Você está na página 1de 20

Quinta-feira • 22 de novembro de 2018 • •1

PUB

PUB

985
22 novembro 2018
Ano 18
quinta-feira
 0.70 iva incluído
Diretor: Luís Baptista-Martins
semanário

UINTA 22 NOVEMBRO A DOMINGO 9 DEZEMBRO**

Trancoso, Mêda Autoestrada para Espanha será


ERDÍVEIS
o fim de Vilar Formoso?
IMP
e Manteigas
com maior
crescimento PREÇO
Í V
D MITADA E L
PER
de turistas
OS IM QUANTIDADNEIDLIADES*
____________ Pág.5

A 2 70 U

529 €
Guarda
Display e Sociedade Foi lançada na terça-feira a
controlo remoto
Poluição na Quinta da Maior arquivo privado empreitada de conclusão da
A25, que vai ligar à espanhola
Pocariça no Ministério de Portugal com ponto A62, mas a futura autoestrada
Público de recolha na Guarda ficará longe de Vilar Formoso.
PSP elaborou auto de notícia após A Associação de Jogos Tradicio- Confrontado com a preocu-
poluição «constante e diária» no nais da Guarda é a nova aliada do pação da população e dos
ribeiro que passa naquela zona projeto de José Pacheco Pereira autarcas locais, o Governo
periférica da Guarda e é um aflu- “EPHEMERA”, o arquivo e biblioteca prometeu estudar um novo
ente do rio Noéme ___________ 7 acesso à vila fronteiriça Pág.4
pessoal do político e historiador _6 SALAMANDRA A PELLETS
Potência: 6 Kw | Rendimento: 90%
Dimensão: 71,8x43x48 cm
Ø Saída de fumos: 80 mm
Peso: 65 Kg | Itm: 61707970

*Quantidade nacional repartida por todo o território das lojas Bricomarché participantes. **Campanha válida para todos os artigos à venda, não acumulável com outras campanhas em
vigor e artigos não passíveis de venda abaixo do preço de custo, devidamente identificados na loja. Consulte na contracapa os estabelecimentos aderentes à campanha.

PUB

50 €
PUB

QUANTO MAIS COMPRA POR CADA


MAIS GANHA
EM COMPRAS
OFERTA 10€
DE QUARTA 15 AGOSTO A DOMINGO 2 SETEMBRO*

GUARDA
ESPECIAL ARRUMAÇÃO EM VALE(1)
2• • Quinta-feira • 22 de novembro de 2018

Cara
Entrevista
no  fio  da  navalha

a P e r f i l
cara

«O Rancho
Bruno Augusto
António Machado Presidente do Rancho Folclórico da
Boidobra
O Presidente da Câmara de Almeida não

Folclórico da
foi comedido e nem a presença de António Idade: 33 Anos
Costa e Pedro Marques o coibiu de falar
sobre as suas preocupações sobre o futuro Profissão: Técnico de Obra – Construção
de Vilar Formoso. Na cerimónia do contrato Civil

Boidobra é
da empreitada para a construção do troço
final da A25, entre Vilar Formoso e a fron- Currículo:  Curso de Especialização
teira, o autarca manifestou publicamente o Tecnológica em Condução de Obra no
descontentamento com a obra até porque Instituto Politécnico de Castelo Branco,
não prevê uma ligação direta da autoestrada Membro da Assembleia de Freguesia da

muito mais
à vila fronteiriça. Boidobra, Árbitro e Treinador de Voleibol,
Dirigente associativo na Associação de
Voleibol da Guarda.

que folclore»
Naturalidade: Boidobra

João Soares
A Biblioteca Municipal de Belmonte foi
uma das instituições escolhidas pelos filhos P- Foi recentemente eleito presi-
de Mário Soares para receber vários livros dente do Rancho Folclórico da Boi-
do e sobre o antigo Presidente da República. dobra, o que o levou a candidatar-se?
Uma doação justificada pelo facto de a vila R- Sim, é uma posição muito recente.
ter sido sempre um lugar de tolerância e Já fazia parte do anterior elenco diretivo
liberdade e que deixa a instituição belmon- e esta decisão deveu-se ao facto do ante-
tense mais rica. rior presidente não pretender continuar
nessas funções e desafiou-me a fazê-lo.
Depois de realizar alguns contactos e
reunir a equipa que me acompanha, foi
fácil decidir avançar.

P- Quais são os seus primeiros


Mutualista objetivos e que atividades tenciona 
desenvolver?
Covilhanense R- O primeiro objetivo será sempre
continuar o bom trabalho das direções
A Associação Mutualista Covilhanense anteriores e, simultaneamente, dissuadir
acumula prémios na área do envelhecimento a população em geral que esta associação
ativo e saudável. Desta vez foi distinguida se confine apenas ao grupo de folclore
pela CCDRC com o projeto “Saúde mais que faz as suas representações de norte
perto de si!”, uma unidade móvel que presta a sul do país e, por vezes, também no
serviços de enfermagem, cuidados médicos estrangeiro. Quanto às atividades,
e apoio psicológico e social à população mais estamos a trabalhar no plano
idosa das freguesias rurais do concelho da que irá à assembleia-geral
Covilhã. Trata-se de um serviço público de no próximo dia 23 e depois
grande relevo que revela que na Mutualista iremos torná-lo público.
se pensa em resolver os problemas concre-
tos das pessoas. P- Quais são as princi-
pais carências da associa-
ção?
R- A esse nível, o Rancho
Folclórico da Boidobra, embora
tenha uma sede própria e mais
dois edifícios, o Centro Interpreta-
tivo de Artes Tradicionais da Boido-
bra 1 e 2, falta-nos essencialmente
um salão multiusos. Conseguindo
esse espaço, temos ideias para por
Quinta da Pocariça em prática, o que nos daria um de-
safogo financeiro maior.
bem tem representado esta associação
a nível nacional. Realizamos, já com o
problemas atuais do associativismo e nós
não somos exceção. Vamos tentar saber
Num tempo em que o combate à po- anterior plano de atividades, algumas dos seus interesses e adequar um pouco
luição e a defesa da natureza são, têm de P- Quantos elementos são? atividades desportivas, como caminhadas as nossas atividades a eles.
ser preocupação de todos, volta a haver R- Compreendo a pergunta, mas ou torneios de voleibol. Entre outras,
notícias sobre eventuais descargas que não será justo para a associação dizer- realizámos atividades no Dia Mundial P- Como vê o apoio ao associativis-
vão desaguar ao rio Noéme. A poluição lhe apenas que grupo de folclore conta da Criança, participámos nas Marchas mo na Covilhã?
denunciada, num ribeiro da Quinta a Po- com cerca de 40 elementos. O Rancho Populares 2018 Cidade da Covilhã. Por R- Pessoalmente, entendo que as
cariça, a montante do rio Noéme já está Folclórico da Boidobra é muito mais do estas razões, é redutor falar apenas nos associações não devem ser subsídio-
a ser investigada pelo ministério público. que folclore,  é  sócio efetivo da Federa- elementos do grupo de folclore, que têm dependentes, devem trabalhar para pôr
Espera-se que em breve seja conhecida a ção do Folclore Português, é associação muita importância, mas são apenas uma em prática, de forma sustentável, as suas
origem da poluição e corrigido mais este RNAJ, associado INATEL e associado da parte da abrangência que esta associação ideias. Quanto ao apoio do associativismo
atentado contra a natureza. Confederação Portuguesa de Coletivi- tenta ter. na Covilhã, penso que terá agora, com o
dades de Cultura  Recreio e Desporto. Regulamento de Apoio ao Associativismo,
Conta há duas épocas com uma secção P - Qual a estratégia para continu- a meu ver ainda com algumas falhas,
de matraquilhos, com excelentes resul- ar a atrair jovens? tendência a ser melhor distribuído e de
tados a nível do distrito e que muito R- A atração dos jovens é um dos forma mais clara para todos.
Quinta-feira • 22 de novembro de 2018 • •3

editorial Luís Baptista-Martins


baptista-martins@ointerior.pt

A pobreza que nos


rodeia
A estrada que ruiu entre os concelhos de Borba e de
Vila Viçosa, com pelo menos duas vítimas mortais, e a
morte trágica de uma família em Sabrosa mostram, de
novo, o país que somos: pobres e desleixados. Um país
onde a incúria e o abandono do território se evidenciam
perante a tragédia; um país onde a pobreza tantas vezes
mostra a sua face mais feia e dramática para atordoar a
nossa consciência.
Portugal deu um salto civilizacional extraordinário no
pós 25 de abril. A afirmação da Democracia e a entrada de
Portugal na Europa (comunitária) promoveram grandes
mudanças económicas, sociais e culturais. Em menos
de 50 anos o Portugal salazarista, analfabeto, atrasado
e pobre mudou imenso: foi toda uma revolução que vai
muito para além da Revolução dos Cravos.
O país, no seu todo, mudou, mas muitos ficaram
para trás. O mesmo país da sociedade de informação,
da ciência, da vanguarda tecnológica, da WebSummit,
da massificação do secundário, do ingresso simplificado
no ensino superior e da qualificação profissional das
novas gerações, deixou muitos pelo caminho. Mas esse
mesmo Portugal da modernidade pós Expo98, das ca-
pitais europeias da Cultura, da Lisboa cosmopolita, dos
restaurantes com estrelas Michelin ou das viagens para
destinos paradisíacos, é um país com dois milhões de
pobres e mais de um milhão de portugueses com pen-
sões de invalidez, velhice ou de sobrevivência miseráveis
(dos 269,08€ para quem trabalhou e descontou para a
segurança social menos de 15 anos aos 389,34€ para

opinião
Enquanto estávamos quem trabalhou e descontou mais de 30 anos, mas viveu
sempre do salário mínimo; pensão social do regime não

distraídos
contributivo de 207,01€; complemento por dependência
António Ferreira
de 103,51€). E foi este Portugal que vimos em Sabrosa,
antonio.ferreira.adv@netvisao.pt
onde cinco pessoas faleceram intoxicadas por um gerador
O ciclo das notícias da imprensa séria tem que a maioria, têm todas as luzes apagadas e as persianas que iluminava uma casa miserável. Porque, como muito
se lhe diga. Um tema torna-se moda de um dia para fechadas, em claro sinal de estarem devolutas. Outro bem perguntou David Pontes (“A sídrome de Entre-os-
o outro e todos os órgãos de informação o põem em sintoma da mesma doença é a situação de quase pleno Rios”, in Público) «É isto que nós somos»? É! Mas só
primeira página. Depois, sem que a história venha a emprego que se vive agora no interior, com empresas damos conta quando a tragédia o mostra, quando o país
ter desenlace, passa-se ao tema seguinte. Entretanto, a ter dificuldades para encontrar profissionais de mui- arde e morrem mais de cem pessoas ou quando as pontes
enquanto se fala de Tancos, das presenças na Assem- tas áreas. Outro ainda é a diminuição de crianças nos caem, os comboios param e as estradas desaparecem
bleia da República do Silvano, do IVA nas touradas, vão infantários, de jovens nas escolas secundárias. levando com elas as pessoas que as utilizam.
evoluindo problemas realmente importantes. Ao mesmo Tudo isto é sabido mas é poucas vezes notícia ou Este é o mesmo país onde os juízes fazem greve
tempo, nas redes sociais e nos pântanos das “fake objeto de estudo. Há outras coisas a chegar com mais porque querem melhoria salarial, os professores inferni-
news”, vão-se inventando escândalos e arremessando facilidade à abertura dos noticiários, a exigirem a pre- zam a vida das crianças e famílias para, legitimamente,
mentiras aos tolos. sença pronta do Presidente da República ou de algum exigirem a reposição de tempo de serviço (ganhar mais),
Mas na vida real, naquilo que dói mesmo, sucedem- membro do Governo. Houve um manifesto pelo Interior, os médicos consideram-se mal pagos ainda que num fim
se acontecimentos que não chegam à primeira página. mas não se viu ainda nenhuma medida concreta com de semana ganhem mais do que a maioria a trabalhar
Temos perceções mas não conhecemos ao certo os capacidade para inverter o ritmo do despovoamento, um mês inteiro, os enfermeiros querem ganhar como os
factos. Dou alguns exemplos. nem se espera nada de especial do próximo Orçamento médicos, etc. - obviamente que todos têm razão, porque
Todos os anos saem das escolas secundárias da Geral do Estado, como, por exemplo, uma diminuição todos temos direito a ganhar mais e a viver melhor, e
cidade, com destino às universidades, centenas de das portagens na A23 ou na A25. ninguém quer saber se à mesa do vizinho do lado chega
jovens. A perceção geral é que a maioria não regressa, As aldeias mortas, as casas vazias, as empresas comida. Mesmo que mais de 700 mil trabalhadores vivam
mas não conheço números rigorosos sobre o assunto fechadas, os campos abandonados, tudo isto está muito com o salário mínimo (menos de 600 euros) e quando o
e ninguém parece interessar-se muito, como se não longe do material de que se fazem as notícias e, a rebo- salário médio dos trabalhadores portugueses é de pouco
fosse esta uma das mais importantes questões da que destas, as políticas. Bem podemos andar distraídos mais de 800 euros. Este é o país que somos: Um país cada
nossa região. com causas fraturantes ou com as notícias da moda, que vez mais desigual e egocêntrico que prefere discutir as
Outra perceção: num passeio à noite pelos bairros a verdadeira notícia é já ter morrido, silenciosamente, touradas a perder tempo a falar da pobreza.
da cidade reparem como muitas casas, quase parecem grande parte do país.

