Você está na página 1de 54

DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!

CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO


Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 1

CURSO ONLINE GRATUITO DE


BENZIMENTO

“Diz o povo da roça que quando criança dorme


demais, pessoa fica bocejando sem ter sono e
planta murcha de hora prá outra é que tá com
quebranto... Aí só uma boa reza prá dar jeito…”

Nossa senhora com sua mão embalava o menino jesus,é na benção de nossa
senhora que nós conduzimos todo sofrimento pra luz,sofrimento que
castiga,escurece e tortura,a mão de nossa senhora liberta,renova e acima de tudo
cura.
Que assim seja!

DIA 1
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 2

O que é benzer????

Benzimento é o braço do magnetismo,todos nós temos essa força de vontade,quando eu


desejo algo dentro de mim e desejo com fé e intensamente,estou emanando uma força que
pode começar a realizar algo que seja pautado dentro da vontade Divina.Quando nós
falamos da vontade divina entramos nas orações,ladainhas,nos conjuros,aonde ali nós
pedimos a benção a deus,a uma divindade para tornar um elemento ou uma pessoa
benzido ou rezado,ou abençoado,que é a transferência desse magnetismo pra que ele
possa estar se instalando no duplo etéreo dessa pessoa(ou seja seja corpo energético) e
direcionando e mesma que através da força do verbo(palavra) que é nossa oração,nossa
vontade externalizada para aquela região ou retirando aquela energia que está afetando a
vida daquela pessoa,agora claro quando nós falamos do significado da palavra
benzer,antes de mais nada podemos lembrar de abençoar,bendizer,então qdo vc está
benzendo uma pessoa você está abençoando ela e partindo do princípio que tudo aquilo
que nós vibramos,nós nos envolvemos também somos abençoados quando realizamos
essa prática.

O que eu posso benzer?

Já que falamos que o benzimento é uma prática de abençoar,de transferir energias


positivas,começamos a nos questionar aonde eu posso atuar com o benzimento?
Muitos de vocês serão despertados com mais intensidade para essa prática,e veremos que
podemos utilizar vários elementos,iremos benzer com
velas,ervas,cachimbo,pedras,terços,água e muito mais...Enfim com uma quantidade de
elementos que são agregadores de energia e que pautam essa energia dentro da nossa
força de vontade.Então vocês poderão eleger quais elementos irão utilizar para benzer
ok,vai da afinidade de cada um.Mas onde podemos aplicar??? O benzimento não se limita
somente a benzer seres humanos,mas o magnetismo que aprenderemos a utilizar com o
mesmo vai além disso,você poderá benzer,pessoas,animais,plantas,objetos agregadores de
energia (pedras por exemplo),água (imantando de forças
curadoras,salutares,energizadoras,que poderão auxiliar em banhos,lavar feridas,limpeza de
residência com pano,pra tomar como medicamento,etc... Essa é a tão conhecida água
benta),poderá benzer a distância,benzer fotos,objetos das pessoas que precisam ser
benzidas e não podem estar presentes,nomes,pode benzer casa,chaves de
casas,automóveis,o benzimento pode ser praticado em inúmeros locais,aqui você vai
aprender a manipular essas energias e também a aplicá-las.Então vemos que benzer é
tornar bento,e tornar bento é podermos dar aquilo que temos de melhor.E quando doamos o
que temos de melhor não existem barreiras que nos impeçam de ajudar quem esteja
necessitando,apenas deixando uma observação para vocês não se benze elementos
alcoólicos,itens industrializados e nem carnes,pedaços de carne,mas podemos benzer o
alimento que vai pra nossa mesa que seja totalmente natural,então aqui vemos que existem
várias coisas que vem para nos estimular a dar continuidade nesse aprendizado.E quantos
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 3

meios teremos para praticar o benzimento.O benzimento é algo muito simples,mas que
sobrevive até os dias de hoje,por isso estamos fazendo esse curso,não deixaremos nossa
tradição morrer.

Agora vamos abordar se o benzimento pertence a alguma religião,é interessante quando


nós pegamos essa questão porque que nós temos uma grande influência do benzimento
por incrível que possa parecer na igreja católica,uma curiosidade interessante é que nas
épocas das missas antigamente que tinham nas igrejas segundo explicação dos espíritos,
é de que os Padres tinham a sua disciplina de fazerem o confessionário,de rezarem às
missas e surgiu a tradição de rezar em nome dos santos nas igrejas que se ligavam a
padroeiros ou padroeiras que representavam uma região onde eram fundadas essas
igrejas,os beatos ou as beatas que queriam abençoar todas as bênçãos que
recebiam,interessante falar nisso né,mas queriam de alguma forma agradecer essas
bênçãos dividiam esses supostos milagres que aconteciam nesses determinados locais
(que nada mais é que o resultado da fé) levando a oração desse Santo para os transeuntes
que de dia passavam e entravam na igreja pra fazer uma oração,pra pedir a bênção aquele
padroeiro(a), e nesse estágio nós encontramos as primeiras rezadeiras que surgiam dentro
das igrejas no século passado por exemplo abençoando os transeuntes que passavam por
ali.Pois bem com essa visão criou-se uma força muito grande dentro do benzimento com a
reza evocando ao santo católico, mas aí eu pergunto pra vocês o benzimento pertence a
igreja católica, a umbanda ou qualquer outro credo religioso??? Não! Na realidade como foi
explicado benzimento é uma doação de energia, e energia é o que temos de melhor dentro
de nós né,então não existe um credo religioso que somente o seu frequentador emita os
seus bons fluídos ao querer abençoar uma pessoa,simples assim.Então o benzimento não
está propriamente a nenhuma prática religiosa,mas ele tem uma visão universalista,porque
ele pode ser adequado às práticas de abençoar ligada a determinadas religiões a cultos
religiosos e isso não significa que para eu ser benta(o) eu tenha que estar infiltrada(o)
dentro de um culto religioso.Para ser benta tenho que ter boa intenção no coração,querer
fazer a caridade e confiar em Deus antes de mais nada, e Deus está em todo lugar como
sabemos,então quando falamos do universalismo do benzimento chegamos a conclusão de
que ele não está ligado a nenhum credo religioso ok, mas pode dentro do seu estudo e
prática ser adequado a qualquer credo,isso vai ser diferenciado de região pra região onde
será praticado,dos cultos que tem predominância nessa região,das práticas que serão
acopladas ao benzimento,por isso vocẽ vai encontrar algumas ladainhas que nós
chamamos por santos católicos,outras que serão evocados os Orixás,até mesmo cânticos
terão no benzimento que são pontos de umbanda por exemplo,músicas
evangélicas,louvores,etc… Onde a pessoa que está ali abençoando está levando dentro da
crença daquele que está levando seu benzimento a chave energética que ele usará para
abrir seu coração para receber a benção.Nessa questão do universalismo devemos lembrar
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 4

do principal que é o respeito ao credo do nosso semelhante,inclusive antes dos


atendimentos é interessante perguntar a qual divindade aquela pessoa tem maior
crença,devoção,ela pode dizer Jesus Cristo,então vamos pedir um benzimento para Jesus
Cristo,pode dizer gosto muito de Pai Xangô,evocamos a Xangô,ela ainda pode dizer que
não tem um santo específico então vamos rezar a Deus e pedir as bênçãos de Deus que
envolvam essa pessoa .O benzimento nessa visão universalista que o mesmo apresenta ele
permite que haja e ocorra no atendimento essa flexibilidade da FÉ onde eu coloco o meu
melhor sendo aceito no melhor da compreensão daquele que está a minha frente,bonito
isso não é pessoal?
Então nessa aula creio que está bem explicada essa questão sobre o benzimento pertencer
a alguma religião específica.Ele é UNIVERSAL.

________________________________________________________________________

O benzimento:


A palavra benzer significa tornar "bento" (ou santo) e a prática do benzimento remonta às
mais profundas raízes do povo brasileiro. Próprio da miscigenação, o benzimento se mistura
à própria história étnica do Brasil. Os índios já praticavam esse ritual, embora não
recebesse esse nome e tivesse outros princípios mais ligados ao xamanismo do que à
prática que hoje se vê. Ainda assim, usavam mantras e ervas a fim de espantar os males do
corpo e da alma.
Mais tarde, com a colonização e o advento da escravidão, foi a vez dos negros cativos
contribuírem com sua sabedoria acerca da espiritualidade, entoando seus cantos e
praticando os rituais que acabariam por se incorporar às tradições religiosas brasileiras.
Também o europeu contribuiu para a disseminação dessa prática. Era comum aos cristãos
que aqui se instalaram entoar as ladainhas e as rezas a fim obter curas e solução dos
problemas.
Com o tempo, de forma natural, essas práticas se mesclaram e surgiram as benzedeiras,
figuras clássicas da crença popular. Cada qual segundo o próprio aprendizado, incorporou
os elementos indígenas, negros e europeus e criou o seu próprio modo de benzer.
Geralmente com um galho de arruda ou outra erva (que nos remete às práticas indígenas),
fazendo uma cruz frente o corpo do doente (gesto que remonta ao catolicismo), mãos
brancas e negras ou mulatas levaram o alívio a muita gente que sofria.
Nas regiões interioranas no Brasil, onde os benefícios da ciência chegavam tardiamente, as
benzedeiras eram requisitadas antes dos médicos e, num passado não muito distante,
ainda existiam (e ainda existem) pessoas que viajavam centenas de quilômetros para se
consultar com uma benzedeira renomada.
Por mais que a ciência avance e, com ela o ceticismo, ainda hoje observamos nos terreiros
de Umbanda uma legião de pessoas que procuram uma entidade a fim de tomar um passe,
uma outra faceta do benzimento. Por mais que o homem avance no mundo da ciência, suas
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 5

raízes ainda falam alto, principalmente nos momentos de dificuldade. E assim vamos
mantendo vivas as nossas raízes, crenças e tradições.
As mãos santas que antes benziam e curavam o quebranto, o bucho virado, a criança
assustada, estão cada vez mais raras nos dias de hoje, mas marcaram a sua presença nas
páginas da história brasileira.


Douglas Fersan - Instituto Afro Cultural


________________________________________________________________________


As rezas e benzimentos praticadas no Brasil são uma mistura de antigas tradições de
Portugal, dos indígenas locais e dos negros. Mas se formos vasculhar a história, acharemos
vestígios dessas práticas em sociedades bem antigas, que já usavam as mesmas plantas
que os rezadores usavam, assim como também invocavam os poderes divinos para fins de
cura. Considerando serem as tradições xamânicas as manifestações mais antigas de
espiritualidade dos povos primitivos e que usavam rezas, plantas e outros elementos
naturais para evocar energias do mundo espiritual para tratar males do corpo, da mente e
do espírito, podemos dizer que os benzimentos possuem uma raíz muito antiga, se
adaptando à realidade de cada sociedade no decorrer da história.
A benzedura também faz parte da cultura de outros povos. “Os africanos faziam as suas
benzedura e garrafadas de ervas para curar seu povo. Os índios rezavam aos seus Deuses
e isso também era uma forma de benzer. Benzedura é algo milenar e que atravessou
culturas”. Através de elementos como crucifixo, terço, faca, linha e agulha, os benzedores
fazem o ritual de cura. “O que chama mais atenção é que uma benzedeira nunca se
comunicou com outra, mas sabem a mesma reza, pouca coisa muda”,

No Dicionário do Folclore Brasileiro, organizado por Cascudo (2000), não


encontramos os termos benzeção ou benzedor/benzedeira, mas sim, rezador. O autor
equipara os termos rezador e benzedor, indicando a possibilidade de serem
confundidos.
Indivíduo com poder de proteger as pessoas contra as doenças e outros males pela
reza. Usa água benta, galhinhos de certas plantas, acende velas enquanto vai
rezando, às vezes com expressões ou versos incompreensíveis. Muitas vezes, o

rezador
purgantesé benzedor e curandeiro,
e chás. (Cascudo, 2000,recomendando
p. 588) o uso de beberagem, emplastos,
Entretanto, ao longo de nosso estudo sobre benzeção em São Luiz do Paraitinga,
percebemos que o rezador é diferente de benzedor. Um rezador ou uma rezadeira são
leigos responsáveis pela organização de orações na comunidade como novenas e
terços. Enquanto que benzedor ou benzedeira refere-se ao sujeito que cura por meio
de orações, simpatias e remédios naturais em sua própria casa, sem cobrar por isso.
Apesar de o termo benzeção se srcinar da palavra bênção, no senso comum
criou-se uma clara distinção e oposição entre bento e benzido, bênção e benzeção. No
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 6

meio popular, emprega-se o termo benzido para se referir à ação de membros leigos,
os ditos benzedores ou benzedeiras. São profissionais independentes, sem ligação
com uma instituição específica, que atuam em comunidades onde seus serviços são
necessários. Podem transitar tanto no meio urbano, quanto no rural e seus
portadores são vistos como intermediários entre as forças sobrenaturais e os homens.
Neste sentido, o verbo benzer implica ação de dar a bênção, abençoar, seja com uma
imagem, com um gesto ou orações. Já o termo bento aproxima-se da ação de clérigos
ou sacerdotes, em outros termos, de pessoas relacionadas à ação institucional da
Igreja. Esses usos diferenciados sugerem, desde já, uma separação entre os agentes
leigos da benzeção e os sacerdotes da Igreja Católica. Tal distinção encontra-se
evidente na fala de um dos padres entrevistados em São Luiz do Paraitinga, pequena
cidade do Vale do Paraíba, no Estado de São Paulo: Ah claro, o benzedor é feiticeiro,
e o padre é a bênção espiritual, quanta gente eu batizei. (P1, padre, entrevista, julho
de 2008, São Luiz do Paraitinga).

Para distinguirmos os elementos que se articulam na benzeção, propomos um


esquema, no qual destacamos os agentes, suas ações e os que recebem os resultados.

Agente:benzedor(a),benzedeiro(a).

Ação:benzer,benzeção,benzeduras,benzimentos.

Benzido: o que se submete à benzeção.

A benzeção, por estar relacionada à cura de algum mal, aproxima-se do


curandeirismo. No entanto, emprega-se o termo curandeiro àquele que é dotado de
poderes sobrenaturais, receita remédios para variados tipos de doenças e lança mão
de feitiços para a solução de alguns pedidos de seus clientes. Ao contrário dos
benzedores, que são capazes de desfazer um feitiço, mas jamais de fazer um.

Benzer: nas teias do ritual

Benzer é tirar o mal do corpo


(DZ, 84 anos, benzedeira em São Luiz do Paraitinga, jul 2007)
A benzeção é uma prática popular de cura que utiliza uma linguagem específica,
tanto oral quanto gestual, com o objetivo de não apenas curar, mas libertar o paciente
do mal que o aflige (Gomes & Pereira, 1989, 13). O benzedor ou a benzedeira é
portador(a) de um poder especial, que pode controlar as forças desencadeadoras de
desequilíbrios. Por meio de benzimentos – atos mágico-religiosos -, garante o
funcionamento da normalidade desejada, rompendo-se com o desequilíbrio
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 7

ameaçador da existência. Partindo-se dessa definição, entende-se que a benzeção


trata não apenas de males físicos, mas também espirituais. É um saber calcado na
experiência cotidiana direta, com sua própria lógica, relacionada ao universo sócio-
cultural no qual se inserem os sujeitos que a praticam. Como bem coloca Oliveira
(1983), benzedores/benzedeiras podem ser considerados como cientistas populares,
isto é, sujeitos que combinam elementos místicos da religião e a magia aos
conhecimentos da medicina popular. Falam em nome de uma religião e atuam no
limiar entre esta e a medicina.
Tratamos a benzeção como uma espécie de ofício, uma vez que os princípios e as
regras de funcionamento são de conhecimento restrito a um grupo de especialistas,
isto é, de profissionais da medicina popular. Entretanto, esclarecemos que não se
deve eliminar o caráter mágico que garante a eficácia do ritual, conforme verificamos
na obra de Lévi-Strauss (2008). Na obra Pensamento Selvagem (1970), o autor procurou
demonstrar como a forma de pensar dos povos primitivos possui sua
própria lógica interna - não muito diferente do pensamento ocidental - sempre
associada às experiências concretas, nas quais as sociedades procuram compreender
e organizar suas relações com o mundo. Nesse sentido, o autor inova no campo da
antropologia, pois posiciona a magia ao lado da ciência, como uma forma de
conhecimento independente e articulada, que busca elaborar explicações da realidade
posta, seguindo procedimentos semelhantes: observação, sistematização e
classificação. Não aceitar a complexidade inerente ao pensamento mágico - presente
não apenas em sociedades tribais, mas inclusive nas sociedades contemporâneas -
significa o total desconhecimento de seu funcionamento, conforme aponta Guerriero
(2003, p. 43).
Os agentes da benzeção atuam livremente e, apesar de se apresentarem sempre
em nome de uma religião, seus serviços se aproximam à magia, uma vez que, como
magos, os (as) que praticam os benzimentos são vistos(as) como sujeitos detentores
de um poder capaz de controlar ou manipular forças ocultas, visando à solução de
problemas como: saúde, emprego, proteção, amor entre outros (Ibid., pp.12-13). A
prática de benzedura é um saber prático e experiencial que não advêm de uma
especialização formal como no caso dos médicos e farmacêuticos. Entretanto, como
todo procedimento de cura, a benzeção possui restrições, pois nem todos os males
podem ser curados por meio de benzimentos. Há doenças graves ou incuráveis que
necessitam da intervenção e acompanhamento médicos, sobretudo nos dias atuais,
quando o acesso ao tratamento médico erudito tornou-se mais fácil e disseminado,
inclusive no meio rural.
Aceitando o aspecto mágico presente no ritual, relacionamos os agentes da
benzeção com a definição de mago elaborado por Weber (2004); em outras palavras,
o benzedor ou a benzedeira é um indivíduo dotado de dons pessoais, isto é, de
carisma e de poderes mágicos. Diferindo dos leigos, o mago atua contra os demônios,
ou forças ameaçadoras da existência.
Entre os agentes da benzeção não existe uma hierarquia de poder, muitas vezes
eles mal se conhecem. Espalhados pelos bairros da cidade e no meio rural, cada qual
possui seu campo de atuação. Não estão filiados a nenhum tipo de entidade religiosa
ou profissional, o que lhes garante maior liberdade para estabelecerem as formas de
benzimentos e horários, ou seja, criam uma rotina adequada ao seu cotidiano.
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 8

