Você está na página 1de 27

Composições Líricas

Mágicas e Religiosas: Orações e Responsos


Doze petições a Deus Nosso Senhor
(Não consegui registar as doze petições, de modo que transcrevo

seguidamente as dez que encontrei.)

O Vosso nome é Jesus de Nazaré,

Ainda espero morrer na vossa santíssima fé.

A Vossa sagrada coroa

Toda coroada de espinhos.

Tudo pelos nossos pecados


Sofreste tantos martírios.

O Vosso sagrado cabelo

É como fio de ouro. Em

troca dos meus pecados


Vale um grande tesoiro.

Os Vossos sagrados ombros

Denegridos como a madeira.

Tudo pelos meus pecados,

Senhor Deus tão verdadeiro.

A Vossa sagrada face

Toda cheia de chagas.

Tu pelos meus pecados

Sofreste tantos tormentos.


O Vosso sagrado peito

Estrepassado por uma lança.

Entre a minha alma por ela

Para bem-aventurança.

Os Vossos sagrados joelhos

De rodilha pela terra.

Entre a minha alma para


vós Dai-me salvação a ela.

Os Vossos sagrados pés

Alvos como a neve pura,

Vertendo rios de sangue

Pela rua da amargura.

Aquela mulher Verónica

Que Vos saiu ao caminho,

Vós de prémio lhe

deixaste O Vosso retrato

divino.

Estas petições quem as sabe, não as diz,

Quem as ouve, não as aprende,

Mas no dia do Juízo

Verá como se arrepende.


Da noite

Nesta cama me deito

Para dormir descansado,

Se a morte vier, não lhe posso falar,

Apego-me aos cravos,

Abraço-me à cruz,

Entrego minha alma

Ao Sagrado Coração de Jesus.

Encomendo-me a Jesus

E à flor em que nasceu

E à hóstia consagrada

E à cruz em que morreu.

Jesus é meu,

Eu sou de Jesus,

Jesus anda comigo,

Eu ando com Jesus.

Antes das refeições

Abençoai, Senhor, este alimento,

Para melhor Vos servir e amar.


Em nome do Pai, do Filho

E do Espírito Santo

Ámen.

Dou-Vos graças, meu Deus,

Pelos alimentos que me destes

Sem eu merecer.

Dai-me o céu quando eu morrer.

Em nome do Pai, do Filho

E do Espírito Santo

Ámen.

Da noite

Maria, minha Mãe,

Livrai-me do pecado, durante esta noite!

Pelo poder que vos

concedeu O Pai Eterno.

Ave-Maria.

Maria, minha Mãe,

Livrai-me do pecado, durante esta noite!

Pela sabedoria que vos

concedeu O Filho.

Ave-Maria.
Maria, minha Mãe,

Livrai-me do pecado durante esta noite!

Pelo amor que Vos

concedeu O Espírito Santo.


Ave-Maria.

Com Deus me deito,

Com Deus me levanto,

Com a graça de Deus

E do divino Espírito Santo.

Com Deus me deito,

Com Deus me levanto,

Nosso Senhor me cubra


Com o seu divino manto.

Ó meu Deus crucificado,

Filho da Virgem Maria,

Guardai-me esta noite

E amanhã por todo o dia.

Nem meu corpo será preso,

Nem minha alma perdida,

Jesus, Ave-Maria.
Com Deus me deito,

Com Deus me levanto,

Com a graça de Deus

E do divino Espírito Santo,

Que me cubra com o seu divino manto.

Se eu bem coberto for,

Não terei medo, nem temor.

Senhor, de mim quero a minha

alma A Vós entregar.

Se eu dormir, acordai-me,

Se eu morrer, alumiai-me

Com as três velas acesas

Da Santíssima Trindade.

Com Deus me deito,

Com Deus me levanto,

Com a graça de Deus

E do divino Espírito Santo,

Nossa Senhora me cubra

Com o seu divino manto.

Se eu com ele coberto for,

Não terei medo, nem temor,

Nem coisa que má for.


