Você está na página 1de 41

CURRÍCULO

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO

PLANEJAMENTO DE ENSINO, PLANEJAMENTO ESCOLAR E


PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO.

1
LISTA DE QUESTÕES: CURRÍCULO
1. (CEFET-AL - 2013 - IF-AL) A concepção de currículo, pautada no
multiculturalismo, reconhece as diferentes situações sociais e repertórios culturais
presentes nas salas de aula e nas relações de poder. O currículo nessa perspectiva
parte do reconhecimento dessas diferenças, da heterogeneidade cultural. Para tanto
é necessário, dentre outros aspectos, que:

a) A escola reviva os valores e as normas ocidentais tradicionais;


b) As propostas curriculares não reconheçam a diversidade cultural a partir dos
hiatos produzidos pelas diferenças de ideias e de crenças;
c) A escola crie as condições para que todos participem da produção e da
reinvenção de significados e de valores;
d) A escola possa aderir a um projeto cultural nacional que valorize a
homogeneidade de pensamento, crenças e sentimentos;
e) Os materiais didáticos que materializam o currículo escolar sejam produzidos,
selecionados e utilizados a partir de um ideário nacional;

2. (FMP - 2013 – PGJ/AC) O currículo é peça central para que a Escola cumpra
sua função educadora. Nesse sentido, é preciso que, ao construí-lo, a instituição
escolar observe alguns cuidados, como os que estão apresentados a seguir:

I – indique estratégias de enfrentamento e superação a todas as formas de racismo


e discriminação.
II – defina meios de combate a todas as formas de naturalização e estigmatização
das diferenças.
III – ponha em discussão entre seus pares se o discurso da igualdade, de que muitos
educadores são portadores (somos todos iguais), não mascara uma visão
etnocêntrica do homem e da humanidade.
IV – considere-o uma atividade produtiva em que tem maior valor o que as pessoas
fazem com ele do que aquilo que ele (o currículo) faz com as pessoas.

Considere os cuidados apontados e assinale a opção correta.


2
(A) apenas I e II.
(B) apenas I e III.
(C) apenas I, II e III.
(D) apenas II, III e IV.
(E) Apenas III e IV.

3. (FUMARC – 2013 – AGADEPOL) O currículo é considerado um mecanismo


por meio do qual a escola define o plano educativo para a consecução do projeto
global de educação de uma sociedade, realizando, assim, sua função social.
Considerando o currículo na perspectiva crítica da educação, é CORRETO
afirmar:

(A) O currículo é a expressão da harmonia de valores dominantes inerentes ao


processo educativo.
(B) O currículo é uma realidade objetiva que inviabiliza intervenções, uma vez que
o conteúdo é condição lógica do ensino.
(C) O currículo é um fenômeno escolar que se desdobra em uma prática
pedagógica expressa por determinações do contexto da escola.
(D) O currículo reflete uma proposta educacional que inclui o estabelecimento da
relação entre o ensino e a pesquisa, na perspectiva do desenvolvimento profissional
docente.

4. (FCC – 2013 – FHEMIG) Numa concepção crítica de currículo, é


imprescindível que o professor:

(A) padronize o tempo de aprendizagem de cada tópico de conteúdo para poder de


fato desenvolver o ensino planejado.
(B) elabore uma grade curricular a partir dos manuais da instituição e da
metodologia construtivista.
(C) prepare atividades adequadas à capacidade de aprendizagem de cada grupo de
educandos.
(D) crie espaços de diálogo para que o educando possa contribuir na organização
curricular.
(E) conheça melhor as técnicas e dinâmicas de ensino que levam à eficiência da
3
aprendizagem.

(CESPE – 2013 – MPU) Ainda no que se refere ao currículo, julgue os itens


seguintes, com base nos postulados da pedagogia crítica.

5. O currículo deve ser reduzido ao nível prático da instrução. (


) certo ( ) errado

6. Compete ao gestor escolar acompanhar a implementação do currículo no


cotidiano da escola.
( ) certo ( ) errado

7. Conforme os postulados da pedagogia crítica, o currículo deve ser uma


construção social realizada mediante um processo dialético.
( ) certo ( ) errado

8. (ESAF – 2013 – PECFAZ) A respeito do assunto Currículo e Diversidade,


trabalhado pelo MEC, classifi que os itens em Verdadeiro (V) ou Falso (F) e
assinale a opção correta.

( ) Certos saberes que não encontram um lugar defi nido nos currículos ofi ciais
podem ser compreendidos como uma ausência ativa e, muitas vezes,
intencionalmente produzida.
( ) Há, na educação brasileira, uma monocultura do saber, que privilegia o saber
científico (transposto didaticamente como conteúdo escolar) como único e
legítimo.
( ) Os movimentos sociais, conquanto sujeitos políticos, podem ser vistos como
produtores de saber. Este tem sido considerado enquanto tal pelo campo
educacional.
( ) A inserção da diversidade nos currículos implica compreender as causas
políticas, econômicas e sociais de fenômenos como etnocentrismo, racismo,
sexismo, homofobia e xenofobia.
( ) Há diversos conhecimentos produzidos pela humanidade que ainda estão
ausentes nos currículos e na formação dos professores.
4
a) F, V, V, V, V
b) V, V, F, V, V
c) V, F, F, V, V
d) F, V, V, F, V
e) V, F, V, F, V

9. (ESAF – 2013 – PECFAZ) A relação Currículo e Diversidade está presente na


maior parte dos documentos escolares, além de ser encontrado na regulação do
setor educacional. Assinale a opção que melhor completa a sentença: Assumir a
diversidade do currículo significa:

a) entender as diferenças e ressaltá-las em sua comunidade, diferenciando dos


demais conhecimentos socialmente reconhecidos como significativos.
b) aceitar as diferenças e assumi-las enquanto atitude humana e socialmente
constituída.
c) posicionar-se contra as diversas formas de exclusão, dominação e
discriminação.
d) assumir o ensino de um conjunto de diferenças como parte das disciplinas.
e) descaracterizar a temporalidade e a organização espacial dos saberes.