Aqueles que recorrerem aos serviços dos benzedores e benzedeiras possuem uma
expectativa bem clara do que vão encontrar. Acreditam que tais agentes são capazes
de fornecer-lhe uma explicação de cunho oculto para o mal que os aflige, além de
indicar-lhes tratamentos tradicionais envolvendo o manuseio de ervas, raízes e
simpatias.
Geralmente, considera-se a benzeção uma especialidade feminina 1 , pois na
maioria dos casos é executada por mulheres; no entanto, há muitos homens
envolvidos em tal prática, dado este que foi comprovado em nossa pesquisa de
campo. Em São Luiz do Paraitinga, há cinqüenta anos, eles eram a maioria,
contrariando os resultados encontrados na bibliografia estudada, que apontam a
mulher como a principal atuante neste campo de cura.
Os benzedores e as benzedeiras não podem receber uma remuneração por sua
ação. Baseando seu discurso na ideia de que deve-se dar de graça o que de graça se
recebe, aceitam apenas agrados, tais como gêneros alimentícios, tidos como gestos
de gratidão pelo bem que se fez. Aceitar pagamento é renegar o dom que foi dado, ou
seja, a graça divina. Este é um dos elementos que os(as) diferenciam dos(as)
feiticeiros(as), ou seja, aqueles que trabalham para o mal e cobram por isso.
Conforme verificamos nas falas de alguns entrevistados.
Ah, eu sou da linha dos anjos, não gosto de cobrar, é uma caridade que a gente
faz. (DR, benzedeira, entrevista, julho de 2008, São Luiz do Paraitinga).
Eu fico com a convicção de estar ajudando, não recebo nada em troca. Eles
querem dar uma ajuda, eu recebo. Geralmente são ajudas para as ações, como
compra vela benta que clareia a vida das pessoas. (SD, benzedor, entrevista, julho
de 2008, São Luiz do Paraitinga).
As doações representam pequenas contribuições para o sustento dos agentes da
benzeção, uma vez que vivem de suas próprias rendas. Acreditamos que a relação de
troca entre os praticantes de benzeduras e seus clientes pode ser considerada um
elemento do mundo rústico (rural) que permaneceu no ritual, uma vez que as trocas
configuravam a forma de pagamento mais comum entre os membros das
comunidades rurais.
Na maior parte dos casos, realizam-se as benzeduras dentro de própria casa, em
um local determinado, onde há uma cadeira ou sofá para os visitantes se sentarem. O
visitante aproxima-se e faz um cumprimento, como sinal de respeito (senhor, dona,
senhora). O benzedor ou a benzedeira então o chama para entrar e sentar,
demonstrando sinal de hospitalidade. Depois de acomodada, a pessoa solicita os
serviços e expõe suas queixas. Os responsáveis pelo ritual ouvem com atenção e, em
alguns casos, relatam situações semelhantes em que se obtiveram cura ou,
simplesmente, preparam-se para iniciar o benzimento. O visitante assume nova
postura e fecha os olhos em sinal de submissão (aceitação) ao benzedor ou benzedeira
que, por sua vez, concentra-se para realizar o ritual. Há uma mudança no timbre de
voz e na expressão corporal, sinalizando o momento do sagrado.
Em termos antropológicos, podemos pensar que essas etapas constituem o
teatro que confere a eficácia simbólica do ritual, como sugere Lévi-Strauss (2008) em seu
estudo sobre os rituais de feitiçaria. Nesse processo, passa-se de uma realidade
vivida ao mito, do mundo exterior ao mundo interior, no qual aqueles que realizam os
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 9

benzimentos assumem o papel de terapeutas que auxiliarão na cura do doente, uma


vez que ambos acreditam na eficácia do ritual.
Portanto, não há como duvidar da eficácia de certas práticas mágicas. Porém, ao
mesmo tempo, percebe-se que a eficácia da magia implica a crença na magia, que se
apresenta sob três aspectos complementares: primeiro, a crença do feiticeiro na
eficácia de suas técnicas; depois, a do doente de que ele trata ou da vítima que ele
persegue, no poder do próprio feiticeiro; e, por fim, a confiança e as exigências da
opinião coletiva, que formam continuamente uma espécie de campo de gravitação no
interior do qual se situam as relações entre feiticeiro e aqueles que ele enfeitiça.
(Lévi-Strauss, 2008, p. 182)
Seguindo os passos de Lévi-Strauss (2008), Quintana (1999), propõe um
paralelismo entre a benzedura (como ritual xamânico) e a psicanálise, no que tange
ao elemento sugestão.
Por atenderem àqueles que necessitam de ajuda, sem exigir pagamento, os
agentes da benzeção são cercados por laços de afetividade, mesclados aos de respeito
e medo pelos membros da comunidade. Vistos como intermediários entre os seres
humanos e o divino, são tratados com admiração e discrição, o que contribui para a
aceitação dos benzedores e benzedeiras no grupo em que estão inseridos.

Eu te benzo, eu te livro, eu te curo: o poder das orações

O benzimento é uma súplica, uma prece, um pedido pra Deus, pras divindades.
(SD, 70 anos, benzedeiro em São Luiz do Paraitinga, julho de 2008)
A benzeção inclui a crença no poder mágico da palavra, uma vez que o benzedor
ou benzedeira é capaz de alterar uma realidade (em desordem) utilizando-se de
orações recitadas, sempre acompanhadas por gestos e objetos específicos.
A crença no poder curativo da palavra, expressa por meio das orações, encontra
raízes em diferentes tradições que se entrecruzaram nas terras brasileiras, nas quais a
oralidade é/era um dos principais elementos de manutenção da cultura. Tanto entre
os povos ameríndios quanto entre os africanos, podemos nos referir à forte oralidade
presente nos rituais mágicos de cura. Até mesmo os portugueses, católicos fervorosos,
importaram para o Novo Mundo a crença no poder curativo da palavra. Assim sendo,
fica mais fácil compreendermos o poder atribuído aos benzedores e às benzedeiras,
que, por meio de orações, restauram a saúde do paciente.
As preces são quase inaudíveis - soando como sussurros - e geralmente possuem
um teor cristão, pois evocam o poder de Jesus Cristo, da Virgem Maria e dos Santos.
O acesso e a compreensão das fórmulas recitadas são restritos aos que herdarão a
tradição. Entre os entrevistados, notamos um claro receio de se dizer as orações fora
de um contexto sagrado, portanto, tivemos que nos submeter ao ritual para termos
acesso ao conteúdo. Ao longo da transcrição, percebemos que algumas palavras
sofreram alterações comuns da linguagem popular, limitando a compreensão do
processo por parte dos que são alheios ao universo cultural do qual fazem parte os
benzedores/benzedeiras e os membros da comunidade .
“”Salve-Rainha, mãe de misericórdia. Vida e doçura, esperança nossa. Deus te Salve!
A vós gradamo, degredado filhos de Eva, a espirando, gemendo, chorando neste
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 10

vale de lágrimas. Eia poia advogada nossa e vossos zóio. Misericordioso a nos vorve
esteiro mostrai Jesus. Bendito é o fruto do vosso ventre (...). Virge Maria. Rogai por
nós santíssima mãe Deu, pra que sejamo livre das promessa de Cristo, para sempre.
Amém.
Creio em Deus pai, todo poderoso, criador do céu e da terra. Creio no Cristo (...)
filho, nosso senhor que foi concebido pela graça. (...) Santa Maria virge.
Padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepurtado. Desceu
os inferno, terceiro dia ressuscitou. Subiu o céu. Está sentado a mão dereta de Deus
pai todo poderoso, adonde vir julgá o vivo e os morto. Creio no Espírito Santo.
Santa Igreja Católica, comunhão dos santos, a remissão do pecado, surreição da
carne, a vida eterna. Amém.””(DZ, benzedeira, entrevista, dezembro de 2007, São
Luiz do Paraitinga)

No caso acima, percebemos claramente as adaptações populares feitas nas


preces oficiais Salve-Rainha 3 e Credo católico 4 . Atentamos para o fato de que as
adaptações são comuns, não só entre os agentes da benzeção, mas, sobretudo, no
universo popular. Gomes & Pereira (1989) colocam que tais adaptações podem ser
consideradas como uma estratégia cujo objetivo é manter o segredo do ritual entre os
iniciados. Essas orações diferenciam-se das oficiais principalmente por se situarem
no âmbito do popular, no qual ocorrem adaptações e junções de termos que,
associados aos gestos e expressões corporais, compõem o contexto específico do
ritual. Com o tempo, as palavras presentes nas fórmulas se desvirtuam do significado
srcinal por meio da repetição oral, permanecendo em muitos casos apenas o
elemento sonoro, que apesar de irreconhecível, é dotado de poder mágico,
independentemente do sentido que tinham antes.
Percebemos que a repetição de determinadas frases pode ser considerada uma
estratégia de manutenção da memória, típica de sociedades que se baseiam na
oralidade, conforme afirma Lévi-Strauss (2008) ao analisar o ritual entre os cuna, na
América Central.
A restrição a algumas pessoas das fórmulas recitadas é o que diferencia a
benzeção das simpatias, sendo as últimas, fórmulas mágicas que caíram em uso
popular. Diferentemente da benzedura, as simpatias são preventivas e não
necessitam de um especialista para serem executadas, conforme aponta Araújo
(1958):
Simpatia é outra técnica da medicina popular. As simpatias são conjuntos de atos e
palavras com o qual se quer obter algo. Em geral a simpatia cura, protege e previne.
É um ritual protetivo, acompanhado de mímica e palavrório especial. (...) As
simpatias não precisam,
especializada. como
Não somente as benzeduras,
o Benzedor ser executadas
ou a Prática (parteira) por uma pessoa
as fazem e ensinam.
Qualquer pessoa ‘leiga’ as pode executar. Está mesmo nisso uma diferença
marcante entre Benzeduras e Simpatias, no fato de que as primeiras não podem ser
feitas por ‘leigos’ e o benzedor não as ensina, a não ser em dias especiais, para uma
ou um ‘iniciando’. (Araújo, 1958, p. 68)
As orações dos benzedores e das benzedeiras, recheadas de expressões próximas
do cotidiano, estabelecem uma relação direta com os intermediários entre Deus, ou
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 11

deuses, e os humanos. Nelas são empregadas frases imperativas que pedem a cura, ao
mesmo em que são citados os males a serem extirpados. Além disso, observamos que
a repetição de alguns versos parece funcionar como o mecanismo de mantras.
Vejamos um exemplo:
Senhor, tenha misericórdia, o nome desta pessoa é ... todo o mal que tiver no corpo
desta moça em uma palavra: inveja, macumba, tristeza, infecção, inflamação,
dores, problemas difíceis de resolver, aborrecimento, nervoso, dificuldade,
angústia, depressão.
Senhor tenha misericórdia e cure essa moça.
Todo o mal que tiver no corpo que suma daqui pra fora!
Em nome de Deus e de nosso Senhor Jesus Cristo, Santíssimo Sacramento e o
Divino Espírito Santo, tenham misericórdia! (gesto com o terço e uma oração
secreta).
Senhor tenha misericórdia e cure essa moça! Todo o mal que tiver no corpo desta
moça em uma palavra: inveja, macumba, tristeza, infecção, inflamação, dores,
problemas difíceis de resolver, aborrecimento, nervoso, dificuldade, angustia,
depressão. Senhor tenha misericórdia e cure essa moça. Todo o mal que tiver no
corpo que suma daqui pra fora! Em nome de Deus e de nosso Senhor Jesus Cristo,
Santíssimo Sacramento e o Divino Espírito Santo, tenham misericórdia!
O sangue que vós derramou na cruz que seja o remédio e cure esta moça. Em nome
do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Senhor abençoe esta moça, cure esta moça e
crie esta moça. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. (DV,
benzedeira, entrevista, julho de 2007, São Luiz do Paraitinga)
Oliveira (1992) ressalta que a linguagem popular presente nas orações sustenta
a especificidade e a autonomia dos agentes da benzeção na relação com a comunidade
e outros agentes de cura. Mantendo o monopólio sobre esta forma de ritual, esses
indivíduos contribuem para a revitalização da cultura popular.

A linguagem dos objetos

O ritual da benzeção é rico em simbologia. Todos os elementos são partes


constitutivas de um espetáculo: o local onde se benze, os objetos, as orações e a
expressão corporal. Benze-se não apenas com o poder da oração e os objetos
sagrados, mas também com os gestos, com o semblante e com o olhar. Esses
elementos unificados garantem a crença na eficácia do ritual de benzeção, cujo
objetivo é restaurar o equilíbrio perdido e unificar o que antes estava fragmentado,
uma vez que a salvação está na conciliação dos opostos, no retorno à unidade
fundamental, no reencontro do absoluto (Gomes & Pereira, 1989, p. 51).
A linguagem empregada nas fórmulas, bem como os objetos manuseados,
baseiam-se quase sempre em analogias. Neste contexto, a utilização dos elementos
naturais é fundamental: tanto a terra, quanto a água, o fogo, o ar e a vegetação,
desempenham importância no que diz respeito ao controle do mal e o
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 12

restabelecimento do equilíbrio no corpo e na vida do paciente.


Os objetos são determinados pelos agentes da benzeção, por isso, são tão
diversos. Na bibliografia sobre o tema, encontramos referências a diferenciados tipos
de objetos, como agulhas, brasas, ramos de plantas, velas, terços, penas, óleos entre
outros. Apesar da variedade, deve-se entender que cada objeto apresenta um
significado quando pensado dentro da lógica do ritual. Por exemplo, em São Luiz do
Paraitinga, identificamos um elemento constante nas benzeduras: a maioria utiliza
um terço confeccionado com sementes de capiá, uma planta medicinal utilizada na
região 5 . Era tradição na cidade o ato de confeccionar o próprio terço utilizando as
sementes da referida planta, conforme identificamos no relato de um morador citado
na pesquisa feita por Campos (2002) sobre a educação do caipira em São Luiz do
Paraitinga:
Antigamente quem ensinava a rezar eram o pai e a mãe. Todos ensinavam. Nós, em
casa, mesmo, chegava na hora de dormir, a vovó, que era mãe da mamãe, era muito
religiosa, ensinava a rezar o terço. Apesar que o terço naquele tempo não era
correntinha que nem agora. Era cordãozinho de linha. Torcia a linha de oito [fios],
passava cera, ia torcendo, torcendo ela não desmanchava. Daí pegava o capiá bem
miudinho e contava de 10 continhas daquela e punha uma da grande, que era o
Padre Nosso. Daí pegava outra vez dez, que era 10 Ave Marias e um grande, Padre
Nosso. E ensinava a rezar. Morador do Bairro do Rancho Grande. (Campos 2002,
p. 200.)
No universo católico, é profundo o simbolismo atribuído ao terço. Em sua
circularidade, está representada a concepção de totalidade, de unicidade. Ao circundar a
pessoa com o terço, o benzedor ou a benzedeira, intenciona envolvê-lo
com seu poder. Criando um círculo de cura, fecha-se o corpo contra os males,
fazendo-os desaparecer ou anulando seus efeitos. Entretanto, para compreender de
forma mais ampla o simbolismo assumido por este objeto no ritual, faz-se necessário
levar em conta o valor simbólico local, arraigado à tradição mantida na comunidade,
na qual a confecção do terço é um dos elementos da educação dos moradores. Ao
herdarem o dom dos antepassados, os objetos permanecem com o simbolismo.
Destacamos o fato de que duas das benzedeiras, DZ e DV, assimilaram não apenas as
orações, mas também os terços utilizados por aqueles que lhes transmitiram o dom, o
marido e o pai, respectivamente. Essa característica amplia o valor simbólico
atribuído ao objeto.
Além do terço, encontramos outro objeto da mesma forma relacionado com a
história da cidade: a bandeira do divino. Dentre os quatro sujeitos pesquisados, duas
benzedeiras decoram o local onde praticam os benzimentos (sala) com a bandeira
utilizada pelos festeiros durante a Festa do Divino Espírito Santo, uma das mais
importantes festas religiosas do município. Há mais de duzentos anos, os moradores
fazem promessas e preparam a bandeira para participarem da trezena religiosa.
Durante o ano, os festeiros percorrem as casas com as bandeiras do Divino para
arrecadarem prendas para o evento. As festividades ocorrem durante uma semana
com a chegada das bandeiras até o dia da festa, o Dia de Pentecostes, quando
ocorrem o cortejo, as procissões e a distribuição do prato típico, o afogado – feito com
carne, batata e arroz. Dentro deste contexto, as bandeiras simbolizam a proteção
divina e a devoção ao Divino Espírito Santo, por isso sempre ficam em local de
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 13

destaque.
A bandeira do Divino é vermelha, geralmente de cetim, com uma pomba branca
ao centro. Na ponta do mastro, sobre uma esfera de madeira, que representa o
universo, encontra-se uma pomba feita com o mesmo material em posição de vôo.
Sob os pés da pomba são presas fitas, flores de papel, sapatinhos de bebê, fotos e até
dinheiro, representando as graças alcançadas. Ter a bandeira em casa é sinal de
bênçãos e proteção aos donos da casa.
Dos sujeitos pesquisados, observamos que aqueles que vivem no meio rural são
os que mais incorporam elementos naturais em seus rituais. Como é o caso de DR,
que mora em um bairro rural a 2 km da cidade e possui em seu quintal um vasto
jardim contendo as mais variadas ervas medicinais que servem como tratamento aos
mais distintos males.
Para benzer, DR manuseia um ramo de uma planta denominada vassourinha
doce, cujo simbolismo é bem claro: limpar as energias nocivas que envolvem a
pessoa. Além disso, receita chás com as ervas que são cultivadas em seu quintal. Nele
encontramos hortelã, tansagem, insulina, arruda, poejo, dente de leão, carqueja,
bardana entre outros.

