Você está na página 1de 15

1

UNIP INTERATIVA
Projeto Integrado Multidisciplinar ll
Cursos Superiores de Tecnologia em Redes de Computadores

PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DO CENTRO DE PROMOÇÃO DA IGUALDADE


RACIAL
Planejamento tecnológico de implantação

O Projeto Integrado Multidisciplinar II (PIM II)


é um trabalho realizado para a conclusão do 2º
bimestre dos cursos de graduação Tecnológicos
de curta duração apresentado à Universidade
Paulista – UNIP.
Orientador: Prof. Me. Antônio Palmeira

PASSOS-MG
2017
2

UNIP INTERATIVA
Projeto Integrado Multidisciplinar ll
Cursos Superiores de Tecnologia em Redes de Computadores

PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DO CENTRO DE PROMOÇÃO A IGUALDADE


RACIAL
Sistemas Operacionais e Desenvolvimento Sustentável.

Nome: Alex Vinicius da Rocha Vedovoto RA:


1712629

Nome: Carlos Fabricio Siqueroli RA: 1704868

Nome: Douglas Manoel Sotero RA: 1742451

Nome: Francis Nunes de Oliveira RA: 1716247

PASSOS - MG
2017
3

PROJETO DE IMPLANTAÇÃO DO CENTRO DE PROMOÇÃO A IGUALDADE


RACIAL

RESUMO
Este projeto apresenta os pontos necessários para desenvolvimento de um Centro de Promoções
da Igualdade Racial. Mostraremos as vantagens de promover informações de forma clara e
objetiva para a sociedade.
Ao longo deste conteúdo, abordaremos também quais os principais requisitos de infraestrutura
tecnológica, tais como, quantidade de computadores, sistemas operacionais, sistema de gestão
e softwares de uso comum.

Palavras-chave: sistemas operacionais, comunicação, infraestrutura tecnológica.

ABSTRACT

This research presents the main operating systems for desktops and mobile, with its evolution
and advancement in mobile technologies. We will show the advantages and disadvantages of
each and the importance of the means of security in this new generation of technology.
Throughout this content, we will also discuss deforestation in Brazil, in which, according to
S.O.S. Atlantic forest, deforestation indicated a decline until 2015, where again the index
showed a high in comparison to the following year.

Key words: system operations, security, deforestation.

SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO ..................................................................................................................... 5
4

2 CPIR – CENTRO DE PROMOÇÃO IGUALDADE RACIAL ........................................ 6


2.1 Comunicação Aplicada ......................................................................................................... 7
2.2 Comunicação interna ............................................................................................................ 7
2.3 Comunicação Externa ........................................................................................................... 7
3 COMPUTADORES E OUTROS DISPOSITIVOS DE HARDWARE ............................ 7
3.1 Recepção – Atendimento ao publico .................................................................................... 8
3.1.1 Computadores .................................................................................................................... 8
3.1.2 Dispositivos ....................................................................................................................... 8
3.1.3 Telefones ........................................................................................................................... 8
3.2 Sala de assistência jurídica ................................................................................................... 8
3.2.1 Computador ....................................................................................................................... 8
3.2.2 Telefones ........................................................................................................................... 8
3.3 Sala de Psicologia ................................................................................................................. 8
3.3.1 Computador ....................................................................................................................... 8
3.3.2 Telefones ........................................................................................................................... 9
3.4 Espaço para assistência social .............................................................................................. 9
3.4.1 Computador ....................................................................................................................... 9
3.4.2 Telefones ........................................................................................................................... 9
3.5 Auditório para palestras e atividades culturais ..................................................................... 9
3.5.1 Dispositivos de som ........................................................................................................... 9
3.5.2 Computador ....................................................................................................................... 9
3.6 Laboratório de informática ................................................................................................... 9
3.6.1 Computadores .................................................................................................................. 10
3.6.2 Dispositivos ..................................................................................................................... 10
3.7 Setor administrativo............................................................................................................ 10
3.7.1 Computadores .................................................................................................................. 10
3.7.2 Dispositivos ..................................................................................................................... 10
3.7.3 Telefones ......................................................................................................................... 10
4 RECURSOS TECNOLÓGICOS – SISTEMAS E SOFTWARES ................................. 10
4.1 Software de Gestão Proprietário ......................................................................................... 11
5 PLANEJAMENTO DE EXECUÇÃO DO PROJETO DE IMPLANTAÇÃO .............. 12
5.1 Etapa 1 – Pré Produção ....................................................................................................... 12
5.2 Etapa 2 – Produção e execução .......................................................................................... 12
5.3 Etapa 3 – Inauguração ........................................................................................................ 13
5.4 Manutenção e programação ................................................................................................ 13
5

