Você está na página 1de 11

Bases de Gestão para

Engenharia

Aula 3 - A organização
INTRODUÇÃO

Nesta aula, você irá reconhecer a importância da organização como uma função administrativa e que ela é, a priori,
definida na fase do planejamento, enfatizando que a estratégia deve preceder à estruturação das empresas.

Assim, vamos descrever a estrutura organizacional das empresas e suas possíveis variações em razão do tamanho e da
estratégia de cada uma. Você também ira definir o conceito de Amplitude Administrativa e como ele se aplica nas
empresas.
Além disso, serão mostrados os mecanismos de especialização vertical e horizontal que ocorrem nas organizações em
resposta às exigências internas e externas.

OBJETIVOS

Reconhecer a importância da organização como uma função administrativa.

Compreender a estrutura organizacional das empresas e suas possíveis variações.

Reconhecer o conceito de Amplitude Administrativa.

A partir do planejamento, segue-se a organização.

Uma vez planejada, torna-se necessário dar estrutura e configuração à ação empresarial como um todo.

A organização é um sistema social, em que se destacam os conceitos de organização formal


e informal com seus respectivos elementos.

A função organização abrange dividir, integrar e coordenar as atividades e os recursos organizacionais.

O desenho organizacional é influenciado por:

Características do ambiente de tarefa da empresa (clientes, fornecedores, concorrentes e grupos reguladores);

Tecnologias;

Objetivos;

Estratégias;

Tamanho da empresa.
Além disso, considera entradas, estruturas, funções e saídas do sistema empresarial como uma totalidade.

O desenho organizacional não é só um meio para implementar uma estratégia empresarial, mas uma parte importante
dela.

As principais características do desenho organizacional são:


Fonte da Imagem:

Pode ser horizontal, vertical ou por meio de tarefas especializadas

Fonte da Imagem:

Pode ser pela distribuição do poder formal, do poder de tomar decisões ou pela distribuição física de serviços

Fonte da Imagem:

Pode ser por meio do cargo, do fluxo de trabalho ou de regras


Fonte da Imagem:

Pode ser por meio da hierarquia administrativa, autoridade formal, objetivos e planos, departamentalização, assessoria,
comissões e forças-tarefa, regras e procedimentos, papéis integradores, arranjo físico ou arquitetura, sistemas de
avaliação e recompensas e sistemas de seleção e desenvolvimento de pessoal

O desenho organizacional é afetado pelos objetivos empresariais, pela tecnologia utilizada, pelo ambiente de tarefa e pela
estratégia empresarial.

Um ou outro desses fatores pode prevalecer sobre os demais, mas todos eles, em conjunto, contribuem
sistematicamente para as escolhas estratégicas do tipo de desenho.

Observe o esquema, a seguir:

ORGANIZAÇÃO
Em que níveis organizacionais as empresas se estruturam?

Estratégico, decisorial, e gerencial


Estratégico, comportamental e operacional
Estrutura, intermediário e chão de fábrica
Estratégico, tático e operacional
Nenhuma das alternativas acima

Justificativa
A partir de agora, você irá reconhecer alguns modelos de desenho organizacional.

Um dos modelos é o organograma. Ele representa a organização formal, configurada na estrutura que foi delineada,
apresentando os diversos setores, suas posições e respectivas interdependências, além de escala hierárquica,
comunicações, vinculação e subordinação.

Os modelos mais importantes de desenho organizacional são:

Estrutura matricial, adhocracia e estrutura em rede são mais alguns modelos de desenho organizacional. Cada um
desses tipos de estrutura organizacional apresenta características próprias, com vantagens e desvantagens.

Veja, a seguir, um pouco mais sobre as estruturas em rede, matricial e adhocracia:

ESTRUTURA EM REDE

Constitui um tipo de estrutura com elevada flexibilidade, mobilidade, horizontalidade e conectividade que permite a
virtualização do negócio. Normalmente, volta-se para uma representação do essencial, que se desdobra para uso interno,
detalhando suas subunidades.

Organizações não se limitam às suas fronteiras internas, estabelecem parcerias com clientes e fornecedores, assim
como alianças estratégicas com concorrentes.
ESTRUTURA MATRICIAL

É uma decorrência da complexidade e da incerteza que reinam no ambiente externo da empresa.

