Você está na página 1de 9

31/05/2018

CARGA NUCLEAR
EFETIVA

CARGA NUCLEAR EFETIVA

A carga nuclear de um átomo é dada pelo número


de prótons do núcleo deste átomo e é chamada
número atômico (Z).

Portanto Z = carga nuclear = número de prótons

Poder de penetração: s > p > d > f

1
31/05/2018

Poder de penetração: s > p > d > f

Acontece que cada elétron de um átomo é protegido


(blindado) do efeito de atração da carga nuclear
pelos elétrons do mesmo nível de energia que o do
elétron considerado e principalmente pelos
elétrons dos níveis mais internos. Portanto,
apenas uma parte da carga nuclear atua realmente
sobre os elétrons: é a Carga Nuclear Efetiva (Zef).

A carga nuclear efetiva que atua sobre um elétron é


dada por:

Zef = Z - S

Zef = carga nuclear efetiva


Z = carga nuclear (número atômico)
S = constante de blindagem

2
31/05/2018

REGRAS DE SLATER
Para determinar Zef, os elétrons são divididos em
grupos (a cada um corresponde uma constante de
blindagem diferente)
(1s); (2s, 2p); (3s, 3p); (3d); (4s, 4p); (4d); (4f);
(5s, 5p); etc.

Para qualquer elétron de um dado grupo, a


constante de blindagem S é a soma das seguintes
parcelas:

zero para qualquer grupo exterior ao elétron


considerado;

0,35 para cada um dos outros elétrons do


mesmo grupo que o elétron considerado, exceto no
grupo 1s, no qual usa-se o valor 0,30;

se o elétron considerado pertencer a um grupo


(ns, np), cada elétron do nível (n –1) contribui com
0,85 e cada elétron dos níveis mais internos
contribui com 1,00;

se o elétron considerado pertencer a um grupo


(nd) ou (nf), cada elétron no mesmo grupo contribui
com 0,35, e cada elétron dos grupos mais internos
contribui com 1,00.

Para o cálculo do valor de S em relação a um


determinado elétron devem ser aplicadas as regras
de Slater.

3
31/05/2018

ALGUNS EXEMPLOS DE
CÁLCULO DA CARGA
NUCLEAR EFETIVA
H (Z = 1) 1s1
Zef (1s ) = 1 – 0 = 1

Be (Z = 4) 1s2 2s2
Zef (2s) = 4 – [(1 x 0,35) + ( 2 x
0,85 )] = 1,95

F (Z = 9) 1s2 2s2 2p5


Zef (2p) = 9 – [(6 x 0,35) + ( 2 x
0,85 )] = 5,20

Mg (Z = 12) 1s2 2s2 2p6 3s2


Zef (2p) = 12 – [(1 x 0,35) + (8 x 0,85) +
(2 x 1,00)] = 2,85

Ni (Z = 28) 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 4s2 3d8;


aplicando a regra (a) teremos
1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d8 4s2

Zef (4s) = 28 – [ (1 x 0,35) + ( 16 x 0,85 ) +


(10 x 1,00)] = 4,05

Zef (3d) = 28 – [(7 x 0,35) + (18 x 1,00)] = 7,55

Zef ( 1s ) = 28 – [ (1 x 0,30) ] = 27,70

VARIAÇÃO DA CARGA NUCLEAR


EFETIVAS QUE ATUA SOBRE O
ELÉTRON MAIS EXTERNO
a. Para elementos do mesmo grupo da tabela
periódica

Tabela 1

Elemento Li Na K Rb Cs

Zef 1,30 2,20 2,20 2,20 2,20

4
31/05/2018

A carga nuclear efetiva que atua sobre o elétron


mais externo dos elementos do mesmo grupo da
tabela periódica é aproximadamente a mesma, como
pode ser vista na Tabela 1.
A justificativa é que Z aumenta e S também
aumenta de cima para baixo no grupo e como os
aumentos são aproximadamente iguais o valor de Z ef
é aproximadamente a mesma.

b. Para elementos do mesmo período da tabela


periódica

Tabela 2

Elemento Li Be B C N O F Ne

Zef 1,30 1,95 2,60 3,25 3,90 4,55 5,20 5,85

5
31/05/2018

A carga nuclear efetiva que atua sobre o elétron


mais externo dos elementos do mesmo período da
tabela periódica aumenta com o número atômico (da
esquerda para a direita), como pode ser visto na
Tabela 2.
A justificativa é que Z aumenta mais do que S da
esquerda para a direita no período, fazendo com que
Zef aumente da esquerda para a direita no período.

