Você está na página 1de 70

ADILSON ANDRÉ SANTOS SILVA ARISTEU MANOLI AVA JÚNIOR DAVI MAIA DAVID SILVA FELIPE DI

EGO DE OLIVEIRA IGOR COELHO CUNHA IZABEL CRISTINA JOSÉ GUSTAVO DOS SANTOS JOSÉ HENRI
QUE BRITO FILHO MARCOS VINICIUS CORDEIRO PAULO ROGGE DE CASTRO
COMANDOS DO WINDOWS
Pesquisa disciplina apresentada de à
Sistemas
Operacionais , como requisito para a nota de conclusão do 3° período do Curso de Siste
ma de Informações. Orientador: Msc.Eduardo Senna
EUNÁPOLIS 2010
Sumário
INTRODUÇÃO..........................................................................
............................ 3 1.ATTRIB.........................................
..................................................................... 4 2.CD....
................................................................................
.................................. 6 3.CHKDSK...................................
......................................................................... 8 4.CL
S...............................................................................
..................................... 9 5.COPY..................................
............................................................................. 10
6.DEBUG........................................................................
.................................... 13 7.DEL...................................
...............................................................................
15 8.DELTREE....................................................................
.................................... 17 9.DIR...................................
................................................................................
18 10.FIXBOOT..................................................................
..................................... 21 11.FIXMBR..............................
........................................................................... 22 1
2.FORMAT .......................................................................
.................................23 13.HELP.....................................
..........................................................................26 114
.IPCONFIG.......................................................................
..............................27 15.MD / MKDIR..................................
..................................................................31 16.NBTSTAT.
................................................................................
.......................32 17.NETSTAT............................................
............................................................34 18.REN/RENAME....
................................................................................
............36 19.SCANDISK......................................................
................................................38 20.TRACERT...................
................................................................................
....40 21.XCOPY.................................................................
..........................................41 22.COMANDOS UTILIZANDO EXECUTAR....
....................................................45 ANEXO 1. Gerenciador de T
arefas................ ................................................... 53 AN
EXO 2. Editor de Diretivas de Grupo.............................................
.................55 ANEXO 3. Msconfig...........................................
..................................................58 ANEXO 4. Adicionar ou Remov
er Programas.....................................................61 ANEXO 5. Reg
edit............................................................................
...................64 REFÊRENCIA..................................................
...................................................69
2
INTRODUÇÃO
Esse glossário tem como objetivo elucidar certos comandos básicos e avançados da plata
forma MS-DOS/Windows. Apesar de obsoleto o DOS continua presente nas versões mais
recentes do Windows, assim sendo, mantém o seu “prompt de comando” onde é possível utiliza
r-se de alguns recursos não disponíveis na interface gráfica. Essa foi uma das preocup
ações desse glossário, demonstrar comandos realmente úteis e funcionais das versões recent
es dos sistemas Microsoft, bem como as ferramentas disponíveis a partir do “executar”,
pois apesar de presentes na GUI também são considerados comandos, e sendo muitos de
sses, recursos avançados que estão ocultos para o usuário final. Podemos assim separar
esse glossário em Comandos do prompt de comando (cmd) e Comandos do executar (ini
ciar > executar), contamos também com uma terceira parte onde são mostrados anexos c
om representações gráficas, funcionalidade e propósito de alguns comandos executados a p
artir da GUI.
3
1
attrib
Sobre attrib Atrib permite ao usuário alterar as propriedades de um arquivo especi
ficado. Usando attrib, o usuário tem a capacidade de alterar o arquivo para ter qu
alquer dos seguintes atributos. Disponibilidade MS-DOS 3.0 e acima de Windows 95
Windows 98 Windows ME Windows NT Windows 2000 Windows XP Windows Vista Windows
7 Sintaxe ATTRIB [+ R |-R] [+ A |-A] [+ S |-S] [+ H |-H] [[unidade:] [caminho] a
rquivo] [/ S [/ D]] + Define um atributo. Limpa um atributo.
4
R atributo de arquivo somente leitura. A Arquivo atributo de arquivo. S Sistema
atributo de arquivo. H Atributo de arquivo oculto. / Processos de arquivos em to
dos os
S diretórios no caminho especificado. / D Processo pastas também.
Exemplos attrib <enter> Digitando attrib por si só, irá exibir todos os arquivos no
diretório atual e cada um dos seus atributos. Se algum arquivo estiver oculto que
também irá mostrar os arquivos. attrib + r autoexec.bat <enter> Adiciona o atributo
somente leitura para o arquivo Autoexec.bat para que ele não possa ser modificado
até que o atributo só de leitura é tirado. Isso é útil para arquivos importantes do sistem
a ou qualquer outro arquivo que você não quer ter equivocadamente editado ou alterad
o por outro programa. attrib + h config.sys <enter> Adicione o atributo oculto p
ara o arquivo config.sys fazendo com que ele não ser visto pelo utilizador médio.
5
2 cd
Sobre o cd CD (Change Directory) é um comando usado para mudar diretórios no MS-DOS.
Disponibilidade O comando CD é um comando interno e está disponível nos sistemas oper
acionais Microsoft abaixo. Todas as versões do MS-DOS Windows 95 Windows 98 Window
s ME Windows NT Windows 2000 Windows XP Windows Vista Windows 7 Sintaxe CHDIR [u
nidade:] [caminho] CHDIR [..] CD [unidade:] [caminho] CD [..] Exemplos cd\<enter
>
6
Vai para o nível mais elevado, a raiz da unidade. cd ..<enter> Volta um diretório. P
or exemplo, se você está dentro do C: \ Windows \ COMMAND> diretório, seria levá-lo para
C: \ Windows> cd \windows<enter> Volta para a raiz do drive e então entra no dire
tório do Windows. cd<enter> Digitando cd só irá imprimir o diretório de trabalho. Por ex
emplo, se você estiver em c:\windows> e digitar o cd que irá imprimir c:\windows .
3
chkdsk
Sobre o chkdsk Chkdsk é um utilitário que verifica o status dos erros e tenta recupe
rar informações. drives de disco rígido do
computador. Faz uma varredura em todos os setores do disco, procura por
Disponibilidade
7
Todas as versões do MS-DOS Windows 95 Windows 98 Windows ME Windows NT Windows 200
0 Windows XP Windows Vista Windows 7 Sintaxe CHKDSK [volume [[caminho]]]] [/ F]
[/ V] [/ I] [/ X] [/ I] [/ C] [/ L [: tamanho]] Especifica a letra da unidade (s
eguida de dois pontos), ponto de montagem ou nome de volume. do FAT apenas: frag
mentação. corrige erros no disco. Em FAT / FAT32 : Exibe o caminho completo e o nome
de cada arquivo no disco. Localiza setores defeituosos e recupera informações legívei
s (implica / F). L: Apenas no NTFS: Altera o tamanho do arquivo de log para o núme
ro especificado de kilobytes. Se o tamanho não for especificado, exibe o tamanho a
tual. Força o volume a desmontar primeiro, se necessário. Todos os /X identificadore
s abertos para o volume seriam então inválidos (implica / F). Especifica os arquivos
para verificar se há
volume nome arquivo /F /V
/R
/ tamanho
8
/I
Apenas no NTFS: executa uma verificação menos rigorosa de entradas de índice. Só para NT
FS: ignora a verificação de ciclos dentro da estrutura de pastas.
C/
O / I ou / C reduz a quantidade de tempo necessária para executar o Chkdsk ignoran
do certas verificações do volume. Exemplos chkdsk<enter> Irá exibir todas as informações d
escritas acima e também denunciar qualquer o corrompimento de arquivos vinculados.
chkdsk / f<enter> Irá corrigir arquivos corrompidos
4 cls
Sobre cls Cls é um comando que permite que um usuário para limpar todo o conteúdo da t
ela e deixar apenas um alerta. Disponibilidade 9
. Todas as versões do MS-DOS Windows 95 Windows 98 Windows ME Windows NT Windows 2
000 Windows XP Windows Vista Windows 7 Sintaxe CLS Exemplos cls<enter> Executand
o o comando cls no prompt de comando que limpar sua tela de todo o texto anterio
r e retornar apenas o prompt.
5 copy
Sobre Permite ao usuário copiar um ou mais arquivos para um local alternativo. Dis
