Você está na página 1de 48

NR 33 – Segurança e

saúde em Espaços
Confinados
REFERÊNCIA
NBR 14787 – Espaço Confinado – Prevenção de Acidentes, Procedimentos
e Medidas de Proteção - Criada em 30/01/2002

- Recomedações;
- Sem caratér disciplinador;
- Pouco cumprimento;
- Interesse pela norma.
NR 33 – Segurança e Saúde nos Trabalhos em Espaços Confinados – Criada
em 27/12/2006
NR 33 – Espaço Confidados
ESTRUTURA DA NORMA

33.1 Objetivo e definição;


33.2 Responsabilidades;
33.3 Gestão de SST em espaços confinados;
33.4 Emergência e Salvamento;
33.5 Disposições Gerais
O que é a NR33?
Objetivo

33.1.1 Esta Norma tem como objetivo estabelecer os


requisitos mínimos para identificação de espaço
confinados.
O que é a NR33?
Seus objetivos são:
- Reconhecimento;
- Avaliação;
- Monitoramento;
- Controle de riscos existentes; Figura: www.fundacentro.gov.br

- Garantir segurança e saúde para os trabalhadores que


interagem direta ou indiretamente nestes espaços.
O que é Espaço Confinado?
Definição
33.1.2 Espaço confinado é qualquer área ou
ambiente não projetado para ocupação humana
contínua;
- Possua meios limitados de entrada e saída;
- Sua atmosfera do ambiente possua ventilação
insuficiente ou nula para remover contaminantes ou
possa existir deficiência ou enrequecimento de
oxigênio.
GEOMETRIA ACESSO ATMOSFERA

ESPAÇO CONFINADO
Figura: www.fundacentro.gov.br
O que é Espaço Confinado?
Como avaliar um espaço como “espaço
confinado.”
Onde encontramos Espaços Confinados?
AGRICULTURA:
- Silos;
- Moegas;
- Poços de elevadores;
- Transportadoras fechadas;
- Tanques (Armazenagem de fertilizantes).
Onde encontramos Espaços Confinados?
INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO:
- Caixões;
- Tubulações;
- Buracos;
- Valas;
- Escavações;
Onde encontramos Espaços Confinados?
ALIMENTOS:
- Panelões;
- Fornos;
- Depósitos;
- Silos;
- Misturadores;
- Secadores;
- Tonéis;
- Dutos
- Lavadores de ar.
Onde encontramos Espaços Confinados?
TÊXTIL:
- Caixas;
- Recipientes de Tingimento;
- Caldeiras
- Tanques;
- Prensas.
Onde encontramos Espaços Confinados?
METALURGIA:
- Depósitos;
- Dutos;
- Tubulações;
- Dutos;
- Silos;
- Poços;
- Tanques;
- Coletores
Onde encontramos Espaços Confinados?
INDÚSTRIA PETROQUÍMICA:
- Reatores;
- Colunas de destilação;
- Torres de resfriamento;
- Filtros de coletores;
OPERAÇÕES MARÍTIMAS:
- Porões;
- Containeres;
- Compartimentos;
Quais são as atividades realizadas em espaço
confinado?

ATIVIDADES COMUNS:
- Pintura;
- Limpeza no local;
- Soldagem;
- Manutenção;
- Reparos;
- Salvamento e resgate;
- Obras de construção civil.
Quais são as atividades realizadas em espaço
confinado?
NR 33 – Espaço Confidados
33.2 Responsibilidades

33.2.1 Cabe ao Empregador


a) Indicar formalmente o responsável técnico pelo
cumprimento da norma;
NR 33 – Espaço Confidados
responsável técnico
- Profissional habilitado para identificar os espaços
confinados existentes na empresa e ELABORAR as
medidas técnicas de prevenção, administrativas, pessoais
e de emergência e resgaste.

(ANEXO III da NR 33 – Glossário)

www.totalqualidade.com.br
NR 33 – Espaço Confidados

responsável técnico
- NR não define profissional que pode ser designado
como RESPONSÁVEL TÉCNICO.

- Deve ter proficiência (Competência, aptidão, capacitação


e habilidades à experiência)

Figura: www.eng.com.br
NR 33 – Espaço Confidados
Cabe ao empregador:

b) Identificar os espaços confinados existente no


estabelecimento;

- Plantas;
- Dimensões
- Geometria;
- Acesso;

Figura: www.fundacentro.gov.br
NR 33 – Espaço Confidados
Cabe ao empregador:

c) Identificar os riscos específicos de cada espaço


confinado;

- Afogamento; Obs: Adoção de Medidas


- Engolfamento; Técnicas , administrativa e
pessoais
- Choques elétricos;
- Inundação;
- Incêndio;
- Soterramento;
NR 33 – Espaço Confidados
Cabe ao empregador:

c) Garantir a capacitação continuada dos trabalhadores;

