Você está na página 1de 1

Técnicas de salvamento

Essas técnicas avançadas exigem treinamento


especial e cursos regulares de atualização. A presença
de um profissional de saúde é necessária durante o
transporte. Essas técnicas resultam em uma via aérea
mais desobstruída que as outras mais básicas, mas
os aparelhos envolvidos também são mais frágeis,
podendo sair facilmente durante a viagem, sobretudo
em estradas esburacadas e trajetos longos.

• Cricotireotomia cirúrgica (um tubo é inserido na VIAS AÉREAS


laringe por um orifício na garganta). CIRÚRGICAS DEFINITIVAS
• Traqueotomia percutânea.

Essas são as práticas-padrão em hospitais que


oferecem atendimento cirúrgico. Caso o transporte
seja perigoso e não haja pessoal suficiente disponível
para acompanhar vítimas em massa durante uma
evacuação, as vias aéreas cirúrgicas definitivas
podem ser estabelecidas na primeira fase da rede de
atendimento – em um hospital de campanha– ao
passo que o tratamento cirúrgico definitivo da vítima
aguardará até a chegada a um hospital apropriado.

Terapia do oxigênio complementar


Advertência:
O uso de cilindros de oxigênio deve ser descartado
em caso de atendimento em uma área de perigo.
Explodiriam como bombas se atingidos por uma bala
ou estilhaço.

Dependendo das condições de segurança, o ponto


de coleta ou a estação intermediária poderá ter
oxigênio disponível. É preferível um concentrador
de oxigênio (que precisam de energia elétrica) a
cilindros para gases comprimidos, que são pesados,
requerem uma cadeia de abastecimento específica
e duram pouco tempo a fluxos elevados, além de
representarem um grave perigo.

157