ponibilidade
10
Todas as versões do MS-DOS Windows 95 Windows 98 Windows ME Windows NT Windows 200
0 Windows XP Windows Vista Windows 7 Sintaxe Copia um ou mais arquivos para outr
o local. COPY [/ A | [/ B] Fonte / A | / [B] [fonte + / A | / B] [+ ...]] [desti
no] [/ A | / B]] [/ V] [/ ] Y | /-Y fonte /A /B Especifica o arquivo ou arquivos
a serem copiados. Indica um arquivo de texto do ASCII. Indica um arquivo binário.
destino Especifica o diretório e / ou nome do arquivo para o novo arquivo (s). /V
/Y Verifica se os novos arquivos são gravados corretamente. Suprime o prompt para
você confirmar se deseja substituir um arquivo de destino existente. Exibe o promp
t para você confirmar se deseja substituir um arquivo de destino existente.
/-Y
Exemplos copy *.* a:
11
Copie todos os arquivos no diretório atual para o drive de disquete. copy autoexec
.bat c: \ windows Copie o arquivo autoexec.bat, geralmente encontrado em root ,
e copie para o diretório do Windows, o Autoexec.bat pode ser substituído por qualque
r arquivo (s). copy win.ini c: \ windows \ / y Copie o arquivo win.ini no diretóri
o atual para o diretório do Windows. Porque este arquivo já existe no diretório do Win
dows que normalmente levariam se você deseja substituir o arquivo. No entanto, com
a opção / y você não receberá qualquer aviso. copy myfile2.txt + myfile1.txt Copie o cont
eúdo em myfile2.txt e combina com o conteúdo myfile1.txt.
6 debug
Sobre o debug Debug é um método de olhar para partes do computador e escrever o código
assembly para executar determinadas tarefas no computador. Disponibilidade Toda
s as versões do MS-DOS Windows 95
12
Windows 98 Windows ME Windows NT Windows 2000 Windows XP Sintaxe DEBUG [[unidade
:] [caminho] arquivo [parâmetros-testfile]] [unidade:] [caminho] testfileparâmetros
Exemplos debug<enter> Entra no debug. Obs.: Todos os comandos listados tem como
pré-requisito este primeiro. -D40:00<enter> Informações sobre as portas do seu computa
dor será exibida -Q<enter> Sai do debug -A<enter>
Especifica o arquivo que você deseja testar. Especifica informações de linha de comand
o exigida pelo arquivo que você deseja testar.
MOV AX,0<enter> MOV AX,CX<enter>
13
OUT 70,AL<enter> MOV AX,0<enter> OUT 71,AL<enter> INC CX<enter> CMP CX,100<enter
> JB 103<enter> INT 20<enter> G<enter> Reseta Cmos -F 200 L1000 0<enter> -A CS:1
00<enter> MOV AX,301<enter> MOV BX,200<enter> MOV CX,1<enter> MOV DX,80<enter> I
NT 13<enter> INT 20<enter> G<enter> Apaga a partição do HD -E 40:72 34<enter> 12<ent
er> RCS<enter> FFFF<enter> RIP<enter> 0000<enter> G<enter>
14
-D FFFF:5 L 8<enter> Mostra a data da Bios -D C000:0040 <enter> ou -D C000:0090<
enter> Apresenta a placa de vídeo.
7 del
Sobre del del é um comando usado para apagar arquivos do computador. Disponibilida
de Todas as versões do MS-DOS Windows 95 Windows 98 Windows ME Windows NT Windows
2000 Windows XP Windows Vista Windows 7
15
Sintaxe DEL [/ P] [/ F] [/ S] [/ Q] [/ A [[:] atributos]] nomes
ERASE [/ P] [/ F] [/ S] [/ Q] [/ A [[ :] atributos]] nomes nomes Especifica uma
lista de um ou mais arquivos ou diretórios. Coringas podem ser usados para excluir
vários arquivos. Se um diretório for especificado, todos os arquivos dentro do dire
tório serão excluídos. /P /F /S /Q Pede a confirmação antes de apagar cada arquivo. Força a
exclusão de arquivos somente leitura. Excluir arquivos especificados de todas as s
ubpastas. Modo silencioso, não pede confirmação para excluir com caractere curinga glo
bal /A Seleciona arquivos a serem excluídos com base em atributos
atributos R Arquivos somente leitura S Arquivos do sistema H Arquivos ocultos A
Arquivos prontos para arquivamento - prefixo que significa não
Exemplos del test.tmp = Apaga o test.tmp no diretório que você está atualmente em, se
o arquivo Windows se este existir. existir. del c: \ windows test.tmp \ c = Apag
a o arquivo test.tmp no diretório do del c: \ windows \ temp \ *.* = (* representa
um coringa) *.* indica que você gostaria de apagar todos os arquivos na pasta c:
\ windows \ temp. del c: \ windows \ temp? est.tmp = (? é um coringa que represent
a uma letra.) Esse comando seria excluir qualquer arquivo que termina com est.tm
p como pest.tmp ou zest.tmp.
16
8
deltree
Sobre deltree Deltree é um comando usado para apagar árvores de diretórios de forma pe
rmanente do computador. Disponibilidade MS-DOS 5.0 e acima de Windows 95 Windows
98 Windows ME Windows NT Sintaxe Exclui um diretório e todos os subdiretórios e arq
uivos nele. Para excluir um ou mais arquivos e pastas: DELTREE [/ Y] [unidade:]
caminho [[unidade: caminho [...]]] Suprime a solicitação para confirmar que deseja e
xcluir o subdiretório.
/Y
[unidade: caminho] Especifica o nome do diretório que você deseja excluir.
17
Exemplo deltree c: \ fake010 Exclui o diretório fake010 e todo seu conteúdo.
9 dir
Sobre dir O comando dir permite que você veja os arquivos e pastas do computador.
Disponibilidade Todas as versões do MS-DOS Windows 95 Windows 98 Windows ME Window
s NT Windows 2000 Windows XP Windows Vista Windows 7 Sintaxe DIR [unidade:] [cam
inho] [arquivo] [/ A [[:] atributos]] [/ B] [/ C] [/ D] [/ L] [/ N] [/ O [[:] so
rtorder] ] [/ P] [/ Q] [/ S] [/ T [[] timefield]] [/ W] [/ X] [/ 4]
18
[unidade:] [caminho] [arquivo] atributos
Especifica a unidade, diretório e / ou arquivos para a lista.
D Diretórios R Arquivos somente leitura H Arquivos ocultos A Arquivos prontos para
arquivamento S Arquivos de sistema Prefixo que significa não
A/B
Usa o formato simples (sem informações de cabeçalho ou resumo).
C/
Mostrar o separador de milhar em tamanhos de arquivo. Este é o padrão. Use / C para
exibir desativar do separador.
/D
O mesmo que amplo, mas os arquivos são listados ordenados por coluna.
L/ /N /O sortorder
Usa minúsculas. Formato de lista longo onde nomes estão na extrema direita. Lista de
arquivos em ordem de classificação. N Por nome (alfabético) S Por tamanho (menor prim
eiro) E Por extensão (alfabética) D Por data / hora (mais antigo primeiro) Grupo G d
iretórios primeiro - Prefixo para inverter a ordem
/P /Q /S
Pausa após cada tela de informação. Mostrar o dono do arquivo. Exibe os arquivos no di
retório especificado e todos os subdiretórios.
/T
Controla qual campo de tempo exibido ou utilizado para fins de triagem
timefield
C
Criação
19
A W Última Escrito /W /X
Último
Acesso
Apresenta os arquivos em coluna Isso exibe os nomes curtos gerados para não 8dot3
nomes de arquivo. O formato é o de / N com o nome abreviado inserido da extensão. Se
nenhum nome curto estiver presente, espaços em branco são exibidos em seu lugar.
/4 Exemplos dir
Exibe anos de quatro dígitos
Lista todos os arquivos e diretórios no diretório que você está dentro dir *. exe O coma
ndo acima lista todos os arquivos executáveis ou qualquer arquivo que termina com.
exe. dir / ad Lista somente os diretórios no diretório atual. Se você precisa mover-s
e em um dos diretórios listados usar ocomando cd. dir / s Lista os arquivos no dir
etório que você está em todos os sub-diretórios e depois diretório, se você estiver na raiz
"C: \>" e digite este comando será esta lista para você todos os arquivos e diretórios
na unidade C: do computador . dir / p
20
Se o diretório tem um monte de arquivos e você não pode ler todos os arquivos como rol
ar, você pode usar este comando e ele vai mostrar todos os arquivos de uma página de
cada vez. dir / w Se você não precisa de informação sobre a data / hora e outras inform
ações sobre os arquivos, você pode usar este comando para listar apenas os arquivos e
diretórios indo horizontalmente, tendo tão pouco como o espaço necessário. dir s / w / p
/ Tal lista todos os arquivos e diretórios no diretório atual e sub-diretórios depois
, em formato panorâmico e uma página de cada vez. dir / a Lista os arquivos em ordem
alfabética com os nomes dos arquivos.
10 fixboot
Sobre fixboot O comando fixboot é um console de recuperação de comando que cria um nov
o setor de inicialização da partição. Disponibilidade
21
O comando fixboot só está disponível quando você estiver usando o Console de recuperação. W
ndows 2000 Windows XP Sintaxe É a unidade na qual um setor de inicialização será gravado
. Isso substitui a unidade padrão, que é a partição de sistema que você está conectado. Exe
plos fixboot C: No exemplo acima, o setor de inicialização será gravado para a unidade
C:.
11 fixmbr
Sobre fixmbr O comando fixmbr é um console de recuperação de comando que cria um novo
registro de inicialização. Disponibilidade O comando fixmbr só está disponível quando você
stiver usando o Console de recuperação.
22
Windows 2000 Windows XP Sintaxe fixmbr [nome_do_dispositivo] nome_do_dispositivo
O dispositivo (drive) no qual pretende escrever um novo registro mestre de inic
ialização. O nome pode ser obtido a partir da saída do comando map. Exemplos fixmbr \
Device \ HardDisk0 No exemplo acima, o registro de inicialização seria re-escrito pa
ra a primeira unidade de disco.
12 format
Sobre o format Format é usado para apagar todas as informações de um disquete ou unida
de de disco rígido de um computador.
23
Disponibilidade Todas as versões do MS-DOS Windows 95 Windows 98 Windows ME Window