10. (ESAF – 2013 – PECFAZ) Do ponto de vista cultural, a diversidade pode ser
entendida como a construção histórica, cultural e social das diferenças. As
diferenças são também construídas pelos sujeitos sociais ao longo do processo
histórico e cultural, nos processos de adaptação do homem e da mulher ao meio
social e no contexto das relações de poder. Sendo assim, mesmo os aspectos
tipicamente observáveis, que aprendemos a ver como diferentes desde o nosso
nascimento, só passaram a ser percebidos dessa forma, porque nós, seres humanos
e sujeitos sociais, no contexto da cultura, assim os nomeamos e identificamos. Em
relação ao conceito de diversidade e sua relação com o currículo, assinale a opção
incorreta.

a) A diversidade é permitida na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional


– LDB n. 9.394/96 em função da possibilidade de intervenção das regiões e suas
especificidades na criação do currículo escolar.
5
b) Conviver com as diferenças é construir relações de respeito e de interpelações
que irão contribuir para um espaço hierarquicamente diferenciado entre os
participantes.
c) A presença da parte diversificada no currículo das escolas acaba por ocupar
lugar menor na relação hierárquica com os demais conhecimentos.
d) A diversidade, presente em boa parte dos currículos, aparece nos documentos
como um tema, deixando de ser um eixo central de orientação curricular.
e) A forma como a diversidade é colocada na LDB, apesar de importante, ainda é
insuficiente em relação às necessidades do tema e sua relevância social.

11. (IF-SP - 2012 - IF-SP) Para a Professora Maria Ciavatta, o currículo deve
“enfocar o trabalho como princípio educativo, no sentido de superar a dicotomia
trabalho manual/trabalho intelectual, de incorporar a dimensão intelectual ao
trabalho produtivo, de formar trabalhadores capazes de atuar como dirigentes e
cidadãos.” (CIAVATTA, 2005, p. 84). O texto resume o currículo chamado:

a) multicultural.
b) tradicional.
c) tecnicista.
d) integrado.
e) bisimensional.

12. (IF-SP - 2012 - IF-SP) Assinale a alternativa que apresenta uma


determinação legal que se aproxima mais do movimento curricular designado por
vários autores como multiculturalismo.

a) Obrigatoriedade do estudo da história e cultura afro-brasileira e indígena.


b) Obrigatoriedade de estudos de Língua Portuguesa e Matemática.
c) Inclusão de Filosofia e Sociologia em todas as séries da educação básica.
d) Obrigatoriedade de Educação Física nos currículos dos cursos superiores.
e) Inclusão de Música como componente obrigatório no ensino médio.

13. (IF-SP - 2012 - IF-SP) O teórico espanhol Gimeno Sacristán afirma que ... a
6
realidade não se reduz ao que parece evidente de forma mais imediata: é preciso
esquadrinhar nela, descobrir o que não está evidente. (...) Ao lado do currículo que
se diz estar desenvolvendo, expressando ideais e intenções, existe outro que
funciona subterraneamente, que se denomina .
Na experiência prática que os alunos / as têm se misturam ou interagem ambos; é
nessa experiência que encontramos o currículo real.”

Assinale a alternativa que preenche corretamente a lacuna.


a) prescrito.
b) oculto.
c) linear.
d) geral.
e) avaliado.

14. (CONSULPLAN - 2012 - TSE ) A incorporação, no currículo, de questões


tais como ética, saúde, meio ambiente, orientação sexual e pluralidade cultural,
segundo os PCN’s (1997) deve ser realizada a partir de:

a) uma abordagem transversal que integre todas as temáticas relacionadas.


b) criação de disciplinas específicas para cada tópico específico.
c) desenvolvimento das disciplinas de Ciências, História e Geografia.
d) criação de uma disciplina integradora que contemple ciência e cultura.

15. (CONSULPLAN - 2012 - TSE ) A teoria curricular apresenta diferentes


conceitos que ajudam a definir o termo currículo que tanto pode ser entendido
como curso, carreira, quanto designar as várias atividades educativas por meio das
quais os conteúdos são desenvolvidos. Dentre as possíveis definições, o termo
currículo oculto significa que:

a) ensina-se e aprende-se muito mais do que se supõe.


b) procura-se uma identidade para o conteúdo curricular.
c) o que se ensina é o que se aprende de fato.
d) seleciona-se mais conteúdos do que se ensina.

7
16. (CONSULPLAN - 2012 - TSE ) O currículo tem um papel tanto de
conservação quanto de transformação e construção dos conhecimentos
historicamente acumulados. A perspectiva teórica que trata o currículo como um
campo de disputa e tensões, pois o vê implicado com questões ideológicos e de
poder, denomina-se

a) tecnicista.
b) crítica.
c) tradicional.
d) pós-crítica.

17. (CONSULPLAN - 2012 - TSE ) Os elementos constitutivos de uma proposta


curricular são:

a) para que, como e quando ensinar e avaliar.


b) o que, quando e como ensinar e avaliar.
c) por que, para que e como ensinar e avaliar.
d) o que, para que e como ensinar e avaliar.

18. (FCC - 2011 - TRT - 23ª REGIÃO/MT) Numa abordagem sociológica e


crítica, o currículo pressupõe:

a) As dimensões técnicas, voltadas para questões relacionadas a procedimentos,


estratégias e métodos.
b) Implicações nas relações de poder, com visões sociais particulares,
produzindo identidades individuais.
c) Planejamento científico das ações pedagógicas, de modo a evitar que o
comportamento e o sentimento se desviem de metas e padrões predefinidos.
d) Produção de significações e sentidos da prática cultural no campo da
transformação das relações de poder.
e) Organização das diferentes áreas do conhecimento na definição da grade
curricular.

8
(CESPE – 2011 – TJ/ES) Diante do ideal de construir uma sociedade que garanta
o direito à igualdade para todos, a escola, o currículo e a docência são obrigados a
se indagar e tentar superar toda prática e toda cultura seletiva, excludente,
segregadora e classificatória na organização do conhecimento, dos tempos e
espaços, dos agrupamentos e dos educandos, e também na organização do convívio
e do trabalho dos educadores e dos educandos. (A. F.
B. Moreira (Org.). Indagações sobre currículo: currículo, conhecimento e cultura.
MEC: Secretaria de Educação Básica. Brasília, 2007, p. 12 - com adaptações).
Tendo o texto acima como referência inicial, julgue os itens seguintes, acerca
dos currículos.