PUB
4• • Quinta-feira • 22 de novembro de 2018

Governo lança
Saúde
Mutualista vence
concurso de boas
práticas da CCDRC

conclusão da A25, O projeto “Saúde mais perto


de si!”, da Associação de Socor-
ros Mútuos Mutualista Covilha-
nense, venceu, na área “Saúde+”,

mas promete estudar


o concurso de boas práticas de
envelhecimento ativo e saudável
na região Centro promovido pela
Comissão de Coordenação e De-
senvolvimento Regional (CCDRC).

novo acesso a Vilar


A iniciativa propôs como
boa prática uma unidade móvel
«que presta serviços de enfer-
magem, cuidados médicos e

Formoso
apoio psicológico e social, dirigi-
dos à população mais idosa das
freguesias rurais» do concelho
da Covilhã. Os resultados do
concurso foram divulgados na
AEI terça-feira, em Coimbra, e, além
Ana Eugénia Inácio da Mutualista, foram premia-
dos projetos da Universidade
de Coimbra/ Instituto Pedro
A ligação a Espanha Nunes e do Museu Nacional de
através da A25 vai Machado de Castro (Coimbra),
estar concluída no em coautoria com a Associação
segundo trimestre Alzheimer Portugal. Promovida
2020, mas esta é uma em colaboração com o consórcio
obra que preocupa Ageing@Coimbra, a iniciativa
a população de Vilar tem como objetivo «aumentar a
Formoso e os autarcas divulgação e o reconhecimento
locais. de projetos e iniciativas que pro-
movem o envelhecimento ativo
Foi assinado na passada e saudável» na região.
terça-feira o contrato da em-
preitada para a construção do
troço final da A25, entre Vilar Guarda
Formoso e a fronteira, numa Candidatura a
cerimónia que contou com a
presença do primeiro-ministro
Capital Europeia da
António Costa e do ministro do Cultura 2027 quer
Planeamento e das Infraestrutu- envolver Juntas e
ras, Pedro Marques.
A futura ligação em perfil associações
de autoestrada à espanhola A Câmara da Guarda, atra-
A62 – Autovia de Castilla re- vés da estrutura de missão da
presenta um investimento de candidatura da cidade a Capital
Construção da ligação da A25 à A62 foi assinada em Vilar Formoso na terça-feira
13,2 milhões de euros, segundo Europeia da Cultura 2027, orga-
a Infraestruturas de Portugal íses», António Machado lamenta vez por todas», pois carece de Também António Costa se niza no sábado uma reunião com
(IP). Adjudicada à Conduril SA, a que esta ligação a Espanha por iluminação e casas-de-banho, interrogou como era «possível as Juntas de Freguesia e as asso-
obra, cuja conclusão está previs- autoestrada seja também um «uma situação vergonhosa». Se- ter um Parque TIR e não o ciações culturais do concelho.
ta para o segundo trimestre de «problema para as nossas po- gundo o autarca local «o estado aproveitar como infraestrutura O encontro terá lugar no
2020, consistirá na execução de voações». O autarca pede por é dono dessa estrutura e não de desenvolvimento?». Quanto à auditório do Paço da Cultura,
um troço com 3,5 quilómetros isso a requalificação do parque percebemos porque não olha ligação da A25 à A62 espanhola, pelas 17h30, e destina-se a
de extensão, a reformulação TIR, que «tem que ser um equi- para ela». Durante a cerimónia, o primeiro-ministro pediu que a apresentar algumas das linhas
do atual nó de Vilar Formoso, a pamento de referência, seguro o ministro Pedro Marques disse obra fosse vista «como uma peça orientadoras da candidatura, a
construção de um viaduto com e que responda às necessidades «compreender bem o medo» das de 3,5 quilómetros, num quadro metodologia de auscultação e
330 metros de extensão sobre das empresas que transportam populações, mas explicou que de uma estratégia comum», diálogos com a sociedade, e um
a ribeira de Tourões e constru- mercadorias», e a construção «temos de ser capazes de tomar dizendo-se convicto de que a as- programa ação no território a
ção de dois ramos de acesso ao de uma «ligação direta» a Vilar as decisões que fazem avançar sinatura do contrato é «um mo- desenvolver no próximo ano.
nó de Fuentes de Oñoro, já em Formoso, lembrando que do o país e as nossas regiões». No mento muito importante» para De resto, a autarquia vai levar a
território espanhol. Mas esta outro lado da fronteira, Fuentes entanto, o governante assumiu o desenvolvimento das regiões cabo um programa de consulta
é uma empreitada que está de Oñoro vai ter essa ligação. O querer, «ao mesmo tempo, ter a transfronteiriças. Para António pública multissetorial ao longo
longe de gerar consenso entre edil pediu ainda um serviço de sensibilidade de resolver aque- Costa, já não há «nenhuma razão de 2019. O objetivo é fazer
a população de Vilar Formoso e apoio ao viajante, ao transporte les problemas que possam pôr para que esta fronteira continue «uma reflexão alargada sobre
os autarcas locais. O desagrado e à logística na vila fronteiriça. em causa o desenvolvimento a ser um ponto de separação o presente e o futuro cultural
ficou claro na cerimónia de Da mesma opinião partilha de cada terra».  Por isso, ficou e não passe a ser aquilo que é da cidade e concelho» com os
terça-feira. o presidente da Junta de Fre- a «promessa, em nome do Go- importante que seja: um ponto principais agentes políticos
No seu discurso, o presiden- guesia de Vilar Formoso, que, à verno», que serão encontradas de união». O chefe do executivo e associativos da região. Um
te da Câmara de Almeida disse margem da cerimónia, disse a O «boas soluções» através de sublinhou ainda que a proximi- trabalho que tem vindo a ser
aos governantes reconhecer «a INTERIOR que esta obra é vista um trabalho com a Câmara de dade a Espanha permite «uma desenvolvido em reuniões da
coragem de virem mostrar uma com «preocupação» pelo futuro Almeida e a Junta de Freguesia dinâmica de desenvolvimento», Comissão Executiva, liderada
obra com a qual a população da economia local. «A popula- de Vilar Formoso. «É a nossa desde que exista um «trabalhar pelo ex-secretário de Estado da
não concorda». Embora admita ção e os comerciantes esperam obrigação. Vamos fazer em em conjunto», pelo que a região Cultura José Amaral Lopes e que
que seja uma obra «crucial para alguma coisa em troca», disse conjunto, porque quem melhor de fronteira deve ser encarada integra representantes do muni-
o comércio internacional de Domingos Lopes Cerqueira, que conhece a realidade são os que como «uma centralidade funda- cípio, do Politécnico da Guarda
mercadorias, importante para também defende que o Parque cá estão», acrescentou Pedro mental para o investimento no e e das Universidades da Beira
o desenvolvimento dos dois pa- TIR «seja tido em conta de uma Marques. para o mercado ibérico». Interior, Coimbra e Salamanca.
Quinta-feira • 22 de novembro de 2018 • •5

Pequenos concelhos
Já Esmeraldo Carvalhinho
congratula-se com o crescimen-
to «exponencial» de turistas no
seu município, que justifica com

com maiores aumentos


as «características ímpares» de
Manteigas para o turismo de
natureza. «Desde a candidatura
do Vale Glaciar ao concurso
das “Sete Maravilhas”, há dez

de dormidas turísticas
anos, que a Câmara tem sabido
promover o concelho e as suas
potencialidades. Estes núme-
ros confirmam que houve uma
DR
mudança no paradigma, com
Luis Martins Manteigas a ser um território
mais conhecido em Portugal
e no estrangeiro», acredita o
Manteigas, Mêda e presidente da autarquia. O edil
Trancoso registaram recorda que a Câmara criou
os maiores aumentos 200 quilómetros de trilhos pe-
das dormidas em destres em 16 percursos dife-
alojamento turístico rentes e apostou em desportos
em 2017. De acordo como o parapente e o BTT para
com dados do Turismo atrair visitantes. «Temos ainda
do Centro divulgados um património natural único
na semana passada, por sermos o “coração” da
a Covilhã continua a Serra da Estrela, porque visitar
ser o concelho mais Manteigas é depararmo-nos
procurado pelos com uma paisagem diferente
turistas, mas registou a cada 500 metros», garan-
uma quebra de 3,8 te Esmeraldo Carvalhinho.
por cento, enquanto Esquecido não está também
a Guarda teve mais o impacto que poderá ter a
2,8 por cento de aprovação da candidatura da
dormidas. Serra da Estrela a Geopark da
UNESCO, uma vez que Manteigas
A análise surge após a publi- é o concelho com mais geo-sítios
cação de estatísticas municipais identificados.
relativas a 2017 por parte do Na sua opinião, a promoção
Trancoso teve o maior crescimento de dormidas nas Beiras e Serra da Estrela
INE e o município de Trancoso, do concelho nos últimos anos
com uma subida de 38,3 por riação positiva deste indicador, ao ano anterior. Foram 254.109 longo do ano». O presidente do deu frutos com o surgimento
cento relativamente a 2016, foi com uma subida de 28 por cento. em 2017, menos 3,8 por cento município adianta que a Câmara de vários investimentos em uni-
o concelho que mais cresceu. De Entre 2016 e 2017, o “coração” que em 2016 (264.280). Já a tem procurado atrair cada vez dades hoteleiras. «Há grandes
um ano para o outro, o número da Serra da Estrela acolheu Guarda cresceu 2,8 por cento, mais turistas com «iniciativas de grupos a investir em Manteigas
de dormidas passou das 17.208 mais 5.211 turistas e atingiu as passando de 74.990 dormidas qualidade como as Bodas Reais, e não o fazem por acaso, é por-
para 23.804. A Mêda vem a 23.807 dormidas. No período em 2016 para 77.150 no ano a Festa da Castanha, a recriação que perspetivam uma boa ren-
seguir com mais 29,5 por cento em análise, a Covilhã continuou seguinte. Segundo estes dados da Batalha de Trancoso ou o tabilidade dos seus negócios»,
de dormidas (de 16.096 para a ser o município da região com do Turismo de Centro, a maior Festival de Música no Castelo» e sublinha o edil. «Crescemos no
20.850), sendo Manteigas o ter- mais dormidas, apesar de se descida das dormidas em aloja- os resultados deixam-no «muito último ano quase 30 por cento
ceiro concelho com a maior va- verificar uma quebra em relação mento turístico da Comunidade satisfeito». «Mas queremos mui- e não tenho dúvidas nenhumas
Intermunicipal das Beiras e to mais porque Trancoso tem que a abertura do único hotel de
Vila Galé iniciou construção de hotel Serra da Estrela verificou-se em
Seia, que perdeu 22 por cento
potencialidades para continuar
a crescer», considera Amílcar
5 estrelas na Serra da Estrela,
a Casa de São Lourenço, e de
de quatro estrelas em Manteigas depois de ter crescido 30,3 por
cento em 2016 comparativa-
Salvador, que atribui também
«muito mérito» aos empresários
outras unidades, bem como
o arranque da construção do
DR
mente a 2015. e comerciantes da “cidade de hotel do grupo Vila Galé, vai
Para Amílcar Salvador, au- Bandarra” «que sabem receber contribuir para aumentar os
tarca de Trancoso, este cres- muito bem». O município vai fluxos turísticos e fará crescer
cimento deve-se «ao nosso continuar a apostar na pro- economicamente o concelho»,
património histórico e monu- moção turística porque é um acrescenta o edil, que, em 2019,
mental, bem como aos eventos setor «muito importante para a ambiciona chegar às 40 mil
temáticos que organizamos ao criação de riqueza» no concelho. dormidas.
Dormidas em Alojamento Turístico
Beiras e Serra da Estrela
2013 2014 Var% 2015 Var% 2016 Var% 2017 Var%
Almeida 15 379 16 516 7,39 16 794 1,68 18 379 9,44 19 847 7,99
Belmonte 14 297 16 587 16,02 17 039 2,73 21 902 28,54 23 632 7,90
Celorico da Beira 20 105 17 335 -13,78 15 910 -8,22 19 744 24,10 18 414 -6,74
Covilhã 196 463 205 246 4,47 212 052 3,32 264 280 24,63 254 109 -3,85
Figueira de Castelo Rodrigo 6 477 9 759 50,67 11 956 22,51 8 514 -28,79 9 832 15,48
Fornos de Algodres 20 169 18 868 -6,45 27 889 47,81 20 841 -25,27 24 192 16,08
Fundão 67 151 63 121 -6,00 70 889 12,31 84 676 19,45 97 127 14,70
O grupo Vila Galé já iniciou os trabalhos de terraplanagem Gouveia 15 160 11 616 -23,38 12 374 6,53 12 680 2,47 11 750 -7,33
com vista à construção do seu hotel de quatro estrelas no sopé Guarda 56 074 65 844 17,42 72 895 10,71 74 990 2,87 77 150 2,88
do Vale Glaciar do Zêzere. Manteigas 19 021 17 769 -6,58 14 548 -18,13 18 596 27,83 23 807 28,02
O empreendimento vai surgir junto ao viveiro das trutas Mêda 5 391 5 045 -6,42 7 655 51,73 16 096 110,27 20 850 29,54
e terá 81 quartos, um spa com piscina exterior aquecida, um Pinhel … … … 2 648 … 1 727 -34,78 1 865 7,99
restaurante, lobby bar, salão de eventos e estacionamento. O Sabugal … 2 395 … 11 050 361,38 20 158 82,43 17 702 -12,18
edifício terá oito pisos, construídos em socalcos. O investimento Seia 48 081 62 650 30,30 64 049 2,23 83 486 30,35 65 087 -22,04
previsto ronda os 6 milhões de euros e permitirá criar 40 postos Trancoso … … … 14 843 … 17 208 15,93 23 804 38,33
de trabalho. O Vila Galé Serra da Estrela será o primeiro hotel de Total CIM Beiras
montanha do grupo. 491 488 529 800 7,80 575 445 8,62 683 277 18,74 689 168 0,86
e Serra Estrela
Fonte: INE 2018
6• • Quinta-feira • 22 de novembro de 2018

Associação de Jogos
S Tradicionais associa-se
Sociedade à “EPHEMERA”
Ana Eugénia Inácio
AEI