A transmissão do dom

A transmissão do dom pode ser feita de diferentes maneiras e circunstâncias. De


acordo com Vaz (2006), uma benzedeira pode aprender de maneira espontânea,
receber o dom por meio do ensinamento de outra benzedeira, por necessidade
perante uma grave situação e, também, a partir de uma revelação.
No caso de receber o dom de outro benzedor ou benzedeira, acrescentamos que
isso pode ocorrer tanto por relações de parentesco (consangüíneo ou por afinidade),
quanto por meio do aprendizado voluntário, no qual a pessoa busca assimilar a
prática de uma outra pessoas sem ter ligações familiares.
A transmissão feita por laços de parentesco é a mais comum. O dom é passado
para algum membro da família (consangüíneo ou não) que apresente as
características necessárias para a prática do ritual, como interesse, respeito e
convivência com aquele que benze. Dessa maneira, a pessoa escolhida traz em si o
conhecimento de cada passo do ritual, inclusive das palavras. Além disso, herda a
reputação conquistada pelo antigo benzedor ou benzedeira. Foi o que verificamos em
três dos casos estudados em São Luiz. DV e DR herdaram respectivamente do pai e
da avó. Já DZ, é exemplo de transmissão do dom por relação de parentesco por
afinidade, pois assumiu o lugar do marido, sem que este tivesse lhe passado a dom.
Ela era casada com JM, antigo benzedor na cidade. No entanto, ao falecer, ele não
passou a tradição a ninguém. Meses após a sua morte, uma mãe veio procurá-lo sem
saber que havia falecido. Sem ter a quem recorrer para curar o filho, a mãe solicitou a
DZ, pois acreditava que ela tinha o direito à sucessão, uma vez que ela conhecia as
fórmulas recitadas por JM. Apesar de não se lembrar de todas as preces, DZ benzeu
com aquelas que se recordava. A criança sarou e tão logo a comunidade tomou
conhecimento da eficácia de suas rezas, DZ assumiu o papel de benzedeira em seu
bairro.
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 14

O dom também pode ser adquirido por meio de uma revelação, seja em sonho
ou por uma visão espiritual. Essa foi a maneira pela qual SD tornou-se benzedeiro.
SD contou-nos que quando tinha dezessete anos, choveu forte no feriado de Nossa
Senhora Aparecida (12 de outubro). Temendo as fortes trovoadas, decidiu esconder-
se dentro na Igreja do Rosário, debaixo do altar. De repente, ouviu uma voz lhe
dizendo: Homem de pouca fé. Tentou identificar de quem era a voz, mas como estava
sozinho, atribuiu a srcem a algo sobrenatural. Desde aquele dia, SD passou a
manifestar o dom para curar e benzer.
Com relação à manutenção do ritual, destacamos que é por meio de palavras
repetidas, transferidas de geração em geração, que o ritual se mantém, sendo a
característica mais relevante a capacidade de memorização para guardar bem as
palavras, uma vez que modificar a estrutura sonora significa tirar-lhe o poder.

Considerações Finais

A prática de benzeduras é um saber prático e experiencial que não advêm de


uma especialização formal como no caso dos médicos e farmacêuticos, mas que ainda
é largamente utilizado em diferentes regiões do país.
Os agentes da benzeção atuam livremente e, apesar de se apresentarem
sempre em nome de uma religião, seus serviços se aproximam à magia, uma vez que,
como magos, os benzedores e as benzedeiras são vistos como sujeitos detentores de
um poder capaz de controlar ou manipular forças ocultas, visando à solução de
problemas como: saúde, emprego, proteção, amor entre outros. Por atenderem
àqueles que necessitam de ajuda, sem exigir pagamento, os agentes da benzeção são
cercados por laços de afetividade, mesclados aos de respeito e medo pelos membros
da comunidade.
O ritual da benzeção é rico em simbologia. Todos os elementos são partes
constitutivas de um espetáculo: o local onde se benze, os objetos, as orações e a
expressão corporal. Benze-se não apenas com o poder da oração e os objetos
sagrados, mas também com os gestos, com o semblante e com o olhar. A linguagem
empregada nas fórmulas, bem como os objetos manuseados, baseia-se quase sempre
em analogias. Todos esses elementos unificados garantem a crença na eficácia do
ritual de benzeção.
Há uma relação direta entre os objetos, os gestos e as frases com o objetivo que
se pretende alcançar. Por meio de analogia, proporciona-se ao doente a idéia concreta
do malefício e também da cura. Tornando palpável, visível e concreto o que é
impalpável, invisível e obscuro, traduzem para a linguagem popular a compreensão
da doença. Dessa maneira, a pessoa se sente mais segura e, confiante no poder que é
atribuído aos benzedores e às benzedeiras, participa da própria cura.
Entendemos que, ao preservarem e transmitirem uma forma específica de
experiência de cura, baseada não apenas na crença mágico-religiosa, mas, sobretudo,
em um saber empírico popular, os agentes da benzeção são representantes da cultura
popular e contribuem para a manutenção memória e tradição de suas comunidades.
Dessa forma, consideramos a benzeção uma expressão da cultura popular que
envolve o desdobramento tanto de aspectos do catolicismo quanto da medicina
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 15

popular.
A sobrevivência da benzeção, como expressão da medicina popular, explica-se
pelo fato de que tal prática tem fornecido respostas a uma série de insatisfações dos
indivíduos que a sociedade atual, com todo seu aparato racional, empírico, cético,
fragmentado e especializado dos saberes, ainda não conseguiu dar conta.
A persistência da benzeção se opõe, de certa forma, à trajetória do pensamento
ocidental moderno, dentro do qual se situa a medicina oficial. Ao longo do processo
conhecido como Modernidade, a medicina rompeu com a religião e fundamentou sua
prática no campo científico: laico e cético, calcado do racionalismo, na observação
empírica, na fragmentação e especialização dos saberes. Nesse sentido, a benzeção
difere da medicina oficial na medida em que propõem a junção de experiências e
conhecimentos, visando à restauração física, emocional e espiritual do doente.


FONTE: M NEME – R EVISTA DE HUMANIDADES , 11(29), 2011 – JAN / JULHO


Publicação do Departamento de História da Universidade Federal do Rio Grande do Norte
Centro de Ensino Superior do Seridó – Campus de Caicó. Semestral ISSN -1518-3394
Disponível em http://www.periodicos.ufrn.br/ojs/index.php/mneme

__________________________________________________________________________________________________

DIA 2

Na força do sol e na bênção da lua


Na força da Virgem Maria e na bênção da Lua
Na força de Jesus e na luz do Sol
Todo mal que nos envolve é retirado e decantado
Todo mal que nos tortura é abençoado e renovado
Com dois te colocaram,com três eu te tiro
Tu és aço eu sou o sol que derrete o aço
Tu és fogo eu sou o sol que consome o fogo
Porque na força de Deus e na força de Jesus
Nem praga que ande de dia nem durante a noite
Nem ao meio dia assola a escuridão
Daquele que sofre a perseguição
No manto de Nossa Senhora é abençoado
No sangue de Jesus é lavado
E na mão de nosso Senhor é cruzado e abençoado
Graças a Deus!!!
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 16

Essa oração falada acimaé utilizada por muitos Bentos para praticamente todos os
benzimentos.

Vamos começar falando sobre a tradição do negro escravo,quando vemos na história o


tráfego negreiro migrando para o Brasil Pierre Verger vemos que eles ficavam confinados
nas fazendas,e por ordem do Padre Vieira eles podiam ir a igreja somente aos domingos
para poderem ser convertidos ao catolicismo e seguirem a Jesus como a igreja assim o

desejava.Na verdade
sabendo ao certo ondeeles chegaram
estavam, aqui
o que sem muita
estavam opção,sem
fazendo,isso muitoforam
porque conhecimento
tirados daesua
não
terra natal a força, e a única ligação que o negros tinham eram com as forças dos Orixás e
culto na época não havia a introdução ao culto de cabula ainda se o culto era permitido
somente dentro das igrejas,onde eles não podiam externalizar toda a fé que eles tinham o
único recurso eram os louvores e orações que eram feitas aos Orixás, e no fundo das
senzalas encontravam-se os negros, os Quimbandas que dentro de uma dialética do
Quimbundo seriam os sacerdotes,os anciãos que eram mais velhos,mais sábios,que
traziam os conhecimentos da cura,da oração,da evocação aos orixás abençoando aqueles
irmãos que ali se encontravam e eventualmente passavam por algum sofrimento,alguma
tristeza,por algum obstáculo que estavam passando dentro das dores que sofriam na
escravidão é nesse cenário que começam a surgir os elementos que nós usamos no
benzimento,através de uma pedra,de uma água,de uma raiz que era rezado ao Orixá e
cruzado,nesse conceito de cruzar nós encontramos já a influência da igreja católica no rito
africano dos negros que se encontravam ali,porque ao prestarem atenção no padre
cruzando,no padre fazendo o sinal da cruz no ambiente eles entendiam que aquilo
ligava,era uma chave interpretativa que ligava os mesmos ao sagrado,e é nesse cenário
que vemos os sacerdotes dentro das senzalas começarem a ministrar as curas,os
equilíbrios,as desobsessões,aliviar as dores dos cansaços,dos maus tratos através da
oração,que era o único recurso que os mesmos tinham para louvarem os Orixás.A
intercessão do Conde de Arcos permitiu que os negros pudessem realizar seus cultos nas
terreiras,na frente das senzalas notamos que essas práticas continuam,então notamos que
ali,além dos louvores aos Orixás nasce o benzimento dentro das senzalas que é a
manipulação dessa força da natureza,essa força da fé,do poder de doação do magnetismo
para auxílio de todos aqueles que ali sofriam.

Utilização dos elementos dentro do benzimento

Porque nós podemos benzer com as mãos fazendo o sinal da cruz,e porque nós podemos
utilizar uma pedra (por exemplo um quartzo verde),qual é a função desses elementos dentro
da prática do benzimento.Quando falamos desses elementos são primeiramente
contraparte de agregadores de energia,como exemplo podemos pegar uma colher de
pau,ela tem um desenho côncavo,então além do símbolo da madeira,interpretamos o
campo das formas ou seja criando um campo de ação quando eu pego ela e cruzo,uma
ferida,uma pessoa,um ambiente,estou desenvolvendo um campo magnético nesse
ambiente que vai permitir que tudo aquilo que estou evocando(sempre lembrando,dentro da
lei e do merecimento),possa ser adequado ao mesmo para que ele enfim se torne
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 17

abençoado,que equilibre as energias,que a cura possa se restabelecer,enfim que essa


energia seja positiva e que possam todos que ali estão se beneficiar dela.Podemos tornar
também uma pedra,um cristal que possui sua função natural um elemento bento quando for
usado somente para essa prática(então vemos que os elementos para benzer devem ser
utilizados somente pra isso ok)Mais adiante veremos como tornar por exemplo uma pedra
um elemento bento.Uma cruz por exemplo feita com pau de laranjeira e palha da costa nas
suas junções(minha Preta velha usa rs) ela possui dois elementos dentro do seu símbolo
sagrado para que ele realize uma atuação positiva na pessoa que será atendida,nesse caso
despertamos o símbolo da madeira da laranjeira que é harmonizadora e a palha da costa
que é
transmutadora,modificando energia e promovendo a cura
também(Omúlu/Obaluayê:transmutação/cura).Quando usamos uma tesoura temos o
símbolo do aço que será ativado,estaremos cortando alguma coisa simbolicamente,sendo
uma muleta psicológica daquele que nos vê benzendo e entra dentro dessa energia,mas eu
estou ativando o símbolo do aço que é um símbolo cortante dentro dessa ação que será
desenvolvida.A água muito utilizada,a água por si só é uma agregadora de energia,depois
de benzida ela se torna benta,ela pode ser bebida,utilizada para lavar feridas,ser espargida
numa pessoa,numa residência.Então todo elemento que você adequa ao benzimento como
uma vela símbolo do fogo que vocẽ venha utilizar se desperta na sua contraparte e se liga a
pessoa que está recebendo a benção para possamos favorecê-la dentro da lei do
merecimento.Bom a partir de agora muitos vão despertar e necessidade de um elemento
para utilizar no benzimento,alguns vão querer uma faca por exemplo que pode sim ser
usada,outros tesoura,uma pedra,cristal,pemba,terço,então deem vazão a isso,podem
começar a escolher o ou os elementos que você vão usar para atender e comecem a se
familiarizar e explorar o campo de energia para tornar mais eficiente seus atendimentos.

http://mundoastral7.blogspot.com.br/2012/05/metais-planetarios.html
Nesse link temos algumas considerações sobre os metais elementais,bem interessante dar
uma olhada.

Magnetismo no benzimento
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 18

Magnetismo é a força que criamos através da vontade,do pensamento,sabendo que o


magnetismo é algo que nós doamos que é energia que formamos dentro de nós e que
podemos passar para nosso semelhante,se faz necessário que tenhamos alguns
cuidados,como alimentação,pensamentos,oração para que possamos canalizar essa força
positiva e poder doar e mesma para quem necessita.E onde o benzimento atua???
Ele atua no corpo energético que todos possuem entre o corpo físico e o perispírito(dulpo
etéro),Mas o que é o duplo etéreo???É um corpo vaporoso de energia que geralmente se
mostra na cor meio acinzentada e que nele são agrupadas todas as energias que nós
podemos captar a nossa volta,tanto boas como ruins.Então podemos observar que vai
interferir muito nessa energia nossas atitudes,em como conduzimos nossa
vida,geralmente é nesse campo que se encontram os tormentos energéticos de quem nos
procura para um benzimento,o bento ao fazer o atendimento doa o que tem de melhor como
já foi falado,ele doa esse magnetismo que vem da boa alimentação,do consumo defrutas,de
água,de uma vida saudável,da oração,que vão estar sendo direcionados para o duplo
etéreo que se fortalece com todas essas práticas faladas aqui,o duplo etéro por sua vez se
liga ao baço onde se localiza o chácra esplênico,e o baço é o responsável para mandar
para a corrente sanguínea todas as energias que ele está canalizando ali por esse foco
captador que seria o duplo etéreo.Então percebemos que o duplo etéreo é a central de
renovação de energia do nosso organismo.Então quando benzemos estamos contribuindo
para a melhoria do corpo energético daquela pessoa.
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 19

O que significa cruzar no benzimento

Porque 99% dos benzimentos são aplicados com o cruzamento?Quando nós cruzamos logo
nos lembramos da figura da cruz que está ligada ao suplício de Jesus,mas devemos saber
que a figura da cruz tem duas simbologias a primeira é a do sofrimento(quando temos a
imagem de Jesus no crucifixo),por esse emotivo não é aconselhável que se utilize crucifixo
com a imagem de Cristo para benzer,pois não desejamos o sofrimento dos outros.Já no
crucifixo,ou na cruz sem a figura de Jesus temos o simbolismo da passagem,que pode ser
também em outras palavras a transmutação,ou ainda como adentrar o lado sagrado de
algo,muitas vezes vemos pessoas que antes de entrar na casa de alguém(geralmente nas
cidades do interior),numa igreja a até mesmo ao pisar no chão de um terreiro fazer o sinal
da cruz,isso está dizendo quese está abençoando e adentrando olado sagrado.Quando se
atua na prática do benzimento,estamos entrando no lado sagrado daquela pessoa,por isso
devemos entender que quando benzemos algo ou alguém estamos atuando na sua parte
sagrada,onde se encontram seus problemas,obstáculos,ou até onde se encontra a essência
de algum elemento que porventura possamos dar para uma pessoa.Portanto quando
formos usar o cruzar antes de mais nada devemos lembrar que estamos abençoando,e já
estamos adentrando o lado sagrado que muitas vezes é onde se encontra o real problema e
também onde se encontra a solução para esse problema.

Existe dia e hora para que eu possa benzer?

Essa é uma dúvida bem comum,vistoque existem tantas crendices em cima desse tema.Existe
dia???Existe hora para que eu possa benzer e ajudar meu semelhante???Como exemplo
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 20

veremos a seguinte colocação a esse respeito: Se numa noite de natal próximo a meia noite
você vai até um hospital a procurade um médico com certeza ele estará lá para te
atender,sendo uma noite abençoada esse médico deveria estar em casa não é mesmo,mas ele
não está,porque ele tem um compromisso em quenão existe dia nem hora para ele atender,da
mesma forma se vocẽ vai numa sexta feira santa o hospital está atendendo(que é o dia que
dizem que os portais estão abertos,os demônios estão soltos) todos que ali se encontram estão
trabalhando normalmente,outroexemplo as mulheres no seu ciclo menstrual também estão
dando atendimento nesses locais e levando a sua vida naturalmente.Da mesma forma se dá o
benzimento,é um comprometimento quenós temos,portanto não existe dia nem hora para tal
prática.,nem justificativa para que não amparemos nosso próximo.

Qual é a postura que um benzedor deve ter

O benzimento como já foi falado é uma prática livre que qualquer um pode executar,masquanto
a moral do benzedor?Como conseguir fazer a diferença?Porquetem pessoas que conseguem
numa oração curar um cobreiro,enquantooutras pessoas com a mesmaoração não conseguem
fazer esse cobreiro sair e às vezes ele até aumenta,qual é o segredo de tudo isso? Primeiro
para podermos realizar um entendimentode benzimento com eficácia precisamos estar atentos
a alguns pontos:
1º Não existe adivinhação dentro do benzimento
Muitas pessoas quando estão benzendo ficam tentando adivinhar sobre a vida do outro,às
vezes querendo transformar aquele atendimento tão simples em uma consulta,falando que
espíritos estão ali,falando isso e aquilo,o ambiente de benzimento não tem preparo para
que espíritos que dizem estar influenciando se manifestarem para dar algum
aconselhamento.Lembrando que nem sempre a pessoa que vai se benzer quer que se fale
alguma coisa pra ela,portanto benzimento não é adivinhação e sim uma prática de caridade
e como tal devemos respeitar aquele que vem se benzer falando somente o estritamente
necessário.

2º Vocẽs não estão aqui aprendendo para se tornarem super heróis


Mas sim para aprender uma prática de caridade,eu quero dizer com isso que tem pessoas
que aprendem a benzer a já saem querendo abraçar o mundo,resolver os problemas de
todos,quando na verdade a prática deve ser iniciada lentamente,tanto que até o momento
não foi passada nenhuma prática aqui.Estamos aqui na parte de introdução para vocês irem

assimilando comonão
super heróis,que conduzir
vamosisso após o resolver
conseguir final dastudo,e
aulas.É preciso
vão entender
ter casos que oque não somos
benzimento não
vai funcionar,porque o benzimento não interfere dentro da lei do carma,ou dentro da lei de
causa e efeito,portanto existem coisas que fazem parte da trajetória de vida de uma pessoa
,provas e expiações naturais que devem passar,então precisamos entender que devemos
ajudar quando for necessário,mas não querendo que os nosso desejos se realizem a
qualquer custo,mas principalmente que se realize a vontade de Deus que é o mais
importante.Quando o benzimento não pode ajudar em um sentido ele ajuda em
outro,trazendo equilíbrio,harmonia para que a pessoa possa enfrentar algumas situações da
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 21

sua vida.Portanto não somos super heróis do benzimento e passaremos por experiências
que deixarão isso bem claro,por isso devemossempre manter nossos pésbem firmes no
chão,não criando ilusões e expectativas desnecessárias que poderão atrapalhar nosso
atendimento.

3º Saber ouvir
Muitas pessoas vão nos procurar porque estão necessitando de alguém que as
escute,precisam desabafar e isso já vai tirando aquela carga que elas estão
envolvidas,então quando falamos que não existe adivinhação no benzimento queremos
chegar nesse ponto em que devemos sentar e escutar o que a pessoa tem pra
dizer,devemos deixar que desabafe,conte da sua vida e até chore se for necessário,para
depois sim começar a tratá-la,o benzimento tem que ser feito com humanidade,e o
escutar,estar disposto a ouvir se faz necessário não só no benzimento mas em qualquer
prática de caridade realizada.

