Você está na página 1de 4

1)FGV CODEBA De acordo com o Pronunciamento Contábil CPC 26 (R1) -

Apresentação das Demonstrações Contábeis, as despesas de uma entidade devem


ser subclassificadas a fim de destacar componentes do desempenho que podem
diferir em termos de frequência, potencial de ganho ou de perda e previsibilidade. Em
relação àclassificação das despesas, assinale a afirmativa correta.
a) Existem três formas de análise, o método da natureza da despesa, o
método da função da despesa e o método do setor da despesa.
b) Custos dos produtos vendidos, despesa com empregados e despesa com
depreciação são exemplos de despesas classificadas pelo método da
natureza da despesa.
c) Despesas de vendas, despesas administrativas e despesas financeiras
são exemplos de despesas classificadas pelo método do setor da despesa.
d) As entidades que classificam seus gastos por função devem divulgar
informação adicional sobre a natureza das despesas, que é útil ao prever
os futuros fluxos de caixa.
e) O Comitê dos Pronunciamentos Contábeis recomenda fortemente que a
entidade utilize o método do setor da despesa.

2) FGV PREF CARUARU De acordo com o Pronunciamento Técnico CPC 26 –


Apresentação das Demonstrações Contábeis, as despesas devem ser
subclassificadas a fim de destacar componentes do desempenho que possam diferir
em termos de frequência, potencial de ganho ou de perda e previsibilidade.

Essa análise deve ser proporcionada de duas formas distintas. Sobre elas, assinale a
afirmativa correta.

a) Despesa de depreciação e despesa de vendas são contas classificadas de acordo


com a natureza.
b) Materiais consumidos e despesas de propaganda são contas classificadas de
acordo com a natureza.
c) Despesa de transporte e despesas de vendas são contas classificadas de acordo
com a natureza.
d) Imposto sobre a renda e contribuição social e materiais consumidos são contas
classificadas de acordo com a função.
e) Despesas administrativas e despesas de transporte são contas classificadas de
acordo com a função.

3) FGV RECIFE Conforme a opção do Pronunciamento CPC 26 – Apresentação das


Demonstrações Contábeis, a Cia. B irá apresentar sua Demonstração do Resultado do
Exercício pelo método da natureza da despesa. Assinale a opção que inclui apenas
gastos por natureza.
a) Despesas comerciais e despesas operacionais.
b) Despesas de depreciação e despesas de propaganda.
c) Despesas operacionais e despesas de transporte.
d) Despesas comerciais e custos dos produtos vendidos.
e) Imposto sobre a renda e contribuição social e custos dos produtos vendidos.

4) FGV Assembleia Leg BA Determinada empresa opta por elaborar sua


Demonstração do Resultado do Exercício por função. Assinale a opção que apresenta
apenas contas classificadas de acordo com a função.
a) Despesas de vendas e despesas de depreciação.
b) Despesa de salários e custo dos produtos vendidos.
c) Imposto de renda e contribuição social e materiais consumidos.
d) Despesas de propaganda e despesas de depreciação.
e) Custo dos serviços prestados e despesas comerciais.

5) CESGRANRIO LIQUIGAS Na elaboração da demonstração do resultado do


exercício, as despesas podem ser agregadas de acordo com a sua natureza ou com a
função da despesa.

Um item representativo de função da despesa é o de


a) consumo de matérias-primas
b) depreciações e amortizações
c) despesa com benefícios a empregados
d) despesas de vendas
e) variações cambiais passivas

6) CESPE UNB STM (Certo Ou Errado) Tendo como referência a legislação societária
e os pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis, julgue o item a
seguir, relativo à elaboração de demonstrações contábeis.

Na demonstração de resultado, apesar de a legislação societária induzir a


apresentação da despesa por função, ela também poderá ser apresentada de acordo
com a sua natureza.

7) CESPE UNB ABIN (Certo ou errado) Na demonstração de resultado do exercício


(DRC), as despesas devem ser subclassificadas. A escolha da classificação dos
gastos pela função da despesa ou pelos gastos por natureza está baseada na
capacidade de o método proporcionar informação mais confiável e mais relevante à
entidade, cumpridas as determinações legais.

8) CESGRANRIO TRANSPETRO O novo contador de uma companhia está


elaborando a demonstração do resultado do exercício, na qual as despesas serão
classificadas com base na sua função dentro da entidade. Porém, adicionalmente, terá
que apresentar informações sobre a natureza da despesa.