19. Nos últimos anos, o referente ético do direito passou a fazer parte da
organização dos currículos escolares, pois os educadores e os educandos estão
passando a verem-se e reconhecerem-se como sujeitos de direitos.
( ) certo ( ) errado

20. O respeito à diversidade e a busca pela superação das desigualdades devem


ser elementos primordiais na elaboração e execução do currículo escolar.
( ) certo ( ) errado

21. A LDB determina que os currículos da educação básica tenham uma base
nacional comum, a ser complementada, em cada sistema de ensino e
estabelecimento escolar, de acordo as características regionais e locais da
sociedade, da cultura, da economia e da clientela.
( ) certo ( ) errado

22. De acordo com os principais teóricos brasileiros sobre o currículo, o trabalho


coletivo dos profissionais da educação para a construção de parâmetros de sua ação
profissional é insignificante na elaboração do currículo escolar.
( ) certo ( ) errado

9
23. (VUNESP - 2011 - SAP-SP) Currículo significa as experiências escolares que
se desdobram em torno do conhecimento, em meio a relações sociais, e que
contribuem para a construção das identidades de nossos estudantes; associa-se,
assim, ao conjunto de esforços pedagógicos desenvolvidos com intenções
educativas. Por outro lado, a palavra currículo também tem sido empregada para
indicar efeitos alcançados na escola, que não estão explicitados nos planos e nas
propostas, o chamado currículo oculto, que envolve :

I. os rituais e práticas;
II. as relações hierárquicas;
III. as regras e procedimentos;
IV. os planos institucionais.

São verdadeiras as afirmações contidas em:

a) I e II, apenas.
b) II e III, apenas.
c) III e IV, apenas.
d) I, II e III, apenas.
e) I, II, III e IV.

24. (COPEVE-UFAL - 2011 - UFAL) Os estudos sobre Currículo apresentam


uma discussão estabelecida entre o currículo escolar oficial e o currículo oculto.
Segundo SILVA (1999), o que se aprende no currículo oculto são
fundamentalmente atitudes. Neste sentido, o currículo oculto constitui-se
(Assinale a opção correta).

a) das orientações dadas pelas famílias.


b) dos comportamentos adquiridos pelos alunos, mediados pelos
conhecimentos escolares.
c) de um conjunto de disciplinas definidas para curso de um período seletivo.
d) do estabelecimento das relações sociais da escola entre professores e alunos,
alunos e alunos, administradores e alunos.
e) de ensinamentos que crianças e jovens precisam para se confrontar com a
realidade.
10
25. (COPEVE-UFAL - 2011 - UFAL) Do ponto de vista etimológico, a palavra
Currículo deriva da palavra latina curros (carros, carruagem) e de suas variações.
Começou a ser empregada na literatura geral norte-americana em meados do
século XIX, para designar processo de vida e desenvolvimento. Segundo Vilar
(1998), o currículo pode assumir os significados seguintes:

Faça a associação correta.

1. Currículo prescrito.
2. Currículo apresentado.
3. Currículo trabalhado.
4. Currículo traduzido.
5. Currículo concretizado.

( ) Conjunto dos meios elaborados por diferentes instâncias com o objetivo de


apresentar uma interpretação do currículo prescrito.
( ) Conjunto das tarefas escolares que corporizam as decisões curriculares,
anteriormente assumidas.
( ) Consiste na planificação curricular no âmbito da escola, configuram os
significados e conteúdos das decisões e propostas.
( ) Consiste no conjunto de efeitos cognitivos, afetivos, morais, sociais etc.
( ) Trata-se do resultado das decisões assumidas pela administração do sistema
educativo.

Assinale a sequência correta, de cima para baixo:

a) 2, 3, 5, 4, 1.
b) 3, 2, 4, 1, 5.
c) 3, 1, 2, 4, 5.
d) 2, 3, 4, 5, 1.
e) 2, 4, 3, 5, 1.

11
26. (COPEVE-UFAL - 2011 - UFAL) Assinale V onde for verdadeiro e F onde
considerar falso.

( ) O currículo é um processo educativo, não uma etapa programada.

( ) O currículo é um programa de estudos onde existem relações pessoais.

( ) O currículo propicia uma transformação que na esfera pessoal chamamos de


desenvolvimento.
( ) O sentido principal do currículo é levar as pessoas a aprender em saberes,
valores, competências e habilidades.

Assinale a sequência correta, de cima para baixo

a) V V F V
b) V F V F
c) V V F F
d) F F V F
e) V F F V

12
GABARITO

1. C
2. C
3. D
4. D
5. E
6. C
7. C
8. B
9. C
10. B
11. D
12. A
13. B
14. A
15. A
16. B
17. B
18. D
19. C
20. C
21. C
22. E
23. D
24. D
25. D
26. E

13
LISTA DE QUESTÕES PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO

(CESPE – 2013 – DEPEN) Em relação ao projeto político-pedagógico, julgue os itens


a seguir.
1. Para a elaboração de um projeto político-pedagógico que se torne instituinte, ou seja,
que proponha mudanças na instituição escolar, deve-se considerar o instituído, o que já
existe na cultura organizacional da escola: a sua história, os seus currículos, os seus
métodos, o conjunto dos seus atores internos e externos e o seu modo de vida.

( ) certo ( ) errado

2. São funções do projeto político-pedagógico: diagnóstico e análise da realidade,


definição de objetivos e eixos norteadores, determinação de atividades e
responsabilidades a serem assumidas, além da avaliação dos processos e resultados
previstos.

( ) certo ( ) errado

3. Por ser instrumento norteador do trabalho a ser desenvolvido pela instituição


escolar, o projeto político-pedagógico deve conter análises da realidade institucional
que abranjam sua historicidade bem como os contextos sociais, culturais, econômicos
e geográficos, além do perfil da comunidade local e da organização interna da escola e
da sala de aula.

( ) certo ( ) errado

4. Entre as finalidades do projeto político-pedagógico inclui-se a promoção da gestão


escolar pautada no trabalho coletivo, de forma que se eliminem as práticas autoritárias
e competitivas no interior da instituição.

( ) certo ( ) errado

5. Consoante o disposto na LDB, é facultativa a participação do professor na


elaboração da proposta pedagógica da escola.

( ) certo ( ) errado
6. (FUNCAB - 2013 - SEDUC-RO) Quanto ao Projeto Político-Pedagógico, é
INCORRETO afirmar que ele:
14
a) deve ser democrático.
b) precisa ser construído coletivamente.

c) confere identidade à escola.

d) explicita a intencionalidade da escola.

e) mostra-se abrangente e imutável.

7. (FUNDEP – 2013 – ESPMG) Vasconcelos (1995), ao tratar dos conceitos e


metodologia de elaboração do Projeto Político Pedagógico, aponta que ele é composto
de três grandes partes articuladas entre si: Marco Referencial, Diagnóstico e
Programação. Considerando-se o exposto por esse autor acerca do processo de
elaboração do Projeto Político-Pedagógico, é CORRETO afirmar que:

A) o marco operativo é o estabelecimento das finalidades político-pedagógicas da


instituição.

