Você está na página 1de 2

ANOTAÇÃO PESSOAL – Segunda-feira ao Sol / A Ideologia Alemã

Aluna: Pâmela Primo Moreno

O filme “Segunda-feira ao Sol” retrata a história de um grupo de homens que estão sendo
vítimas de um desemprego de longa duração, após o fechamento do estaleiro onde
trabalhavam devido à aquisição deste por investidores coreanos. Assim, estes homens
saem em busca de uma nova forma de subsistência, se contentando muitas vezes com
ocupações temporárias e se apegando à esperança de uma vida melhor, ou em outros
casos, se afundando em bebidas, devido à falta dessa.

Durante o filme podemos perceber vários problemas da sociedade moderna, como por
exemplo: o preconceito com a idade por parte do mercado de trabalho; a dificuldade,
causada pelo machismo, em aceitar ser sustentado por uma mulher; e um possível suicídio,
acarretado pelo desemprego.

Além disso, o filme pode ser facilmente trazido para o contexto sociológico e relacionado a
várias obras de autores como Karl Marx, Durkheim e até Weber. Neste momento, porém,
esta relação será feita com apenas uma dessas obras: “A Ideologia Alemã”, por Engels e
Marx.

Nesta obra, Marx fala sobre a divisão do trabalho entre manual e intelectual, e como
exemplo disso podemos usar a personagem Ana, que trabalha longas jornadas, em pé,
realizando uma atividade tão repetitiva, na qual, após certo tempo, o intelecto deixa de ser
necessário para sua realização, e em consequência disso a personagem acaba sofrendo
com problemas de saúde.

Outro ponto importante do livro é onde Marx expõe a necessidade de ações e não apenas
de ideias, e uma das maneiras de fazer isso, acredito, seria através de manifestações,
greves, etc. que podemos ver no início do filme.

Também podemos ver a ideologia de fetichização do trabalho na cena em que Santa lê o


conto da Formiga e da Cigarra, e em seguida este mesmo personagem faz uma crítica à
essa ideia de que com trabalho duro qualquer um pode se dar bem na vida.

Dois velhos camaradas do Partido se encontram. Um diz ao outro:

– “Tudo o que nos falaram sobre o comunismo era mentira.” O outro responde:
– “Isso não é o pior. O pior é que tudo o que nos falaram sobre o capitalismo é
verdade.”.

Você também pode gostar