6 CONCLUSÃO...................................................................................................................... 14
7 REFERÊNCIAS .................................................................................................................. 15

1 INTRODUÇÃO
Este projeto objetiva implementar o Centro de Promoções de Igualdade Racial - CPIR,
entidade destinada a promover preservação da igualdade racial, trazendo e mostrando a toda a
sociedade que somos todos iguais; atuando também no campo-artístico, com uma programação
6

de atividades que possibilita o desenvolvimento interpessoal, além da inter-relação entre


membros de comunidades vizinhas. O centro atuará ainda na construção de salas sócios
educativos, promovendo cursos e aulas de estudos gerais.
A implantação do CPIR (Centro de Promoção de Igualdade Racial) possibilitará as
pessoas da sociedade a se relacionar com pessoas de qualquer comunidade. Promovendo
atividades que abordem o tema como “Sociedade mais humana”, que retrata uma sociedade
harmoniosa, com conceito de sempre ajudar ao próximo.
Contudo, as atividade e ações propostas contribuem para ampliar a conscientização das
pessoas, reiterando o seu valor e a sua importância social, melhorando sua autoestima, sendo
mais feliz.
O presente projeto apresentará o plano de fundo conceitual justificando esta iniciativa,
inserida no contexto da Sociedade da Informação e do Conhecimento, marcada pela
preponderância do uso das TICs (Tecnologias de Informação e Comunicação) em todas as
esferas sociais, seja do trabalho, da inter-relação, do consumo ou da cultura globalizada. O
acesso e difusão de tais tecnologias colocam na ordem do dia a questão da preservação
documental, da memória, da produção e difusão da informação e do 5 conhecimento, como
ações estratégicas para a permanência de uma instituição, para o resgate e apropriação da
identidade e para o diálogo com o cidadão contemporâneo. Desta forma, a implantação do CPIR
– Centro de Promoção de Igualdade Racial é uma ação consonante com o interesse de uma
inserção mais ampla na sociedade, que inclui o campo da cultura e perpassa a construção dos
saberes e da identidade. O campo da cultura na sociedade contemporânea é caracterizado pela
estreita relação com a informação e por isso demanda ações que se localizam nessa interface,
possibilitando o acesso aos bens culturais e a toda a gama de informações que eles carregam ou
podem gerar.

2 CPIR – CENTRO DE PROMOÇÃO IGUALDADE RACIAL


O Centro de Promoção Igualdade Racial – CPIR, caracteriza-se por ser um equipamento de
comunicação de pequeno porte, destinado a promover informações, denúncias, palestras sobre
a discriminação e o pré-julgamento de pessoas comuns.
Tem como seu público-alvo a população da cidade de Horizonte Azul, mas, como está
situado em localização de fácil acesso, poderá estender seu alcance para o público de outras
7

regiões. Além disso, deve estender suas atividades ao campo educativo, promovendo ações
conjuntas ou direcionadas à comunidade escolar como uma ação sócia educativa, que podem
ter efeitos positivos na questão da prevenção discriminação racial.

2.1 Comunicação Aplicada


Para que a igualdade racial seja algo que caia cada vez mais no senso comum e se torne
algo natural a informação no CPIR é circulada através de redes sociais e jornais locais
impressos. Já para que se tenha uma abrangência maior de pessoas informada sobre o que é, e
o que se faz o centro, o CPIR utiliza tanto a linguagem oral, quanto escrito para alcançar a
eficácia no objetivo educacional, mesclando a linguagem coloquial ou culta dependendo o canal
utilizado.