B) a programação é a realização das ações previstas a partir dos dados sobre a


instituição.

C) o marco referencial é a busca do posicionamento político e pedagógico da


instituição.

D) o diagnóstico constitui no direcionamento das dificuldades vividas pela


instituição para sua política de ensino.

8. (FMP – 2013 – PGJ/AC) A Escola deve preocupar-se não em fazer o possível,


mas em fazer o melhor possível. Essa preocupação deve estar evidente no Projeto
Político-Pedagógico (PPP), sobre o qual podemos fazer afirmações como as que
seguem. Marque com V as que forem verdadeiras e com F as falsas.

( ) Três são os pilares que devem sustentar a construção do PPP: o ético-político-


ideológico; o epistemológico e o didático-metodológico. ( ) O PPP é o principal
instrumento de autonomia da Escola.
( ) A construção do PPP requer a participação somente do Diretor e da Equipe
Pedagógica na etapa de planejamento; dos professores e alunos, quando da
operacionalização e do Conselho Escolar na etapa de avaliação.
( ) O PPP, para ser executado, precisa ser desdobrado, respectivamente, na Proposta ou
Plano Curricular, em Planos de Estudo por série ou nível e em Planos Didáticos.
( ) A validade do Projeto Político-Pedagógico é no máximo de dois anos.
15

Assinale a alternativa que contém a sequência correta de V/F.


(A) V, V, V, F, F.
(B) V, V, F, V, F.
(C) V, F, V. V, F.
(D) F, V, V, V, F.
(E) F, F, V, V, V.

9. (FGV – 2013 – TJ/AM) “A avaliação do projeto político-pedagógico é um ato


dinâmico que qualifica e oferece subsídios ao projeto político-pedagógico.” Assinale a
alternativa que apresenta a sequência correta de ações que envolvem a avaliação do
projeto político-pedagógico (PPP).

(A) A descrição e a problematização da realidade escolar, a compreensão crítica da


realidade descrita e problematizada e a proposição de alternativas de ação.

(B) A descrição do sentido do trabalho da escola, a compreensão crítica da realidade


descrita e problematizada e a proposição de alternativas de ação.

(C) O levantamento das expectativas em relação ao trabalho docente, a


compreensão crítica da realidade descrita e problematizada e a proposição de
alternativas de ação.

(D) A descrição e a problematização da realidade escolar, a compreensão crítica da


realidade descrita e problematizada e o levantamento das finalidades do trabalho
docente.

(E) O levantamento das finalidades do trabalho docente, a compreensão crítica da


realidade descrita e problematizada e a proposição de alternativas de ação.

10. (FUMARC – 2013 – ACADEPOL) A estrutura básica da elaboração do


Projeto Político Pedagógico na linha do Planejamento Participativo é composta de três
grandes elementos, a saber:

(A) racionalização – diagnóstico – programação.

(B) marco referencial – diagnóstico – programação.

(C) marco referencial – diagnóstico – racionalização.

(D) programação – marco referencial – racionalização. 16


11. (FUMARC – 2013 – ACADEPOL) São finalidades do Projeto Político
Pedagógico:

I. Ajudar a construir a uniformidade, superar o caráter das práticas em educação.

II. Resgatar a intencionalidade da ação, possibilitando a (re)significação do


trabalho.

III. Ser um instrumento de transformação da realidade.

IV. Ser um canal de participação efetiva, superar as práticas autoritárias e/ou


individualistas.

Estão CORRETOS apenas os itens:

(A) I e III;

(B) I, II e IV.

(C) II e IV.

(D) II, III e IV.

12. (CESPE – 2013 – MPU) A proposta de formulação de um projeto político


pedagógico surgiu como meio de superação do paradigma tecnicista.

( ) certo ( ) errado

13. (CESPE – 2013 – MPU) O projeto político-pedagógico é um modelo de gestão


compartilhada que preconiza a redefinição das funções estratégicas dos atores sociais
envolvidos na educação, como professores, comunidade, direção e coordenação
pedagógica.
( ) certo ( ) errado

14. (CESPE – 2013 – MPU) Por ser expressão da cultura organizacional, o projeto
político pedagógico expressa os valores e as crenças daqueles que o elaboram, assim
não permite alterações durante sua vigência.

( ) certo ( ) errado

17
15. (ESAF – 2013 – PECFAZ) O Projeto Político Pedagógico – PPP reúne o
conjunto de aspirações de uma unidade escolar, envolvendo objetivos que deseja
alcançar, metas a cumprir e sonhos a realizar. A respeito deste assunto, classifique as
afirmativas abaixo em Verdadeiro (V) ou Falso (F) e assinale a opção correta.

( ) É um guia que indica a direção a seguir para o grupo de gestores escolares.


( ) É um documento importante e por isto pouco modificável.
( ) Revela as intenções da escola e sua forma de educar.
( ) É pedagógico porque define e organiza as atividades e os projetos educativos.
( ) É projeto porque reúne propostas de ação concreta a executar.
a) F, F, V, V, V

b) V, F, V, F, V

c) F, V, F, V, F

d) F, F, V, F, V

e) V, V, V, F, F

16. (ESAF – 2013 – PECFAZ) “O projeto busca um rumo, uma direção. É uma
ação intencional, com um sentido explícito, com um compromisso definido
coletivamente. Por isso, todo projeto pedagógico da escola é, também, um projeto
político por estar intimamente articulado ao compromisso sociopolítico com os
interesses reais e coletivos da população majoritária.” (VEIGA, 2002) A respeito do
tema Projeto Político Pedagógico e tendo a afirmação de Veiga como referência,
escolha o item que mais se relaciona ao conceito.
a) A construção do projeto político-pedagógico, para manter a organização do
trabalho pedagógico, passa pela reflexão sobre os princípios indicando os percursos e
fortalecendo o que já foi realizado.

b) A construção do projeto político-pedagógico passa pelas finalidades, pela


estrutura organizacional, pelo currículo, pelo tempo da gestão, pelo processo de decisão,
pelas relações de trabalho e pela avaliação.

c) A construção do projeto político-pedagógico requer continuidade das ações,


centralização, democratização do processo de tomada de decisões e instalação de um
processo direcionado de avaliação de cunho emancipatório.

d) A construção do projeto político-pedagógico é um instrumento de luta, é uma


forma de relacionar-se à fragmentação do trabalho pedagógico e sua rotinização, à
dependência e aos efeitos do poder autoritário.

e) A construção do projeto político-pedagógico parte dos princípios de igualdade,


qualidade, liberdade, gestão democrática e valorização do magistério, alicerçados nas
regulações nacionais. 18
17. (CESPE - 2012 - TJ-RO) São princípios norteadores do projeto político-
pedagógico (PPP), entre outros,
a) liberdade ou autonomia e qualidade política em detrimento da técnica.

b) igualdade de condições no ponto de partida e gestão democrática.

c) igualdade de condições e liberdade ou autonomia.

d) qualidade política em detrimento da técnica e gestão democrática.

e) igualdade de condições no ponto de partida e gestão democrática.