Example with a valence electron on oxygen: O, Z = 8


Electron configuration: 1s2 2s2 2p4

a) (1s2) (2s2 2p4)


Z* = Z - 
b)  = (2 * 0.85) + (5 * 0.35) = 3.45
1s 2s,2p
Z* = Z - 

Z* = 8 – 3.45 = 4.55

This electron is actually held with about 57% of the


force that one would expect for a +8 nucleus.

Example with two electrons for nickel: Ni, Z = 28


Electron configuration: 1s2 2s2 2p6 3s2 3p6 3d8 4s2

(1s2) (2s2 2p6) (3s2 3p6) (3d8) (4s2)


Z* = Z - 
For a 3d electron:
 = (18 * 1.00) + (7 * 0.35) = 20.45
1s,2s,2p,3s,3p 3d

Z* = Z -  Z* = 28 – 20.45 = 7.55

For a 4s electron:
 = (10 * 1.00) + (16 * 0.85) + (1 * 0.35) = 23.95
1s,2s,2p 3s,3p,3d 4s

Z* = Z -  Z* = 28 – 23.95 = 4.05

6
31/05/2018

The basis of Slater’s rules for 

s and p orbitals have better “penetration” to the nucleus than


d (or f) orbitals for any given value of n

i.e. there is a greater probability of s and p electrons being


near the nucleus

This means:

1. ns and np orbitals completely shield nd orbitals

2. (n-1) s and p orbitals don’t completely shield n s and p


orbitals

Periodicity of Effective Nuclear Charge

Z* on valence electrons
H He
1.00 1.65
Li Be B C N O F Ne
1.30 1.95 2.60 3.25 3.90 4.55 5.20 5.85
Na Mg Al Si P S Cl Ar
2.20 2.85 3.50 4.15 4.80 5.45 6.10 6.75
K Ca Ga Ge As Se Br Kr
2.20 2.85 5.00 5.65 6.30 6.95 7.60 8.25
Rb Sr In Sn Sb Te I Xe
2.20 2.85 5.00 5.65 6.30 6.95 7.60 8.25
Cs Ba Tl Pb Bi Po At Rn
2.20 2.85 5.00 5.65 6.30 6.95 7.60 8.25

Shielding and Effective Nuclear Charge

The energy of valence electrons in an atom/ion changes with the loss of


addition of an electron.

Slater’s rules are only approximate and can give poor predictions. For example:

They ignore the differences in penetration between s and p orbitals.


Real s and p orbitals do not have the same energy.

They assume that all electrons in lower shells shield outer electrons
equally effectively.

7
31/05/2018

Shielding and Effective Nuclear Charge

Effective nuclear charge can be used to rationalize properties such as the size of
atoms and ions.

Cp*2Be Cp*2B+

Be and B+ are isoelectronic (1s2 2s2) but very different because of effective
nuclear charge.

Orbital energy levels and atomic number

For atoms other than hydrogen:


Orbital energy depends on n and l

Ordering of orbital energies:


ns < np < nd < nf

Remember:
This ordering is due to the different penetrating
ability of the different types of orbitals and the
different effective nuclear charges felt by the
electrons in those orbitals.

An anomaly of the periodic table

The 4s orbitals are lower in energy than the 3d


orbitals for K and Ca.

This is only for the free atoms! In molecules 3d


are lower in energy than 4s!

This is assumed to be an accident of nature but it


is consistent throughout the table.

8
31/05/2018

EXERCÍCIOS
1. Calcular a carga nuclear efetiva para o elétron
mais
externo dos seguintes elementos:

lítio, carbono, ferro, potássio, oxigênio, césio

2. Calcular a carga nuclear efetiva que atua


num
elétron 3d, 2s e 1s do ferro.