Você está na página 1de 36

AS CIÊNCIAS SAGRADAS DOS ANTIGOS EGÍPCIOS

LIVRO I: OS CRISTAIS MÁGICOS DO DEUS RÁ

JORGE AGUER

******ebook converter DEMO Watermarks*******

LIVRO I OS CRISTAIS MÁGICOS DO DEUS RÁ

INTRODUÇÃO:

Depois de 36 anos de trabalho e estudo sobre as Ciências Egípcias publiquei dois livros sobre esse tema: O Terapeuta Solar e As Ciências Sagradas do Antigo Egito (2000 - 2004). Com o passar dos anos e depois de dar muitos cursos, decidi reformular esses textos para facilitar o acesso a seus estudos e práticas. Por esse motivo estou republicando eles em livros mais didáticos e compactos.

AS ORIGENS:

Os Mestres da tradição oral nos contam antigas histórias da origem das Ciências Sagradas:

Há milhares de anos seres vindos de outros mundos chegaram a Terra e desceram em sete pontos do planeta. Estes locais tinham espaços privilegiados para sua descida, alguns eram nas altas montanhas, outros nos desertos, mas todos eram lugares livres de microrganismos. Nestas regiões escolheram e prepararam discípulos ensinando a eles 22 ciências sagradas. Os locais onde desceram pela primeira vez são chamados as “Sete Portas do Templo”. Iniciados e discípulos de todo mundo peregrinam a estes locais na esperança de serem percebidos e restabelecer contato. No antigo Egito e noutras regiões do mundo ainda temos intactos estes lugares marcados por construções ou Templos. Os pontos de entrada da sabedoria são preservados dos profanos ou daqueles que desconhecem a tradição e por centenas de anos estes conhecimentos foram mantidos e transmitidos dentro de fraternidades e Lojas secretas.

Meu antigo mestre de Kabalah Rolland (Rabi Mendel bem Shmuel) foi o primeiro no mundo que recebeu a tradição e decidiu dar um passo a frente ao compartilhá-la com não judeus (Góis). Em sua formação judaica não existia lugar para que pessoas que não fossem hebreus estudar as antigas ciências. Mas ele num vislumbre da verdade entendeu que todos

******ebook converter DEMO Watermarks*******

poderiam estudar a Ciência desde que se iniciassem e se comprometessem com a Tradição. Depois de 18 anos seguindo sua escola, entendi que as ciências que foram ensinadas para um núcleo de “escolhidos” e mantida dentro de portas fechadas devem ser expostas ao mundo. Dando então um segundo passo num caminho que se iniciou com meu mestre pretendo promover estudos mais profundos sobre as Ciências Sagradas e ampliar as possibilidades do desenvolvimento de uma consciência universal necessária à evolução da humanidade. No meu caminho encontrei pessoas de todas as raças, todas as religiões e todas as crenças que procuram algo a mais para servir o próximo. Sinto e percebo que as pessoas estão prontas para evoluir espiritualmente e as Ciências Sagradas possuem uma terra fértil para germinar a alma daqueles que procuram a verdade. Como veremos, cristais, as próprias mãos, agulhas e energias astrais são armas fundamentais para tratar as dores e o sofrimento da sociedade, assim como a evolução de cada indivíduo. O desenvolvimento destas Ciências exige esforços de integração com forças, polaridades e elementos, e estes trabalhos precisam da orientação dos mestres do tempo e de perseverança. Levei anos para poder organizar o conhecimento de uma forma a ser ensinado a não iniciados, àqueles que não têm formação nas práticas místicas. Mas hoje, me encontro todos os dias com pessoas que praticam meditação, técnicas de canalização ou mediunidade, discípulos da tradição que muitas vezes não sabem que pertencem a mesma corrente de conhecimento. Espíritos antigos que desejam no fundo de suas almas voltar no tempo e atravessar as sete portas do Templo.

Jorge Aguer

******ebook converter DEMO Watermarks*******

CAPÍTULO I - A CURA ENERGÉTICA

A antiga medicina energética egípcia segue os conhecimentos da escola de Ptah Hotep e se divide em degraus diferentes dependendo das ferramentas de uso, a capacidade do terapeuta e a problemática a ser tratada.

  • 1. AM – MÊS - RA (Cristais do Deus Rá)

  • 2. KADERAT (Cura das Mãos)

  • 3. DURAT – NETER - ANK (Agulhas Sagradas)

  • 4. AL-KARAM (canalização de energia astral).

No primeiro degrau: os cristais – livro I. Na antiga medicina Egípcia encontramos 22 remédios solares e entre eles, temos os Cristais do Deus Rá ou Am-Mês-Rá como eram chamados os Cristais de Enxofre. São ferramentas que funcionam por si mesmas independente da força ou energia do terapeuta, exigindo somente o conhecimento da anatomia energética do indivíduo e de suas técnicas de aplicação. Nesta técnica vamos perceber que o corpo possui 22 centros de energia, 15 negativos e sete positivos que controlam e limpam o organismo. Estes cristais ao captar energias negativas estouram e desprendem chispas das zonas afetadas. Nunca encontrei algo que se compare a eles na capacidade de descarregar cargas energéticas negativas, levando ao alívio imediato da dor e ao tratamento e cura de infinidade de problemas de saúde.

No segundo degrau: cura das mãos – livro II. Entre as terapias antigas temos as técnicas de aplicação das mãos ou Kaderat como era chamada no Egito. Na sua prática temos a aprendizagem de posturas a serem seguidas pelo cliente e pelo terapeuta, escolhas de mãos e dedos que entram a manipular elementos, energias positivas e negativas por pressões em pontos e zonas determinadas. Esta ciência exige do terapeuta, na aplicação de suas técnicas, o desenvolvimento de estados alterados de consciência e de concentração mental de palavras de força ou Hekau, como eram chamadas no Egito.

No terceiro degrau: as agulhas sagradas – livro III.

******ebook converter DEMO Watermarks*******

Neste terceiro livro desenvolvemos o conhecimento das Agulhas Sagradas, que no antigo Egito tinha o nome de Durat-neter-ank. Neste método a energia gerada nas mãos do aplicador será projetada e concentrada na ponta de uma agulha e aplicada em zonas e pontos no corpo. Podemos dizer que esta técnica une dois elementos de cura: a força do próprio aplicador e a capacidade de autocura do organismo. Devemos agregar a isto o fato de não precisar furar a pele ou intervir sobre ou organismo de forma agressiva para cumprir seu objetivo.

No quarto degrau: A canalização de energia astral (livro IV). Meus estudos no Egito me levaram a conhecer o antigo tratado de Al-Karam onde encontramos técnicas de canalização de energia astral. Neste quarto livro desenvolvemos métodos terapêuticos, desenvolvimento energético, assim como práticas de desprendimento astral.