18. (CESPE - 2012 - TJ-RO) Projeto político-pedagógico elaborado de acordo


com a concepção de educação emancipatória pressupõe.
a) currículo homogêneo e avaliação voltada para o sucesso escolar.

b) primazia da qualidade formal.

c) currículo homogêneo e ação consciente e organizada.

d) avaliação voltada para o sucesso escolar e autonomia construída.

e) autonomia construída e primazia da qualidade formal.

19. (CESPE - 2012 - PRF ) No projeto pedagógico, definem-se,


independentemente do contexto sociopolítico em que esteja inserida a instituição
escolar, as ações educativas e as características necessárias para que a escola alcance
seus objetivos de aprendizagem, de modo a evitar prejuízos à formação dos estudantes.
( ) certo ( ) errado

20. (COPESE - UFT - 2012 - DPE-TO) Sobre o Projeto Político Pedagógico da


Escola é correto afirmar, EXCETO:

a) É uma forma de organização do trabalho pedagógico da escola que facilita a


busca de melhoria da qualidade do ensino.
b) Sua organização se dá em dois níveis: no da escola como um todo, o que
envolve sua relação com o contexto social imediato; e no da sala de aula, incluindo as
ações do professor na dinâmica com seus alunos.
c) Visa a qualidade em todo o processo vivido pela escola. É um rearranjo formal
da instituição escolar.
d) A elaboração necessita de um referencial que o fundamente; os alicerces estão
nos pressupostos de uma teoria pedagógica viável, que parta da prática social e do
compromisso de solucionar as deficiências institucionais.
21. (COPESE - UFT - 2012 - DPE-TO) Sobre os princípios que orientam 19 a
elaboração do Projeto Político Pedagógico da Escola é correto afirmar,
EXCETO:

a) Como forma de organização do trabalho da escola, fundamenta-se nos


princípios que norteiam a escola democrática, laica e paga.

b) A igualdade de condições para acesso e permanência na escola é outro


princípio, pois os alunos já são desiguais no ponto de partida e a escola é permeável aos
mecanismos de discriminação e exclusão que existem na sociedade.

c) Gestão democrática é um princípio consagrado na Constituição e abrange as


dimensões pedagógica, administrativa e financeira.

d) Valorização do magistério é um princípio central na discussão do Projeto


Pedagógico. A qualidade de ensino e o sucesso na tarefa de educar estão intimamente
relacionados à formação - inicial e continuada; às condições de trabalho - recursos
didáticos, físicos, humanos e materiais, número de alunos na sala de aula e à
remuneração docente.

(CESPE – 2011 – CORREIOS) A respeito do projeto político-pedagógico


(PPP), julgue os itens a seguir:

22. O PPP caracteriza-se por ser um documento estritamente administrativo, no


qual devem estar expressos os objetivos de aprendizagem, as metas das instituições
educativas bem como os métodos pedagógicos para o cumprimento do currículo.

( ) certo ( ) errado

23. A elaboração do PPP compete aos gestores públicos, que devem observar não só a
legislação educacional vigente, mas também as aspirações da sociedade
contemporânea, no estabelecimento das concepções pedagógicas que fundamentarão as
ações educacionais, de cuja execução devem participar apenas os profissionais das
instituições educativas.

( ) certo ( ) errado

24. O PPP deve refletir as prioridades da instituição escolar articuladas às ações


educativas previstas, cuja intencionalidade também deve ser explicitada nesse
documento.

( ) certo ( ) errado

25. 20
As concepções de autonomia e de gestão democrática devem ser contempladas
no PPP.
( ) certo ( ) errado

21
GABARITO

1. C

2. C

3. C

4. C

5. E

6. E

7. C

8. B

9. A

10. B

11. D

12. C

13. C

14. E

15. A

16. E

17. C

18. D

19. E
22
20. C
21. A

22. E

23. E

24. C

25. C

23
LISTA DE QUESTÕES: PLANEJAMENTO DE ENSINO,
PLANEJAMENTO ESCOLAR E PLANEJAMENTO PARTICIPATIVO.

1. (CEFET-AL - 2013 - IF-AL) O planejamento é definido como um processo de


previsão de necessidades e racionalização de emprego dos meios materiais e dos
recursos humanos disponíveis, a fim de alcançar objetivos concretos, em prazos
determinados e em etapas definidas. Em relação ao planejamento educacional, é correto
afirmar que:

A - Planejar significa determinar os limites do homem, circundando-o num viver


estabelecido em prol dos resultados da aprendizagem.

B -Planejar o processo educativo é planejar o que está definido, porque a educação é


um processo cujos resultados podem ser totalmente determinados e escolhidos.

C- O planejamento educativo, partindo da realidade e sendo dirigido pelas normas e


necessidades da sociedade, estabelece princípios mistificadores e dominadores.

D- O planejamento educacional deve refletir sobre o tipo de educação necessária para


a integração e desenvolvimento do homem em sociedade, atendendo às concepções e
perspectivas econômicas do sistema capitalista.

E- O planejamento educacional não pode estar limitado por uma visão individualista,
que procure conformar o ser humano a um sistema de restritas visões, sem que as suas
necessidades básicas sejam satisfeitas. Assim, é preciso planejar uma educação que,
pelo seu processo dinâmico, possa ser criadora e libertadora.

(CESPE - 2013 – DEPEN) O planejamento voltado à educação implica


intencionalidade educativa. Acerca do processo de planejamento, julgue os itens
subsequentes.

2. Os interesses, desejos, ideologias e propostas dos educadores influenciam o


planejamento de ensino, uma vez que as visões de mundo e de sociedade desses
profissionais se consolidam no ato de planejar os objetivos e metas de ensino.

( ) certo ( ) errado

3. O principal objetivo do planejamento de ensino é garantir o cumprimento dos


conteúdos estabelecidos na grade curricular.