Guarda A Associação de Jogos


Autarcas do PSD Tradicionais da Guarda
em formação é a nova aliada do
projeto de José Pacheco
na Academia do Pereira “EPHEMERA”,
Poder Local o arquivo e biblioteca
Entre sexta-feira e do- pessoal do político e
mingo a Guarda é palco da historiador.
quinta edição da Academia
do Poder Local dos Autarcas Com esta aliança, a AJTG
Social-Democratas (ASD). passa a funcionar como uma
Setenta formandos, entre «correia de transmissão» ao ser
autarcas e potenciais autar- ponto de recolha no distrito de
cas, participam num encon- documentos e materiais que aju-
tro que vai abordar assuntos dem a compreender o passado, a
como os novos desafios da vida cultural social e política da
democracia, desenvolvimen- região e do país.
to sustentável, emprego e ino- «Esperamos que venha a
José Pacheco Pereira apresentou o “EPHEMERA” na BMEL
vação, finanças locais e como resultar», disse o presidente
se faz um líder, entre outros. da AJTG aos jornalistas no final autocolantes, objetos históricos cerca de 150 voluntários e os vou «milhares de documentos», o
O presidente do PSD Rui Rio da apresentação do projeto, na e culturais, manuscritos, maque- interessados em ajudar devem historiador e comentador procura
participa na sessão de encer- quinta-feira na Biblioteca Munici- tas, desenhos, faixas, uniformes, contactar os pontos de recolha. ainda mais. Relativamente ao
ramento (domingo, 12h45) e pal Eduardo Lourenço (BMEL), na publicidade, tudo é aceite e devi- Declinando comparações, Pache- distrito da Guarda, diz já ter «al-
o secretário-geral José Silvano Guarda. Norberto Gonçalves lança damente tratado na “EPHEMERA”. co Pereira considera que este ar- gumas coisas», sendo que as mais
na abertura (sexta-feira, 19 agora o desafio aos habitantes do Pelo país existem já dez pontos de quivo tem, no entanto, «algumas antigas remetem para o período
horas). Entre os oradores distrito para que cedam material recolha, que a qualquer momento vantagens», pois os documentos de 1974. «Nalguns casos fomos
desta edição estão José Ribei- que tenham em casa, lembrando podem aumentar, pois o objetivo ou objetos são tratados «com nós que recolhemos, noutros
ro e Castro (ex-presidente do que «aquilo que não serve para é «cobrir a maior parte de Por- maior rapidez» e por isso também foram as pessoas que nos man-
CDS-PP), Manuela Ferreira nós pode servir para a “EPHEME- tugal», adiantou o responsável. não demoram tanto tempo a ser daram», revela, adiantando que o
Leite (ex-presidente do PSD), RA”». Com sede na vila de Marme- Qualquer ponto de recolha vive divulgados. «E depois o nosso objetivo desta iniciativa é sempre
Silva Peneda (ex-presidente leira (Rio Maior) o “EPHEMERA” de voluntários e «a ideia é impe- olhar sobre as coisas não é igual «chegar a todos os sítios». Foi já
do Conselho Económico e tem como objetivo divulgar os es- dirmos em cada sítio que as coisas ao dos arquivos tradicionais. constituída uma associação cultural
Social) e os autarcas Hélder de pólios, acervos, livros, periódicos, vão para o lixo», adiantou Pacheco Guardamos coisas que os arqui- sem fins lucrativos, denominada
Sousa e Silva (edil de Mafra), manuscritos, panfletos, fotogra- Pereira, segundo o qual há «uma vos tradicionais não guardam», Associação Cultural EPHEMERA,
Isaura Morais (presidente da fias e objetos que pertencem ao destruição maciça de centenas de acrescenta o responsável. De res- com o objetivo de criar uma base
Câmara de Rio Maior) e Aires arquivo pessoal de José Pacheco milhares de objetos, panfletos e li- to, o trabalho desenvolvido pelo institucional ao trabalho desenvol-
Pereira (Câmara de Póvoa de Pereira e colocá-los acessíveis a vros», que, através deste «arquivo “EPHEMERA” nas campanhas vido. Atualmente, o “EPHEMERA”
Varzim). A Academia do Poder todos os interessados. No entan- informal», pode ser evitada. Para para as autárquicas é um exemplo possui cerca de 23 mil pastas on-
Local é organizada pelos ASD, to, este arquivo tem crescido e já que nada se perca, o historiador do tipo de trabalho diferenciador: line, com centenas de milhares de
em colaboração com o PSD, não é apenas um projeto pessoal: acrescenta ainda que «não vale a «Recolhemos todo o material documentos, sendo que «todos os
e realiza-se numa unidade «Hoje recolhemos tudo», afirmou pena serem as próprias pessoas existente, até fotografámos “ou- dias são publicadas várias páginas,
hoteleira da Guarda. o mentor da iniciativa. fazer a seleção», essa tarefa será tdoors”, é uma tarefa gigantesca», que estão sempre disponíveis para
Livros, panfletos, fotogra- dos colaboradores do projeto. assume Pacheco Pereira. receberem novas publicações»,
fias, cartazes, emblemas, “pins”, O “EPHEMERA” já envolve Com a certeza de que já sal- garantiu Pacheco Pereira.
Covilhã
Educação e Vaticano
cultura nos
“Colóquios da Guarda ofereceu cobertor de papa ao Papa Francisco
DR
Uma comitiva do município da Guarda”. A entrega da meda-
Neve” da Guarda foi recebida no passa- lha teve lugar na Embaixada de
A Covilhã acolhe os “Co-
do dia 14, em audiência geral, Portugal na Santa Sé.
lóquios da Neve” entre sexta-
pelo Papa Francisco, em Roma. Além do presidente do
feira e domingo para debater
Na ocasião o presidente da município, a comitiva foi com-
a temática “O Educador no
Câmara, Álvaro Amaro, ofereceu posta por Eduardo Brito, vere-
séc. XXI”.
ao papa um cobertor de papa da ador do PS; pela presidente da
Coorganizado pela au-
Guarda, elaborado pela Escola Assembleia Municipal, Cidália
tarquia, Centro de Formação
de Artes e Ofícios de Maçainhas. Valbom; pelos presidentes
da Associação de Escolas da
Durante a tarde, o edil entregou das Juntas de Maçainhas e São
Beira Interior (CFAEBI) e UBI,
a Medalha de Honra do Muni- Pedro do Jarmelo, respetiva-
o encontro decorre nas insta-
cípio ao cardeal José Saraiva mente Érico Pissarra Gomes e
lações do Parkurbis e conta
Martins, natural de Gagos – Jar- António Santos; por Santos Sil-
com a participação de orado-
melo, localidade do concelho va, diretor da Escola de Artes
res de reconhecido mérito a
da Guarda. A atribuição desta e Ofícios de Maçainhas; e pelo
nível regional e nacional em
distinção outorga ao agraciado diretor do jornal “A Guarda”,
temas de educação e cultura.
o título de “Cidadão Honorário Francisco Barbeira.
Quinta-feira • 22 de novembro de 2018 • •7

Guarda Mêda
Poluição na Quinta da Pocariça Município organiza Encontro Nacional
de Enólogos
no Ministério Público DR
A Nave de Exposições do
mercado municipal da Mêda
genos. O programa contempla
uma mostra de vinhos brancos
vai ser palco, ao longo do fim de de Mêda, Douro e Beira Interior,
semana, de um Encontro Nacio- mas haverá também animação
nal de Enólogos promovido pela musical, exposição de produtos
autarquia. regionais e colóquios. Segundo
«Este é o primeiro encontro a autarquia na atividade vão es-
de enólogos que organizamos tar presentes vários jornalistas
e é do nosso interesse trazer especializados e entre 40 a 50
enólogos e especialistas, porque enólogos de todo o país.
somos uma região que produz A abertura oficial do evento
vinhos de excelência», afirma está marcada para as 15 horas
o autarca medense. Anselmo de sábado e contará com a pre-
Sousa adianta que o principal sença do secretário de Estado
destaque da iniciativa vai para da Agricultura e Alimentação,
os vinhos brancos, «que são Luís Vieira. Para as 17 horas
quase únicos no país». Na sua está previsto um debate subor-
opinião, esta atividade é «uma dinado ao tema “O Papel das
forma de divulgar os nossos pro- novas Tecnologias na Produção
Na última semana, a poluição conservadas, acondicionadas e pediu para não ser identificado. dutos», não apenas os néctares, de Vinhos”, no auditório da Casa
no ribeiro, um afluente do rio transportadas para o laboratório O guardense alerta que numa como outros produtos endó- Municipal da Cultura de Mêda.
Noéme, que passa na Quinta da acreditado, para realização de zona contígua há um lameiro
Pocariça, na Guarda, foi «constan- análises». A PSP adianta, em co- onde pastam «vários animais, que
te e diária», refere um morador a municado, que o auto de notícia estão a ser contaminados haven- Seia
O INTERIOR. seguiu para o Ministério Público do do desde há muito tempo morte CISE com dia aberto no sábado
A situação foi de tal ordem Tribunal da Guarda. A O INTERIOR, de animais (maioritariamente
O CISE - Centro de Inter- da cidade. Esta atividade está
que a PSP elaborou um auto de o morador do lugar atribui «pos- ovinos), que possivelmente es-
pretação da Serra da Estrela, limitada a 15 participantes e ca-
notícia por um crime de poluição sivelmente» a causa da poluição tará associado à poluição deste
em Seia, está de portas abertas rece de inscrição prévia. À tarde
verificado nos coletores públicos a empresas sediadas no parque ribeiro». O morador considera
no sábado. serão entregues os prémios do
de águas pluviais do parque industrial. «Na semana passada foi tratar-se de um «atentado am-
Estão previstas visitas XVº Concurso de Fotografia de
industrial da cidade. Segundo o constante e diária a presença de biental feito debaixo do nariz de
guiadas às salas de exposições Ambiente do CISE – Património
Comando Distrital, a Brigada de enormes quantidades de espuma, todas as entidades responsáveis
(10h30, 14h30 e 16 horas), que Ambiental da Serra da Estrela e
Proteção Ambiental foi chamada que se apresenta com cheiro carac- e autoridades, que parecem não
proporcionam um percurso terá lugar a conversa fotográfica
ao local no passado dia 14 e os terístico de produtos químicos e estarem interessadas em ver o
virtual ao património natural “Eu + Foto + Natureza”, com a
agentes fizeram a colheita de se espalha pela zona envolvente», que se passa». A situação repetiu-
e à biodiversidade da Serra participação do fotógrafo Pe-
amostras de água, «as quais foram testemunhou o residente, que se na última segunda-feira.
da Estrela. Pelas 10h30 terá dro Martins. Criado em 2000
também início a visita guiada pelo município de Seia, o CISE
Celorico da Beira ao parque que rodeia o CISE e funciona na quinta do Carvalhal

Águas do Vale do Tejo investe um milhão


é o principal espaço arborizado desde março de 2007.

Ambiente
de euros no saneamento Resiestrela vai às escolas promover
O município de Celorico da
Beira anunciou que a Águas do
e ambientais», refere a autarquia
em comunicado, adiantando que
de Azares com a ligação da rede
de saneamento local à ETAR exis-
a recolha seletiva de resíduos DR

Vale do Tejo vai investir cerca de estas obras vão resolver pro- tente», acrescenta o município A Resiestrela, empresa mul-
um milhão de euros na constru- blemas no saneamento da vila presidido pelo social-democrata timunicipal de recolha seletiva
ção de ETAR’s no concelho. sede do concelho. Nesse sentido, Carlos Ascensão. A Águas do Vale de resíduos na região, está a
«Este investimento chega fi- está prevista a ligação à ETAR de do Tejo vai também construir a levar planetários itinerantes às
nalmente para dar resposta a uma Celorico da Beira das fossas da va- ETAR da zona industrial. A autar- escolas sede de Celorico da Beira,
situação de grave carência que se riante, do Bairro dos Alemães e da quia estima que o início das obras Figueira de Castelo Rodrigo, For-
arrastou ao longo da última dé- rotunda da EN 16. «Será também aconteça no primeiro trimestre nos de Algodres, Mêda e Trancoso
cada, com consequências sociais anulada a fossa existente em Vale de 2019. em ações de educação ambiental.
A iniciativa intitula-se “A nos-
sa casa é um planeta” e conta com
Guarda o apoio do POSEUR – Programa

Azeite é tema de projeto de dinamização Operacional Sustentabilidade e


Eficiência no Uso de Recursos. O
objetivo é «educar, sensibilizar e
do Vale da Teixeira promover, em toda a comunidade
escolar, uma maior informação
municípios», refere a empresa
em comunicado. As temáticas
Promover o azeite promovi- professora do IPG que faz parte do azeite: o sagrado e profano”. sobre as vantagens de adotar de redução, reutilização e reci-
do nas freguesias de Benespera, da organização. A iniciativa Na semana seguinte haverá comportamentos ambientalmen- clagem são abordadas em três
João Antão e Ramela, no con- começou esta quarta-feira com diversas iniciativas em João te corretos de valorização dos filmes projetados em 360º,
celho da Guarda, é o objetivo do alunos de uma escola da Guarda Antão relacionadas com a con- resíduos urbanos para melhorar sendo que os alunos têm o apoio
projeto “Sabores e Tradições do que assistiram à apanha da feção do pão tradicional e nos o desempenho ambiental dos de um monitor.
Vale da Teixeira”, apresentado azeitona na Ramela. Para 8 de dias 13 e 20 de janeiro o projeto
esta semana no IPG. dezembro, também naquela lo- regressa à Ramela para uma
Trata-se de uma ação comu- calidade, está programada uma tradicional lagarada. “Sabores e Figueira de Castelo Rodrigo
nitária de base territorial que
inclui a realização de atividades
ação do IIº Encontro Fotografia
sem Fronteiras: Imagem e Ter-
Tradições do Vale da Teixeira” é
promovido pelo IPG, município
Festival do Borrego da Marofa chega ao fim
Está a decorrer até sábado iniciativa pretende divulgar o
até 20 de janeiro para dinamizar ritório, do Centro de Estudos da Guarda, Juntas de Freguesia
o 5º Festival do Borrego da Ma- borrego típico da Serra da Ma-
o território abrangido e divul- Ibéricos, enquanto nos dias 5 e de Benespera, João Antão e
rofa, que inclui uma quinzena rofa e dinamizar a economia
gar as suas potencialidades. 6 de janeiro realiza-se na Benes- Ramela, Centro Cultural, Social
gastronómica nos restaurantes local. Do programa destaca-se,
«O olivoturismo poderá ser pera uma mostra e feira de produ- e Desportivo da Ramela, Asso-
aderentes, um jantar, animação no este sábado, um jantar que
uma oportunidade e um dos tos regionais, uma exposição ciação Cultural e Recreativa e a
e feira de produtos regionais. será servido no Pavilhão dos
fatores de diferenciação deste fotográfica e uma mesa redonda Associação para o Desenvolvi-
Segundo a autarquia, a Desportos da vila.
território», disse Ana Lopes, sobre “As utilizações ancestrais mento Integrado da Benespera.
8• • Quinta-feira • 22 de novembro de 2018

Livros de Mário Soares doados


à biblioteca de Belmonte
Filhos do antigo Presidente da República justificaram entrega com o facto da vila ter sido «sempre
um lugar de tolerância e liberdade»
DR
A biblioteca municipal de ógrafo compulsivo», declarou o
Belmonte foi uma das institui- antigo presidente da Câmara de
ções escolhidas pelos filhos de Lisboa, que ofereceu uma edição
Mário Soares para receber vários de “Os Lusíadas” adquirida na Li-
livros do histórico Presidente da vraria Lello ao prefeito de Colati-
República. João e Isabel Soares na na condição deste ficar a saber
oficializaram a doação no sábado alguns cantos. Para o presidente
numa cerimónia realizada nos da Câmara de Belmonte, esta doa-
Paços do Concelho. ção tem «um grande significado»,
São biografias, romances, pois foram escolhidas bibliotecas
obras sobre história e política, dos municípios de que Mário So-
bem como livros que o fundador ares «gostava e onde tinha sido
do PS escreveu, nomeadamente bem tratado». António Dias Rocha
uma edição portuguesa de “Por- mostrou-se ainda entusiasmado
tugal Amordaçado”, publicada por poder ler livros que Mário
no regresso do exílio e com uma Soares «folheou, leu e anotou».
dedicatória a um leitor. «São livros Na mesma sessão foi assinado
dele e sobre ele, que são apenas o protocolo de intenções com vista
um aperitivo, pois outros mais à geminação entre Belmonte e o
virão se agradarem à diretora da município brasileiro de Colatina, do
João Soares prometeu entregar mais livros de e sobre o pai
biblioteca. Trouxe também alguns Estado de Espírito Santo, que esteve
livros sobre a minha mãe, que é buição do nome do pai a uma rua E atualmente tem sabido valorizar soal da família, que se vai manter representado pelo seu prefeito,
sempre esquecida», declarou João da vila. «Foi uma decisão que nos muito bem esse papel que teve «intocável, una e indivisível», para Sérgio Meneguelli. Será a oitava
Soares. O antigo ministro da Cultura tocou muito, mas além disso sou muitíssimo importante na História ser disponibilizada ao público. «É geminação da vila, que já é “irmã”
justificou a escolha de Belmonte um fã de Belmonte porque, com a de Portugal», afirmou. uma biblioteca muito importante de três localidades brasileiras, uma
para esta «oferta muito modesta» sua comunidade judaica, foi sempre João Soares esclareceu que pelo conjunto de obras que tem francesa, uma portuguesa, uma
como reconhecimento pela atri- um lugar de tolerância e liberdade. não são obras da biblioteca pes- porque o meu pai foi um bibli- espanhola e outra israelita.