2.2 Comunicação interna


A comunicação interna se dá principalmente por meio de correio eletrônico, onde os
funcionários recebem por e-mails semanalmente com novidades sobre casos envolvendo
situações de preconceito racial, métodos de abordagem na sociedade e integrações e
treinamentos a serem realizados.
O setor RH é utilizado como codificador do CPIR, sendo responsável por reunir e
exprimir todas informações que circulam no centro. O setor também é responsável por
campanhas de conscientização, como dia da consciência negra e dia do índio por exemplo,
utilizando panfletos ilustrados.

2.3 Comunicação Externa


Usufruindo de redes sociais, telejornais locais, como propagandas de mídia visuais e de
rádio. A comunicação externa é responsável por divulgação e conscientização da população
sobre a necessidade de igualdade em nós seres humanos.
Todo o material externo é elaborado pela equipe de marketing do centro que age como
codificador da informação que é noticiada e externada do centro. A mesma equipe é responsável
por trazer informações externas para o setor RH, como pesquisas realizadas através de
entrevistas individuais, coletivas, enquetes e por internet utilizando as redes sociais.

3 COMPUTADORES E OUTROS DISPOSITIVOS DE HARDWARE


Para cada CPIR, temos uma estrutura de hardware para atender as demandas de cada
setor e garantir a confiabilidade do Sistema de Informação implantado.
8

3.1 Recepção – Atendimento ao publico


Neste espaço, contaremos com a presença de três colaboradores, onde estarão destinados
à realizados os primeiros atendimentos, uma triagem das pessoas, para isto serão necessários os
recursos listados abaixo:
3.1.1 Computadores
Serão três computadores, com processador Intel Core i3 com 2.5Ghz, 4 Gb de memória
RAM e um hard disk com 500Gb para armazenamento de dados, teclado, mouse e um monitor
de 19 polegadas.
3.1.2 Dispositivos
Impressora atuará em modo compartilhado e de cores preto e branco para papel A4 com
Scanner, deve ter capacidade de impressão de até 40ppm e resolução de 600x 600dpi, scanner
com resolução de 1200x 1200dpi, deve possuir porta Ethernet 10/100/100.
3.1.3 Telefones
Os telefones de tecnologia analógica, ambos terão acesso a head-set para facilitar o
atendimento prestados por nossos colaboradores.

3.2 Sala de assistência jurídica


Local este destinado a atendimentos jurídicos, com especialização a situações de
injuria racial, preconceito, entre outras situações.
3.2.1 Computador
Um notebook com Processador Intel Core I5 2.5Ghz, 4 GB de memória RAM, HD de
500BGb para armazenamento de dados, 4 portas USB, leitor e gravador de DVD/CD, tela de
15,5 polegadas, mouse ótico.
3.2.2 Telefones
Um smartphone com single chip, tela de até 5 polegadas, processador Quad Core de
1.2Ghz, 1Gb de memória RAM e 16Gb de armazenamento interno.
Um telefone de tecnologia analógica.
3.3 Sala de Psicologia
Neste departamento será realizado o atendimento destinados a usuários que precisam de
algum apoio de profissional especializado em psicologia a fim de tratar questões relacionadas
a questões étnico-raciais, para isto será necessário:
3.3.1 Computador
Um notebook com Processador Intel Core I5 2.5Ghz, 4 GB de memória RAM, HD de
500BGb para armazenamento de dados, 4 portas USB, leitor e gravador de DVD/CD, tela de
15,5 polegadas, mouse ótico.
9

3.3.2 Telefones
Um smartphone com single chip, tela de até 5 polegadas, processador Quad Core de
1.2Ghz, 1Gb de memória RAM e 16Gb de armazenamento interno.
Um telefone de tecnologia analógica.