( ) certo ( ) errado 24
4 O planejamento em educação abrange os níveis educacional, curricular e de
ensino. O PNE insere-se no nível educacional, por abranger o sistema de ensino,
prevendo os rumos da educação na perspectiva do desenvolvimento tanto da sociedade
quanto do indivíduo.

( ) certo ( ) errado

5. (Gestão de Concursos - 2013 – BHTRANS) De acordo com Lopes (1993), são


características do planejamento educacional participativo e transformador,

EXCETO:

A) A ação de planejar implica a participação ativa de todos os elementos envolvidos no


processo de ensino, preservando-se a divisão do trabalho pedagógico.

B) Um planejamento exige uma postura docente comprometida, não só com o


pedagógico, mas também com o social, pois planejar não é uma atividade neutra.

C) O planejamento deve priorizar a busca da unidade entre teoria e prática e estar


voltado para atingir o fim mais amplo da educação.

D) O planejamento deve partir da realidade concreta (aluno, escola, contexto social) e


a ela retornar numa ação dialética.

6. (FUMARC – ACADEPOL- 2013) O Pedagogo, ao organizar o planejamento


das ações pedagógicas nas instituições de ensino, deve promover ações que contemplem
as discussões propostas pelos Temas Transversais, devido à sua relevância na vida
social dos sujeitos. Nesse sentido, o papel do Pedagogo no planejamento se justifica
por:

(A) contribuir para a manutenção dos objetivos e conteúdos que compõem o currículo.

(B) utilizar estratégias pedagógicas centradas em um currículo disciplinar e


homogeneizante, que desconsidera as relações entre as diversas áreas do
conhecimento.

C) priorizar as peculiaridades regionais em detrimento de uma cultura nacional,


elaborando e implementando projetos, cujos temas transversais foram previamente
definidos pela direção da escola.

D) estabelecer objetivos pedagógicos e orientações didáticas capazes de


desenvolver atitudes e valores que transcendam o âmbito específico das disciplinas,
com a finalidade de promover a formação crítica e reflexiva. 25
7. (FCC – FHEMIG- 2013) São dimensões do Planejamento Participativo
(F) gestão democrática, trabalho coletivo e compromisso com a transformação
social.
(G) propósito organizacional esclarecido e análise sistemática dos pontos fortes e
fracos da organização.
(H) procedimentos e modelos estruturados, controle da realidade para as mudanças
planejadas.
(I) diagnóstico técnico, modelos exitosos a serem adaptados e sugestões de amplos
setores.
(J) cogestão, planejamento estratégico e seleção de pessoas qualificadas.

8. (FCC – FHEMIG- 2013) Considerando os tipos de planejamento: normativo


prescritivo e estratégico, pode-se afirmar que:

(A) ambos apresentam perspectiva determinista do futuro, com a presunção de que é


possível controlá-lo, sem levar em conta os condicionantes políticos e sociais.
(B) o modelo de planejamento estratégico parte da análise e compreensão da situação,
da conjuntura política, econômica e social, seus limites e possibilidades, com visão
sistêmica do todo social.

(C) o modelo normativo-prescritivo estabelece os objetivos, a partir do diagnóstico


físico, como desenho do desejo coletivo de futuro e do ponto de chegada determinado.
(D) ambos consideram a participação ativa dos envolvidos, os saberes profissionais
e conhecimentos especializados disponíveis como insumos ao trabalho do planejador.
(E) ambos respondem aos mesmos objetivos, diferindo apenas nos aspectos técnicos
de organização e consequente dispêndio de tempo para a formulação do Plano.

(CESPE – MPU – 2013) Acerca do processo de planejamento, julgue os


itens a seguir.

9. O planejamento de ensino restringe-se ao momento de elaboração dos planos de


trabalho pelo educador.

( ) certo ( ) errado

10. O planejamento escolar abrange as funções de diagnóstico, definição de objetivos,


determinação de atividades e avaliação dos processos.

( ) certo ( ) errado
26
(CESPE – MPU – 2013) No que diz respeito ao planejamento participativo,
julgue os itens que se seguem.
11. O foco exclusivo do planejamento participativo é a democratização das
decisões.

( ) certo ( ) errado

12. De acordo com o planejamento participativo, deve-se estabelecer um conjunto de


providências a serem tomadas pelo gestor, formuladas com base em métodos
quantitativos e qualitativos, com o intuito de modificar determinada situação.

( ) certo ( ) errado

13. O planejamento participativo distingue-se por seu caráter tradicionalista.

( ) certo ( ) errado

14. Planejamento participativo e planejamento estratégico apresentam


características comuns no que concerne à gestão dos processos escolares.

( ) certo ( ) errado

15. O planejamento participativo é fundamentado nos princípios democráticos,


segundo os quais deve haver a participação de toda a comunidade envolvida nos
processos de decisão.

( ) certo ( ) errado

(CESPE – MPU – 2013) Com relação a objetivos, conteúdos e planejamento de


ensino, julgue os itens:

16. Em uma perspectiva tradicional de planejamento, ao realizar o planejamento de


ensino de sua disciplina, o professor deve traçar objetivos gerais e específicos, devendo
estes ser alcançáveis em menor tempo que aqueles e explicitar desempenhos
observáveis.

( ) certo ( ) errado

17. 27
Considere que, devido à proximidade de ocorrência do vestibular, um professor
do terceiro ano do ensino médio, com o intuito de ministrar toda a matéria prevista para
sua disciplina, formulou o planejamento de ensino de sua turma com base em dois
pressupostos: a turma é homogênea no tocante aos pré-requisitos e à capacidade de
aprendizagem e as características individuais de cada aluno podem ser desconsideradas.
Em face dessas informações, é correto afirmar que, do ponto de vista pedagógico, os
pressupostos assumidos pelo professor são adequados à situação, pois, ainda que alguns
alunos não consigam acompanhar as aulas, o interesse coletivo deve prevalecer sobre o
individual.

( ) certo ( ) errado

18. Em um fluxograma de elaboração de planejamento, têm-se, sequencialmente,


os seguintes passos (embora existam outros passos): conhecimento da realidade;
determinação dos objetivos; seleção e organização dos conteúdos.

( ) certo ( ) errado

(CESPE - CESPE - 2012- PRF ) No que se refere a planejamento


participativo, julgue os itens a seguir.

19. Em um planejamento participativo governamental, devem ser consideradas três


fases relativamente à participação local: a legitimação, que exige uma capacidade
mobilizatória, a efetividade, que prevê a unificação e ampliação das pautas, e a
institucionalização, que cria novas estruturas de gestão.