4º Não tenha pressa para atender


A pior coisa que tem é a pessoa confiar os seus problemas e notar que aquele que está a
sua frente está com pressa para atendê-la.Voc ẽ não precisa benzer todos os dias,até
porque todos tem outros afazeres,mas o tempo que for dedicado ao benzimento deve ser
feito com desprendimento,sem pressa e dedicação.Se for pra fazer com pressa,má
vontade,sem um sorriso no rosto é melhor nem fazer.Portanto pressa,falta de educação e
má vontade não servem para o benzimento.

5º Forma e como preparar o ambiente para o benzimento


Vocẽ pode fazer isso em casa,num local terapêutico,no centro espírita,terreiro,não
importa(lembrando que isso é caridade e não se cobra),mais a frente vai ser ensinado como
preparar o ambiente para que nenhuma carga negativa permaneça logo após o
atendimento.É preciso estar atento a forma como vai ser recebida a pessoa que vai até
você onde você estiver atendendo,evitar roupas curtas,decotadas,transparentes,muito
coladas ao corpo,shorts,camisetas regatas,deve-se evitar tudo que desvie a atenção de
quem chega,bom senso dentro de benzimento é algo muito necessário para uma boa
prática também,devemos ter postura nas palavras,na conduta e principalmente no asseio
pessoal.Não incorporamos no benzimento,nossa casa não é centro,nem todos que vem até
nós são espiritualistas.Sabendo se preparar para benzer não ficamos com danos
energéticos depois disso.O local de atendimento deve ser delimitado,se for em algum
cômodo da casa por exemplo é ali que a pessoa fica e disso não passa,ninguém deve ficar
transitando na sua casa,e ensinarei como preparar,energizar e limpar esse local após o
atendimento.
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 22

Preparo do bento e do local onde irá benzer

Devo salientar que essa preparação é muito importante para não pegar nenhuma carga
negativa.Em primeiro lugar o bento deve aprender a se benzer,antes de benzer alguém,é
recomendável também que se faça um banho de ervas(com arruda que é uma erva de
defesa) e que acrescente água benta nesse banho.Durante o banho devemos pedir
purificação,limpeza energética,reequilíbrio das forças para que possamos nos dedicar ao
benzimento (pode ser da cabeça aos pés,ou do pescoço para baixo,isso vai de cada
um)vocẽ pode fazer com arruda ou com uma erva que vc saiba que se destine a purificação
e que vc já esteja habituado(a).Depois do banho feito pode ser feita a firmeza pro seu anjo
de guarda,ou uma prece a uma divindade da sua crença(Orixá,Santo,etc…) onde sua fé se
encontre e que você tenha maior afinidade evocando proteção ao atendimento.
Como preparar o local para atender: Independente do local que for atender ele deve ser
preparado para que não fiquem energias densas depois do atendimento.Depois do
banho,das preces vamos preparar o local para atender,com um elemento de sua
preferẽncia que veremos mais à frente vamos benzer o local e a cadeira que a pessoa irá
ficar sentada,ou seja tudo que compõe o atendimento vai ser primeiro benzido por nós
pedindo purificação,que se cortem as cargas negativas,para dar proteção e ampara para o
trabalho que será realizado.E quando vou na casa de outra pessoa,como faço??? Vai
proceder da mesma maneira descrita acima,tomar seu banho,fazer sua prece,fazer uma
prece a corrente de benzedores também(EX:Bento Camargo,Nhá Chica,alguns Pretos
Velhos que são rezadores,os raizeiros,então além do anjo de guarda podemos acender
uma vela e evocar essa falange para que nos auxilie)Portanto devemos rezar sempre para
o anjo guardião,para a falange dos rezadores,para seu santo,Orixá,Deus etc… Isso vai da
crença de cada um.E pode perguntar a esses mentores se é hora de ir fazer aquele
benzimento ou deverá ser deixado pra outro dia,com certeza sua intuição trará a
resposta,porque às vezes não é naquele dia que o benzimento deve ser aplicado.Sentiu
que deve ir,faça tudo corretamente,escolha o material que vai usar e vá até a casa da
pessoa.Chegando na casa da pessoa você deve pedir licença as forças que regem o local
para poder entrar,não se entra na casa de uma pessoa sem pedir licença,e não é somente
para os encarnados que nós pedimos,é bem simples,basta levantar a mão esquerda e
dizer:em nome de Deus me permita a entrada,há um símbolo que se irradia nesta mão
dentro de uma visão umbandista e o guardião que está ali naquela casa enxerga a que
finalidade energética você está ligado,e se não for uma coisa boa ele pode barrar essas
energias,se não for uma coisa salutar ele pode te impedir a entrada,entrou e sentiu que está
tudo bem ótimo,chegando no local que vai aplicar o benzimento deve ser feito o mesmo que
foi ensinado acima(nesse caso vai benzer a casa inteira da pessoa).Depois vai se dirigir a
ela para o benzimento,lembrando que nunca devemos adentrar o espaço sagrado de
alguém sem antes pedir a devida licença e sem preparar o ambiente,pois muita coisa está
no ambiente que a pessoa se encontra(tudo isso é muito importante).Existem casos em que
é preciso ir mais de uma vez benzer a pessoa,em todas as vezes deve ser feito o mesmo
procedimento.Ao terminar o atendimento você vai retornar para sua casa e chegando lá
provavelmente a vela firmada ainda estará acesa e você pode complementar fazendo um
novo banho de ervas,ou se benzer,ou acrescentando a uma água morna um pouco de água
benta para jogar no corpo após o seu banho de higiene(isso vale tanto para atendimento na
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 23

sua casa ou na casa de outra pessoa). Existem também os atendimentos feitos a


distância,onde não seja possível irmos até a pessoa,isso será ensinado mais a frente.Creio
que ficou bem clara essa parte de preparação.

O que eu posso benzer

Já que falamos que o benzimento é uma prática de abençoar,de transferir energias


positivas,começamos a nos questionar aonde eu posso atuar com o benzimento?
Muitos de vocês serão despertados com mais intensidade para essa prática,e veremos que
podemos utilizar vários elementos,iremos benzer com
velas,ervas,cachimbo,pedras,terços,água e muito mais...Enfim com uma quantidade de
elementos que são agregadores de energia e que pautam essa energia dentro da nossa
força de vontade.Então vocês poderão eleger quais elementos irão utilizar para benzer
ok,vai da afinidade de cada um.Mas onde podemos aplicar??? O benzimento não se limita
somente a benzer seres humanos,mas o magnetismo que aprenderemos a utilizar com o
mesmo vai além disso,você poderá benzer,pessoas,animais,plantas,objetos agregadores de
energia (pedras por exemplo),água (imantando de forças
curadoras,salutares,energizadoras,que poderão auxiliar em banhos,lavar feridas,limpeza de
residência com pano,pra tomar como medicamento,etc... Essa é a tão conhecida água
benta),poderá benzer a distância,benzer fotos,objetos das pessoas que precisam ser
benzidas e não podem estar presentes,nomes,pode benzer casa,chaves de
casas,automóveis,o benzimento pode ser praticado em inúmeros locais,aqui você vai
aprender a manipular essas energias e também a aplicá-las.Então vemos que benzer é
tornar bento,e tornar bento é podermos dar aquilo que temos de melhor.E quando doamos o
que temos de melhor não existem barreiras que nos impeçam de ajudar quem esteja
necessitando,apenas deixando uma observação para vocês não se benze elementos
alcoólicos,itens industrializados e nem carnes,pedaços de carne,mas podemos benzer o
alimento que vai pra nossa mesa que seja totalmente natural,então aqui vemos que existem
várias coisas que vem para nos estimular a dar continuidade nesse aprendizado.E quantos
meios teremos para praticar o benzimento.O benzimento é algo muito simples,mas que
sobrevive até os dias de hoje,por isso estamos fazendo esse curso,não deixaremos nossa
tradição morrer.

Agora vamos abordar se o benzimento pertence a alguma religião ☮✝☪ ✡ ☦☸

É interessante quando nós pegamos essa questão porque que nós temos uma grande
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 24

influência do benzimento por incrível que possa parecer na igreja católica,uma curiosidade
interessante é que nas épocas das missas antigamente que tinham nas igrejas segundo
explicação dos espíritos, é de que os Padres tinham a sua disciplina de fazerem o
confessionário,de rezarem às missas e surgiu a tradição de rezar em nome dos santos nas
igrejas que se ligavam a padroeiros ou padroeiras que representavam uma região onde
eram fundadas essas igrejas,os beatos ou as beatas que queriam abençoar todas as
bênçãos que recebiam,interessante falar nisso né,mas queriam de alguma forma agradecer
essas bênçãos dividiam esses supostos milagres que aconteciam nesses determinados
locais (que nada mais é que o resultado da fé) levando a oração desse Santo para os
transeuntes que de dia passavam e entravam na igreja pra fazer uma oração,pra pedir a
bênção aquele padroeiro(a), e nesse estágio nós encontramos as primeiras rezadeiras que
surgiam dentro das igrejas no século passado por exemplo abençoando os transeuntes que
passavam por ali.Pois bem com essa visão criou-se uma força muito grande dentro do
benzimento com a reza evocando ao santo católico, mas aí eu pergunto pra vocês o
benzimento pertence a igreja católica, a umbanda ou qualquer outro credo religioso???
Não! Na realidade como foi explicado benzimento é uma doação de energia, e energia é o
que temos de melhor dentro de nós né,então não existe um credo religioso que somente o
seu frequentador emita os seus bons fluídos ao querer abençoar uma pessoa,simples
assim.Então o benzimento não está propriamente a nenhuma prática religiosa,mas ele tem
uma visão universalista,porque ele pode ser adequado às práticas de abençoar ligada a
determinadas religiões a cultos religiosos e isso não significa que para eu ser benta(o) eu
tenha que estar infiltrada(o) dentro de um culto religioso.Para ser benta tenho que ter boa
intenção no coração,querer fazer a caridade e confiar em Deus antes de mais nada, e Deus
está em todo lugar como sabemos,então quando falamos do universalismo do benzimento
chegamos a conclusão de que ele não está ligado a nenhum credo religioso ok, mas pode
dentro do seu estudo e prática ser adequado a qualquer credo,isso vai ser diferenciado de
região pra região onde será praticado,dos cultos que tem predominância nessa região,das
práticas que serão acopladas ao benzimento,por isso vocẽ vai encontrar algumas ladainhas
que nós chamamos por santos católicos,outras que serão evocados os Orixás,até mesmo
cânticos terão no benzimento que são pontos de umbanda por exemplo,músicas
evangélicas,louvores,etc… Onde a pessoa que está ali abençoando está levando dentro da
crença daquele que está levando seu benzimento a chave energética que ele usará para
abrir seu coração para receber a benção.Nessa questão do universalismo devemos lembrar
do principal que é o respeito ao credo do nosso semelhante,inclusive antes dos
atendimentos é interessante perguntar a qual divindade aquela pessoa tem maior
crença,devoção,ela pode dizer Jesus Cristo,então vamos pedir um benzimento para Jesus
Cristo,pode dizer gosto muito de Pai Xangô,evocamos a Xangô,ela ainda pode dizer que
não tem um santo específico então vamos rezar a Deus e pedir as bênçãos de Deus que
envolvam essa pessoa .O benzimento nessa visão universalista que o mesmo apresenta ele
permite que haja e ocorra no atendimento essa flexibilidade da FÉ onde eu coloco o meu
melhor sendo aceito no melhor da compreensão daquele que está a minha frente,bonito
isso não é pessoal?
Então nessa aula creio que está bem explicada essa questão sobre o benzimento pertencer
a alguma religião específica.Ele é UNIVERSAL.
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 25

DIA 3

“Menina com quebranto?


-Reza de acalanto
Ramo de arruda na mão
E lá vinha a vó benzedeira
Feiticeira do sertão.
Curar as dores do corpo
As mágoas do coração.”

Rezas - Ladainhas e Cânticos no benzimento

Hoje vamos falar um pouco sobre as rezas,ladainhas e cânticos no benzimento.Quando


falamos de reza o próprio nome já diz né,você vai falar com o coração,vai estar
desenvolvendo uma oração, o aconselhado é fazer orações que você já leu,achou

interessante e já aplicou,orações
do tempo como:com que já tem
dois colocaram,com três uma
eu teenergia por
curo...Tu é avários
lua eubenzedores
sou o sol,tuao
éslongo
água
eu sou o fogo…E por aí afora...Então a gente sempre encontra essas orações do meio
popular e que tem a sua força e levam o nome de ladainhas,se formos olhar na síntese
essas orações acabam não tendo muito sentido para nós.Quando falamos de uma ladainha
na verdade ela conta uma história,ela pode estar falando que Jesus vinha com Pedro
andando pelo caminho encontrou São Lázaro e São Lázaro perguntou: Pra onde você vai
Jesus...Eu vou curar peste praga e maldição da pele na força de Deus...E aí começa a
desenvolver em cima disso uma outra oração e tem sim a sua força,porque as ladainhas
são evocações,elas tem uma força evocatória dentro do verbo que é feito na mesma,a
oração é um clamor,quando você está rezando um Pai Nosso,uma Ave Maria ou mesmo
formulando um pedido dentro daquele problema que você está assistindo com a sua oração
na realidade está dentro do verbo que você está praticando,está desenvolvendo que a sua
intenção magnetiza,envolve aquela pessoa que se encontra na sua frente para poder ser
benzida,então o rezador deve sim,ler muita oração,estudar a respeito disso,mas praticar
aquela que vem no seu coração,muito importante que isso fique claro.E principalmente deve
exercitar o verbo,eu vou passar aqui pra quem desejar estudar um pouco mais uma lista de
verbos,eu utilizo muito eles na magia,mas servem para o benzimento também,pode também
pesquisar nos dicionários os verbos e dar uma estudada.Entendam os verbos,as
palavras,qual energia eles canalizam,e exercite com você mesmo,nada melhor para
constatar a eficiência do benzimento do que conosco,sempre se benza,benza sua
casa.Exercite a oração,a palavra evocatória que sai do seu coração com vocẽ mesmo e
comece a ver os resultados.Quanto às ladainhas a internet também tem muitos exemplos
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 26

delas,umas muito antigas que se vocẽ pesquisar vai encontrar,tem muita informação por aí
viu gente.Vamos passar também no curso e colocar no grupo do face,entrem lá ok.
Quanto aos cânticos,sim podemos atender uma pessoa cantando pra ela,lembrando que
não temos uma vertente religiosa dentro da prática do benzimento,então pode ser utilizado
o cântico que lhe parecer mais agradável para atender uma pessoa,por exemplo:Vou
benzer uma pessoa e pergunto qual é sua fé(religião,santo,etc),ela fala:Gosto de Nossa
Senhora Aparecida,existe uma falange de espíritos,como comprovado pela clarividência
que se manifestam com as vestimentas energéticas e trejeitos lembrando a falange de
Nossa Senhora Aparecida,então podemos cantar na hora do benzimento,inclusive pegando
uma pedra,uma água benta,e começar a cruzar a pessoa e começar a cantar...Maria de
Nazaré,Maria me cativou,fez mais forte a minha fé,e por filho me adotou,às vezes eu paro e
fico a pensar,e sem perceber, me vejo a rezar e meu coração se põe a cantar pra Vigem de
Nazaré,menina que Deus amou e escolheu pra mãe de Jesus, o Filho de Deus,Maria que o
povo inteiro elegeu Senhora e Mãe do Céu...Preste atenção na letra da música que muitas
vezes vai de encontro com aquele problema que a pessoa está passando,então
automaticamente você trabalha no sentido da fé mais amplo daquela pessoa que está ali
procurando ajuda,porque ela gosta de Maria e vai conseguir um resultado maior porque
você respeitou a fé dela,e você colocou o cântico que encanta não é.Dentro destas
vertentes que eu falei existe sempre a pergunta,existe um tempo pra eu poder estar
benzendo?Não necessariamente vocês vão ver isso ok,tipo para caso X tenho que benzer
tantas vezes,nos benzimentos que vocês verão mais a frente terão alguns dizendo:Repetir
tantos dias,esses são benzimentos que já foram feitos e testados neste período de dias e
constatado o resultado pela necessidade da pessoa que ali se encontrava.Então quando for
atender primeiro ouça a pessoa,você já não se preparou,fez seu banho e tudo que foi
ensinado,então você já está envolvido por uma energia e deve ter fé no que está fazendo
não é,e automaticamente também está ligado a amigos espirituais dessa corrente de bentos
que já foi mencionado,portanto quando você está falando com essa pessoa,vão vindo as
intuições sobre o tipo de benzimento que deve ser feito e o tempo que deverá ser feito ok.E
quando encontramos casos que necessitem da maior atenção você pode repetir esse
benzimento aí entram a setena que são benzimentos realizados por 7 dias,ou 7 semanas
consecutivas caso seja uma vez na semana,ou a novena que é feita em 9 dias,e também a
trezena que seriam 13 dias,então a função das setenas,novenas e trezenas dentro do
benzimento está ligada a força da oração pela intercessão de um mal que pode estar
assolando a vida não somente de uma pessoa,mas também sãomuito aplicadas à uma
família,ou grupo de pessoas(sim pode benzer uma família ou grupo de pessoas
coletivamente)

*VERBOS(alguns deles)

Benzimento e Passe são a mesma coisa?


DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 27

Quais espíritos incorporam no benzimento???Incorporam espíritos no


benzimento???Vamos começar por etapa,o que é o benzimento e o que é o passe? Os dois
são a manipulação do magnetismo,com um pequeno detalhe entre eles,o passe tem
somente a transferência de energia através da vontade,do desejo que é gerado no íntimo
daquele que o está aplicando,e existem 3 tipo de passe: O magnético que é a doação
humana,onde doo a energia para quem ali se encontra e nem sempre essa energia é
boa.Tem o passe espiritual onde faço a evocação para que uma corrente de espíritos
ligadas ao trabalho possam estar participando e eles aplicando o passe,como vemos nos
centros espíritas,ou na umbanda quando pedimos aos caboclos para fazerem um passe
coletivo,etc… esse é o passe espiritual,que somente necessita da evocação e não é
necessário usar a energia daquele que evocou.E temos o passe misto onde espírito é
médium fazem esta doação de energia.Deixando claro que o nosso assunto não é
esse,mas só pra entenderem a diferença.Benzimento é uma extensão sim do
magnetismo,nós podemos pedir o benzimento coletivo como já foi falado,e onde temos os
espíritos que vem cruzar durante o benzimento nos ajudando, a diferença maior é quando
falamos em benzimento ele vai estar atuando com elementos,eu vou ter pedra,linha,vela
tesoura,etc..etc.. Que são elementos despertados nas suas energias ,como foi citado
anteriormente no exemplo da tesoura,estou trabalhando o símbolo do aço,que é uma
energia semelhante ao corte da tesoura que é manipulada pelo bento que doa seu
ectoplasma e pelos espíritos que estão ali presentes trabalhando com o mesmo.Quem são
os espíritos que participam num atendimento com o benzimento:Esse é um assunto muito
importante,pois temos um bento,um espírito ligado a essa cultura no astral que vai estar
trabalhando conosco nos dando a sustentação pro trabalho que iremos realizar,podemos ter
um guia espiritual,um espírito ligado a nós que esteja ali rezando conosco,um Caboclo,um
Preto Velho,um Baiano? Podemos...Mas devemos estar atentos de que os espíritos não
incorporam nos benzimentos ok,porque pra quem não conhece isso pode se tornar
assustador,e outra coisa os espíritos fora do seu horário de trabalho em um terreiro
dificilmente incorporam no médium,até porque eles tem mais o que fazer né gente,eles são
disciplinados e sabem que aquele ambiente não é próprio para isso,por isso devemos ter
muita cautela e atenção sobre isso.Cuidado com o animismo,sentimos o guia próximo e
extravasamos o nosso emocional e incorporamos a nós mesmos,enquanto o guia está
somente ali do lado sem incorporar.Vocẽ pode sim evocar seu Preto Velho,Caboclo,falange
dos benzedores,rezadores,pode pedir amparo para o seu trabalho,mas não significa que
você deva incorporar na hora do atendimento,até porque há riscos que podem ocorrer
quando isso acontece,diferente de quando se está dentro de um centro de umbanda ou
Kardecista onde há todo um preparo para a incorporação.E também não é necessário que
você esteja com seu preto Velho do lado para benzer.Como desenvolvimento da prática
estaremos encontrando campo para poder doar o que já ganhamos que é nossa própria
energia ,fé e não precisamos ficar entre aspas “”apurrinhando”” os espíritos a todo
momento.Pode parecer engraçado o que falei,mas é verdade gente!!!Estamos adquirindo
conhecimento e energia para aplicar o benzimento sozinhos,porque nossa prática
diária,nossa insistência,vontade e amor pelo nosso semelhante nos permitirão fazer
isso.Devemos lembrar que somos uma centelha Divina e sim podemos realizar essa
prática,inclusive fazendo parte da nossa evolução como seres humanos.
HOJE ENCERRAMOS NOSSA PARTE TEÓRICA DO CURSO!!!
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 28

VIVAAA!!!

DIA 4

Aula prática

Firmando seu anjo - Se cruzando - Benzendo a água

Vamos começar com o nosso preparo,primeiro vou ensinar uma forma bem simples de
como fazer uma firmeza pro anjo de guarda(se assim você desejar é claro),você vai pegar
uma vela branca ok,mas dai vc pergunta não pode ser azul,sim pode,tem gente que gosta
de azul né...Mas porque a cor branca,bom em primeiro lugar porque significa a pureza,e
porque essa é uma cor que expande a energia que vou estar vibrando nela como também
capta a mesma,(ao contrário do preto que barra,bloqueia energia)então comece a pensar
que você está expandindo essa aura de energia ligada ao seu anjo guardião para poder dar
início à um atendimento,é bem simples o que vou ensinar,lembrando que anjo de guarda
não precisa de luz ok,mas vamos ativar com essa vela e também com o elemento do fogo
né como um ponto de firmeza de forças,então acenda a vela pra fazer a consagração ao
seu anjo guardião,então segure a vela com as duas mãos eleve ela acima da sua

cabeça,dirija seus pensamentos


licença para poder a Deus
evocar as forças peça
do seu licença
anjo a sua lei seu
da guarda,do e sua justiçaprotetor,e
espírito divina,peça
peça
que vibre a sua energia cobre a chama da vela,para que purifique todo o seu campo
áurico,para que te dê sustentação espiritual,equilíbrio e proteção na tarefa do atendimento
com benzimento que vocẽ irá realizar,peça a sua benção,seu amparo e a sua
proteção,amém!Posso rezar um Pai Nosso e uma Ave Maria???Sim pode rezar.Depois
disso você deixa a vela onde desejar para que ela continue queimando,em torno da sua
chama vai se criar um campo de energia ,vai envolvendo todo o duplo etéreo, ou seja essa
chama vai se expandindo energeticamente e vai queimando todos os fluidos densos que
possam estar atacando o bento na hora dele fazer o atendimento.Esse é um elemento de
proteção.Daí surge a pergunta,firmo essa vela acima da minha cabeça ou abaixo?Você vai
deixar ela firmada onde desejar ok,isso vai da sua crença.O que é realmente importante é o
direcionamento que você vai dar pra essa vela,não acenda uma vela com o pensamento
disperso,direcione e bem esse elemento ok.(Isso não tem nada haver com acender vela na
falta de luz ok gente,faltou luz acende a vela e pronto kkk).Claro que você pode fazer outra
oração que você goste confie ok,agora vamos falar do copo com água,não o anjo não está
com sede viu,a água tem a função de expandir a energia daquilo que você está
vibrando,(ela é um elemento cristalino,para nós umbandistas ligado a Oxalá)então coloque
esse copo d’água ao lado da vela.Inclusive no benzimento a distância que você vai
aprender mais adiante se coloca os nomes na água,justamente para expandir a energia até
a pessoa ok.(a título de curiosidade eu mantenho minha vela de anjo da guarda firmada dia
e noite,pois como médium umbandista prefiro estar sempre protegida hehe,como faço
isso???No lugar da vela palito eu uso a de 7 dias e uma quartinha branca com água e um
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 29

cristal de quartzo transparente dentro pra deixar mais energizado e também para recolher o
que existe de mais denso,a cada 7 dias renovo a vela e a água)

Benzendo a água

Vamos falar de mais um benzimento,bem fácil também,vamos benzer a água,coloque num


copo de vidro,porque no vidro???Porque ele não barra a captação de energia(pode ser
copo ou jarra ok) Tenho que beber tudo de uma vez???Não né,você pode benzer e
engarrafar e guardar em local apropriado.Como usar?Pode colocar um pouco dentro do
filtro de água junto da água que já está lá,pode misturar num copo de água para beber,pode
usar para tomar remédio,pode regar aquela plantinha que está ali toda triste,para lavar
ferimentos,dar para um animal doente,pra passar no chão da casa,para banho de ervas,
etc...e claro utilizar para benzer,pode inclusive antes e depois de benzer dar água benta pra
pessoa tomar.Bem,mas como rezar essa água???? Ela já está no recipiente,antes de rezar
a água ou de qualquer atendimento você deve se cruzar antes.Você pode estalar os
dedos,pode fazer o sinal da cruz,usar um elemento(pedra,erva,ramo de flores,etc...)E vai
fazer a seguinte reza:Em nome de Deus,em nome de nosso Mestre Jesus,em nome de Mãe
Maria santíssima(até aqui você vai estar se cruzando ok),(terminou a cruz se direcione para
o elemento que nesse casoé a água) eu vos peço que seja abençoada,que seja
cruzada,que seja imantada,com a luz,com a cura e com o amor de Jesus e de Mãe Maria
Santíssima esta água,para que ela cure,limpe,regenere e renove a alma o corpo e o espírito
de todos aqueles que dela absorverem,que assim seja e assim será!Você fez a vocação e a
determinação agora vai complementar isso com uma oração da sua preferência,pode ser
um Pai Nosso.Terminou a oração a água já está benta,para finalizar você vai se cruzar
novamente:Em nome de Deus,em nome de nosso Mestre Jesus,em nome de Mãe Maria
santíssima,amém!(Esse cruzamento você também faz antes e depois de todo
atendimento),Pronto sua água está benta,é só utilizar onde for necessário.

Benzimento com ervas

Vamos falar sobre a espada de São Jorge,no nordeste alguns conhecem como “língua de
sogra” e no Rio de Janeiro alguns chamam de espada de Oxóssi,ela é uma erva que tem
um grande poder para descarregar energia muito potente,um detalhe dela que é a parte
pontiaguda,todas as ervas com coloração verde escura e com sua extremidade pontiaguda
tem a tendência de descarregar energias densas que estejam no ambiente.Como
descarregar uma pessoa ou ambiente com a espada de São Jorge???no caso do ambiente
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 30

existem duas formas que vou passar aqui pra fazer esse benzimento, primeiro sempre vou
me cruzar antes de benzer,sempre evocando a proteção pra isso ok.Se estou por exemplo
em uma sala,vou em cadaum dos 4 cantos benzendo, ou posso irnas paredes,em cada
uma bem no meio dela e faço o benzimento,e encerra o benzimento no meio da sala onde
foi iniciado.Ou se preferir você fica no meio da sala e dali você descarrega todo o
ambiente(inclusive vocẽ pode preparar o ambiente onde vai benzer dessa maneira).Se você
vai benzer alguém faça o procedimento acima,coloque a erva na água e quando a pessoa
chegar você se cruza e usa essa mesma espada pra benzer a pessoa,terminou de atender
naquele dia você vai benzer o ambiente novamente com a espada (se benzendo primeiro) e
vai despachar essa folha em cima da terra( de preferência em uma praça.,ou local de terra
próximo a sua casa,peça licença no local para deixar a espada lá,nunca emvasos de flores
ok).Oração para benzer a casa para Ogum:(essa oração pode ser mudada de acordo com
sua crença)
Em nome de Pai Olorum(Deus),senhor criador de tudo e de todos
Em nome dos Divinos e Sagrados Pais e Mães Orixás
Eu peço licença para evocar as forças do Senhor Ogum guerreiro
E te peço meu Senhor que nesse instante seja esse ambiente cruzado
Seja esse ambiente descarregado,seja esse ambiente purificado de todo mal
De toda praga,de todo ódio e de toda a maldição
Que no mesmo tenha sido colocado por alma que ande na escuridão
Senhor Ogum protetor em cima do seu cavalo a sua espada reluz
Porque através da sua espada que venha a luz de Jesus
E nessa espada de luz esse ambiente é descarregado
O mal é cortado e a praga e o olho gordo são retirados
Eu te peço Senhor Ogum que na força de sua espada
Essa casa seja abençoada e aqui pela porta de entrada que não entre praga e não entre
maldição
É nessa casa que é regida e protegida por Ogum
Que a partir de hoje aqui dentro com todos aqueles que vivem
Somente passe o que for da vontade de Olorum
Porque está casa é uma casa de benção.
Que assim seja e assim será,graças a Deus!Ogunhê
Em nome de Deus ou em nome de Olorum Senhor criador de todos
Em nome dos Divinos e Sagrados Pais e Mães Orixás
Em nome de nosso amado Pai Ogum nós pedimos a benção o amparo e a proteção
Graças a Deus!
(fazer enquanto cruza ou benze o ambiente)
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 31

Aqui vimos na bênção de Ogum,como fazer por exemplo se for pra São Jorge???
veremos dois tipos aqui,um com a espada outro com o bambu(mais a frente ok) que pode
ser feito uma vez na semana na sua casa.
Em nome de Deus nosso Senhor,nosso criador peço a bênção e a misericórdia de nosso
Mestre Jesus,da Divina Trindade Pai,Filho e Espírito Santo para evocar o amparo a luz e a
proteção de São jorge,meu protetor,meu Pai e meu Guia.São Jorge que na força e na
luz,que na bênção da cruz,que pelas mãos de nosso Mestre Jesus venha na força de sua
espada que cruze e descruze o mal,que cruze e descruze o olho gordo,que cruze e
descruze a praga e a maldição,que cruze e descruze toda tormenta e obsessão,que cruza
na fé,que cruze no amor,que cruze na luz,que cruze na expansão,que abra os nossos
caminhos e encha a nossa vida de bênçãos.São Jorge guerreiro eu te peço meu senhor,que
nos ampare e nos de proteção para que a luz desta casa não se transforme em
escuridão,eu te peço São Jorge guerreiro que ampare nossas vidas com amor,para que o
nosso corpo nesta casa não pereça pela dor,eu te peço São Jorge guerreiro que guie o
nosso caminho com seu cavalo a trilhar para que nunca o mal nem os inimigos de Jesus
venham a nossa vida testar e do nosso caminho a desviar…(Rezar o Pai nosso e Ave
Maria)Em nome de Deus nosso Senhor,nosso Pai criador,em nome de deus e da Divina
Trindade Pai,Filho e Espírito Santo,eu peço a benção e o cruzamento de São Jorge
guerreiro para que nossos passos e nossas vidas e os nossos caminhos estejam
cruzados,amparados e que sempre pela força de sua espada sejamos do Dragão
libertados,protegidos e amparados,graças a Deus!!!
Viram como é fácil,não tem segredo gente!!!

Se deseja um benzimento mais simples faça um pessoal,esse que foi passado é para a
proteção do lar,pode fazer com a oração do Justo Juiz,a de São Jorge…

Oração Justo Juiz Divinal

Justo Juiz Divinal, Filho da Virgem Maria, que nascestes em Belém, nos vales da idolatria.
Peço-Vos, Senhor meu, pelo Vosso Santo dia, o corpo do meu……….(dizer o nome pelo
qual rezamos, marido, filho, esposa, etc.), não seja preso nem morto, nem em seu sangue
envolto. Se os inimigos forem para o prender, olhos tenham e não vejam, pernas tenham e
não alcancem.
Com as armas de Nosso Senhor vá armado, com o leite de Nossa Senhora borrifado. Irão e
virão, por caminhos desertos andarão, os doze Apóstolos atrás dele vão, pelas três
vestiduras do Altar, pelos três cálices benditos, que consagrastes ao terceiro dia, lhe dareis
uma santa companhia, desde os portais de Belém, até Jerusalém, do que fica por fiadora, a
Virgem Nossa Senhora. Ámen.

Oração São Jorge


Eu andarei vestido e armado com as armas de São Jorge para que meus inimigos, tendo
pés não me alcancem, tendo mãos não me peguem, tendo olhos não me vejam, e nem em
pensamentos eles possam me fazer mal. Armas de fogo o meu corpo não alcançarão, facas
e lanças se quebrem sem o meu corpo tocar, cordas e correntes se arrebentem sem o meu
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 32

corpo amarrar.

Jesus Cristo, me proteja e me defenda com o poder de sua santa e divina graça, Virgem de
Nazaré, me cubra com o seu manto sagrado e divino, protegendo-me em todas as minhas
dores e aflições, e Deus, com sua divina misericórdia e grande poder, seja meu defensor
contra as maldades e perseguições dos meu inimigos.

Glorioso São Jorge, em nome de Deus, estenda-me o teu escudo e as suas poderosas
armas, defendendo-me com a sua força e com a sua grandeza, e que debaixo das patas de
seu fiel ginete meus inimigos fiquem humildes e submissos a vós. Assim seja com o poder
de Deus, de Jesus e da falange do Divino Espírito Santo. São Jorge Rogai por Nós. Amém”

Agora tem aquele dia que você chega,tá muito carregado,existe uma oração bem simples
para fazer,que na realidade é uma ladainha.
Acenda a vela para o seu Anjo,peça sustentação,pegue a espada de São jorge e faça a
seguinte ladainha:
Em nome de Deus,em nome de Jesus,em nome de Nossa Senhora,nas forças de São
Jorge guerreiro,todo mal que está me mim é retirado,descarregado nas Santas águas do
mar.Em nome de Deus,em nome de Jesus,em nome de Nossa Senhora,em nome de São
jorge guerreiro todo mal que está em mim é descarregado nas Santas águas do mar.Em
nome de Deus,em nome de Jesus,em nome de Nossa Senhora,em nome de São jorge
guerreiro todo mal que está em mim é descarregado nas Santas águas do mar.
Termine com um Pai Nosso.
Ficou aqui a dica com a espada de São Jorge,pratique.
Faça com calma esses benzimentos e sinta essa energia,ainda não foi passado para você
fazer o benzimento em outra pessoa,pois devemos começar conosco ok.

DIA 5
Aula prática

Benzendo plantas e vasos

Hoje vamos aprender a benzer um vaso para deixar em um ambiente como proteção,você
pode deixar no seu estabelecimento comercial,num ambiente onde esteja uma pessoa
doente(um vaso de flores por exemplo),etc… Não se preocupe a planta não vai morrer,ela
vai estar transmutando a energia daquele local,pode inclusive benzer uma planta
doente,afetada por energia,aquele pé de arruda minguado por exemplo.O que fazer para
recuperar essa planta? Pegue a planta,uma tesoura de aço,se não tiver ou encontrar pode
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 33

usar outra tesoura(mas ele deve ser usada só pra benzer),vai pegar a tesoura e aplicar um
benzimento na planta(recupere a planta,depois que ela estiver bem poderá ser cruzada
para proteção do local).Então aqui nesse benzimento vamos usar uma ladainha para
purificar a planta:Abre a tesoura,primeiro se cruzando,cuidado pra não se machucar,e
começa a evocar:Em nome de Deus,Senhor criador,em nome de Nossa Senhora Mãe
amparadora de todos,em nome de São Sebastião nosso guia e protetor,(se direcione para o
elemento,nesse caso a planta e vá cortando em cruz com a tesoura) eu peço que seja
cortado,seja retirado,seja descarregado todo mal que esteja nessa planta,Amém.Terminei
de cruzar com a tesoura,tiro ela da mão,espalme as duas mão sobre a planta e reze o Pai
Nosso.Pronto ,depois é só regar a planta com água benta por uns dias.Quando é feito isso
numa planta o trabalho de puxar e irradiar energia dela é bloqueado por algum
tempo,depois de recuperada você pode cruzar a ativá-la novamente para proteção do local.
Para ambientes com muita inveja,o bom é um pé de pimenta num vaso,pra fazer esse
benzimento o ideal é uma turmalina negra,pegue o vaso de pimenta deixe na sua frente e
com a turmalina negra você vai começar a se cruzar:Eu evoco Olorum o Nosso Pai
criador,evoco aos divinos e sagrados Pais e Mães orixás,evoco as bençãos de meu Senhor
Obaluayê,(cruzar a planta)vos peço meu senhor que seja cruzada e despertada essa erva
para que role como fogo pelo chão queimando toda praga parasita e maldição,role como
fogo pelo chão tirando toda inveja,olho grande e maldição,role como fogo pelo chão
retirando todo mal que se instala nessa casa tirando de nós a bênção,role como fogo pelo
chão trazendo a força da luz,a proteção da cruz e o amparo dos sagrados Orixás na força
de Obaluayê que nos conduz.feito o benzimento essa planta deve ser colocada no ambiente
desejado e ali ele dentro dessa força vai começar a fazer uma limpeza energética.Essa
oração é um exemplo,você pode utilizar outra segundo sua vontade e intuição.

