Você está na página 1de 9

Manual para Elaboração da Interdisciplinar 1

TRABALHO INTERDISCIPLINAR
1 – Definição das Equipes

• As equipes deverão ser compostas de 4 ou 5 alunos.

• As equipes deverão escolher os responsáveis por cada parte do projeto, conforme segue
abaixo. Estes alunos serão responsáveis por uma parte do projeto e também deverão
conhecer todas as outras partes, isto é, o projeto inteiro.

Para equipes com 5 integrantes:


Pasta 1 Responsável
BD / Instalação / Rede 2 Responsável
Programação 2 Responsável

2 – Temas
O Trabalho será um software educativo da disciplina de Hardware. Este software deverá ter
os itens abaixo:

Todos os softwares deverão ser feitos em C#, ter banco de dados MySQL.
9 Quiz com perguntas e imagens que serão armazenados em um Banco de Dados para que
as perguntas sejam sorteadas (randomicas) toda vez que o usuário desejar responder ao
Quiz.
• As perguntas serão divididas em 3 níveis (Fácil, Médio, Difícil).
• Para cada nível devem ser formuladas 20 perguntas com 4 alternativas.
• Os níveis devem ter pontuações diferentes, ficando a critério do grupo os valores.
• Deve-se limitar o tempo que cada usuário terá para responder e marcar este
tempo. A contagem do tempo irá interferir na pontuação, ficando a critério do
grupo os valores.
9 Animação de funcionamento do tema escolhido
• Devem ser elaboradas 3 animações diferentes sobre o mesmo objeto escolhido.
Exemplo: Animações sobre Mouse – teríamos Mouse Óptico, TrackBalls e
TouchPads.
• As animações devem ser feitas em C#, não é permitido o uso de nenhum tipo de
software de animação.
• Desafio: Fica a critério do grupo o desenvolvimento de uma 4º animação
usando qualquer software de animação. Este desafio é opcional, não irá
interferir na avaliação do Trabalho.
9 Ranking
• Geral – listar as melhores pontuações de todos os usuários que já fizeram o Quiz.
• Individual – listar a pontuação do usuário com a data e a hora que ele fez o Quiz.
9 Login
• O Software deverá ter cadastro de usuário com senha para efetuar o login
diferenciando o Usuário Administrador do Usuário Comum (Jogador).
9 Tutorial
• Conteúdo explicativo sobre o tema escolhido, isto é, apostila com imagens que
ajudem o usuário antes dele responder ao Quiz.

Profa. Ana Paula Citro Fujarra Rodrigues


Prof. Ronaldo Vaqueli de Paula
Manual para Elaboração da Interdisciplinar 2
OBS.: Para o Quiz podem ser elaboradas perguntas com alternativas, jogo da
memória, jogo de liga-pontos, jogo de sete erros, entre outros. Use a criatividade
para a elaboração mesclando estas sugestões e outras do grupo.
Os temas foram definidos pelos professores responsáveis e foi feito um sorteio, em sala de aula,
para a distribuição dos temas abaixo:

TEMAS 3IA 3IB 3IC


TECLADO PEDRO ERICH FERNANDO
GASETTA CLEBER PELISSON
MONITOR NICOLAS
CESAR
IMPRESSORA FLÁVIA
TELES
DISCO RÍGIDO MARCELA TATIANE
NICACIO CHIEFFI
PLACA MÃE,
PROCESSADOR E NATALIA
MEMÓRIA
(Principio de SANTANA
Montagem de Micros)
MOUSE ANA LETICIA DANIEL HENRIQUE
CHAVI CEZAR LIPARELLI
INTERFACES
SCANNER E WEB SALOMÃO
CAM VIANA
SISTEMAS MATEUS JOÃO RAMON DE
OPERACIONAIS RIVA GABRIEL CASTRO

3 – Atividades de 2010

3.1 – Atividades para avaliação do 1º Bimestre

  3IA  3IB  3IC 


Data da Avaliação 
06/04 05/04 05/04
do 1º Bimestre 

Atividades:
¾ Imagens do Quiz.
¾ Imagens da Animação
¾ Pesquisa do funcionamento para as animações
¾ Tutorial
OBS.: Estas atividades deverão ser entregues em um CD na data
especificada acima, com exceção do tutorial que deverá ser impresso.
Profa. Ana Paula Citro Fujarra Rodrigues
Prof. Ronaldo Vaqueli de Paula
Manual para Elaboração da Interdisciplinar 3
OBS.: ESTA PRIMEIRA AVALIAÇÃO NÃO IRÁ INTERFERIR NA
NOTA BIMESTRAL, POIS A NOTA DO TRABALHO INTERDISCIPLINAR
É ÚNICA NO FINAL DO SEMESTRE.