Neste terceiro livro desenvolvemos o conhecimento das Agulhas Sagradas, que no antigo Egito tinha o nome

******ebook converter DEMO Watermarks*******

CAPÍTULO II - TÉCNICA DE UTILIZAÇÃO DOS CRISTAIS DE ENXOFRE : AAM-MÊS-RÁ

Em nossa pesquisa, encontramos os Cristais de enxofre, às vezes combinados a carbonatos, como Remédios Solares usados no Egito e preparados pelo Deus Rá, conforme citação abaixo:

CAPÍTULO II - TÉCNICA DE UTILIZAÇÃO DOS CRISTAIS DE ENXOFRE : AAM-MÊS-RÁ Em nossa pesquisa, encontramos

Em Egípcio antigo, os Cristais de enxofre chamam-se Aam-Mês-Rá (pedras chispeantes nascidas de Rá).

CAPÍTULO II - TÉCNICA DE UTILIZAÇÃO DOS CRISTAIS DE ENXOFRE : AAM-MÊS-RÁ Em nossa pesquisa, encontramos
CAPÍTULO II - TÉCNICA DE UTILIZAÇÃO DOS CRISTAIS DE ENXOFRE : AAM-MÊS-RÁ Em nossa pesquisa, encontramos

Em épocas primitivas, o enxofre era passado na pele em algumas zonas do corpo, produzindo "estalos e chispas". Nesse momento, as pessoas tinham a sensação de que estavam sendo liberadas do Mal, do sofrimento por algum "espírito ou Deus da natureza". Daí o endeusamento do enxofre, que entrou na Espanha por intermédio dos árabes e até hoje é conhecido e utilizado com eficácia por médicos alternativos, massagistas, massoterapeutas, etc. Na história da Medicina, encontramos o enxofre como elemento aplicado nos problemas de pele, como depurador do organismo (na homeopatia), como elemento cicatrizante, se misturado a Beladona, etc... Hoje, sabe-se da importância do enxofre no metabolismo das plantas e de sua utilização em remédios de uso interno e externo. Este elemento ajuda na construção e reparação dos tecidos celulares do organismo, cumprindo papel importante nas trocas orgânicas, na divisão celular e no período de crescimento. O enxofre também age como um "desinfetante", auxiliando o sistema imunológico no combate aos micróbios e parasitas.

A ENERGIA CORPORAL:

******ebook converter DEMO Watermarks*******

Em nosso organismo, especificamente nos ossos, encontramos substância cristalina sólida. Recentemente foi possível medir os campos eletromagnéticos dos ossos, podendo-se perceber que estes recebem e enviam energia aos órgãos, células, nervos e músculos. Esta capacidade óssea de gerar eletricidade é chamada "efeito piezoelétrico" e está amplamente documentada. No entanto, a ciência ainda se encontra longe de entender quão poderosos são os cristais na importante tarefa de concentrar energia vital. Antigos mestres descobriram toda uma rede de caminhos pelos quais a energia pode ser distribuída até as diferentes zonas do corpo, como condutores de corrente elétrica, com compartimentos para armazenar energia eletromagnética. Esses caminhos são chamados de Rios de Fogo na acupuntura Egípcia e meridianos na Chinesa, assim como os lugares onde se armazena energia, são denominados de "centros". Ao fluir normalmente, a energia vai energizando cada um dos órgãos relacionados com eles. Os campos eletromagnéticos externos também nos afetam e é por isso que pessoas mediúnicas os percebem. A diferença desse fenômeno está em que alguns tem consciência dessa interferência e outros não conseguem diferenciar sua origem podendo ficar afetados a nível físico e psíquico. A ciência até hoje tem descoberto alguns princípios das medicinas alternativas que acham ser fundamentais para a explicação de seu resultado. Por exemplo:

Agulhas inseridas no corpo promovem a liberação de endorfinas que acalmam a dor. No caso dos efeitos dos Cristais o efeito Piezelétrico e o Potencial Zeta são algumas das explicações aos fenômenos. Os Terapeutas que praticam as Ciências Sagradas sabem que existe uma aura que ainda que reconhecida não e bem compreendida pela ciência. Os Cristais de Rá atuam diretamente sobre a bioenergia que circula nos canais e meridianos do Corpo produzindo efeitos que ainda não são descritos pela medicina clássica como participes do fenômeno da vida e da saúde. Quando as energias internas se desequilibram, nossa força vital não circula corretamente e se produzem "nós" em diversas partes do corpo e bloqueios nos pontos negativos e nos centros de energia. Os sete centros de energia estão representados em zonas que,

******ebook converter DEMO Watermarks*******

internamente se relacionam com nossas glândulas endócrinas e externamente, com a energia dos planetas, processo que ocorre através da aura astral. Por exemplo, a hipófise se relaciona com o Sol, as suprarrenais com o planeta Marte, as paratiróides com a Lua e assim por diante. De modo geral, a aura está formada por vinte e duas (22) energias, das quais sete (07) são positivas e quinze (15) negativas. Por isso, é muito importante que pontos negativos e centros de energia estejam livres e desbloqueados, pois são eles que preservam o equilíbrio das forças positivas e negativas em nosso universo interior. O simples contato com outros campos eletromagnéticos pode afetar nossa energia de diversas maneiras, desequilibrando a força vital e até o pensamento.

FORÇAS NEGATIVAS E SAÚDE:

“Nem tudo se trata de paranóia ou mania de perseguição.” “Nem tudo possui uma explicação racional ou religiosa.”

Os antigos egípcios tinham uma visão diferente das forças negativas. Para compreender seus conceitos, temos que retornar a sua época para entender que eles percebiam a natureza interligada com o meio. O sol era um deus de vida, mas também de morte, já que no deserto ele pode nos "devorar". Por isso os deuses egípcios eram percebidos numa duplicidade, que se aproxima mais da realidade que vivenciamos. Os antigos eram conscientes que aquilo que amamos pode nos destruir com maior intensidade do que qualquer inimigo. Hoje, somos conscientes que pais, mães, filhos e amantes geram os crimes mais violentos que a sociedade vivencia. Sem chegar a estes extremos, existem pais castradores, amores ciumentos que são contrários à cultura na qual nos criamos, na qual acreditamos que se somos bons, seremos recompensados, queridos e respeitados. Os antigos eram mais conscientes da polaridade natural do indivíduo e de sua capacidade de destruição edípica (sempre negando o passado, competindo com os pais e irmãos na tentativa de ser superior ou reconhecido). Os antigos nos falam de um homem primitivo e reprimido dentro de nós. Por isso muitos deuses são representados com cabeças de animais, como