PUB PUB

A EPAL/ AdVT – Águas do Vale do Tejo, pretende recrutar candidatos para integrar a Direção de A EPAL/ AdVT – Águas do Vale do Tejo, pretende recrutar Técnicos Operativos, para integrar a Direção de
Operações de Abastecimento de Água, visando o reforço das equipas da Beira Baixa e Beira Alta. Operações de Abastecimento de Água, visando o reforço da equipa de operadores de abastecimento e saneamento.
(M/F) (M/F)
Formação Académica: Formação Académica:
• Licenciatura em Engenharia do Ambiente ou área similar • 12º Ano

Conhecimentos específicos: Experiência Profissional:


• Cálculo e avaliação de indicadores e gestão de EMM • Preferencialmente com experiência na área de conhecimentos dos procedimentos de operação e noções sobre
• Procedimentos de operação e noções sobre funcionamento dos equipamentos funcionamento dos equipamentos.
• Conhecimentos das regras de Higiene, Segurança e Saúde no Trabalho Conhecimentos específicos:
• Informática na ótica do utilizador • Regras de Higiene, Segurança e Saúde no trabalho
• Inglês • Informática na ótica do utilizador
Principais atividades e responsabilidades: Principais atividades e responsabilidades:
• Desenvolver atividades de planeamento, gestão e controlo processual dos sistemas de abastecimento • Efetuar, de acordo com os procedimentos estabelecidos, a operação das infraestruturas de abastecimento
e de saneamento. de água e de saneamento de águas residuais;
• Analisar os resultados analíticos de forma a efetuar a correta e eficiente operação do processo de tratamento. • Controlar e vigiar os equipamentos e as instalações operacionais de sua responsabilidade;
• Apoiar na recolha, compilação e análise da informação acerca da atividade, contribuindo para a emissão • Efetuar recolha de amostras e realizar análises expeditas a alguns parâmetros necessários ao controlo
de pareceres e elaboração de relatórios técnicos, periódicos e/ou ocasionais. do processo de tratamento e adução;
• Apoiar na elaboração do orçamento da atividade de operação e acompanhar a sua execução, com elaboração • Verificar o estado de funcionamento e conservação das infraestruturas;
periódica de relatórios. • Reportar e registar dados em plataforma NAVIA, de acordo com os procedimentos e diretrizes estabelecidas e
• Utilização / gestão da ferramenta de gestão operacional – NAVIA. alertar para quaisquer anomalias, que venha a detetar, no funcionamento dos equipamentos e/ou infraestruturas;
• Acompanhar e otimizar a telegestão. • Apoiar as atividades de manutenção e melhoria das instalações e equipamentos que estejam no âmbito
das suas competências técnico-legais;
Características pessoais:
• Capacidade de trabalho em equipa Características pessoais:
• Capacidade de liderança e gestão de equipas • Espirito de trabalho em equipa
• Capacidade de organização e planeamento de tarefas • Capacidade de organização e planeamento de tarefas
• Sentido de responsabilidade e capacidade crítica • Sentido de responsabilidade e capacidade crítica
• Capacidade de comunicação • Boa capacidade de comunicação oral
Outros requisitos: Outros requisitos:
• Disponibilidade imediata • Carta de Condução - Categoria B
• Carta de Condução - Categoria B • Disponibilidade para trabalhar em horário por turnos
Local de Trabalho: Local de Trabalho:
• Castelo Branco • Guarda – Centro Operacional Oeste
• Guarda Centro Operacional Centro Oeste
Oferece: Oferece:
• Formação inicial e contínua • Formação inicial e contínua
• Apoio ao desenvolvimento da carreira profissional • Apoio ao desenvolvimento da carreira profissional
• Outras regalias em vigor na empresa • Outras regalias em vigor na empresa
Os candidatos interessados, deverão enviar o seu Curriculum Vitae por e-mail, até 5 (cinco) dias após a publicação Os candidatos interessados, deverão enviar o seu Curriculum Vitae por e-mail, até 5 (cinco) dias após a publicação
deste anúncio, para o seguinte endereço eletrónico: candidaturas.epal@adp.pt deste anúncio, para o seguinte endereço eletrónico: candidaturas.epal@adp.pt
O Interior, nº 985 de 22/11/2018 O Interior, nº 985 de 22/11/2018
Quinta-feira • 22 de novembro de 2018 • •9

PUB

GUARDA

DE QUINTA 22 NOVEMBRO A DOMINGO 9 DEZEMBRO**

ERDÍVEIS
IMP PREÇO
D ÍV EL
PER
OS IM QUANTIDADE DLIAMDIETSA*DA
NI
A 2 70 U

529 €
Display e
controlo remoto

SALAMANDRA A PELLETS
Potência: 6 Kw | Rendimento: 90%
Dimensão: 71,8x43x48 cm
Ø Saída de fumos: 80 mm
Peso: 65 Kg | Itm: 61707970

*Quantidade nacional repartida por todo o território das lojas Bricomarché participantes. **Campanha válida para todos os artigos à venda, não acumulável com outras campanhas em
vigor e artigos não passíveis de venda abaixo do preço de custo, devidamente identificados na loja. Consulte na contracapa os estabelecimentos aderentes à campanha.

QUANTO MAIS COMPRA POR CADA 50 €

MAIS GANHA
EM COMPRAS
OFERTA 10€
EM VALE(1)

POR CADA POR CADA POR CADA


100 €
500 €
1000€
EM COMPRAS EM COMPRAS EM COMPRAS

OFERTA OFERTA OFERTA


SÁBADO 20 €
100 €
200€
NOV (1)
EM VALE (1)
EM VALE (1)

Ação válida para todos os artigos à venda, excepto


artigos desta campanha e outros folhetos em vigor, bem como
EM VALE (1)

artigos não passíveis de venda abaixo do preço de custo e


artigos devidamente identificados nas lojas aderentes a esta
ação. O vale de desconto deve ser utilizado na loja onde foi
atribuído, em compras de valor igual ou superior ao valor do
vale. Consulte o regulamento nas lojas aderentes. Consulte
na contracapa os estabelecimentos aderentes à campanha.
10 • • Quinta-feira • 22 de novembro de 2018

Agroalimentar da região em
destaque na Feira EcoRaia
Certame realiza-se em Salamanca no fim de semana com 85 expositores da Beira Interior e daquela província espanhola
LM
Luis Martins setor agrícola e rural, especial-
mente porque a nossa região é
riquíssima em recursos endóge-
Este fim de semana todos os nos». Dias Rocha disse acreditar
caminhos vão dar a Salamanca que esta edição vai «ultrapassar
para a oitava edição da EcoRaia, os 30 mil visitantes».
que decorre no recinto de feiras Para Chabel de La Torre, vi-
daquela cidade espanhola. O ce-presidente da Diputación de
certame conta com a participa- Salamanca, a EcoRaia é uma fei-
ção de 85 expositores do setor ra transfronteiriça «muito com-
agroalimentar dos dois lados pleta» ficada no agroalimentar
da fronteira. e no turismo, «os dois grandes
Estarão presentes produ- setores» do território abrangi-
tores e comercializadores de do. A organização justificou a
vinhos e licores, lacticínios e de- repetição da feira em Salamanca
rivados, azeites, enchidos, frutos por ser a maior cidade desta
secos, farinhas e derivados, mel zona transfronteiriça: «Quando
e doçaria, além de artesanato fazíamos em Portugal os resul-
típico da região. Organizada tados de visitantes eram mais
Organização espera ultrapassar os 30 mil visitantes
pela Associação de Municípios fracos. Mas por cá realiza-se
da Cova da Beira (AMCB) e pela tores portugueses e espanhóis do evento é «fomentar a com- de Salamanca. «Os produtores no Verão como festival de rua»,
Diputación de Salamanca, a feira deste setor muito importante nas petitividade, a sustentabilidade presentes acabam por despertar esclareceu Dias Rocha. Com um
inclui também concertos, pro- nossas regiões», disse António e a cooperação territorial» e o interesse ao consumidor pelas custo entre 120 e 150 mil euros,
vas e degustações de produtos, Dias Rocha, presidente da AMCB, que tem contribuído para o regiões de origem», exempli- o certame tem entrada gratuita
oficinas temáticas e sessões de na apresentação da EcoRaia em desenvolvimento da economia ficou o presidente da AMCB, e insere-se no projeto BIN-SAL
“showcooking”, bem como ativi- Vilar Formoso, na sexta-feira. regional e do setor agroalimen- para quem «é muito importante EMPREENDE que foi aprovado
dades para os mais novos. «É um O também autarca de Bel- tar, mas também do turismo na apostar cada vez mais no cresci- pelo Programa Operacional
evento que já fideliza os produ- monte lembrou que o objetivo Beira Interior e na Província mento da produção regional no Interreg V-A Espanha-Portugal.

PUB
Aguiar da Beira

Míscaro é cartaz turístico


no fim de semana
Um passeio micológico, exposi-
DR

ções, concursos, provas gastronómicas,


workshops e sessões de “livecooking” são
algumas das atividades programadas no
VIº Certame Gastronómico do Míscaro,
que acontece este fim de semana em
Aguiar da Beira.
Organizada pelo município local, a
atividade destina-se a promover esta
iguaria de excelência e a gastronomia
local, «bem como valorizar/incentivar
a utilização dos produtos endógenos na
restauração concelhia e na arte da culi-
nária», adianta a autarquia em comuni-
cado. Para Joaquim Bonifácio, o objetivo
é «apoiar a economia familiar, promover O primeiro dia inclui ainda um concurso
um recurso endógeno do concelho muito gastronómico e termina com a atuação
valorizado e atrair visitantes a Aguiar do grupo Sons do Minho. No domingo há
da Beira, o que tem sido conseguido nos um passeio micológico, no final do qual
anos anteriores». O certame realiza-se serão expostos os exemplares recolhidos
no pavilhão gimnodesportivo da vila e pelos participantes. À tarde decorre o
será complementado com um espaço IIª Festival de Folclore do Míscaro e um
gastronómico e um mercadinho agrícola tradicional magusto comunitário. A jor-
reservador aos produtos locais, como o nada começa com o “Trail do Míscaro”
queijo, enchidos, mel, doçaria e artesa- que duas corridas trail running de 30 e
nato, além dos cogumelos silvestres e 15 quilómetros pelos trilhos de Aguiar da
das castanhas. Beira e uma caminhada (8 quilómetros).
Tudo começa pelas 10 horas de sá- Estão inscritos 400 participantes,
bado, dia em que decorre o 4º Encontro sendo que este ano a organização deci-
Nacional de Formadores e Técnicos de diu contribuir para a reflorestação de
Micologia, que vai reunir especialistas um terreno baldio desertificado com a
portugueses na área da micologia. A plantação de 400 árvores autóctones. A
sessão é promovida pelo Gabinete de prova é organizada pelo jornal “+Aguiar
Micologia da Câmara de Aguiar da Beira. da Beira”, em parceria com autarquia.
Quinta-feira • 22 de novembro de 2018 • • 11

Património Belmonte

Aldeias Empresa de casas pré fabricadas investe


Históricas um milhão de euros
são destino O executivo de Belmonte aprovou,
por unanimidade, a cedência do último
lote de terreno do parque empresarial a
semana passada. O autarca reiterou que
este novo investimento vem confirmar a
necessidade de uma nova área empresa-
tipo de empresas», declarou Dias Rocha,
acrescentando que este «grave proble-
ma» não é exclusivo do seu município.
“Biosphere uma empresa de construção e montagem
de casas pré fabricadas.
rial no concelho. «Já estamos a analisar o
assunto com a Comissão de Coordenação
«Os nossos jovens devem e têm de acre-
ditar nas potencialidades das suas terras.

Destination” e A Star Modeltur tenciona investir


um milhão de euros numa nova uni-
da Região Centro e acredito que vamos
ter apoio para este projeto», disse o edil,
Se saírem, não teremos mão de obra para
viabilizar eventuais investimentos que

vão estar mais


dade que vai criar 55 novos postos de que receia ter outra preocupação mais possam surgir porque os autarcas da re-
trabalho, adiantou António Dias Rocha premente. «Não sei se teremos mão de gião estão a fazer o que podem para atrair
no final da última sessão de Câmara, na obra suficiente em Belmonte para este novas empresas», afirmou Dias Rocha.
acessíveis DR PUB

A rede de Aldeias Históricas de Por-


tugal garantiu um investimento de cerca
de um milhão de euros para serem mais
acessíveis. O contrato com o Turismo de
Portugal foi assinado na quinta-feira, em
Idanha-a-Velha, e garante um financiamen-
to de 957 mil euros ao abrigo da Linha de
Apoio ao Turismo Acessível, no âmbito do
Programa Valorizar.
O objetivo é permitir desenvolver
«condições de acessibilidade física e comu-
nicacional» nas doze Aldeias Históricas e
realizar ações de formação e sensibilização
junto dos vários públicos-alvo. Também
serão criados percursos de visitação aces-
sível e elaborado o Plano de Promoção
do Turismo Acessível nestas aldeias, que
integra um diagnóstico das necessidades
de acessibilidade em 45 edifícios/monu-
mentos e posteriores correções que sejam
sinalizadas. O projeto contempla igualmen-
te vídeos legendados em língua gestual no
site das Aldeias Históricas e uma “app” com
informações sobre restaurantes ou aloja-
mentos, também com a opção de língua
gestual e sinais internacionais. Já a sinalé-
tica nas aldeias estará em braille, acessível
a invisuais, ou com “QR code”, código digital
que remete para conteúdos na “app” com
audiodescrição ou língua gestual.
Em Idanha-a-Velha, onde decorreu
uma cimeira do turismo alternativo, as
Aldeias Históricas tornaram-se o primei-
ro destino em rede, a nível mundial – e
o primeiro destino nacional – a receber
o certificado “Biosphere Destination”. A
distinção da GSTC – Global Sustainable
Tourism Council premiou «a estratégia
de defesa da preservação do território, da
natureza e das tradições e costumes das
gentes locais», destaca a associação sediada
em Belmonte. Para António Robalo, presi-
dente da direção das Aldeias Históricas de
Portugal, «a sustentabilidade é o caminho
para preservar o património e as tradições
das aldeias, que somos todos nós».
12 • • Quinta-feira • 22 de novembro de 2018

Beira Interior – Vinhos & Sabores


superou expetativas
Vinhos Marquês d’Almeida Grande Reserva 2016 e Pinhel Celebração 65º Reserva 2015 foram os grandes
vencedores do concurso realizado na feira
LM
Luis Martins positiva do que a Beira Interior
tem para oferecer», considerou
o autarca pinhelense. O diretor
Mais expositores e mais visi- técnico da Comissão Vitivinícola
tantes, assim foi a quarta edição Regional da Beira Interior (CVR-
do Beira Interior – Vinhos & BI) concorda e sublinha que a
Sabores, que decorreu no fim feira foi «um grande sucesso a
de semana em Pinhel. «O evento nível de visibilidade que demos
ultrapassou as nossas expetativas à nossa região». Para Rodolfo
e os participantes e visitantes Queirós, «toda a dinâmica, “gla-
ficaram agradados com o espaço mour” e atividades paralelas,
e o ambiente», adiantou Rui Ven- como as provas comentadas,
tura, presidente da autarquia, a O o “showcooking” e a gala do
INTERIOR. XIVº Concurso Internacional de
Vinte e oito produtores desta Vinhos da Associação Vinduero/
região vitivinícola estiveram pre- Vindouro deram um extraordiná-
sentes com 150 vinhos, que foram rio contributo para este evento,
avaliados em provas cegas por que já é uma referência regional,
28 produtores da região estiveram em Pinhel com 150 vinhos
um painel de jornalistas e críticos nacional e ibérica».
que atribuiu o Grande Prémio Quinta do Cardo Vinha Lomedo dos Termos Alfrocheiro Reserva Vinduero/ Vindouro, que reuniu Organizada pelo município
do concurso ao branco Marquês Síria 2015, Adega 23 Primeira Co- 2015, Almeida Garrett Reserva 160 produtores de Portugal e de Pinhel e pela CVRBI, o Beira
d’Almeida Grande Reserva 2016 lheita 2017, Entre Vinhas Reserva 2015, Rui Roboredo Madeira Espanha. «Foi o momento mais Interior – Vinhos & Sabores con-
(CARM) e ao tinto Pinhel Cele- 2017, Monte Barbo Malvasia Fina 2015, Quinta da Caldeirinha Ca- marcante desta edição porque tou ainda com uma mostra de
bração 65º Reserva 2015 (Adega 2017, Quinta do Ministro 2017, bernet Sauvignon 2014, Aforista tivemos gente, inclusivamente produtos locais, degustações e
Cooperativa de Pinhel). O júri Almeida Garrett Chardonnay Reserva 2014 e Alpedrinha). das Canárias, que não viria à provas comentadas, um seminá-
premiou mais oito vinhos bran- 2017 e Monte Cascas Síria e Fonte O evento ficou ainda mar- região de outra forma e penso rio e gastronomia regional, num
cos (Beyra Quartz Reserva 2017, Cal 2017) e seis tintos (Quinta cado pela entrega dos Prémios que ficaram com uma ideia total de 32 expositores.

