Você está na página 1de 1

UTILIZAÇÃO DE MÁSCARA Elaborado Rotina

RESPIRADOR N95 em Mar/15 022

Ação Agente Procedimentos Notas


1 Enfermagem Verifica a necessidade da Deverá utilizar Respirador N95 para pacientes
utilização da máscara N 95. com suspeita ou confirmação de doenças
transmitidas por aerossóis: Tuberculose
Pulmonar e Laríngea, Sarampo, Varicela, em
algumas situações especiais para H1N1
(descritas abaixo) e outras doenças descritas
no Manual da CCIH.
2 Enfermagem Solicita para a farmácia pelo Caminho no Sistema MV:
Sistema MV, devendo justificar PAGU/Enfermagem/Solicitações/ Produtos ou
no campo de observação o Medicamentos
motivo do uso da máscara.
3 Enfermagem Imprime a solicitação
(independente da quantidade de
itens).

4 Enfermeiro Confere a solicitação, carimba e


assina.
5 Enfermeiro Anota na planilha de controle Data/nome colaborador/assinatura do
colaborador
6 Enfermagem Dirige-se à farmácia com o
impresso da solicitação da
máscara a ser utilizada.
7 Enfermagem Identifica a máscara com nome Escrever o nome no elástico da máscara
do colaborador que irá fazer uso
da mesma
8 Enfermagem Guarda a máscara em local pré Em saco plástico, e local determinado pela
determinado após cada uso supervisora
OBSERVAÇÕES:

 Visitas e acompanhantes deverão ser avaliados com critérios e bem orientados, na tentativa de
restringir ao máximo o número de visitantes aos pacientes em precaução por aerossóis, e quando
necessário, também deverão utilizar máscara N95;
 A máscara N95 é um EPI, reutilizável, permitindo seu uso sem tempo determinado, devendo ser
considerada utilizável, desde que esteja íntegra bem adaptada à face, e seu usuário conseguindo
respirar sem dificuldades, ou seja, não saturada. Ou com alterações da sua característica original
(amassada, úmida, presença de sujidades, entre outros) deverá ser descartada em saco branco;
 A máscara N95 deve ser utilizada de forma adequada e diretamente a face, nunca utilizar com
máscara cirúrgica sob a mesma;
 Quando necessário o transporte do paciente fora do quarto de precaução por aerossóis, o mesmo
deverá utilizar máscara cirúrgica;
 Para pacientes com suspeita ou confirmação para H1N1, deve-se utilizar máscara N95 em
situações que gerem aerossóis, tais como: aspiração traqueobrônquica com sistema aberto,
entubação e extubação orotraqueal, endoscopia, broncoscopia, fisioterapia respiratória,
ressuscitação cardiopulmonar, coleta de amostras diagnóstica, nebulização e inalação respiratória.