Benzimento para fechar a porta da casa

Existe um critério para esse benzimento,ele só deve ser feito quando ninguém mais for sair
a noite,(se você for dono de um comércio pode fazer esse benzimento no horário em que
for fechá-lo,faz o benzimento da porta sai e fecha a porta) o material utilizado será um
incenso de sua preferência,acenda o incenso do lado de dentro da porta,e vai cruzar a porta
do lado de dentro(no caso de um comércio também ok),nunca do lado de fora,isso serve
para tirar cargas que ficam no ambiente,por conta de alguma pessoa que foi te visitar ou no
comércio por causa do entra e sai de pessoas.Então você vai começar a fazer um
cruzamento nessa porta,sempre a porta que se usa para entrar e sair ok.Nesse caso como
você está dentro da casa ou do estabelecimento não é preciso se cruzar,pois o elemento
usado já extravasa sua própria energia,é bem simples,acende o incenso e começa a cruzar
a porta fazendo a seguinte oração: No tempo e no vento,no tempo e no vento,no tempo e
no vento,eu cruzo essa passagem para que o mal não entre nessa casa(ou comércio).No
tempo e no vento,no tempo e no vento,no tempo e no vento,todo mal que aqui entrou será
purificado,decantado,transmutado e retirado.No tempo e no vento,no tempo e no vento,no
tempo e no vento.Pronto acabou!!!Deixe o incenso do lado de dentro ao lado da porta,de
preferência num porta incenso para não haver riscos ok.
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 34

Vocẽ pode também fazer esse benzimento com a turmalina negra,não precisa ser uma
pedra gigante viu gente rsrs,você pode benzer essa pedra e deixar atrás da porta,daí quem
passar por ali vai sendo descarregado,e pode pega-la toda noite e cruzar a porta,esse
benzimento pode ser feito dentro da força dos Pretos Velhos,inclusive com uma cantiga de
Preto Velho que vai ser muito eficiente,então pegue a pedra e peça aos Pretos Velhos a
limpeza do local onde você mora:Em nome de Olorum o Nosso Pai criador,em nome dos
divinos e sagrados Pais e Mães orixás,em nome de meu Senhor Obaluayê,em nome da Pai
Guiné e das forças de nossas Pai e Mães velhos eu peço,é o vento que balança folha guiné
é o vento que balança a folha,é é é Pai Guiné é o vento que balança a folha,é é é Pai Guiné
é o vento que balança a folha...Repita por 7 vezes enquanto vai cruzando a porta e depois
coloca a pedra atrás da porta.Se você sentir necessidade de cantar na força da sua
entidade de trabalho também pode,mantenha o ponto e só troque o nome da entidade ok.

Benzimento com azeite

Você pode usar o azeite para cruzar os batente das portas e janelas da sua casa ou
estabelecimento comercial fazendo cruzes nos mesmos,você pode usar para curar dores
diversas,para feridas(depois de lavar com água benta),compre uma garrafa de azeite de
sua preferência e vai benzer esse elemento que será usado somente para o benzimento
ok,como benzer o azeite??? Nesse caso você pode usar uma tesoura,pra cortar
dor,mal,infecção,energia da ferida que pode estar aberta(isso não substitui o médico
ok),pegue o azeite abra a garrafa se cruze fazendo a oração e peça que esse azeite seja
benzido,nesse caso o benzimento será naforça de pai Oxumare para que ele renove toda
a energia,toda cura que a pessoa esteja procurando,em nome de Olorum,em nome de
todos Orixás,em nome de nosso Pai Oxumare eu peço que seja este azeite cruzado dentro
e consagrado na tua luz,na tua força e na tua cura,que esse azeite possa curar,transmutar e
regenerar,toda doença,toda dor toda ferida que esteja em qualquer irmão,que este azeite
seja bento ,consagrado e abençoado aonde for necessário,com a bênção e a luz,com a
força de nosso Pai Oxumare,para que a cura e a renovação se estabeleça e principalmente
faculte a recuperação de todo aquele se encontre necessitando da mesma amém(rezar o
Pai Nosso e Ave Maria).Esse azeite poderá ser usado em qualquer benzimento mencionado
acima,aplicando na pessoa(sempre pergunte se a pessoa foi no médico,inclusive pode dar
água benta pra pessoa tomar os medicamentos)coloque o azeite em um potinho,só um
pouquinho ok,com um cotonete umedecido no azeite pra melhor higiene,cruze os quatro
cantos do local com problema,por exemplo de uma ferida(passar na pele mesmo ok,se não
der pra passar no local,passe acima e nos lados dele),depois vai espalmar as mãos em
cima do local e vai rezar um Pai Nosso,uma Ave Maria e um Salve Rainha,feito isso de um
pouco desse azeite pra pessoa levar e ela a noite vai aplicar também com um cotonete na
sua ferida,superficialmente ok,não é pra esfregar.
No batente das portas e janelas,você faz o mesmo,pega o cotonete molhado no azeite e
cruza os quatro cantos dizendo,em nome de Deus,em nome de Jesus,na força de
Oxumare,essa casa está cruzada.Fazendo isso de batente em batente,pode ser feito uma
vez ao mês.
É bem simples pois o azeite já está benzido ok.
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 35

Benzendo com linha

Você precisa de um carretel de linha vermelha,usado para crianças que choram muito a
noite,pessoas com olho gordo,inveja,animais doentes(passar em torno do pescoço do
animal)ou você mesmo pode usar essa linha amarrada no pulso(ou em quem for
benzido,inclusive da criança),para conter as cargas energéticas negativas,enrole ela no
pulso e a cada nó(que serão 7) você reza um Pai Nosso e uma Ave Maria,ao final do sétimo
laço você reza um Pai Nosso,uma Ave Maria e um Credo(umbandista ou católico),esse laço
vai arrebentar dependendo da energia negativa que estiver próxima a você,e o que
fazer??? Não sabe onde caiu, o que fazer??? Se caiu na sua mão,simples jogue no lixo,não
achou a não tem problema ok.No animal arrebentou???Não se preocupe,se desejar renove
o benzimento.

DIA 6
Aula prática

Benzimento com bambu

Bom você vai precisar de um pedaço de bambu é claro,não precisa ser gigante,um pouco
mais alto que uma bengala está bom.Esse benzimento é feito em casa em frente ao altar
uma vez na semana,se não tem altar não faz mal,escolha um local da casa onde se sinta
bem pra rezar.Nesse ambiente você vai fazer cruzes no chão,com o bambu ok.Vai fazer
isso cantando uma ladainha para Preto velho que é mais ou menos assim: Meu Paaaaiii
caminha com eu agooooraaa,Meu Paaaaiii caminha com eu agooooraaa,sou filho seu
pequenino,minha missão é tão grande,valei-me Nossa Senhora,valei-me Jesus menino,sou
filho seu pequenino,minha missão é tão grande,valei-me Nossa Senhora,valei-me Jesus
Menino.Pronto feito isso,você vai repetir esse canto mais duas vezes cruzando o chão,esse
benzimento é indicado para dar proteção ao lar,na sua casa,na casa de outra pessoa,esse
benzimento é feito dentro da corrente dos Pretos Velhos Rezadores.

Benzimento com terço de lágrimas de nossa senhora

Podendo ser utilizado de diversas formas,pode ser feito pras dores da alma,pra pessoas
que estão tristes,magoadas,que perdeu alguém...É bem simples é feito na direção do
chacra cardíaco bem no coração ok.Ele é muito bom para as emoções.Ele é feito nas forças
de João de Camargo,que foi um bento e ex escravo e fundou a capela da água vermelha (
http://rongondongo.blogspot.com.br/ ).Em nome de Deus,em nome de Jesus,em nome da
Santa Capela da água vermelha de Rongondongo e de nossa Senhora nós evocamos as
forças de João de Camargo e te pedimos (terminou de se cruzar começa a cruzar o tórax da
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 36

pessoa que está a sua frente ou o seu próprio)Glorioso João de Camargo,vós que tens a
graça recebida de Deus de defender-nos contra o mal e nos ajuda a receber o bem,nós vos
pedimos meu senhor retira todo mal que nos tortura,retire a dor que está em nossas vidas e
que está em nossos corações,em nossos caminhos,em nosso local de trabalho,em nosso
lar e junto aos nossos familiares,retire a tortura em nossos corações que é gerada pelos
nossos inimigos,e interceda nesta prece aos pés de Nossa Senhora,para que nós tenhamos
a bênção,o amparo a proteção a intercessão da mais alto o reequilíbrio de nossa vida
física,da nossa vida espiritual e da nossa vida sentimental,glorioso João de Camargo nosso
guia e protetor nós te pedimos ande a nossa frente nos mostrando sempre o caminho do
bem e da cura e da redenção e trazendo através do nosso espírito de simplicidade a nossa
salvação como seres viventes filhos de nosso mestre Jesus,nós te pedimos João de
Camargo que nos cubra com o manto de Nossa Senhora, que nos traga o amor a paz e a
luz e que nossa Senhora nos guie para sairmos desse tormento e seguirmos nos passos de
resignação de nosso mestre Jesus.(Rezar o Pai Nosso e Ave Maria).Que assim seja,graças
a Deus.
Pronto esse benzimento é ótimo,pratiquem!

Benzimento a distância
Para quem necessita de ajuda,mas não está próxima de você,para que não acredita mas
precisa(mas vou benzer sem a pessoa me autorizar?Não você vai benzer com o
consentimento de Deus,por isso você evoca ele) Como fazer:Pegue um recipiente de vidro
transparente se possível(tipo aquelas bombonieres que tem nas lojas de 1,99)e coloque
água dentro dele,pegue o nome ou os nomes de quem você vai benzer(escrito num
papelzinho) e distribua esses nomes na água,coloca lá,pega uma vela branca e acende,e
vai aplicar o benzimento a distância nesses nomes(se desejar você pode utilizar aquele
azeite que já foi benzido,pingando 7 gotas de azeite na água,pois ele é um desagregador de
energia)feito isso com a vela acesa você vai se cruzar e vai fazer uma oração pedindo
descarrego desses nomes,em nome de Deus,em nome de nosso mestre Jesus nós
pedimos,(e vai começar a cruzar o recipiente)Na força e na luz,na força e na luz,na força e
na luz,na bênção da cruz,na benção da cruz,na benção da cruz,com a luz do nosso mestre
Jesus e com o manto de nossa Senhora nṍs cobrimos todos esses nomes e todos esses
irmãos e irmãs que estão aqui representados pelos mesmos para que todo o mal que esteja
em suas vidas seja descarregado e seja purificado nas suas águas(rezar o Pai Nosso e Ave
Maria)Em nome de Deus,em nome de Jesus,em nome de Nossa Senhora,amém.Deixe a
vela queimando ao lado do recipiente.Esse benzimento sem os nomes pode ser feito para
descarrego do lar ok.Depois que a vela acabar de queimar você pode jogar o que sobrou
fora,papéis no lixo e água na pia.

E por fim como benzer uma pessoa


DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 37

O básico é fazer o banho,firmar o anjo,preparar o ambiente e recepcionar a pessoa


praticando aqueles pontos indicados,ouvir,ter calma,etc...E lembre não se incorpora no
benzimento.
Sente essa pessoa numa cadeira com encosto,pois ela pode inclusive sentir alguma tontura
e assim ficará mais segura,depois se cruze antes de começar o benzimento;
Em nome de Deus,em nome de Jesus,em nome de Nossa Senhora,(se direcione para a
pessoa e determine o que você deseja para esse atendimento e começa a cruzar a
pessoa,não precisa tocar ou passar o elemento nela)Senhor Deus nós te pedimos senhor
que todo mal,que todo carrego espiritual,que toda inveja,que tudo aquilo que esteja
trancado o caminho dessa irmã(ão) possa ser retirado,purificado,descarregado pelo manto
de Nossa Senhora,nós te pedimos ainda Senhor que restabeleça o equilíbrio físico,familiar
que dê paz,saúde,força e luz para que a caminhada dessa irmã(ão) seja com seus
caminhos abertos,seja fortalecida e protegida quando o mal que ande na escuridão e que
tente assolar ao meio dia,nós te pedimos Senhor que na força e na luz,que na bênção e na
cruz,que todos os lados,que todos os símbolos,que todos os caminhos dessa irmã estejam
abençoados e protegidos(Rezar o Pai Nosso e avisando que vai benzer as costas dela vá e
reze Ave maria).
Terminou o atendimento vá para a frente da pessoa e conclui ele dizendo:Glória ao Pai,ao
Filho e ao Espírito Santo,assim como era no princípio agora e sempre e por todos os
séculos dos séculos amém(repetir 3 vezes).Em nome de Deus,em nome de Jesus,em nome
de Nossa Senhora amém.Pronto está feito o seu benzimento!Pode dar água benta pra
pessoa beber!

Esse benzimento é um exemplo,você vai fazer a oração de acordo com a necessidade da


pessoa que for benzida.Devemos mostrar seriedade no hora de benzer,mostrando respeito
também.
Bom meus queridos chegamos ao final do nosso curso,espero que todos tenham gostado e
possam de agora em diante fazer a sua parte de ajuda ao próximo!Que Deus,Jesus,e
Nossa Senhora nos abençoem hoje e sempre. Amém!!!

ABAIXO DEIXAREI LISTADAS ALGUMAS REZAS

1- INFLAMAÇÃO NA PELE
Unta-se com óleo, fazendo cruzes e pronuncie durante alguns dias, a
seguinte benzedura:
"Eu te atalho/ Bicho ou bichão/ Aranhiço ou aranhão/ Sapo ou sapão/
Bicho de qualquer feição./ Eu te atalho/ Eu te minguo/ Eu te corto a cabeça/ E te
furo o coração/ Aqui te atalho/ Além de mirro." Repita esta última frase, três
vezes.
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 38

2- PESSOA DEPRIMIDA, MOLE OU CANSADA (ou animais)


Com um ramo de alecrim na mão, a arder, diz-se três vezes:
"Virgem Mãe da Conceição/ Mãe do poderoso Deus/ Tirai este mal,
este quebranto/ Do corpo de.../ Deus te fez, Deus te criou/ Deus perdoa, a quem
mal te olhou/ Em louvor à Virgem Maria/ Padre Nosso e Ave Maria."
Esta é uma reza, para afastar o mau olhado e quebranto.
OU
“Tens quebranto. Dois to deram.Três to hão-de tirar; São as três pessoas
da Santíssima Trindade. Em louvor Virgem Maria, um Pai-nosso e uma Ave-
Maria.”
Faz-se a reza cinco vezes, enquanto se fazem cruzes sobre a cabeça da
pessoa. Num prato com água deitam-se três pingos de azeite. Se a pessoa tem
quebranto, o azeite espalha-se todo, se não tem, as três gotas ficam como olhos vivos
e a pessoa deixou de ter o mal.O quebranto é uma fraqueza ou esmorecimento que a
pessoa sente e que é sempre atribuída ao mau-olhado.
3- QUANDO BEBEMOS ÁGUA DE UMA FONTE OU NOUTRO LOCAL
O fato de saciarmos a sede, pode fazer-nos mal. Diga antes de beber a água:
"Aqui passou S. João/ Com uma cruzinha na mão/ Se esta água tiver
baba/ Não me chega ao coração". Os borborinhos ou coscuvilhices, podem ser
afastados com: "Foge, foge veneno da cruz/ Que lá vem o Menino Jesus/ Com
três facas amarelas/ Se te apanha espeta-tas nas costelas".
4- QUANDO OS CRIANÇAS, ESTÃO COM FORTES DIARREIAS, VÓMITOS, OU
CÓLICAS
" Jesus, que é o nome de Jesus, eu benzo este aflitado, este aluado,
este encarniçado e este assombrado, em nome de Deus e da Virgem Maria."
Depois, leve a criança a uma igreja e, à porta, com uma rosca maior do que
o seu filho, passe a criança por dentro dela, ao mesmo tempo que murmura:
"Virgem mãe de Deus, sois vós virgem e mãe de Deus, acudi a esta
necessidade se acaso fores servida, sejais madrinha intercessora diante do
vosso precioso filho".5
5- CONTRA BRUXARIAS
As bruxas tem inúmeras artimanhas, por isso se quer livrar-se de alguma,
o melhor é dirigir-se a alguém, especialista na matéria. Mesmo assim, sempre que se
cruzar com alguém ou encontrar um conhecido ou desconhecido, que lhe pareça
estranho, diga as seguintes palavras:
" Irra/ Tu és ferro e eu sou aço/ Foge diabo que te embaço".
Estará protegido, contra qualquer possível bruxaria, ao dizer estas
palavras.
6- CONTRA O MAU-OLHADO, INVEJAS, QUEBRANTO
1a- benzedura contra quebranto
“Deus te remiu/Deus te criou/Deus te livre/De quem para ti mal olhou./Em
nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo,/Virgem do Pranto,/Tirai este
quebranto.”
Dizer a oração 3 vezes.
OBS: Se quiser, a seguir pode fazer o ritual do azeite (é usual fazê-lo): ponha um
pouquinho de azeite numa taça, molhe um dedo no mesmo e deixe cair cinco pingos
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 39

num prato com água. Se o azeite se espalha: existe quebranto. Repita a benzedura,
quantas vezes necessário, até que os pingos do azeite não se desfaçam.
2a- Benzedura contra o mau-olhado
Assim se faz a oração:
“ Nossa Senhora defumou o seu amado filho para bem cheirar, eu também
defumo (meu querido – a pessoa em causa) para que todos os males se curem e
o bem entrar”.
OU
“Deus encante quem te encantou, dentro deste corpo este mal entrou, assim
como o sol nasce na terra e se põe no mar que todos estes males para lá vão
passar”.
3a- Benzedura contra o mau-olhado
Com um rosário na mão, faz-se a seguinte oração:
“Jesus que é o Santo nome de Jesus, onde está o santo nome de Jesus não
entra mal nenhum. Eu te benzo criatura do olhado se for na cabeça a Senhora da
cabeça e se for na cara a Senhora de Santa Clara e se for nos braços o Senhor de
S. Marcos e se for nas costas as Senhoras das Verónicas e se for no corpo o
meu senhor Jesus Cristo que tem o poder todo.
Santa Ana pariu a Virgem, meu Senhor Jesus e assim com isto é verdade
assim este olhado daqui tirado para as ondas do mar, seja lançado para onde
não ouça galos nem galinhas cantar, em louvor de Deus e da Virgem Maria, padre
nosso e ave Maria.”Depois, ainda com o rosário na mão, reza-se uma Salve Rainha. Diz-se
nove vezes.
OBS: Põe-se numa tigelinha água e três ou cinco gotas de azeite e dois pauzinhos em
cruz. Se o azeite espalhar é porque temos olhado.
OU
“Onde entra o santo nome de Jesus
Não entra mal nenhum.
Eu te benzo criatura do olhado.
Se for na cabeça, a Senhora da Cabeça,
Se for na cara, a Senhora Santa Clara.
Se for nos braços, o Senhor São Marcos.
Se for nas costas, a senhora das Verónicas.
E se for no corpo
O Senhor Jesus Cristo, que tem o poder todo.
Minha Santa Ana, minha Virgem Maria, meu Senhor Jesus.
Assim como isto é verdade, assim este olhado seja daqui tirado e para as ondas
do mar seja lançado. Para onde não ouça galos nem galinhas cantar.
Em louvor de Deus e da Virgem Maria Maria, Pai-nosso, Ave-Maria.”
Esta oração faz-se com o rosário na mão.
Reza-se uma Salve-Rainha. Diz-se nove vezes e durante nove dias.
Nota: Chama-se Verónica a mulher que nas procissões da Semana Santa leva o Santo
Sudário. Santo Sudário é o pano em que Jesus foi amortalhado. Chama-se também
Verónica ao pano onde está impressa a imagem do rosto de Jesus.
7- BENZEDURA DA DOR DE CABEÇA
Benzemo-nos em cruz e dizemos:
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 40