******ebook converter DEMO Watermarks*******

um exemplo de que as forças primitivas ainda nos habitam. Se voltarmos no tempo, milhões de anos no passado, veremos o homem conquistando seu habitat, lutando contra o meio para sobreviver e formar sua família. Depois as famílias crescem, os homens se unem entre famílias e formam tribos criando grupos de caça e logo exércitos para conquistar mais territórios. Atualmente, percebe-se o mesmo mecanismo em empresas, partidos políticos, grupos religiosos e em outros sistemas criados para conquistar e sustentar o poder. É aí que percebemos a capacidade destrutiva que o homem adquiriu em milênios e, sem dúvida, sem essa força, tribos e raças não teriam sobrevivido. Foi destruindo, dominando, castrando e explorando seus irmãos, mulheres, filhos e deuses que o homem sobreviveu. Com a evolução da civilização parte dessas energias destrutivas foram reprimidas e negadas. Muitas religiões buscaram incentivar as forças mais criativas do homem, na tentativa de evitar sua autodestruição. Voltando a visão egípcia, pode-se dizer que era mais realista, na medida em que eles conheciam as forças da natureza, eram conscientes das mesmas e por isso, em lugar de reprimi-las as estudavam e tentavam direcioná-las. Mas, nossa realidade hoje é outra, vivemos numa sociedade evoluída tecnologicamente, com grandes princípios morais e religiosos, mas o conhecimento sobre nós mesmos é muito limitado. Ainda é mais fácil ver os defeitos alheios que os próprios. Por isso, ao desconhecer nosso lado negativo, nosso desejo de poder, a raiva, a agressão e o medo ficam ocultos ou justificados. A luta pela conquista do poder tem leis que estabelecem limites, sendo que muitos os respeitam. Outros, os lobos desta sociedade, pensam que os limites devem ser superados. Mas, todos agridem e sofrem diariamente de várias maneiras para conquistar o que querem. Lobos e cordeiros lutam por reconhecimento, poder e compreensão. O problema é que, quando queremos encontrar a bondade original, a simplicidade e a humildade necessárias para viver num mundo em paz, estas energias reprimidas surgem como mercenárias e nos aterrorizam com sua presença. Não são demônios, são nossos lobos ocultos.

******ebook converter DEMO Watermarks*******

Se vivêssemos nos moldes de milhões de anos atrás, num ambiente natural, como os índios da Amazônia, em contato permanente com a natureza, essas energias instintivas se liberariam naturalmente, na caça, na pesca, caminhando no mato, tomando banho em rios e cachoeiras, subindo as montanhas ou nas árvores que nos dão frutos. Mas atualmente, voltamos para casa, cansados, culpados e angustiados sem poder descarregar nossa agressividade natural. Não existe uma lata de lixo onde possamos colocar nossas frustrações, medos e inseguranças. Seguimos escravos de salários e vivemos oprimidos por uma moral e leis superiores a nosso instinto. Estas forças negativas que possuímos não têm por onde escoar, por isso se acumulam em nosso organismo em pontos e zonas, como uma toxina que vai entupindo e enrijecendo nossa alma e nossa saúde. A energia vital que possuímos é fantástica, mas não é suficiente para controlar desejos reprimidos formados no próprio processo civilizatório. Quando se fala de “negativismo”, muitas vezes o conceito fica restrito a "pensamentos negativos”. Na realidade, o processo é bem mais amplo e na medida em que o compreendermos maiores condições teremos de superá-lo. Em primeiro lugar, é importante esclarecer que os "negativos", podem se manifestar em dois sentidos:

1) Internamente são os decorrentes de fatores psicológicos ou emocionais como traumas, culpas, sentimentos autodestrutivos, medos, ansiedades, fobias, como também, problemas bioenergéticos. Como falamos anteriormente, o acúmulo de forças instintivas- agressivas que não são liberadas, ficam acumuladas em "zonas de depósito" no nosso organismo. Estas zonas tem a capacidade de absorver certa quantidade de energia que em excesso provoca infinidade de problemas de saúde. 2) Externamente são aqueles que afetam nossa aura e, muitas vezes, não são claramente percebidos, como é o caso das forças astrais e seus ciclos negativos. Podem-se citar também ambientes e objetos com frequências baixas, influências de espíritos, entidades e egrégoras que nos acompanham. Sabemos que algumas pessoas trabalham com a força dos elementais e podem, por exemplo, afetar nossa saúde de maneira positiva ou negativa. Outras utilizam o mentalismo para chegar aos seus objetivos, não importando os meios. Além disso, existem "pessoas negativas crônicas" que, através de um simples contato, causam uma sensação de malestar ao

******ebook converter DEMO Watermarks*******

ponto de deixar-nos conflitados. Os estados de ânimo (alegria, tristeza, etc.) são bastante contagiosos. Assim, a convivência diária com "pessoas negativas" bem como sentimentos de inveja, ciúmes, possessividade pode gerar problemas diversos. Não poderia deixar de incluir um fenômeno que pude comprovar em meus 40 anos de consultório. Trata-se de influências negativas que são transmitidas a nível familiar, de uma geração para outra. Esse fato me leva a pensar que pode existir um tipo de maldição que sobrevive ao tempo. O conjunto destes elementos me faz acreditar que precisamos estar preparados para enfrentar o que até hoje foi negado e reprimido.

AMBIENTES NEGATIVOS:

Os antigos egípcios construiram suas casas dentro de regras de equilíbrio, eles sabiam que certas normas permitem-nos viver em harmonia com o meio. Assim, quando queremos visualizar as energias de uma casa, temos que ver a orientação solar, como circula o ar dentro dela, como se reflete a luz nos ambientes, as combinações de claros e escuros, as cores, as formas de portas janelas e ambientes, o calor e a umidade, em resumo os elementos e suas polaridades. Quando vemos fortes correntes de ar que se geram entre a porta de entrada com outra porta de saída ou alguma janela, percebemos energias que fazem com que as pessoas que habitam estes ambientes vejam as oportunidades passarem sem ter tempo de aproveitá-las. Se nosso escritório ou cama se encontram na linha dessas correntes, encontraremos dificuldades para descansar e concentrarmos. Vamos perceber excessos de energia negativa quando a casa fica com umidades, canos que estouram ou mofo nas paredes, etc. Percebemos excessos de positivos, quando estouram rapidamente artefatos elétricos, lâmpada de luz, e em casos extremos quando se iniciam fogos sem motivos aparentes. Os egípcios eram perfeccionistas na construção, hoje podemos estudar os templos e pirâmides feitos com pedras e com medidas harmônicas o que os preservaram até hoje. Mas as casas de moradia eram construídas em tijolos de barro e recobertas com argamassa de areias e argilas, para respeitar a umidade

******ebook converter DEMO Watermarks*******

necessária do lar e o equilíbrio das polaridades. Os antigos sabiam que certas forças se grudam nos homens quando dentro da casa não tem vida, por isso a casa tem que ter plantas para que bactérias e vírus se fixem nelas e não nas pessoas. Até hoje os hospitais não conseguem solucionar seus problemas de infecções por falta de equilíbrio e harmonia. Outras energias negativas podem vir de vizinhos conflitivos, salas com formas irregulares, de instalações elétricas que geram campos eletromagnéticos, antenas de microondas, fornos e muitos outros aparelhos eletrônicos que geram forças agressivas. Vivemos uma guerra oculta interna e externa onde nosso maior inimigo é a ignorância. Os cristais de enxofre até hoje são usados na Europa, África e em quase todas as Américas para tratar todo tipo de doenças, influências negativas, limpeza da aura e equilíbrio das energias internas.

******ebook converter DEMO Watermarks*******

CAPÍTULO III - A APLICAÇÃO DO CRISTAL

O TERAPEUTA APLICADOR:

Chamaremos as pessoas que são atendidas de "clientes" e não de "pacientes". Isso significa que a pessoa que nos procura vai ser tratada numa relação de igualdade com o terapeuta aplicador.

