Você está na página 1de 1

Slide 1: Seu pai era um guitarrista popular e sua mãe cantora.

Andrew começou a
tocar violão ainda jovem, concentrando-se na música clássica e folclórica. York cresceu
em Woodbridge, Virgínia, e se formou na Escola Secundária Gar-Field. Ele foi estudar
violão na James Madison University. Em 1980, ele se formou bacharel em violão
erudito. Depois ele foi fazer mestrado em violão na Universidade do Sul da Califórnia
em 1986. Enquanto estudava nesta universidade, ele recebeu inúmeros
prêmios. Andrew é o único ex-aluno da história da USC que recebeu o premio Alumni
Distinction Award duas vezes, em 1997 como membro do Los Angeles Guitar Quartet,
e novamente em 2003 por sua carreira musical solo.

SLIDE 2: :tocou guitarra elétrica em um quinteto de jazz , violão clássico com Los
Angeles Guitar Quartet , até mesmo alaúde. Suas composições geralmente misturam
música clássica com elementos folclóricos. Embora mais conhecido como músico
clássico, ele também é um talentoso guitarrista de jazz e estudou com Joe Diorio e
Lenny Breau. Andrew recebeu um GRAMMY como membro do Los Angeles Guitar
Quartet durante seus dezesseis anos com o conjunto. Possui mais de 50 trabalhos
publicados para violão em suas diversas variedades: solo, dueto, trio, quarteto e
etc. Ele gravou 3 DVDs, tocou como solista em mais de 10 CDs, e publicou um
trabalho de três volumes sobre o estudo do jazz para guitarristas clássicos. As
composições e arranjos dele para violão lhe deram reconhecimento tanto entre
músicos quanto pelo público. John Williams (guitarra), Christopher Parkening e Sharon
Isbin, todos estes incluíram composições de York em seus programas de shows em
todo o mundo.

SLIDE 3: A gravação mais recente de Andrew foi lançada na primavera de 2018 como
LP de vinil e dois EP / CDs separados. A gravação inclui o novo sucesso de Andrew,
"Home", e a suíte de 26 minutos "The Equations of Beauty", baseada em matemática.
E eu encerro com uma fala do próprio Andrew: “Quando escrevo sinto uma conexão
com o meu espírito com a alegria e a tristeza da vida. Toda a minha vida entra em foco
e não há separação entre mim como um menino, um jovem e agora em meus últimos
anos ”.

Apreciação vídeo : Yamour e Home