Você está na página 1de 11

PULSOLOGIA

Os tipos de pulso e suas características

NOVE PULSOS BÁSICOS:


 Flutuante (Fu): padrão externo;
 Profundo (Chen): padrão interno;
 Rápido (Shu): Calor;
 Lento (Chi): Frio;
 Cheio (Shi): excesso;
 Vazio (Xu): deficiência;
 Deslizante (Hua): fleuma ou Umidade;
 Áspero (Se): deficiência de Xue;
 Corda (Xuan): Padrões de Fígado.

SUPERFICIAL
 1. Superficial Flutuante (FU)
É percebido sob pressão muito leve ou nenhuma pressão. É resistente à pressão dos
dedos.

 2. Superficial Disperso (San)


É um pulso fragmentado que desaparece facilmente com a pressão. Estágio grave
de Deficiência de Xue e Qi, principalmente do Qi do Rim e do Jing. Indica condição grave.
Ritmo irregular, não constante. Na gravidez indica abortamento e, se próximo ao
parto, indica parto longo e difícil. Depois do parto, indica depleção grave de Xue.

Escola Nacional de Acupuntura


 3. Oco (Kou)
Pode ser sentido num nível superficial e profundo, mas não no médio. Sensação de
tocar cebolinha. É sólido nas laterais dos dedos, flutuante, grande e vazio no interior.
Indica perda de Xue, após hemorragia e perda súbita de sangue ou após perda
profusa de Jin Ye.

 4. Em couro (Ge)
É sentido em nível superficial como uma pele de tambor. É vazio no nível profundo,
flutuante, grande, e resistente.
Indica hemorragia crônica (menorragia), Deficiência grave de Xue, de Jing, de Yin
ou de Qi flutuando não enraizado pelo Xue.
Pode ser sentido em casos avançados de esclerose múltipla.

PROFUNDO
 1. Profundo (Chen)
É percebido apenas nos níveis médio e profundo. Mulheres e idosos tem mais
tendência a este pulso do que homens.
Indica uma condição de padrão interno.
1.a. Forte – agudo, excesso.
1.b. Fraco – crônico, deficiência.

Escola Nacional de Acupuntura


 2. Escondido (Fu)
É um caso extremo de pulso profundo, sentido apenas com pressão muito forte,
próxima ao osso. Indica uma condição de fator patogênico que está bloqueado no interior,
com uso seqüencial de analgésico, vacinas.
Pode indicar estagnação de Qi, estase de Xue, Calor interior, Frio, dor crônica,
Fleuma e retenção de alimentos, deficiência grave de Yang. Deficiência grave, dor com
deficiência de Qi.
Em alguns casos mostra um estilo de vida de abuso de drogas e de atividades
sexuais.

 3. Firme (Lao)
Sentido apenas no nível profundo, consistente, grande, corda, sólido, longo.
Geralmente indica frio interno, causando dor crônica, Yin abundante, estagnação de
Qi ou estase de Xue.
Pode também indicar síndrome dolorosa do tórax, doenças menstruais.

 4. Debilitado (Ruo)
É sentido a nível profundo, é mole e sem força. É comum nas condições crônicas.
Causado por deficiência de Yang, também pode indicar deficiência de Qi Original,
de Xue e de Jin Ye.

Escola Nacional de Acupuntura


LENTO
 1. Lento (Chi)
Bate 3 ou menos vezes num ciclo respiratório do terapeuta.
60 bpm – normal é 72 bpm
Indica um quadro de Frio que pode levar a uma Deficiência de Yang.
1.a. Lento forte – agudo, excesso
1.b. Lento fraco – crônico, deficiência

 2. Compassado (Huan)
Tem quatro batimentos por ciclo respiratório. Se não estiver profundo, nem
superficial, nem cheio e nem vazio, indica saúde.
Indica Umidade, Deficiência de Qi de Estomago, do Yang Baço/Pâncreas, do
Coração, do Pulmão, Frio de Estômago e útero, velhice, parto, consumo excessivo de
gordura e doce, deficiência de Yin e Yang do Rim.
Pulso congênito de Calor Umidade.