RECEPÇÃO

DO

APLICAÇÃO DO CRISTAL:

CLIENTE

E

PREPARAÇÃO

PARA

A

1) Disponha de um ambiente limpo e silencioso, com móveis práticos para o trabalho. 2) Prepare-se para o atendimento: medite ou fique em silêncio durante alguns minutos antes de iniciar o trabalho. 3) Receba o cliente com um sorriso, de forma afetiva. 4) Solicite a ele que fique com roupas cômodas e leves. 5) As barras de Cristal devem ser protegidas da luz e das diferenças de temperatura (oscilações), devendo ser resguardadas por uma embalagem e somente deverão ser desembaladas no momento da aplicação. Após o uso, é bom guardar o Cristal na embalagem e colocar o nome do cliente para identificação. Assim, a cada sessão usaremos a mesma barra com esse cliente.

CAPÍTULO III - A APLICAÇÃO DO CRISTAL O TERAPEUTA APLICADOR: Chamaremos as pessoas que são atendidas

6) Ao aplicar o Cristal, relaxe as mãos, não faça força, pois isto cria tensão e bloqueia a energia vital. 7) Procure não cruzar as mãos sobre o corpo do cliente. 8) Quando aplicar o Cristal, numa Sessão Geral, o ideal é usar a sua mão direita no lado esquerdo do corpo do cliente e a mão esquerda, no lado direito do mesmo. 9) Quando aplicar o Cristal nos Centros Energéticos (chakras) use sua mão direita nos chakras inferiores e a mão esquerda nos chakras superiores. 10) Quando não realizamos uma Sessão Geral, podemos fazer a aplicação do Cristal no corpo do Cliente com a mão direita, em qualquer zona, respeitando as polaridades. 11) Para estimular os pontos, passe suavemente a barra de Cristal sobre

******ebook converter DEMO Watermarks*******

a pele do cliente, fazendo-a deslizar com a palma da mão. 12) Nossas mãos devem permanecer retas e firmes, mas suaves. Lembre-se que estamos trabalhando com energia. 13) As manipulações do Cristal sobre os pontos podem durar de 15 a 30 segundos. Lembre-se que a energia vital depois de desbloqueada, saberá como reagir e onde ir, fluindo de forma adequada. 14) É melhor postergar o atendimento se a cliente estiver com febre ou no ciclo menstrual. 15) Antes de aplicar o Cristal, lembre se de todas as zonas, pontos importantes e suas relações de polaridade. 16) Na primeira consulta, o cliente deverá receber informações gerais sobre o Cristal: conceito, utilidade, tratamento, número básico de sessões, preço da sessão de aplicação e do Cristal e os efeitos paralelos da “limpeza” da aura bioenergética com o Cristal.

TIPOS DE APLICAÇÃO:

Existem duas formas básicas de aplicação: uma feita só pelo terapeuta de forma geral, que seria a mais completa e eficiente para tratar

toda a energia do organismo assim como prevenção e descoberta de problemas ainda em gestação. A outra seria a aplicação direta sobre a zona da dor ou problema a ser tratado. Este tipo de aplicação pode ser feito pelo Terapeuta e/ou Cliente.

Exemplo: para dores de cabeça

deve-se passar o cristal no

centro da fronte, em dois sentidos, formando uma cruz acima da zona do

centro energético (Chakra), e depois nos parietais. SESSÃO GERAL DE EQUILÍBRIO:

A "Sessão Geral de Equilíbrio" envolve uma aplicação completa sobre as 22 zonas e centros. A ativação da energia vital pelo cristal trata os desequilíbrios que podem gerar doenças ou patologias. O objetivo da Sessão Geral é localizar os pontos de energia bloqueados e liberá-los. Geralmente ao liberar um ponto de sobrecarga de energias o cristal tende a dar estalos e quebrar. Quando isso acontece, a dor desaparece instantaneamente e os órgãos e sistemas tendem a normalizar suas funções. O número de sessões de aplicação do cristal dependerá de vários fatores, como: o grau de

a pele do cliente, fazendo-a deslizar com a palma da mão. 12) Nossas mãos devem permanecer

******ebook converter DEMO Watermarks*******

bloqueio e descompensação energética do cliente, tipo de alimentação, tempo de descanso e lazer, condições de trabalho, sedentarismo, ambientes, espessura da pele, permeabilidade elétrica da mesma e a quantidade de barrinhas de cristal que quebram fazendo estalos. Avaliando esta série de fatores, podemos deduzir a quantidade básica de sessões que o cliente precisará. Podemos dizer (por experiência) que esse número varia de 3 a 7 sessões.

******ebook converter DEMO Watermarks*******

CAPÍTULO IV - TÉCNICAS DE APLICAÇÃO:

AUTOAPLICAÇÃO:

A aplicação do Cristal deverá ser feita num ambiente calmo e sereno, de temperatura agradável. Você poderá estar sentado ou deitado, nunca com braços e pernas cruzados. Pegue a barrinha de enxofre e a faça deslizar suavemente sobre a pele.

CAPÍTULO IV - TÉCNICAS DE APLICAÇÃO: AUTOAPLICAÇÃO: A aplicação do Cristal deverá ser feita num ambiente

Quando

o

indivíduo

vive num

ambiente tenso, sente-se negativizado ou trabalha em situações de stress, rodeado de pessoas que o agridem por competição, inveja ou ciúmes, é aconselhável a utilização do Cristal, visando realizar as descargas de energias negativas contidas na aura. Estes negativos podem causar depressão, desânimo, angústia, ansiedade, medos e diminuição de nossas defesas naturais. O Terapeuta poderá orientar o cliente sobre o centro onde deverá ser aplicado o Cristal. Nos casos de continuidade de terapias o terapeuta vai decidir a zona e local que o cliente deve se autoaplicar o Cristal.

APLICAÇÃO DO CRISTAL SOBRE A PELE:

1)

DESCARGA BIO-ENERGÉTICA:

Para fazer uma "limpeza de negativos", harmonizar e equilibrar nossa força vital, o aplicador deverá passar o cristal pelos 15 pontos primários (integrados em zonas), começando de baixo para cima, respeitando as normas de polaridade.

  • A polaridade flui no organismo no sentido do positivo ao negativo e a Energia Vital (que a compõe) flui no sentido vertical, horizontal e em espiral. Por exemplo, quando se aplica a barinha numa perna, aplica-se também na outra, se aplico na parte inferior do corpo, vou terminar na parte superior do mesmo. A aplicação inicia sempre pelo lado direito do corpo do cliente, seguindo-se o lado esquerdo no sentido de baixo para cima. A SESSÃO GERAL consiste na aplicação da barra nos 22 pontos, zonas e centros de energia. Devido a enorme carga de energia negativa que algumas pessoas possuem, podem surgir efeitos paralelos comuns em tratamentos de descarga energética. Os efeitos paralelos podem se manifestar a nível físico como

******ebook converter DEMO Watermarks*******

erupções cutâneas, espinhas, reações alérgicas, diarréias, vômitos, náuseas, dores de cabeça, alterações no ciclo menstrual, e emocionalmente onde podem aflorar sentimentos e emoções anteriormente reprimidos, crises de choro, medos, mágoas, agressividade, raiva, estados regressivos, etc.

erupções cutâneas, espinhas, reações alérgicas, diarréias, vômitos, náuseas, dores de cabeça, alterações no ciclo menstrual, e

Na figura abaixo, pode-se observar como a energia flui no organismo:

erupções cutâneas, espinhas, reações alérgicas, diarréias, vômitos, náuseas, dores de cabeça, alterações no ciclo menstrual, e

Muitas pessoas que desconhecem a noção de polaridade natural do organismo estimulam somente os pólos positivos e, com isso, fomentam o desequilíbrio da energia vital. Quando se trabalha com energia e polaridade suas leis devem ser respeitadas.

