Você está na página 1de 16

Coordenadoria de Educação

I CADERNO DE APOIO PEDAGÓGICO


2010
Música – Professor (a)
África do Sul
1º. ao 3º. ano
1º ao 3º ano - Junho 2010
I Caderno de Música

Coordenadoria de Educação

Eduardo Paes
Prefeito da Cidade do Rio de Janeiro

Profª Claudia Costin


Secretária Municipal de Educação

Profª Regina Helena Diniz Bomeny


Subsecretária de Ensino

Profª Maria de Nazareth Machado de Barros


Vasconcellos
Coordenadora de Educação

Profª Maria Socorro Ramos de Souza


Profª Maria de Fátima Cunha
Coordenação

Prof. Luciano Cintra Silveira


Equipe

Prof. Edivaldo Menezes Nascimento


Prof. Eduardo Prestes Massena
Profª Virgínia Rosa Ferreira
Colaboradores

Prof.ª Simone Cardozo Vital da Silva


Revisão
Prof. Luciano Cintra Silveira
Diagramação
1º ao 3º ano - Junho 2010

Carta de Apresentação I Caderno de Música

Coordenadoria de Educação

Prezado Professor(a),
A partir das Orientações Curriculares em Educação Musical, de 2010, e de uma mudança no atual cenário da
Educação Musical nas escolas, sobretudo a partir da lei 11.769, de agosto de 2008, que prevê a obrigatoriedade de ensino
da música em todas as escolas, esse(s) caderno(s) de atividades contém agora uma série de atividades desenvolvidas a
partir das habilidades e conteúdos previstos para as séries iniciais do ensino fundamental. Os objetivos em Educação
Musical foram confrontados com os objetivos em Língua Portuguesa e Matemática, de modo que as atividades propostas
estejam relacionadas aos diversos objetivos, estabelecendo a interdisciplinaridade a cada atividade proposta. As atividades
musicais propostas são simples e não prescindem de qualquer formação específica: são atividades lúdicas, brincadeiras de
roda e demais jogos que o Professor(a) de turma já conhece bem e com as quais já tem intimidade. Essas atividades
podem – e devem – ser adaptadas, repensadas de acordo com as possibilidades e as necessidades do coletivo escolar,
quer sejam professores, alunos e mesmo disponibilidades materiais. O importante é manter o fio condutor entre o estímulo
inicial e o resultado interdisciplinar, de forma que a música possa - mais do que ilustrar uma atividade de Língua
Portuguesa ou de Matemática – estabelecer um meio e um fim em si mesma.
Nesse caderno, o tema ‘África’ nos aponta para a herança cultural africana, toda a tradição musical de origem –
ainda que distante – africana. A palavra ‘África’ não indica aqui, portanto, um país ou mesmo um continente, mas sintetiza
o longo e complexo processo de hibridismo cultural, que se construiu historicamente, onde a cultura africana trazida para o
Brasil – sobretudo nos séculos XVI,XVII e XVIII – se constituiu como um importantíssimo fator de identidade cultural
brasileira.
Ao relacionarmos os temas, as músicas e a cultura, devemos objetivar o respeito à diversidade religiosa, através de
uma abordagem sob a perspectiva da universalidade dos conhecimentos.
Se na sua escola há um(a) professor(a) de música, consulte-o(a). Ela pode ajudá-lo(a) com esclarecimentos
adicionais e outras sugestões. A Equipe da Coordenadoria de Educação sempre se encontra disponível para receber suas
sugestões e opiniões. Afinal, é a primeira vez que a Educação Musical se integra a um Caderno de Atividades e suas
observações serão muito importantes e bem vindas para que possamos sempre aperfeiçoar o nosso trabalho.