- Responsável técnico; (Deve desenvolver programas de treinamento)


- Supervisor de entrada;
-Vigia;
-Trabalhador autorizado;
NR 33 – Espaço Confidados
Cabe ao empregador:

c) Implementar gestão SST para trabalhos em espaço


confinados;

- Medidas técnicas;
- Medidas Administrativas;
-Medidas pessoais;
-Medidas de emergência;

Figura: www.fundacentro.gov.br
NR 33 – Espaço Confidados
Cabe ao trabalhador:

a) colaborar com a empresa no cumprimento desta NR;


b) utilizar adequadamente os meios e equipamentos
fornecidos pela empresa;
c) comunicar ao Vigia e ao Supervisor de Entrada as
situações de risco para sua segurança e saúde ou de
terceiros, que sejam do seu conhecimento; e
d) cumprir os procedimentos e orientações recebidos
nos treinamentos com relação aos espaços confinados.
Medidas Pessoais

Figura: www.fundacentro.gov.br
Ordens
Não realizar serviços
não programados;

Evitar entradas e saídas


desnecessárias do
espaço confinado;
Deveres do Supervisor de Entrada
Emitir permissao de entrada e saida
Executar os testes , conferir os equipamentos e os procedimentos;
Assegurar que a emergencia esteja disponível;
Cancelar os procedimentos de entrada e saida quando necessário;
Encerrar a permisao de entrada e saida apos o termino dos servicos;

Figura: www.fundacentro.gov.br
O Vigia
Manter contagem do número de trabalhadores e assegurar que
todos saiam da atividade;
Adotar procedimentos de emergência;
Ordenar que abandone o espaco confinado sempre que conhecer
algum sinal de alarme, perigo,condicao proibida,acidente etc.

Figura: www.fundacentro.gov.br
Medidas Administrativas
Manter atualizado o cadastro dos espaços confinados;
Isolar e sinalizar espaços confinados;
Procedimentos de trabalho;
Definir pessoas autorizadas e atividades para trabalho;
Sempre ter um supervisor para entrada;
Garantir total informação sobre os riscos;
Usar respirador adequado para o ambiente;

Figura: www.fundacentro.gov.br
Sinalização para espaço confinado
ANEXO I – SINALIZAÇÃO
PET
Permissão de Entrada e Trabalho
Deve ser adaptar
conforme necessidade da
empresa
Preencher três vias e
assinar
Encerrar quando o
trabalho for finalizado
Arquivar por cinco anos
Quando revisar os procedimentos
de trabalho em espaços confinados
Entrada não autorizada num espaço confinado
Identificação de riscos não descritos na PET
Acidente, incidente ou condição não prevista durante a
entrada
Qualquer mudança na atividade desenvolvida ou na
configuração do espaço confinado
Solicitação da SESMT ou da CIPA
Identificação de condição de trabalho mais segura
MEDIDAS DE SEGURANÇA – TESTES DO AR

o OS TESTES DO AR INTERNO SÃO MEDIÇÕES

PARA VERIFICAÇÃO DOS NÍVEIS DE OXIGÊNIO,

GASES E VAPORES TÓXICOS E INFLAMÁVEIS.

ANTES QUE O TRABALHADOR ENTRE EM UM


ESPAÇO CONFINADO, O SUPERVISOR DE
ENTRADA DEVE REALIZAR TESTES INICIAIS DO
AR INTERNO.

DURANTE AS MEDIÇÕES, O SUPERVISOR DE

ENTRADA DEVE ESTAR FORA DO ESPAÇO

CONFINADO.
MEDIDAS DE SEGURANÇA – TESTES DO AR

• AS MEDIÇÕES SÃO NECESSÁRIAS PARA QUE NÃO OCORRAM ACIDENTES


POR ASFIXIA, INTOXICAÇÃO, INCÊNDIO OU EXPLOSÃO.
MEDIDAS DE SEGURANÇA – VENTILAÇÃO

NÃO VENTILAR

ESPAÇOS CONFINADOS COM

OXIGÊNIO

O USO DE OXIGÊNIO PARA VENTILAÇÃO DE LOCAL CONFINADO

AUMENTA O RISCO DE INCÊNDIO E EXPLOSÃO.

