Você está na página 1de 21

Metodologia do

Projecto
Índice

1.  O Método
2.  As Actividades
3.  O Projecto
4.  Fases da Metodologia do Projecto
5.  Papel do Dirigente
6.  Notas soltas

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


1. O Método Escutista
Fonte: “Escutismo: um sistema educativo”, WOSM

“O Método Escutista é um enquadramento educativo completo,


composto por elementos que se interrelacionam e trabalham em
conjunto como um sistema, para fornecer aos jovens um ambiente
de aprendizagem rico e activo”

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


1. O Método Escutista
As 7 Maravilhas do Método

Educação
pela acção
Vida em
Vida na
Pequenos
Natureza
Grupos

Lei e
Promessa

Ambiente Progressão
Simbólico Pessoal

Relação
Educativa

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


1. O Método Escutista
As 7 Maravilhas do Método

Educação n  Lei e Promessa


pela acção

Vida na
Vida em n  Sistema de Patrulhas
Pequenos
Natureza
Grupos n  Progressão pessoal
Lei e
Promessa n  Mística e simbologia
Ambiente Progressão n  Natureza
Simbólico Pessoal

Relação
n  Educação pela acção
Educativa (actividades)
n  Apoio Adulto

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


2. Actividades Educativas
“As actividades são a parte mais visível do Programa;
representam o que os jovens fazem no Escutismo”
(Baden Powell)

Uma actividade é um conjunto de experiências que


proporciona a cada jovem a oportunidade de adquirir
conhecimentos, competências e atitudes que o/a levam a
atingir um ou mais objectivos educativos estabelecidos (RAP, WOSM)

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


2. As Actividades

Actividades fixas Actividades variáveis


n  carácter mais permanente (na n  a forma e conteúdo variam com
forma e no conteúdo) os interesses dos jovens
n  contribuem de uma forma geral n  permitem atingir claramente, um
para atingir os objectivos ou mais objectivos educativos
educativos
n  proporcionam experiências n  asseguram ir ao encontro dos
“tipicamente” escutistas (estão interesses dos jovens e das
“impregnadas” dos seus valores) necessidades da comunidade

Cerimónias, reuniões regulares na Sede, Reciclar papel, fazer uma expedição


manutenção de espaços de patrulha ou fotográfica, montar um espectáculo de
unidade, jogos, canções, Conselhos, marionetes, fazer uma apresentação
tradições... audio-visual, descer um rio... [as
constantes de projectos]

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


2. As Actividades
Das actividades aos projectos

Participação
dos Jovens

Duração e complexidade

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


3. O Projecto

O que é um Projecto?
Um conjunto determinado de acções interrelacionadas que
se planeiam e implementam com vista a atingir um
objectivo último num determinado prazo

No Escutimo: a principal “ferramenta”


utilizada para organizar diferentes
actividades visando um objectivo comum

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


3. O Projecto

Um projecto escutista...

n  …é um desafio\ colectivo,


n  …tem uma meta clara e um horizonte temporal
n  …envolve 4 Fases principais
n  …está baseado no uso do Método Escutista
n  …incorpora uma variedade de oportunidades de aprendizagem,
n  …tem em conta, interesses, talentos, capacidades e
necessidades distintas,
n  …procura que todos e cada jovem da patrulha ou unidade
esteja comprometido no atingir do objectivo através de esforço
pessoal

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


3. O Projecto

Valor educativo do Método do Projecto

n  Desenvolve a capacidade de dialogar e trabalhar em cooperação


com outros
n  Contribui para garantir genuina participação dos jovens nas
decisões que lhes dizem respeito e dá-lhes esse “treino”
n  Desenvolve a responsabilidade
n  Desenvolve o sentido de “propósito” (efeito motivador)
n  Permite a descoberta de talentos ou a sua busca
n  Permite treinar competências de diversa ordem
n  Cria hábitos de funcionamento “em projecto” (uteis para a vida
contemporânea)

Vantagem organizativa:
Sistematiza e dá coerência às actividades vividas
Identidade Escutista – Metodologia do Projecto
4. Fases da Metodologia do Projecto
Dirigentes +Cons Guias

Enriquecimento

Conselho de Equipas, Conselho de


EQUIPAS Grupo Conselhos de Grupo e Equipas
Grupo Guias, Comissões
Técncias

Idealização Avaliação e
Preparação Realização
e Escolha Celebração

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


4. Fases da Metodologia do Projecto
Fase 1: Idealização e Escolha

n  Motivação e orientação prévia (C.Guias)