s NT Windows 2000 Windows XP Windows Vista Windows 7 Sintaxe FORMAT volume [/ FS
: sistema de arquivos] [/ V: rótulo] [/ Q] [/ A: tamanho] [/ C] [/ X] FORMAT volum
e [/ V: rótulo] [/ Q] [/ F: tamanho] FORMAT volume [/ V: rótulo] [/ Q] [/ T: trilhas
/ N: setores] FORMAT volume [/ V: rótulo] [/ Q] [/ 1] [/ 4] FORMAT volume [/ Q] [
/ 1] [/ 4] [/ 8] volume Especifica a letra da unidade (seguida de dois pontos),
ponto de montagem ou nome de volume. / FS: filesystem / V no rótulo: /Q C/ Executa
uma formatação rápida. Os arquivos criados no novo volume serão compactados por padrão. E
specifica o rótulo do volume. Especifica o tipo do sistema de ficheiros (FAT, FAT3
2 ou NTFS).
24
/X
Força o volume a desmontar primeiro, se necessário. Todos os identificadores abertos
para o volume que deixará de ser válido.
/A tamanho:
Substitui o tamanho padrão de unidade de alocação. As configurações padrão são altamente re
endáveis para uso geral. NTFS suporta 512, 1024, 2048, 4096, 8192, 16K, 32K, 64K.
FAT suporta 512, 1024, 2048, 4096, 8192, 16K, 32K, 64K, (128K, 256K para tamanho
do setor> 512 bytes). FAT32 suporta 512, 1024, 2048, 4096, 8192, 16K, 32K, 64K,
(128K, 256K para tamanho do setor> 512 bytes). Note-se que o FAT e FAT32 sistem
as de arquivos impor abaixo restrições quanto ao número de clusters em um volume: FAT:
Número de clusters <= 65526 FAT32: 65526 <Número de clusters <268435446 Formato de
imediato interromper o processamento se decidir que os requisitos acima referido
s não podem ser satisfeitas com o tamanho do cluster especificado. compressão NTFS não
é suportada para tamanhos de unidade de alocação acima de 4096.
/ F: tamanho / T: faixas
Especifica
o
tamanho
do
disquete
a
formatar
(160,
180, 320, 360, 640, 720, 1,2, 1,23, 1,44, 2,88, ou 20,8). Especifica o número de t
rilhas por lado do disco.
/ N: setores Especifica o número de setores por trilha. /1 /4 Formata um único lado
de um disquete. Formata um disco de 5,25 polegadas 360K disquete em uma
25
unidade de alta densidade. /8 Exemplos Ao usar o comando format, lembre-se todas
as informações sobre a unidade que deseja formatar serão completamente apagadas. form
at a: Apagar todo o conteúdo de um disco. Comumente usado em um disquete que não ten
ha sido formatado ou em um disquete que você deseja apagar. format a: / q Apaga to
do o conteúdo de um disquete de forma rápida . format c: Isso apaga todos os conteúdos
da unidade C: . Em outras palavras, se você não quiser apagar todas as informações de s
eu computador este comando não deve ser feito. Formatos de oito setores por trilha
.
13 help
Sobre help Help é utilizado para acessar as informações e obter ajuda sobre os comando
s MS-DOS.
26
Disponibilidade O comando help é um comando externo e está disponível nos sistemas ope
racionais Microsoft abaixo. MS-DOS 5.0 e acima Windows 95 Windows 98 Windows 200
0 Windows XP Windows Vista Windows 7 Sintaxe HELP [comando] comando - exibe info
rmações de ajuda sobre esse comando. Exemplos Help Exibe os comandos disponíveis e tam
bém a ajuda dos mesmos. Há também a opção de pedir ajuda digitando: comando /?<enter>.
14 ipconfig
Sobre ipconfig
27
Ipconfig é um utilitário DOS que pode ser usado a partir do MS-DOS e um shell de MS-
DOS para exibir as configurações de rede atualmente atribuída e dada por uma rede. Est
e comando pode ser utilizado para verificar uma conexão de rede, bem como verifica
r suas configurações de rede. Disponibilidade Windows 95 Windows 98 Windows ME Windo
ws 2000 Windows XP Windows Vista Windows 7 Sintaxe [Ipconfig /? | / All | / rele
ase [adaptador] | / renew [adaptador] | | / flushdns / registerdns | / | adaptad
or showclassid / setclassid adaptador [classidtoset]]
/ All / Release / Renew / Flushdns
Apresentar informações de configuração completa. Liberar o endereço IP para o adaptador es
pecificado. Renovar o endereço IP para o adaptador especificado. Limpa o cache DNS
.
/ Registerdns Atualiza todos os nomes de DHCP e registros DNS. / Displaydns / Sh
owclassid Mostrar o conteúdo da Cache DNS. Exibe todas as identificações de classe dhc
p permitidas para o adaptador.
28
/ Setclassid
Modifica o ID de classe DHCP.
O padrão é exibir apenas o endereço IP, máscara de sub-rede e gateway padrão para cada ada
ptador ligado ao TCP / IP. Para Release e Renew, se não for especificado o nome do
adaptador, em seguida, as concessões de endereço IP para todos os adaptadores vincu
lados ao TCP / IP vai ser liberadas ou renovadas. Para setclassid, se nenhuma id
de classe é determinada, em seguida, a ClassId é removida. Exemplos ipconfig Adapta
dor Ethernet Conexão Local: Connection-specific DNS Sufixo. : Hsd1.ut.comcast.net.
IP Address. . . . . . . . . . . . : 192.168.201.245 Máscara. . . . . . . . . . .
: 255.255.255.0 Gateway padrão. . . . . . . . . : 192.168.201.1 Para obter todas a
s informações sobre a rede local para o seu computador use a opção / all, conforme mostr
ado abaixo, seguido pelos resultados que seria visto ao usar este comando. ipcon
fig / all Configuração IP do Windows Nome do host. . . . . . . . . : COMPUTERH1 serv
idores DNS. . . . . . . . : 123.45.67.8 111.111.111.1 29
111.111.111.1 tipo de nó. . . . . . . . . : Broadcast NetBIOS Scope ID. . . . . .
: Encaminhamento IP Enabled. . . . . : Não WINS Proxy activado. . . . . : Não NetBIO
S resolução usa DNS: Não adaptador Ethernet 0: Descrição. . . . . . . . : Adaptador PPP. E
ndereço físico. . . . . . : 44-44-44-54-00-00 DHCP Habilitado. . . . . . . . : Sim E
ndereço IP. . . . . . . . . : 123.45.67.802 Máscara. . . . . . . . : 255.255.0.0 Gat
eway Padrão. . . . . . : 123.45.67.801 servidor DHCP. . . . . . . . : 255.255.255.
255 servidor WINS primário. . . . : Servidor WINS secundário. . . : Locação obtidos. . .
. . . . : 01 01 80 12:00:00 Concessão expira. . . . . . . : 01 01 80 0:00:00 adap
tador Ethernet 1: Descrição. . . . . . . . : 3Com 3C90x Ethernet Adapter Endereço físico
. . . . . . : 00-50-04-62-F7-23 DHCP ativado. . . . . . . . : Sim Endereço IP. . .
. . . . . . : 111.111.111.108 Máscara. . . . . . . . : 255.255.255.0 Gateway padrão
. . . . . . : 111.111.111.1 DHCP Server. . . . . . . . : 111.111.111.1 Servidor
WINS primário. . . . :
30
Servidor WINS secundário. . . : Locação obtidos. . . . . . . : 11 16 00 12:12:44 Conce
ssão expira. . . . . . . : ipconfig / displaydns Executando o comando acima mostra
ria todos os DNS da informação. ipconfig / flushdns Elimina todas as entradas DNS.
15 md / mkdir
Sobre md Permite que você crie seus próprios diretórios no MS-DOS. Disponibilidade Tod
as as versões do MS-DOS Windows 95 Windows 98 Windows ME Windows NT Windows 2000 W
indows XP Windows Vista Windows 7
31
Sintaxe Cria um diretório. MKDIR [unidade:] caminho MD [unidade: caminho] Exemplos
teste md O exemplo acima cria o "teste" de diretórios no diretório você está atualmente
dentro md c: \ teste Cria a pasta "teste" no diretório c: \ diretório.
16
nbtstat
Sobre nbtstat Utilitário que exibe estatísticas de protocolo TCP e IP atuais conexões
/ usando NBT. Disponibilidade Windows 98 Windows ME
32
Windows NT Windows 2000 Windows XP Windows Vista Windows 7 Sintaxe NBTSTAT [[rem
otename-a] [-A endereço IP] [c] [n] [-r] [R] [RR] [s] [S] [intervalo]] -Um (Status
do adaptador) Lista a tabela do computador remoto é o nome dado seu nome -A (Stat
us do adaptador) Lista a tabela da máquina remota nome dado seu endereço IP. -C (Cac
he) Lista NBT do cache de nomes de máquinas remotas [] e os respectivos endereços IP
-N -R (Nomes) Lista de nomes NetBIOS local. (Resolvido) Lista nomes resolvidos
por via de transmissão e WINS -R -S (Atualizar) Limpa e recarrega a tabela de nome
s remotos cache (Sessões) Lista a tabela de sessões com os endereços IP de destino -S
(Sessões) Lista a tabela de sessões convertendo IP de destino endereços para nomes NET
BIOS do computador. -RR (ReleaseRefresh) Nome Envia pacotes de Lançamento de vitória
s e, em seguida, começa a Refresh Remotename Remote nome da máquina host.
33
endereço IP intervalo
Pontilhada representação decimal do endereço IP. Exibe novamente estatísticas selecionad
as, fazendo intervalos de segundos entre cada exibição. Pressione Ctrl + C para inte
rromper a reexibição de estatísticas.
Exemplos nbtstat-a 204.224.150.3 Local Area Connection: Node IpAddress: [204.224
.150.3] Âmbito Id: NetBIOS] [Remote Machine Name Table Name Type Status ----------
-------
17 netstat
Sobre netstat O comando netstat é usado para exibir o TCP / IP rede protocolo de e
statísticas e informações. Disponibilidade Windows 95 Windows 98 Windows NT Windows ME
Windows 2000 Windows XP
34
Windows Vista Windows 7 Sintaxe NETSTAT [-a] [e] [-n] [s] [-p proto] [r] [] inte
rvalo
-Um -E -N -P
Exibe todas as conexões e portas de escuta. Exibe estatísticas Ethernet. Isso pode s
er combinada com a opção-s. Exibe endereços e números de porta em forma numérica. proto Mo
stra as conexões do protocolo especificado por proto; proto pode ser TCP ou UDP. S
e usado com a opção-s para exibir as estatísticas por protocolo, proto pode ser TCP ,
UDP , ou IP.
-R -S
Mostra tabela de roteamento. Exibe estatísticas por protocolo. Por padrão, as estatíst