Um dos itens evidenciados na classificação, com base na natureza da despesa, é

a) despesas de vendas
b) despesas financeiras
c) despesas administrativas
d) custo dos produtos vendidos
e) depreciações e amortizações

9) VUNESP SAEG Considerando o Pronunciamento Técnico CPC 26 (R1), o ativo


deve ser classificado como circulante quando satisfizer qualquer dos seguintes
critérios:
a) está mantido essencialmente com o propósito de ser negociado.
b) espera-se que seja liquidado durante o ciclo operacional normal da entidade.
c) espera-se que deve ser liquidado no período de até doze meses após a data do
balanço.
d) a entidade não tem direito incondicional de diferir a liquidação durante pelo menos
doze meses após a data do balanço.
e) à opção da contraparte, resultar na sua liquidação por meio da emissão de
instrumentos patrimoniais que não devem afetar a sua classificação.

10) FGV CODEBA De acordo com o Pronunciamento Técnico CPC 26 (R1)-


Apresentação das Demonstrações Contábeis, quando uma entidade apresenta
separadamente seus ativos e passivos circulantes e não circulantes, os impostos
diferidos ativos e passivos devem ser classificados
a) como circulantes.
b) como não circulantes.
c) como circulantes ou não circulantes, de acordo com o prazo esperado.
d) como contas a receber ou a pagar.
e) no grupo do ativo diferido.

11) AOCP UFC De acordo com o CPC 26, o ativo deve ser classificado como
circulante quando satisfizer qualquer dos seguintes critérios, EXCETO
a) espera-se que seja realizado, ou pretende-se que seja vendido ou consumido no
decurso normal do ciclo operacional da entidade.
b) está mantido essencialmente com o propósito de ser negociado.
c) espera-se que seja realizado até doze meses após a data do balanço.
d) espera-se que seja liquidado durante o ciclo operacional normal da entidade.
e) é caixa ou equivalente de caixa, a menos que sua troca ou uso para liquidação de
passivo se encontre vedada durante pelo menos doze meses após a data do balanço.

12) CESGRANRIO CEFET No balanço patrimonial, nos termos do CPC 26 (R1), o


ativo deve ser classificado como circulante quando satisfizer um ou mais dos critérios
específicos nele estabelecidos. Nesse contexto, analise as afirmativas a seguir.

I – Classifica-se no ativo circulante o ativo cuja venda for pretendida no decurso


normal do ciclo operacional.
II – Classifica-se no ativo circulante o ativo que está mantido essencialmente com o
propósito de ser negociado.
III – Classifica-se no ativo circulante o ativo com expec-tativa de que seja realizado até
doze meses após a data do balanço.

É correto o que se afirma em :


a) I, apenas b) II, apenas c) I e III, apenas d) II e III, apenas e) I, II e III

13) FUNCAB IPEM-RO Segundo o CPC 26,que trata da apresentação das


demonstrações contábeis,as notas explicativas NÃO:

a) devem divulgar estimativas sob quaisquer hipóteses.


b) devem divulgar informações que possuam risco significativo de provocar ajuste
material nos valores contábeis de ativos e passivos ao longo do próximo exercício
social
c) devem divulgar pressupostos relativos ao futuro e outras fontes principais de
incerteza.
d) precisam fornecer informação específica, requerida por um pronunciamento
técnico, interpretação ou orientação do CPC, se a informação não formaterial.
e) precisam prover informação adicional que não tenha sido apresentada nas
demonstrações contábeis, mas que seja relevante para a sua compreensão

14) Exame Suficiencia Em relação ao conteúdo das Notas Explicativas, de acordo com
a NBC TG 26 – Apresentação das Demonstrações Contábeis, é INCORRETO afirmar
que o conjunto das Notas Explicativas apresenta:
a) a divulgação da análise dos resultados e da posição financeira da sociedade e o
parecer da diretoria.
b) a divulgação de informações requerida pelas normas, interpretações e
comunicados técnicos que não tenha sido evidenciada nas demonstrações contábeis.
c) as informações adicionais que não tenham sido evidenciadas nas demonstrações
contábeis, mas que sejam relevantes para sua compreensão.
d) as informações sobre a base para elaboração das demonstrações contábeis e das
políticas específicas utilizadas.

15) CESGRANRIO TRANSPETRO O Comitê de Pronunciamentos Contábeis emitiu o


pronunciamento técnico CPC 26 (R1), que define a base para a apresentação das
demonstrações contábeis no Brasil. O pronunciamento estabelece requisitos gerais,
diretrizes para a sua estrutura e os requisitos mínimos para seu conteúdo.

Como parte dessas bases e requisitos, o pronunciamento técnico define o conjunto


completo de demonstrações contábeis, que inclui a demonstração

a) do valor adicionado e o balanço social


b) do valor adicionado e as notas explicativas
c) do resultado abrangente do período e o balanço social
d) das mutações do patrimônio líquido do período e o balanço ambiental
e) das origens e aplicações de recursos e as informações comparativas com o
período anterior