Você está na página 1de 7

Gestão de Stress na Vida Académica

Gestão de Stress na Vida Académica DOCUMENTO
INFORMATIVO Origami
‐
Comunicação
de
Interesse
Público
DOCUMENTO
INFORMATIVO
DOCUMENTO
INFORMATIVO

Origami
‐
Comunicação
de
Interesse
Público

Em
parceria
com
a
Associação
de
Estudantes
de
Lisboa

Contexto

Hoje 
 em 
dia
 temos 
 cada 
vez 
mais 
alunos 
 a 
chegar
 ao
 terceiro
 ciclo
 de 
 instrução.
 Segundo
 estatísti ‐ cas 
 das 
 Nações
 Unidas,
 Portugal 
 tinha 
 400 
 Mil 
 estudantes 
 no
 Terceiro
 Ciclo
 de
 Ensino
 no
 ano
 de


2002.

O 
 crescimento
 do
 Ensino 
trás
 uma 
série 
 de
 benefícios 
mas 
obriga‐nos 
 a 
colocar
 uma
 série
 de 
novas
 questões.
 Uma 
delas 
 refere‐se 
 às 
condições
 em 
 que 
 os 
 jovens 
estudam 
e
 de 
 que 
modo
 lidam 
 com
 as
exigências
a
que
estão
sujeitos.

Época de exames aumenta 'stress' e procura de ajuda psicológica Elsa Costa e Silva -
Época de exames aumenta 'stress' e procura de ajuda psicológica
Elsa Costa e Silva - Diário de Notícias (26.06.05)
A época de exames escolares é o maior pico de stress para os alunos. É uma altura em
que aumenta a frequência de consultas de psiquiatria, com muitos alunos a pedir a prescrição de medica-
mentos para melhorar a sua concentração. Substâncias como vitaminas e fósforo são as preferidas. Mas há
quem chegue à farmácia sem receita médica e quem comece a procurar ajuda psicológica logo em Janeiro.
Na última semana, a possibilidade de adiamento dos exames foi um factor acrescido de ansiedade. Aumen-
tou a incerteza, " e esta é corrosiva do investimento do indivíduo na tarefa", explica Pedro Rosário, especia-
lista da Universidade do Minho em psicologia da educação e nas questões da aprendizagem.
Fonte: http://dn.sapo.pt/2005/06/26/sociedade/epoca_exames_aumenta_stress_e_procur.html

Além 
 da 
 época 
 de
 exames, 
 há 
 uma 
 série 
 de
 outros 
 factores 
 de
 stress 
 que 
 podem 
 afectar
 os 
 estu ‐ dantes. 
 Os 
 casos 
 de
 stress 
são
 mais 
 comuns
 na 
altura
 que
 rodeia 
 a 
 Licenciatura.
 Seja 
 devido
 à 
im ‐ portância 
dos
 Exames 
Nacionais 
 ou
 porque
 a 
 entrada 
 na
 Universidade
 obriga 
 a 
 uma 
 série 
 de
 alte‐ rações
no
dia
a
dia
e
novas
responsabilidades.

No
 entanto, 
 o
 stress 
 é
 um 
 factor
 de
 bom 
desempenho
 se
 for 
 devidamente
 gerido. 
 Para 
 isso
 é
 im ‐ portante 
conhecer 
 técnicas 
de 
 gestão
 de 
 stress 
 e 
 nos 
casos
 mais
 difíceis,
 ter
 a 
possibilidade
 de 
 re‐ correr
a
acompanhamento.

Geralmente, 
 o
 stress 
 manifesta‐se 
 através
 da 
 respiração
 e 
 pulso
 acelerados, 
 tensão
 arterial 
 eleva ‐ da,
 tensão
 muscular
 e 
 subida 
 da 
 adrenalina.
 Pode
 ainda 
 ser
 acompanhado 
 por
 dificuldade
 em
 adormecer,
 insónias,
 ranger 
 dos 
dentes, 
 contracção
 do 
 maxilar 
 e
 músculos, 
 tremores, 
 suores 
 frios,
 etc.