icas são mostradas para TCP, UDP e IP; a opção-p pode ser usada para especificar um su
bconjunto do padrão.
intervalo Exibe novamente estatísticas selecionadas, fazendo intervalos de segundo
s entre cada exibição. Pressione CTRL + C para interromper a reexibição de estatísticas. S
e omitido, netstat imprimirá as informações de configuração atuais uma vez. Exemplos netst
at Exibe todas as informações sobre a rede local. Abaixo está um exemplo do que pode s
er exibida.
35
ProtoLocal Address TCP hope: 4409 TCP hope: 3708 TCP hope: 4750 netstat 5
Endereço externo www.computerhope.com:telnet multicity.com: 80 www.google.com:80
Estado ESTABLISHED CLOSE_WAIT CLOSE_WAIT
Executando o netstat com um número após o comando vai continuar a executar o comando
até parar. Neste caso seria netstat atualizada sempre cinco segundos. Para anular
, pressione CTRL + C. Aviso: Tenha em mente que se você tiver aplicações de uma rede a
berta, como o navegador que você está usando para visualizar esta página, itens adicio
nais serão listados quando você executa "netstat" e / ou o "netstat" comando. Assim,
você pode ver os itens do computador Hope em sua lista, se você quer uma lista de v
erdade o que está rodando em segundo plano, fechar todos os programas e executar o
comando.
18 ren / rename
Sobre ren e rename Usado para renomear arquivos e diretórios a partir do nome orig
inal para um novo nome. Disponibilidade
36
Todas as versões do MS-DOS Windows 95 Windows 98 Windows ME Windows NT Windows 200
0 Windows XP Windows Vista Windows 7 Sintaxe RENAME [unidade:] [caminho] [direct
oryname1 | arquivo1] [directoryname2 | arquivo2] REN [unidade:] [caminho] [direc
toryname1 | arquivo1] [directoryname2 | arquivo2] Exemplos rename C:\unisul unes
ul Renomeie o diretório de unisul para a unesul. rename *. txt *. bak Renomeie tod
os os arquivos de texto em arquivos com extensão .bak. rename 1_ * * Renomeia todo
s os arquivos para começar 1_. O asterisco (*) neste exemplo é um exemplo de caracte
re coringa, porque nada foi colocado antes ou depois do primeiro asterisco, isso
significa que todos os arquivos no diretório atual será rebatizada com 1_ na frente
do arquivo. Por
37
exemplo, se houver um arquivo chamado hope.txt seria renomeado para 1_pe.txt.
19 scandisk
Sobre o scandisk Microsoft Scandisk foi introduzido com o MS-DOS 6.2 e é o softwar
e utilitário capaz de verificar a unidade de disco rígido e / ou unidade de disquete
por quaisquer erros de disco. Disponibilidade MS-DOS 6.2 e acima sintaxe unidad
e scandisk [: drive |: \ caminho \ nomedoarquivo | volume_name | / all] [/ check
only | / [autofix / nosave |] / custom] [/] [fragmento / superfície] [/ MONO] [/ n
osave] [nosummary / ] unidade: A letra da unidade que você deseja analisar.
unidade: \ path \ A unidade e caminho e / ou nome do arquivo que você filename vol
ume_name / All / Checkonly deseja analisar. O nome do volume desmontado comprimi
do. Verifica e repara todos os drives locais de uma vez. Verifica unidade para e
rros, mas não fará reparos.
38
Corrige erros, sem pedir-lhe em primeiro lugar. Salva por / Autofix padrão cluster
s perdidos como arquivos no diretório raiz da unidade. Não pode ser usado com / chec
konly / ou personalizados. Executa Scandisk usando as configurações na seção] / Custom [
costume de o ficheiro. Não pode ser usado com / Autocorreção / ou checkonly. Automatic
amente verificações superfície após outras áreas / Surface são testados sem perguntar. Quan
o usado com / custom, irá substituir qualquer superfície / configuração de [seção] Custom d
Scandisk.ini. / Mono / Nosave Usa um display monocromático ao invés de cores. Apaga
tudo perdido clusters encontrados pelo Scandisk. Pode ser usado com / Autocorreção.
Impede a exibição de resumo em tela cheia depois de cada / Nosummary unidade. Use c
om / autofix para evitar prompts para desfazer disquete. Exemplos scandisk c: /
autofix Scandisk na unidade de disco rígido principal para todos os erros e, se fo
r encontrado automaticamente corrigi esses erros.
39
20
tracert
Sobre o tracert O comando tracert é usado para ver visualmente um pacote de rede e
stão sendo enviados e recebidos e os montantes de saltos necessários para que o paco
te para chegar ao seu destino. Disponibilidade O comando tracert.exe é um comando
externo que está disponível nos sistemas operacionais Microsoft abaixo. MS-DOS 6.2 W
indows 95 Windows 98 Windows ME Windows NT Windows 2000 Windows XP Windows Vista
Windows 7 Sintaxe tracert Opções: [D] maximum_hops [-h] [-j host-list] w [target_na
me] timeout
40
-D
Não resolver endereços para nomes.
maximum_hops-h O número máximo de saltos para pesquisar alvo. -J host-list -w timeou
t Exemplos Tracert www.unece.br 1169 ms190 ms160 msslc1-tc.xmission.com [166.70.
1.20] 2159 ms160 ms190 mscisco0-tc.xmission.com [166.70.1.1] 3165 ms189 ms159 ms
www.computerhope.com [166.70.10.23] Loose rota de origem ao longo de listagem de
host. Aguarde milissegundos para cada resposta.
21 xcopy
Sobre o xcopy Xcopy é uma poderosa versão do comando de cópia com recursos adicionais;
tem a capacidade de transferência de arquivos, diretórios e até mesmo todo discos de
um local para outro. Disponibilidade MS-DOS 3.3x ou superior Windows 95 Windows
98 Windows ME
41
Windows NT Windows 2000 Windows XP Windows Vista Windows 7 Sintaxe XCOPY origem
[destino] [/ A | / M] [/ D [: data]] [/ P] [/ S [/ E]] [/ V] [/ W] [/ C] [/ I] [
/ Q] ]...] fonte destino /A Especifica o arquivo (s) para copiar. Especifica a l
ocalização e / ou nome de novos arquivos. Copia somente arquivos com o atributo de a
rquivo definido, não altera o atributo. /M Copia somente arquivos com o atributo d
e arquivo definido, desativa o atributo de arquivamento. / D: mda Copia arquivos
alterados em ou após a data especificada. Se nenhuma data for definida, copia som
ente os arquivos cujo tempo de origem é mais recente que o horário de destino. / Esp
ecifica uma lista de arquivos contendo seqüências. Quando [/ F] [/ L] [/] [H / R] [/
T] [/ u] [/] [K / N] [/ S] [/ X] [/ Y] [/-Y [] / Z [] / EXCLUDE: arquivo1 [+ ar
quivo2] [+ arquivo3
EXCLUDE: qualquer uma das seqüências de partida de qualquer parte do arquivo1 [+ cam
inho absoluto do arquivo a ser copiado, esse arquivo será arquivo2] [+ arquivo3] .
.. excluído de ser copiado. Por exemplo, especificar uma seqüência de caracteres como
\ obj \ ou .obj excluirá todos os arquivos sob a pasta obj ou todos os arquivos co
m a extensão .obj extensão, respectivamente.
42
/P /S /E
Solicita que você confirme antes de criar cada arquivo de destino. Copia pastas e
subpastas exceto as vazias. Copia pastas e subpastas, inclusive as vazias. O mes
mo que / S / E. Pode ser usado para modificar / T.
/V /W C/ /I
Verifica cada novo arquivo. Solicita que você pressione uma tecla antes de copiar.
Continua copiando mesmo se ocorrer erros. Se o destino não existir e estiver copi
ando mais de um arquivo, pressupõe que o destino deve ser um diretório.
/Q /F L/ /H /R /T
Não exibe nomes de arquivos ao copiar. Exibe fonte completo e os nomes de arquivo
de destino ao copiar. Exibe arquivos que seriam copiados. Copia arquivos ocultos
e do sistema também. Substitui ficheiros só de leitura. Cria a estrutura de diretório
, mas não copiar os arquivos. Não inclui pastas ou subpastas vazias. / T / E inclui
pastas e subpastas vazias.
/U /K /N /O /X /Y
Copia apenas ficheiros que já existem no destino. Cópias atributos. atributos Xcopy
normal redefinirá os read-only. Cópias com os nomes curtos gerados. Copia a posse do
arquivo e informações de ACL. Copia arquivo de configurações de auditoria (implica / O)
. Suprime o prompt para você confirmar se deseja substituir um
43
arquivo de destino existente. /-Y Exibe o prompt para você confirmar se deseja sub
stituir um arquivo de destino existente. /Z Cópias de arquivos de rede no modo de
reinício.
A opção / Y pode ser predefinida na variável de ambiente COPYCMD. Isto pode ser substi
tuído por /-Y na linha de comando. Exemplos xcopy c: \ temp / e O exemplo acima é o
comando básico XCOPY para copiar os arquivos, diretórios e subdiretórios do diretório em
que estiver xcopy "C: \ Documents and Settings \" esperança / e No exemplo acima
o comando xcopy seria copiar todos os arquivos e diretórios do usuário "esperança" par
a o diretório ou unidade em que estiver. xcopy h: \ *.* / a / e / k O comando acim
a seria copiar tudo localizado na unidade H para a unidade onde se encontra atua
lmente. exemplos e informações sobre como copiar diretórios no MS-DOS e outros sistema
s operacionais, incluindo Windows também podem ser encontradas no documento CH0008
38.
44
22 Comandos utilizando Executar
Permite ao usuário executar programas, ferramentas por meio de linha de comando de
ntro do Windows. Para acessar essa ferramenta acesse o menu: Iniciar - Executar
Então digite algum dos seguintes comandos:
Painel de controle
• • • • • •
ACCESS.CPL : abre as opções de acesso (Só no XP) APPWIZ.CPL : abre a ferramenta Adicio
nar/Excluír um programa AZMAN.MSC : abre o gerenciador de autorizações (Só no Vista) CER
TMGR.MSC : abre os certificados para o usuário atual CLICONFG : abre a configuração do
s clientes SQL COLLAB.CPL : abre a vizinhança imediata (Só no Vista)
45