Ó divino Espírito Santo,

Vós que me esclareceis de tudo,

Que iluminais todos os meus

caminhos Para que eu possa atingir

a felicidade.

Vós que me concedeis o sublime dom

De perdoar as ofensas,

Ajudai-me a atingir a graça que vos imploro E que possa alcançar

A vida eterna Na

vossa companhia

E de Jesus e Maria.
Pai-Nosso, Ave-Maria e Glória.

Antes de qualquer acção

Ó Jesus, é por vosso amor,

Pela conversão dos pecadores

E em reparação pelos pecados

Cometidos contra o Imaculado

Coração de Maria.

Santa Maria, Santa Ana,

São José e São Joaquim,

Todos estes quatro Santos


Peçam ao Senhor por mim.

A Santa Bárbara

Santa Bárbara se vestiu e se calçou,

Ao caminho se botou,

Nosso Senhor a

encontrou E lhe

perguntou:

- Onde vais, ó Santa Bárbara?

- Vou espalhar as trovoadas

Onde não haja pão, nem vinho,

Nem beira nem eira,

Nem ramos de figueira,

Nem sinos a tocar,

Nem meninos a chorar,

Cordeiro na cruz, Salvai-

nos, Jesus.

Santa Bárbara se vestiu e se calçou,

Jesus Cristo a

encontrou E lhe

perguntou:
- Santa Bárbara, onde vais?

- Vou abrandar aqueles tormentinhos

Que andam no monte maninho,

Onde não haja bafo de menino,

Nem cordeirinhos a berrar,

Nem galos a cantar.

Livrar dos raios

Santa Bárbara donzilha,

Livrai-nos duma centilha.

Jesus Cristo será cravado

Na madeira de uma cruz.

Gloria ao padre, ámen, Jesus!

Cristo viva, Cristo reine,

Cristo nos salve.

Uma voz ouvi do céu

De sua real majestade.

Chagas abertas, corações feridos,

Deus nosso Senhor se meta

Entre nós e os perigosos.

Santa Bárbara bendita,

Que no céu está escrita


Com cruzes e água benta,

Ao Senhor do Horto

Senhor do Horto,

Foste vivo e foste morto,

Perdoaste na hora da tua morte,

Sendo ela tão cruel e tão forte.

Perdoai os meus pecados,

Uns esquecidos e outros lembrados

Que nunca os confessei,

Confesso-os a Vós

Para que me sejam perdoados

E eu possa atingir

A vida eterna

Na Vossa companhia e na da Virgem Maria.

Ao entrar na igreja

Nesta Casa Santa entrei,

Água benta tomarei

Pecados, ficai aqui,


Que eu vou dar conta de mim

Ao meu Senhor Jesus Cristo,

Já há muito que não vi.

Minhas orações ao bom Jesus entrego.

No dia da minha morte,

Pela salvação

Que espero.

Salve-rainha pequenina

Rosa divina,

Cravo de amor,

Mãe do Senhor

Dá-nos juízo

E entendimento

Para receber

O Santíssimo Sacramento.

Pai-nosso pequenino

Padre-nosso pequenino,

Quando Deus era menino


Tinha as chaves do paraíso.

Quem lhas deu,

Quem lhas daria?

Foi a Virgem Santa Maria.

Cruz no monte,

Cruz na fonte, Nunca o

diabo a encontre,
Nem de noite, nem de dia.

Já os galos pretos cantam,

Já os anjos se levantam,

Já o Senhor subiu à cruz.

Para sempre,

Ámen, Jesus.

Acção de graças

Dai-nos para toda a hora!

Que bom proveito nos faça,

Mantenha-nos Deus na sua divina graça.

Orações das sextas-feiras

Goivos Santos, goivos Santos,


Três dias antes da Páscoa,

Quando o rebentar do mundo

Por seus discípulos chamava,

Chamava um a um,

Para a par se lhe juntavam.

Desde que os via fartos,

Um sermão lhes praticara,

Olhavam uns para os outros,

A todos tremia a barba,

E aqueles que a barba não

tinham, Sua cor se lhe mudava.