24
MEDIDAS DE SEGURANÇA – VENTILAÇÃO

• DURANTE TODO

O TRABALHO NO

ESPAÇO CONFINADO

DEVE SER UTILIZADA

VENTILAÇÃO

ADEQUADA

PARA GARANTIR A

RENOVAÇÃO CONTÍNUA

DO AR.
MEDIDAS DE SEGURANÇA - EPI

• OS EQUIPAMENTOS
DE PROTEÇÃO
INDIVIDUAL – EPIs
DEVEM SER
FORNECIDOS • O TRABALHADOR
GRATUITAMENTE. DEVE SER
TREINADO
QUANTO AO USO
• DEVEM SER ADEQUADO DO
UTILIZADOS EPIs EPI.
ADEQUADOS PARA
CADA SITUAÇÃO DE
RISCO EXISTENTE.
MEDIDAS DE SEGURANÇA - OBJETOS PROIBIDOS
• CIGARROS
NUNCA FUME NO ESPAÇO CONFINADO!

• TELEFONE CELULAR
NÃO DEVE SER UTILIZADO COMO
APARELHO DE COMUNICAÇÃO EM
ESPAÇO CONFINADO.

• VELAS – FÓSFOROS - ISQUEIROS


NÃO DEVEM SER UTILIZADOS.

• OBJETOS NECESSÁRIOS À
33.3.2.4 Adotar medidas para eliminar ou EXECUÇÃO DO TRABALHO QUE
controlar os riscos de incêndio ou explosão em
PRODUZAM CALOR, CHAMAS OU
trabalhos a quente, tais como solda,
aquecimento, esmerilhamento, corte ou outros FAÍSCAS, DEVEM SER PREVISTOS NA
que liberem chama aberta, faíscas ou calor. PERMISSÃO DE ENTRADA E TRABALHO.
MEDIDAS DE SEGURANÇA - EQUIPAMENTOS ESPECIAIS

DEVEM SER FORNECIDOS EQUIPAMENTOS ESPECIAIS PARA TRABALHOS


EM ESPAÇOS CONFINADOS COMO:

DETECTORES DE GASES,
LANTERNAS.
À PROVA DE EXPLOSÃO.

RÁDIOS DE COMUNICAÇÃO. 28
MEDIDAS DE SEGURANÇA - EQUIPAMENTOS ESPECIAIS
MEDIDAS DE EMERGÊNCIA E RESGATE

• O EMPREGADOR DEVE ELABORAR


E IMPLANTAR PROCEDIMENTOS
DE EMERGÊNCIA E RESGATE
ADEQUADOS AO ESPAÇO
CONFINADO.

• O EMPREGADOR DEVE FORNECER


EQUIPAMENTOS E ACESSÓRIOS
QUE POSSIBILITEM MEIOS
SEGUROS DE RESGATE.

• OS TRABALHADORES DEVEM SER


SITUAÇÃO DE TREINAMENTO COM SIMULAÇÃO DE
TREINADOS PARA SITUAÇÕES DE
OPERAÇÃO DE SALVAMENTO E RESGATE.
EMERGÊNCIA E RESGATE.
capacitação para trabalhos em espaço confinados

33.3.5- capacitação para trabalhos em espaço


confinados

33.3.5.1 – É vedada a designação para trabalhos em


espaço confinados sem a prévia capacitação do
trabalhador.
33.3.5- Capacitação para trabalhos em espaços confinados
33.3.5.3 Todos os trabalhadores autorizados e vigias devem
receber capacitação periodicamente, a cada 12 meses.
33.3.5.4 A capacitação deve ter carga horária minima de 16
horas, ser realizadas dentro do horário de trabalho, com
conteúdo programático de
a) Definição
b) Reconhecimento , avaliação e controle de risco;
c) Funcionamento de equipamento utilizados;
d) Procedimentos e utilização da Permissão de entrada e
trabalho;e
e) Noções de resgate e primeiros socorros .
33.4 Emergência e salvamento
a) Descrição dos possiveis cenário de acidentes ,obtidos a
partir da análise de riscos;
b) Descrição das medidas de salvamento e primeiros
socorros a serem executadas em caso de emergência ;
c) Acionamento de equipe responsável, pública ou
privada, pela execução das medidas de resgate e
primeiros socorros para cada serviço a ser realizado
33.4.2 O pessoal responsável pela execução das medidas
de salvamento deve possuir aptidão fisica e mental
compátivel com a atividade a desempenhar
DIREITOS DO TRABALHADOR – ENTRADA SEGURA

33.5 Disposições Gerais

33.5.1 O empregador deve


garantir que os trabalhadores
possam interromper suas
atividades e abandonar o local
de trabalho, sempre que
suspeitarem da existência de
risco grave e iminente para sua
segurança e saúde ou a de
terceiros.
AGRADECIMENTOS
Adailton Ferreira R. de Souza, nº 01
Jaismar Dias, nº 18
Julio Cesar M. Gonçalves nº20
Leonardo Campos Didenko, nº 21
Lucas de Carvalho nº 22
Lucas Gonçalves Oliveira, nº 23
Rodrigo Nunes da Silva, nº 31
Wesley Rocha Nascimento, nº 39