da segurança do seu imóvel (portas anti-fogo, construção anti -
sísmica) – motivos e materiais utilizados, bem como a importância do projecto de
especialidades, nomeadamente, do projecto de estruturas da casa. Indique sempre a
fonte da pesquisa realizada.

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: planta da casa antiga e/ou actual;


fotografias das obras/alterações/construção da sua casa; catálogos de materiais
de construção; projecto de especialidades da sua casa (estruturas, por exemplo);

34
DR3 – Administração, Segurança e Território

Tendo em consideração que deve pesquisar e organizar informação sobre o papel


das diferentes instituições existentes, no âmbito da Administração e Segurança do
Território…

SOCIEDADE:

 Conhecer, explicar e opinar acerca da função e modo de actuação de toda


e qualquer instituição que seja reguladora da administração e segurança do
território (ex.: IMTT - Instituto da Mobilidade dos Transportes Terrestres, Forças de
Segurança - GNR, PSP, Rede Rodoviária Nacional, QUERCUS, DECO, Câmaras
Municipais, Finanças, Conservatória Predial; Protecção Civil);
 Apresente a instituição, as suas funções, onde se localiza, quais as delegações,
a sua importância para a sociedade E OS MOTIVOS DA SUA INTERACÇÃO COM
ESSAS INSTITUIÇÕES (ex.s: documentação inerente à construção/compra de
uma casa; carta de condução; documentação inerente ao contribuinte e
obrigações fiscais, etc)

TECNOLOGIA:

 Identificar e compreender a organização e os instrumentos tecnológicos


utilizados pelas instituições de forma a assegurar a administração e segurança
do território (EX.: alcoolímetros, máquinas de velocidade, instrumentos utilizados
nas inspecções, multas, meios publicitários), ou seja, todo e qualquer meio
utilizado pelas instituições de forma a regular, prevenir, e punir, situações de
administração, segurança e prevenção.
 Saber o que está na lei, princípios, punições (qual a lei que regula determinada
situação).

Ex.: identifico o alcoolímetro, vulgarmente chamado “balão”, como um instrumento


tecnológico utilizado pelas forças de segurança pública, como medida de detecção
e punição de incumprimento da lei no que se refere à segurança na circulação
rodoviária, uma vez que detecta o teor de álcool no sangue, sendo o valor máximo
estipulado por Lei e punível quando ultrapassado…

35
CIÊNCIA (apenas o 1.º tópico, se desenvolveu todos tópicos sugeridos em SOCIEDADE
e TECNOLOGIA):

 Identificar diferentes soluções rodoviárias para regulação de fluxos de tráfego


(ex.: rotundas na E.N. 125)

 Compreender as vantagens e desvantagens da implementação das rotundas


(não esquecer a “polémica” actual relativa às estátuas e jardins nas rotundas);
 Reflectir, tomando uma posição crítica, sobre as normas/regras de trânsito
como: a distância de segurança rodoviária e sua interpretação matemática; o
uso do cinto de segurança; a utilização do telemóvel; transporte de crianças;
manutenção do veículo; condução sob o efeito do álcool: o álcool no
organismo, factores que interferem na taxa de alcoolemia o sangue; principais
efeitos do álcool; o álcool e o tempo de reacção; o álcool e a distância de
paragem; o álcool e a coordenação psicomotora; o álcool e os estados
emocionais, etc). Indique sempre a fonte da pesquisa realizada.

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: artigos de opinião acerca da temática;


comprovativos da sua interacção com instituições ligadas à Administração,
Segurança e Território (notificações de multas; preenchimento de formulários;
recibos de pagamentos.

DR4– Mobilidades Globais e Locais

Tendo em consideração que deve reconhecer a influência dos fluxos migratórios na


sociedade e conhecer o papel da evolução tecnológica como condicionante das
mobilidades (transportes e comunicação), não esquecendo que não é só o Homem
que migra, também outras espécies animais…

NOTA: Quer tenha sido emigrante; seja imigrante ou alguém na família que o foi; ou ainda pôr-
se no lugar de quem migra, porque um dia pode ser você.

36
SOCIEDADE:
 Identificar e reflectir sobre os processos migratórios (quer as migrações dentro
do país – do interior para litoral e consequente desertificação do interior
português, quer as migrações entre países que sempre ocorreram), e quais os
factores que influenciam (factores económicos, políticos, culturais); identifique
fluxos de imigração e emigração actualmente em Portugal (face à crise/falta
de oportunidades/emprego).

 Apontar factores históricos relacionados com a emigração dos portugueses e


de que forma esse factor influenciou a expansão da língua portuguesa (incluir
o mapa dos países onde se fala língua portuguesa).