3.4 Espaço para assistência social


Neste espaço será oferecido todo o apoio através de um assistente social aos usuários
necessitados, os componentes computacionais necessários serão listados no tópico abaixo.
3.4.1 Computador
Um computador, com processador Intel Core i3 com 2.5Ghz, 4 Gb de memória RAM e
um hard disk com 500Gb para armazenamento de dados, teclado, mouse e um monitor de 19
polegadas.
3.4.2 Telefones
Um smartphone com single chip, tela de até 5 polegadas, processador Quad Core de
1.2Ghz, 1Gb de memória RAM e 16Gb de armazenamento interno.
Um telefone de tecnologia analógica.

3.5 Auditório para palestras e atividades culturais


Neste espaço será destinado exclusivamente para palestras e eventos culturais e
educacionais, relacionada ao tema da igualdade social, terá aproximadamente 250 lugares, onde
todos devem assistir confortavelmente aos conteúdos ali apresentados.
3.5.1 Dispositivos de som
Um amplificador de som, composto por 4 caixas acústicas de 600 watts RMS cada, 2
microfones sem fio.
Projetor com resolução 1080p Full HD.
Dois televisores com 55 polegadas em led, fixados nas laterais.
3.5.2 Computador
Um computador, com processador Intel Core i3 com 2.5Ghz, 4 Gb de memória RAM e
um hard disk com 500Gb para armazenamento de dados, teclado, mouse e um monitor de 19
polegadas.

3.6 Laboratório de informática


Local destinado a cursos e treinamentos relacionado a igualdade racial, como também,
ao acesso à internet e demais demandas do tema.
10

3.6.1 Computadores
Serão vinte computadores, com processador Intel Core i3 com 2.5Ghz, 4 Gb de memória
RAM e um hard disk com 500Gb para armazenamento de dados, teclado, mouse e um monitor
de 19 polegadas.
3.6.2 Dispositivos
Impressora atuará em modo compartilhado e de cores preto e branco para papel A4 com
Scanner, deve ter capacidade de impressão de até 40ppm e resolução de 600x 600dpi, scanner
com resolução de 1200x 1200dpi, deve possuir porta Ethernet 10/100/100.
3.7 Setor administrativo
A administração do CPIR é composta por 6 pessoas, onde será realizada as atividades
relacionadas a finanças, pagamento de contas, controle de caixa, prestação de contas entre
outras atividades.
3.7.1 Computadores
Serão seis computadores, com processador Intel Core i3 com 2.5Ghz, 4Gb de memória
RAM e um hard disk com 500Gb para armazenamento de dados, teclado, mouse e um monitor
de 19 polegadas.
3.7.2 Dispositivos
Impressora atuará em modo compartilhado e de cores preto e branco para papel A4 com
Scanner, deve ter capacidade de impressão de até 40ppm e resolução de 600x 600dpi, scanner
com resolução de 1200x 1200dpi, deve possuir porta Ethernet 10/100/100.
3.7.3 Telefones
Os telefones de tecnologia analógica, ambos terão acesso a head-set para facilitar o
atendimento prestados por nossos colaboradores.

4 RECURSOS TECNOLÓGICOS – SISTEMAS E SOFTWARES


Todos os dispositivos computacionais como desktops e notebook deve conter sistema
operacional Windows 10, com pacote Microsoft Office 2016. Nossos servidores de domínio,
DNS e DHCP possuirá sistema operacional Windows Server 2016 R2. Já como meio de
11

proteção, usaremos antivírus Symantec, garantindo assim a segurança e a integridade dos dados
e de todos os sistemas de informação.
4.1 Software de Gestão Proprietário
O software de gestão deve apoiar os atendimentos realizado pelo CPIR, ao abri-lo deverá
ser informado um usuário e senha, garantindo assim a segurança de acesso ao sistema. Logo
após, será aberto a tela principal do SIG - Sistema de Gestão proprietário do CPIR, com isto
será disponibilizado apenas recursos atribuído este usuário, como exemplo, cadastro de
usuários, cadastros de reclamações, cadastros de atendimento e gestão de atendimentos.