COMEXP.MSC ou DCOMCNFG : componentes (Só no Vista)
abre
a
ferramenta
serviços
e
• •
COMPMGMT.MSC : abre a ferramenta de gestão do computador COMPUTERDEFAULTS : abre a
ferramenta dos programas padrão (Só no Vista) CONTROL /NAME MICROSOFT.BACKUPANDREST
ORECENTER : abre o centro de backup e de restauração (Só no Vista).

• • • • •
CONTROL ADMINTOOLS : abre as ferramentas de administração CONTROL COLOR : abre as co
nfigurações de aparência CONTROL FOLDERS : abre as opções de pastas CONTROL FONTS : abre o
gerenciador de caracteres CONTROL INTERNATIONAL ou INTL.CPL : abre as opções region
ais e linguísticas
• • • • •
CONTROL KEYBOARD : abre as propriedades do teclado CONTROL MOUSE ou MAIN.CPL : a
bre as propriedades do mouse CONTROL PRINTERS : abre as impressoras e os fax dis
poníveis CONTROL USERPASSWORDS : abre o editor de contas dos usuários CONTROL USERPA
SSWORDS2 ou NETPLWIZ : controla os usuários e seus acessos
• •
CONTROL : abre o Painel de controle CREDWIZ : abre a ferramenta de backup e de r
estauração de senhas dos usuários (Só no Vista)
• • • • • •
DESK.CPL : abre as configurações de afixagem DEVMGMT.MSC : abre o gerenciador de per
iféricos. DRWTSN32 : abre o Dr. Watson (Só no XP) DXDIAG : abre a ferramenta de diag
nóstico DirectX EVENTVWR ou EVENTVWR.MSC : abre o observador de eventos FSMGMT.MSC
: abre as pastas compartilhadas 46