 Apontar as consequências culturais dos fluxos migratórios: troca de culturas,


hábitos, costumes (mencione o caso concreto de Portugal)

TECNOLOGIA:

- Identificar a evolução tecnológica como promotora da mobilidade,


compreendendo as alterações dos custos e tempos de transporte nas deslocações
(alteração nos transportes utilizados nas migrações – banalização actual do transporte
aéreo; a utilização da Internet como forma de comunicação, localização de destinos,
compra de viagens – lowcost, dar exemplos de sites e preços de viagens, por
exemplo).

CIÊNCIA:
- Utilizar conhecimentos científicos para justificar os motivos que levam à mobilidade,
tanto a nível das populações humanas (clima, alimentação, empregabilidade,
condições económicas, étnicas e politicas, segurança), como dos restantes animais
(clima, alimentação, escassez de recursos), dando um exemplo de um animal
migratório existente na Ria Formosa (indicar o seu nome científico e apresentar uma
imagem de identificação).

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: mapas representativos de fluxos


migratórios; mapa dos países onde se fala português; imagens de transportes;
tabelas de preços de viagens low-cost; imagem da espécie migratória – Ria
Formosa.

37
Núcleo Gerador: Saberes Fundamentais

DR1 – O ELEMENTO

Tendo em consideração que, enquanto cidadão, lida com indivíduos de diferentes


faixas etárias, contextos socioeconómicos e socioculturais / etnias e, na sua casa, tem
elementos diferentes com essas características…

SUGESTÃO caso tenha idosos em casa/família:


- Explore o modo de integração na sociedade portuguesa/comunidade local do
IDOSO, dada a existência de pessoas idosas na família, por exemplo

ATENÇÃO: poderá substituir por indivíduos portadores de deficiência física ou


alterações neurológicas e/ou psicológicas; toxicodependentes, ex-reclusos, etc)

SOCIEDADE:
• Identificar a diversidade de características individuais dos elementos que
compõem uma sociedade, a partir de variáveis como o sexo, idade, etnia
ou a escolaridade;
• Compreender que indivíduos de diferentes etnias têm os mesmos direitos e
deveres no trabalho, no acesso à saúde, segurança social e ensino;
 O que é um idoso?
 Onde se encontra a maioria dos idosos em Portugal?
 Quais os seus maiores problemas?
 Que medidas deveriam ser aplicadas para resolver os problemas dos idosos em
Portugal?
 Em Olhão, o que tem sido feito de forma a promover a integração dos idosos e
melhorar a sua qualidade de vida?
 Como gostaria de viver a terceira idade? Quais as suas expectativas
relativamente a este assunto?
Indique sempre a fonte da pesquisa realizada.

Fontes bibliográficas sugeridas:

http://www.socialgest.pt/_dlds/APdemografiaISS.pdf
http://www.marktest.com/wap/a/n/id~e57.aspx#
http://tv1.rtp.pt/noticias/?article=55720&visual=3&layout=10

38
CIÊNCIA/TECNOLOGIA:

 Identificar a molécula de DNA ou ADN como a chave do património genético


de cada indivíduo, diferenciando-o de todos os elementos da sua espécie (à
excepção dos gémeos verdadeiros), de modo a que filhos dos mesmos pais
têm, geralmente, características diferentes, devido a diferentes combinações
de DNA aquando da fecundação.
 Identificar contextos de utilização de análises de DNA (ex.: doenças
hereditárias, testes de paternidade, criminologia, etc).

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: gráficos/tabelas da demografia local ou


nacional; fotografias do indivíduo dito como detentor e características “especiais”
(pode não corresponder à realidade; esquema da molécula de DNA e sua
localização na célula; esquema representativo da fecundação; imagens de
indivíduos portadores de doenças hereditárias; imagens relativas a exames de DNA
como a amniocentese, etc.

39
DR3 – CIÊNCIA E CONTROVÉRSIA PÚBLICA

Reflectir e pesquisar (vantagens, desvantagens, implicações, entidades envolvidas,


etc.), acerca de um assunto controverso e actual. Referir e que forma os meios de
comunicação social influenciam a nossa opinião e posicionamento face a estes
assuntos.

SUGESTÕES DE REFLEXÃO:
 O aborto (na perspectiva família/sociedade/religião/medicina)
 A nova lei do tabaco (legislação; tecnologia de extracção de fumo e
consequências prejudiciais do consumo do tabaco)
 Eutanásia (na perspectiva família/sociedade/religião/medicina)
 Cuidados Paliativos (na perspectiva família/sociedade/religião/medicina)
 A droga e a sua liberalização
 As salas de “chuto”
 A adopção (na perspectiva família/sociedade/religião e a importância dos
testes de DNA/paternidade envolvidos em alguns casos de “reclamação da
criança por parte dos pais biológicos”)
 Bairros sociais: inclusão ou maior exclusão social? (comportamentos de risco e
ordenamento do território)
 Casamento entre homossexuais
 A construção de ETAR´s e aterros sanitários
 Os grandes empreendimentos turísticos (região e/ou concelho) e respectivos
impactes ambientais/sociais.
Indique sempre a fonte da pesquisa realizada.