3.2 – Atividades para avaliação do 2º Bimestre (01/06 a 10/06)


Atividades:
¾ Montar as telas do software.
¾ Documento com todas as perguntas e suas alternativas.
¾ Animações prontas.
OBS.: Estas atividades deverão ser em um CD e apresentadas para a
banca de professores com o uso das tecnologias: slides em PPT (explicando o
tema e os recursos utilizados para o Quiz), o sofware em C# para mostrar as
telas e as animações e a Pasta do Projeto Impressa.
ESTA APRESENTAÇÃO SERÁ MARCADA PELA COORDENAÇÃO
NO PERÍODO DESCRITO ACIMA

3.3 – Atividades para avaliação do 1º e 2º Semestres

SEMESTRE ATIVIDADES
TECNOLOGIA ESPECÍFICA
DEFINIÇÃO DO SISTEMA
MANUAL DO USUÁRIO
1º TUTORIAL CONCLUÍDO
(01/06 a 10/06) PERGUNTAS CONCLUÍDAS
TODAS AS IMAGENS SELECIONADAS
TELAS DO SOFTWARE
TODAS AS ANIMAÇÕES FUNCIONANDO
ESTRUTURA DO BANCO DE DADOS
CONSTRUIR O BANCO DE DADOS
LINKAR O SOFTWARE COM O BD

(a definir) SITE DE DIVULGAÇÃO E DOWNLOAD DO
SOFTWARE
CONCLUIR O SOFTWARE
CONCLUIR A PASTA DE PROJETO

Atividades referente a Pasta de Projeto

Profa. Ana Paula Citro Fujarra Rodrigues


Prof. Ronaldo Vaqueli de Paula
Manual para Elaboração da Interdisciplinar 4
4 – Documentação do Software

4.1 – Tecnologia Específicas

É uma descrição teórica das tecnologias utilizadas para o desenvolvimento do projeto; aqui
você deverá explanar os conhecimentos específicos que foi adquirido para conseguir concretizar o
projeto. Dentre estes conhecimentos podemos citar:

A – Funcionamento de um banco de dados e seus tipos mais usados (dê uma ênfase maior
para o tipo que você irá usar)

B – Linguagem de Programação usada. Faça um resumo de seu uso (características e


limitações), explique os comandos e componentes mais usados e importantes para o
desenvolvimento do seu projeto (use exemplos e ilustrações para facilitar a explicação)

C – Explicação das tecnologias usadas do tipo ASP, CGI, PHP, JAVA, SQL, Flash, Jsp,
entre outras

D – Comunicação em Rede. Fale como funciona, dê exemplos de programação e


componentes específicos usados no projeto

E – Pesquisas extras que contribuíram para a criação do projeto.

4.2 - Definição do Sistema


1. Objetivos / Metas do Software
2. Como deve funcionar o Sistema
3. Quais serão os Dados / Informações de Entrada / Saída
4. Fazer uma Lista com as funções do Software
5. Fazer uma Lista com os Benefícios do Produto
6. Fazer uma Tabela que especifica as interfazes de usuário

Nome Descrição
Tela Login Tela de Login de usuários
... ...
... ...

• Requisitos específicos para as telas

Profa. Ana Paula Citro Fujarra Rodrigues


Prof. Ronaldo Vaqueli de Paula
Manual para Elaboração da Interdisciplinar 5
A) Interface <NOME DA INTERFACE>

A.1) Layout Sugerido

User
OK

Login
Sair

A.2) Relacionamento com outras interfaces


Esta interface tem relacionamento com a interfaze SPLASH

A.3) Campos

Nome Valores Formato Tipo Restrições


Válidos
Login Números Até 8 Inteiro Obrigatório
... ... ... ... ...
... ... ... ... ...

A.4) Comandos

Nome Ação Restrições


OK Efetuar o login Habilitado
... ... ...
... ... ...

B) Interface <NOME DA INTERFACE>


...

Profa. Ana Paula Citro Fujarra Rodrigues


Prof. Ronaldo Vaqueli de Paula
Manual para Elaboração da Interdisciplinar 6
4.3 – Estrutura do Banco de Dados

• Descrição da Base de Dados


1) Cliente.DBF (Explicar conforme a Documentação da Base de Dados)

Tabela 01
Tabela: Cliente
Chave Primária: cod_cli
Chave Estrangeira: __
Descrição: Relata clientes cadastrados

Nome do Atributo Tipo de dados Tamanho Desc Obs


cod_cli int Código cliente Auto_increment
login_cli varchar 8 Login cliente Not null,Unique
senha_cli varchar 8 Senha cliente Not null
nome_cli varchar 50 Nome Not null
end_cli varchar 50 Endereço Not null
numero_cli int Número Not null
bairro_cli varchar 45 Bairro Not null
cid_cli varchar 50 Cidade Not null
estado_cli varchar 3 Estado Not null
fone_cli varchar 20 Telefone
cred_cli varchar 8 Créditos
email_cli varchar 60 e-mail