******ebook converter DEMO Watermarks*******

Após a descarga dos 15 pontos e zonas, podemos passar o Cristal pelos sete centros de energia positiva geralmente conhecidos como Chakras, também no sentido de baixo para cima, terminando a aplicação na cabeça. Quando percebemos que os "nós" de energia repetem-se em várias sessões, ou quando encontramos estalos sucessivos em determinado ponto ou nos centros, podemos deduzir que existem problemas orgânicos já instalados ou em formação. O acúmulo de “nós de energia” é o primeiro passo para a somatização e daí para a doença. O tratamento energético pode continuar mesmo que existam problemas orgânicos, já que em nada se contrapõem à medicina tradicional. Nas figuras a seguir, estão representados os pontos e zonas de aplicação do Cristal:

Após a descarga dos 15 pontos e zonas, podemos passar o Cristal pelos sete centros de

LOCALIZAÇÃO DE ZONAS, CENTROS E SUAS FUNÇÕES:

APLICAÇÃO

E

EFEITOS

DO

CRISTAL

NAS

15

ZONAS

******ebook converter DEMO Watermarks*******

NEGATIVAS:

Descarregador e Terra: (1e2) Zona localizada entre os calcanhares e no centro da parte inferior dos

pés.

Aplicar o cristal nestas áreas serve para descarregar o corpo de todas as influências negativas que captamos diariamente tanto de pessoas, como de objetos e ambientes pelos quais transitamos. Material: (3). Zona localizada no dedo maior dos pés – hállux. Aplicar o cristal nesta área pode ajudar a pessoa no processo de autoafirmação, adquirir melhores condições de vida, na conquista de territórios, e definir patrimônio. Devocional: (4) Zona localizada nos joelhos. Com sua estimulação podemos ajudar o cliente a desenvolver a espiritualidade e visão interior. Nascimento: (5) Zona localizada na barriga das pernas. Tratando esta zona pode ocorrer a liberação de energias criadoras e novas idéias. Nas mulheres pode ajudar no combate aos problemas menstruais e cólicas. Sensorial: (6) Zona localizada nas coxas. Pela estimulação da área podemos tornar o corpo mais sensível e as funções internas mais harmoniosas. Pode fazer com que a mulher se sinta mais sensual e atrativa. Básico: (7) Zona que se localiza entre os órgãos genitais, ânus e sacro. Descarrega a energia negativa dos Centros de Energia (Chakras), equilibrando o sistema endócrino. No plano energético pode liberar-nos das influências negativas externas. Renal: (8) Zona que se localiza entre os rins (mais ou menos na primeira vértebra lombar). Regula as funções renais, acúmulo de líquidos, a pressão arterial, ajuda o peritôneo, próstata e aorta.

******ebook converter DEMO Watermarks*******

Dorsal: (9) Zona localizada na altura da quinta vértebra dorsal. Tratando-o podemos influenciar positivamente a glândula lacrimal, olhos, cérebro, diafragma, coração e amígdalas. Cervical: (10) Zona localizada na segunda vértebra cervical. Tratando-o podemos ajudar nos problemas de nariz, couro cabeludo, ouvidos, olhos e coração. Nuca e ombros: (11) A aplicação do cristal nesta zona pode estimular e equilibrar o bulbo raquídeo, importante centro de energia do organismo. Descarrega e elimina tensões nervosas e contraturas musculares. Parietais: (12) Este ponto é um centro de equilíbrio de fluxos energéticos que ajuda na polaridade do organismo. A aplicação do cristal bilateralmente, ajuda no tratamento de dores de cabeça. Nos casos de enxaquecas crônicas, podemos aplicar o Cristal nesta zona e também no centro frontal, bem como na área da nuca e ombros, respeitando-se sempre as normas de polaridade. Mãos: (13) Zona localizada no centro das palmas das mãos. Libera excessos de energia e equilibra o fluxo positivo e negativo. É recomendável que a pessoa segure duas barras de Cristal, uma em cada mão, quando estiver com a energia desequilibrada. Depois que o cristal estalar ou descarregar, poderemos passar sobre o ponto central da mão. Cotovelo: (14) Zona interna do cotovelo. Aplicando o cristal nesta área, podemos equilibrar os fluxos energéticos, ativando a circulação e ajudando nas dores reumáticas. Pode estimular o impulso para o trabalho e projetos profissionais. Axilar: (15) Zona das axilas. Auxilia no fluxo de energia, temperatura, dores reumáticas, movimentos mais rápidos. Aplicando a barra de cristal nesta área podemos ficar mais dinâmicos com capacidade para resolver situações com maior segurança.

Dorsal: (9) Zona localizada na altura da quinta vértebra dorsal. Tratando-o podemos influenciar positivamente a glândula

******ebook converter DEMO Watermarks*******

APLICAÇÃO E EFEITOS DO CRISTAL NOS SETE CENTROS ENERGÉTICOS:

Os centros de energia ou chakras se interrelacionam com sete energias astrais, o equilíbrio das duas auras (astral e biológica) permite a harmonização de suas funções. No plano bioenergético, estão relacionados ao bom funcionamento do sistema endócrino e, por consequência, do organismo como um todo. No plano astral, nos unem a poderes específicos, que nos são dados ou alcançados pelo esforço, concentração e meditação. O equilíbrio dos sete centros energéticos é o primeiro passo para a realização de nossas metas, projetos e sonhos.

Sexual ou Reprodutor: (16) Neste centro, a aplicação do cristal pode ajudar na debilidade física, circulação, febre, impotência, frigidez, problemas de bexiga, dores no baixo ventre e hérnias. Pode tratar os problemas gerados por "energias negativas" na mulher, como endometriose, a formação de cistos e miomas e, em geral, em todos os problemas do organismo. Umbilical ou Renal: (17) Aplicar o cristal neste centro pode ajudar nos problemas cardíacos, gastrointestinais e sexuais. Evita a formação de cálculos nos rins, ajuda a regular a pressão sanguínea e a ejaculação precoce no homem. Plexo Solar ou Pancreático: (18) A aplicação neste centro ajuda a combater os problemas digestivos e estomacais, tensões nervosas, alergias, diabetes e debilidades em geral. No plano psíquico, descarregar este centro é fundamental para evitar a interferência de diversas forças negativas em nossa aura. É nossa proteção à agressão energética externa. Cardíaco ou Pulmonar: (19) Aplicar o cristal nesta área pode ajudar em problemas cardíacos, de circulação, falta de memória, bronquites e problemas pulmonares em geral. No plano psíquico acalma a pessoa, combate a ansiedade e a angústia. Por isso, pode ajudar aqueles que querem emagrecer, deixar de fumar ou largar outras dependências, inclusive emocionais ou afetivas. Laríngeo ou Tiróideo: (20) Aplicar o cristal neste centro energético combate as inflamações, melhora a audição, ajuda muito no controle da obesidade, acalma as dores

******ebook converter DEMO Watermarks*******

nas costas, nos ombros e rejuvenesce o organismo. Quando harmonizado este centro ajuda a dormir, a superar o desânimo e a letargia. Frontal: (21) Aplicar o cristal neste centro ajuda no combate às dores de cabeça, o envelhecimento e estimula as funções sexuais. Quando aplicamos o cristal neste centro podemos ajudar muito no tratamento de pessoas com depressão. Quando este centro não funciona bem, a pessoa dorme demais. Hipofisiário ou Superior: (22) A aplicação do cristal nesta área estimula a inteligência, combate a pressão baixa, melhora a visão e pode estimular o sistema imunológico do organismo.