Importância, o que apresentar…
n  Concepção (Patrulhas)
Espaço de participação e criatividade
n  Apresentação (Patrulhas/C.Grupo)
Oportunidade de expressão
n  Escolha (C.Grupo)
Treino da democracia

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


4. Fases da Metodologia do Projecto
[Enriquecimento]
Feito em 1ª análise pelos dirigentes
•  A valorização da actividade na sua globalidade
n  Que aspectos devem ser reforçados no projecto?
n  Que outros objectivos se podem incluir?
n  Que aspectos operacionais merecem especial atenção?
•  A valorização dos objectivos propostos
n  Que objectivos concretos se querem atingir (v. avaliação)
n  Que actividades se podem sugerir p ser adicionadas?
•  A impregnação na actividade dos valores escutistas
n  Que dimensões educativas se querem trabalhar com as acções?
n  Onde estão presentes os elementos do Método Escutista?
•  A exploração na actividade até ao limite possível do
progresso individual
n  Que “provas” podem ser trabalhadas?

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


4. Fases da Metodologia do Projecto
Fase 2: Preparação
Para quê? Porquê? O quê?
n  Em Conselho de Guias
Quando? Quem? Como? Onde?
§  Actividades
§  Ateliers
§  Tarefas e Missões
§  Responsabilidades
§  Calendário
§  Recursos (Humanos,
Financeiros, Materiais)
§  Contactos
n  Elaboração dum painel
final

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


4. Fases da Metodologia do Projecto
Fase 3: Realização

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


4. Fases da Metodologia do Projecto
Fase 4: Avaliação
n  É a fase de “extrair o sumo” ao que se viveu
n  Feita pelo Grupo e Patrulhas
n  Usar meios criativos e adequados (não é um exame)
n  Duas componentes essenciais:
Aspectos operacionais (como correu?)
Aspectos educativos (o que se adquiriu?)
n  Reconhecer o progresso feito (ligação com a celebração):
etapas de progresso, insígnias de competência…
n  Que pistas ficam para o futuro? (próximo Projecto?)

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


5. Papel do Dirigente

n  Estabelecer e manter uma parceria baseada na confiança


n  Disponibilizar orientações que garantam que o projecto é
concretizável
n  Incorporar oportunidades de aprendizagem
n  Assegurar progresso educativo a cada jovem
n  Assegurar que os diferentes elementos do Método
Escutista vão estando presentes (em particular os valores
expressos na Lei)
n  Ir cuidando da motivação e oferecendo apoio
n  Alertar para um ou outro aspecto operacional ou para os
timings
n  Ajudar a retirar as “lições” do que de bom e mau
aconteceu

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


6. Notas soltas

n  Uma Unidade não precisa de trabalhar com a Metodologia do


Projecto durante todo o ano; pode ser intercalado com um
programa de actividades – prever num Plano Anual da
Secção
n  A duração e complexidade do Projecto depende muito
da maturidade da Unidade e do maior ou menor à-vontade a
trabalhar desta maneira
n  O que as Patrulhas apresentam como propostas ao Grupo
não deve ser um “projecto acabado” e programado; deve
conter as grandes linhas do que consideram ser um
projecto aliciante para ser vivido por todos
n  Na Escolha de um Projecto, a solução “salada russa” (para
agradar a todos) é normalmente uma solução pobre; o
consenso deve ser procurado (sobre as ideias que estão
por trás do visível)

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


Fontes de interesse

Essenciais
§  Let’s do a Scout Project! – WOSM, 2000
§  Metodologias Educativas das secções – CNE
§  A Missão do Escutismo, WOSM, 2000

Complementares
§  RAP – Renewed Approach to Programme, WOSM, 2000
§  Pedagogia do Projecto – Manual do Dirigente nº1, CNE,
1993
§  O empreendimento - Manual do Dirigente nº10, CNE,
1996
§  Auxiliar do Chefe Escuta, Baden Powell
§  Project Management Guidelines, WAGGGS
§  Textos diversos de Unidades de Formação (CAP)

Identidade Escutista – Metodologia do Projecto


Metodologia do
Projecto

João Armando Gonçalves


www.caleidoscopio.online.pt

Interesses relacionados