Você está na página 1de 24

CARTOGRAFIA

Sistemas de Coordenadas

Prof. Luiz Rotta


SISTEMA DE COORDENADAS
 Por que os sistemas de coordenadas são
necessários?
 Para expressar a posição de pontos sobre uma
superfície
 É com base em sistemas de coordenadas que
descrevemos geometricamente a superfície terrestre
nos levantamentos de coordenadas.
PARALELOS E MERIDIANOS
 Para o elipsoide, ou esfera, usualmente
empregamos um sistema de coordenadas
cartesiano e curvilíneo (PARALELOS e
MERIDIANOS)
COORDENADAS CARTESIANAS
 Um sistema coordenado cartesiano no espaço 3-D
é caracterizado por um conjunto de três retas (x,y
e z), denominados de eixos coordenados,
mutuamente perpendiculares
COORDENADAS GEOGRÁFICAS
 Refere-se à esfera
 Latitude Geográfica

 Longitude Geográfica
COORDENADAS GEOGRÁFICAS
 LATITUDE GEOGRÁFICA
 É o arco contado sobre o meridiano do lugar e que vai
do Equador até o lugar considerado
 Pólo Norte: é chamada Latitude Norte ou Positiva.
 Pólo Sul: é chamada Latitude Sul ou Negativa.
 Sua variação é de:
 0º a 90º N ou 0º a + 90º;
 0º a 90º S ou 0º a - 90º
COORDENADAS GEOGRÁFICAS
 LONGITUDE GEOGRÁFICA
 É o arco contado sobre o Equador e que vai de
GREENWICH até o Meridiano do referido lugar.
 Pode ser contada no sentido Oeste, quando é
chamada LONGITUDE OESTE DE GREENWICH
(W Gr.) ou NEGATIVA.
 Se contada no sentido Este, é chamada LONGITUDE
LESTE DE GREENWICH (E Gr.) ou POSITIVA.
 A Longitude varia de:
 0º a 180º W ou 0º a –180º;
 0º a 180º E ou 0º a +180º
COORDENADAS GEODÉSICAS
 Têm o elipsóide como referência
 LATITUDE GEODÉSICA
 É o ângulo formado pela normal ao elipsóide de um
determinado ponto e o plano do Equador.
 LONGITUDE GEODÉSICA
 É o ângulo formado pelo plano meridiano do lugar e o
plano meridiano tomado como origem
(GREENWICH)
CONVERSÃO DE COORDENADAS
GEODÉSICAS EM CARTESIANAS
REPRESENTAÇÕES EM
GRAUS° MINUTOS’ E SEGUNDOS”
 Os valores de coordenadas podem ser expressos
em graus, minutos e segundos
 Normalmente indica-se primeiro a latitude e
depois a longitude
 (Ex.: 31° 35’ 15’’S; 57° 28’ 33.5’’W)
SISTEMA NUMÉRICO DECIMAL
 Os valores de minutos (’) e de segundos (’’)
precisam ser convertidos para décimos de grau e
somados ao valor em graus.
 1°  60’
 1’  60’’
 1°  3600’’

 Exercício:
 Converter para GD (Graus Decimais):
 Latitude: 31°35’15’’S

 Longitude: 57°28’15,5’’W

 Converter para GMS (Graus, Minutos e Segundos)


 Latitude: 31,555°
 Longitude: 51,025°
QUADRANTE
 Latitude: S (–) ou N (+)
 Longitude: L e E (+) ou O e W (–)

W (–) E (+)

N (+) N (+)

S (–) S (–)

W (–) E (+)
EXERCÍCIOS
 1) Como se calcula o comprimento de 1 grau de
longitude no Equador?
 2) Uma pessoa percorreu 12.5 km. Quanto ela
percorreu em graus, supondo que andou sobre a
linha do Equador?
 3) Quanto representa 5' em graus e em km?
 4) Quanto representa 1” em metros?
 5) Converter para graus decimais: 29º 38' 57.3”
 6) Converter para GMS: 52.6789º

 Circunferência no equador: 40.075 km


SISTEMA DE COORDENADAS
EXERCÍCIO
 Na figura abaixo diga qual a coordenada
geográfica dos pontos: a, b, c, d
EXERCÍCIO
 a) ( ) O ponto A tem coordenadas geográficas
15º latitude norte e 20º longitude oeste de
Greenwich.
 b) ( ) O ponto B está situado a leste do ponto A.
EXERCÍCIO
 Verdadeiro ou Falso?
EXERCÍCIO
90
75
60
45
30
15
0
15
30
45
60
75
90
LEITURA DE COORDENADAS - LATITUDE
1. Observar qual dos paralelos possui o menor valor e
qual é a direção de aumento (para baixo no
hemisfério sul, ou para cima no hemisfério norte;
2. Subtrair o menor valor ou maior, obtendo a
diferença total (DT) em graus (ou em minutos);
3. Medir perpendicularmente a distância entre dois
paralelos para obter a medida total (MT);
4. Medir perpendicularmente a distância entre o
paralelo menor e o ponto do qual se deseja calcular a
latitude, isto dá a medida parcial (MP);
5. Regra de três para calcular a diferença parcial (MP);
6. Somar o resultado obtido (DT) com o valor do menor
paralelo
LEITURA DE COORDENADAS - LATITUDE
1. A direção do aumento
é para cima,
portanto, a zona está
no hemisfério Norte;
2. 20°-10°=10°
3. 4 cm
4. Do paralelo menor
para o ponto A, a
distância é de 2.4 cm;
5. 10º – 4
X – 2,4
6. 10° + 6° = 16°
LEITURA DE COORDENADAS - LONGITUDE
 A longitude, utiliza-se a mesma metodologia
aplicada na latitude, só que agora na direção
horizontal. A única diferença é que a medida
total (MT) (entre os dois meridianos) deve ser
calculada à altura do ponto do qual desejamos
saber a longitude (C).
 Isto é porque a convergência dos meridianos
resulta em medidas totais (MT) diferentes
quando feitas na latitude superior, inferior ou na
latitude do ponto (C)
LEITURA DE COORDENADAS - LONGITUDE
 Direção: Leste
 50°30’ – 50° = 30’

 30’ – 4

X – 2,3
 X = (2,3 X 30)/4 = 17’

 A longitude do ponto
C =50°17'
EXERCÍCIO – LEITURA DE COORDENADAS
 Determine as coordenadas geográficas nas cartas
de Maringá (1: 50.000) e de Umuarama
(1:100.000) dos pontos A, B, C, D, E e F.
LEITURA DE COORDENADAS UTM
 Exercício: Determine as
coordenadas UTM nas
cartas de Maringá (1:
50.000) e de Umuarama
(1:100.000) dos pontos A, B,
C, D, E e F.

Você também pode gostar