 3. Áspero (Se)
É um pulso dentado e curto. Entrecortado, lento, estagnação, não flui
apropriadamente. Não possui onda. Muda de ritmo.
Descrito como raspando bambu na faca ou gotas de chuva na areia.
Estase de Xue, Deficiência de Xue e de Jing, perda de Jin Ye, pode ser sinal de
abortamento e eclampsia, Deficiência de Qi.

Escola Nacional de Acupuntura


RÁPIDO
 1. Rápido (Shuo)
Possui 6 ou mais batimentos por cada ciclo respiratório (90 bpm).
Sempre indica Calor, podendo ser de Coração, de Pulmão, de Fígado, de Estômago,
nos Intestinos ou Fogo; Calor Umidade ou Calor Fleuma; Deficiência de Yin. Geralmente é
relacionado com problemas nos órgãos Yang.
Se febre com pulso lento, indica mau prognóstico
1.a. Rápido forte – agudo, excesso
1.b. Rápido fraco – crônico, Deficiência

 2. Acelerado (Ji)
É um pulso rápido e que bate 8 vezes a cada ciclo respiratório (140 bpm). Indica
Deficiência grave de Yin com Calor intenso, Qi rebelde no Chong Mai grave com
ansiedade e agitação.

 3. Precipitado (Cu)
Pulso precipitado é rápido e bate em intervalos irregulares, arritmia. Probabilidade
de Calor interno relacionado com problemas no Coração, retenção de alimento, Fleuma,
Estagnação grave de Qi e Xue, Qi rebelde, depleção de Yuan Qi e separação do Yin e do
Yang. Doença mental grave e bronquite crônica.

Escola Nacional de Acupuntura


INSUFICIENTE
 1. Vazio (Xu)
É um pulso sem força e que desaparece com a pressão. Indica Deficiência de Qi,
Xue, Jing, condições crônicas do Pulmão e Rim.

 2. Mínimo (Wei)
É a piora do pulso vazio. Também é vazio e muito fino, quase imperceptível. Indica
Deficiência grave de Xue, Qi e deficiência grave de Jing.
É visto em patologias crônicas com mau prognóstico.

 3. Curto (Duan)
Pode ser sentido a nível médio de cada posição (sendo mais comum na posição
anterior), mas que termina nas pontas. Indica Deficiência grave de Qi e de Qi torácico
(Coração e Pulmão), do Xue e Deficiência de Qi de Estômago

3.a. Curto Forte – bloqueio de Qi e Xue


3.b. Curto Fraco – deficiência de Qi e Xue

Escola Nacional de Acupuntura


 4. Fino (Xi)
É semelhante a uma linha, nítido, reto e mole. Indica Deficiência grave de Xue e do
Qi, obesidade por acúmulo de Umidade com Deficiência de Baço/Pâncreas e Deficiência
de líquidos. Também insuficiência Yin.

EXCESSO
 1. Cheio (Shi)
Indica padrão de plenitude, bloqueio do Qi, Umidade, Fogo de Coração, Fígado e
Estômago, retenção de alimento, fleuma (cheio e deslizante), Frio por Plenitude.
Forte e pleno na palpação.

 2. Deslizante (Hua)
Da a impressão de oleoso, arredondado e escorregadio. Descrito como uma
sensação de pérola rolando no prato, ou gotas de chuva rolando em uma folha de Lótus.
Esse pulso é comum em mulheres grávidas em estágio avançado de gravidez.
Indica Umidade, fleuma, acúmulo de alimento, estase de Xue.

 3. Tenso (Jin)
Pulso é duro como corda torcida; é forte como elástico quando a pressão é
interrompida.
Indica quadro de dor, retenção de alimento, Frio, invasão externa de Vento.

Escola Nacional de Acupuntura


 4. Corda (Xuan)
É um pulso duro e elástico, e a nível superficial bate no dedo com força, comparado
com uma corda de instrumento musical, elástico.
Indica desarmonias do Fígado por plenitude (estagnação do Qi do Fígado, estase de
Xue do Fígado, ascensão do Yang do Fígado, Fogo de Fígado e Vento do Fígado), bloqueio
de Qi, dor crônica, Umidade, Fleuma.
Comum em TPM, ansiedade, depressão, Fleuma crônica e doença mental.
4.a. Corda rápida – excesso, agudo (Fogo F)
4.b. Corda lento – Frio, estagnação F (retração de testículo)
4.c. Corda deslizante – Umidade com F

 5. Longo (Chang)
É mais longo que o normal, extravasa os 3 dedos.
Indica Calor, excesso de fator patógeno, desarmonias do Fígado, Qi contracorrente,
Fleuma.
Se mole e compassado, nem flutuante nem profundo, nem rápido nem lento, nem
cheio nem vazio, indica bom estado de saúde.