- Qual destes meus doze

discípulos Morrerá por mim

amanhã?
Respondeu João Baptista

Que seu primo se

chamava: - Eu por Vós, ó

meu Senhor, Antes hoje

que amanhã. A tua morte

João Baptista

Estando nestas razões

Jesus Cristo caminhava

Descalcinho pela neve,


Rastos de sangue deixava,

Com uma soga na

garganta Por onde Judas

puxava. Cada vez que

Judas puxa, Jesus Cristo

ajoelhava.

Uma cruz leva aos seus ombros,

Mui pesada e muito dura,

Vinte palmos tem de lado,

Outros tantos tem de altura.

Aí vêm as três Marias,

Todas três numa campanha:

Uma era Santa Marta,

Outra era a Santa Madalena,

Outra era a Virgem Maria,

A que mais paixão levava.

Indo a meio do caminho,

Um cavaleiro encontrara amado,

Atreveu-se e procurou

Por seu filho tão amado.

- O seu filho, ó Senhora,

O seu filho tão amado,

De judias e judeus

Ele vai rodeado!


Uns iam-lhe cuspindo,

Outros que iam atrás

Pedras lhe iam atirando.

A Senhora, que tal ouviu,

Caiu ao chão desmaiada,

Santa Marta a erguerá,

Madalena a ajudará.

Indemos Indemos,

Até chegar ao Calvário.

Por mais depressa que cheguemos,

Já está crucificado,

Já tem os espinhos tirados

E os cravos colocados;

Já está em cima do madeiro

Onde há-de ficar crucificado.

O sangue dele corre,

Corre num cálice sagrado,

Aquele que beber

Será bem afortunado.

Neste mundo será

rei E no outro

coroado.

Maria, Mãe Imaculada de Jesus e nossa Mãe,


Aqui está nos teus joelhos,

Atribulados mas confiados,

Suplicando-vos humildemente.

São José e Maria,

Guardai a minha alma

Na última agonia.

Anjo da Guarda,

Minha companhia,

Guardai a minha alma

De noite e de dia.

Responso a Santa Helena

Santa Helena,

Rainha do Sena,

Moura foste,

Cristã te tornaste,

Por sobre as águas do mar andaste,

Com as onze mil virgens te encontraste,

Pão, peixe, salsa, com elas

ceaste, Dormiste e descansaste.


Com a cruz do Senhor

sonhaste, Onde sonhaste, lá a

encontraste.

Três cravos que ela tinha,

Todos três lhos tiraste:

Um deitaste ao mar

Para ser sagrado;

Outro deste ao vosso filho Constantino

Para que com ele vencesse as batalhas da fé;

Outro guardaste-o no vosso coração.

Que me declareis em sonho

verdade ou para bem, Dai-me

um sonho com:

Águas claras, casas caiadas, roupas lavadas

E jardins com flores;

Se for o contrário fazei com que eu sonhe com:

Águas escuras, casas sujas, roupa

suja E jardins sem flores.

Responso

(nome da pessoa).., eu te entrego a Jesus,


À sua Santíssima Cruz,
Ao Santíssimo Sacramento,

As três relíquias que ele tem dentro,

Às três missinhas de Natal

Que nem homem, nem mulher,

Nem coisa ruim te possa fazer mal.

Jesus, santo nome de Jesus,

Jesus, Maria, José, Virgem

Maria, Sejam contigo.

Jesus, santo nome de Jesus,

Jesus, Maria, José, Virgem

Maria, Sejam contigo.


Um Pai-Nosso e uma Ave-Maria.

Responso

(nome da pessoa), com as armas de Deus andas,

Armado com o leite de Nossa Senhora borrifado,

Jesus no teu corpo para que não sejas nem preso, nem ferido,

Nem morto, nem teu corpo envolto,

Nem tuas palavras mal dadas,

Nem tuas falas desprezadas.

