Você está na página 1de 9

ALTERAÇÕES LEUCOCITÁRIAS

 Pelger-Huet
Hereditária autossômica dominante • Anomalia na forma do núcleo dos neutrófilos – frequente
- Falta de segmentação com assincronismo de maturação
- Núcleos arredondados em bastão (lentes de óculos)
- Citoplasma c/ coloração e granulações normais
• Forma heterozigótica e homozigótica: sem deficiência funcional
• Leucemias, metástases medulares, mielomas, malária
Herança: Rara, autossômica dominante. Encontrada entre holandeses, alemães, suíços, asiáticos e negros.
Características associadas: A anomalia é benigna e não tem significado clínico. As células afetadas não se
mostram funcionalmente anormais.

 Hipersegmentação
• Constitucional ou devida a def. vitamina B12 e folatos
• Neutrófilos com > número de segmentos (+5/célula) • Rara

 Granulações Tóxicas

 CARACTERISTICAS: Presença de grânulos imaturos de mucopolissacarídeos com coloração


azurófila no citoplasma
 OCORRÊNCIA: Infecções, Inflamações, Gravidez e Anemia aplástica
 ORIGEM: maturação incompleta do neutrófilo associada à liberação na corrente sangüínea
 Corpos de Dohle

Célula afetada: NEUTRÓFILOS Características morfológicas: Corpúsculos azuis-claros na periferia do


citoplasma. Origem: Inclusões basofílicas de RNA desnaturada no citoplasma. Formado pelo
empilhamento de retículo endoplasmático e grânulos de glicogênio. Ocorrência:Infecções, inflamações,
queimaduras, gravidez, agentes citotóxicos (quimioterápicos). Características associadas: alterações
tóxicas e elevação reativa dos neutrófilos
Características associadas: alterações tóxicas e elevação reativa dos neutrófilos
 Alder-Reilly

• Grânulos de linfócitos ou neutrófilos, monócitos • Granulações lisossomais acumuladas citoplasma •


Comum em mucopolissacaridoses • Sem alteração de função c/ quadro variável: lesões oculares ósseas
cardíacas neurológica
Características associadas: A anomalia é benigna e não tem significado clínico. As células afetadas não se
mostram funcionalmente anormais.
 Chediak Higashi
Hereditária autossômica recessiva • Defeito genético na membrana lisossomal: grânulos gigantes def.
quimiotaxia MPO anormal ↓defesa imunológica • Quadro clínico grave – homozigótica (incompatível c/
sobrevida) heterozigóticos (+ brando)
Célula afetada: Todos os leucócitos
Características morfológicas: Grânulos enormes, com cores variáveis de cinza a vermelho. Origem:
Grânulos primários anormais causados por rara doença autossômica recessiva, que provoca: albinismo
óculo-cutâneo parcial, infecções recorrentes e sangramentos. Características associadas: Anemia,
trombocitopenia, neutrofilia, icterícia.
 May-Hegllin

• Hereditária autossômica dominante • Alteração no citoplasma de granulócitos e monócitos -


Granulações grandes contendo RNA - Presença de plaquetas gigantes, deficientes (n° e forma)
Inclusões Basofilicas no citoplasma
Aparecem grandes corpos de Döhle, localizados próximo ao centro do citoplasma Condensação anormais
de RNA como inclusões levemente basofílicas no citoplasma do neutrófilo Características associadas:
trombocitopenias e plaquetas gigantes Embora alguns pacientes apresentem manifestações hemorrágicas,
a maioria dos indivíduos afetados não apresenta anormalidades clínicas.
Vacuolos Citoplasmáticos

Célula afetada: NEUTRÓFILOS/MONÓCITOS Características morfológicas: Estruturas circulares sem


fixação de coloração distribuídas unitariamente ou em número variável. Origem: Resultante da fusão de
grânulos com vacúolo fagocitário. Ocorrência: infecções, terapia com G-CSF e GM-SF, intoxicação
alcoólica, anomalida de Jordan (deficiência de carnitina), intoxicação por benzeno
Artefato: Provocado por anticoagulante. Relatório: Vacúolos citoplasmáticos em xx % dos Neutrófilos e
ou monócitos.