EXEMPLO.: EUTANÁSIA – O “TABU” DA MORTE TRANQUILA

 Referir de que forma os meios de comunicação social influenciam a nossa


opinião sobre os assuntos polémicos da actualidade (como o caso da Eutanásia).

SOCIEDADE:
 Reflexão acerca da Eutanásia:
 Na perspectiva da família;
 Na perspectiva da sociedade/religião;
 Na perspectiva da medicina/médico, dada a sua ética profissional

40
TECNOLOGIA:
 Identificar a máquina da eutanásia

CIÊNCIA:

 Definir “morte aparente”, morte clínica” e “morte biológica”

EXEMPLOS DE DOCUMENTOS A ANEXAR: imagens elucidativas da problemática em


análise de forma a enriquecer a sua reflexão.

“Por me ver ao abandono


e ouvindo a minha poesia
disse-me que eu era dono
de coisas que não sabia”
António Aleixo

41
Conselhos práticos para a elaboração do seu
Portefólio Reflexivo de Aprendizagens (PRA):

 Estrutura do trabalho
 Tipo de letra: Arial ou Times New Roman;
 Tamanho da Letra: 12 para o corpo do texto; 14 ou 16 para títulos e subtítulos e
10 para as notas de rodapé.
 Espaçamento entre linhas 1,5
 Identificação entre parênteses dos Núcleos Geradores e Domínios de
Referência
 Identificação do adulto (nome, grupo, contacto)
 Imagens – devem ter uma legenda breve e mencionar a fonte de onde foram
extraídas, se for caso disso
 Fontes e bibliografia
 Enumeração das obras a que directa ou indirectamente se faz referência. Esta
secção, localizada na parte final de um trabalho
 Nome do autor: apelido em maiúsculas, seguido do nome próprio
 Título e subtítulo da obra em itálico
 Nome da editora
 Data da edição
Ex.: CAMÕES, Luís de, Os Lusíadas, 4ª ed., Porto Editora, Porto, 1977
Um documento electrónico (consultado na Internet) deve ter em atenção que
também existem regras:
 Titulo do documento
 Identificação da responsabilidade/autoria
 Data em que foi efectuada a consulta
 URL (Universal Resource Locator)

Ex.: Miguel Torga. In Infopédia (Em linha). Porto: Porto Editora, 2003-2008. (Consultado
em 2008-01-21). Disponível na www:<URL:http://www.infopedia.pt/miguel-torga>

42
INDIQUE OS TEMAS DE REFLEXÃO ESCOLHIDOS, tendo em conta os
núcleos geradores e os DR’s.

CP:

DR – Direitos e Deveres: ____ ____


CM – Complexidade e Mudança: ____ ____
RPC – Reflexividade e Pensamento Crítico: ____ ____
IA – Identidade e Alteridade: ____ ____
CFE – Convicção e Firmeza Ética: ____ ____
AM – Abertura Moral: ____ ____
AA – Argumentação e Assertividade: _____ _____
P – Programação: ____ ____

STC/CLC:

EST – Equipamentos e Sistemas Técnicos: ____ ____


AS – Ambiente e Sustentabilidade: ____ ____
S - Saúde: ____ ____
GE – Gestão e Economia: ____ ____
TIC – Tecnologias da Informação e Comunicação: ____ ____
UM – Urbanismo e Mobilidade: ____ ____
SF – Saberes Fundamentais: DR1 DR3

43
Sinalize com uma cruz (X), na tabela seguinte, os temas de reflexão
realizados e creditados, tendo em conta os núcleos geradores e os DR’s

CONTACTOS:
Ao ler com atenção as propostas de trabalho sugeridas, solicitamos sempre que
esclareça as suas dúvidas com o respectivo Técnico que o acompanha e/ou através
dos seguintes e-mail’s:

E-mail para entrega de trabalhos: Contactos Telefónicos:


289 700 450 ext. do CNO 49
Cidadania e Profissionalidade: cno-cp@esffl.pt
96 241 48 87
Sociedade, Tecnologia e Ciência: cno-stc@esffl.pt
96 241 48 88
Cultura, Língua e Comunicação: cno-clc@esffl.pt
e-mail: cno@esffl.pt

CNO - RIA FORMOSA

44
45