GPEDIT.MSC : abre o editor de estratégias de grupo (Para as edições profissionais e ma
is do Windows)
• •
HDWWIZ.CPL : abre o assistente « acréscimo de materiais » INFOCARDCPL.CPL : abre o ass
istente « compatibilidade de programas »
• •
IRPROPS.CPL : abre o gerenciador de infravermelho ISCSICPL : abre a ferramenta d
e configuração do iniciador ISCI Microsoft (Só no Vista)
• •
JOY.CPL : abre a ferramenta do controlador de jogos LPKSETUP : abre o assistente
de instalação e desinstalação dos idiomas d’affichage (Só no Vista)
• •
LUSRMGR.MSC : abre o editor dos usuários e grupos locais MDSCHED : abre a ferramen
ta de diagnósticos da memória Windows (Só no Vista)
• • • • •
MMC : abre um novo console vazio MMSYS.CPL : abre as configurações de som MOBSYNC :
abre o centro de sincronização MSCONFIG : abre a ferramenta de configuração do sistema N
TMSMGR.MSC : abre o gerenciador de suporte de armazenamento removível

NTMSOPRQ.MSC : abre as solicitações do operador de armazenamento removível
• •
ODBCAD32 : abre o administrador de fonte de dados ODBC OPÇÃOALFEATURES : abre a ferr
amenta Adicionar/Excluír
componentes do Windows (Só no Vista)

PERFMON ou PERFMON.MSC : abre o monitor de confiabilidade e de desempenho Window
s.
47

POWERCFG.CPL : abre o gerenciador de modos de alimentação (Só no Vista)
• •
REGEDIT ou REGEDT32 (Só no Vista) : abre o editor de registro REKEYWIZ : abre o ge
renciador de certificados de criptografia de arquivos (Só no Vista)
• • • • • •
RSOP.MSC : abre o conjunto de diretivas resultantes SECPOL.MSC : abre as configu
rações de segurança local SERVICES.MSC : abre o gerenciador de serviços SLUI : abre o as
sistente de ativação do Windows (Só no Vista) SYSDM.CPL : abre as propriedades do sist
ema SYSEDIT : abre o editor de configuração do sistema (Atenção, manipular com cautela)

SYSKEY : abre o utilitário de proteção do banco de dados das contas Windows (Atenção, mani
pular com extrema cautela!)

SYSPREP: abre a pasta com a ferramenta de preparação do sistema (Só no Vista)
• •
TABLETPC.CPL : abre as configurações para o Tablet pc (Só no Vista) TASKSCHD.MSC ou CO
NTROL SCHEDTASKS : abre o planejador de tarefas (Só no Vista)
• •
TIMEDATE.CPL : abre as configurações da hora e da data TPM.MSC : abre a ferramenta g
estão do módulo de plataforma segura no computador local (Só no Vista)
• • • • •
UTILMAN : abre as opções de ergonomia (Só no Vista) VERIFICAR : abre o gerenciador de
verificação dos drivers WMIMGMT.MSC : abre o « Windows Management Infrastructure » WSCUI
.CPL : abre o centro de segurança Windows WUAUCPL.CPL : abre o serviço de atualização do
Windows (Só no XP)
48
Programas e ferramentas Windows

%WINDIR%\SYSTEM32\RESTORE\RSTRUI.EXE : abre a ferramenta de restauration do sist
ema (Só no XP).
• • • • • • • • • • • • • • •
CALC : abre a calculadora CHARMAP : abre a tabela de caracteres CLIPBRD : abre a
área de transferência (Só no XP) CMD : abra o prompt de comando DIALER : abre o numer
ador telefônico do Windows DVDPLAY : abre seu leitor DVD EUDCEDIT : abre o editor
de caracteres privados EXPLORER : abre o Windows Explorer FSQUIRT : Assistente d
e transferência Bluetooth IEXPLORE : abre Internet Explorer IEXPRESS : abre o assi
stente de criação dos arquivos auto-extraíveis. JOURNAL : abre um novo registrador (Só n
o Vista) MAGNIFY : abre a lupa MBLCTR : abre o centro de mobilidade do Windows (
Só no Vista) MIGWIZ : abre a ferramenta de transferência de arquivos e de configurações
Windows (Só no Vista)