 6. Ondulante / Transbordante (Hong)


É grande, superficial, cheio, vasto e possui corpo largo. Vai além do limite natural.
Chega subitamente e retrocede lentamente (“rio inundando suas margens”).

Escola Nacional de Acupuntura


Característico de Calor (quase sempre rápido também), problemas emocionais e
retenção de alimentos. É um pulso de excesso, porém também pode ser sem força,
denotando deficiência grave Yin com Calor-Vazio.

IRREGULARES / ARRITMICO
 1. Atado (Jie)
É um pulso intermitente, lento e que para em intervalos irregulares.
Indica Frio interno, Frio e Fleuma, estase de Xue, estagnação de Qi e problemas
emocionais graves. Sempre indica patologias do Coração.
Pode surgir após cirurgias.
Em jovens demonstra deficiência de Jing ou deficiência grave de Yang.

 2. Precipitado (Cu)
Pulso rápido e pára em intervalos irregulares.
Demonstra choque emocional, estase de Xue e de Qi, Calor, retenção de alimentos
com Calor, Qi rebelde do Estômago, separação do Yin / Yang ou depleção grave do Jing,
sempre indicando condição grave.

 3. Intermitente (Dai)
Apresenta de forma regular que falha sempre no mesmo intervalo, pode ser lento,
rápido ou normal.
Relacionado a Vento interno, trauma físico, dor súbita, distúrbios menstruais e
susto (choque). Sempre relacionado a problemas do Coração ou de depleção de órgãos
Yin. deficiência de Qi de Coração e de Baço. Quanto mais curto o intervalo, maior o
número de órgãos Yin afetados.
É normal em grávidas por volta de 100 dias de gestação.

OUTROS PULSOS
 Móvel (Dong)
Curto, deslizante, rápido e parece vibrar e não pulsar.
Problemas emocionais graves, choque, susto ou ansiedade intensa. Deficiência grave
de Qi e Xue ou bloqueio de Qi.

 Encharcado (Ru ou Ruan) ou Mole


Fraco, flutuante. Insuficiência crônica de Qi com Umidade (Fadiga pós-viral).

Escola Nacional de Acupuntura


OPOSTOS
Deslizante X Áspero
Circulação fluida (óleo) Circulação difícil
Calor, Umidade, Gravidez Deficiência e estagnação de Xue
Flutuante X Profundo
Fator externo Fator interno
Bate no primeiro nível Bate no terceiro nível
Lento X Rápido
Frio Calor
Xu X Shi
Vazio Cheio
Deficiência Excesso
Fraco Grande e forte
Transbordante X Fino
Calor Deficiência Xue
Grosso Fino
Longo X Curto
Passa das 3 posições Passa em 2 posições
Excesso, Calor, Fleuma Deficiência de Qi, Yin e Rim
SIMILARES
Profundo Escondido
Profundo Mais profundo
interno Fator patogênico interno e dor
Rápido Acelerado
Mais de 5 pulsações 7 pulsações ou mais
Calor Calor com esgotamento do Yin, líquidos
orgânicos e substâncias fundamentais
Corda Tenso
Com onda Não tem onda
Desequilíbrio no Fígado e Vesícula Biliar, Dor crônica, retenção de alimento, frio e
dor aguda, Umidade e bloqueio de Qi Vento frio
Curto Móvel
Curto forte – bloqueio de Qi Curto, rápido, forte, deslizante
Curto fraco – deficiência Dor repentina, choque

Escola Nacional de Acupuntura


REFERÊNCIAS
MACIOCIA, Giovanni. Diagnóstico na Medicina Chinesa. São Paulo: Roca, 2005.

Imagens gentilmente cedidas pela aluna Priscila Luque

ANOTAÇÕES

Escola Nacional de Acupuntura

Você também pode gostar