Você está na página 1de 35

Universidade Federal de Sergipe

Insuficiência arterial

Marco Antonio Prado Nunes


nunes.ma@ufs.br

Aracaju, 2018
Insuficiência arterial
Doença arterial periférica
DAP
DAP
• Aterosclerose
• Arterites
• Displasia fibromuscular
Epidemiologia:
• Prevalência da DAP - Varia de 3% a 10%.

• Pessoas acima de 70 anos - 15% a 20%.

• DAP sintomática:assintomatica - 1:3 a 1:4.

• 1/3 dos pacientes com DAP assintomática - uma


oclusão completa de uma artéria maior da perna.
Fatores de risco
• Raça - negros.
• Sexo - masculino.
• Idade.
• Tabagismo.
• Diabetes melitto.
• HAS.
• Dislipidemias.
• Estados de hipercoagulabilidade e hiperviscosidade.
Quadro clínico
• Claudicação intermitente – dor muscular na perna
durante o exercício que alivia após um curto período de
repouso.

• Principal sintoma de DAP (3% em pacientes com 40


anos e 6% em pacientes com 60 anos).

• Nem sempre prediz a presença ou ausência de DAP.


Quadro clínico
• DAP progressiva e curso clínico estável.

• Cerca de ¼ dos pacientes com claudicação intermitente


terão piora do quadro clínico.

• Menos de 2% dos pacientes com DAP requererão


amputações de membros inferiores.
9/54
DAP na população
ITB (normal > 0,90):
• Com sintomas.
• Com 50 a 69 anos com fatores de risco.
• Pessoas com idade superior a 70 anos.

O melhor preditor de piora da DAP é um ITB < 0,5

Palpação de pulsos – valor preditivo negativo de 90% (ausência


superestima).
Palpação de pulsos
Palpação de pulsos:
• Femoral
• Poplíteo
• Tibial posterior.
• Dorsal do pé

• 0 – ausente.
• 1 – dimiuído.
• 2 – normal.
Tratamento da CI
Programa de exercícios supervisionados.

Farmacoterapia:
• Cilostazol - inibidor da fosfodiesterase.
• Naftidrofuril .
Patologias arteriais
Obrigado!!!!