MIGWIZ.EXE : abre a ferramenta de transferência de arquivos e de configurações Windows
(Só no XP)
• • • •
MOVIEMK : abre o Windows Movie Maker MRT : executa o utilitário de remoção de malwares
. MSDT : abre a ferramenta de diagnósticos e suporte da Microsoft MSINFO32 : abre
as informações do sistema
49
• • • • • •
MSPAINT : abre o “Paint” MSRA : abre a assistência remota do Windows MSTSC : abre a fe
rramenta de conexão da assistência remota NOTEPAD : abre o bloco de notas OSK : abre
o teclado visual. PRINTBRMUI : abre o assistente de migração da impressora (Só no Vis
ta)
• • • • • • • • • • •
RSTRUI : abre a ferramenta de restauração do sistema (Só no Vista) SIDEBAR : abre o si
debar do Windows (Só no Vista) SIGVERIF : abre a ferramenta de verificação das assinat
uras de arquivos SNDVOL : abre o misturador de volume SNIPPINGTOOL : abre a ferr
amenta captura de tela (Só no Vista). SOUNDRECORDER : abre o gravador STIKYNOT : a
bre o post-it (Só no Vista) TABTIP : abre o painel de entrada Tablet PC (Só no Vista
) TASKMGR : abre o gerenciador de tarefas do Windows WAB : abre os contatos (Só no
Vista) WERCON : abre a ferramenta de relatórios e de soluções de problemas (Só no Vista
)
• •
WINCAL : abre o calendário do Windows (Só no Vista) WINCHAT : abre o software Micros
oft de bate-papo (chat) na net (Só no XP)

WINDOWSANYTIMEUPGRADE : permite a atualização do Windows Vista

WINVER : abre a janela para que você conheça a versão do seu Windows
• •
WINWORD: abre o Word (se estiver instalado) WMPLAYER : abre o leitor Windows Med
ia 50

WRITE ou Wordpad : abre o Wordpad
Gestão dos discos
• • • • •
CLEANMGR : abre a ferramenta de limpeza do disco DEFRAG: Defragmenta o disco rígid
o DFRG.MSC : abre a ferramenta de desfragmentação do disco DISKMGMT.MSC : abre o ger
enciador de discos DISKPART : abre a ferramenta de particionamento (manipulação pesa
da)
Gestão das redes e Internet

CONTROL NETCONNECTIONS ou NCPA.CPL : abre as conexões da rede
• • •
FIREWALL.CPL : abre o firewall do Windows INETCPL.CPL : abre as propriedades da
internet NETSETUP.CPL : abre o assistente de configuração de rede (Só no XP)
Outros comandos

%HOMEDRIVE% : abre o explorador na partição onde o sistema operacional está instalado

%HOMEPATH% : abre a pasta do usuário conectado C:\Documents and settings\[nome do
usuário]

%PROGRAMFILES% : abre a pasta de instalação de outros programas (Program Files)

%TEMP% ou %TMP% : abre a pasta temporária 51
• •
%USERPROFILE% : abre a pasta do perfil do usuário conectado %WINDIR% ou %SYSTEMROO
T% : abre a pasta de instalação do Windows

%WINDIR%\system32\rundll32.exe
shell32.dll,Control_RunDLL
hotplug.dll : exibe a janela "Retirar o dispositivo com segurança"

AC3FILTER.CPL : abre as propriedades do filtro AC3 (se estiver instalado)
• • •
JAVAWS : Visualize o cache do software JAVA (se estiver instalado) LOGOFF : fech
a a sessão SFC /SCANNOW : escaneia imediatamente todos os arquivos do sistema e lo
caliza os arquivos danificados
• •
SFC /VERIFYONLY : escaneia apenas os arquivos do sistema SFC /SCANFILE="nome e c
aminho do arquivo" : escaneia o arquivo especificado e repara, caso esteja danif
icado

SFC /VERIFYFILE=" nome e caminho do arquivo " : escaneia apenas o arquivo especi
ficado