******ebook converter DEMO Watermarks*******

CAPÍTULO V - INFORMAÇÕES SOBRE O CRISTAL:

Recomendamos guardar o cristal numa temperatura de 18 graus centígrados embalado em papel dentro de uma caixa de papelão de preferencia. A durabilidade de uma barra de Cristal é proporcional à carga Negativa que será liberada durante a aplicação. Por isso, algumas barras produzem uma série de pequenos "estalos" e outras "estalam e quebram", se a carga for muito forte. Desta forma, a barra possui uma durabilidade limitada, variando em média entre (1) e (3) aplicações. Quando o cristal deixar de estalar, deverá ser descarregado com água para ser utlizado novamente. Coloque-o num recipiente (xícara) com a ponta saliente para baixo. Após, coloque água na medida em que cubra 3/4 da xícara, sem molhar a parte semioca da barra, onde se visualizam os cristais. Se esta parte for molhada, ele não voltará a funcionar. Deixe o cristal na água por uma noite. No dia seguinte, jogue a água do recipiente num local que tenha terra e deixe secar a barra de sulfur. Após essa descarga, o cristal poderá ser utilizado em mais duas aplicações. A validade de uma barra sem uso é indefinida. Até o momento não existe contraindicação para a aplicação da barra de cristal de enxofre, pois o material não penetra no organismo. O cristal apenas é passado por cima da pele (por segundos) até cumprir sua função que é puramente energética.

CAPÍTULO V - INFORMAÇÕES SOBRE O CRISTAL: Recomendamos guardar o cristal numa temperatura de 18 graus

COMO ADQUIRIR OU FABRICAR O CRISTAL:

Os cristais de enxofre podem ser adquiridos em qualquer país de fala hispana do mundo e são vendidos em qualquer farmácia ou supermercado, assim como na internet. Já vi este produto nos EUA, e em vários países europeus. No Brasil, a ANVISA ainda não sabe o que fazer com este produto, em princípio o cataloga como “correlato” e depois exige do fabricante pesquisas científicas sem parâmetros o que lhes permitiria reformular os estudos e protelar indefinidamente sua autorização para venda no mercado. Este produto se vende há centenas de anos no mundo em farmácias e até em supermercados, mas aqui a burocracia, os interesses ou a ignorância

******ebook converter DEMO Watermarks*******

não ajudam as pessoas que realmente estão necessitadas. Sabemos também que os laboratórios não desejam que nada faça competição a seus remédios para tratar dores. Eles sabem que de cada quatro pessoas uma sofre de dores o que traz um ganho notável com seus produtos. Este cristal cria uma ameaça razoável a uma indústria que ganha bilhões, pois este seria o único produto natural que trata dores sem nenhum efeito colateral no aparelho digestivo, etc. Quem quiser produzir o cristal pode fazê-lo de forma fácil seguindo certas normas de segurança fundamentais para evitar acidentes que podem ser perigosos. Primeiro devemos conseguir enxofre em barra ou em pó de boa qualidade. Depois precisamos liquefazê-lo para poder introduzir o líquido em moldes e obter posteriormente transformarem-se em pequenas barrinhas cristalizadas. O enxofre se liquefaz a uma temperatura de 120 graus. Podemos fazer isto em qualquer fogão dentro de uma panela velha. Colocam- se duas xícaras de enxofre dentro da panela e em fogo muito baixo vai-se mexendo na panela com uma colher grande até adquirir uma coloração acaramelada. No momento da liquefação com a cor correta abaixamos o fogo no recipiente para não esquentar demais o que levaria o enxofre a desprender vapores e gases perigosos e ficar emborrachado perdendo assim o material. É importante que o ambiente seja muito bem arejado e a pessoa não fique exposta aos vapores desprendidos.

Para produzir os cristais de enxofre recomendamos que o trabalho seja feito por pessoas qualificadas e adultas. Tendo o enxofre liquefeito na temperatura certa então colocamos o líquido em pequenos moldes feitos geralmente de canos de plástico para água.

Os moldes podem ser feitos cortando-se uma mangueira de uma polegada de diâmetro a cada 8 ou 9 centímetros, logo se cortam os tubos na sua altura e colocamos um primeiro apertado por outro encima. Tendo-se os dois caninhos juntos, um por cima e outro por dentro bem apertado preenchemos com o material líquido que em poucos minutos se solidifica e cristaliza. Antes de preencher podemos colocar os moldes numa bacia com água gelada e logo os ordenamos sobre uma superfície lisa que pode ser de

******ebook converter DEMO Watermarks*******

mármore. Quando os tiramos da bacia, os sacudimos para tirar o excesso de água e passamos um pano úmido sobre o mármore para facilitar o desprendimento. A água atua como desmoldante natural do produto. Após, se retiram os cristais de dentro dos moldes e se deixam por três dias antes de serem usados, até os cristais ficarem bem amarelos e prontos para poder produzir as descargas. Técnicas de filtragem e moldes mais evoluídos podem ser solicitadas pessoalmente ao autor.

mármore. Quando os tiramos da bacia, os sacudimos para tirar o excesso de água e passamos

******ebook converter DEMO Watermarks*******

CAPÍTULO VI - ESTUDO DE CASOS:

Nos 20 anos que trabalhei fabricando e aplicando os cristais de enxofre nas pessoas pude observar e comprovar uma série de fatos. Neste texto vamos relatar possibilidades terapêuticas transmitidas pela tradição, alguns casos de consultório e experiências feitas numa clínica em Porto Alegre, RS, que demostraram centenas de resultados positivos sobre seu uso.

1.

Mulher de 38 anos: Nos últimos quatro anos passou por diversos tratamentos.