Esse tipo de estrutura precisa ajustar-se e responder cada vez mais rapidamente às solicitações externas do seu
ambiente para poder sobreviver e ser bem-sucedida nos seus negócios e objetivos.

ADHOCRACIA

Representa um novo tipo de estrutura altamente maleável, flexível e mutável, como resposta às rápidas e profundas
mudanças que ocorrem no ambiente.

Fonte: Pressmaster / Shutterstock

As formas tradicionais de estruturas, baseadas na hierarquia e na divisão funcional do trabalho, tais como as estruturas lineares e
funcionais, estão se tornando mais raras como formas únicas de representação.

Entretanto, nas representações de grandes estruturas, divisionais ou em matriz, os ingredientes das composições
tradicionais continuam aparecendo para mostrar faces relevantes dos sistemas.

Muito se tem comentado sobre as novas formas de arquitetura organizacional, ressaltando-se a necessidade da criação
de desenhos representativos da nova realidade da empresa.

Autores como Tom Peters tem falado de organizações inteligentes, empresa autodesenhada e organizações em rede e
virtuais. Esses são modelos descritivos que procuram traduzir as tendências atuais no mundo das organizações e vêm
influenciando os conceitos de Management.

Percebe-se que, para alguns desses modelos, não são divulgadas formas definidas de representação gráfica, mesmo
porque são meramente conceituais.

O tamanho da organização é uma importante faceta do desenho organizacional, porém a amplitude de controle é a
responsável pelo fato da configuração organizacional ser achatada ou alongada. A amplitude de controle é influenciada
por vários fatores e deve adequar-se às operações e tarefas da empresa.

Você sabe como costumam ser as configurações globais das empresas?

O desenho departamental está relacionado com a estrutura organizacional dos departamentos ou divisões da empresa,
isto é, com o esquema de diferenciação e de integração no nível intermediário da empresa.

Essa diferenciação pode ocorrer de duas formas: vertical e horizontal.

Explicação: A diferenciação vertical ocorre pelo arranjo hierárquico das unidades e posições na empresa (cadeia
escalar), ao passo que a diferenciação horizontal ocorre pelo desdobramento de diversos departamentos ou divisões
especializadas dentro de um mesmo nível hierárquico.

A palavra departamento designa uma área, uma divisão ou um segmento distinto de uma empresa sobre o qual o
administrador tem autoridade.

O desempenho departamental decorre da diferenciação de atividades dentro da empresa, obedecendo ao princípio da


homogeneidade, e também é denominado departamentalização.

Os tipos de departamentalização mais frequentes, são:

DEPARTAMENTALIZAÇÃO FUNCIONAL
Consiste no agrupamento das atividades e tarefas de acordo com as funções principais desenvolvidas dentro da
empresa.

DEPARTAMENTALIZAÇÃO POR BASE TERRITORIAL


Baseia-se no princípio de que todas as atividades que se realizam em determinado território devem ser agrupadas e
colocadas sob as ordens de um mesmo responsável.

DEPARTAMENTALIZAÇÃO POR PRODUTOS OU SERVIÇOS


Neste tipo de departamentalização, são agrupadas na mesma unidade as pessoas relacionadas com o mesmo produto
ou linhas de produtos.

DEPARTAMENTALIZAÇÃO POR PROCESSO


Também conhecida como departamentalização por processo de produção, é frequentemente utilizada nas empresas
industriais nos níveis mais baixos da estrutura organizacional, criando unidades relativas às distintas fases do processo
de produção.
DEPARTAMENTALIZAÇÃO POR CLIENTELA
Consiste em agrupar as pessoas de acordo com o projeto no qual estão envolvidas em um determinado momento. As
pessoas recebem atribuições temporárias, uma vez que os projetos têm data de início e término. Terminado o projeto, as
pessoas são deslocadas para outras atividades.

EXERCÍCIO
Enquanto a departamentalização por clientela envolve a diferenciação e agrupamento das atividades da empresa de
acordo com o tipo de clientes para o qual o trabalho é executado, no sentido de alcançar a máxima satisfação do cliente,
a departamentalização por localização geográfica requer diferenciação e agrupamento de atividades de acordo com o
local onde o trabalho é desempenhado.

Ambas as afirmativas estão corretas.