Equipe da Coordenadoria de Educação


Junho 2010
1º ao 3º ano - Junho 2010

Sugestões para o(a) Professor(a) I Caderno de Música

Coordenadoria de Educação

Nesse caderno escolhemos uma


cantiga infantil, conhecida por todos, que pode ser
trabalhada de forma muito prazerosa, lúdica e que
Muito já foi falado que a formação cultural no Brasil se traz em si diversos elementos da influência
construiu historicamente a partir do encontro das três raças. A africana. Observe, por exemplo, a rítmica da
herança de nossa raiz africana está presente a todo instante, e melodia, e você terá um exemplo de uma célula de
falando especificamente de música, em toda canção, às vezes ritmo muito característica das músicas de origem
mais explícita, às vezes de forma velada. Se de um lado africana.
identificamos claramente essa influência em gêneros como o Você poderá, Professor(a), adaptar as
samba, o maracatu, o jongo, entre outros, demais gêneros propostas de acordo com a sua familiaridade com
também apresentam a marca da cultura negra ainda que de as propostas e também de acordo com a turma:
forma sutil, tênue ou velada: a música clássica de concerto, a Sambalelê nos oferece uma enorme quantidade de
música popular ( a chamada MPB) etc. possibilidades em sala de aula.
É preciso ter em mente que, no processo de influência
mútua entre culturas diversas, as forças atuantes não são
equivalentes e logicamente as classes dominantes tendem a
impor seus padrões estéticos. Isso marca a cultura negra no
Brasil com o rótulo da exclusão: o que se fala e pensa sobre o
funk hoje, não é muito diferente do que um dia já se pensou
sobre o samba, por exemplo.
Ou seja, nós professores podemos e devemos nos
reportar à nossa história, nossa cultura, nossas músicas, mas
indo além de uma simples apropriação para uso pedagógico: é
preciso transmitir aos nossos alunos o respeito, o amor e a
admiração por nossa cultura, seja ela branca ou negra,
perpetuando a memória daqueles que a escreveram, em um
contínuo exercício de cidadania.
http://www.anovademocracia.com.br/12/f25b.jpg, 18/3/10
1º ao 3º ano - Junho 2010

Sugestões para o(a) Professor(a) I Caderno de Música

Coordenadoria de Educação

Atividade 1 – Construção de instrumentos

Objetivo: Desenvolver o espírito de curiosidade em relação à prática e experimentação das


sonoridades, produzindo práticas musicais coletivas.
Habilidades: Explorar / manusear as qualidades do material sonoro, usando toda e qualquer fonte sonora.

Proposta da Aula: Construir instrumentos relacionados à cultura afro-brasileira com materiais disponíveis na escola.

Descrição
Nessa aula, os alunos devem ser orientados a construir instrumentos musicais diversos, que serão usados em outras
aulas. Procure contextualizar a prática de construção, falando sobre os instrumentos, seus nomes, origens e usos.

Tambor Chocalho
Materiais: Materiais:
- Uma lata vazia de vários e diversos Um tubo cilíndrico, que pode ser uma lata de refrigerante vazia.
tamanhos ( desde as latas de leite, até as - Pedrinhas, sementes ou fragmentos de conchas ou grãos (arroz,
latas de tinta) feijão ou milho)
- Plástico grosso - Materiais diversos para decoração do instrumento
- Materiais diversos para decoração do - Cola ou massa epoxi para vedação da lata
instrumento - Coloque uma pequena porção de um único material ( sem
- Cola, ou massa epoxi para vedação da misturar os grãos) na lata, e tampe a abertura da lata com um
lata papel mais resistente e cola. Use os materias disponíveis para
decorar as latinhas livremente.
- Estique o plástico sobre a abertura da lata,
e cole na borda da lata
1º ao 3º ano - Junho 2010
I Caderno de Música
Sugestões para o(a) Professor(a)
Coordenadoria de Educação

Atividade 2 – Organizando os instrumentos na aula

Objetivo : Desenvolver o espírito de curiosidade em relação à prática e experimentação das


sonoridades, produzindo práticas musicais coletivas.
Habilidades: Explorar / manusear as qualidades do material sonoro, usando toda e qualquer fonte sonora.

Proposta da Aula: Estabelecer relações entre diferentes timbres (sons) e os materiais usados, bem como as
medidas dos materiais usados. Agrupar, contar e categorizar, estabelecendo
interdisciplinaridade com a linguagem matemática.

Descrição
Peça aos alunos que toquem livremente seus instrumentos, para que eles explorem as possibilidades do material
sonoro. Em seguida, procure junto com eles perceber sons semelhantes e contrastantes ( chocalhos construídos com
areia têm um som mais suave do que os feitos com grãos maiores, por exemplo). Essa etapa deve ser feita a partir
do estímulo auditivo, ou seja, identificar semelhanças ou diferenças a partir do som e não da informação sobre
material usado. Nesse momento, os alunos com seus instrumentos podem ser agrupados por semelhança dos
timbres de seus materiais. Trabalhe a noção de quantidades, através dos agrupamentos realizados, concluindo a
atividade com a organização dessas informações em uma tabela ( quantidade de chocalhos na turma, quantidade de
tambores etc).
1º ao 3º ano - Junho 2010
I Caderno de Música
Sugestões para o(a) Professor(a)
Coordenadoria de Educação

Atividade 3 – Usando os instrumentos na aula

Objetivo: Desenvolver o espírito de curiosidade em relação à prática e experimentação das


sonoridades, produzindo práticas musicais coletivas.
Habilidades : Explorar / manusear as qualidades do material sonoro, usando toda e qualquer fonte sonora.

Proposta de Aula: Manusear os instrumentos construídos, dentro de uma prática musical coletiva, na prática do
Sambalelê.