As 
consequências 
 a 
longo
 prazo
 incluem:
 o
 estreitamento
 das 
 artérias,
 ataques 
cardíacos, 
 dores
 no
 peito,
 úlceras, 
 etc.
 A 
 nível
 psicológico, 
 o
 stress
 pode
 levar
 a 
 agressividade,
 apatia, 
 falta 
 de
 paciên ‐

cia, 
depressão,
 fatiga, 
frustração, 
 ner vosismo 
 e 
solidão.
 Aos
 quais 
se
 segue 
a
 falta 
de
 concentração,


incapacidade
para
tomar
de
decisões,
lapsos
de
memória
e
outros
sintomas.

O 
 Consumo 
 ilegal 
de 
drogas,
 distúrbios 
emocionais, 
 excesso
 do 
 tabaco 
 e 
 de
 álcool,
 estão
 por
 vezes


associados
a
casos
de
stress
prolongado.


No
 caso
 dos 
 estudantes 
 e
 trabalhadores, 
 o
 stress 
 é
 ainda 
a 
 causa 
de
 distracção, 
 más
 relações, 
 má


produtividade,
má
qualidade
do
trabalho,
insatisfação
etc.

Estás sob Stress ?

Ao
 longo
 do
 dia 
 estamos 
 sempre
 sujeitos 
 a 
factores 
de 
 stress. 
 A 
 coisas
 que 
nos
 deixam 
mais
 ansio ‐

sos 
 e
 mais 
 tensos,
 mas 
 que 
 conseguimos 
 controlar. 
 Aquilo
 a
 que
 chamamos 
 stress 
 é 
 na 
 realidade


um 
 estado 
 de 
 ansiedade 
 que 
 tanto 
 pode
 ser
 factor
 para 
 um 
 bom 
desempenho
 ou
 para 
uma
 dimi ‐

nuição
da
qualidade
de
vida.


Geralmente 
 estamos
 mais 
 indefesos 
 em
 relação
 ao
 stress 
 em 
 situações 
 de
 grandes 
 mudanças 
 no


nosso
 dia
 a 
 dia. 
Seja 
por
 começar
 uma 
licenciatura, 
 mudar
 de
 casa 
ou 
 entrar 
 em 
época 
de 
 exames.


O 
 afastamento
 da 
família 
e
 assumir
 novas 
 responsabilidades 
 podem 
levar
 a 
dificuldades 
na 
gestão


do
stress.

Em 
 alguns 
 casos 
 o 
 stress 
 explica 
 as
 dificuldades 
 de 
 inserção
 social
 e 
 o 
 desempenho
 escolar. 
 Exis ‐

tem
três
tipos
de
sintomas
de
stress/ansiedade.

 

Sintomas

Psicológicos

Físicos

Comportamentais

Preocupação
 crónica 
 a 
 respei ‐ to
 de
 coisas 
 que 
 dificilmente
 irão
ocorrer

Fatiga


Dificuldades
de
concentração

Tremores


Irritabilidade

Tensão
muscular
e
dores

Tendência
 para
 se 
 alarmar 
 e
 deixar 
 tudo
 para
 fazer
 no
 úl ‐ timo
momento
possível

Incapacidade
 de 
 abandonar
 p e n s a m e n t o s
 r e l a c i o n a d o s
 com
o
estado
de
ansiedade

Problemas 
 gástricos 
 (náuseas
 ou
diarréia)

Sentir‐se
atterrorizado

Dores
de
cabeça

 

Inquietação
 e 
 incapacidade
 de
 relaxar

Dificuldade 
 em 
 adormecer
 e
 insónias

Dor
torácica

Tendência
 para 
 ranger 
 os 
 den ‐ tes

Boca
seca

 

Suores
ou
afrontamentos

Tonturas

Como se faz a Gestão do Stress

A 
 gestão
 de
 stress 
 pode
 ser
 algo
 tão
 simples 
 como
 a 
 prática 
 regular 
 de 
 desporto
 ou
 outras 
 activi ‐ dades
que
não
estejam
associadas
ao
trabalho
e
a
obrigações.