Por caminhos e carreiros andarás,

Bons e maus encontrarás,

Os bons passarão,
Os maus não te encontrarão,

O Anjo da Guarda te guarde

Hoje, amanhã e todos os dias,

Assim como guardou o filho de

Deus No ventre divino da Virgem

Maria.

Um Pai-Nosso e uma Ave-Maria.

Talhar o ar

Deus te fez,

Deus te criou,

Deus te tire o mal

Que contigo entrou.

Ar de vivo,

Ar de morto,

Ar excomungado,

Sai deste corpo.

Ar de vivo,

Ar de morto,

Sai excomungado
Deste corpo.
Talhar o quebrante das dores de cabeça

Deus me fez,

Deus me criou,

Deus me desencanhe

Para quem me encontrou.

Defumar a casa dos males de inveja

O sol nasce na serra E mete-se

no mar. Todo o mal que nesta

casa entrou, Vá parar ao fundo

do mar.

Eu meu filho vou mostardar,

Para que nem bruxas,

Nem feiticeiras,

Lhe vão fazer mal.

Com três murros meus e três teus

E três de uma pata

E três de Maria Mateus

E três de uma velha candongueira,

Que levanta sete rasas de poeira,

Tudo para essa focinheira.


Eu te talho

Com palhas alhas,

Com seiscentas mil bugalhas,

Com a Maria palhas.

Impedir que o ar entre com quem diz

Tu és ferro,

Eu sou aço,

Tu és o diabo,

Eu te embasso. Todo o mal que

me querias deitar, Te caia no


teu regaço.

Tu és de ferro, Eu sou de

aço. Todo o mal que me

querias, Te caia no teu

regaço.

Responso de Santo António para encontrar objectos


perdidos
Se milagres desejais,
Recorrei a Santo António;
Vereis fugir o demónio
E as tentações infernais.

Recupera-se o perdido.
Rompe-se a dura prisão
E no lugar do furacão
Cede o mar embravecido.

Todos os males humanos


Se moderam se retiram,
Digam-no aqueles que o viram,
E digam-no os lusitanos.

Recupera-se o perdido.
Rompe-se a dura prisão
E no auge do furacão
Cede o mar embravecido.

Pela sua intercessão


Foge a peste, o erro, a morte,
O fraco torna-se forte
E torna-se o enfermo são.

Recupera-se o perdido.
Rompe-se a dura prisão
E no auge do furacão
Cede o mar embravecido.

Glória ao Pai, e ao Filho, e ao Espírito Santo.

Recupera-se o perdido.
Rompe-se a dura prisão
E no auge do furacão
Cede o mar embravecido.

Rogai por nós, bem-aventurado António.


Para que sejamos dignos das Promessas de Cristo.

Responso de Santo António (2):


Bendito e louvado seja Santo António,

sol brilhante que em Lisboa, França e Itália, deu luz a mais rutilante:

ó beato Santo António, que ao monte Sinai subiste;

o teu Santo Breviário perdeste,

em busca dele voltaste mui triste

e uma voz do céu ouviste:

acharás;

em cima dele Jesus Cristo vivo, três coisas lhe pedirás:

Agradeça a Santo António pela graça concedida.

Oração a São para Causas Justas e Urgentes


Meu Santo Expedito das Causas Justas e Urgentes,
Socorrei- me nesta Hora de Aflição e Desespero,
intercedei por mim junto ao Nosso Senhor Jesus Cristo.Vós que sois um Santo
Guerreiro.
Vós que sois o Santo dos Aflitos.
Vós que sois o Santo dos Desesperados,
Vós que sois o Santo das Causas Urgentes,
Protegei-me, Ajudai-me, Dai-me Força, Coragem e Serenidade.

Atendei ao meu pedido (pedir a graça desejada).


Ajudai-me a superar estas Horas Difíceis,
protegei-me de todos que possam me prejudicar,
Protegei a Minha Família, atendei ao meu pedido com urgência.
Devolvei-me a Paz e a Tranqüilidade.
Serei grato pelo resto de minha vida e levarei seu nome a todos que tem fé.
Santo Expedito, rogai por nós.

