Você está na página 1de 4

AlfaCon Concursos Públicos

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO
ÍNDICE
Autorização de Serviços Públicos ......................................................................................................................2

Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com
fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do AlfaCon Concursos Públicos.
1
AlfaCon Concursos Públicos

Autorização de Serviços Públicos


Embora o Art. 175 da Constituição Federal tenha feito menção apenas às concessões e permis-
sões como formas de delegação de serviços públicos, encontramos na própria Carta Magna a autori-
zação como sendo também um instrumento de delegação de alguns serviços públicos de titularida-
de exclusiva da União.
Art. 21. Compete à União:
XI - explorar, diretamente ou mediante autorização, concessão ou permissão, os serviços de telecomu-
nicações, nos termos da lei, que disporá sobre a organização dos serviços, a criação de um órgão regula-
dor e outros aspectos institucionais; 
XII - explorar, diretamente ou mediante autorização, concessão ou permissão:
a) os serviços de radiodifusão sonora, e de sons e imagens; 
b) os serviços e instalações de energia elétrica e o aproveitamento energético dos cursos de água, em
articulação com os Estados onde se situam os potenciais hidroenergéticos;
c) a navegação aérea, aeroespacial e a infraestrutura aeroportuária;
d) os serviços de transporte ferroviário e aquaviário entre portos brasileiros e fronteiras nacionais,
ou que transponham os limites de Estado ou Território;
e) os serviços de transporte rodoviário interestadual e internacional de passageiros;
f) os portos marítimos, fluviais e lacustres;
Art. 223. Compete ao Poder Executivo outorgar e renovar concessão, permissão e autorização para
o serviço de radiodifusão sonora e de sons e imagens, observado o princípio da complementaridade dos
sistemas privado, público e estatal.
Não podemos confundir a autorização de serviços públicos com a autorização outorgada no
exercício do poder de polícia administrativa. Esta última forma de autorização é exigida do parti-
cular para que ele possa exercer determinadas atividades privadas, regidas predominantemente por
regras de direito privado.
Bastante discutida na doutrina, a autorização de serviços públicos costuma ser cobrada em prova
de maneira bem simples, prevalecendo tratar-se de um ato administrativo unilateral, discricionário
e precário (pode ser revogado sem gerar direito à indenização). A autorização não é precedida de li-
citação, não sendo formalizado nenhum contrato administrativo. Ela é realizada por meio de um ato
administrativo, para pessoas físicas ou jurídicas.
Por meio da autorização, a Administração Pública permite que o particular exerça certa ativi-
dade, serviço ou mesmo utilize determinados bens (públicos ou privados - chamada de autorização
de uso), de seu exclusivo ou predominante interesse, mas que somente poderia ser feito com prévia
anuência da Administração Pública.
CONCESSÃO PERMISSÃO AUTORIZAÇÃO
Unilateral (embora os contratos
Bilateral administrativos sejam bilaterais - há Unilateral
discussão)
Licitação (concorrência) Licitação Sem licitação
Ato administrativo discricio-
Contrato Administrativo Contrato Administrativo (adesão)
nário
Não precário Precário Precário
Pessoa jurídica e consórcio de
Pessoa física ou jurídica Pessoa física ou jurídica
empresas
Oneroso Oneroso ou gratuito Oneroso ou gratuito

Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com
fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do AlfaCon Concursos Públicos.
2
AlfaCon Concursos Públicos

EXERCÍCIOS
01. No que se refere à autorização de serviço público, é correto afirmar:
a) Trata-se de ato precário, podendo, portanto, ser revogado a qualquer momento, por motivo
de interesse público.
b) Trata-se de ato unilateral, sempre vinculado, pelo qual o Poder Público delega a execução de
um serviço público de sua titularidade, para que o particular o execute predominantemente
em seu próprio benefício.
c) O serviço é executado em nome do autorizatário, por sua conta e risco, sem fiscalização do
Poder Público.
d) Trata-se de ato unilateral, discricionário, porém não precário, pelo qual o Poder Público
delega a execução de um serviço público, para que o particular o execute predominante-
mente em benefício do Poder Público.
e) Trata-se de ato que depende de licitação, pois há viabilidade de competição.
02. Delegação da prestação do serviço público, mediante concorrência, à pessoa jurídica ou a con-
sórcio de empresas que demonstrem capacidade para seu desempenho, por sua responsabili-
dade e por prazo determinado são características do modelo de gestão dos serviços públicos
denominado:
a) associação.
b) permissão.
c) autorização.
d) concessão.
e) cooperação.
03. O serviço público é campo de atuação próprio do Estado, no entanto, sua prestação pode se dar
de forma direta ou indireta. A prestação de serviço público de forma indireta se dá mediante o
regime:
a) de concessão ou permissão, sendo que, neste último caso, não há obrigatoriedade de obe-
diência, pelo particular, do princípio da continuidade do serviço público, por se cuidar de
ato administrativo precário.
b) de concessão ou delegação, sendo que nestes casos o particular deve obediência aos princí-
pios que lhe são próprios, dentre eles o da imutabilidade do regime jurídico e o da continui-
dade dos serviços públicos.
c) de concessão ou permissão, devendo o particular respeitar os princípios que lhe são próprios,
dentre eles o da mutabilidade do regime jurídico e o da continuidade dos serviços públicos.
d) de delegação ou permissão, sendo que, neste último caso, cuida-se de contrato precário da
Administração.
e) jurídico de concessão, não se prestando à delegação de serviços públicos os institutos da
permissão e da autorização.
04. É vedada a exploração dos serviços de telecomunicações mediante autorização.
Certo ( ) Errado ( )
05. Tanto a concessão de serviço público quanto a autorização de serviço público são constituídas
por meio de contrato administrativo.
Certo ( ) Errado ( )
06. A autorização de serviço público é ato unilateral da Administração Pública pelo qual se
consente a um particular a prática de atividade individual incidente sobre um bem público,
Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com
fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do AlfaCon Concursos Públicos.
3
AlfaCon Concursos Públicos

com caráter precário.


Certo ( ) Errado ( )
GABARITO
01 - A
02 - D
03 - C
04 - ERRADO
05 - CERTO
06 - CERTO

Lei do Direito Autoral nº 9.610, de 19 de Fevereiro de 1998: Proíbe a reprodução total ou parcial desse material ou divulgação com
fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na Internet, sem autorização do AlfaCon Concursos Públicos.
4