Você está na página 1de 55
ATR LIGOES BIBLICAS _SOVENS E ADULTOS E Jesus, vendo a multida tando- aproxim: abrindo a sua boca, os Comentario: Raimundo F. de Oliveira INDICE ‘ict 1 A Bem-Aventuranca da Disciplina Ligdo 2 Ligées A Bem-Aventuranca do Perdaéo . Ligdo 3 do 1° Trimestre | 4 Bem-aventuranca da Confianca de 1987 Licéo 4 A Bem-Aventuranca da Bleigéo Ligdo 5 ; A Bem-Aventuranca da Humildade Licdo 6 A Bem-Aventuranga das Lagrimas Licéo 7 A Bem-Aventuranca da Mansidao Licdo 8 A Bem-Aventuranca da Fome de Justiga Ligdo 9 A Bem-Aventuranga da Misericérdia Licdo 10 A Bem-Aventuranca da Pureza Ligfin 11 A Bem-Aventuranca da Pacificagéo Ligdo 12 A Bem-Aventuranga do Sofrimento Ligdo 13 A Bem-Aventuranga dos Mortos no Senhor Maturidade Crista - para Jovens e Adultos, Editada pela Casa Publicadora das Assembléias de Deus, Estrada Vicente de Carvalho, 1083 (CEP 21210) - Caixa Pos- tal 331 (CEP 20001), Rio de Janeiro, RJ. Telefones: (021) 391-4336 e 391-4535. De- partamento Comercial (021) 391-1910. Presidente do Conselho Administrativo: Luiz Bezerra da Costa; Diretor Executivo: Custédio Rangel Pires; Diretor de Publica- ges: Nemuel Kessler; Diretor Administrativo: Eude Martins da Silva; Diretor de Produeao: Ruy Bergsten; Diretor Comercial: Antonieta Rosa Vieira; Chefe da Di- visio de Educacao Cristé: Raimundo F. de Oliveira, Coordenadora do DEC: Alber- tina Lima Malafaia f Oe AS BEM-AVENTURANCAS Santo Agostinho escreyeu que dois verbos construiram dois impérios: 9 verbo fer e 0 ‘verbo ser, O primeiro, o império das . coisas, das possessdes materiais e do poder. © segundo, 0 impé- rio do Hspirito, das coisas que perduram. As bem-aventurancas, tema estudado durante este trimes- tre, deixam de lado a forma habitual de ver a vida espiritual pelo ter e pelo fazer, enfatizando o ser. O ensino de Jesus e dos: Seus apéstolos realeava o poder de ser, sé secundariamente tra- taya do ter ¢ do fazer. Era exatamente 0 oposto do ensino dos escribas e dos fariseus, para os quais 0 mais importante era o fazer, ou preferencialmente mandar os outros fazerem, Salien- tavam eles uma devogao de fachada, devocdo “para inglés ver”, para impressionar, em desprezo da verdadeira piedade que emana do profundo da alma realmente convertida e consa- grada a Deus. Serd de grande proyeito para a sua vida espiritual estudar no decorrer dos proximos treze domingos, sobre: : © A felicidade daqueles que sao disciplinados pelo Senhor. © A felicidade daqueles que foram favorecidos pelo perdéo divino, © A felicidade daqueles que péem a sua confianga em Deus. @ A felicidade dos alcangados pela eleigao divina. © A felicidade dos humildes de coracéio que nfo se deixaram vencer pela soberba. @ A felicidade dos que pranteiam na certeza do consolo do Senhor. @ A felicidade dos mansos que se encurvam diante da gran- deza e da graga de Deus. © A felicidade daqueles que tém fome e sede de justiga. @ A felicidade dos misericordiosos e prontos a perdoar as ofensas do’ seu semelhante. @ A felicidade dos puros de coracao. e@ A felicidade dos pacificadores que buscam a paz,e empe- nham-se por alcancé-la. @ A felicidade dos perseguidos por causa do Nome de Jesus Cristo, @ A felicidade dos que desde agora dormem no Senhor, no aguardo da ressurreigao final, Nao permita que as bénc4os decorrentes do estudo destas bem-aventurancas sejam exclusivamente suas. Procure parti- Thar deste privilégio com outros, concitando aqueles irmaos que nao sdo.alunos da Escola Dominical a se matricularem em tem- po de estudar estas bem-aventurancas. O Espirito Santo esta pronto a aplicar A nossa vida a felicidade de ser mais para Deus e diante dos homens.