Descrição
Escolha uma ou mais músicas para prática com esses instrumentos. No folclore brasileiro, encontramos diversas
canções que representam nossa herança cultural africana, entre elas, nossa sugestão: a famosa Sambalelê.
Cante livremente a canção com os alunos que devem se acompanhar com os instrumentos construídos. Estimule a
todo momento a prática simultânea de voz e instrumento, que trabalha a independência motora e a coordenação.
Você irá perceber que depois do momento inicial, aos poucos o grupo irá convergir para um ritmo homogêneo, como
se estivessem batendo palmas. Você pode ir aumentando gradativamente os níveis de complexidade, mas sempre
depois de um tempo suficiente para que o ritmo seja internalizado. Você pode usar fragmentos da música como
sugestão de ritmo ( a palavra ‘sambalelê’, ou a frase ‘sambalelê está doente(*)).

(*) Essa é uma técnica de musicalização conhecida como Método


Kodály. Maiores informações, veja
http://pt.wikipedia.org/wiki/M%C3%A9todo_Kod%C3%A1ly ,
em 15/3/2010
1º ao 3º ano - Junho 2010
I Caderno de Música
Sugestões para o(a) Professor(a)
Coordenadoria de Educação

Atividade 3 – Usando os instrumentos na aula


Samba Lelê está doente
Está com a cabeça quebrada
Samba Lelê precisava
De umas dezoito lambadas

Samba , samba, Samba ô Lelê


Pisa na barra da saia ô Lalá
(BIS)

Ó Morena bonita,
Como é que se namora ?
Põe o lencinho no bolso
Deixa a pontinha de fora

Ó Morena bonita
Como é que se casa
Põe o véu na cabeça
Depois dá o fora de casa

(http://www.sambaleleconfec.com.br/images/logo1.jpg, em 12/5/2010)
Ó Morena bonita
Como é que cozinha
Bota a panela no fogo
Vai conversar com a vizinha

Ó Morena bonita
Onde é que você mora
Moro na Praia Formosa
Digo adeus e vou embora
(http://letras.terra.com.br/cantigas-populares/984006/, em 15/3/2010)
1º ao 3º ano - Junho 2010
Sugestões para o(a) Professor(a) I Caderno de Música

Coordenadoria de Educação

Atividade 4 – Vivenciando as brincadeiras de roda

Objetivo: Desenvolver a sensibilidade estética, a percepção musical e a experiência corporal do


movimento musical através das práticas tradicionais lúdicas orais e coletivas da infância.
Habilidades: Perceber/ explorar possibilidades de produção de sons com o corpo.

Proposta de Aula: Vivenciar a brincadeira de roda e desenvolver gestos corporais sonoros na música Sambalelê,
estabelecendo interdisciplinaridade com os objetivos em Língua Portuguesa.

Descrição
Com os alunos em roda, proponha uma brincadeira de imitação de gestos, ao estilo ‘Siga o mestre’. Os gestos
propostos pelo(a) professor(a) devem produzir som e devem estar atrelados ao canto de Sambalelê ( Exemplo: uma
palma, duas palmas, batida de pés no chão etc). Faça variações desses sons, amplie seu tamanho, e peça que os
alunos criem seus próprios sons, e troque o mestre a cada rodada.
Os alunos devem explorar todas as possibilidades corporais e vocais, e improvisar sobre a música, de forma
ordenada. Peça que eles desenvolvam pequenos fragmentos orais, relacionados ao contexto da música, e usem
essas novas proposições em espaços pré-definidos para jogos improvisatórios.
1º ao 3º ano - Junho 2010
Sugestões para o(a) Professor(a) I Caderno de Música
Coordenadoria de Educação

Em uma
homenagem especial à
Copa do Mundo,
temos no Apêndice a
música Congo, de
Miriam Makeba , em
arranjo de Bett Just
e Martinho Lutero,
para 3 vozes
femininas que pode
ser adaptado para um
coro infanto-juvenil.

http://cotidianosantanaemfoco.files.wordpress.com/2010/01/cropped-blog.jpg
1º ao 3º ano - Junho 2010

Sugestões para o(a) Professor(a) I Caderno de Música


Coordenadoria de Educação
1º ao 3º ano - Junho 2010

Sugestões para o(a) Professor(a) I Caderno de Música


Coordenadoria de Educação
1º ao 3º ano - Junho 2010

Sugestões para o(a) Professor(a) I Caderno de Música


Coordenadoria de Educação
1º ao 3º ano - Junho 2010

Sugestões para o(a) Professor(a) I Caderno de Música


Coordenadoria de Educação
1º ao 3º ano - Junho 2010

Sugestões para o(a) Professor(a) I Caderno de Música


Coordenadoria de Educação
1º ao 3º ano - Junho 2010

Sugestões para o(a) Professor(a) I Caderno de Música


Coordenadoria de Educação