Sistema disponibilizado por SGB SISTEMAS ERP

Como apresentado na figura 1 acima, a tela principal contém um botão para cadastro de
usuários, onde será aberto uma nova janela contendo os recursos necessários para inserir nome
completo, endereço, RG, CPF, número de telefone, data de nascimento, e um campo com 200
caracteres para inserir informações diversas. Também na tela principal há o botão “Fila de
atendimento”, ao abri-lo poderá ser visualizado todo o controle de atendimento, contendo a lista
de atendimento de cada setor separadamente, com a data e horário dos atendimentos já
realizados e também os agendados ou os que estão em atendimento no momento. Haverá um
terceiro botão na tela principal para gerar novas fichas de atendimento, nele será inserido o
usuário que já deve ter sido cadastrado, suas queixas ou até mesmo suas orientações, neste
momento se deve escolher para qual setor no CPIR o usuário será encaminhado, seja ela,
Advocacia, Psicologia, Atendimento Social ou Laboratório de Informática, vinculando
automaticamente a agenda de cada setor, fazendo assim um atendimento mais destinado por
ordem de chegada.
12

Cada setor terá acesso somente a sua própria agenda e alterações nas fichas de
atendimento, quando terminado o atendimento, o profissional deverá alimentar a ficha com
informações que obteve durante a consulta com o colaborador do CPIR, informando qual a
medida tomada, se é necessário encaminhar para outro setor do CPIR ou se seu caso foi
resolvido. Caso haja necessidade, deverá encaminhar o caso para outro setor ou até mesmo
agendar um retorno. A ficha de atendimento será encaminhada para uma outra aba chamada de
“Retorno ao atendimento”, que deverá aparecer da tela principal do sistema, neste guia, os
funcionários do balcão de atendimento do CPIR poderá analisar a tomar as decisões necessárias
para as fichas de atendimento, agendando o retorno ou encaminhando o usuário para um novo
atendimento em outro setor do CPIR.
Com toda essa massa de dados, será possível retirar relatórios, como quais tipos de
ocorrências são mais frequentes, qual a idade das pessoas que sofrem mais descriminação racial,
qual época do ano tem maior incidências e até quanto tempo leva em média cada atendimento,
qual setor está sendo mais procurado entre os usuários. Com todas estas informações, será
possível apoiar decisões importantes como quais campanhas devem ser intensificadas, voltado
a tratar os casos com maior incidência separado por bairros e onde tem pessoas com maior
descriminação racional, tornando assim muito mais eficaz e produtivas, as campanhas, palestras
e divulgações das ações realizadas pelo CPIR na cidade de Horizonte Novo.

5 PLANEJAMENTO DE EXECUÇÃO DO PROJETO DE IMPLANTAÇÃO


A implantação do projeto integra as seguintes etapas:
5.1 Etapa 1 – Pré Produção
Esta etapa consiste na preparação jurídica e administrativa necessária à implantação do
CPIR.
A) Reformar e adaptar do espaço físico onde será instalado o Centro de Promoção
Igualdade Racial.
B) Constituição dos elementos jurídicos necessários para efetivar a implantação.
C) Apresentação do projeto para a prefeitura da cidade.
D) Contratação da equipe para execução do projeto.
E) Apresentar e discutir do projeto em equipe contratada.

5.2 Etapa 2 – Produção e execução


Esta etapa consiste na implantação dos equipamentos computacionais e periféricos
agregados. Estrutura de gestão e da programação de atividades.
A) Implantação do posto de atendimento, montagem da estrutura física de sala,
auditório e laboratório de informática.
B) Definição do plano de gerenciamento da instituição e organograma.
C) Mobilização das delegacias e colaboradores associados.
13

5.3 Etapa 3 – Inauguração


Nesta etapa é definido um plano para inauguração, produção executiva do evento,
assessoria de comunicação do evento, criação do material gráfico institucional e registro
fotográfico e visual.