PUB

Produtos Regionais • Colóquios • Workshops • Animação Musical

PROGRAMA
24 NOVEMBRO (SÁBADO) 25 NOVEMBRO (DOMINGO)
14H00 - ABERTURA AO PÚBLICO 12H00 - ABERTURA AO PÚBLICO

15H00 - ABERTURA OFICIAL – COM A PRESENÇA 17H00 – ENCERRAMENTO


DO SECRETÁRIO DE ESTADO DA AGRICULTURA E
ALIMENTAÇÃO, DR. LUÍS MEDEIROS VIEIRA

17H00 - DEBATE – “O PAPEL DAS NOVAS


TECNOLOGIAS NA PRODUÇÃO DE VINHOS”
(AUDITÓRIO DA CASA MUNICIPAL DA CULTURA DE MÊDA)

20H00 - ENCERRAMENTO
Quinta-feira • 22 de novembro de 2018 • • 13

Cinema
Premiados do Cine Eco exibidos Centro Cultural vai
em Lisboa
Os filmes premiados na
edição deste ano do Cine Eco
Eco à capital é da Academia
Portuguesa de Cinema e tem
ser espaço de reflexão
– Festival Internacional de
Cinema da Serra da Estrela,
que decorreu em Seia, em
outubro, vão ser exibidos em
por objetivo divulgar ao públi-
co da Grande Lisboa as longas-
metragens apresentadas nesta
festa do cinema de Seia, entre
sobre a Guarda
Coletividade assinalou o 56º aniversário na presença do antigo ministro
Lisboa entre 26 de novembro as quais a grande vencedora
e 1 de dezembro. da edição deste ano, “Utopia da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes
LM
As sessões decorrem no Revisitada”, de Kurt Langbein», O antigo ministro da Cul-
espaço Collegiate (Rua do lê-se no comunicado divulgado tura, Luís Filipe Castro Mendes,
Conde Redondo, 79), sempre na segunda-feira. As sessões participou no sábado na sessão
às 18h30, de acordo com a Aca- são de entrada livre, mas sujei- comemorativa do 56º aniversário
demia Portuguesa de Cinema. tas a inscrição através do site do Centro Cultural da Guarda, que
«A iniciativa de trazer o Cine www.academiadecinema.pt. decorreu no auditório do Paço da
Cultura.
Teatro O embaixador de carreira
fez o elogio da Guarda «como
ESTE apresenta-se em Cáceres lugar de poesia» e destacou o
DR
dinamismo da instituição e o seu
contributo pela promoção da
cultura num interior que viveu
«uma extraordinária mudança»
nestas últimas décadas. «Houve
desenvolvimento socioeconómi-
co, mas também alterações no
espírito e cultura das pessoas, «A nossa missão é fazer com que a instituição seja cada vez maior»,
que têm hoje mais capacida- disse Albino Bárbara, presidente da direção
de de fazer», disse Luís Filipe a aceitar desafios». Na sua inter- alertou que «sozinhos não vamos
Castro Mendes. A sessão ficou venção, Albino Bárbara sublinhou lá, necessitamos dos apoios das
marcada pelo desafio lançado que, «provavelmente na Beira instituições da terra, da Câmara
por Álvaro Guerreiro, presidente Interior, e não só, não há uma e do Ministério da Cultura». Um
da Assembleia-Geral do Centro associação com a dimensão que apelo ouvido pelo vice-presidente
Cultural, que sugeriu a criação tem neste momento o Centro do município, que garantiu que
de «um espaço de reflexão, de Cultural», que dispõe de grupos a autarquia quer «sedimentar o
A ESTE – Estação Tea- ramento oficial da Mostra. A
tertúlia e debate» sobre a cida- corais e de música popular, de um que se faz bem através das asso-
tral é a companhia por- Extremadura Escena reúne
de, bem como a atribuição de um rancho folclórico e leciona aulas ciações». Carlos Chaves Monteiro
tuguesa convidada da todos os anos mais de duas
prémio para teses de mestrado de música e ballet. O dirigente adiantou que o objetivo é criar
Extremadura Escena – Mostra centenas de programadores,
realizadas no Instituto Politéc- acrescentou «a missão» da atual «novas dinâmicas» porque a
Ibérica de Artes Cénicas, que agentes culturais, empresas e
nico local sobre os fenómenos direção é fazer com que a insti- Guarda alcançou «um patamar
está a decorrer em Cáceres. companhias profissionais de
culturais da Guarda. tuição seja «cada vez maior», mas na Cultura como nenhuma ou-
A companhia fundanense teatro de Espanha, Portugal e
Os reptos foram aceites pelo lembrou que é com «muito sacri- tra cidade no interior» e está a
apresenta esta quinta-feira a América Latina. “BambaVam-
presidente da direção, segundo fício que construímos o seu dia preparar a candidatura a Capital
peça “BambaVambaWamba”, baWamba” tem encenação de
o qual a coletividade «obriga-se a dia». Por isso, Albino Bárbara Europeia da Cultura.
numa versão traduzida para Nuno Pino Custódio e inter-
a língua castelhana, no Gran pretação de Pedro da Silva, Ro-
Teatro de Cáceres, no encer- berto Querido e Tiago Poiares. Guarda Pintura
Calafrio dedica sessão a Ana Hatherly Trabalhos em vitral
Pintura e recebe grupo da Arrifana de Abel Manta
Pedro Chorão expõe na Moagem inspiram exposição
DR

A Moagem, no Fundão, tem Pratique de Hautes Études, O Museu Municipal de Arte


patente a exposição de pintura da Universidade da Sorbonne Moderna Abel Manta, em Gou-
“Desenhos”, de Pedro Chorão. (Paris). Expôs pela primeira veia, tem patente uma exposição
Herdeira de uma mul- vez em 1975, licenciou-se na sobre os trabalhos em vitral
tiplicidade de referências, Escola Superior de Belas Artes feitos com cartões do pintor
a pintura de Pedro Chorão de Lisboa no ano seguinte, natural da “cidade-jardim” e
localiza-se na fronteira entre quando regressou a Paris como patrono da instituição.
abstração e figuração. Filho bolseiro da Fundação Calouste A mostra “Através da Luz”
do arquiteto fundanense Raul Gulbenkian. Desde então tem foi inaugurada no sábado e
Chorão Ramalho, o artista participado em inúmeras ex- resulta do desafio de recriar
nasceu em Coimbra em 1945. posições coletivas e individu- alguns dos desenhos originais
Frequentou o curso de Histó- ais. A exposição tem curadoria que Abel Manta (1888-1982)
ria de Arte e Arqueologia na de Pedro Novo e design de A associação cultural Cala- de diferentes textos de Ana Ha- idealizou para o janelão que
École du Louvre e na École Hugo Landeiro Domingues. frio evoca na terça-feira a pro- therly que colocam desafios à ilumina a escadaria do Instituto
fessora, escritora, realizadora própria leitura, «obrigando-nos Nacional de Estatística e para os
e artista plástica Ana Hartherly a decifrar os percursos labirín- vãos da fachada sul do Mosteiro
Dança (1929-2015). ticos e enigmáticos da escrita dos Jerónimos. As obras foram
Sophia Neuparth a solo no Festival Y A sessão está agendada para para além da transparência das transferidas para o vidro pelo
as 18 horas na sede da coleti- convenções», refere o Calafrio. pintor-artífice Mário Costa, da
“Sopro”, da bailarina e co- se gesto e que a dança poderia ser
vidade, no Rio Diz, na Guarda, No domingo (21 horas), a asso- oficina Ricardo Leone, também
reógrafa Sophia Neuparth, é a a poesia do gesto», escreve Sophia
onde José Neves e Américo Ro- ciação recebe o Grupo de Canta- de Lisboa. “Através da Luz” é
próxima proposta do Festival Y no Neuparth a propósito deste solo
drigues apresentam “A experi- res da Arrifana com o espetáculo organizada pelo Museu Abel
auditório do Teatro das Beiras, na de dança produzido pelo CEM
ência do prodígio”, um trabalho “Pessoas, histórias e memórias”, Manta, Instituto Nacional de
Covilhã. A criação sobe ao palco – Centro em Movimento. O Y -
realizado a convite da edição uma criação coletiva baseada Estatística, Mosteiro da Batalha,
no sábado (21h30). Trata-se de Festival de Artes Performativas
de 2016 do Festival Silêncio, no imaginário daquela aldeia Mosteiro dos Jerónimos e pela
uma criação sobre a descoberta é organizado pela Quarta Parede
realizado em Lisboa. Trata-se de dos arredores da Guarda sob Direção-Geral do Património
de que «o movimento pode fazer- pelo 14º ano consecutivo.
um jogo de leituras a duas vozes orientação de Luciano Amarelo. Cultural.
14 • • Quinta-feira • 22 de novembro de 2018 Publicidade

PUB

Prof. Doutor
PUB
Médico
Diogo Cabrita
Cirurgião geral L. Taborda Barata
tratamento de varizes
e suas complicações, Imunoalergologista
pequenas cirurgias,
hérnias, hidrocelos,
vesícula Litiásica.
Asma e Doenças Alérgicas
Marcações : (Clínica
Cembi) Rua Comendador Campos Melo, nº 29 – 1º Esq, Covilhã;
Tel: 275334876
Telef.: 271213445
Cliniform, Rua Mouzinho da Silveira nº 15 R/C, Guarda;
Protocolo com a Médis Tel: 271211905

Contacte-nos!
Tel: 271212153
Tlm: 964246413

Dr. José João Dra Assunção Vaz Patto J. Alexandre Marques


Garcia Pires Neurologista ORTOPEDISTA
Especialista pelos Hospitais da Universidade de Coimbra Médico Especialista pelo H.U.Coimbra
Consultas de Neurologia

ORTOPEDIA Exames: Electromiografia


e Potenciais Evocados
271 211 368
968 731 860
Consultas: CLIFIG – Clínica Fisiátrica da Guarda
CLIFIG - Rua Pedro Álvares Cabral -
Rua Pedro Álvares Cabral, Edíficio Gulbenkian GUARDA - Rua Batalha Reis, 2B, 1º
Edifício Gulbenkian, s/n
Telef.: 271 231 397 6300-745 Guarda ( Edifício da Farmácia da Sé )

Prof. Celso Pereira ADVOGADOS


Imuno-Alergologia António Ferreira, Paula Camilo
(Doenças Alérgicas) & Associados
Sociedade de Advogados, RL
Ass Graduado HU Coimbra /
Fac Medicina UC Telefone: 271 213 346 • Fax: 271 082 765
e_mails:
Covilhã: Clínica Médica Serra da Estrela antonio.ferreira.adv@gmail.com • paula.m.camilo@gmail.com
Galerias de S. Silvestre - Piso 3 Telf: 960023455
Guarda: Clínica de Fisioterapia da Guarda
Rua Alves Roçadas, nº 27 A, 1º CM2
Av. Rainha D. Amélia, nº 6 - 271238581/96 (ao lado da loja MANGO)
Coimbra: 239802700; 968574777 e 918731560 6300-663 Guarda

Diretor e Editor: Luís Baptista-Martins


Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C • 6300-825 Guarda
António Gil Advogado
Redação: Luis Martins (Chefe de Redacção) e Ana Eugénia Inácio. Tel. / Fax 271 238 344
Conselho Editorial: António Ferreira, Nuno Amaral Jerónimo, Cláudia Quelhas, João Canavilhas, José Carlos Alexandre,
Diogo Cabrita e Maurício Vieira. R. Dr. Lopo de Carvalho, 30-2º • 6300-700 Guarda
Colunistas e Colaboradores: Albino Bárbara, Américo Brito, António Ferreira, António Costa, António Godinho,
Cláudia Quelhas, Cláudia Teixeira, David Santiago, Diogo Cabrita, Fernando Pereira, Frederico Lucas, Hélder Sequeira,
Honorato Robalo, Joaquim Igreja, João Canavilhas, Joaquim Nércio, Jorge Noutel, José Carlos Lopes, José Pires
antonio.gil-5388C@adv.oa.pt
Manso, Júlio Salvador, Marcos Farias Ferreira, Miguel Sousa Tavares e Norberto Gonçalves. Desporto: António
Pacheco, António Silva, Arlindo Marques, Daniel Soares, José Ambrósio, José Luís Costa e Miguel Machado. Cartoon:

Vende-se
Maurício Vieira. Paginação: Jorge Coragem Projeto Gráfico: Maurício Vieira. Departamento Comercial: Joana
Santos Impressão: FIG-Indústrias Gráficas, S.A. • Rua Adriano Lucas – 3020-265 Coimbra • Telefone 239 499 922
• Fax 239 499 981 • e-mail: fig@fig.pt Sede, Redação e Publicidade: Rua da Corredoura, 80 - R/C Dto - C • 6300-
825 Guarda N.I.P.C. – P-504847422. Nº de registo na ERC: 123436 Depósito Legal:146398/00 Tiragem desta
edição: 7.200 exemplares Periodicidade: Semanário Edição Internet: O Interior Propriedade: JORINTERIOR Quinta com Casa, cerca de 12 ha
- Jornal • O Interior, Ldª. Detentores de mais de 10% do capital da empresa: José Luís Carrilho Agostinho de
Almeida e Luís Baptista-Martins.
à beira do rio Mondego, perto das rotundas
Estatuto Editorial: http://www.ointerior.pt/jornal/fichatecnica.asp da A25 e IP2 • Lageosa do Mondego
Guarda - Redacção/Publicidade: 271212153 www.ointerior.pt
publicidade@ointerior.pt Contactos: 966473371 • 271926638

Classificados
Imobiliário Vende-se/Arrenda-se/Diversos Emprego Diversos
Férias. Praia da Oura - Albu- Sta Cruz, Guarda: 5,69 ha - Cul- Senhora desempregada, soz- Explicações Bio/Geo, ensino Banda Mega Star - Grandes Se tem problemas com o divórcio,
feira. T2. A 200 metros da praia. tura - Água - Lameiro - Pastagem. inha, séria e competente, procura personalizado - 1 ou 2 alunos (max). Músicas - João Marques Almeida. nós apoiamos-te. Acolher. Con-
Telef.289367024 Vendo. Tlm. 964278087 trabalho, nem que seja umas horas Prof. com 20 anos de experiência. Tlm. 914889442/919546447 (24h) tacto: 919568551
de limpeza. Tlm. 968339121 Guarda-Gare. T. 914617113
Vende-se Casa c/ terreno, água Arrendamento parcial, Executam-se trabalhos de con- Cavalheiro reformado com
e árvores de fruto. Mizarela. Bons Apartamento Mobilado na Guar- Procuro trabalho como Oferece-se Senhora desem- strução civil, pinturas, aplicação boa situação e casa própria,
acessos. Tlm. 965199646 da-Gare. Tlm.: 968362728 limpezas, passar a ferro, con- pregada cuida de senhora idosa de pladur, azulejos/mosaicos, en- assunto muito sério, procura
domínios, umas horas na res- e trabalhos domésticos. Zona da tre outros. Contacto: 960136446 senhora ate aos 70 anos. Informa
Vende-se Apart. Duplex c/ cobe- Trespassa-se loja de roupa tauração, cuidar de idosos ou Guarda ou Covilhã. Tlm. 911996779 telemóvel 911017067
rtura, 4 quartos, 3 WC, terraço, de criança, no centro da cidade crianças, etc. Contacto móvel: Senhora procura cavalheiro,
garagem, 230m2, acab. de luxo. (Guarda). Tel: 967871449 969497622 Cavalheiro solteiro, reformado, dos 50 aos 50 anos. Assunto Cavalheiro viúvo, com boa
Centro de Viseu. Telm. 910491439 sem filhos, deseja encontrar compa- sério. Tlm.: 965210062 situação, procura senhora até aos
nheira dos 50 aos 55 anos. Escrever 65 anos. Assunto sério e respeito.
para Luís Duarte Rato, Travessa das Informa tlm: 916497810
Moitinhas nº8, 6200-684 Teixoso
Quinta-feira • 22 de novembro de 2018 • • 15