“Pelo sinal da Santa Cruz, livre-nos Deus Nosso Senhor dos nossos
inimigos, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, amém. ( nome da
pessoa), eu te benzo da dor de cabeça que tens ou dos maus olhos que para ti
olharam, ou vento ou sol, ou o mau tempo que por ti passou.”
Diz-se três ou cinco vezes.
Põe-se numa tigelinha água e três ou cinco gotas de azeite e dois
pauzinhos em cruz. Se o azeite espalhar é porque temos olhado.
8- BENZEDURA DO NERVO TORCIDO:
Diz quem se benze:
“Jesus que é o Santo nome de Jesus, onde está o Santo nome de
Jesus não entra mal nenhum.”
A pessoa que vai coser pega numa agulha e num novelo de linha e diz:7
“Eu coso.”
E quem está padecendo responde:
“Carne quebrada, nervo torto.”
A pessoa que vai coser:
“Cosa a Virgem melhor do que eu coso, a virgem cose pelo são e eu
coso pelo vão. Em louvor de Deus e da Virgem Maria, Padre Nosso e Ave
Maria.”
Depois de se fazer esta benzedura, molha-se os dedos no azeite e esfrega-
se a parte dorida. Reza-se um Padre Nosso e uma Ave Maria, a Santo Amaro,
advogado de pernas e braços e oferece-se ao Nosso Senhor Jesus Cristo.
Repete-se 9 vezes.
9- BENZEDURA DA DOR DE BARRIGA
Esta oração tem de ser dita 9 vezes:
“Jesus que é o Santo nome de Jesus, onde está o Santo nome de
Jesus não entra mal nenhum. Quando a Nossa Senhora pelo mundo andava,
chegou a casa de um homem manso e de uma mulher brava, pedindo -lhes
pousada. O homem dava e a mulher não.Onde Nossa Senhora se foi deitar, água
por baixo e água por cima; com estas mesmas palavras, cura a dor de barriga,
em louvor de Deus e da Virgem Maria, Padre Nosso e Ave Maria.”
10- BENZEDURA DAS PESSOAS DESMANCHADAS( quebradura de ossos,
rompimento de tendões)
Para pessoas desmanchadas, eis que faz a seguinte oração:
“Jesus que é o Santo nome de Jesus, onde está o Santo Nome de
Jesus não entra mal nenhum. A Virgem é filha de Santa Ana, Santa Ana é mãe da
Virgem. Jesus Cristo é filho da Virgem e a Virgem é mãe de Jesus Cristo. Vestes
e revestes sacerdotes no altar e assim como o sacerdote se veste e reveste no
altar, ossos e linhas de ( nome) vá ao seu lugar, isto seja tão verdade como
Jesus Cristo disse missa no altar. Nossa Senhora, Virgem pura, tragas linhas
ossos e tendões de ( nome), amém .”
Reza-se depois uma salve rainha a Nossa Senhora da Saúde e 9 vezes se
diz esta oração.
11- Benzedura para dor de cabeça e dor de ouvidos
A pessoa que benze, diz:
“Pai, filho e Espírito Santo.”Depois benze na cabeça com um terço e diz:
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 41

“Jesus que é o Santo nome de Jesus, onde está o Santo nome de


Jesus não entra mal nenhum. ( nome da pessoa a benzer), eu te benzo do mal e
de ar maldito, quem te trouxe, e de ar frio e de ar quente. ( Pega-se numa faca)
Com esta faca te lançarei, pernadas do ar cortarei e daqui para fora te deitarei e
com o poder de Deus e da Virgem Maria, um Pai nosso e uma Avém Maria.”
Repete-se nove vezes a Benzedura e benze-se e oferece-se a Nossa
Senhora que leve o mal que a pessoa tem para o outro lado do mar, onde não ouça
galo nem galinha cantar e nem mãe por filho chamar e Nossa Senhora dê as melhoras.
Amém.
12- REZA CONTRA A TENTAÇÃO DO DEMÔNIO
Esta reza apenas deve ser rezada às terças-feiras e sextas-feiras.
“Em louvor do Santíssimo Sacramento do Altar, a minha casa vou
benzer e defumar, e que todos os males existentes na mesma, que vão para casa
de quem mos desejar (repetir a última expressão três vezes). Enquanto se faz a
repetição, bate-se com o pé esquerdo três vezes. No final reza-se um Pai-
Nosso.”
13- AO AMANHECER
“Já vejo a alva, já vejo o dia.
Este é o meu louvor à Santíssima Trindade
Que me protege com a sua infinita bondade
E entrego-me a Deus e à Virgem Maria.”
14- ORAÇÃO DA MANHÃ
No princípio do dia, diz-se:
“Graças vos dou ó meu rei Divino.
Imenso seja o vosso santo poder.
Infinitas graças vos dou
Por me deixares amanhecer.
Vós ó meu rei celeste
Alma e vida vos ofereço9
Dai-me um cantinho no céu
Se vires que o mereço.
Todos os passos que eu der
Ajudai-me a acompanhar
E se nalgum fraco cair
Ajudai-me a levantar.
Em louvor da honra da Virgem Maria,
Um Pai-Nosso e uma Ave-Maria.”
15- NO COMEÇO DO DIA
“Rezo à Virgem Maria
E a Nosso Senhor, meu Deus
Para que ao começar este dia
Nasça comigo a alegria
E venha a esperança dos Céus.
Venha Deus e os seus anjos
E a todos hei de adorar.
Que o dia me corra bem
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 42

E com vontade de trabalhar.”


Reza-se um Pai-nosso e uma Ave-Maria.
16- QUANDO SE ABRE A PORTA DE MANHÃ
“Bons olhos me vejam
Maus olhos não vejais.
Caia tudo em vós
O mal que a mim desejais.”
17- QUANDO SE SAI DE CASA
Da minha casa vou sair
A minha vida vou governar
Tantos anjos me acompanhem
Como passos eu vou dar.
Deus comigo e eu com Deus,
Deus diante e eu detrás
Que Nossa Senhora me defenda
Das tentações de Satanás.
18- RESPONSO DE PROTEÇÃO
Os responsos são orações populares que se rezam aos santos para que não
aconteçam males ou então que apareçam coisas perdidas. Os responsos são também
versículos que se cantam ou recitam em cerimônias religiosas
“São Pedro salva-me bem que me vou.
Jesus Cristo foi Batizado.
Na arca de Noé me meto.
Com as chaves de São Pedro me fecho
Para que nenhum mal me aconteça
E tudo quanto perder, apareça.
A Jesus me entrego,
E a Jesus um credo rezo.
Amém Jesus.”
19- NO FIM DA MISSA
“Ó meu Jesus, esta missa rezada,
No céu seja apresentada.
Deus me dê parte nela
Para salvação da minha alma.”
20- ANTES DA COMUNHÃO
“Meu Deus. Apesar da minha pobreza, dignai-vos aceitar que me sente à Vossa
mesa.”
21- NO FIM DE COMUNGAR
“Água do lado de Cristo lavai-me
Sangue de Cristo elevai-me
Paixão de Cristo confortai-me.
Ó bom Jesus ouvi-me.
Dentro das vossas chagas escondei-me.
Na hora da minha morte chamai-me.
Mandai-me ir para Vós
Para que Vos possa louvar e adorar
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 43

Por todos os séculos dos séculos, Amém.”


Depois desta oração, a pessoa deve concentrar-se bem e pensar se tudo quanto
tem feito é útil para si e para os seus semelhantes. Todos aqueles que mentem perante
Deus e na sua santa Igreja, nunca alcançarão a plenitude da felicidade, mesmo
possuindo mais do que merecem. Ao fazerem a oração despertam o Espírito do Senhor
e em vez de receberem graças ele toma nota dos enganos que lhe querem transmitir.
22- PARA CORTAR O ENGUIÇO
Num tacho com água a ferver deitam-se raminhos de urtigas e vão-se mexendo e
fazendo o sinal da cruz sobre a pessoa com o mal e diz-se:
“Zangão, zangão.
Zangão, zanguiço
Eu te benzo, eu te pisso
Para que partas para longe,
Para lá das águas do mar
E te afogues ó enguiço
E quem o anda a deitar.”
Deve-se dizer cinco vezes e três dias seguidos. A pessoa recupera confiança em
si e deve acreditar que tudo pode conseguir na vida. A palavra pisso deve ser um
desvio do francês do verbo pisser que significa urinar. Como os franceses por cá
andaram entre 1807-1814, por altura das guerras Napoleónicas. Quem causava o
enguiço eram eles e por isso os regavam com aquilo que mais perto tinham à mão e
sempre pronto a esguichar.
23- PARA AFASTAR A DOIDEIRA
Varre-se muito bem o local onde a pessoa se encontra. Deve estar bem arejado.
São sempre no mínimo duas pessoas. Podem ser até cinco e todas dizem em voz alta
a oração. Se aquela que sofre do mal do cabeço (mal de cabeça) também conseguir
dizer, melhor. Se não conseguir todas as outras pessoas a substituem e dizem a
oração por ela.
Imaginemos que são ao todo cinco pessoas. Se a pessoa a ajudar não souber ou não
quiser dizer a reza, cada uma das outras pessoas reza por ela uma vez. Ou seja rezam
por ela quatro vezes, depois reza cada uma pela paciente, são outras quatro. Isto dá
igual a oito. A que dirige reza mais uma vez para fazer o número nove, que representa
uma novena.
A paciente é aspergida em cruz, pela pessoa que orienta, com um raminho de
alecrim, molhada em água benta.
“Valha-me santa Quitéria.
Santa de grande valia.
E me valha noite e dia
E quando eu disparatar.
Ela que traga uns santinhos
Para a eles me agarrar.
Se não me agarro aos justos
Me esgadanho e me entorpeço Fico mal do cabeço
Não sou capaz de pensar.
Acode, Santa Quitéria, acode
Acode-me à mioleira
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 44

Pois só tu me entenderás
E tu didinha doideira.”
24- CONTRA AS BEBEDEIRAS
No meio de três ou mais pessoas está uma vasilha contendo tantos meios copos
de vinho como de assistentes estiverem. Fazem três imprecações com os copos
vazios. Depois, no final, dizem em conjunto:
“Pelo patriarca Noé, amante da boa pinga e à saúde de Santa Bebiana, para
que o vinho não vá para casa nem para cama este vinho bebemos e aqui
prometemos nunca nos embebedar”.
Bebem devagar, em pequenos goles, o vinho retirado da vasilha depois da
consagração.
“Este vinho, fruto da terra,
Que por Deus foi consagrado
Não se bebe exagerado
Nem sozinho até cair.
Com santa Bebiana ao lado
O bom senso sempre existe
Porque o homem não desiste
De se querer emendar.
Protege-me da tentação
De muito vinho beber
E eu para te agradecer.
Te ofereço o coração.”
Santa Bebiana era uma virgem Romana do século IV. Morreu em 363 por ordem
do imperador Juliano. É padroeira dos bebedores.
25- BENZEDURA CONTRA A PREGUIÇA
Esta benzedura é feita ao romper da aurora e com a presença do preguiçoso ou da
preguiçosa que se querem emendar.
“Pela vontade de Deus tudo acontece.
Pela vontade de Deus tudo pode acontecer.
Mas só com a vontade dos seus tudo aparece.
Aparece a vontade de comer
Aparece a vontade de cantar
Aparece a vontade de trabalhar.
E o corpo que a Deus se entregou
Um dia se vai emendar
Para que a fortuna lhe cresça
Assim como souber andar.
A fortuna é mulher parideira
Fugidia a quem preguiça
Ela luta a vida inteira
E no domingo vai à missa.
E se assim se fizer com ajuda de São Expedito
Mais o saber de Santa Catarina
Não há rapaz ou menina
Que não obtenha tudo quanto quiser
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 45

Se cumprir na terra o seu dever


E se deitar cedo e cedo erguer.
Com a bênção de São Jerônimo
Que foi santo de muito saber
Eu cinco vezes te vou benzer
E tirar-te do corpo
Todo o peso morto
Que ainda aí tiveres.”
A orientadora ou orientador da cerimônia benze as pessoas com um raminho de
oliveira, molhado em água benta e vai dizendo:
“Por Deus e pela Virgem Maria um Pai-nosso e uma Ave-Maria.”
Todos os assistentes rezam enquanto ela calmamente vai aspergindo pequenas
gotículas de água.
26- CONTRA A MÁ-LÍNGUA
“O Sol é seu pai,
A Lua sua mãe,
O vento a trouxe,
O vento a leve para uma terra bem funda e que bem lhe pese por ter língua
comprida e ser alcoviteira.
Que pela sua maldade seja castigada a vida inteira.
Que não tenha dinheiro nem ró (resistência). Que não tenha eira nem beira e, se
não se emendar, (diz-se o nome da pessoa que constantemente se mete na vida dos outros
e os prejudica intencionalmente) seja amaldiçoada a vida inteira.
Em louvor e honra de São Cipriano, que não é santo de falinhas mansas e que
não se deixa ir no engano, se deve rezar um credo a cantar.”
27- CONTRA AS COMICHÕES
“Sapo, sapão, aranha, aranhão
Calda, caldeirinha eu te corto com esta cruzinha.
Por aqui passou bicho ou pensamento
Mas com este unguento tudo vai passar.
Se te coçaste ontem, hoje te vais coçar
Mas com este unguento e a bênção de São bento
Isso vai sarar.
Olha bem para esta cruzinha.
Vê por onde ela vai passar
E se nunca a sentires a comichão vai parar.
Em louvor e honra da Virgem Maria
Um Pai-Nosso e uma salve-rainha.”
A orientadora tem uma cruzinha na mão que vai passando sobre os locais da
comichão. A reza repete-se sete vezes enquanto se vai besuntando ao de leve a
paciente com o unguento que normalmente é uma pomada feita na base de uma
gordura e de uma resina.
28- CURA E RIQUEZA
“Eu te curo, eu te benzo
Aqui nesta hora e neste momento
Com todos os santos presentes.
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 46

Em louvor de santo Onofre,


E com estas cruzes que vou fazer
(faz as cruzes na testa, na cabeça e na nuca)
A tua fortuna vai crescer,
A tua doença vai sarar,
A tua vida vai melhorar.
Eu te talho e retalho e volto a talhar,
E com a ajuda do Santíssimo Sacramento
O diabo vai arrebentar
Quem a inveja te botou,
O corpo te danou e o dinheiro te estragou.”
Para que a pessoa fique bem e receba o que merece rezam-se três Pais-nossos e
Três Ave-Marias.
29- PARA VENCER CONTRARIEDADES NOS NEGÓCIOS
“Descei sobre mim, Espírito Criador
De tudo quanto há sobre a terra e os céus.
Por tudo passaste; homem Te criaste
Para entender os males do mundo
Tu que o imaginaste um outro céu.
Recebeste por paga uma coroa de espinhos.
Também eu, meu Deus, sofro o que não mereço.
Não consigo colher o fruto do meu trabalho.
Por isso te peço que envies santos e santas
Para observar o que faço e como me sacrifico
Para glória de Deus e dos homens
A quem presto honrados serviços.
Manda-me São Judas Tadeu, Santo Onofre
São Tiago, São Cristóvão, Santo Expedito
Para poder encher a casa e o cofre,
Sentir-me forte, confiante e rico
E distribuir pela família e pelos necessitados.
Ajuda-me, fruto e árvore de tudo quanto existe
Ouve a minha prece e a minha súplica
E nunca me deixes desanimar nas minhas tarefas.
Tenho a certeza que Tu não me vai desamparar
E é com esperança, fé, amor e alegria.
Que Te rezo um Pai-Nosso e uma Ave-Maria.”
30- ORAÇÃO CONTRA TODAS AS CILADAS
“Senhor, Deus Onipotente e misericordioso
A quem o Sol, o vento, os ares e os mares obedecem.
Jesus, meu Deus e meu glorioso guia,
Minha Santa e abençoada Virgem Maria
Protegei-me sempre e não só neste dia.
Fazei que todos os que me querem mal
E me tentem prejudicar naquilo que faço
Tenham na vida um forte embaraço
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 47

E nunca me encontrem ou falem.