Propriedades
cod_cli Legenda: Código do cliente
login_cli Legenda: Login do cliente
senha_cli Legenda: Senha do cliente
nome_cli Legenda: Nome do cliente Formato <
end_cli Legenda: Endereço do cliente
numero_cli Legenda: Número
bairro_cli Legenda: Bairro
cid_cli Legenda: Cidade
estado_cli Legenda: Estado Formato [_ _]
tel_cli Legenda: Telefone Máscara (000) 0000-0000
cred_cli Legenda: Crédito do Cliente Máscara 00,00
email_cli Legenda: Endereço de e-mail

Descrição:
Esta tabela foi criada com o objetivo de fazer o cadastro dos usuários do cyber café
para um maior controle da movimentação do cyber café.

2) Fornecedor.DBF ...

...
Profa. Ana Paula Citro Fujarra Rodrigues
Prof. Ronaldo Vaqueli de Paula
Manual para Elaboração da Interdisciplinar 7

• Relacionamento entre as Tabelas (conforme a Documentação da Base de Dados)

Profa. Ana Paula Citro Fujarra Rodrigues


Prof. Ronaldo Vaqueli de Paula
Manual para Elaboração da Interdisciplinar 8
DOCUMENTAÇÃO DA BASE DE DADOS
1 ESTRUTURA DAS TABELAS

• DESCRIÇÃO DOS CAMPOS


Os campos devem possuir nomes sucintos e refletir sua função dentro da tabela. Não devem
possui acentos, c-cedilha ou outros caracteres próprios das línguas latinas (lembre-se, você está
utilizando ferramentas baseadas em língua inglesa). Devem ser evitados também espaços. Para
separar nome caso seja necessário utilize o caractere “_” (underline), por exemplo (CODCLI,
COD_CLI) para o campo “Código do Cliente”.
• TAMANHO DOS CAMPOS
O tamanho dos campos deve ser escolhido pensando na economia de espaço para o cliente,
por exemplo: campo UF (estado) deve ser caractere e seu tamanho 2 (dois).
• TIPO DO CAMPO
O tipo do campo deve permitir as operações necessárias com este, e também levar em conta
a economia de espaço para o cliente. Por exemplo: campos, como CPF, devem ser do tipo caractere
pois não se faz operações matemáticas (CPF*1,32) com ele e o tipo caractere ocupa menos bytes do
que um tipo numérico como inteiro ou ponto flutuante.
• CHAVES
Os campos chave, são campos especiais dentro da tabela. Através destes indicamos qual
campo é a chave primária dentro da tabela, quais campos são as “chaves secundárias” (no delphi
são os Índices Secundários), quais campos são chaves estrangeiras (utilizado no Access).

2 TEXTO

Texto explicativo da função da tabela no sistema. Através deste texto será identificada a
necessidade de cada tabela no sistema.

3 RELACIONAMENTO

• DIAGRAMA DE RELACIONAMENTO
Diagrama na forma de módulos mostrando a estrutura e os relacionamentos entre as tabelas, caso
eles existam. É necessário que este ponto seja feito corretamente e com muita atenção pois isto é a
base para o desenvolvimento do Banco de Dados do sistema. Caso haja problemas ou erros neste
ponto, todo o sistema estará comprometido e conseqüentemente haverá a necessidade da
reestruturação de todo o sistema.

Profa. Ana Paula Citro Fujarra Rodrigues


Prof. Ronaldo Vaqueli de Paula
Manual para Elaboração da Interdisciplinar 9
• DESCRIÇÃO DA NECESSIDADE DOS RELACIONAMENTOS
Neste ponto deve-se explicar a necessidade dos relacionamentos. Muitas vezes o relacionamento
deverá ser feito utilizando uma tabela de relacionamento entre as tabelas envolvidas, outras vezes
este relacionamento poderá ser feito diretamente entre as tabelas envolvidas através de um campo.
O objetivo aqui é identificar a necessidade do primeiro ou do segundo tipo de relacionamento.

4 OBSERVAÇÕES

1. caso o banco de dados não necessite de relacionamento, o tópico de relacionamento deverá


possuir esta informação e um texto explicando o porque da não existência de
relacionamentos.
2. depois dos relacionamentos feitos, deve-se utilizar a técnica de Normalização de Tabelas (1ª
FN, 2ª FN e 3º FN), para que redundâncias na base de dados sejam eliminadas.
3. esta etapa da modelagem da base de dados é a mais importante, faça-a bem feita para evitar
problemas sérios com seu sistema posteriormente.

Profa. Ana Paula Citro Fujarra Rodrigues


Prof. Ronaldo Vaqueli de Paula