Você está na página 1de 16

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

DEPARTAMENTO DE QUÍMICA
DISCIPLINA: QMC 5150 - QUÍMICA GERAL E INORGÂNICA
CURSO: FARMÁCIA
PROFESSOR: LEANDRO ESPÍNDOLA
PLANO DE ENSINO – 2018/1
1- Matéria, Medição, Átomos e Elementos: Substâncias elementares e átomos. Densidade e temperatura. Substâncias
puras, misturas. Medidas de volume e massa. Precisão e exatidão. Solução de problemas. Desenvolvimento da estrutura
atômica. Experimento de Rutherford. Isótopos. Número atômico e massa atômica. Isótopos e abundância isotópica. Tabela
periódica.

2- Reações Químicas e Estequiometria: Moléculas, íons e seus compostos. Fórmulas. Compostos Iônicos. Compostos
moleculares. Mol e Número de Avogadro. Fórmulas químicas. Compostos hidratados. Equações químicas. Reagente
limitante. Cálculos estequiométricos e balanceamento de equações. Reações em solução aquosa. Solubilidade dos
compostos iônicos em água. Tipos de reações. Reações de precipitação. Ácidos e bases. Reações de ácidos e bases. Reações
que formam gases. Equações iônicas líquidas. Reações de oxirredução. Concentração de compostos em solução. pH.
Estequiometria das reações em solução aquosa.

3-Estrutura Atômica e Tabela Periódica: Teoria atômica. Partículas subatômicas. Teoria quântica. Mecânica ondulatória,
Números quânticos e preenchimento dos orbitais atômicos. Regra de Hund e princípio de AUFBAU. Configurações
eletrônicas e periodicidade química e propriedades periódicas.

4- Ligações Químicas: Ligação iônica. Ligação covalente. Ligação metálica. Transição entre ligação iônica e covalente.
Eletronegatividade. Hibridização e geometria molecular: Orbitais atômicos. Orbitais moleculares. Ligações polares e
momento dipolar. Força de repulsão entre pares eletrônicos e geometria molecular. Ligação intermolecular e intramolecular.
PLANO DE ENSINO – 2018/1

5 - Soluções: Tipos de soluções e unidades de concentração. Misturas. Solubilidade e produto de solubilidade. Íons em
solução aquosa. Calores de solução e de hidratação. Propriedades coligativas. A água como solvente.

6 - Teoria Ácido-Base: Teorias de Arhenius, Bronsted-Lowry e Lewis. Equilíbrio de transferência de próton. Força de ácido e
base, Escala de pH. As constantes de acidez e basicidade. pH de Ácidos e Bases fracas. Efeito do íon comum. Solubilidade dos
sais.
7 - Elementos do Grupo Principal: Hidrogênio (propriedades químicas e físicas; obtenção); Sódio e Potássio; Cálcio e
Magnésio; minerais de cálcio e suas aplicações; Alumínio; Silício (minerais de silicato; polímeros de silicone); Nitrogênio e
Fósforo (propriedades; compostos de nitrogênio); Oxigênio e Enxofre (preparação e propriedades); Cloro.

8- Elementos de Transição: Propriedades comuns; Ocorrência e obtenção; Configuração eletrônica; Tendência dos estados
de oxidação; Compostos de coordenação.
METODOLOGIA DE AVALIAÇÃO
• Serão realizadas três provas (P1, P2 e P3) que resultarão em três notas. A nota final será a média aritmética das
notas das provas. Os alunos que obtiverem nota final do semestre maior ou igual a 6,0 serão considerados
aprovados.
b) Exame escrito 2 (P2) c) Exame escrito 3 (P3)
a) Exame escrito 1 (P1)
Data provável: 16/10/2018 Data provável: 20/11/2018
Data provável: 11/09/2018
Conteúdos: 4 e 5 Conteúdos: 6, 7 e 8
Conteúdos: 1, 2, 3

• O aluno com frequência suficiente (FS), e média do semestre entre 3,0 e 5,5 terá direito a uma nova avaliação
no final do semestre (prova de recuperação)

Recuperação:
Data provável: 27/11/2018
Conteúdo: todo conteúdo programático do semestre

O aluno que faltar alguma avaliação por motivo de saúde terá o direito de fazer a prova mediante pedido de avaliação à Chefia do
Departamento de Química com apresentação do atestado médico dentro do prazo de 3 (três) dias úteis após a realização da mesma
BIBLIOGRAFIA

[1] KOTZ, J. C. e TREICHEL Jr., P. Química Geral e Reações Químicas – Vol 1 e 2. Ed.
Cengage Learning, 2005.

[2] BROWN, T.L.; LEMAY JR., H.E.; BURSTEN, B.E.; BURDGE, J.R. Química – A Ciência Central.
9ª Edição, Ed. Pearson Education, 2005.