Que os seus olhos não vejam
Que nos seus caminhos se percam
E que as suas línguas se calem
Para que sob o vosso manto protetor
Toda a minha vida ganhe um novo rumo.
Em honra e louvor do Santíssimo Sacramento, da Santíssima Trindade e do
Sagrado Coração de Jesus. Um pai nosso rezado sobre a cruz, um credo e uma
salve-rainha.”
31- INVEJA
“Vai-te daqui. Que os sete raios de Sol E os sete raios da Lua vão atrás de ti.
Que as ondas do mar te levem
Para onde não haja pão nem vinho,
Nem bafo de menino.
Deus te fez, Deus te criou,
Deus te tire o mal que alguém te rogou.
E a inveja que te botaram
Volte a quem ta botou.”
Reza-se um Pai-Nosso e uma Ave-Maria em louvor de São Cipriano que se
converteu e arrependeu depois de ter expulso Satanás do seu corpo e do seu
pensamento.
32- BENZEDURA PARA PESSOA DEBILITADA
“Ó meu amantíssimo Senhor, a Deus promete que este enfermo goze de
saúde. O Senhor me ajude e me socorra por instrução do seu amado filho. E a
mãe Nossa Senhora, peça por misericórdia ao seu bendito filho que este
paciente não padeça mais desta moléstia. Amém.
Abençoa-se três vezes o doente com três raminhos de alecrim e dois de alfazema e
diz-se:
“Em louvor da Virgem Maria e de Seu filho Nosso Senhor, um Pai-Nosso e uma
Ave-Maria.”
33- BENZEDURA DA CONSTIPAÇÃO
“Eu te benzo constipação, em louvor de Deus, e de São Simão.
Se é constipação de Sol, eu te benzo em louvor de Deus e do Senhor Santo
Maior.
Se é constipação de calor, eu te benzo em louvor de Deus e de São Salvador.
Se é constipação de vento, eu te benzo em nome de Deus e do Santíssimo
Sacramento.
Se é constipação de ar, eu te benzo em nome de Deus e de Santo Amaro.
Se é constipação de ar frio com ar quente, eu te benzo em nome de Deus e de
São Vicente.
Se é constipação de água, eu te benzo em nome de Deus e de São Tiago.
Se é constipação de água fria, eu te benzo em nome da Virgem Maria.
Se é frieza, eu te benzo em nome de Deus e de Santa Teresa.
Se é constipação que veio do corpo da criatura, repentina, eu te benzo em nome
de Deus e de Santa Catarina.
Com esta santa segunda, com esta santa terça, com esta santa quarta, com esta
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 48

santa quinta, com esta santa sexta, com este santo sábado e com este santo
domingo, que é santo dia em que Nossa Senhora benzeu o seu Santo filho e se
achou bom, seja servido de tirar a constipação do corpo desta criatura: da17
cabeça, da garganta, das costas, dos braços, do peito, da barriga, das cadeiras,
das pernas, de todas as conjunturas do corpo.
Onde eu ponho a minha mão, põe o Senhor a virtude. Não é minha é de Deus e
da Virgem Maria.Padre-Nosso, Ave-Maria.”
Repete-se nove vezes e oferece-se o P.N e A.M ao santo ou santa desse dia.
Nota: ouvi cinco versões desta mesma oração e quase todas coincidentes. É de realçar
que a pessoa que faz a bênção, no final diz: “onde eu ponho a mão, põe o Senhor a
virtude”, querendo significar com isto que a sua energia está ligada a Deus e por isso
pode curar.
Uma dessas pessoas, talvez porque temesse que o efeito da reza não fosse suficiente,
dava uma ajudinha e acrescentava: por São Cosme e São Damião deita leite sobre
cebola, deixa-os muito bem ferver. Tira depois a cebola. Ao leite junta-lhe mel, bebe
este produto acabado que ao fim de três dias termina com o resfriado.
34- BENZEDURA E ESCONJURO DO FLATO NERVOSO
Deita-se a bênção, três vezes, sobre a pessoa com a crise nervosa e, com voz firme,
diz-se:
“Onde está o Santo nome de Jesus não entra mal nenhum.
Flato diabólico quem te trouxe para aqui?
Olha que o Senhor Deus tem mais poder que ti.
Se Jesus Cristo por aí passar corta-te e arranca-te pela raiz. Leva-te e esconjura-
te para as outras bandas das águas do mar, para onde não ouças galos e
galinhas cantar, nem sinos a tocar. Eu, com o credo em cruz e o Santo nome de
Jesus, daqui te hei de fazer saltar que ao corpo (diz o nome da pessoa que está a
sofrer) não hás de tornar.Eu te benzo flato, em nome de Deus Padre, de Deus
Filho e de Deus Espírito Santo, pelas três pessoas da Santíssima Trindade e
pelas gotas de sangue que o Senhor deitou na cruz para nos salvar seja servido
deitar este flato para as outras bandas das águas do mar. Em louvor de Deus e
da Virgem Maria; Pai-Nosso, Ave-Maria.”
Nota: caso as pessoas possessas ou com crises nervosas muito intensas não se
acalmem, à benzedura segue-se o esconjuro:
Volta-se a dizer:
“Onde está o Santo nome de Jesus não entra mal nenhum. Segue-se a
provocação ao flato para fazê-lo sair.
Entra quando eu te esconjuro flato raivoso.
Eu te esconjuro flato parado.
Eu te esconjuro flato amuado.
Eu te esconjuro flato malvado!
De toda a parte deste corpo sejas esconjurado.Eu te esconjuro da cabeça, dos braços, do
estômago, da barriga, das costas, dos
lombinhos, das cadeiras, das pernas. De toda a parte desse corpo sejas
esconjurado. Para as outras bandas das ondas do mar sejas lançado para que
neste corpo não tenhas entrada.
Em louvor de Deus e da Virgem Maria, Pai-Nosso, Ave-Maria.”
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 49

Enquanto se lhe deita chá de cidreira, diz-se o credo e benze-se em cruz.


Esta prática pode ser repetida num máximo de nove vezes, mas em dias alternados.
Se é espírito, normalmente, à terceira vez desaparece.
O Esconjuro é um ritual usado para expulsar algo que se considera maligno. Umas
pessoas dizem que são espíritos outras afirmam que é histeria.
O Vaticano para curar os males espirituais criou mesmo uma Universidade onde se
ministra a melhor técnica para expulsar os espíritos que afligem as pessoas. E a prova
mais evidente que isso é possível a qualquer um, com conhecimentos, está, em hoje,
em pleno século XXI, mais de dois mil anos depois de Jesus Cristo, o Vaticano apoiar a
Universidade Pontifícia, Academia Regina Apostolorum, onde se ministram cursos para
expulsar demónios e para acalmar os possessos que se julgam possuídos por uma
entidade oculta.
Só mais uma pequena adenda. Quando o exorcista Fala em cadeiras, a palavra
refere-se à anca ou quadril.
35- BENZEDURA DA HERPES
“ Herpes alvarinhas, negro, negrinho, negrão, negral, maldito, amaldiçoado,
excomungado, eu te corto das pernas, eu te corto da cabeça, eu te corto do rabo,
eu te corto das conjunturas do corpo. Todas as linhas que tiveres no coração.
Herpes hei-de cortar-te em louvor de Deus. Em louvor da honra da Virgem Maria,
um Pai-Nosso e uma Ave-Maria.”
A benzedura diz-se cinco vezes e corta-se em cruz com uma faca.
Nota: o herpes é uma lesão cutânea caracterizada por grupos de vesículas amarelas
que formam crostas no período da cura. Ao chamarem-lhe alvarinhas é porque a
tomam como uma varíola benigna.As conjunturas são as uniões do dos ossos.
36- BENZEDURA DAS FÍSTULAS
“Água do lado de Cristo Lavai-me
Benzei-me e ajudai-me
Que não posso com tanta dor
E a comichão e o ardor19
Quase me levam ao inferno.
Mandai-me São Martinho
Que misture água no vinho
E me limpe e purifique.
Mandai-me também, Senhor
O melhor azeite que houver
E uma santa mulher
Que com o sinal da cruz
E as rezas que souber
Me unte depois as chagas.
É a Ti que me ofereço
Pelos males que padeço
E prometo sempre limpar
Com paninhos de grande alvura
A parte da minha quentura
E o farei até me curar.
A Deus e à Virgem Maria.
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 50

A São Cosme e São Damião


E a todos os santos que me assistem
Lhes entrego a minha gratidão.”
Era comum, as pessoas, tratarem estes males, que formavam crostas muito
desagradáveis à vista, purulentas e muito dolorosas, limpando estas feridas com vinho
misturado com um pouco de água, de maneira a torná-lo mais suave. Em seguida
untavam a fístula com azeite. Faziam-no durante alguns dias.
Para que o produto produzisse efeito mais rápido recorria-se à oração.
Encontrei imensas orações, praticamente para todos os males. Hoje, com os avanços
da medicina, estes remédios caseiros e bentos vão ficando ultrapassados embora
ainda haja quem os utilize.
37- BENZEDURA DAS FERIDAS MALIGNAS
“Eu te benzo, chaga ruim.
Por Deus serás fechada e numa caixa encerrada para que não possas respirar.
Se queres sai já.
Se não queres pouco tempo tens para decidir, pois Jesus vai descer e assim que
Ele te vir depressa tens de te decidir.
Eu te benzo uma vez, eu te benzo duas ou três para assim como se fecharam as
chagas de Jesus Cristo nos braços de sua mãe. Tu te feches e tu te sares pelo
incomensurável poder dos céus.”
Reza-se uma salve-rainha e um Pai-Nosso e pede-se a Deus que se a ferida não sarar,
o médico que o mal venha tratar consiga resolver a doença com a ajuda dos poderes
Divinos.
38- ZONA E MALES VENENOSOS
“Livre-nos Nossa Senhora dos nossos inimigos. Em nome do Pai, Filho e
Espírito Santo, Amém.”
Para curar a zona e males venenosos faz-se o sinal da cruz e diz-se:
“Se és sapo, eu te mato.
Se és rã, eu te arrebento.
Se és cobrío vai para o teu rio.Se és aranha aranhão, cobra cobrão, sapo sapão
Os males coxos desta criatura se vão,
Para que neste corpo não fique mal nem dor,
Nem coisa que mal for.
Assim como as chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo foram feitas pelo seu
divino amor, este corpo se torne a compor.
Em louvor e honra da Virgem Maria, um Pai-Nosso e uma Ave-Maria.”
Reza-se nove vezes e nove dias e no fim diz-se sempre:
“Deus te fez, Deus te criou. Deus te tire todo o mal que no teu corpo entrou.
Se o mal não sai, acrescenta-se: meu Deus tende piedade desta pessoa, curai-a.
Não me deixes ficar mal.”
Reza-se um Pai-nosso e uma Ave-Maria.
Nota: a Zona é uma inflamação dolorosa da pele, assinalada pelo aparecimento de
pequenas bolhas.O cobrão também chamado cobrelo é a erupção cutânea atribuída à
passagem de animais peçonhentos, pela roupa que se vestiu.
Os males coxos são, na mesma, as erupções cutâneas feitas por animal peçonhento.
Se em vez de coxos com x, escrevesse cochos com ch, este cochos significariam
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 51

porcos, o que levaria à mesma idéia, pois a Zona seria provocada por um animal
peçonhento ou sujo.
39- BENZEDURA CONTRA AS HEMORRAGIAS
“Eu te corto devagar, como se manteiga fosse cortar.
Corto uma vez. Corto duas. Corto três até o teu sangue estancar.
Chamo para ajudantes São Cosme e São Damião e se não conseguirem a
hemorragia estancar vou chamar São Simão. E chamarei os santos que forem
precisos para te atalhar o corrimento.
Em louvor e honra de Nossa Senhora e do seu adorado Filho, um Pai-Nosso e
uma Ave-Maria para que seja nossa inteligência e nosso guia.”
Enquanto se diz esta benzedura, vão-se fazendo cruzes sobre a zona onde se dá a
hemorragia. Claro que hoje os médicos estão por todo o lado e, as pessoas, é mais
natural e mais seguro que recorram a eles.21
40- CURA PARA A CIÁTICA
“Faca cortas pão, cortas carne. Cortas tudo o que quiserem cortar. Corta a
ciática a esta pessoa que não pode esperar. Se és ciática ou ciético, maldita vai-
te daqui!
Eu te corto, eu te recorto, eu te atalho pelo nascente, pelo poente, pelo sagrado
nascimento de Deus, Nosso Senhor Jesus Cristo e em louvor e honra da Virgem
Maria.
Pai-nosso. Ave-Maria. Amém.”
Reza-se nove vezes.
41- ERISIPELA ERISIPELÃO
“Pedro e Paulo foram a Roma e no meio do caminho encontraram Nossa
Senhora. Ela perguntou-lhes: de onde vindes?
- Pedro e Paulo: vimos de Roma, Senhora.
- E que há por lá de novo?
- Morre por lá muita gente. É que há lá o mal da erisipela erisipelão.
- Voltai para trás Pedro e Paulo. Dai-lhe com azeite e folha de oliveira.
Depressa tudo se curaria em louvor e honra da Virgem Maria.
Pai-Nosso. Ave-Maria.”
Diz-se nove vezes e em nove dias seguidos.
Nota: A erisipela é uma doença contagiosa que se exterioriza por inflamação da pele e
é provocada por uma infecção causada por muitas bactérias. A erisipela também é
chamada fogo-de-santo-antão. Erisipelão é um forte ataque de erisipela. O povo, como
tem o hábito de poupar nas palavras, chama-lhes zipela e zipelão. Nós somos mais
gastadores. Damos-lhes os nomes correctos: erisipela, erisipelão. As pessoas também
se elevam à medida que falam melhor, mesmo que continuem com estas rezas, que,
algumas, até produzem um efeito rápido embora hoje, com tanto médico, e com a
medicina tão avançada seria mais veloz consultar os clínicos. Mas cada um é livre para
fazer o que entender. Com reza ou com médico o que é preciso é ficar curado. Ou
então utilizar os dois sistemas.
42- PARA CURAR BELIDAS DOS OLHOS, CORNICÕES E CATARATAS
“Senhora santa Ana,Senhora santa Maria,
Senhora santa Luzia.
Todas três pelo mundo andavam.
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 52

Três novelinhos de ouro traziam.


Com um, urdiam.
Com outro teciam.
Com outro, belidas, cornicões e cataratas esvaziam.
Em louvor da Virgem Maria, um Pai-Nosso, uma Ave-Maria.”
À medida que se vai rezando agarra-se num grãozinho de trigo, faz-se uma cruz no
olho e deita-se o grão num copo de água para receber o mal que se tem no olho.
As belidas são manchas opacas ou semitransparentes da córnea.Os cornicões são
pequenas erupções causadas por um fungo.
43- PARA CORTAR O AR
A pessoa benze-se e diz:
“Faca cortas pão, cortas carne, cortas tudo o que quiseres e o que te fizerem
cortar. Corta o ar a esta pessoa que ela não pode esperar.
Eu te corto o ar da porta,
Corto o ar da janela,
Corto o ar do mar,
Corto o ar do cemitério,
Corto o ar da terra,
Corto todos os maus ares do mundo
Para que neste corpo não fique mal, nem dor
Nem coisa que mal for.
Pelas cinco chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo, que foram feitas pelo seu
Divino amor, este corpo se torne a compor.
Em louvor da honra da Virgem Maria, um Pai-Nosso e uma Ave-Maria.”
44- PARA AS LOMBRIGAS
“Aqueles três jovens cavaleiros a quem Deus deu o poder, que o deram a João e
João o deu a mim para cortar estas lombrigas e que em água se desfizessem.
Com esta cruz as ajudo a desfazer. (Faz o sinal da cruz sobre o estômago da
pessoa).
Com esta cruz as ajudo a sair. (repete o sinal da cruz)
Onde nunca mais lombrigas hão de vir. (repete o sinal da cruz)
Em louvor e honra da Virgem Maria, um Pai-Nosso e uma Ave-Maria.”
45- PEDIDO DE PERDÃO PELOS PECADOS
“Meu Senhor do horto.
Foste preso23
Foste morto
Perdoastes a Vossa morte.
Perdoai os meus pecados.
São tantos e envergonhados
Que nunca os poderei confessar.
Nem a padre, nem a frade.
Confesso-vos a Vós Senhor
Que sois a luz da vida
E a fonte da verdade.
Meu Jesus deitai-me a absolvição.
Dai-me, neste mundo, a paz
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 53

E no outro a salvação.
Amém.”
46- CONTRA OS CONFLITOS MUNDIAIS
“Meu Deus baixai do céu à terra,
Vinde acudir ao mundo
Que ele está em pé de guerra.
Está em pé de guerra,
Uma guerra mundial.
Mas se Vós estiveres no mundo
Ninguém nos poderá fazer mal.
Por Deus e pela Virgin Mary Maria
Um Pai-nosso e uma Ave-Maria.
Amém, Jesus.”
47- DEPOIS DO BATISMO
“Com a graça de Deus e a proteção da Virgem Maria entraste na confraria dos
céus com os anjos por companheiros, os arcanjos como caminheiros e os
serafins como luzeiros que os teus passos hão de seguir e nunca te deixarão cair
nos laços deste mundo.
Tal como São João Batista batizou Jesus e o ligou entre o céu e a terra, assim
tu, com a água que tomaste, tens o caminho aberto para cumprires a vida em
trabalho, riqueza e bem-estar.
Que a luz do Espírito Santo te ilumine durante toda a vida.
Em louvor e honra de Jesus e da Virgem Maria, um Pai-Nosso e uma Salve
Rainha.”
48- DEPOIS DO CASAMENTO
“Eu te chamo, meu Senhor, para o casal abençoares e para num e no outro
selares o elo da ligação.
Faz deles um só para que o seu amor e respeito seja mútuo. Para que a sua força duplique,
para que a sua inteligência triplique na união sagrada em que a
humanidade é gerada e os filhos serão os seus frutos e a sua continuação.
O casal abençoarás. A riqueza lhe darás. A compreensão aumentarás e dos
males os livrarás desde que façam atenção aos gastos inúteis e às discussões
desprovidas de bom-senso.
Para eles invoco a proteção da Senhora Aparecida, de Santa Bárbara, da Senhora
de Fátima e de todos os Santos doutores.
Em louvor e honra da Virgem Maria e de Jesus consagrado uma salve rainha e
um Pai-Nosso rezado.”
54- AO ANOITECER
“Santo ou santa deste dia
Que me guardou dos perigos e trabalhos.
Que me acompanhou nos meus pensamentos
E em todos os meus atos,
Em tudo quanto fiz e quis fazer
Me guarde de noite dos perigos e trabalhos,
E me dê uma noite sossegada.27
Amém.”
DAI DE GRAÇA O QUE RECEBESTES DE GRAÇA!
CURSO ONLINE GRATUITO DE BENZIMENTO
Facilitadora Rejane M. MIzerkowski 54

55- AO DEITAR
“Nesta cama me vou deitar
Para dormir e descansar.
Se a morte me quiser levar
E o meu coração não possa falar
Encosto-me aos cravos
Apego-me à cruz
Entrego a minha alma
Ao menino Jesus.
E para adormecer
Encosto-me à Virgem Maria
Que é minha luz e o meu guia.”
56- SONO DESCANSADO
“Nesta cama me deitei,
Sete anjinhos nela achei.
Três aos pés,
Quatro à cabeceira.
Nossa Senhora na dianteira.
Ela me disse: dorme e repousa
Não tenhas medo a coisa nenhuma.
Os santinhos a orar,
Os anjinhos a cantar
Para o meu sono descansado.
Ditosa da minha alma
Que agora se está a deitar.”
Se a pessoa disser esta oração e tirar todas as preocupações da cabeça, adormece
calmamente e no dia seguinte resolverá com mais facilidade tudo aquilo que parecia
complicado e difícil de resolver.

Webliografia
http://rezasexorcismosebenzedurasjosepatrici.blogspot.com