Também 
 é 
 importante
 praticar
 uma 
 alimentação
 equilibrada,
 dormir
 horas 
 suficientes 
 e
 gerir
 a
 energia 
ao
 longo 
 do
 dia. 
No
 caso
 de
 estas 
 técnicas 
não 
 funcionarem,
 procura 
 o
 apoio
 do
 psicólogo
 da
 tua
 universidade.
 Ele 
 poderá 
 indicar
 uma 
 estratégia 
 mais 
 indicada 
 e
 prestar 
 apoio
 para 
 evitar
 que
se
manifestem
os
sintomas
mais
graves
de
stress.

Para
mais
informações
podes
contactar
o
gabinete
de
apoio
ao
estudante
—
0800
307
307

Ou
consulta
um
dos
seguintes
websites:

Perguntas e Respostas

O que é o stress? Geralmente 
chamamos 
stress 
às
 pressões 
 do
 dia 
a
 dia 
 a 
que
 estamos
 sujeitos. 
No
 entanto, 
em 
psi ‐ cologia,
o
que
entendemos
como
stress
é
na
realidade
um
estado
de
Ansiedade
Generalizada.


“A 
 característica 
essencial 
 da 
 Perturbação
 da 
 Ansiedade
 Generalizada 
 é 
 a 
 ansiedade 
 e 
 a 
 preocupa ‐ ção
 exageradas 
acerca 
de 
um 
conjunto
 de 
acontecimentos 
 ou
 actividades 
 que
 ocorrem 
em 
 mais 
de
 metade
 dos 
dias
 por
 um 
 período
 de
 pelo
 menos 
 seis
 meses.” 
 Os 
 critérios
 assumidos 
 pelo
 DSM‐IV


diagnosticar
 a 
 perturbação
 de
 ansiedade 
 generalizada
 não 
 podem 
 ser 
 vistos 
 de


modo
 estanque. 
 Os 
 psicólogos 
 que
 se
 deparam 
 com 
 um 
 paciente
 que 
 apresenta 
 sinais 
 de 
 stress
 vão
 contex tualizar 
 os 
 diferentes
 critérios 
 consoante
 o
 ambiente
 social 
em
 que 
a 
pessoa
 se 
 insere 
e
 uma
série
de
outros
factores
que
o
DSM‐IV
não
consegue
prever.


como
 forma 
 de


Os 
 critérios 
 do
 DSM
 IV
 incluem 
ainda:
 agitação,
 fadiga
 fácil,
 dificuldade
 de 
 concentração, 
 irritabili ‐ dade,
tensão
muscular
e
sono
perturbado.


Qual é o termo indicado? De que modo se manifesta o stress / Ansiedade? Aquilo
 a 
que 
 chamamos
 stress 
é
 portanto
 a
 ansiedade
 a
 que 
 estamos 
sujeitos 
no 
 dia 
 a 
 dia 
 e 
 que 
é
 causada 
 por 
 uma
 série
 de
 elementos 
 ex teriores 
 como: 
 Pressão
 dos 
 colegas/sociedade;
 preocupa ‐ ção
com
os
exames;
exigências
de
desempenho
esperado;
etc.

1 website criado como apoio a esta campanha

A Ansiedade requer cuidados médicos? A 
 ansiedade
 faz 
parte 
 do
 dia 
 a 
 dia 
 e
 também 
 é 
 um 
factor
 para
 o
 nosso
 bom 
 desempenho
 quando
 na
 quantidade 
 certa. 
Só
 os 
casos 
 mais 
 graves 
 de
 ansiedade 
 é 
 que 
requerem 
 acompanhamento
 por
 um
profissional.


Quais podem ser os resultados de um estado de ansiedade prolongado? O 
 stress
 pode
 levar
 a
 sintomas 
 físicos 
 como
 por 
 exemplo
 problemas 
 cardíacos 
 e
 estômago
 bem
 como
outras
agravantes
dos
sintomas
típicos
de
stress.

Pode 
ainda 
levar
 a 
 estados 
exagerados 
de 
agressividade, 
apatia, 
 falta 
de 
paciência,
 depressão,
 fati ‐ ga,
frustração,
e
ner vosismo.

Ficha Formativa

Este
 documento
 tem 
como
 objectivo 
 ser vir
 de
 apoio
 para 
 a 
 nova 
 campanha 
 do
 gabinete
 de 
 Apoio
 ao
Estudante.


