Você está na página 1de 2

Agrupamento de Escolas de Almeida

161500
2017/2018

Avaliação: A Professora:

___________________________ ___________________________

Ano: 10º Turma: A


Aluno:
 Diogo Silvestre Alexandre, nº4

“TESTE DE CHAMA”
(Páginas 64 e 65)

QUESTÕES PRÉ-LABORATORIAIS

1. Analisando rótulo de uma embalagem de cloreto de potássio, indique


quais são os riscos decorrentes da sua utilização e as regras de segurança
que se devem cumprir durante a sua utilização.
O cloreto de potássio consiste num sal esbranquiçado e cristalino com
características higroscópicas (capaz de reter a humidade do ar). Os riscos
decorrentes da sua utilização recaem essencialmente sobre o perigo de irritação,
dos olhos (podendo causar conjuntivite química), da pele, do trato respiratório e,
em caso de ingestão, irritações gastrointestinais. As regras de segurança que
lhe estão associadas são; não respirar o pó; evitar o contacto com a pele; evitar
o contacto com os olhos; no caso de contacto com os olhos, lavar imediatamente
com água abundante; usar roupa protetora; usar proteção nos olhos e no rosto.

2. Qual o fundamento teórico do teste a realizar?


Teoricamente, este teste baseia-se, essencialmente, no facto de que
quando uma certa quantidade de energia é fornecida a um determinado
elemento químico, alguns dos seus eletrões absorvem esta energia, passando
para um nível de energia mais elevado (ficando num estado excitado). Quando
um desses eletrões excitados transita para um nível de menor energia ou
regressa ao estado fundamental, emite uma quantidade de energia radiante,
igual àquela absorvida (mas simétrica), cujo comprimento de onda e frequência
são característicos desse elemento e do nível eletrónico (dado que a energia é
quantizada).

1
3. Porque razão é necessário proceder a um aquecimento do composto
numa chama?
Durante o decorrer do teste a necessidade de proceder a um aquecimento
do composto numa chama deve ao facto de para a realização deste teste ser
necessária uma prévia excitação da amostra, desta forma o aquecimento desta
é a forma mais válida (disponível) capaz de fornecer a energia necessária para
que tal se verifique. Apenas assim será possível observar, na chama, a energia
radiante (luz) consequente da desexcitação (transição para níveis de menor
energia) dos seus eletrões.

4. Qual a utilidade deste tipo de testes?


Este tipo de testes apresenta uma utilidade diversificada. Podem ser
utilizados, por exemplo, para a identificação de elementos químicos presentes
numa amostra desconhecida. E ainda, por outro lado, podem ser utilizados para
o estudo da substância, os seus níveis de energia e a sua dinâmica interna. E
ainda, numa determinação de quantidades vestigiais em química forense, com
recurso à espetroscopia.