Você está na página 1de 6

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ

ESCOLA DO MAR, CIÊNCIA E TECNOLOGIA

CURSO DE ENGENHARIA DE COMPUTAÇÃO


Prof. Adhemar Maria do Valle Filho

Laboratório 2
Carga e Descarga de Capacitor
João Marcelo Hemeritas Heusi, José Gabriel Tomazelli Silva, Mathias Giongo
Bellé e Paulo Henrique Trindade

Itajaí
08 de novembro de 2018
Resumo
Neste trabalho foi utilizado uma técnica simples de como carregar e
descarregar um capacitor ligado em série com um resistor. Este tipo de
circuito é chamado RC simples. Verifica-se perfeitamente diante dos
experimentos uma forte relação entre a teoria e a prática em um circuito
RC em série. Esta teoria descreve o comportamento de tal circuito
baseando-se na lei da conservação da carga elétrica e resolvendo a
equação diferencial advinda daquela lei fundamental.

Objetivo do experimento

Obter as curvas de carga e descarga de um Capacitor, através de


medidas do tempo e da tensão.

Material Utilizado

• Capacitor de 2200 µF
• Resistor de 4,7 kΩ
• Chave conectora (fios)
• Fontes de alimentação (0-12V) ajustada para 8V
• Multímetro
• Cronômetro
• Cabos para conexões

Carga do capacitor
Procedimento Experimental

Foi conectado em série um resistor 4,7 kΩ, Capacitor de 2200 µF.

Figura 1- Circuito RC

Foi utilizado uma fonte de tensão regulada há um valor muito próximo de 8v.
Para acompanhamento do experimento foi utilizado um multímetro digital, um
telefone com equipado com câmera FullHD e com efeito de câmera lenta, com
cronometro.
Foram realizadas duas gravações para registro de carga do capacitor e duas
gravações para registrar tempo de descarga.
E finalmente foram anotados os valores de tensão conforme resultados gravados.
Para visualização dos dados teóricos foi implementado em linguagem C um
algoritmo capaz de calcular a função do tempo de carga e descarga do capacitor.
Para visualização dos dados práticos foi utilizado Excel encontrando as seguintes
informações:

Programa em Linguagem C utilizado para calcular os valores teóricos:


#include <stdio.h>
#include <stdlib.h>
#include <math.h>
int main(){
// V(t) = V(1-euler^(-t/RC))
// Deve ser entrado o valor do tempo para descobrir a ddp no tempo t.

float t = 0;
float e = 2.71828182846; // Constante de Euler
float R = 4.7 * pow(10,3); // Resistencia usada
float C = 2200 * pow(10,-6); // Capacitancia do capacitor
float V = 8; // Tensao aplicada na pratica
float ddp =0;

printf("Na teoria, a carga do capacitor aconteceria da segunda maneira:\n");

for(t=0;ddp<7.98;t+=0.1){
ddp = V *(1 - pow(e,-t/(R*C)));
printf("Depois de %f segundos decorridos, a ddp é de %f Volts\n", t , ddp);
}
return 0;
}

D.d.p(V) Tempo encontrado(s) Tempo teórico (s)


0 0 0
1,00 1,51 1,50
1,50 2,56 2,20
2,00 3,54 2,99
2,50 4,52 3,89
3,00 5,50 4,89
3,50 6,68 5,99
4,00 7,93 7,19
4,50 9,49 8,59
5,00 11,52 10,00
5,50 13,54 12,10
6,00 16,20 14,40
6,50 19,62 17,40
7,00 24,40 21,60
7,50 33,76 28,71
7,98 87 61,98

Tempo x D.d.p na carga do capacitor


9
8
7
6
D.d.p(V)

5
4
3
2
1
0
0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100
Tempo(s)

Tempo encontrado(s) Tempo Teórico(s)

Descarga
Programa em Linguagem C utilizado para calcular os valores teóricos:

#include <stdio.h>
#include <stdlib.h>
#include <math.h>

int main(){
// V(t) = V*euler^(-t/RC)
// Deve ser entrado o valor do tempo para descobrir a ddp no tempo t.
//
float t = 0;
float e = 2.71828182846; // Constante de Euler
float R = 4.7 * pow(10,3); // Resistencia usada
float C = 2200 * pow(10,-6); // Capacitancia do capacitor
float V = 8; // Tensao aplicada na pratica
float ddp = 8;

printf("Na teoria, a descarga do capacitor aconteceria da segunda maneira:\n");

for(t=0;ddp>0.25;t+=0.01){
ddp = V * pow(e,-t/(R*C));
printf("Depois de %f segundos decorridos, a ddp e de %f Volts\n", t , ddp);
}
return 0;}

D.d.p(V) Tempo encontrado(s) Tempo teórico (s)


7,50 3,00 0,60
7,00 4,20 1,37
6,50 5,30 2,13
6,00 6,10 2,96
5,50 7,30 3,86
5,00 8,00 4,85
4,50 9,30 5,94
4,00 10,00 7,16
3,50 12,30 8,54
3,00 13,90 10,14
2,50 15,90 12,02
2,25 17,55 13,11
2,00 18,60 14,33
1,75 20,40 15,71
1,50 22,20 17,30
1,25 24,40 19,19
1,00 26,91 21,50
0,75 30,44 24,47
0,50 35,05 28,66
0,25 44,15 35,82
Tempo x D.d.p na descarga do capacitor
8,00
7,00
6,00
5,00
D.d.p(V)

4,00
3,00
2,00
1,00
0,00
0,00 5,00 10,00 15,00 20,00 25,00 30,00 35,00 40,00 45,00 50,00
Tempo(s)

Tempo Encontrado(s) Tempo Teorico(s)

Conclusão

Vimos que um circuito RC simples é formado por um resistor e um capacitor


conectados em série com uma fonte de tensão. Quando a fonte é ligada, o
capacitor começa a carregar, inicialmente com uma taxa alta, mas cada vez
menor à medida que o tempo passa. Como a carga é uma grandeza difícil de
ser medida, é mais fácil medir a corrente elétrica. Os resultados experimentais
relatados neste trabalho estão em plena concordância com a hipótese
formulada. A corrente elétrica medida decresce exponencialmente com o
tempo conforme prevê a teoria, isto é, não encontramos discordância entre os
resultados encontrados e aqueles previstos pela teoria existente. Como esta é
uma atividade simples e com resultados bastante coerentes, ela pode ser
executada em quaisquer ambientes desde que se possuam os componentes
elétricos necessários à pesquisa. Convém deixar claro, entretanto, que ela
pode ser melhor explorada, com mais precisão dos resultados, dependendo
dos objetivos a que se destina. E isso é perfeitamente natural, pois o
conhecimento científico está em constante evolução.

Você também pode gostar