( ) certo ( ) errado

20. São princípios fundantes do planejamento participativo o empoderamento dos


participantes e das arenas de disputa e pactuação, a comunicação e transparência de
procedimentos e os mecanismos de monitoramento e avaliação de resultados
autoconstituídos.

( ) certo ( ) errado

21. O planejamento participativo, que não se restringe a uma ferramenta de


administração ou à transformação de todas as atividades organizacionais em processos
gerenciais, deve prever não só o que deve ser feito, mas também os motivos pelos quais
se deve fazer algo.

( ) certo ( ) errado

22. O diagnóstico consiste na etapa inicial do processo de planejamento 28


participativo, tendo por finalidade o levantamento de problemas na organização.
( ) certo ( ) errado

23. O processo participativo é suficiente para garantir a eficácia da ação coletiva,


dadas sua dimensão política e ideológica e sua relação com a realidade global da
instituição.

( ) certo ( ) errado

24. (CESPE - 2012 - TJ-RO) Assinale a opção correta acerca do planejamento


participativo.
a) Dado o caráter democrático do planejamento participativo, a presença de um
coordenador ou mediador compromete ou invalida seu processo de elaboração.

b) A concepção de totalidade da realidade a ser transformada por meio das ações


do planejamento é pressuposto estruturante desse método.

c) A neutralidade é característica fundante dos instrumentos gerenciais utilizados


na avaliação externa das ações previstas no planejamento participativo.

d) A elaboração do planejamento participativo deve fundamentar- se no princípio


da centralidade do orçamento, para se assegurar a implementação bem-sucedida das
ações nele previstas.

e) A formação de grupos homogêneos favorece a consecução das etapas do


planejamento, pois inibe o aparecimento de conflitos.

25. (CESPE - 2012 - TJ-RO) Com relação às características e funções do


planejamento de ensino, assinale a opção correta.
1 O exercício de planejar se traduz como uma antecipação da prática, permitindo
aos profissionais da escola prever ações que possam levar aos resultados almejados.
2 O planejamento de ensino consiste no resumo das atividades didáticas da escola.

3 O planejamento da disciplina não inclui a avaliação; esta deverá fazer parte de


outro momento pedagógico.

4 Os objetivos essenciais do planejamento de ensino são organizar, dirigir e


controlar os serviços necessários à educação.

5 O planejamento de ensino contempla a ação de dispor elementos dentro de


condições operativas que conduzam a fins determinados.
26. ESPE - 2012 - TJ-RO) Acerca do planejamento de ensino, assinale a opção
correta.
29
1. O planejamento do ensino, a ser seguido por todos, será elaborado por um grupo
eleito pela comunidade escolar.

2. Para o bom andamento do trabalho da escola, é importante planejar primeiro para


executar depois.

3. Recursos didáticos são meios materiais e humanos que auxiliam professor e alunos
na promoção da aprendizagem.

4. A ação educativa deve guiar os interesses dos alunos.

5. Procedimentos de ensino são comportamentos que visam à aquisição do hábito de


estudar.

27 (COPESE - UFT - 2012 ) Acerca do planejamento participativo, analise as


assertivas e marque a alternativa CORRETA:

I. Procura a conciliação de ideias entre o planejamento e a participação usando uma


metodologia que exige compromisso e a responsabilidade de todos nas decisões;

II. Possui sua base no entendimento de ciência como produto, busca do provável e
comparável;

III. A ênfase conceitual está assentada na crença de planejamento como instrumento de


eficiência administrativa;

IV. Não dispensa a coordenação que exerce papel de liderança visando articular e
catalisar os diferentes interesses e potenciais, no sentido de que cada parte
envolvida tenha uma forma de participação nas deliberações e se responsabilize
pelos resultados;

a Todas as assertivas estão corretas.


b Somente uma das assertivas é correta.
c Somente duas assertivas são corretas.
d Somente três assertivas estão corretas.

27. (COPESE - UFT - 2012) Sobre as concepções de planejamento participativo é


INCORRETO afirmar:
30
1. É de fato uma tendência, uma escola, dentro de um campo de propostas de
ferramentas para intervir na realidade.

2. Ele foi desenvolvido para instituições, grupos e movimentos que não têm como
primeira tarefa ou missão aumentar o lucro, competir e sobreviver, mas contribuir para
a construção da realidade social.

3. Parte da verificação de que não existe participação real em nossas sociedades e


tem clareza que isso é consequência natural das injustiças destas mesmas sociedades.

4. Propõe-se como ferramenta para instituições, grupos, movimentos e, para isso,


constrói um conjunto de conceitos, de modelos, de técnicas e de instrumentos que
permitam utilizar processos científicos e ideológicos e organizar a participação para
intervir na realidade, na direção conjuntamentemente estabelecida.

29. (COPESE - UFT - 2012) Acerca dos elementos presentes na construção do


planejamento participativo é CORRETO afirmar:
I. Marco situacional diz como o grupo percebe a realidade global e seus problemas,
desafios e esperanças;

II.Marco doutrinal, expressa a utopia social o “para que direção nos movemos” do
grupo;

III. Marco operativo expõe as opções, em termos ideais, em relação ao campo de ação
e à instituição e fundamenta esta opção em teorias;

IV. Realidade institucional existente, não se inclui no plano, mas é necessário conhecê-
la para elaborar o diagnóstico;
Todas as assertivas são verdadeiras.
Todas as assertivas são falsas.
As assertivas I, II e III são verdadeiras.

Somente a assertiva I é falsa.

30. (CONSULPLAN - 2012 – TSE) O planejamento educacional se organiza em três


planos:
I. Marco referencial; 31
II. Diagnóstico;
III. Programação.
IV. Cada plano se desdobra em dimensões. Considerando o marco referencial
como o nível macro do planejamento, afirma-se que ele se subdivide em três
dimensões.

Assinale-as.
a) Situacional, política e pedagógica.
b) Organizativa, dos objetivos e das estratégias.
c) Pedagógica, dos programas e das normas.
d) Intenções educativas, curriculares e pedagógicas.

31. (CONSULPLAN - 2012 – TSE) Um planejamento que valoriza a aquisição de


estratégias cognitivas de ordem superior e o papel do sujeito como responsável por sua
própria aprendizagem está relacionado a uma perspectiva metodológica que tem como
central o trabalho com:
a) projetos de trabalho.
b) instruções programadas.
c) aulas expositivas.
d) exercícios de ensaio e erro.