Académica agudiza crise


do Sp. Covilhã
Comandados de Filó voltaram a perder nos minutos finais e continuam no penúltimo lugar da classificação
no pior arranque de época da última década
Filipe Pinto - Foto Académica
A Académica venceu o Sp. defendeu com os punhos um Ficha de Jogo
Covilhã por 1-0 no domingo, em livre batido por Júnior Sena. Árbitro: João Pinto (AF Lisboa)
jogo antecipado da 16ª jornada Na segunda parte, que Árbitros assistentes: Pedro Felisberto
da IIª Liga, e complicou ainda começou 15 minutos depois e Valter Rufo
mais a vida dos serranos na do previsto devido ao nevoeiro E. José Santos Pinto,
classificação. cerrado, as duas formações
Covilhã
O encontro no Santos Pinto apresentaram-se com maior
foi condicionado pelo nevoeiro ritmo e mais pressionantes. Sp. Covilhã.................. 0
intenso, que obrigou a prolon- Logo a abrir, Marinho serviu São Bento, Gilberto, Jaime Simões,
gar o intervalo e a uma inter- Júnior Sena, que introduziu a Rafael Vieira, Henrique Gomes, Caio
rupção no segundo tempo, aos bola na baliza, mas o lance foi Quiroga (Diogo Neto, 78’), Guilherme
Rodrigues, Mica Silva, Adriano, Jean
68’, por falta de visibilidade. O anulado por fora de jogo. Na
Batista (Makouta, 46’) e Deivison
primeiro remate enquadrado fase final do jogo fez a diferença (Onyeka, 85’)
com a baliza surgiu apenas o golo de Marinho, que entrou Treinador: Filó
aos 29’, pelo serrano Mica, em após o intervalo. Saldanha abriu
zona frontal, que o guardião pelo corredor esquerdo e serviu Académica.................. 1
Peçanha agarrou sem dificul- Júnior Sena, que centrou para o Peçanha, Brendon, Zé Castro, Yuri
Matias, Joel, Jean Felipe, Dias, Junior
dade. No minuto seguinte, o veterano capitão da Académica
Sena, Romário (Hugo Almeida, 66’),
médio, que há três semanas re- marcar ao segundo poste. Esta Traquina (Marinho, 46’) e Djousse
forçou os covilhanenses, voltou foi a sexta derrota da época (Saldanha, 66’)
a testar o guarda-redes da do Covilhã, que ocupa o 17º e Treinador: João Alves
“briosa”. A Académica tentou penúltimo lugar da IIª Liga com
Golos: Marinho (88’)
várias aproximações à baliza oito pontos, os mesmos do FC
dos locais, mas as investidas Porto B. Este domingo os ser- Ação disciplinar: Cartão amarelo para
de Traquina e Djousse saíram ranos defrontam o Moreirense, Deivison (15’), Jean Batista (40’),
por cima da barra. O único da Iª Liga, no Santos Pinto para Brendon (61’) e Yuri Matias (94’).
lance de perigo aconteceu aos a quarta eliminatória da Taça de
41’, quando Vítor São Bento Técnico Filó tem a vida complicada no emblema serrano Portugal.
Publicidade
PUB
Campeonato de Portugal

Sp. Mêda perdeu em


Cinfães pela margem
mínima
O Sp. Mêda perdeu no domin- o Cinfães marcou aos 14’ e não
go mais um jogo, o décimo segun- fez muito mais para merecer a
do consecutivo no Campeonato vitória final, enquanto o Sp. Mêda
de Portugal. teve algumas oportunidades para
O campeão distrital da Guar- marcar, mas sem consequências.
da em título foi derrotado pela O técnico Rogério Afonso alinhou
margem mínima em Cinfães e com Valter Luís, Rafa, David Co-
continua sem pontuar na série B lina (Tiago Barra, 33’), Matheus
após doze jornadas. Os medenses Alzemand, Cristiano Costa, Filipe
não conseguiram pontuar nos úl- Gusmão, Pedro Prata, Rui Santos
timos dois jogos frente a adversá- (Flavinho, 76’), Elvis Zambrano
rios teoricamente mais acessíveis, (Alibacar Dabó, 68’), João Pimenta
caso do penúltimo Leça (derrota e Bruno Aguiar.
por 2-1) e do antepenúltimo Cin- O campeonato para este fim de
fães, pelo que está cada vez mais semana por causa da Taça de Por-
complicada a vida da formação do tugal e regressa a 2 de dezembro,
distrito da Guarda neste regresso data em que os medenses recebem
ao Nacional. No último domingo, o Gafanha, quarto classificado.

Patinagem artística
NDS promove sarau no Dia
da Cidade
O NDS organiza na terça-feira ras), no âmbito das comemorações
um sarau de patinagem artística do Dia da Cidade. Participam as 28
para divulgar a modalidade na atletas da secção de patinagem do
Guarda e praticada no clube da NDS, com idades compreendidas
Estação. entre os 6 e 15 anos, as patinado-
A atividade decorre no pavi- ras da Academia de Patinagem da
lhão municipal de S. Miguel (18 ho- Covilhã/UBI. A entrada é gratuita.
16 • • Quinta-feira • 22 de novembro de 2018 Publicidade

VIDENTE
Ralis
Motor impede vitória de Ricardo
RuadodoCampo,
Campo,55––1º1ºDto
Dto- -6300-672
6300-672Guarda
Guarda Lic.NºNº2890
2890––AMI
AMI Com longos anos de experiência Teodósio no Algarve DR
Rua Lic.
271211730-- 967543140
Telefone:271211730
Telefone: 964126775 www.predialdaguarda.pt
www.predialdaguarda.pt Trata inveja, mau olhado, espiritual, estudos, negócios,
VENDE empresas, amor, problemas familiares, saúde, etc.
ID:1220 V3 Guarda Vivenda isolada, no centro de aldeia, arrumos. …...27.000€
ID:1235 V2 Centro Sala e coz. comum,2 quartos, anexos, logradouro. .50.000€
Sempre pronto a dar resposta aos seus problemas.
D:1003 T2 Guarda Bem localizado,1 wc, sala e um grande terraço……45.000€ Saiba tudo sobre o seu futuro e o porquê que tudo
ID:1158BT4 Centro Bem localizado, necessitar obras de remodelação..50.000€
ID:1231 T3 Guarda Lareira e despensa na cozinha, 2 wc´s, sótão… ....53.900€
corre mal em sua vida?
ID:1234 T3 Guarda Coz. c/ despensa,1wc´s,sótão,lugar de garagem... .65.000€ Não hesite, fale com quem sabe. Tenha FÉ:
ID:1243 Prédio C/ possibilidade de fazer 3 frações,anexos,logradouro..70.000€
ID:0577 V3Guarda C/3,em fase de acabamentos,quintal.Oportunidade 75.000€ 271238451 ou 969012923
ID:0000 T3 Guarda Coz. mobilada, recuperador de calor, 2wc, sótão …85.000€
ID:0829 T3 Duplex Com lareira, 3quartos, 2wc´s, lugar de garagem… ..95.000€
ID:1105 Casas Rústicas Em pedra c/ 710m de terreno envolvente….100.000€
2

ID:1246 T2 Centro Completamente mobilado e equipado, wc, sótão…110.000€


ID:1239 T3 Guarda Aquec. central a lenha e a gás, sótão, garagem …125.000€
ID:0956B V4 Guarda C/4 quartos, sótão habitável, garagem, quintal.. .150.000€
ID:0220 Vivenda Isolada Dividida em três fracções T2, logradouro…. 160.000€
ID:0837 V4 Guarda C/ 2 pisos para habitação independentes, sótão...165.000€
ID:1235 V5 Guarda Sala e coz. comum c/ lareira,garagem p/2 carros .185.000€
ID:1233 V4 Guarda C/4 quartos, escritório, sótão, garagem, quintal …200.000€
ID:1230 V4 Guarda Painéis solares,3wc´s, garagem,sótão,logradouro240.000€
A ARC Sport, de Aguiar da Beira, não conseguiu jun-
tar o título de campeã nacional de equipas ao título de
ARRENDA pilotos. O feito esteve perto no Rali Casinos do Algarve,
ID:0972C Escritório Guarda Centro Com 30m² e óptimas vistas………….150€
ID:0834 T1 Centro Coz. mobilada ,sala, 1 quarto, 1 wc, boa localização.. ..175€ mas o motor do Skoda Fabia R5 impediu a vitória final
ID:1242 T3 Centro Coz. mobilada,3 quartos, sótão e logradouro1wc…..….250€
da dupla Ricardo Teodósio e José Teixeira.
ID:1081B T3 Guarda Cozinha c/lareira,3 quartos,1wc´s,arrecadação…. …..260€
ID:0326 T2 Guarda Coz. mobilada,2quartos,1roupeiro,lugar de garagem.. .260€ No passado fim de semana, o piloto algarvio co-
ID:0979 T3 Guarda Todo mobilado, equipado,marquise,2 wc´s,despensa. .275€ mandou a última prova do campeonato até à oitava
ID:1041C T3 Guarda Coz. c/ lareira, terraço,3 quartos, 2wc´s, sótão….. .....280€
ID:1042 T3 Guarda Próximo do Forninho,3 quartos, roupeiros,2wc´s…......330€ especial, altura em que um problema no motor colocou
ID:0755B T3 Guarda Coz. mobilada,lareira,3 quartos,2 mobilados, sala... ..350€
Empresa de transportes admite: um ponto final nos objetivos da equipa da ARC Sport.
ID:0120 T3 Centro Completamente mobilado e equipado, 2wc´s,garagem. 350€
ID:0269 V2 Guarda Toda remodelada, 2 quartos, a 15 minutos do centro...400€ COMERCIAL «Queria muito ser campeão, mas o objetivo era ganhar o
ID:0000 Loja Centro Com boa área,c/ licença p/ comércio e serviços…. ....750€
Procuramos profissional com o seguinte perfil:
nosso rali e estávamos no bom caminho até acontecer o
Predial da Guarda, VENDE, ARRENDA E ADMINISTRA IMÓVEIS • Fluente na língua francesa (imprescindível); problema com o motor. A época até foi boa e os objetivos
desde 1998 – IMOBILIÁRIA DE CONFIANÇA - • Conhecimentos de língua inglesa; foram alcançados, pois o terceiro lugar no Campeonato
• Informática na ótica do utilizador; em ano de estreia com o Skoda é bastante positivo»,
• Valorizam-se conhecimentos e relações comerciais declarou Ricardo Teodósio no final. Também num carro
Vende-se no setor de transportes; preparado pela equipa de Aguiar da Beira, a dupla Pedro
Oferecemos:
Apartamento T1 - NOVO • Formação;
e Nuno Almeida (Ford Fiesta R5) terminaram na quarta
posição do Campeonato. Já o estreante Miguel Correia
nos Castelos Velhos (Guarda) • Disponibilização de computador portátil;
• Trabalho a partir de casa;
(Renault Clio R3), tendo como copiloto Pedro Alves, con-
quistou no Algarve o título do European Rally Trophy,
Contacto: 919800065 Enviar Curriculum Vitae para Apartado 196, 6300-909 GUARDA
prova da FIA, na categoria ERT 3, bem como o segundo
lugar do campeonato português na categoria RC3. Em
ano de estreia, é de facto assinalável. O Nacional de Ralis
foi ganho por Armindo Araújo (Hyundai i20 R5), título
conquistado por cinco vezes pelo piloto de Santo Tirso.
Tribunal Judicial da Comarca da Guarda
Juízo de Competência Genérica de Pinhel
Palácio da Justiça - Av. Frederico Ulrich BTT
Filipe Pinto
Fotojornalista
6400-378 Pinhel
Telef.: 271410180 • Fax: 271090239 • Mail: pinhel.judicial@tribunais.org.pt Invernal “Cidade da Guarda”
ANÚNCIO no domingo
A temporada de BTT de inverno começa no domingo
Escadas do Quebra Costas, Nº 2 • 6200-170 COVILHÃ Processo 201/18.5T8PNH Referência: 26509201 com a Invernal “Cidade da Guarda”, que vai contar com
Telef. 275 336 805 • Telem. 919 487 978 • Telem. 964 196 950 Interdição / Inabilitação Data: 16-11-2018
E-mail: filipepintofoto@sapo.pt • fotoacademica@hotmail.com a participação de cerca de 400 praticantes.
Requerente: Ministério Público
Integrada nas comemorações do Dia da Cidade,
PUB
Requerido: Filipe Daniel Monteiro Tavares a prova decorre em sistema de “open road” com dois
percursos à escolha: maratona (70 quilómetros) e
Faz-se saber que foi distribuída neste tribunal, a ação de Interdição/ meia maratona (40 quilómetros). Tal como em edições
Inabilitação em que é requerido Filipe Daniel Monteiro Tavares, filho de Carlos anteriores, a Invernal disputa-se por caminhos rurais,
Alberto Monteiro Tavares e de Femanda Maria dos Santos Monteiro Tavares,
trilhos e estradas secundárias nas imediações da Guarda
nascido em 16-01-1999, natural de: Pinhel (Pinhel], NIF - 250467119, BI -
30307696, com domicílio: Rua Professor Teodósio Ferreira, Nº 3, 6400-503 com partida (9 horas) e chegada junto ao estádio mu-
Pinhel, para efeito de ser decretada a sua interdiçao por anomalia psíquica. nicipal. Haverá diversos postos de controlo ao longo
do percurso, cuja localização não será divulgada, sendo
A Juiz de Direito, que só serão classificados os participantes que tenham
Dra. Nádia Meneses Tavares Afonso
efetuado todos os controlos. A organização, a cargo do
A Oficial de Justiça, Clube de Montanhismo local e da autarquia, proporciona
Elisabete Saraiva Ventura Castelo também uma caminhada para os acompanhantes dos
O Interior, nº 985 de 22/11/2018 atletas inscritos.

Cupão de Anúncios Classificados


Envie o seu anúncio classificado para Jornal O Interior, Rua da Corredoura, 80 R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Condições gerais dos classificados
Localização Identificação
do anúncio
1. Preencha o cupão com texto em maiúsculas,
deixando um espaço entre cada palavra. Nome: __________________________________________________________________
Grátis

2. O preço é acrescido de IVA à taxa legal em vigor. Imobiliário


*

3. É obrigatório o envio do número de contribuinte (NIF).