Amém.

(Rezar 1 Pai Nosso, 1 Ave Maria e fazer o sinal da cruz)

Oração a São Silvestre contra os inimigos


Ó São Silvestre, grande lutador em defesa da fé e dos humildes,
que desbarataste os infiéis seguidores de deuses pagãos,
que venceste as batalhas contra os mouros e contra os do islão,
que feriste e abrandaste o vosso coração emperdenido,
que em vida domaste serpentes venenosas, pítons e voadoras,
sê meu pastor.

São Silvestre, guardai-me dos perigos e defendei-me na fé,


que contra mim não haja feitiço, nem erva daninha,
nem pós e nem pedras que me peguem.
Livrai-me das insídias dos inimigos
que contra mim tramam à sombra, à treva,
com o vosso poder, todos ele virão, pedir-me perdão.
Pela glória da luz
Pela força das águas
Pela pureza do fogo
pelo canto do ar.
Que assim seja, assim será.
Ámen.

Oração para afastar a pobreza


(Fazer o sinal da Cruz)
Gloriosa Rainha Santa Isabel, venho pedir-Vos a Vossa protecção,
a vós que nunca deixastes de atender a todos
os que recorriam ao Vosso bondoso coração.
O amor de Jesus inflamava o Vosso espírito do mal,
ardente amor cristão, levando-Vos à prática diária da caridade,
dando amparo a todos os que recorriam a vós Santa Isabel,
Rainha de Portugal.
Cheio de confiança no Vosso poder e merecimento perante o Altíssimo,
eu Vos peço, dignai-Vos proteger-me a mim e à minha família
contra as incertezas da existência.
Peço-Vos, Senhora, que estejamos eu e a minha família
amparados pela Vossa protecção
e que possamos sempre estar ao abrigo de privações e de embaraços,
que jamais, com a graça de Deus e com o Vosso auxílio,
falte o pão e o alimento à nossa mesa.
Ámen.

(Rezar um Pai Nosso e três Avé Marias)

Oração a São Jorge para abrir caminhos


Ó meu São Jorge, meu Santo Guerreiro e protetor, invencível na fé em Deus, que
por ele sacrificou-se, traga em vosso rosto a esperança e abre os meus caminhos.
Com sua couraça, sua espada e seu escudo, que representam a fé, a esperança e a
caridade.
Eu andarei vestido, para que meus inimigos tendo pés não me alcancem, tendo
mãos não me peguem, tendo olhos não me enxerguem e nem pensamentos possam
ter, para me fazerem mal. Armas de fogo ao meu corpo não alcançarão, facas e
lanças se quebrarão sem ao meu corpo chegar. Cordas e correntes se arrebentarão
sem o meu corpo tocar. Ó Glorioso nobre cavaleiro da cruz vermelha, vós que com
a sua lança em punho derrotaste o dragão do mal, derrote também todos os
problemas que por ora estou passando
Ó Glorioso São Jorge, em nome de Deus e de Nosso Senhor Jesus Cristo, estendei-
me seu escudo e as suas poderosas armas, defendendo-me com a vossa força e
grandeza dos meus inimigos carnais e espirituais.
Ó Glorioso São Jorge, ajudai-me a superar todo o desânimo e a alcançar a graça que
agora vos peço

(Faça o seu pedido)

Ó Glorioso São Jorge, neste momento tão difícil da minha vida, eu te suplico para
que o meu pedido seja atendido e que com a sua espada, a sua força e o seu poder de
defesa eu possa cortar todo o mal que se encontra em meu caminho.
Ó Glorioso São Jorge, dai-me coragem e esperança, fortalecei minha fé, meu ânimo
de vida e auxiliai-me em meu pedido.
Ó Glorioso São Jorge, traga a paz, amor e a harmonia ao meu coração, ao meu lar e
a todos que estão em minha volta.
Ó Glorioso São Jorge, pela fé que em vós deposito, guiai-me, defendei-me e
protegei-me de todo o mal. Amém.