32. (CONSULPLAN - 2012 – TSE) O planejamento de ensino é um instrumento


de trabalho essencial para a ação educativa e cumpre funções importantes porque:

a) motiva a reflexão sobre a prática, uma vez que se constitui em uma atividade
essencialmente técnica.

b) sendo uma projeção para o futuro, as linhas mestras ficam estabelecidas desde
o começo de sua execução.

c) proporciona segurança ao professor, uma vez que pressupõe flexibilidade e


dinamismo para as ações planejadas.

d) permite o enriquecimento profissional, pois não é afeito à improvisação e a


criatividade, posto que existe um modelo que deve ser seguido.

33. (FUNCAB - 2012 - MPE-RO) Que tipo de planejamento apresenta a seguinte


definição: “é a previsão dos conhecimentos a serem desenvolvidos e das atividades a
serem realizadas em uma determinada classe, durante um certo período de tempo,
geralmente durante o ano ou semestre letivo”?

a) Planejamento de unidade.
b) Planejamento educacional. 32
c) Planejamento de aula.
d) Planejamento de curso.
e) Planejamento escolar.

34. (FUNCAB - 2012 - MPE-RO) Ao planejar suas estratégias pedagógicas, o


professor deve levar em consideração as características:

a) cognitivas e motoras.
b) motoras e emocionais.
c) psicossociais e cognitivas.
d) emocionais e cognitivas.
e) motoras e psicossociais.

35. (FCC - 2012 - TJ-PE) Para garantir um bom planejamento didático-


pedagógico das atividades e avaliação dos processos educativos é importante que o
educador defina

a) com clareza os objetivos das atividades, a partir da realização de diagnósticos


dos saberes dos alunos, e desenvolva periodicamente processos avaliativos.
b) a metodologia a ser utilizada durante as atividades e realize a avaliação ao final
do ano letivo com o objetivo de verificar o que foi aprendido pelos alunos.
c) os instrumentais de avaliação a serem utilizados com antecedência e possa
aplicá-los durante todo o processo educativo.

d) os materiais a serem utilizados e implemente processos de autoavaliação, com


o objetivo de auxiliar os alunos em novas aprendizagens.

e) os conteúdos procedimentais e atitudinais a serem desenvolvidos e realize a


avaliação ao final do ano letivo para verificar quais conteúdos foram assimilados pelos
alunos.

33
GABARITO

1. E

2. C

3. E

4. C

5. A

6. D

7. A

8. B

9. E

10. C

11. E

12. E

13. E

14. E

15. C

16. C

17. E
34
18. C
19. C

20. C

21. C

22. E

23. E

24. B

25. A

26. C

27. C

28. C

29. A

30. A

31. A

32. B

33. D

34. C

35. A

35
A estrutura da LDB
A Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional tem 92 artigos, divididos em
9 títulos. São eles:
1. Da Educação.
2. Dos Princípios e Fins da Educação Nacional.
3. Do Direito à Educação e do Dever de Educar.
4. Da Organização da Educação Nacional.
5. Dos Níveis e das Modalidades de Educação e Ensino.
6. Dos Profissionais da Educação.
7. Dos Recursos financeiros.
8. Das Disposições Gerais.
9. Das Disposições Transitórias.
A LDB disciplina a educação escolar e orienta os princípios de funcionamento
da educação no país. Por isso é tão cobrada em concursos públicos na área de
educação.
Os princípios da Educação
Boa parte das questões de concurso sobre a LDB focam na parte principiológica
da Lei. Detalhes mais específicos (como o financiamento da educação)
dificilmente caem.
Se você entender o “espírito” da LDB já tem boas chances de acertar questões.
Por isso vale a pena conhecer os Princípios e Fins da Educação, que são 13:
 Igualdade de condições para o acesso e permanência na escola.
 Liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e divulgar a cultura, o pensamento, a
arte e o saber.
 Pluralismo de idéias e de concepções pedagógicas.
 Respeito à liberdade e apreço à tolerância.
36
 Coexistência de instituições públicas e privadas de ensino.
 Gratuidade do ensino público em estabelecimentos oficiais.
 Valorização do profissional da educação escolar.
 Gestão democrática do ensino público, na forma desta Lei e da legislação dos
sistemas de ensino.
 Garantia de padrão de qualidade.
 Valorização da experiência extra-escolar.
 Vinculação entre a educação escolar, o trabalho e as práticas sociais.
 Consideração com a diversidade étnico-racial.
 Garantia do direito à educação e à aprendizagem ao longo da vida.
Como eu disse… Não precisa necessariamente memorizar cada princípio, mas
compreender os valores que eles defendem.
Os deveres do Estado com a Educação
Para solidificar o entendimento do “espírito” da LDB, veja quais são os deveres
do Estado com Educação:
 Educação básica obrigatória e gratuita dos 4 (quatro) aos 17 (dezessete) anos de
idade, organizada da seguinte forma: a) pré-escola; b) ensino
fundamental; c) ensino médio.
 Educação infantil gratuita às crianças de até 5 (cinco) anos de idade.
 Atendimento educacional especializado gratuito aos educandos com deficiência,
transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação,
transversal a todos os níveis, etapas e modalidades, preferencialmente na rede
regular de ensino.
 Acesso público e gratuito aos ensinos fundamental e médio para todos os que
não os concluíram na idade própria.
 Acesso aos níveis mais elevados do ensino, da pesquisa e da criação artística,
segundo a capacidade de cada um.
 Oferta de ensino noturno regular, adequado às condições do educando.
 Oferta de educação escolar regular para jovens e adultos, com características e
modalidades adequadas às suas necessidades e disponibilidades, garantindo-se
aos que forem trabalhadores as condições de acesso e permanência na escola.
37
 Atendimento ao educando, em todas as etapas da educação básica, por meio de
programas suplementares de material didático-escolar, transporte, alimentação e
assistência à saúde.
 Padrões mínimos de qualidade de ensino, definidos como a variedade e
quantidade mínimas, por aluno, de insumos indispensáveis ao desenvolvimento
do processo de ensino-aprendizagem.
 Vaga na escola pública de educação infantil ou de ensino fundamental mais
próxima de sua residência a toda criança a partir do dia em que completar 4
(quatro) anos de idade.

38

GABARITO
26. C

27. C

28. C

29. C

30. E

31. E

32. C

33. B

34. A

35. B

36. D

37. C

38. C

39. E

40. A

41. E

42. C 39
43. D

44. E

45. C

46. A

47. E

48. E

49. C

50. C

40
41

Você também pode gostar