5.4 Manutenção e programação


Após a inauguração, procede-se ao trabalho contínuo de manutenção de uma
programação dinâmica, atenta às demandas do público alvo, buscando atingir e ampliar o seu
público. Devem-se iniciar as ações culturais, informacionais e educativas, organizadas dentro
de uma atuação conjunta e colaborativa entre os diferentes departamentos e equipamentos que
compõem a estrutura do CPIR. Também é de fundamental importância buscar fontes de
recursos, e modalidades de financiamento que permitam a manutenção de uma programação
contínua e de qualidade.
14

6 CONCLUSÃO
Nos dias atuais a tecnologia está presente em quase todos os lugares. Neste trabalho
estão demonstradas as formas de combinação da tecnologia para a ajuda no atendimento a
vítimas da desigualdade racial. Dentro do projeto estão relacionados os componentes que fazem
parte de uma gama de periféricos que podem auxiliar a desenvolver o CPIR (Centro de
Programação de Igualdade Racial) de uma forma mais prática, ágil, sem perda de tempo fazendo
com que o atendimento ás vítimas deste descaso chamado desigualdade social seja realizado de
uma forma menos burocrática e menos desgastante. Todos nós sabemos que no decorrer dos
anos, muitas melhorias ocorrem nos sistemas operacionais, com isto, este trabalho demonstra
uma página principal de um programa básico e simples, sem muitas delongas, para um
cadastramento ágil e eficiente, com campos para pesquisas para uma breve consulta das vítimas
cadastradas. No tocante a melhorias, não podemos deixar de citar sobre as configurações dos
hardwares, os quais sem uma configuração ideal deixaria o software sem eficácia alguma. Neste
projeto está listada as configurações básicas para que todo o andamento do atendimento a
pessoas qualificadas como vítimas da desigualdade racial seja realizado de uma forma mais
prática em todos os sentidos e todos os setores por onde o CPIR designar a vítima. Apesar de
estudos recém realizados mostrarem que a igualdade racial não está próxima de acabar,
devemos sempre lutar para que este fato pelo menos minimize o máximo possível. Nos últimos
quinze anos, o Brasil passou por transformações importantes que reformularam a agenda de
estudos sobre as desigualdades raciais. Tais transformações estão associadas a mudanças de
caráter estrutural e a formas de enfrentamento das desigualdades raciais por meio de políticas
de inclusão social. Com toda esta gama de informações, equipamentos sofisticados e pessoal,
será possível apoiar decisões importante como por exemplo quais campanhas devem ser
intensificadas, em relação aos casos com maior incidência nos bairros, local onde há pessoas
com maior descriminação racional ou social, tornando assim muito mais eficaz e produtivas, as
campanhas, palestras e divulgações das ações realizadas pelo CPIR na cidade de Horizonte
Novo.
15

7. BIBLIOGRFIA
STALLINGS, Willian. Arquitetura e organização de computadores. 5 ed. São
Paulo: Pearson Prentice Hall, 2002.

TANENBAUM, A. S. Organização estruturada de computadores. 5ª edição. São


Paulo. Ed. Pearson Prentice Hall, 2007a.

INTRODUÇÃO à informática. Rio Grande do Sul: Universidade Federal de


Pelotas, s. d. Disponível em
http://ci.ufpel.edu.br/treinamento/apostilas/nocoes_de_informatica/computador.pdf.
Acesso em: 09 jun. 2016.

O’BRIEN, J. A. (2004). Sistemas de Informação e as decisões gerenciais na


era da internet, 2ª ed. São Paulo: Saraiva.

STAIR, R. M., & REYNOLDS, G. W. (2006). Princípios de Sistemas de


Informação: uma abordagem gerencial. São Paulo: Pioneira Thomsom Learning.

Wikipedia. (s.d.). Acesso em 28 de Abril de 2017, disponível em


<http://pt.wikipedia.org/wiki/Navegadores#Navegadores_mais_usados.

BORDENAVE, J. O que é comunicação? Coleção Primeiros Passos. São


Paulo: Brasiliense,1995.

COSTA, L. L. Teoria da cultura de massa. São Paulo: Paz e Terra,2000.

KUNSCH, M. M. K. Planejamento de relações públicas na comunicação integrada. 4.


ed. São Paulo: Summus Editorial, 2003.

Você também pode gostar