4. A identificação é um campo de preenchimento
Vende-se Aluga-se Morada: ________________________________________________________________
obrigatório. A falta de elementos pode implicar a não Trespassa-se Diversos
publicação do anúncio.
5. A “O Interior” reserva-se o direito de rejeitar a
Emprego Código Postal: ________ - _____ Localidade: ___________________________
Euros
2,50

publicidade que não esteja de acordo com a sua Oferece-se Precisa-se


orientação editorial.
6. A recepção de anúncios para cada edição Veículos Contribuinte nº: _________________ Contacto: ______________________
termina 72 horas antes da data da publicação. Vende-se Procura-se
7. Não se aceitam cópias, faxes ou emails deste cupão. Assinatura ________________________________ Data ___/___/______
Euros
4,00

Diversos
* Grátis até à 2ª publicação, a partir
da qual acresce um custo de 2 euros. Para esclarecimentos pode contactar-nos através do telefone 271212153 ou para ointerior@ointerior.pt

Modo de Pagamento: O recibo ser-lhe-á enviado posteriormente


Transferência Bancária (forma mais rápida e vantajosa) Transferência Avulsa Transfira o valor em questão para o NIB indicado e junte
Autorização de pagamento: Exmos Senhores, por crédito na conta abaixo indicada, queiram proceder,
até nova comunicação aos pagamentos das subscrições que vos forem apresentadas pelo Jornal O Interior. IBAN: PT50 001000002256785000177 a este cupão o talão comprovativo da transferência.

Banco _____________ Balcão _____________ NIB _________________________ Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________
Nome do Titular _______________________________________________________ Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Numerário
Quinta-feira • 22 de novembro de 2018 • • 17

Futebol distrital Atletismo

Manteigas tropeça e cede Inês Monteiro vence Crosse de


Torres Vedras pela quarta vez
comando ao Aguiar da Beira DR
DR

Inês Monteiro (Sporting) com a marca de 27m33s. Leonil-


venceu no domingo o Crosse de de Antunes (Leões da Floresta/
Torres Vedras e tornou-se na UBI) foi oitava em 34m33s.
atleta mais vitoriosa na prova «Não é fácil chegar a este corta-
com quatro vitórias, a terceira mato e vencer. Tê-lo feito por
consecutiva. quatro vezes em cerca de onde
A guardense, já selecionada anos [primeiro triunfo em 2007]
para os Europeus de Corta- deixa-me satisfeita», declarou
mato que se realizam em Tilburg Inês Monteiro, de 38 anos, no final
(Holanda) a 9 de dezembro, da prova. Em masculinos ganhou
ganhou vantagem desde cedo e Miguel Marques (Sporting) com
foi a primeira a concluir os 7.500 o tempo de 28m17s, com Abílio
metros da corrida com o tempo Gonçalves (ACR Senhora Dester-
de 26m02s. Na segunda posição ro, São Romão) a concluir os 9.000
terminou Ercília Machado (indi- metros da corrida na 12ª posição
O empate do Manteigas (na vencedor por 2-1 no campo do ao Foz Côa (2º) e isolou-se na vidual) em 27m14s, enquanto (30m16s). Destaque também
foto) em Vila Nova de Tazem no Estrela Almeida (11º). A fazer um frente do campeonato com três Susana Cunha (RD Águeda) para o 14º lugar de Rafael Baraças
domingo permitiu o regresso bom arranque de campeonato pontos de vantagem sobre os completou o pódio feminino (CA Seia) na prova dos juniores.
do Aguiar da Beira à liderança está o recém-promovido Celori- fozcoenses.
do Distrital da Iª Divisão da AF cense (6º), que somou a quarta Na terceira jornada destaque
Guarda. vitória na receção ao Fornos de para a primeira vitória do Guarda Judo
Na sétima jornada a equipa Algodres (8º) por 1-0. Desportiva (6º), que derrotou em 90 judocas participaram no torneio
orientada por Nuno Sena venceu O encontro entre o São casa o Paços da Serra (8º) por
em casa o Sp. Sabugal por 1-0 Romão (12º) e o Trancoso (7º) 4-0, enquanto o Pala (7º) venceu “Cidade do Sabugal” DR

e reassumiu o primeiro lugar terminou empatado a duas bolas o último Casal de Cinza (9º) por
da prova, enquanto a formação e o lanterna vermelha Soito (14º) 2-1. O jogo Freixo de Numão
raiana caiu para 13ª e penúltimo perdeu 2-1 em casa com o Sp. (3º)-ADC Castelos (5º) terminou
lugar. Na segunda posição está Vilar Formoso (10º). Na próxima com uma igualdade a três bolas.
o Manteigas, que não foi além jornada estão escalados os jo- Folgou o Nespereira. No próximo
de uma igualdade sem golos no gos Trancoso-Aguiar da Beira, domingo há o dérbi do concelho
terreno do Vilanovenses (9º). Os Manteigas-Celoricense, Sabugal- de Foz Côa entre o Desportivo lo-
serranos foram alcançados pelo Figueirense, Gouveia-Soito, Vila cal e o Freixo de Numão, enquanto
Figueirense, que venceu 2-1 o Cortês-Estrela Almeida, Fornos- o Vila Franca joga em Paços da
Vila Cortês do Mondego no jogo São Romão e Vilar Formoso- Serra. Numa jornada em que folga
grande da jornada. A derrota Vilanovenses. o Guarda Desportiva, o Casal de Sessenta pequenos judocas Cristã “Paz e Bem” - Obra Social
atirou a equipa do concelho da Na IIª Divisão, o Vila Franca Cinza recebe o Nespereira e a ADC dos distritos da Guarda, Castelo “Padre José Miguel” (Soito), da
Guarda para o quinto lugar, tendo das Naves conseguiu uma vitória Castelos defronta o Pala no dérbi Branco e Viseu participaram no Associação Portuguesa de Pais
sido ultrapassada pelo Gouveia, expressiva (4-1) na receção de Pinhel. domingo no XVº Torneio “Cida- e Amigos do Cidadão Deficiente
de do Sabugal”, que teve lugar no Mental de Castelo Branco e ain-
pavilhão municipal. da a multicampeã sabugalense
Atletismo A competição/ convívio Maria Ribeiro. A organização
Grande Prémio da Guarda corre-se no domingo destinou-se a crianças dos 6 aos
12 anos, tendo-se realizado tam-
esteve a cargo da Associação
de Modalidades Desportivas
O 42º Grande Prémio de os escalões etários, a partir das 9 realizando-se também uma cami-
bém o segundo Open de judo Amadoras (AMDA) do Sabugal,
Atletismo da Guarda corre-se na horas, num percurso urbano com nhada pedestre e uma corrida de
adaptado, que os organizadores em colaboração com a Escola de
manhã de domingo na zona da partida na Avª de S. Miguel, junto pneus. O grande prémio integra as
pretendem incluir futuramen- Judo Ana Hormigo e com o apoio
Estação. ao MiniPreço, e chegada no par- comemorações dos 819 anos da
te no calendário nacional da do município do e da União de
A prova faz parte do Circuito que de estacionamento daquele cidade mais alta e é organizado
modalidade. Este ano a prova Freguesias do Sabugal e Aldeia
Nacional “Liga Allianz Running supermercado. Este ano a corrida pela Associação de Atletismo da
juntou 30 judocas da Associação de Santo António.
Record” e tem corridas para todos principal tem dez quilómetros, Guarda com o apoio do município.

Cupão de Assinatura
Identificação: Nacional_ ____ Semestral.. (12,5€) Anual.. (25e)
Nome: _________________________________________________________________________________________________________
Estrangeiro_ Semestral.....(15€) Anual.. (30e)

Morada: ________________________________________________________________________________ Código Postal: _________ - ______ Localidade: _____________________________________________

NIF: ________________________ Telefone/Telemóvel: __________________________________________________ Email: ________________________________________________________________

Modo de Pagamento:
Enviar para: Rua da Corredoura 80, R/C Dto C • 6300-825 Guarda
Transferência Avulsa
IBAN: PT50 001000002256785000177
Data ___/___/______ Assinatura ________________________________________ Assinatura __________________________________________________ Data _____/_____/________
Transfira o valor da Assinatura para o NIB indicado e junte a este cupão o talão comprovativo da transferência.
O Jornal O Interior compromete-se a adoptar as medidas de segurança necessárias para garantir a salvaguarda dos dados
Cheque / Vale Postal nº _____________________ Banco _________________ pessoais / empresas dos assinantes contra a sua eventual utilização abusiva ou contra o acesso não autorizado.
O contrato de assinatura renovar-se-á por iguais e sucessivos períodos de tempo (seis/12 meses), até que qualquer das partes
Numerário denuncie a desistência por meio de comunicação escrita com antecedência mínima de 30 (trinta) dias.
18 • • Quinta-feira • 22 de novembro de 2018

Uma centena que fazem


opinião
Pedro Narciso
opinião
Carlos Cortes * (tanta) falta!
Dos 1.280 anestesiologistas a exercerem no Serviço durante e depois de cada cirurgia), o anestesiologista tem

Guarda goes Nacional de Saúde (SNS), somente 225 estão colocados


nas instituições hospitalares da região Centro.
uma presença diversificada na atividade hospitalar e extra-
hospitalar. Na medicina de Urgência e na emergência pré-

to Vaticano
Apesar da sua dimensão, estes números são muito hospitalar esta especialidade tem sido merecedora de um
insuficientes para as necessidades dos cuidados de saúde, importante destaque.
uma vez que seriam necessários mais 541, dos quais 100 As unidades e serviços de cuidados intensivos só
Um conjunto alargado de pessoas dirigiu-se só para a região centro do país. conseguem, hoje, manter a sua atividade com o importante
para o local onde se encontrava o seu líder espi- A região Centro tem um “ratio” de 10 anestesiologistas contributo do anestesiologista. As consultas da dor foram
ritual, esperou pacientemente pela sua aparição, por 100 mil habitantes, valor semelhante ao encontrado desenvolvidas e são asseguradas por anestesiologistas inte-
rezou as suas preces de libertação, para que no nos Açores e abaixo do “ratio” nacional de 12,4. Números grados em equipas multidisciplinares (tanto na dor crónica,
final, tivesse o privilégio de lhe ofertar uma rica que refletem o Censos de Anestesiologia de 2017 e que, como na dor aguda). Finalmente, estes especialistas também
peça da melhor lã virgem. Nunca julguei estar vivo provavelmente, ainda serão inferiores àquelas que são as estão presentes na analgesia em múltiplos procedimentos,
para ver, de cachecóis ao alto, a constituição da reais necessidades das unidades de saúde da região Centro. tanto na área dos exames de diagnóstico como na ajuda
Igreja de Nosso Sr. Bruno de Carvalho dos últi- No distrito da Guarda o ratio é comparável à situação aos partos.
mos dias. No mesmo patamar de incredulidade, da região: 10,3 anestesiologistas por 100 mil habitantes, É, pois, fácil percebermos a importância da aneste-
só mesmo continuar a chamar de laico o Estado segundo as estimativas populacionais do Instituto Nacional siologia em várias áreas da medicina e no seu importante
português. de Estatística. Acresce a esta situação uma carência grave apoio a todas as especialidades cirúrgicas. O SN S perdeu
Curiosamente, na mesma semana em que de especialistas das áreas cirúrgicas, tais como a Ortopedia muita da sua capacidade de atração destes profissionais,
se desenrolava este “reality show” religioso, ou a Cirurgia, cujo impacto se reflete com maior visibilidade numa competição desigual com o setor privado, sendo um
uma alargada comitiva de órgãos autárquicos no serviço de Urgência e na espera para cirurgia. dos fatores decisivos para esta realidade a péssima gestão
do concelho da Guarda, e não só, deslocou-se A falta de recursos humanos tem um impacto grave e dos recursos humanos. Gestão, essa, que se traduz numa
ao Vaticano para entregar um cobertor de papa direto sobre os doentes, traduzindo-se, sobretudo, no atraso diferenciação negativa na abertura de vagas para colocação
e uma medalha de ouro. Julguei que essas duas das cirurgias, no aumento da lista de espera cirúrgica e no de especialistas a nível nacional. Nesta matéria, a região
peças caberiam na mala de apenas um peregrino, desespero de doentes e profissionais. Nalguns hospitais Centro é inexplicável e injustamente tratada criando uma
mas fiquei a perceber rapidamente que pode chegam a ser canceladas perto de 30% das cirurgias, outros iniquidade inaceitável.
haver dinheiro de IMI mais mal empregue do que nem sequer arriscam a fazer a marcação. Será que a nova equipa ministerial vai continuar a
aquele que acaba em forma de amores perfeitos Ora, porque dizemos que os anestesiologistas são o demonstrar a mesma indiferença pela região Centro e pelo
queimados pela geada. pilar dos cuidados de saúde nos hospitais? distrito da Guarda tal como as suas antecessoras?
Desconheço se é ou não legítimo o uso de Atualmente, o anestesiologista deixou de ser somente
dinheiro público, e até convidar outros, para um anestesista que atua sobretudo no bloco operatório. * Presidente da Secção Regional do Centro da Ordem
visitar o seu líder religioso predileto. E fico desde Além dessa presença indispensável e insubstituível (antes, dos Médicos
já muito contente que ninguém do grupo seja
xintoísta. O problema é que eu coloquei umas
passagens do livro que o legitima, que tem Ser-
pentes que falam, água que se transforma em
vinho e homens que andam sobre as águas, no
novo “Poligrafo” e o resultado foi: “Fake News”.
Percebo com que com todo o descrédito dos