Sofria de neuralgia do trigêmio, no lado esquerdo da cabeça, tendo passado por vários especialistas da medicina sem êxito. A cliente veio visitar-nos e em observação descobrimos ponto epicêntricos de dor nas zonas 10 e 11. Principalmente, no ombro (escápula e clavícula). Qualquer pressão aplicada prvocava neralgia. Tratamos a zona afetada suavemente obtendo estalos contínuos e repetitivos do cristal, fenômeno que se observa em casos semelhantes. Depois de cinco minutos fizemos uma aplicação na zona contrária da polaridade observando estalos fortes (não repetitivos). Os resultados se fizeram notar na primeira sessão. Na quinta sessão geral, as dores quase não existiam mais. Neste caso fizemos três sessões por semana. Na nona sessão não tinha mais dores. Paralelamente a isto a cliente observou que certos problemas digestivos melhoraram e junto com isso os temores de sair à noite também passaram. Gastamos 54 cristais no tratamento 2. Mulher de 42 anos que sofria de crises cada 30 ou 40 dias, a boca e a garganta inchavam ao ponto de não poder falar. Foi tratada pela medicina clásica durante dois anos, como crises alérgicas sem resultados. Sendo ela uma pessoa conhecida como jornalista de rádio, as crises prejudicavam enormemente seu trabalho. Os ataques podiam durar três a quatro dias, e nenhum tratamento dera resultado. É interessante observar que a cliente usava sempre um lenço amarrado ao pescoço. O tratamento ao lado da tiróide iniciou no local, observando estalos, a intensidade da descarga quebrou quatro cristais no início e depois, só se

******ebook converter DEMO Watermarks*******

manifestaram estalos pequenos. A cliente se submeteu a uma sessão semanal, chegando a uma sessão geral na quarta aplicação. Transcorridos quatro meses não se manifestou mais o processo de crise, alegando a cliente, paralelamente que conseguiu a partir disso voltar a comunicar-se com o ex-marido, com o qual não conseguia dialogar fazia anos, permitindo-se resolver problemas familiares sérios. Aparentemente seu problema tinha origem psicosomática e ficou resolvido. Gastamos neste tratamento 26 cristais. 3. Um homem de 56 anos, empresário em crise depressiva. O quadro se manifestava como apatia, desânimo, falta de higiene e apetite. Comia somente por insistência da família. Foi trazido a nós por sua filha, porque não aceitava remédio algum. Interrogado ele falou da morte de um amigo, de infância como o início de seu processo e desinteresse pela vida, trabalho e família.

Tratado com o cristal no peito, parietais, nuca e fronte, se observaram vários estalos na primeira, segunda e terceira sessão. Na quarta sessão voltou ao trabalho e começou a falar sobre os problemas num relacionamento extraconjugal que tinha desmanchado sem chances de reformular, o que parecia ser o verdadeiro motivo de sua depressão. A partir desse momento ate a décima segunda sessão começou a fazer natação e reafirmou a relação com sua família. Ele continuou comprando e se autoaplicando o cristal. Gastaram-se até a sétima sessão 47 cristais. 4. Mulher de 34 anos casada e empregada. Procurou-nos pelos seus sintomas de apatia e dores. Fazia mais de um ano que chegava em casa e tinha dor de cabeça, dor na coluna e quando o marido a procurava intimamente ela não estava a fim de nada, sentia-se sempre cansada. Tudo indicava um estado depressivo. Mas na entrevista comentou que tinha pesadelos com cobras e lagartos que a perseguiam. Reconheceu que as dores começavam quando ela entrava em casa e entendia que, apesar dela não querer transar com o marido, ela gostava dele e durante o dia tinha vontade e ficar com ele. Mas quando chegava em casa ficava irritada e discutia por qualquer coisa.

******ebook converter DEMO Watermarks*******

Parte dos problemas começou quando o marido começou a trabalhar para a mãe dele, e juntamente nesse período, tentaram ter filhos e não conseguiram, o que a levou a procurar os motivos e descobriu que ela tinha endometriose. Foi aplicada progresivamente até fazer uma sessão geral. Na terceira sessão se solicitou a ela para fazer autoplicações no ponto básico, região dos ovários e no peito. Para sua surpresa, no dia que ela mesma se aplicou no ponto básico (7) quebrou nove cristais seguidos. Por este motivo solicitamos a ela que pedisse ao marido para ele deixar-se aplicar por ela em pontos específicos, especialmente no (7), onde quebrou 4 cristais. Após a terceira sessão geral, agora feita no casal, a relação melhorou notavelmente e o marido terminou um mestrado que proporcionou ser contratado por uma das melhores empresas do mercado na sua área de comunicações. Ela, após 23 sessões, conseguiu engravidar e hoje espera seu primeiro filho. Este foi um dos casos em que podemos comprovar a existência de forças negativas afetando um matrimônio e seu destino. Não podemos dizer que isso acontece com todas as pessoas, mas com certeza em 70% dos clientes que tratamos, ao retirar negativos que o afetam, melhoram seus problemas espontaneamente. Nas primeiras sete sessões com a paciente e o marido se gastaram 125 cristais em barra. 5. Homem de 38 anos, comerciante. Procurou-nos por se sentir amarrado e negativo. Não conseguia pagar suas dívidas e isso o deixava nervoso e irritado, principalmente nos dias de pagamentos, nos quais brigava com todo mundo. A sua empresa vendia produtos para limpeza e estava afundando. A responsabilidade sobre seus empregados e famílias não deixava que ele saísse do problema com soluções rápidas. Como a situação envolvia outros elementos alheios ao indivíduo, solicitamos que colocasse em sua empresa cristais de enxofre maiores que o comum nas aplicações corporais. Logo começamos as sessões gerais com ele duas vezes por semana. Na quinta sessão tinham se gastado 73 cristais no corpo dele e dois dos três colocados na empresa tinham se quebrado dando estalos sucessivos.

Na sétima sessão, conseguiu um contrato com uma empresa para ******ebook converter DEMO Watermarks*******

a venda de seus produtos. Este contrato equilibrou os gastos e o deixou mais tranquilo e seguro. Pouco tempo depois, conseguiu revendedores e representantes no

interior.

Os cristais conseguem harmonizar e descarregar energias negativas em ambientes ajudando assim um profisional capaz que estava frustrado em suas lutas. Isto permitiu a nosso cliente recobrar sua confiança e este fato se refletiu positivamente na relação familiar e íntima. Ele continuou depois se autoaplicando em casa e colocando alguns cristais na empresa. 6. Mulher de 28 anos, casada, sem filhos. Uma profissional, advogada, já há três anos vivendo um relacionamento com outro homem de 42 anos. Esta situação estava ficando insustentável para ela, que via o marido como dependente dela. Ele era um publicitário que usava drogas habitualmente e negava-se a querer tratamento. Quando ela falava de separação, ele dizia que ia matá-la e se matar.A outra relação era importante para ela, mas era também casado. Assim à noite, depois de trabalhar, quando chegava à sua casa começavam dores de cabeça e coluna. Esta situação a levou a criar pequenas fugas procurando cada vez mais suas amigas, para fazer compras e pequenas viagens.

Vivia assim entre as ideias de aceitar a situação e ficar no matrimônio, ficar só, ou fugir e ir embora para qualquer lugar, mas nunca fazia nada disso. Tinha medo de tomar qualquer desição. Começou então a entrar em depressão e ter ideias suicídas. Procurou-nos por uma amiga que a estimulou a se tratar com os

cristais.

Começou o tratamento sem muito ânimo, pois ela não acreditava numa saída para sua situação. Na terceira sessão começou a sentir-se melhor, e na décima segunda alugou um apartamento para ela, separando-se definitivamente do marido. Pressionou então a família dele para que o tratassem. Três meses após a separação, o outro homem se separou e ficou com ela até hoje. Até a décima segunda sessão se usaram 91 cristais.