[3] ATKINS, P.; JONES, L. Princípios de química: questionando a vida moderna e o


meio ambiente. Ed. Bookman, 2001.
O que Compõe Fisicamente o Universo?
• Matéria
• Qualquer coisa que tem massa e ocupa espaço

• Constituída por pouco mais de 100 elementos químicos

Compreendendo as propriedades da matéria

O que é um átomo?

Como um átomo forma a matéria?


• Classificação da matéria
• Estado físico
• Composição

• Estados da matéria

sólido líquido gás

Qual a diferença entre gás e vapor?


• Composição da Matéria
A maioria da matéria que encontramos não é quimicamente pura

Portanto podemos classificar a matéria de acordo com sua composição em:

a) Substância pura- possui composição e propriedades constantes


b) Elementos – conjunto de átomos com mesmo número de prótons. Menor porção da matéria.
c) Compostos – substância constituída por 2 ou mais átomos diferentes.
d) Misturas (homogênea ou heterogênea) – duas ou mais substâncias em um mesmo sistema.
• Propriedades da matéria
• Características que permite distingui-las umas das outras

• Propriedades Químicas
• Transformação química

• Propriedades Físicas:
• Transformação Física

Propriedades extensivas: dependem do tamanho (extensão) da amostra:


Ex: massa, volume, energia.

Propriedades intensivas: independem do tamanho da amostra:


Ex: temperatura, ponto de ebulição.

m
• Pode ser a razão entre duas propriedades extensivas  d=
V

Qual a importância de saber diferenciar propriedades intensivas de propriedades extensivas?


Unidades e medidas

Muitas propriedades são quantitativas:

Para representar uma grandeza medida a unidade correta deve ser especificada
Unidades e medidas

Para expressar as propriedades físicas usamos o Sistema internacional de medidas (S.I.), baseado no sistema métrico

Unidade símbolo Grandeza Física


Metro m Comprimento
Quilograma Kg Massa
Segundo s Tempo
Kelvin K Temperatura

Podendo estar acompanhados por um prefixo:


Prefixo símbolo Fator Exemplo
Centi c 1/100 1 cm = 1/100 m
Mili m 1/1000 1 ms = 1/1000 s
quilo K 1000 1 km = 1000 m
Como converter uma unidade em outra?

𝑈𝑛𝑖𝑑𝑎𝑑𝑒 𝑑𝑒𝑠𝑒𝑗𝑎𝑑𝑎
𝑓𝑎𝑡𝑜𝑟 𝑑𝑒 𝑐𝑜𝑛𝑣𝑒𝑟𝑠ã𝑜 =
𝑈𝑛𝑖𝑑𝑎𝑑𝑒 𝑓𝑜𝑟𝑛𝑒𝑐𝑖𝑑𝑎

𝑖𝑛𝑓𝑜𝑟𝑚𝑎çã𝑜 𝑑𝑒𝑠𝑒𝑗𝑎𝑑𝑎 = informação dada x fator de conversão

Exemplo:
Você está nos Estados Unidos onde a unidade de massa utilizada é o pound, e vai ao mercado com a finalidade de
comprar 2 Kg de batata. Quantos pounds você deve comprar? (1 pound = 0,453 Kg)

Para praticar:
Expresse em centímetros a altura de uma pessoa que mede 6,00 ft. (1 cm = 0,0328 ft)

Converta em litros:
a) 3,5 dm3
b) 5 m3
Medias e erros
Até onde temos certeza de um resultado que encontramos?

• Algarismos significativos: número de dígitos que podem ser justificados pelos dados

Algarismo zero, quando corresponde a ordens superiores não é significativo

5,0 – 2 algarismos significativos


0,5 – 1 algarismo significativo
0,000345 – 3 algarismos significativos
Operações com algarismos significativos

Multiplicação ou divisão: manter o número de algarismos significativos da medida com menos


algarismos significativos

Ex: 25,2 cm x 3.192 cm = 80.438,4 cm2 = 80,4 x 103cm2

Adição ou subtração: o resultado não pode ser mais exato do que cada valor individual

Ex: 35,27 + 11,3 + 102,192 = 148,762 precisamos deixar com apenas 1 casa após a virgula.
Para arredondar: 6 é maior que cinco – logo aumenta 1 no algarismo anterior
Se fosse menor que 5- cai o 5
Se for igua a 5 – algarismo anterior impar  adiciona 1
algarismo anterior par  nada simplesmente cai o 5

Exercício: Calcule da densidade (em kg/m3) de um corpo com massa de 2,43 kg e volume de 0,97 m3. Expresse o
resultado com o número correto de algarismos significativos.
Precisão e exatidão

A partir do esquema acima defina precisão e exatidão:


Precisão: depende o quão próximas as medida estão uma das outras
Exatidão: o quão próximo a média das medidas está do valor real