SFC /SCANONCE : escaneia os arquivos do sistema no arranque seguinte

SFC /REVERT : repõe a configuração inicial (Para mais informações, digite SFC /? no prompt
do comando CMD.
• • •
SHUTDOWN : desliga o Windows SHUTDOWN –A : interrompe a desconexão do Windows VSP1CL
N : remove o cache de instalação do serviço pack 1 do Vista
52
ANEXO 01 Gerenciador de Tarefas iniciar > executar taskmgr.exe ou Ctrl + Alt + D
el
53
Nessa janela podem ser observados todos os processos/programas sendo executados
no windows seu uso de CPU e memória, você também pode finalizar um processo lembrando
sempre que finalizar um processo do windows pode causar instabilidade do sistema
.
Na aba Desempenho você pode verificar o uso gráfico do CPU, memória e do arquivo de pa
ginação, um resumo do status atual do sistema.
54
ANEXO 02 Gpedit - Diretivas e Políticas de Grupo Você pode usar a diretiva de grupo
para definir configurações de diretiva aplicadas a computadores ou usuários. Ou seja v
ocê pode configurar cada componente e seu acesso dentro do windows, esse é uma das f
erramentas mais avançadas do microsoft Windows e seu uso incorreto pode levar o si
stema operacional a não funcionar adequadamente, nesse breve "help" serão abordadas
a forma de efetuar modificações e algumas configurações comuns e simples que podem melho
rar o desempenho do sistema operacional iniciar > executar gpedit.msc
55
Nessas pastas estão todos os componentes do windows, a seguir a tela que desativa
o botão "desligar" do computador
Dentro de Configurações de usuário > Modelos Administrativos > Menu Iniciar e barra de
tarefas
56
Clicando
na
opção
marcada
e
escolhendo
"ativado",
depois
aplicar,
imediatamente a opção "desligar o computador" some do menu iniciar, isso é só um exemplo
da abrangência dessa ferramenta.
Um uso muito util é desativar o "Auto Executar" do windows q executa automaticamen
te um cd ou pen drive plugado no PC, desativar essa opção impede a infecção/propagação de v
rus de pen drives.
O caminho é: Configurações de usuário > Modelos Administrativos > Sistema > Desativar Au
toExecutar e escolha Todas as Unidades.
57
ANEXO 03 msconfig Primeiro passo para executar o msconfig, vá em iniciar em execut
ar digite o comando: msconfig Ao digitar esse comando abrirá a janela abaixo, no q
ual entenderemos cada aba dessa janela:
Nessa aba “ GERAL” é um menu de seleção da inicialização no qual o usuário poderá escolher
s de inicialização: “normal”, diagnóstico e iniciailização seletiva. Na segunda aba inicial
do sistema pode configurar opções de
inicialização, por exemplo se houver mais de um sistema operacional instalado, ou se
ja, dual boot, nesta aba você poderá habilitar e desabilitar estas e outras funções também
da inicialização do sistema ver figura abaixo:
58
Na proxima aba “serviços” pode-se habilitar e desabilitar os serviços dos sistema essa f
erramenta é importante mas tem que ser manuseada com cuidado pois pode causar prob
lemas no funcionamento do sitema.
Próxima aba “inicialização dos programas” todos os programas que são instalados normalmente
automaticamente são habilitados para carregar junto com o SO, em alguns casos caus
ando lentidão na inicialização do mesmo, com
59
essa ferramenta pode-se encurtar esse tempo de inicialização desabilitando a inicial
ização dos programas junto com o SO, mas é importante não desabilitar programas que são im
portante para o bom funcionamento do SO, por ex: “ANTIVIRUS” programa de segurança do
sistema.
E por fim na ultima aba do msconfig: “ferramentas”, é um menu de execução de ferramentas d
o windows tais como: central de ação, controle de usuário, informações do SO entre outras.
Ver imagem abaixo:
60
ANEXO 04 Adicionar ou remover programas Iniciar – executar APPWIZ.CPL No Windows v
ocê pode instalar ou remover programas com essa ferramenta de sistema, também disponív
el no painel de controle conforme o caminho abaixo: Menu iniciar >Configurações ou P
ainel de controle >adicionar ou remover programas.
61
Aparecerá então a janela do aplicativo acima. Clicando em qualquer das opções abaixo Será
exibido uma lista de todos os programas instalados conforme apresentamos :
62
*Alterar ou remover programas dar ao usuário a possibilidade de modificar
ferramentas de alguns programas ,podendo também excluí-los por completo da máquina.
*Adicionar novos programas permite ao usuário adicionar a sua máquina novos
programas a sua lista.
* A ferramenta de adicionar/remover componentes do Windows dar a opção de
adicionar /remover componentes existentes na versão Windows autorização do administrad
or do sistema operacional. mediante a
* A opção de definir acesso restringe usuários que não estejam devidamente
autorizados pelo administrador de acessar Windows. componentes importantes do
63
ANEXO 05 Registro do Windows O que é o Registro do Windows O Registro do Windows é u
ma espécie de banco de dados, onde são armazenadas as informações sobre todos os program
as instalados, estrutura de diretórios, informações do usuário, de drivers, enfim. Ele e
xiste desde as versões do Windows 3.x, mas passou a ser utilizado como padrão, a par
tir do Windows 95. Por ser uma parte crítica do Windows, a Microsoft preferiu não di
sponibilizar um acesso fácil ao Registro do Windows. Mesmo assim, é possível acessar o
Registro do Windows. Isso é feito pelo programa Regedit. Para usá-lo, vá em Iniciar /
Executar e digite regedit. Feito isso, uma tela semelhante a essa surgirá:
64
A estrutura do Registro do Windows Conforme pode ser visto na janela acima, quan
do você acessa o Regedit, aparece uma estrutura contendo 5 chaves. Trata-se da est
rutura básica do Registro do Windows. Cada uma tem uma finalidade: HKEY_CLASSES_RO
OT - esta chave, na verdade, não é muito importante a princípio. É um atalho para sua a
finalidade é chave manter HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Classes e
compatibilidade com programas antigos, que rodam a 16 bits; HKEY_CURRENT_USER es
ta chave é um atalho para a
chave HKEY_USERS\nome_do_usuario. Ela mostra somente informações do usuário atual do s
istema, como configurações personalizadas; HKEY_LOCAL_MACHINE - esta é a chave mais im
portante do Registro, pois nela é que estão as informações sobre programas e hardware. P
ara se ter noção da importante desta chave, seus dados são guardados num arquivo chama
do system.dat. HKEY_USERS - no Windows é possível ter vários usuários num único computador
. A função desta chave é guardar informações de cada um deles. Quando o sistema está config
rado apenas para um usuário (muito comum no Windows 95/98), esta chave possui apen
as uma entrada, de nome default ou padrão. Todas as limitações dos usuários, assim como
todas as suas configurações podem ser manipuladas aqui. HKEY_CURRENT_CONFIG - é um ata
lho que contém configurações do usuário atual do computador relativas ao hardware. Este
atalho é útil quando é necessário procurar informações do usuário que está logado, pois tod
suas informações aparecem nesta chave.
65
Repare
bem
que
as
informações
estão
organizadas
por
tipo.
Em HARDWARE estão informações relativas ao harware do computador, como portas parelela
s, interfaces SCSI, etc. Em SECURITY, estão informações de segurança e assim por diante
Alterando o Registro É comum, ter que alterar algumas informações no Registro do Windo
ws para executar uma configuração em especial. Quando você acessa uma chave e em segui
da, alguma entrada, é possível alterá-la clicando duas vezes em cima dela com o mouse
ou clicando com o mouse direito do mouse sob a entrada e escolhendo Modificar.
66
Configurações Úteis do Registro
Importante – Alterações incorretas no registro causarão instabilidade do sistema(win XP)
1 – Como tirar senha do ScreenSaver (Proteção de Tela)
* Se você esqueceu a senha do escreensaver para retira-la. Abra o registro do Wind
ows e vá em [HKEY_CURRENT_USERControl PanelDesktop]; * Delete “Screensaver_data”, esta
é sua senha encriptada. E pronto. 2 – Como remover as setas do Ícones dos atalhos * Q
uando você cria um atalho ou um arquivo PIF, o icone que é gerado tem uma seta no ca
nto inferior esquerdo. O Windows tem uma entrada no registro chamada IsShortcut
que determina a aparência dessa seta. Caso você não deseje que essa seta seja exibida
remova a entrada IsShortcut das seguintes chaves no registro: * HKEY_CLASSES_ROO
Tlnkfile * HKEY_CLASSES_ROOTpiffile 3 – Como limpar os nomes que ficam no menu Exe
cutar? *HKEY_CURRENT_USER/Software/Microsoft/Windows/Currentversion /Explorer/Ru
nMru; 67
*Ser apresentada uma lista com os nomes dos programas mais recentemente utilizad
os. Apague todos eles, deixando apenas o item descrito como Padrão (o primeiro da
lista). Depois de reinicializar o Windows, você vai ver que a lista dos programas
mais recentemente executados estar agora limpa. 4 – Como desinstalar um programa m
anualmente * Se você desinstalou um programa, mas o seu nome continua na lista de
programas. * “Adicionar ou Remover Programas”. * Entre no REGEDIT e vá em HKEY_LOCAL_M
ACHINESoftwareMicrosoftWindowsCurrentVersion Uninstall * E delete o nome do prog
rama desejado. Recuperação de Registros Se seu Windows não dar partida por algum probl
ema no Registro, tente recuperar a última versão do backup feito automaticamente pel
o próprio sistema. Pressione a tecla Ctrl durante a inicialização do sistema. No menu
que surge, escolha Somente Linha de Comando. No prompt do DOS, digite: Scanreg /
fix, para corrigir o Registro. Ou, então, Scanreg /restore, para restaurar uma cópia
desse banco de dados.
68
REFERÊNCIAS
TANEMBAUM, Andrew S. Organização estruturada de computadores. 3.ed. Rio de Janeiro:
Prentice-Hall, 1992. VELLOSO, Fernando de Castro. Informática conceitos básicos. Rio
de Janeiro: Campus, 1994. CORTES, Pedro Luiz. Sistemas Operacionais – Fundamentos
. Erica, 2003. COMANDOS básicos do MS-DOS. In: Tutoriais, Info Wester. Disponível em
: http://www.infowester.com/tutdos.php>. Acesso em: 12 mai. 2010. COMANDOS para
usar no executar do Windows. In: Artigos, Mundo XP. Disponível em: http://mundoxp.
wordpress.com/2007/06/10/comandos-para-usar-no-executar-dowindows/index.htm>. Ac
esso em: 12 mai. 2010. COMPUTER help. In: Microsoft DOS and command prompt. Disp
onível em: http://www.computerhope.com/msdos.htm>. Acesso em: 3 mai. 2010.
69