Esta
 campanha 
 decorre
 durante
 o
 período
 de 
 matriculas 
 e
 tem 
 como
 público
 alvo
 os
 estudantes
 que 
 se
 matriculam 
 pela 
 primeira 
 vez 
 na
 faculdade.
 A
 informação
 deste 
 documento 
 irá 
 ser vir
 de
 base 
para
 a 
formação
 dos 
voluntários
 da 
Associação 
de 
Estudantes 
bem 
como 
para 
a 
concepção
 de
 outros
folhetos
informativos.

Como
 forma 
 de
 transmitir
 alguns 
 pontos 
 chave 
 de
 modo
 mais 
 eficaz, 
 serão 
 distribuídos 
 marcado ‐ res 
de 
livros 
que 
contém 
uma 
descrição
 breve 
dos 
sintomas 
de
 stress 
ou
 modos 
de
 gestão 
de 
stress
 bem
como
os
contactos
do
gabinete
de
Apoio
ao
Estudante.

A 
 eficácia 
 desta 
campanha
 será 
 avaliada 
 pelo
 número 
 de
 visitas 
ao
 site,
 contactos 
com 
o 
 Gabinete
 de
Apoio
e
consultas
marcadas
por
estudantes.


Para 
obter
 dados 
 qualitativos 
 serão
 realizadas 
entrevistas 
 junto
 dos 
voluntários
 após 
 a 
 campanha.
 O 
 objectivo
 destas 
entrevistas 
será 
 o
 de
 avaliar
 a 
percepção
 dos 
resultados 
 por
 parte 
de 
quem 
está
 no
terreno.


Percurso de pesquisa

Esta
 pesquisa 
 teve
 início
 consultando
 o
 livro
 Diagnostic 
 and
 Statistical
 Manual 
of 
Mental 
Disorders
 como
 forma 
de 
 compreender
 qual 
 é 
 exactamente 
a 
definição
 de
 stress 
e
 quais
 os
 seus 
 sintomas. 
A
 consulta 
 do
 livro
 permitiu 
 perceber 
 que 
usamos 
 o
 termo
 stress 
para 
designar
 o
 distúrbio
 de
 ansie ‐ dade
generalizada.


Tendo
 por
 base
 esta 
compreensão,
 foi 
mais 
fácil
 focar 
 a 
pesquisa
 que 
 se
 seguiu,
 tanto
 online
 como



 em 
 livros 
 relevantes.
 Para
 guiar
 melhor
 esta 
 pesquisa 
 foi 
 consultada
 a
 psicóloga 
 Sarah
 Freire, 
 ape‐ sar
 de
 não
 ser 
 a
 sua 
 especialidade
 e 
 ter
 alertado 
 para
 o
 facto
 de 
 a 
 sua 
 visão
 ser
 muito 
 geral,
 fez 
 notar
 alguns 
 problemas 
 que
 poderiam
 surgir
 ao
 abordar
 este 
 género
 de 
 tema 
 junto
 do
 público
 alvo.
Nomeadamente:
o
perigo
de
auto‐diagnóstico
e
de
leitura
exagerada.

Para 
 compreender
 melhor
 a 
 ex tensão
 do 
 problema 
 foi 
 feita 
 pesquisa
 por 
 notícias 
 referentes
 a
 stress 
 e
 ansiedade 
 nos 
 estudantes.
 Esses 
 conteúdos 
permitiram 
 ser vir
 de
 base
 para 
 a 
 contex tuali ‐ zação
do
tema
no
documento
informativo.

Glossário

Stress
/
Ansiedade

Pressão
Social

Cadeia
de
stress:

Situação
ex terna
(abordagem
ambiental)

Percepção
Pessoal
(abordagem
psicológica)

Comportamento
(abordagem
comportamental)

Resposta
biológica
(abordagem
fisiológica)

Bibliografia

Association, 
 American 
 Psychiatric.
 Diagnostic and
 Statistical Manual of Mental
 Disorders
 DSM‐IV‐ TR
Fourth
Edition
(Tex t
Revision) .
Arlington,
VA:
Climepsi,
2002.

Wilkinson,
Greg.
Compreender
o
Stress.
Porto
Editora,
2004