PANtominices
CTT e encerramento recente do balcão de Figueira opinião
de Castelo Rodrigo o envio postal não seria op-
David Santiago
ção. Mas os objetivos da visita continuarão a ser
um mistério insondável. A menos que em caso A reboque da (legítima) agenda de um partido e da nova rância ou ambas. Há ainda a pantomina que consiste em
de uma destruição massiva, ao estilo Sodoma e ministra da Cultura, instalou-se em Portugal uma discussão abrir caminho, através de uma alegadamente inofensiva
Gomorra, o concelho tenha ganho imunidade em alegadamente civilizacional sobre aquilo que é, ou não, discriminação fiscal, à extinção da tourada, o grande
forma de carta de Monopólio, “Vocês estão livres compatível com o estádio de civilização que atingimos ou objetivo do PAN.
da destruição”. Pelos menos até o Papa sentir o que muitos julgam que deveríamos atingir. Partido que, pese embora o nome indicie uma agenda
quanto o cobertor pica no pescoço! Como é norma na mediocracia que impera, com o humanista e ambientalista, concentra toda a sua atividade
Imunidade que Rui Rio não ganhou na Torre inestimável contributo das sempre polarizadoras e nada político-parlamentar na suposta defesa dos animais. Vivemos
de Babel. Pois ao contrário dos franceses na Pri- esclarecedoras redes sociais, a discussão tornou-se num tempos em que muitos querem (legitimamente) equiparar os
meira Guerra Mundial, veio de lá mesmo a falar turbilhão de argumentos deslocados a favor e contra a direitos dos animais aos das pessoas. Propaga-se a frase
alemão. E agora com uma bomba para desarma- tourada. (registo de interesses: longe de ser um aficionado, atribuída a Gandhi de que a evolução de uma determinada
dilhar. É que o Papa, no mesmo dia da entrega assisto amiúde, e com gosto, a transmissões televisivas de sociedade se vê pela forma como os animais são tratados.
do cobertor, classificou a coscuvilhice como tauromaquia) Como se, com isto, Gandhi tivesse defendido a equiparação
terrorismo. E nunca como antes se coscuvilhou Claro está que não é o “amor” pelo touro bravo que faz legal dos animais às pessoas.
tanto sobre a possibilidade da candidatura ao um toureiro a cavalo espetar uma bandarilha no animal. Mas Cada vez mais propensa a fraturas seja lá pelo que
Parlamento Europeu por parte do seu presidente é também de natural bom-senso perceber que nenhum aficio- for, a sociedade divide-se neste tema, em grande medida,
de Câmara mais próximo. Não há coincidências. nado ou simpatizante de touradas assiste a uma corrida pelo em dois grupos: urbanos e rurais. Dos apartamentos que
A visita poderia também ter servido para gosto sádico de ver um animal sofrer. Colocar a discussão partilham com cães, gatos e periquitos, e sem nada conhe-
revelar o terceiro segredo das Europeias, a nestes termos só desqualifica quem o faz. E comparar a não cerem do mundo animal que não seja dos de companhia,
canonização do vereador da oposição ou ainda descida do IVA dos espetáculos tauromáquicos à (abusiva) os primeiros julgam poder determinar a forma como os
para finalmente revelar o(a) santo(a) padroeira tentativa do Estado higienizar comportamentos relativos ao segundos devem viver com os seus animais. A matança do
da Guarda para que finalmente possam ser consumo de álcool ou tabaco, como o primeiro-ministro fez, porco é cruel, cortar o pescoço ao peru insensível e caçar
realizadas as festas da cidade. Como se fosse nada ajuda a um debate esclarecido. um desporto assassino. Em paralelo, as Câmaras devem
necessário um santo, num concelho onde todo Não tendo uma posição definida sobre se a tourada é, alimentar eternamente cães sem dono. Não há argumentos
o pretexto é bom para levantar uma tenda. ou não, um espetáculo artístico – poderia ser um desporto contra tamanha imbecilidade.
Como de milagres já estamos bem servidos, como o futebol e pagar o mesmo imposto –, enquanto na Toda esta coisa não seria tão grave não fosse o lastro
com as águas coloridas do Noéme, a festa da lei estiver enquadrada como tal não pode ser discriminada conquistado por estes radicais autodenominados amigos
espuma do “sunset” da Pocariça, locomotivas com base nos gostos dos conjunturais detentores do poder: dos animais. Esse radicalismo é visível na reportagem da
estacionadas em rotundas e novo milagre de a isso chama-se abuso de poder. Gostar de tourada não faz TVI sobre um grupo de justiceiros armados. Energúmenos
Tancos, podíamos aproveitar para pedir coisas de mim um bárbaro, como também não faz de quem não com uma evidente relação de proximidade ao PAN. Não nos
insignificantes, como duração extra para a gosta um ignorante incapaz de perceber a beleza e relevância deixemos enganar, esta gente não quer ajudar os animais,
fábrica da DURA, o reforço ou constituição de da tradição tauromáquica. São gostos. quer-nos impingir uma sociedade assente na sua própria
novos “clusters” ou a reorganização de oferta de André Silva refere-se ao mundo da tourada como mundivisão egoísta, totalitarista, pseudo urbana e pós mo-
ensino superior. Mas já diz o ditado: “Com Papas sendo um “negócio milionário”, afirmação que só pode derninha de sentido único. Se é essa a civilização do futuro,
e Mantas, se enganam as antas…”. ser proferida por três razões: demagogia, absoluta igno- não temos futuro.
Quinta-feira • 22 de novembro de 2018 • • 19

opinião

Selvagens dos pés à cabeça!


opinião
Sofia Colares Alves *

O lugar da
igualdade de
género na Joana Dente *

sociedade
moderna
A igualdade entre homens e mulheres é
um dos principais objetivos da União Europeia
(UE). Reconheço termos ainda muito caminho
a percorrer para o alcançarmos plenamente,
apesar dos esforços constantes de gerações.
É urgente, por isso, garantir que as lutas
travadas por quem nos precedeu têm os resul-
tados esperados e que a Europa dá o exemplo, Recordam-se de eu ter dito que o tos e que fazem parecer que estamos a Relembro que este é um padrão que
aplicando a legislação antidiscriminatória que padrão “animal print” estaria em alta? entrar no jardim zoológico. fica bem em qualquer corpo e que a sua
já existe. Pois é, não fazíamos era ideia de que ia O padrão tendência entrou paulati- versatilidade permite combiná-lo tanto
Apesar de tudo, em média, as mulheres subir tanto! namente mas encheu todas as montras, com tons neutros como com tons mais
continuam a ganhar 16% menos do que os Têm-se visto inúmeras sugestões fez capas de milhares revistas e é a arrojados. Assim, sugiro uma blusa de
homens na União Europeia e sentem maior de looks totais em “animal print”! Seja grande paixão das “bloggers” e “influen- zebra e uma saia lápis preta ou uma saia
dificuldade em alcançar cargos de chefia, tanto de serpente, de zebra ou de tigre, vale a cers” mais badaladas, ou não tivessem midi de leopardo com uma camisola
nas empresas como na política. A sociedade pena arriscar nestes padrões dos pés à conhecidas marcas como Michael Kors, vermelha de lã.
do século XXI não pode continuar a tolerar cabeça. Eu só não aconselho é a mistura Carolina Herrera, Calvin Klein e Diane E porque não as duas? A polivalên-
este desequilíbrio e deve agir para o contrariar. entre eles... Von Furstemberg desfilado na Semana cia destes padrões é única, vale a pena
Um sinal de que as mentalidades estão a que- Sapatos e botas, chapéus, lenços e da Moda vestidas com estas estampas! o investimento!
rer mudar é que 90% dos europeus considera bandoletes, calças, saias, blusas, vesti- De facto, estes não são os meus
inaceitável que as mulheres recebam um salá- dos... Ufa! É um sem fim de artigos, de padrões favoritos e não me vão ver por * @pitangaboss
rio inferior ao dos homens quando exercem as diferentes materiais e texturas, que se aí disfarçada de onça, mas para quem Jurista / MakeupArtist /
mesmas funções. A Comissão Europeia está encontram em todos os estabelecimen- goste é usar e abusar! FashionStylist
empenhada em reforçar a igualdade de género
através de um plano de ação concreto com
mais de 20 medidas que têm por objetivo pôr

do Leitor
fim às disparidades salariais entre homens e
mulheres e facilitar o acesso destas últimas Espaço
a lugares de topo. Público
Pretende-se, nos próximos dois anos,
melhorar o respeito da igualdade salarial e
reduzir o efeito penalizante dos cuidados Direito de Resposta da Câmara do Fundão
familiares que recaem, tradicionalmente em
muitas sociedades, na mulher. As diferenças Ao abrigo da Lei da Imprensa e produtores só opera na praça à segunda- nicípio tem levado a cabo, bem como a
salariais entre géneros devem-se, muitas invocando o direito de resposta, vimos feira e ao sábado de cada semana, e cla- forma inovadora como tem conseguido
vezes, ao facto das mulheres trabalharem em requerer a publicação do seguinte es- ramente a presença destes comerciantes integrar nos grandes eventos culturais
setores menos bem pagos, de serem menos clarecimento: fomenta em grande medida a procura que realiza ao longo do ano, seja na
promovidas ao longo das carreiras e de inter- De forma totalmente abusiva e por parte dos clientes a toda a praça, cidade ou em diversas localidades do
romperem mais vezes a carreira profissional descontextualizada o jornal O INTERIOR, nos restantes dias as outras 35 ativi- concelho, pequenos mercados de pro-
por motivos familiares. Apesar dos progressos na sua edição número 983, de 8 de no- dades comerciais ali existentes, como dutos hortofrutícolas.
dos últimos anos as diferenças continuam a vembro de 2018, utilizou uma expressão os talhos, as peixarias, as mercearias, Assim, face à notícia publicada
ser notórias: desde 3 de novembro que, sim- proferida pelo presidente da Câmara entre outros sofrem evidentemente uma por O INTERIOR, que assume claros
bolicamente, as mulheres da União Europeia Municipal do Fundão, «que o Fundão diminuição significativa de procura. contornos políticos dados os dois inter-
deixaram de receber pelo trabalho que fazem, vive a era dourada da agricultura», para Aliás, se olharmos para a pressão venientes ouvidos sem nunca ouvirem
quando comparado com os homens. procurar encontrar uma contradição no que exercem hoje as grandes superfícies qualquer comerciante, contrariamente
Para contrariar esta tendência temos de momento evidente de crescimento e sobre o comércio tradicional e olhar- ao que ali é relatado, ou terem conse-
incentivar todos os níveis de gestão, privados ou investimento no sector agrícola que se mos para as consequências óbvias que guido falar com alguém responsável do
públicos, a adotar medidas concretas para me- vive na nossa região, com uma pseudo trazem os efeitos da desertificação e município, aguardamos expectantes a
lhorar a igualdade de género nos processos de diminuição de comerciantes/produtores das desigualdades regionais que o país publicação integral deste esclarecimento
tomada de decisão. A Comissão Europeia está a agrícolas na Praça Municipal do Fundão. enfrenta, percebemos que não será fácil para que se possa reparar o contexto da
fazer tudo ao seu alcance para envolver todos os Ora não corresponde minimamente manter determinadas atividades comer- notícia veiculada.
setores da sociedade neste esforço. Governos, à realidade que na última década se ciais pujantes.
empresas e sociedade civil têm de se empenhar tenha registado qualquer diminuição Por outro lado, não será alheio o Nota da Redação:
mais nesta batalha que só dignifica o mundo em do número de produtores – e aqui esforço que o Município do Fundão tem O INTERIOR tentou por várias ve-
que vivemos. Todos temos de trabalhar para entenda-se pequenos produtores de promovido para contrariar ou mitigar zes obter um comentário do presidente
garantir que vivemos num espaço cada vez agricultura familiar. Se não vejamos, esta realidade, ao construir há cerca de do município sobre este assunto, tendo
menos discriminatório e cada vez mais inclusivo, o atual número de 60 produtores que uma década uma nova Praça Municipal nesse sentido contactado o gabinete
sem esquecer que a independência económica pagam mensalmente o espaço de venda mesmo no coração e na zona mais nobre do vice-presidente para o efeito, mas
das mulheres é a sua melhor proteção contra a na Praça Municipal e que varia para da cidade e se encontrar agora em dis- sem sucesso. Em cima do fecho da
discriminação e até contra a violência. cerca de 75 dependendo da época do cussão pública um projeto de ampliação referida edição, Paulo Fernandes
ano e dos produtos agrícolas sazonais dos largos adjacentes para maior fruição comprometeu-se a responder até às
* Chefe de Representação da Comissão é exatamente o mesmo que se verificava e promoção da Praça Municipal. 13 horas, o que não aconteceu, nem
Europeia em Portugal há cerca de uma década. Ainda assim, são recorrentes as se concretizou nos dias posteriores.
Atendendo a que o mercado de campanhas de comunicação que o mu-
opinião
20 • • Quinta-feira • 22 de novembro de 2018

rua da corredoura, 80 - R/C Dto - C 6300-825 Guarda bilhete postal


Redacção/Publicidade: 271212153 • www.ointerior.pt • publicidade@ointerior.pt • ointerior@ointerior.pt

Guarda Um enterro dcabrita@iol.pt


Diogo Cabrita
Criado movimento para lutar pela requalificação Malraux, apesar do nome de escritor, nunca soube ler. O que
do Pavilhão 5 do hospital Malraux fez na terra agreste que comprou em Nave de Haver foi
uma pequena vinha e um curral onde criou touros para lidar na
Está criado na Guarda o Mo- Guarda agarrar de novo a causa defende que o investimento em
praça da terra. A aldeia fica perto da Guarda e os seus monumen-
vimento de Apoio à Saúde Mater- da sua maternidade e restantes saúde na Guarda tem que ter «um
tos maiores são a praça e a Igreja, esta muito mais pequena que
no Infantil (MMI) com o objetivo serviços, mas com maior ambi- calendário claro e objetivos pre-
a primeira. Malraux fez touros bravos, deu-lhes de comer, pagou
de lutar pela concretização do ção». Em comunicado, o dirigente cisos», devendo incluir a requa-
veterinários, cuidou-os todos os dias. Os bois são de rotinas duras
projeto para o Pavilhão 5 do Hos- considera que se a Guarda e a ULS lificação do Pavilhão 5. «Definida
– afirmava. Os animais querem comida a horas, pasto todos os
pital Sousa Martins. têm «as melhores condições» a ambição e os objetivos, é agora
dias. Lá lhes abria os currais, lá os chamava a horas, lá os vendia
Um dos mentores do movi- para acolher uma unidade de tempo de trabalhar com todos
para as corridas da aldeia e uma ou outra tourada. Malraux pagou
mento é Agostinho Gonçalves, referência em cuidados de saúde os atores que desejam o melhor
os impostos, pagou o veterinário, pagou as licenças, as vistorias,
presidente da concelhia do PS, da mulher e da criança, «compete- para a Guarda», desafia Agostinho
os IVA e os IRC. Sou empresário sem letras – disse para quem o
para quem «está na altura da nos agir para fazer acontecer». E Gonçalves.
quis ouvir. Com nome sonante fez um ferro sui generis, com o M
bem trabalhado. O ferro Malraux só se conheceria no distrito, mas
Efeméride já era suficiente para fazer face aos negócios da vida. Educou os
filhos. Só teve dois porque ficou viúvo cedo. Um touro levou-lhe
Guarda celebra 819 anos na terça-feira a mulher quando esta se distraiu. Esse touro vendeu-o para os
A Câmara da Guarda vai última fábrica de cobertores de tunda da Dorna e a requalifica- caçadores numa história ilegal que lhe deu gozo e vingança. Solto
distinguir cinco personalidades papa de Maçainhas, encerrada em ção dos edifícios municipais da nos baldios, perto do Sabugal, deixou que o matassem como se da
com a Medalha de Mérito do 2017; e o ciclista David Rodrigues. Rua dos Cavaleiros. Pelas 17h15 Gorongosa se tratasse. O Malraux perdera a mulher e vingara-se
Município, grau prata, no Dia da As comemorações dos 819 anos será assinada a consignação da do touro. Os outros viviam felizes nos prados de Nave de Haver.
Cidade, que se celebra no dia 27. da Guarda incluem a inauguração obra de requalificação da Torre Todos os dias na rua, criados com mimo e dedicação. Malraux
Trata-se do professor Antó- do novo quartel dos bombeiros dos Ferreiros e às 18h30 será nunca ouviu essas discussões sobre animais e seus direitos. Isso
nio José Dias de Almeida, Rosa de Famalicão da Serra (12h15) ligada a iluminação natalícia. À é blasfémia – disse a um tipo que o interpelou depois de uma
Antunes, elemento do “Conjunto pelo ministro da Administração noite há um concerto de Áurea venda para a tourada. Malraux chegou aos setenta cumprindo
Rosinha”, do Centro Cultural da Interna, Eduardo Cabrita, que no TMG, onde será assinado um seus deveres e sua profissão. Sem dívidas, sem roubar ninguém,
Guarda, e divulgadora da cultura antes participará na sessão solene protocolo de cooperação entre o sem desejar mal nenhum. Em 2018, não conseguindo fazer face
popular; o padre Eugénio da do Dia da Cidade (10h45). município e a Orquestra Filar- às despesas e incapaz de vender os animais, meteu-se com eles
Cunha Sério (a título póstumo), Na terça-feira serão tam- mónica Portuguesa. O programa a caminho de Lisboa e ontem largou-os na Avenida da Liberdade.
diretor do jornal “A Guarda” e bém inauguradas uma nova sec- comemorativo tem início no dia Malraux, o terrorista, o bandido, o toureiro, morreu enforcado no
da Casa do Gaiato; o empresário ção no Campus Internacional de 24 e inclui diversas atividades Marquês enquanto todos olhavam os touros que desciam para
José Pires Freire, proprietário da Escultura Contemporânea, a ro- culturais e desportivas. os Restauradores.

PUB PUB

VIII Feira

24 e 25 de Novembro 2018

Interesses relacionados