******ebook converter DEMO Watermarks*******

Surgem muitos casos onde somos procurados como orientadores, onde percebemos que a depressão motivada por perda de emprego, fracassos, ou rompimentos afetivos pode ser mais penosa e sofrida que muitas dores. Nestes casos os cristais têm demonstrado efeitos surpreendentes. Nas dores de origem nervosa, tensão, stress, que se manifestam como reumatismos e dores articulares, percebemos rápidas melhoras e soluções. Quando entramos nos fenômenos negativos, tanto internos como externos, a ação de limpeza e descarga dos cristais comprovou atuar de forma real reestabelecendo o equilíbrio rapidamente. Como percebemos nos casos anteriores, os cristais promovem efeitos de harmonia nos relacionamentos, problemas conjugais, e espaços ou ambientes de moradia e trabalho. Por isso podemos dizer que a retirada de energias negativas modifica para melhor todos os aspectos de vida.

******ebook converter DEMO Watermarks*******

CAPÍTULO VII - TEORIAS CIENTÍFICAS SOBRE SAÚDE E O CRISTAL DE ENXOFRE

A enfermidade é o desequilíbrio oscilatório das células por causas exteriores. É, em particular, a luta da radiação microbiana contra a radiação celular. Pois o micróbio, ser unicelular, atua igualmente por sua radiação. Assim se a radiação microbiana triunfa a enfermidade ganha, sendo o fim da resistência vital. Se a radiação celular prevalece, retornamos ao equilíbrio e a saúde. Quando nos referimos a movimentos de cargas elétricas dentro do organismo devemos entender como íons em lugar de elétrons, como se sabe, o organismo é uma dissolução, e os eletrólitos se movimentam na água e nos tecidos orgânicos. Energias negativas externas ou internas se podem definir como radiações ionizantes capazes de romper os laços moleculares e separar os elétrons das órbitas de seus átomos. Os cristais de Sulfur ou enxofre parecem atuar produzindo uma radiação eletromagnética, e efeitos elétricos, permitindo elevar e descarregar o potencial da membrana celular. Os cristais parecem atuar ao mesmo tempo com diversos mecanismos de forma sincronizada. Por exemplo:

Pode se produzir um efeito antiespasmódico sobre a fibra lisa, e por sua vez produzir um estímulo do metabolismo celular, conseguindo assim vários efeitos que se complementam. Os efeitos dos cristais de enxofre atuam sobre grupos celulares, tecidos e ossos dependendo às vezes do método de aplicação. Vejamos alguns efeitos detectados com nossas experiências em clínica de fisioterapia e consultório:

  • 1. Relaxamentos musculares sobre fibra muscular estriada.

  • 2. Efeito relaxante e descontraturante sobre fibra muscular lisa.

  • 3. Efeito antiespasmódico.

  • 4. Efeito antiinflamatório.

  • 5. Efeito de regulação circulatório.

  • 6. Efeito sobre o metabolismo do cálcio em ossos, dando um estímulo à ossificação.

  • 7. Efeito estimulante sobre a cicatrização de feridas

******ebook converter DEMO Watermarks*******

8. Efeito analgésico e relaxante generalizado. 9. Efeitos específicos sobre processos reumáticos em especial, artropatias degenerativas de qualquer localização. Em artropatias inflamatórias, artrites reumáticas.

  • 10. Efeitos sobre reumatismos periarticulares, polimialgia

reumática, doenças discais, radiculites, periartrites.

  • 11. Efeitos positivos sobre patologia muscular traumática.

  • 12. Efeitos positivos em contusões, luxações, tendinites.

  • 13. Efeitos de melhoramento da circulação perifética.

  • 14. Aceleração de cicatrização e do processo curativo de

feridas e queimaduras.

  • 15. Melhora das sinusites.

  • 16. Efeitos notáveis sobre a dor de origem nervosa em

geral. Neuralgias, lombalgia, ciática.

  • 17. Atua positivamente sobre asma brônquica, úlcera

gástrica, insuficiência hepática e cardíaca.

  • 18. Transtornos da circulação cerebral.

  • 19. Efeitos positivos sobre trastornos derivados do estresse,

inquietude, insônia, cefaléias tensionais, taquicardias emocionais etc.

  • 20. Estimula o sistema retículoendotelial, favorece as

defesas do organismo.

Estas observações foram tiradas de 20 anos de estudo e aplicações em centenas de clientes. Por nove anos foram doados cristais a uma clinica de fisioterapia em Porto Alegre onde se atendiam centenas de pacientes, para acompanhar os tratamentos clássicos, e puderam ser observados claramente estes benefícios. Este estudo não pretende ser definitivo, com certeza surgirão outras pesquisas que ajudem a aproximar a antiga medicina egípcia do terapeuta moderno. Com o tempo a ciência entenderá que somos o reflexo de uma energia, e que mexer nela, pode representar a cura ou a doença. Por isso, na medida em que as terapias alternativas avançam, também devem fazê-lo os estudos e o entendimento científico. Acho importante que os crentes entendam e deixem de acreditar por ignorância ou fanatismo e os que não são crentes deixem de negar por negar

******ebook converter DEMO Watermarks*******

o que os torna mais ignorantes ainda. A ciência atual não pode ou não quer reconhecer a aura ou a energia vital, citada em culturas antiguas com o nome de Ka, Qui, Chi, por isso, discussões sobre a origem e os efeitos das terapias ficarão para um futuro que acredito estarmos construindo com nossos estudos das Ciências Sagradas dos Antigos Egípcios.

******ebook converter DEMO Watermarks*******

CAPÍTULO VIII - CONSIDERAÇÕES FINAIS

Tenho certeza que foi minha curiosidade e a capacidade de perceber minhas limitações que me levaram a viajar e procurar o conhecimento antigo em suas fontes com aqueles que são seus portadores. Hoje, é com alegria que percebo cientistas e laboratórios do mundo estudando o conhecimento tradicional antigo, na tentativa de encontrar soluções para nossos problemas modernos. Os segredos dos pajés, xamãs e sacerdotes da antiguidade guardam conhecimentos e poderes necessários à subsistência da humanidade. Mas enquanto isso não acontece deixo com vocês alguns segredos da minha caminhada. Espero com isso contribuir para o abraço futuro entre a ciência e mística, tão necessária para a evolução da consciência da humanidade.

******ebook converter DEMO Watermarks*******

INTRODUÇÃO:

Sumário

CAPÍTULO I - A CURA ENERGÉTICA CAPÍTULO II - TÉCNICA DE UTILIZAÇÃO DOS CRISTAIS DE ENXOFRE : AAM-MÊS-RÁ CAPÍTULO III - A APLICAÇÃO DO CRISTAL CAPÍTULO IV - TÉCNICAS DE APLICAÇÃO:

CAPÍTULO V - INFORMAÇÕES SOBRE O CRISTAL:

CAPÍTULO VI - ESTUDO DE CASOS:

CAPÍTULO VII - TEORIAS CIENTÍFICAS SOBRE SAÚDE E O CRISTAL DE ENXOFRE CAPÍTULO VIII - CONSIDERAÇÕES FINAIS

******ebook converter DEMO Watermarks*******