A primeira afirmativa está errada e a segunda está correta.
Ambas as afirmativas estão erradas.
A segunda afirmativa está errada e a primeira está correta.

Justificativa
A departamentalização pode ser ainda:

As opções departamentais decorrem de critérios de interdependência entre os departamentos envolvidos


(interdependência do fluxo do trabalho, do processo, de escala, além de interdependências sociais entre as pessoas
participantes).

Novos formatos organizacionais — como as organizações temporárias ou adhocracias — estão surgindo para enfrentar a
mudança e a incerteza dela decorrente.

CADEIA DE COMANDO

Em toda organização formal existe uma hierarquia que divide em camadas ou em níveis de autoridade.

Esta hierarquia é chamada cadeia de comando, e especifica que a autoridade deve passar do topo até o último elemento
da hierarquia organizacional, identificando quem deve responder a quem.

O conceito está associado a um princípio clássico de administração, o princípio da unidade de comando: “Cada
subordinado reporta apenas a um único superior hierárquico”.

Assim, as decisões sobre cadeia de comando dizem respeito à distribuição de autoridade a pessoas ou unidades na
organização. Nas organizações contemporâneas, esse princípio cada vez menos observado.

DELEGAÇÃO

  É o processo relacionado à descentralização, usado para transferir autoridade e responsabilidade para os
membros organizacionais em níveis hierárquicos inferiores.
  A delegação implica em mais autonomia para os membros organizacionais.

  A delegação pode constituir um risco se a pessoa não for competente ou se for irresponsável, não
correspondendo às expectativas de quem transferiu a autoridade e a responsabilidade.

  A delegação não se refere apenas à transferência da execução de tarefas, mas também à transferência da
autoridade.

  A transferência da responsabilidade e de autoridade não reduz a responsabilidade da pessoa que a transfere,
ela continua respondendo aos administradores de nível superior.

  O estilo de gestão adotado em uma empresa, assim como sua própria natureza, também definirá o seu grau de
formalização (burocracia).

Quanto maior a formalização, maior a presença de normas de conduta, rotinas, procedimentos, formulários e documentos para
comprovar atividades, métodos e processos rígidos para atender à legislação vigente.

EXERCÍCIO
Entre as razões para acelerar o processo de descentralização da autoridade nas empresas, podemos citar:

A crescente complexidade dos problemas administrativos.


A empresa como um organismo passível de permanecer estático.
A simplicidade das empresas que se tornam cada vez maiores.
A dificuldade de se encontrar bom senso.
Todas as alternativas acima.

Justificativa
ATIVIDADES
Questão 1 - Para que um planejamento possa ter sucesso, não se deve deixar de prever:
A estratégia do negócio, sua missão, visão e valores.
Os objetivos estratégicos e os seus desdobramentos em metas quantificáveis.
Os responsáveis e os prazos para o cumprimento de cada etapa.
Os indicadores ou instrumentos de avaliação que informarão se o planejado e o realizado estão necessitando de ajustes
contingenciais.
Todas as alternativas acima estão corretas.

Justificativa

Questão 2 - Os planos operacionais podem ser desdobrados em:

Procedimentos, orçamentos, programas e regulamentos.


Procedimentos, folhas de pagamentos, informativos e e-mails.
Orçamentos, regras, regulamentos e resultados.
Orçamentos, procedimentos, decisões e vendas.
Nenhuma das alternativas acima.

Justificativa

Questão 3 - Sobre os benefícios esperados do planejamento, podemos dizer que:

Estimula a mudança na forma de pensar e agir dentro das organizações e com os companheiros de trabalho.
Identifica áreas que exigem decisões e garante que a devida atenção lhe será dispensada, tendo em vista os resultados
esperados.
Facilita a mudança organizacional durante a execução dos planos estabelecidos, através de uma comunicação adequada e
apropriada.
Incentiva a utilização de modelos organizacionais adequados aos diversos contextos ambientais atuais e futuros.
Todas as opções acima estão corretas.

Justificativa
Glossário
FORMALIZAÇÃO

A formalização refere-se à existência de regras e regulamentos para prescrever como, quando e por quem as tarefas serão
executadas.
A formalização é o grau em que as regras e os regulamentos são explicitamente definidos para governar o comportamento dos
membros da empresa. É uma forma de controle.